SlideShare uma empresa Scribd logo
Estudos recentes confirmam que
ninguém nasce tímido nem se sente
tímido o tempo todo. As pessoas
ficam tímidas quando se sentem em
situações de inferioridade ou
vulnerabilidade. Portanto como
cristãos precisamos reagir contra este
sentimento (Is 35.3,4).
Quando os pais, a sociedade e a
“educação”, impõem à criança
determinados comportamentos, podem
comprometer seriamente sua
subjetividade. Por exemplo, quando, a
criança é constantemente criticada por
ser demasiadamente lenta, atrapalhada,
calada ou falante demais, isso pode
deflagrar ódio por suas singularidades. A
criança se sente ferida, diminuída e se
fecha, tornando-se um adulto
dependente e com pouca confiança em
si mesmo.
Vamos conhecer três graus de timidez: Leve:
Sofre de pequenos momentos de timidez,
mas não frequentes e aprendeu a fazer o
esforço necessário para vencer esses
instantes que lhe possam causar problemas.
Moderada: É certamente tímido, mas
consegue escondê-lo. Tem muita
consciência dos seus atos e esforça-se por
exprimir-se e obter o respeito dos outros.
Extrema: É profunda e obsessivamente
tímido. Naturalmente, desistiu de tentar
vencer a sua timidez, que lhe arruinou a vida
e o impediu de realizar-se, já há muito
tempo.
Quando a timidez é exacerbada, torna-se uma fobia
social ou ansiedade social, que afeta 7% da população
mundial. A ansiedade social é o medo de situações
sociais que envolvam interação com outras pessoas. É o
medo de ser julgado e avaliado por outras pessoas.
Algumas pessoas desenvolvem a fobia social, sem
necessariamente ter experimentado a timidez, mas
muitos tímidos evoluem para essa condição por
negligenciar sua dificuldade e rejeitar as opções de
tratamento. Enquanto na timidez a pessoa sente
desconforto, mas ainda enfrenta os desafios do
cotidiano, na fobia social ela passa a evitá-los, isolando-
se gradativamente. No caso da fobia social, as
consequências podem ser devastadoras: geralmente o
fóbico começa abandonando a convivência social
(escola, faculdade, emprego, reuniões, festas) e termina
no isolamento e no ostracismo. (Isolamento ou exclusão)
O tímido tem medo de gente, tem
medo de não ser aceito e tem medo
de ser rejeitado! Ele possui
pensamentos e sentimentos
negativos sobre si, sentimentos de
inferioridade, sua autoestima e
confiança em si mesmo são muito
baixas, tem medo de errar, etc.. Esta
atitude é anticristã, pois para nós
agradável é viver em comunhão (SI
133).
A timidez pode provocar a aceleração
dos batimentos cardíacos, isto é, a pessoa
sente seu coração pulsando mais forte.
Outro sintoma é secura na boca,
especialmente sob estresse. A pessoa não
produz saliva suficiente para manter a
boca úmida. O tímido também
experimenta tremores no corpo ou na voz,
sente sua face ficar vermelha por
vergonha, transpira excessivamente e
pode gaguejar, prejudicando, assim, sua
comunicação com outras pessoas.
As reações expressas no comportamento da
pessoa tímida são visíveis através da sua inibição,
sente-se extremamente envergonhadas em locais
públicos ou em ambientes que não conhecem. A
passividade é uma característica própria da pessoa
tímida, ela não consegue ser proativa, não toma
iniciativas ainda que tenha ideias não assume para
si a responsabilidade de promover mudanças.
Outro sintoma claro da timidez é não conseguir
encarar as pessoas, olhando-as dos olhos, evitam o
contato visual. Elas falam baixo, a voz é quase
inaudível e a expressão corporal desses indivíduos é
muito reduzida, movimentam-se pouco, pois
querem passar despercebidos nos ambientes.
Apresentam comportamentos nervosos.
Finalmente os sintomas afetivos
percebidos em pessoas tímidas são
vergonha, tristeza, ansiedade e baixa
autoestima. A autoestima não é inata, isto
é, não nasce com a pessoa ela é
construída. Depende do quanto a pessoa
se sente aceita, respeitada e valorizada
principalmente em sua infância. O
isolamento é sintomático e acontece em
efeito dominó. Pode começar com a
reclusão e terminar em depressão
profunda.
Há vários casos de tímidos na Bíblia,
pessoas como Gideão (Jz 6.2,3,11-
15), o profeta Jeremias (Jr 1.4-6) e o
caso de Moisés (Êx 3.11).
Cada personagem aqui citados,
sofreram com a timidez em
contextos e épocas diferentes;
porém, Deus tratou de cada um
deles para que superassem esse
mal.
Moisés seria levantado para libertar
sua família e todo o seu povo. Seu
trauma de fugitivo, contudo, falou
mais alto, transformando-o em um
homem tímido. Segundo o
dicionário, tímido é alguém
assustado, medroso, receoso, sem
coragem. Era exatamente assim
que Moisés se via. “Quem sou eu
para apresentar-me ao faraó e tirar
os israelitas do Egito?” (Êx 3.11).
A causa da timidez de Moisés.
Sua opinião a respeito de si mesmo era.
Muito diferente da opinião que Deus
tinha; Sua timidez era fruto do seu olhar
fixo em suas limitações, fracassos e
frustrações. Apesar das garantias e
provas incontestes da presença de Deus
ao seu lado naquela missão (Êx 3,12), sua
resistência ao chamado de Deus foi
grande. Moisés hesitou, mas, finalmente,
aceitou o desafio.
Só depois que o Senhor curou Moisés de sua timidez,
ele pôde ter autoridade espiritual para a vida e
para o ministério. O tímido Moisés se tornou o
instrumento de Deus, porque aceitou a missão
como a razão de ser da sua vida. Somente quando
a pessoa encontrar a sua missão, é que se sentirá
independente do julgamento dos outros. Se ela
compreender o seu próprio valor, sua autoestima
não dependerá mais do comportamento do outro
ou do que o outro diz. Não serão mais importantes
nem elogios, nem as críticas, porque ela encontrará
a dignidade de existir ao aceitar o seu ministério,
sua missão. Portanto, não queira ser igual a
ninguém. Apenas, melhore suas diferenças.
Em Deus, a ousadia tomou o lugar da
covardia, a coragem dominou a
timidez. A força do propósito produziu
coragem em seu coração. Cerca de
três milhões de pessoas foram libertas
da tirania do Egito. Morreu aos cento
e vinte anos sem que seus olhos
tivessem enfraquecido ou sua força
debilitada, deixando povo
preparado para adentrar a terra
prometida.
Conclusão e aplicação da lição.
Causas da timidez.
Pai ou um dos pais porta Timidez.
Pais ou um dos pais muito agressivo
Experiências de humilhações
silenciosas ou públicas.
Familiares críticos .
Problemas familiares que causem
vergonha .
Famílias afetivamente frias .
Como Deus trata de nossa nossa
timidez?
Tirar o foco de nossas limitações e
fracassos é um bom começo.
Deus nos mostra, apesar de nossas
limitações e fracassos, que somos
mais capazes do que podemos
perceber. Veja: Gideão (Jz 6.2,3,11-
15), o profeta Jeremias (Jr 1.4-6) e o
caso de Moisés (Êx 3.11).
Deus abençoe muitíssimo!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

SAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICO
SAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICOSAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICO
SAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICO
Comunidade Vida No Espirito
 
apostila-cura-interior
 apostila-cura-interior apostila-cura-interior
apostila-cura-interior
Timóteo Marques
 
Slides batalha espiritual
Slides   batalha espiritualSlides   batalha espiritual
Slides batalha espiritual
Abdias Barreto
 
Medo
Medo  Medo
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Cura interior a luz da palavra.
Cura interior a luz da palavra.Cura interior a luz da palavra.
Cura interior a luz da palavra.
João Campos
 
O Cristão e a Depressão
O Cristão e a DepressãoO Cristão e a Depressão
O Cristão e a Depressão
Leandro Sales
 
Desenvolvendo a auto aceitação
Desenvolvendo a auto aceitaçãoDesenvolvendo a auto aceitação
Desenvolvendo a auto aceitação
Marcio Duarte
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
Rogério Nunes
 
Teoria de Wilhelm Reich
Teoria de Wilhelm ReichTeoria de Wilhelm Reich
Teoria de Wilhelm Reich
Silvia Marina Anaruma
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Caroline Calaça
 
Cura e libertação
Cura e libertaçãoCura e libertação
Cura e libertação
Batista Getsêmani
 
Homossexualismo Doença, Opção ou Demônio
Homossexualismo   Doença, Opção ou DemônioHomossexualismo   Doença, Opção ou Demônio
Homossexualismo Doença, Opção ou Demônio
Leandro Sales
 
Batalha espiritual no_lar[1]
Batalha espiritual no_lar[1]Batalha espiritual no_lar[1]
Batalha espiritual no_lar[1]
Sandra Fuso
 
Ficha Neusa Itioka
Ficha Neusa ItiokaFicha Neusa Itioka
Ficha Neusa Itioka
Alex Martins
 
Lição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus
Lição 9 – Conhecendo a Armadura de DeusLição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus
Lição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus
Éder Tomé
 
Batalhas7 batalha espiritual
Batalhas7   batalha espiritualBatalhas7   batalha espiritual
Batalhas7 batalha espiritual
Eliezer Almeida
 
Os três campos de batalha parte 2 - NA IGREJA
Os três campos de batalha   parte 2 - NA IGREJAOs três campos de batalha   parte 2 - NA IGREJA
Os três campos de batalha parte 2 - NA IGREJA
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoLição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Erberson Pinheiro
 
Valorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deusValorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 

Mais procurados (20)

SAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICO
SAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICOSAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICO
SAIA DA JANELA - A SÍNDROME DE ÊUTICO
 
apostila-cura-interior
 apostila-cura-interior apostila-cura-interior
apostila-cura-interior
 
Slides batalha espiritual
Slides   batalha espiritualSlides   batalha espiritual
Slides batalha espiritual
 
Medo
Medo  Medo
Medo
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
 
Cura interior a luz da palavra.
Cura interior a luz da palavra.Cura interior a luz da palavra.
Cura interior a luz da palavra.
 
O Cristão e a Depressão
O Cristão e a DepressãoO Cristão e a Depressão
O Cristão e a Depressão
 
Desenvolvendo a auto aceitação
Desenvolvendo a auto aceitaçãoDesenvolvendo a auto aceitação
Desenvolvendo a auto aceitação
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
 
Teoria de Wilhelm Reich
Teoria de Wilhelm ReichTeoria de Wilhelm Reich
Teoria de Wilhelm Reich
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
 
Cura e libertação
Cura e libertaçãoCura e libertação
Cura e libertação
 
Homossexualismo Doença, Opção ou Demônio
Homossexualismo   Doença, Opção ou DemônioHomossexualismo   Doença, Opção ou Demônio
Homossexualismo Doença, Opção ou Demônio
 
Batalha espiritual no_lar[1]
Batalha espiritual no_lar[1]Batalha espiritual no_lar[1]
Batalha espiritual no_lar[1]
 
Ficha Neusa Itioka
Ficha Neusa ItiokaFicha Neusa Itioka
Ficha Neusa Itioka
 
Lição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus
Lição 9 – Conhecendo a Armadura de DeusLição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus
Lição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus
 
Batalhas7 batalha espiritual
Batalhas7   batalha espiritualBatalhas7   batalha espiritual
Batalhas7 batalha espiritual
 
Os três campos de batalha parte 2 - NA IGREJA
Os três campos de batalha   parte 2 - NA IGREJAOs três campos de batalha   parte 2 - NA IGREJA
Os três campos de batalha parte 2 - NA IGREJA
 
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoLição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
 
Valorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deusValorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deus
 

Destaque

Curso vencer a timidez.ppt
 Curso vencer a timidez.ppt  Curso vencer a timidez.ppt
Curso vencer a timidez.ppt
WM Treinamentos Cursos e Palestras Ltda
 
Sem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passos
Sem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passosSem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passos
Sem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passos
Mario Anaya
 
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticasComo superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
Gloria Tellez
 
Timidez
TimidezTimidez
Timidez
andremanoel06
 
Timidez em Festas
Timidez em FestasTimidez em Festas
Timidez em Festas
Leonardo Santos
 
Pit Stop Experience
Pit Stop ExperiencePit Stop Experience
Portfolio 2013
Portfolio 2013Portfolio 2013
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
ILGC - Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva
 
Tempo da Vida
Tempo da VidaTempo da Vida
Tempo da Vida
PequeninosdoSenhor
 
O eu que fica no tempo que passa
O eu que fica no tempo que passaO eu que fica no tempo que passa
O eu que fica no tempo que passa
celina_pinho
 
O poder do entusiasmo na família
O poder do entusiasmo na famíliaO poder do entusiasmo na família
O poder do entusiasmo na família
Dário Melo
 
Seu pior inimigo
Seu pior inimigoSeu pior inimigo
Negociar com excelência todos os dias!!!
Negociar com excelência  todos os dias!!!Negociar com excelência  todos os dias!!!
Negociar com excelência todos os dias!!!
WM Treinamentos Cursos e Palestras Ltda
 
O essencial uso do tempo com o seu lado HUMANO
O essencial uso do tempo com o seu lado HUMANOO essencial uso do tempo com o seu lado HUMANO
O essencial uso do tempo com o seu lado HUMANO
MARYNÊS FREIXO PEREIRA
 
03 Técnicas para Vender Mais
03 Técnicas para Vender Mais   03 Técnicas para Vender Mais
03 Técnicas para Vender Mais
Aleksander Avalca
 
Profissional Neurocoaching
Profissional NeurocoachingProfissional Neurocoaching
Profissional Neurocoaching
Mega Palestras
 
Como aumentar o ticket médio da sua loja
Como aumentar o ticket médio da sua lojaComo aumentar o ticket médio da sua loja
Como aumentar o ticket médio da sua loja
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Técnicas de Vendas
Técnicas de VendasTécnicas de Vendas
Técnicas de Vendas
elbaiano
 
A vida e o tempo
A vida e o tempoA vida e o tempo
A vida e o tempo
Luzia Gabriele
 
A MENTE HUMANA
A MENTE HUMANAA MENTE HUMANA
A MENTE HUMANA
lgrmattos50
 

Destaque (20)

Curso vencer a timidez.ppt
 Curso vencer a timidez.ppt  Curso vencer a timidez.ppt
Curso vencer a timidez.ppt
 
Sem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passos
Sem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passosSem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passos
Sem timidez. como corrigir a sua voz em 4 passos
 
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticasComo superar a timidez: 20 dicas práticas
Como superar a timidez: 20 dicas práticas
 
Timidez
TimidezTimidez
Timidez
 
Timidez em Festas
Timidez em FestasTimidez em Festas
Timidez em Festas
 
Pit Stop Experience
Pit Stop ExperiencePit Stop Experience
Pit Stop Experience
 
Portfolio 2013
Portfolio 2013Portfolio 2013
Portfolio 2013
 
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
 
Tempo da Vida
Tempo da VidaTempo da Vida
Tempo da Vida
 
O eu que fica no tempo que passa
O eu que fica no tempo que passaO eu que fica no tempo que passa
O eu que fica no tempo que passa
 
O poder do entusiasmo na família
O poder do entusiasmo na famíliaO poder do entusiasmo na família
O poder do entusiasmo na família
 
Seu pior inimigo
Seu pior inimigoSeu pior inimigo
Seu pior inimigo
 
Negociar com excelência todos os dias!!!
Negociar com excelência  todos os dias!!!Negociar com excelência  todos os dias!!!
Negociar com excelência todos os dias!!!
 
O essencial uso do tempo com o seu lado HUMANO
O essencial uso do tempo com o seu lado HUMANOO essencial uso do tempo com o seu lado HUMANO
O essencial uso do tempo com o seu lado HUMANO
 
03 Técnicas para Vender Mais
03 Técnicas para Vender Mais   03 Técnicas para Vender Mais
03 Técnicas para Vender Mais
 
Profissional Neurocoaching
Profissional NeurocoachingProfissional Neurocoaching
Profissional Neurocoaching
 
Como aumentar o ticket médio da sua loja
Como aumentar o ticket médio da sua lojaComo aumentar o ticket médio da sua loja
Como aumentar o ticket médio da sua loja
 
Técnicas de Vendas
Técnicas de VendasTécnicas de Vendas
Técnicas de Vendas
 
A vida e o tempo
A vida e o tempoA vida e o tempo
A vida e o tempo
 
A MENTE HUMANA
A MENTE HUMANAA MENTE HUMANA
A MENTE HUMANA
 

Semelhante a Lição 4 Vencendo a timidez e suas consequências

Nossos Defeitos e o ORGULHO
Nossos Defeitos e o ORGULHONossos Defeitos e o ORGULHO
Nossos Defeitos e o ORGULHO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
20 dicas para acabar com a timidez
20 dicas para acabar com a timidez20 dicas para acabar com a timidez
20 dicas para acabar com a timidez
DIETER WEISSENTEIN
 
Vencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdf
Vencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdfVencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdf
Vencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdf
HellowIdiomas
 
Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01
Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01
Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01
Fernanda Freitas
 
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceisO segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
enfanhanguera
 
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceisO segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
enfanhanguera
 
Lição 2 Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2   Vencendo o medo da RejeiçãoLição 2   Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2 Vencendo o medo da Rejeição
Escol Dominical
 
Poder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso Online
Poder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso OnlinePoder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso Online
Poder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso Online
Espaço da Mente
 
Apresentação livro das famílias
Apresentação livro das famíliasApresentação livro das famílias
Apresentação livro das famílias
Cleverton Epormucena
 
A autoestima
A autoestimaA autoestima
A autoestima
Anderson Santos
 
aautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfaautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdf
Telma Lima
 
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as DiferençasTimidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Maria Cristina Santos Araujo
 
Vencendo o medo 2p
Vencendo o medo   2pVencendo o medo   2p
Vencendo o medo 2p
linetst
 
Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos
Lisete B.
 
emoção.pptx
emoção.pptxemoção.pptx
emoção.pptx
IAMComarcaJaragudoSu
 
Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx
Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptxSarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx
Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx
SulenDeArajoNeves
 
Auto estima
Auto estima Auto estima
Auto estima
Victor Passos
 
Desmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADEDesmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADE
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye
Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye  Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye
Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye
Vitória Mayara
 
Tim lahaye temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1
Tim lahaye   temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1Tim lahaye   temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1
Tim lahaye temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1
Alex Santos
 

Semelhante a Lição 4 Vencendo a timidez e suas consequências (20)

Nossos Defeitos e o ORGULHO
Nossos Defeitos e o ORGULHONossos Defeitos e o ORGULHO
Nossos Defeitos e o ORGULHO
 
20 dicas para acabar com a timidez
20 dicas para acabar com a timidez20 dicas para acabar com a timidez
20 dicas para acabar com a timidez
 
Vencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdf
Vencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdfVencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdf
Vencendoomedoeatimidez-20180216-180833(1).pdf
 
Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01
Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01
Osegredoparaserelacionarcompessoasdifceis 120527184553-phpapp01
 
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceisO segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
 
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceisO segredo para se relacionar com pessoas difíceis
O segredo para se relacionar com pessoas difíceis
 
Lição 2 Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2   Vencendo o medo da RejeiçãoLição 2   Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2 Vencendo o medo da Rejeição
 
Poder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso Online
Poder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso OnlinePoder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso Online
Poder das Crenças com Miriam Izabel - Ebook Curso Online
 
Apresentação livro das famílias
Apresentação livro das famíliasApresentação livro das famílias
Apresentação livro das famílias
 
A autoestima
A autoestimaA autoestima
A autoestima
 
aautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfaautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdf
 
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as DiferençasTimidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
Timidez ou Fobia? Entenda as Diferenças
 
Vencendo o medo 2p
Vencendo o medo   2pVencendo o medo   2p
Vencendo o medo 2p
 
Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos
 
emoção.pptx
emoção.pptxemoção.pptx
emoção.pptx
 
Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx
Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptxSarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx
Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx
 
Auto estima
Auto estima Auto estima
Auto estima
 
Desmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADEDesmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADE
 
Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye
Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye  Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye
Temperamento controlado pelo Espirito [resumo] - Tim lahaye
 
Tim lahaye temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1
Tim lahaye   temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1Tim lahaye   temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1
Tim lahaye temperamento controlado pelo espirito [resumo]-1
 

Mais de Escol Dominical

Pim
PimPim
Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da AlmaLição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Escol Dominical
 
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11   Enfrentando o Sentimento de RejeiçãoLição 11   Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Escol Dominical
 
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Escol Dominical
 
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do SéculoLição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Escol Dominical
 
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humanaLição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Escol Dominical
 
Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7
Escol Dominical
 
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicosEstudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Escol Dominical
 
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridadeLição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridade
Escol Dominical
 
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
Escol Dominical
 
Lição 3 angústia
Lição 3 angústiaLição 3 angústia
Lição 3 angústia
Escol Dominical
 
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Escol Dominical
 
Budismo Lição 12
Budismo Lição 12Budismo Lição 12
Budismo Lição 12
Escol Dominical
 
Lição 9 wicca
Lição 9 wiccaLição 9 wicca
Lição 9 wicca
Escol Dominical
 
Lição 8 seicho no-ie
Lição 8 seicho no-ieLição 8 seicho no-ie
Lição 8 seicho no-ie
Escol Dominical
 
Lição 5 O Mormonismo
Lição 5 O MormonismoLição 5 O Mormonismo
Lição 5 O Mormonismo
Escol Dominical
 
Lição 04
Lição 04Lição 04
Lição 04
Escol Dominical
 
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEbd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
Escol Dominical
 
Nossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresiasNossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresias
Escol Dominical
 
Espiritismo lição 02
Espiritismo lição 02Espiritismo lição 02
Espiritismo lição 02
Escol Dominical
 

Mais de Escol Dominical (20)

Pim
PimPim
Pim
 
Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da AlmaLição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
 
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11   Enfrentando o Sentimento de RejeiçãoLição 11   Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição
 
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
 
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do SéculoLição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
 
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humanaLição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humana
 
Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7
 
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicosEstudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
 
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridadeLição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridade
 
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
 
Lição 3 angústia
Lição 3 angústiaLição 3 angústia
Lição 3 angústia
 
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
 
Budismo Lição 12
Budismo Lição 12Budismo Lição 12
Budismo Lição 12
 
Lição 9 wicca
Lição 9 wiccaLição 9 wicca
Lição 9 wicca
 
Lição 8 seicho no-ie
Lição 8 seicho no-ieLição 8 seicho no-ie
Lição 8 seicho no-ie
 
Lição 5 O Mormonismo
Lição 5 O MormonismoLição 5 O Mormonismo
Lição 5 O Mormonismo
 
Lição 04
Lição 04Lição 04
Lição 04
 
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEbd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
 
Nossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresiasNossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresias
 
Espiritismo lição 02
Espiritismo lição 02Espiritismo lição 02
Espiritismo lição 02
 

Último

Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 

Último (20)

Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 

Lição 4 Vencendo a timidez e suas consequências

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. Estudos recentes confirmam que ninguém nasce tímido nem se sente tímido o tempo todo. As pessoas ficam tímidas quando se sentem em situações de inferioridade ou vulnerabilidade. Portanto como cristãos precisamos reagir contra este sentimento (Is 35.3,4).
  • 8.
  • 9. Quando os pais, a sociedade e a “educação”, impõem à criança determinados comportamentos, podem comprometer seriamente sua subjetividade. Por exemplo, quando, a criança é constantemente criticada por ser demasiadamente lenta, atrapalhada, calada ou falante demais, isso pode deflagrar ódio por suas singularidades. A criança se sente ferida, diminuída e se fecha, tornando-se um adulto dependente e com pouca confiança em si mesmo.
  • 10.
  • 11. Vamos conhecer três graus de timidez: Leve: Sofre de pequenos momentos de timidez, mas não frequentes e aprendeu a fazer o esforço necessário para vencer esses instantes que lhe possam causar problemas. Moderada: É certamente tímido, mas consegue escondê-lo. Tem muita consciência dos seus atos e esforça-se por exprimir-se e obter o respeito dos outros. Extrema: É profunda e obsessivamente tímido. Naturalmente, desistiu de tentar vencer a sua timidez, que lhe arruinou a vida e o impediu de realizar-se, já há muito tempo.
  • 12.
  • 13. Quando a timidez é exacerbada, torna-se uma fobia social ou ansiedade social, que afeta 7% da população mundial. A ansiedade social é o medo de situações sociais que envolvam interação com outras pessoas. É o medo de ser julgado e avaliado por outras pessoas. Algumas pessoas desenvolvem a fobia social, sem necessariamente ter experimentado a timidez, mas muitos tímidos evoluem para essa condição por negligenciar sua dificuldade e rejeitar as opções de tratamento. Enquanto na timidez a pessoa sente desconforto, mas ainda enfrenta os desafios do cotidiano, na fobia social ela passa a evitá-los, isolando- se gradativamente. No caso da fobia social, as consequências podem ser devastadoras: geralmente o fóbico começa abandonando a convivência social (escola, faculdade, emprego, reuniões, festas) e termina no isolamento e no ostracismo. (Isolamento ou exclusão)
  • 14.
  • 15. O tímido tem medo de gente, tem medo de não ser aceito e tem medo de ser rejeitado! Ele possui pensamentos e sentimentos negativos sobre si, sentimentos de inferioridade, sua autoestima e confiança em si mesmo são muito baixas, tem medo de errar, etc.. Esta atitude é anticristã, pois para nós agradável é viver em comunhão (SI 133).
  • 16.
  • 17. A timidez pode provocar a aceleração dos batimentos cardíacos, isto é, a pessoa sente seu coração pulsando mais forte. Outro sintoma é secura na boca, especialmente sob estresse. A pessoa não produz saliva suficiente para manter a boca úmida. O tímido também experimenta tremores no corpo ou na voz, sente sua face ficar vermelha por vergonha, transpira excessivamente e pode gaguejar, prejudicando, assim, sua comunicação com outras pessoas.
  • 18.
  • 19. As reações expressas no comportamento da pessoa tímida são visíveis através da sua inibição, sente-se extremamente envergonhadas em locais públicos ou em ambientes que não conhecem. A passividade é uma característica própria da pessoa tímida, ela não consegue ser proativa, não toma iniciativas ainda que tenha ideias não assume para si a responsabilidade de promover mudanças. Outro sintoma claro da timidez é não conseguir encarar as pessoas, olhando-as dos olhos, evitam o contato visual. Elas falam baixo, a voz é quase inaudível e a expressão corporal desses indivíduos é muito reduzida, movimentam-se pouco, pois querem passar despercebidos nos ambientes. Apresentam comportamentos nervosos.
  • 20.
  • 21. Finalmente os sintomas afetivos percebidos em pessoas tímidas são vergonha, tristeza, ansiedade e baixa autoestima. A autoestima não é inata, isto é, não nasce com a pessoa ela é construída. Depende do quanto a pessoa se sente aceita, respeitada e valorizada principalmente em sua infância. O isolamento é sintomático e acontece em efeito dominó. Pode começar com a reclusão e terminar em depressão profunda.
  • 22.
  • 23. Há vários casos de tímidos na Bíblia, pessoas como Gideão (Jz 6.2,3,11- 15), o profeta Jeremias (Jr 1.4-6) e o caso de Moisés (Êx 3.11). Cada personagem aqui citados, sofreram com a timidez em contextos e épocas diferentes; porém, Deus tratou de cada um deles para que superassem esse mal.
  • 24. Moisés seria levantado para libertar sua família e todo o seu povo. Seu trauma de fugitivo, contudo, falou mais alto, transformando-o em um homem tímido. Segundo o dicionário, tímido é alguém assustado, medroso, receoso, sem coragem. Era exatamente assim que Moisés se via. “Quem sou eu para apresentar-me ao faraó e tirar os israelitas do Egito?” (Êx 3.11).
  • 25.
  • 26. A causa da timidez de Moisés. Sua opinião a respeito de si mesmo era. Muito diferente da opinião que Deus tinha; Sua timidez era fruto do seu olhar fixo em suas limitações, fracassos e frustrações. Apesar das garantias e provas incontestes da presença de Deus ao seu lado naquela missão (Êx 3,12), sua resistência ao chamado de Deus foi grande. Moisés hesitou, mas, finalmente, aceitou o desafio.
  • 27.
  • 28. Só depois que o Senhor curou Moisés de sua timidez, ele pôde ter autoridade espiritual para a vida e para o ministério. O tímido Moisés se tornou o instrumento de Deus, porque aceitou a missão como a razão de ser da sua vida. Somente quando a pessoa encontrar a sua missão, é que se sentirá independente do julgamento dos outros. Se ela compreender o seu próprio valor, sua autoestima não dependerá mais do comportamento do outro ou do que o outro diz. Não serão mais importantes nem elogios, nem as críticas, porque ela encontrará a dignidade de existir ao aceitar o seu ministério, sua missão. Portanto, não queira ser igual a ninguém. Apenas, melhore suas diferenças.
  • 29.
  • 30. Em Deus, a ousadia tomou o lugar da covardia, a coragem dominou a timidez. A força do propósito produziu coragem em seu coração. Cerca de três milhões de pessoas foram libertas da tirania do Egito. Morreu aos cento e vinte anos sem que seus olhos tivessem enfraquecido ou sua força debilitada, deixando povo preparado para adentrar a terra prometida.
  • 31.
  • 32. Conclusão e aplicação da lição. Causas da timidez. Pai ou um dos pais porta Timidez. Pais ou um dos pais muito agressivo Experiências de humilhações silenciosas ou públicas. Familiares críticos . Problemas familiares que causem vergonha . Famílias afetivamente frias .
  • 33. Como Deus trata de nossa nossa timidez? Tirar o foco de nossas limitações e fracassos é um bom começo. Deus nos mostra, apesar de nossas limitações e fracassos, que somos mais capazes do que podemos perceber. Veja: Gideão (Jz 6.2,3,11- 15), o profeta Jeremias (Jr 1.4-6) e o caso de Moisés (Êx 3.11). Deus abençoe muitíssimo!