SlideShare uma empresa Scribd logo
Guerra de Reconquista e a
 Formação de Portugal



              passadosetempos.blogspot.com.br



   Professor Rafael Forte Martil
A expansão territorial
Após a morte de Maomé, seguindo os preceitos do
  Jihad os islâmicos expandiram seu território




A expansão dos muçulmanos, século VIII, acompanhe as setas (expansão) e as
áreas dominadas.
Áreas Conquistadas
Os povos islâmicos, partiram da península arábica (Meca e Medina) e
dominaram parte da Ásia, África e Europa. No continente europeu
dominaram a Península Ibérica, atual território de Portugal e Espanha,
sendo barrados por Carlos Martel e seu exercito em 732, na batalha
conhecida por Poitiers (ou Batalha de Tours), no território francês.
Carlos Martel




O heroico Carlos Martel, com seu martelo de guerra,
     representa a união dos europeus contra a
       chegada dos invasores muçulmanos.
Guerra da Reconquista
    A guerra da Reconquista foi uma luta de cristão contra
mulçumanos. Ou seja, os cristãos tentaram expulsar os
mulçumanos de seu território.




             Os Árabes (muçulmanos) forçaram os cristãos
             posicionarem-se ao norte da Península Ibérica.
As setas em azul representam a luta para reconquistar
      o território dominado pelos muçulmanos.
O condado Portucalense
    Essa guerra é considerada pelos historiadores a mais longa da
História, iniciou no século VIII e terminou somente no XV, quando os
muçulmanos foram expulsos definitivamente da Península Ibérica.
       No decorrer da Guerra da Reconquista surgiu o condado
Portucalense, que daria origem ao reino de Portugal. Vamos estudar
como isso aconteceu.
    Henrique de Borgonha (1066-1112) lutou ao lado de Afonso VI, rei de
Leão e Castela, para reconquistar o reino da Galiza. Como recompensa
recebeu em 1096 o condado portucalense, tornando-se assim seu
vassalo.

           A História de
          Portugal inicia-se
          com recebimento
          do Condado
          Portucalense por
          Henrique de
          borgonha em
          1096.
O Reino de Portugal
    Após sua morte em 1112, seu único filho vivo, D.
Afonso Henriques, assume o governo do Condado
Portucalense. Em 1139, rompe com sua condição de
vassalo do rei de Leão e Castela, tornando-se o primeiro
rei de Portugal.



  O reino de Portugal tem
  como primeiro rei D.
  Afonso Henriques, que
  em 1139 rompe com
  seu suserano o Rei de
  Leão e Castela
Conclusão
    O reino de Leão e Castela reconhece a independência
em 1143 e o papa em 1179. Anos mais tarde, o pequeno
rei de Portugal dominaria grande parte da América, mas
isso já é assunto para uma próxima aula.




             Visite: passadosetempos.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O império carolíngio
O império carolíngioO império carolíngio
O império carolíngio
Dalton Lopes Reis Jr.
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
HistN
 
Formação de Portugal
Formação de PortugalFormação de Portugal
Formação de Portugal
Isabel Alves
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Carlos Vieira
 
A formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território portuguêsA formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território português
Anabela Sobral
 
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIVCrise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
seixasmarianas
 
Reconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
Reconquista cristã e Formação do Reino de PortugalReconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
Reconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
celiaricardo234
 
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
D. JoãO V E O Absolutismo
D. JoãO V E O AbsolutismoD. JoãO V E O Absolutismo
D. JoãO V E O Absolutismo
jdlimaaear
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
cattonia
 
A Crise De 1383 1385
A Crise De 1383 1385A Crise De 1383 1385
A Crise De 1383 1385
guest6ebf5d0
 
Queda do império
Queda do impérioQueda do império
Queda do império
Carla Freitas
 
Formação de portugal
Formação de portugalFormação de portugal
Formação de portugal
Hugo Ferreira
 
História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)
Giorgia Marrone
 
A formação do reino de portugal
A formação do reino de portugalA formação do reino de portugal
A formação do reino de portugal
cruchinho
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
marcos ursi
 
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
cristianoperinpissolato
 
Invasoes barbaras
Invasoes barbarasInvasoes barbaras
Invasoes barbaras
cattonia
 
2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista
Básicas ou Secundárias
 
Resumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiroResumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiro
patriciacanico
 

Mais procurados (20)

O império carolíngio
O império carolíngioO império carolíngio
O império carolíngio
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
 
Formação de Portugal
Formação de PortugalFormação de Portugal
Formação de Portugal
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
A formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território portuguêsA formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território português
 
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIVCrise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
 
Reconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
Reconquista cristã e Formação do Reino de PortugalReconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
Reconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
 
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
 
D. JoãO V E O Absolutismo
D. JoãO V E O AbsolutismoD. JoãO V E O Absolutismo
D. JoãO V E O Absolutismo
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
 
A Crise De 1383 1385
A Crise De 1383 1385A Crise De 1383 1385
A Crise De 1383 1385
 
Queda do império
Queda do impérioQueda do império
Queda do império
 
Formação de portugal
Formação de portugalFormação de portugal
Formação de portugal
 
História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)
 
A formação do reino de portugal
A formação do reino de portugalA formação do reino de portugal
A formação do reino de portugal
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
 
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
 
Invasoes barbaras
Invasoes barbarasInvasoes barbaras
Invasoes barbaras
 
2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista
 
Resumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiroResumo da matéria para o teste fevereiro
Resumo da matéria para o teste fevereiro
 

Semelhante a Guerra da reconquista e a formação de portugal

Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
Daniel Leitão
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
História da cultura portuguesa
História da cultura portuguesaHistória da cultura portuguesa
História da cultura portuguesa
Patrícia Vitorino
 
A Reconquista Cristã
A Reconquista Cristã A Reconquista Cristã
A Reconquista Cristã
DinisStudios
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Carolina Magalhães
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Carolina Magalhães
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Maria Ferreira
 
A+história+de+portugal
A+história+de+portugalA+história+de+portugal
A+história+de+portugal
belinhas
 
Hgp 5
Hgp 5Hgp 5
Hgp 5
Elisa Dias
 
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da ReconquistaFormação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Paulo Roberto
 
As Navegações Portuguesas
As Navegações PortuguesasAs Navegações Portuguesas
As Navegações Portuguesas
MargarethFranklim
 
A Reconquista
A ReconquistaA Reconquista
A Reconquista
Professores História
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
Sílvia Mendonça
 
A FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit O
A FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit OA FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit O
A FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit O
Sílvia Mendonça
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
Sílvia Mendonça
 
Historia de portugal
Historia de portugalHistoria de portugal
Historia de portugal
Gabriel Pereira
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
lmmj
 
Formaçaõ de portugal
Formaçaõ de portugalFormaçaõ de portugal
Formaçaõ de portugal
Maria José Oliveira
 
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 

Semelhante a Guerra da reconquista e a formação de portugal (20)

Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
História da cultura portuguesa
História da cultura portuguesaHistória da cultura portuguesa
História da cultura portuguesa
 
A Reconquista Cristã
A Reconquista Cristã A Reconquista Cristã
A Reconquista Cristã
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
A+história+de+portugal
A+história+de+portugalA+história+de+portugal
A+história+de+portugal
 
Hgp 5
Hgp 5Hgp 5
Hgp 5
 
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da ReconquistaFormação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
 
As Navegações Portuguesas
As Navegações PortuguesasAs Navegações Portuguesas
As Navegações Portuguesas
 
A Reconquista
A ReconquistaA Reconquista
A Reconquista
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
 
A FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit O
A FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit OA FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit O
A FormaçãO De Portugal Trabalh O Ja Feit O
 
A FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De PortugalA FormaçãO De Portugal
A FormaçãO De Portugal
 
Historia de portugal
Historia de portugalHistoria de portugal
Historia de portugal
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
Formaçaõ de portugal
Formaçaõ de portugalFormaçaõ de portugal
Formaçaõ de portugal
 
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
 
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques( Espiritismo)   # - biografias # d afonso henriques
( Espiritismo) # - biografias # d afonso henriques
 

Mais de rafaforte

Pica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismoPica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismo
rafaforte
 
História da filosofia antiga
História da filosofia antigaHistória da filosofia antiga
História da filosofia antiga
rafaforte
 
Pré socráticos
Pré socráticosPré socráticos
Pré socráticos
rafaforte
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
rafaforte
 
A crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chavesA crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chaves
rafaforte
 
Os anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônicaOs anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônica
rafaforte
 
1929, por dona izabel
1929, por dona izabel1929, por dona izabel
1929, por dona izabel
rafaforte
 
Egito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraóEgito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraó
rafaforte
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
rafaforte
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
rafaforte
 
Os anos loucos 20
Os anos loucos 20Os anos loucos 20
Os anos loucos 20
rafaforte
 
Gênios do renascimento
Gênios do renascimentoGênios do renascimento
Gênios do renascimento
rafaforte
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
rafaforte
 
Suportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escritaSuportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escrita
rafaforte
 

Mais de rafaforte (14)

Pica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismoPica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismo
 
História da filosofia antiga
História da filosofia antigaHistória da filosofia antiga
História da filosofia antiga
 
Pré socráticos
Pré socráticosPré socráticos
Pré socráticos
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
A crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chavesA crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chaves
 
Os anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônicaOs anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônica
 
1929, por dona izabel
1929, por dona izabel1929, por dona izabel
1929, por dona izabel
 
Egito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraóEgito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraó
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
 
Os anos loucos 20
Os anos loucos 20Os anos loucos 20
Os anos loucos 20
 
Gênios do renascimento
Gênios do renascimentoGênios do renascimento
Gênios do renascimento
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
 
Suportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escritaSuportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escrita
 

Último

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

Guerra da reconquista e a formação de portugal

  • 1. Guerra de Reconquista e a Formação de Portugal passadosetempos.blogspot.com.br Professor Rafael Forte Martil
  • 2. A expansão territorial Após a morte de Maomé, seguindo os preceitos do Jihad os islâmicos expandiram seu território A expansão dos muçulmanos, século VIII, acompanhe as setas (expansão) e as áreas dominadas.
  • 3. Áreas Conquistadas Os povos islâmicos, partiram da península arábica (Meca e Medina) e dominaram parte da Ásia, África e Europa. No continente europeu dominaram a Península Ibérica, atual território de Portugal e Espanha, sendo barrados por Carlos Martel e seu exercito em 732, na batalha conhecida por Poitiers (ou Batalha de Tours), no território francês.
  • 4. Carlos Martel O heroico Carlos Martel, com seu martelo de guerra, representa a união dos europeus contra a chegada dos invasores muçulmanos.
  • 5. Guerra da Reconquista A guerra da Reconquista foi uma luta de cristão contra mulçumanos. Ou seja, os cristãos tentaram expulsar os mulçumanos de seu território. Os Árabes (muçulmanos) forçaram os cristãos posicionarem-se ao norte da Península Ibérica.
  • 6. As setas em azul representam a luta para reconquistar o território dominado pelos muçulmanos.
  • 7. O condado Portucalense Essa guerra é considerada pelos historiadores a mais longa da História, iniciou no século VIII e terminou somente no XV, quando os muçulmanos foram expulsos definitivamente da Península Ibérica. No decorrer da Guerra da Reconquista surgiu o condado Portucalense, que daria origem ao reino de Portugal. Vamos estudar como isso aconteceu. Henrique de Borgonha (1066-1112) lutou ao lado de Afonso VI, rei de Leão e Castela, para reconquistar o reino da Galiza. Como recompensa recebeu em 1096 o condado portucalense, tornando-se assim seu vassalo. A História de Portugal inicia-se com recebimento do Condado Portucalense por Henrique de borgonha em 1096.
  • 8. O Reino de Portugal Após sua morte em 1112, seu único filho vivo, D. Afonso Henriques, assume o governo do Condado Portucalense. Em 1139, rompe com sua condição de vassalo do rei de Leão e Castela, tornando-se o primeiro rei de Portugal. O reino de Portugal tem como primeiro rei D. Afonso Henriques, que em 1139 rompe com seu suserano o Rei de Leão e Castela
  • 9. Conclusão O reino de Leão e Castela reconhece a independência em 1143 e o papa em 1179. Anos mais tarde, o pequeno rei de Portugal dominaria grande parte da América, mas isso já é assunto para uma próxima aula. Visite: passadosetempos.blogspot.com