SlideShare uma empresa Scribd logo
Gênios do
      Renascimentos
Algumas considerações sobre Leonardo da
      Vinci e William Shakespeare


                  passadosetempos.blogspot.com.br




      Professor Rafael Forte Martil
Leonardo da Vinci, o gênio

  Leonardo da Vinci, considerado um gênio
universal, devido a sua formação ampla e
imaginação criativa, não era apenas um artista na
concepção clássica, além de pintor e escultor
estudou Música, Filosofia, Arquitetura,
Matemática, Anatomia, dentre outras, o que
repercutiu em uma intensa produção e
contribuição nessas áreas. Veja a seguir alguns
exemplos:
Leonardo, o artista




Monalisa uma das obras mais famosas de Leonardo da Vinci
alimenta a imaginação de escritores, cineastas e até médicos, além
de ter sido inspiração para diversos artistas que recriaram o
personagem em outras obras de arte.
A última ceia, pintura de da Vinci, também alimenta a imaginação
de artistas, cineastas e escritores. O escritor Dan Brown em seu livro o
"Código
 da Vinci", parte da obra do renascentista para discutir simbologias
 e supostos segredos que acompanhariam a história nos
 últimos dois mil anos.
Leonardo, o inventor
 Muito antes da existência da bicicleta, do helicóptero e do avião,
da Vinci já havia criado protótipos muito próximos dos modelos
atuais, veja algumas imagens, elas fala por si próprias:
Leonardo, o arquiteto
 Além de invenções que favoreceram melhorias na vida das
pessoas, Leonardo construiu algumas máquinas de guerra,
veja o exemplo de uma arma.
Leonardo, o anatomista
 Para chegar a perfeição na representação (realismo) em suas
pinturas Leonardo estudou a anatomia humana e de animais.




               Montagem com alguns estudos de Anatomia
               de Leonardo da Vinci.
Leonardo contribuiu para os estudos de Anatomia,
 na medida em que "dissecava" cadáveres e
seguia com anotações detalhadas,
como ilustra a imagem a seguir:
O Homem
Vitruviano, uma
das criações mais
lembradas de
Leonardo, representa
a perfeição de
medidas, só possíveis
a partir de
seus estudos de
anatomia.
Recriações de Monalisa
  As obras de Leonardo da Vinci continuam no imaginário de
diversos artistas plásticos, uma das características da arte é que
ela pode ser recriada. Alguns exemplos de Monalisas:
William Shakespeare, o gênio da literatura
       Na Grã-Bretanha (Inglaterra) surgiu um grande gênio que influenciou toda a
literatura ocidental, William Shakespeare. Criou personagens inesquecíveis como Romeu
e Julieta, que representa o amor em sua forma mais sublime. Além de tratar de temas
existenciais, que acompanham a vida moderna, quem nunca ouvi o dilema do príncipe
Hamlet: ”Ser   ou não ser, eis a questão”.


       O dilema do
       príncipe
       Hamlet foi
       diversas vezes
       reconstituído
       no cinema e
       no teatro.
Principais obras do escritor (fonte:                  sua
pesquisa).

- Comédias:O Mercador de Veneza, Sonho de uma noite de
verão, A Comédia dos Erros, Os dois fidalgos de Verona,
Muito barulho por coisa nenhuma, Noite de reis, Medida
por medida, Conto do Inverno, Cimbelino, Megera Domada
e A Tempestade.

- Tragédias: Tito Andrônico, Romeu e Julieta, Julio César,
Macbeth, Antônio e Cleópatra, Coriolano, Timon de Atenas,
O Rei Lear, Otelo e Hamlet.

- Dramas Históricos: Henrique IV, Ricardo III, Henrique V,
Henrique VIII.
Aula disponível no endereço:
http://passadosetempos.blogspot.com.br/2012/04/genios-do-
renascimento.html

Rafael Forte Martil

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
Damião Fagundes
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO
RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO
RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO
Luzia de Fatima LayolaNunes
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Lu Rebordosa
 
arterenascentista1
arterenascentista1arterenascentista1
arterenascentista1
Ana Lara Lessa
 
Capítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimentoCapítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimento
Auxiliadora
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
secretaria estadual de educação
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
ceufaias
 
Renascimento italiano
Renascimento italianoRenascimento italiano
Renascimento italiano
pimentelcantanhede
 
O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
Fátima da História
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Josefa Libório
 
O renascimento
O renascimento O renascimento
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
xagnog arievilo
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
João Medeiros
 
7o. ano renascimento na itália
7o. ano  renascimento na itália7o. ano  renascimento na itália
7o. ano renascimento na itália
ArtesElisa
 
A Itália do Renascimento
A Itália do RenascimentoA Itália do Renascimento
A Itália do Renascimento
Carlos Vieira
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Cláudia Heloísa
 
Renascimento ppt
Renascimento pptRenascimento ppt
Renascimento ppt
rebeccabishop
 
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 -  Renascimento e Reformas ReligiosasCapítulo 1 -  Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 

Mais procurados (20)

Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO
RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO
RENASCIMENTO ITALIANO- 7ª ANO
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
arterenascentista1
arterenascentista1arterenascentista1
arterenascentista1
 
Capítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimentoCapítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
 
Renascimento italiano
Renascimento italianoRenascimento italiano
Renascimento italiano
 
O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O renascimento
O renascimento O renascimento
O renascimento
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
 
7o. ano renascimento na itália
7o. ano  renascimento na itália7o. ano  renascimento na itália
7o. ano renascimento na itália
 
A Itália do Renascimento
A Itália do RenascimentoA Itália do Renascimento
A Itália do Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento ppt
Renascimento pptRenascimento ppt
Renascimento ppt
 
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 -  Renascimento e Reformas ReligiosasCapítulo 1 -  Renascimento e Reformas Religiosas
Capítulo 1 - Renascimento e Reformas Religiosas
 

Destaque

As comédias de shakespeare
As comédias de shakespeareAs comédias de shakespeare
As comédias de shakespeare
Taís Ferreira
 
Comedia dell’arte
Comedia dell’arteComedia dell’arte
Comedia dell’arte
profar
 
A megera domada
A megera domadaA megera domada
A megera domada
Bia Buganeme
 
O Sfumato de Leonardo Da Vinci
O Sfumato de Leonardo Da Vinci O Sfumato de Leonardo Da Vinci
O Sfumato de Leonardo Da Vinci
Daniela Braga
 
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
Sílvia Mendonça
 
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente   resumo por ato e cenaUm auto de gil vicente   resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
Helena Coutinho
 
Shakespeare a-megera-domada
Shakespeare a-megera-domadaShakespeare a-megera-domada
Shakespeare a-megera-domadaDaniel Comparini
 
História da Música I - 6ª aula
História da Música I - 6ª aulaHistória da Música I - 6ª aula
História da Música I - 6ª aula
Leonardo Brum
 
Relato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_ii
Relato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_iiRelato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_ii
Relato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_ii
Fala_e_Compartilha
 
Pizza e ciências: um guia para o professor
Pizza e ciências: um guia para o professor Pizza e ciências: um guia para o professor
Pizza e ciências: um guia para o professor
Daniela Braga
 
Obras De Shakespeare
Obras De ShakespeareObras De Shakespeare
Obras De Shakespeare
elalumno09
 
Leonardo da Vinci
Leonardo da VinciLeonardo da Vinci
Leonardo da Vinci
Daniele Fragoso
 
O renascimento cultural imagens 2014
O renascimento cultural   imagens 2014O renascimento cultural   imagens 2014
O renascimento cultural imagens 2014
Nelia Salles Nantes
 
Protótipo de sintetizador de voz cantada
Protótipo de sintetizador de voz cantadaProtótipo de sintetizador de voz cantada
Protótipo de sintetizador de voz cantada
Leonardo Brum
 
A Ilíada e a Odisseia
A Ilíada e a OdisseiaA Ilíada e a Odisseia
A Ilíada e a Odisseia
Joselma Mendes
 
Música renascentista
Música renascentistaMúsica renascentista
Música renascentista
helenavf1
 
René Descartes e JohnLocke
René Descartes e JohnLockeRené Descartes e JohnLocke
René Descartes e JohnLocke
Gaabi0
 
Historia da musica renascimento e barroco
Historia da musica renascimento e barrocoHistoria da musica renascimento e barroco
Historia da musica renascimento e barroco
Carlos Elson Cunha
 
História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)
História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)
História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)
Leonardo Brum
 

Destaque (20)

As comédias de shakespeare
As comédias de shakespeareAs comédias de shakespeare
As comédias de shakespeare
 
Comedia dell’arte
Comedia dell’arteComedia dell’arte
Comedia dell’arte
 
A megera domada
A megera domadaA megera domada
A megera domada
 
O Sfumato de Leonardo Da Vinci
O Sfumato de Leonardo Da Vinci O Sfumato de Leonardo Da Vinci
O Sfumato de Leonardo Da Vinci
 
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
ComparaçãO Entre A Vida Medieval E A Renascentista 2
 
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente   resumo por ato e cenaUm auto de gil vicente   resumo por ato e cena
Um auto de gil vicente resumo por ato e cena
 
Shakespeare a-megera-domada
Shakespeare a-megera-domadaShakespeare a-megera-domada
Shakespeare a-megera-domada
 
História da Música I - 6ª aula
História da Música I - 6ª aulaHistória da Música I - 6ª aula
História da Música I - 6ª aula
 
Relato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_ii
Relato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_iiRelato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_ii
Relato guerreiro colomby_bragamonte_disciplina_encenação_teatral_ii
 
Pizza e ciências: um guia para o professor
Pizza e ciências: um guia para o professor Pizza e ciências: um guia para o professor
Pizza e ciências: um guia para o professor
 
Obras De Shakespeare
Obras De ShakespeareObras De Shakespeare
Obras De Shakespeare
 
A megera domada
A megera domadaA megera domada
A megera domada
 
Leonardo da Vinci
Leonardo da VinciLeonardo da Vinci
Leonardo da Vinci
 
O renascimento cultural imagens 2014
O renascimento cultural   imagens 2014O renascimento cultural   imagens 2014
O renascimento cultural imagens 2014
 
Protótipo de sintetizador de voz cantada
Protótipo de sintetizador de voz cantadaProtótipo de sintetizador de voz cantada
Protótipo de sintetizador de voz cantada
 
A Ilíada e a Odisseia
A Ilíada e a OdisseiaA Ilíada e a Odisseia
A Ilíada e a Odisseia
 
Música renascentista
Música renascentistaMúsica renascentista
Música renascentista
 
René Descartes e JohnLocke
René Descartes e JohnLockeRené Descartes e JohnLocke
René Descartes e JohnLocke
 
Historia da musica renascimento e barroco
Historia da musica renascimento e barrocoHistoria da musica renascimento e barroco
Historia da musica renascimento e barroco
 
História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)
História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)
História da Música I - 7ª e 8ª aulas (Renascimento)
 

Semelhante a Gênios do renascimento

Leonardo da Vinci
Leonardo da VinciLeonardo da Vinci
Leonardo da Vinci
Jorge Almeida
 
história & estórias
história & estóriashistória & estórias
história & estórias
Elisabete Gomes
 
14 Leonardo DaVinci
14 Leonardo DaVinci14 Leonardo DaVinci
14 Leonardo DaVinci
Angelo Leandro
 
Leonardo da vinci tiago c. e liliana
Leonardo da vinci   tiago c. e lilianaLeonardo da vinci   tiago c. e liliana
Leonardo da vinci tiago c. e liliana
profgaspar
 
Renascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científicoRenascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científico
Daiana Fontana Cecatto
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
A arte renascentista.ppt
A arte renascentista.pptA arte renascentista.ppt
A arte renascentista.ppt
AllanPatrick22
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
Cristiane Seibt
 
Vanguardas
VanguardasVanguardas
Vanguardas
Alice Chaves
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
Andrea Dressler
 
Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)
Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)
Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)
Marcos Mamute
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Marcelo Ferreira Boia
 
Romantismo e realismo,ok
Romantismo e realismo,okRomantismo e realismo,ok
Romantismo e realismo,ok
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
Auriene
 
O Realismo
O RealismoO Realismo
O Realismo
Cinthya Nascimento
 
Aula 2 objetivo
Aula 2 objetivoAula 2 objetivo
Aula 2 objetivo
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Leonardo da Vinci - Arte
Leonardo da Vinci  - ArteLeonardo da Vinci  - Arte
Leonardo da Vinci - Arte
Alice Mendes
 
Leonardo Da Vinci
Leonardo Da VinciLeonardo Da Vinci
Leonardo Da Vinci
guest222d9b
 
Leonardo Da Vinci
Leonardo Da VinciLeonardo Da Vinci
Leonardo Da Vinci
Marta99
 
Leonardo Da Vinci
Leonardo Da VinciLeonardo Da Vinci
Leonardo Da Vinci
fabionice5
 

Semelhante a Gênios do renascimento (20)

Leonardo da Vinci
Leonardo da VinciLeonardo da Vinci
Leonardo da Vinci
 
história & estórias
história & estóriashistória & estórias
história & estórias
 
14 Leonardo DaVinci
14 Leonardo DaVinci14 Leonardo DaVinci
14 Leonardo DaVinci
 
Leonardo da vinci tiago c. e liliana
Leonardo da vinci   tiago c. e lilianaLeonardo da vinci   tiago c. e liliana
Leonardo da vinci tiago c. e liliana
 
Renascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científicoRenascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científico
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
A arte renascentista.ppt
A arte renascentista.pptA arte renascentista.ppt
A arte renascentista.ppt
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
 
Vanguardas
VanguardasVanguardas
Vanguardas
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)
Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)
Idade Moderna (Cultura, Política e Ciência)
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
Romantismo e realismo,ok
Romantismo e realismo,okRomantismo e realismo,ok
Romantismo e realismo,ok
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
O Realismo
O RealismoO Realismo
O Realismo
 
Aula 2 objetivo
Aula 2 objetivoAula 2 objetivo
Aula 2 objetivo
 
Leonardo da Vinci - Arte
Leonardo da Vinci  - ArteLeonardo da Vinci  - Arte
Leonardo da Vinci - Arte
 
Leonardo Da Vinci
Leonardo Da VinciLeonardo Da Vinci
Leonardo Da Vinci
 
Leonardo Da Vinci
Leonardo Da VinciLeonardo Da Vinci
Leonardo Da Vinci
 
Leonardo Da Vinci
Leonardo Da VinciLeonardo Da Vinci
Leonardo Da Vinci
 

Mais de rafaforte

Pica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismoPica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismo
rafaforte
 
História da filosofia antiga
História da filosofia antigaHistória da filosofia antiga
História da filosofia antiga
rafaforte
 
Pré socráticos
Pré socráticosPré socráticos
Pré socráticos
rafaforte
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
rafaforte
 
A crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chavesA crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chaves
rafaforte
 
Os anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônicaOs anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônica
rafaforte
 
1929, por dona izabel
1929, por dona izabel1929, por dona izabel
1929, por dona izabel
rafaforte
 
Egito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraóEgito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraó
rafaforte
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
rafaforte
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
rafaforte
 
Os anos loucos 20
Os anos loucos 20Os anos loucos 20
Os anos loucos 20
rafaforte
 
Guerra da reconquista e a formação de portugal
Guerra da reconquista e a formação de portugalGuerra da reconquista e a formação de portugal
Guerra da reconquista e a formação de portugal
rafaforte
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
rafaforte
 
Suportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escritaSuportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escrita
rafaforte
 

Mais de rafaforte (14)

Pica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismoPica pau e pikachu no islamismo
Pica pau e pikachu no islamismo
 
História da filosofia antiga
História da filosofia antigaHistória da filosofia antiga
História da filosofia antiga
 
Pré socráticos
Pré socráticosPré socráticos
Pré socráticos
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
A crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chavesA crise de 1929, na escolinha do chaves
A crise de 1929, na escolinha do chaves
 
Os anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônicaOs anos loucos 20, turma da mônica
Os anos loucos 20, turma da mônica
 
1929, por dona izabel
1929, por dona izabel1929, por dona izabel
1929, por dona izabel
 
Egito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraóEgito, a terra do faraó
Egito, a terra do faraó
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
 
Os anos loucos 20
Os anos loucos 20Os anos loucos 20
Os anos loucos 20
 
Guerra da reconquista e a formação de portugal
Guerra da reconquista e a formação de portugalGuerra da reconquista e a formação de portugal
Guerra da reconquista e a formação de portugal
 
A crise de 1929
A crise de 1929A crise de 1929
A crise de 1929
 
Suportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escritaSuportes e instrumentos da escrita
Suportes e instrumentos da escrita
 

Último

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 

Último (20)

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 

Gênios do renascimento

  • 1. Gênios do Renascimentos Algumas considerações sobre Leonardo da Vinci e William Shakespeare passadosetempos.blogspot.com.br Professor Rafael Forte Martil
  • 2. Leonardo da Vinci, o gênio Leonardo da Vinci, considerado um gênio universal, devido a sua formação ampla e imaginação criativa, não era apenas um artista na concepção clássica, além de pintor e escultor estudou Música, Filosofia, Arquitetura, Matemática, Anatomia, dentre outras, o que repercutiu em uma intensa produção e contribuição nessas áreas. Veja a seguir alguns exemplos:
  • 3. Leonardo, o artista Monalisa uma das obras mais famosas de Leonardo da Vinci alimenta a imaginação de escritores, cineastas e até médicos, além de ter sido inspiração para diversos artistas que recriaram o personagem em outras obras de arte.
  • 4. A última ceia, pintura de da Vinci, também alimenta a imaginação de artistas, cineastas e escritores. O escritor Dan Brown em seu livro o "Código da Vinci", parte da obra do renascentista para discutir simbologias e supostos segredos que acompanhariam a história nos últimos dois mil anos.
  • 5. Leonardo, o inventor Muito antes da existência da bicicleta, do helicóptero e do avião, da Vinci já havia criado protótipos muito próximos dos modelos atuais, veja algumas imagens, elas fala por si próprias:
  • 6. Leonardo, o arquiteto Além de invenções que favoreceram melhorias na vida das pessoas, Leonardo construiu algumas máquinas de guerra, veja o exemplo de uma arma.
  • 7. Leonardo, o anatomista Para chegar a perfeição na representação (realismo) em suas pinturas Leonardo estudou a anatomia humana e de animais. Montagem com alguns estudos de Anatomia de Leonardo da Vinci.
  • 8. Leonardo contribuiu para os estudos de Anatomia, na medida em que "dissecava" cadáveres e seguia com anotações detalhadas, como ilustra a imagem a seguir:
  • 9. O Homem Vitruviano, uma das criações mais lembradas de Leonardo, representa a perfeição de medidas, só possíveis a partir de seus estudos de anatomia.
  • 10. Recriações de Monalisa As obras de Leonardo da Vinci continuam no imaginário de diversos artistas plásticos, uma das características da arte é que ela pode ser recriada. Alguns exemplos de Monalisas:
  • 11. William Shakespeare, o gênio da literatura Na Grã-Bretanha (Inglaterra) surgiu um grande gênio que influenciou toda a literatura ocidental, William Shakespeare. Criou personagens inesquecíveis como Romeu e Julieta, que representa o amor em sua forma mais sublime. Além de tratar de temas existenciais, que acompanham a vida moderna, quem nunca ouvi o dilema do príncipe Hamlet: ”Ser ou não ser, eis a questão”. O dilema do príncipe Hamlet foi diversas vezes reconstituído no cinema e no teatro.
  • 12. Principais obras do escritor (fonte: sua pesquisa). - Comédias:O Mercador de Veneza, Sonho de uma noite de verão, A Comédia dos Erros, Os dois fidalgos de Verona, Muito barulho por coisa nenhuma, Noite de reis, Medida por medida, Conto do Inverno, Cimbelino, Megera Domada e A Tempestade. - Tragédias: Tito Andrônico, Romeu e Julieta, Julio César, Macbeth, Antônio e Cleópatra, Coriolano, Timon de Atenas, O Rei Lear, Otelo e Hamlet. - Dramas Históricos: Henrique IV, Ricardo III, Henrique V, Henrique VIII.
  • 13. Aula disponível no endereço: http://passadosetempos.blogspot.com.br/2012/04/genios-do- renascimento.html Rafael Forte Martil