SlideShare uma empresa Scribd logo
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
8º ano – Unidade VI
Capítulo 17
Cuba – socialismo, crise e
transição
Geografia Homem & Espaço
ELIAN ALABI LUCCI
ANSELMO LAZARO BRANCO
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Observe as imagens.
Fonte: Revista Mais y Mais. Havana (Cuba), 2006.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Conversa
 Quais características do país as imagens
mostram?
 O que mais você sabe sobre Cuba?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Extensão territorial e condições naturais
Cuba
País latino-americano exportador de produtos primários.
Com particularidades em suas estruturas
política e socioeconômica.
Adotam o sistema socialista de governo.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
• ilha de Cuba, a maior do arquipélago;
• ilha da Juventude;
• quatro grupos de ilhotas, chamadas Cayos.
Território de Cuba
Constitui um arquipélago
situado nas Grandes Antilhas
Área total é de 110 861 km².
Integram o território da República de Cuba.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Observe o mapa.
Cuba – político, físico e econômico
Fonte: Emir Sader e Ivana Jinkings (Coords.) Latinoamericana – Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe. São Paulo:
Boitempo, 2006. p. 370.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
As maiores altitudes da ilha são:
• a cordilheira Guaniguanico;
• o maciço de Escaubray;
• a Sierra Maestra, que é o ponto mais alto do arquipélago.
Relevo cubano
Predominam as planícies, que ocupam
60% do território.
Na ocasião da chegada dos europeus, a ilha de Cuba
era habitada por três grupos indígenas:
• os tainos, os siboneis e os guanaguatebeys.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Vinales Valley, em Cuba (2005).
DonaldNausbaum/Corbis/LatinStock
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Em 1551, com a chegada dos espanhóis e o início da
colonização, esses indígenas foram escravizados e, em
pouco tempo, dizimados, sem deixar traços marcantes na
cultura e na população cubana.
Entre 1492 e 1515
A população dos tainos caiu de 28 mil
para 8 mil indivíduos.
Em consequência de doenças
e atrocidades.
Em 1560 os tainos estavam extintos.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Em 2005, a população cubana era de
aproximadamente 11,3 milhões de habitantes, dos
quais a maioria vivia em áreas urbanas.
Entre as cidades mais
importantes estão:
• Havana (capital);
• Santiago de Cuba;
• Camagüey.
• A expectativa média de vida é de
77,2 anos;
• a mortalidade infantil é reduzida
(6,1%);
• o índice de analfabetismo é de
0,2%;
• em 2004, a porcentagem das
pessoas que chegaram ao ensino
superior era de 53,6%.
Esses percentuais decorrem da prioridade dada pelo governo
aos setores de educação e saúde, que consomem, juntos,
mais de 20% do orçamento cubano.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
O espaço econômico cubano
O principal produto exportado por Cuba é o açúcar, que
responde por cerca de 80% de suas vendas ao exterior.
Principal atividade econômica em Cuba
Turismo, que, em meados da década de 2000,
respondia por cerca de 40% do PIB cubano.
Na agricultura
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
• Cuba possui grandes reservas de níquel, metal
muito utilizado na fabricação de aços especiais e de
moedas, além de reservas de minério de ferro,
manganês, cobre e petróleo.
Recursos minerais:
Destacam-se apenas as usinas de açúcar de grande
porte e a indústria tabaqueira.
Embora conte com esses recursos minerais, a atividade
industrial cubana não é significativa.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Fonte: L’état du monde, 2007/Cepal. Anuário estatístico da América Latina e do Caribe, 2006.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
A independência e a revolução socialista
cubana
Cuba esteve submetida a dominação
estrangeira até 1959.
Colônia espanhola, Cuba tornou-se independente em
1898, porém continuou sob o domínio econômico dos
Estados Unidos, que, em 1902, passaram a intervir política
e militarmente na ilha.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Entre seus personagens históricos destacam-se:
• o poeta José Martí, o grande herói da independência
cubana;
• Ernesto “Che” Guevara;
• Fidel Castro, que conseguiu derrotar o ditador Fulgêncio
Batista.
Até mesmo os Estados Unidos,
em 1957, passaram a apoiar o
movimento revolucionário de
Fidel Castro e “Che” Guevara.
Fulgêncio Batista Havia conquistado o poder por
meio de um golpe de Estado em
1952.
Anulando a
Constituição,
governava o país de
forma tirânica.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
O governo revolucionário
determinou a execução
de todos os seus
inimigos políticos e
promoveu a
desapropriação e a
nacionalização de uma
série de empresas norte-
americanas.
No início, o governo Fidel foi visto com simpatia pela
opinião pública dos Estados Unidos.
PORÉM
Em pouco tempo, essa situação foi revertida.
Fidel nacionalizou os bancos
e as minas, decretou
também a reforma agrária,
por meio da qual as terras
controladas por grandes
empresas tornaram-se
propriedades estatais.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Cuba é expulsa da Organização dos Estados
Americanos, e todos os países do continente,
com exceção do México, impõem-lhe um
bloqueio econômico.
1961 Os Estados Unidos romperam relações
comerciais e diplomáticas com Cuba, impedindo
qualquer transação comercial com o país.
1962
Esses acontecimentos forçaram uma aproximação definitiva
entre Cuba e a então União Soviética, que se comprometeu
a adquirir os tradicionais produtos de exportação cubanos e
forneceu uma ajuda financeira inicial de 100 milhões de
dólares para promover a industrialização do país.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Cuba:
• passou a adotar o sistema socialista;
• manteve relações políticas e econômicas com os
países aliados a União Soviética;
• no final da década de 1980, cerca de 85% do comércio
exterior cubano era realizado dentro do bloco socialista.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
A crise cubana
Além disso, Cuba sofreu uma drástica redução no comércio
com os países socialistas do Leste Europeu, que passaram a
adotar o sistema capitalista.
Final da década de 1980
A então União Soviética
fez cortes substanciais na
ajuda econômica que dava
a Cuba.
No início dos anos 1990, a crise soviética se agravou e, em
consequência, a ajuda nas transações comerciais que dava
à ilha foi cortada.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Acompanhe a linha do tempo:
• 1986 – retomadas as relações diplomáticas com o
governo brasileiro, que se mostra contrário ao embargo
econômico promovido pelos Estados Unidos;
• 1990 – Fidel Castro decidiu abrir o país aos investimentos
externos, principalmente àqueles destinados aos setores
industrial e turístico;
• dezembro de 1991 – com o fim da União Soviética, a
ajuda à Cuba cessou por completo;
• meados da década de 1990 – governo cubano implanta
uma mudança que ficou conhecida como a nova reforma
agrária;
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
• julho de 1993 – o governo passou a permitir que os
cubanos fizessem suas compras com dólares,
incentivando, de certa forma, a economia informal, que
funcionava, em boa parte, com os dólares que circulavam
pela ilha;
• 1994 – a população cubana passou a enfrentar um forte
racionamento de alimentos, energia, combustível e papel;
• agosto de 1994 – cerca de 3 500 cubanos alcançaram o
território norte-americano, sem contar os muitos milhares
que acabaram morrendo na travessia do mar do Caribe;
• 1994 – mais de 150 empresas estrangeiras passaram a
atuar em Cuba, em 26 setores da economia;
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
• março de 1995 – como marca do processo de
reformulação econômica da ilha, seis bancos estrangeiros
abriram escritórios em Cuba;
• meados da década de 2000 – o crescimento do turismo,
os acordos econômicos com a Venezuela, e o aumento da
produtividade agrícola, entre outros fatores, vinham
possibilitando uma recuperação econômica na ilha;
• 2004 – a circulação do dólar foi suspensa e substituída
pelo peso conversível cubano;
• julho de 2006 – anunciado o afastamento temporário de
Fidel Castro do comando do país;
• fevereiro de 2008 – Raúl Castro foi empossado como
novo presidente cubano.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Cubanos fugindo para os Estados Unidos (2003).
Reuters/HoNew/LatinStock
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
De qualquer forma não há dúvidas de que Cuba se encontra
em uma era de transição.
Muitos analistas se perguntam qual será o
futuro de Cuba.
Os adversários da
revolução cubana
acreditam que o país
deve passar por uma
transição nos moldes
capitalistas.
Outros observadores
entendem que é possível
experimentar novas
alternativas, porque o
capitalismo só pode
oferecer ao país
desigualdade, conflitos,
destruição e opressão.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Fidel Castro e seu irmão Raúl Castro em sua
renúncia à presidência, em 31 de julho de 2006.
Notimex/AFP
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Observe o quadro.
Fonte: L’état du monde, 2007.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
Procure elementos que justifiquem
as diferenças entre as condições de
vida das populações brasileira e
cubana.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
8º ano – Unidade VI
Capítulo 17
Cuba – socialismo, crise e
transição
Geografia Homem & Espaço
ELIAN ALABI LUCCI
ANSELMO LAZARO BRANCO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides estados unidos - potência econômica e militar
Slides   estados unidos - potência econômica e militarSlides   estados unidos - potência econômica e militar
Slides estados unidos - potência econômica e militar
Renata Leão
 
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados UnidosModulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Eua sociedade e economia.
Eua sociedade e economia.Eua sociedade e economia.
Eua sociedade e economia.
Ste Escola Bernardino
 
Apostilas OS 4 BRASIS
Apostilas  OS 4 BRASISApostilas  OS 4 BRASIS
Cap4 eua potencia mundial-economia
Cap4 eua potencia mundial-economiaCap4 eua potencia mundial-economia
Cap4 eua potencia mundial-economia
Fernanda Lopes
 
Estados Unidos: população e sociedade.
Estados Unidos: população e sociedade.Estados Unidos: população e sociedade.
Estados Unidos: população e sociedade.
Rodrigo Andrade
 
Geo he-8ano-cap4-site
Geo he-8ano-cap4-siteGeo he-8ano-cap4-site
Geo he-8ano-cap4-site
ivonefrancca
 
Geo h e_9_ano_cap3_site_edit
Geo h e_9_ano_cap3_site_editGeo h e_9_ano_cap3_site_edit
Geo h e_9_ano_cap3_site_edit
rdbtava
 
Aula américa latina_30-11-2012
Aula américa latina_30-11-2012Aula américa latina_30-11-2012
Aula américa latina_30-11-2012
Antonio Pessoa
 
Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia conflitos e mudanç...
Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia   conflitos e mudanç...Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia   conflitos e mudanç...
Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia conflitos e mudanç...
Leandro Fernandes Sampaio Santos
 
Exercícios aula américa
Exercícios aula américaExercícios aula américa
Exercícios aula américa
Janaína Kaecke
 
Estados unidos sociedade e economia
Estados unidos   sociedade e economiaEstados unidos   sociedade e economia
Estados unidos sociedade e economia
Professor
 
íNdia
íNdiaíNdia
Aula américa latina_27-06-2014
Aula américa latina_27-06-2014Aula américa latina_27-06-2014
Aula américa latina_27-06-2014
Antonio Pessoa
 
Brasil país gigante pela própria natureza
Brasil país  gigante pela própria naturezaBrasil país  gigante pela própria natureza
Brasil país gigante pela própria natureza
Salageo Cristina
 
Preseed 2014-revisão 20
Preseed 2014-revisão 20Preseed 2014-revisão 20
Preseed 2014-revisão 20
Jorge Marcos Oliveira
 
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
Rodrigo Nillo
 

Mais procurados (17)

Slides estados unidos - potência econômica e militar
Slides   estados unidos - potência econômica e militarSlides   estados unidos - potência econômica e militar
Slides estados unidos - potência econômica e militar
 
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados UnidosModulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
 
Eua sociedade e economia.
Eua sociedade e economia.Eua sociedade e economia.
Eua sociedade e economia.
 
Apostilas OS 4 BRASIS
Apostilas  OS 4 BRASISApostilas  OS 4 BRASIS
Apostilas OS 4 BRASIS
 
Cap4 eua potencia mundial-economia
Cap4 eua potencia mundial-economiaCap4 eua potencia mundial-economia
Cap4 eua potencia mundial-economia
 
Estados Unidos: população e sociedade.
Estados Unidos: população e sociedade.Estados Unidos: população e sociedade.
Estados Unidos: população e sociedade.
 
Geo he-8ano-cap4-site
Geo he-8ano-cap4-siteGeo he-8ano-cap4-site
Geo he-8ano-cap4-site
 
Geo h e_9_ano_cap3_site_edit
Geo h e_9_ano_cap3_site_editGeo h e_9_ano_cap3_site_edit
Geo h e_9_ano_cap3_site_edit
 
Aula américa latina_30-11-2012
Aula américa latina_30-11-2012Aula américa latina_30-11-2012
Aula américa latina_30-11-2012
 
Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia conflitos e mudanç...
Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia   conflitos e mudanç...Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia   conflitos e mudanç...
Sampaio santos, leandro fernandes. virga, thaís. bolívia conflitos e mudanç...
 
Exercícios aula américa
Exercícios aula américaExercícios aula américa
Exercícios aula américa
 
Estados unidos sociedade e economia
Estados unidos   sociedade e economiaEstados unidos   sociedade e economia
Estados unidos sociedade e economia
 
íNdia
íNdiaíNdia
íNdia
 
Aula américa latina_27-06-2014
Aula américa latina_27-06-2014Aula américa latina_27-06-2014
Aula américa latina_27-06-2014
 
Brasil país gigante pela própria natureza
Brasil país  gigante pela própria naturezaBrasil país  gigante pela própria natureza
Brasil país gigante pela própria natureza
 
Preseed 2014-revisão 20
Preseed 2014-revisão 20Preseed 2014-revisão 20
Preseed 2014-revisão 20
 
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
12596677 principais-ciclos-da-economia-brasileira
 

Destaque

Apresentação_Economia Solidária_Criticas Capitalismo
Apresentação_Economia Solidária_Criticas CapitalismoApresentação_Economia Solidária_Criticas Capitalismo
Apresentação_Economia Solidária_Criticas Capitalismo
Fabricio_brito
 
Regionalização mundial e o conflito norte-sul
Regionalização mundial e o conflito norte-sulRegionalização mundial e o conflito norte-sul
Regionalização mundial e o conflito norte-sul
Alexandre Quadrado
 
2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul
2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul
2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul
Alexandre Quadrado
 
Norte e Sul
Norte e SulNorte e Sul
Norte e Sul
rdbtava
 
Modo de produção capitalista e dit
Modo de produção capitalista e ditModo de produção capitalista e dit
Modo de produção capitalista e dit
Luan Mesquita
 
Espaço mundial diversidade e regionalização
Espaço mundial   diversidade e regionalizaçãoEspaço mundial   diversidade e regionalização
Espaço mundial diversidade e regionalização
Ivo Marcelo Felchak
 
Crise do socialismo
Crise do socialismoCrise do socialismo
Crise do socialismo
Elton Zanoni
 
8 aula 17 a crise do modelo socialista
8   aula 17 a crise do modelo socialista8   aula 17 a crise do modelo socialista
8 aula 17 a crise do modelo socialista
profdu
 
A divisão norte sul
A divisão norte sulA divisão norte sul
A divisão norte sul
Professor
 
Karl marx
 Karl marx Karl marx
Karl marx
maynara marques
 

Destaque (10)

Apresentação_Economia Solidária_Criticas Capitalismo
Apresentação_Economia Solidária_Criticas CapitalismoApresentação_Economia Solidária_Criticas Capitalismo
Apresentação_Economia Solidária_Criticas Capitalismo
 
Regionalização mundial e o conflito norte-sul
Regionalização mundial e o conflito norte-sulRegionalização mundial e o conflito norte-sul
Regionalização mundial e o conflito norte-sul
 
2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul
2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul
2.2.4 regionalizacao-mundial-e-o-conflito-norte-sul
 
Norte e Sul
Norte e SulNorte e Sul
Norte e Sul
 
Modo de produção capitalista e dit
Modo de produção capitalista e ditModo de produção capitalista e dit
Modo de produção capitalista e dit
 
Espaço mundial diversidade e regionalização
Espaço mundial   diversidade e regionalizaçãoEspaço mundial   diversidade e regionalização
Espaço mundial diversidade e regionalização
 
Crise do socialismo
Crise do socialismoCrise do socialismo
Crise do socialismo
 
8 aula 17 a crise do modelo socialista
8   aula 17 a crise do modelo socialista8   aula 17 a crise do modelo socialista
8 aula 17 a crise do modelo socialista
 
A divisão norte sul
A divisão norte sulA divisão norte sul
A divisão norte sul
 
Karl marx
 Karl marx Karl marx
Karl marx
 

Semelhante a Geo h e_8ano_cap17_site

Genoma cuba ontem e hoje
Genoma   cuba ontem e hojeGenoma   cuba ontem e hoje
Genoma cuba ontem e hoje
Murilo Cisalpino
 
Revolução Cubana
Revolução CubanaRevolução Cubana
Revolução Cubana
Valéria Shoujofan
 
Aula revolução cubana
Aula revolução cubanaAula revolução cubana
Aula revolução cubana
tyromello
 
Cuba
CubaCuba
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
harlissoncarvalho
 
Cuba
CubaCuba
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Norma Almeida
 
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
Maria Casimiro
 
Rev cubana
Rev cubanaRev cubana
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
alunosbertoni
 
Revolução cubana 1959
Revolução cubana   1959Revolução cubana   1959
Revolução cubana 1959
Valeria Kosicki
 
A Revolução Cubana
A Revolução CubanaA Revolução Cubana
A Revolução Cubana
Joao Victor
 
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
historiando
 
Socialimo em cuba - Mateus Duarte
Socialimo em cuba - Mateus DuarteSocialimo em cuba - Mateus Duarte
Socialimo em cuba - Mateus Duarte
Mateus Duarte
 
Cuba
CubaCuba
ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
Marco Aurélio Gondim
 
Cuba
CubaCuba
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
historiando
 
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
Nelia Salles Nantes
 
Trabalho de tic
Trabalho de ticTrabalho de tic
Trabalho de tic
Karyn XP
 

Semelhante a Geo h e_8ano_cap17_site (20)

Genoma cuba ontem e hoje
Genoma   cuba ontem e hojeGenoma   cuba ontem e hoje
Genoma cuba ontem e hoje
 
Revolução Cubana
Revolução CubanaRevolução Cubana
Revolução Cubana
 
Aula revolução cubana
Aula revolução cubanaAula revolução cubana
Aula revolução cubana
 
Cuba
CubaCuba
Cuba
 
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
 
Cuba
CubaCuba
Cuba
 
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
 
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
 
Rev cubana
Rev cubanaRev cubana
Rev cubana
 
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
 
Revolução cubana 1959
Revolução cubana   1959Revolução cubana   1959
Revolução cubana 1959
 
A Revolução Cubana
A Revolução CubanaA Revolução Cubana
A Revolução Cubana
 
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
 
Socialimo em cuba - Mateus Duarte
Socialimo em cuba - Mateus DuarteSocialimo em cuba - Mateus Duarte
Socialimo em cuba - Mateus Duarte
 
Cuba
CubaCuba
Cuba
 
ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
ATUALIDADES CUBA Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
 
Cuba
CubaCuba
Cuba
 
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
 
A revolução cubana
A revolução cubanaA revolução cubana
A revolução cubana
 
Trabalho de tic
Trabalho de ticTrabalho de tic
Trabalho de tic
 

Mais de rdbtava

Geo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_prontoGeo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_pronto
rdbtava
 
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_prontoGeo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
rdbtava
 
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizadoGeo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
rdbtava
 
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_editGeo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
rdbtava
 
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_siteGeo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
rdbtava
 
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
rdbtava
 
Cobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasilCobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasil
rdbtava
 
Brasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedadeBrasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedade
rdbtava
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
rdbtava
 
Geografia e o mundo
Geografia e o mundoGeografia e o mundo
Geografia e o mundo
rdbtava
 
Geo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_siteGeo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_site
rdbtava
 
Geo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_siteGeo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_site
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_okGeo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_okGeo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_okGeo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_finalGeo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_final
rdbtava
 
Geo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_siteGeo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_site
rdbtava
 
Geo h e_8ano_cap13_site
Geo h e_8ano_cap13_siteGeo h e_8ano_cap13_site
Geo h e_8ano_cap13_site
rdbtava
 

Mais de rdbtava (20)

Geo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_prontoGeo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_pronto
 
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_prontoGeo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
 
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizadoGeo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
 
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_editGeo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
 
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_siteGeo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
 
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
 
Cobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasilCobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasil
 
Brasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedadeBrasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedade
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Geografia e o mundo
Geografia e o mundoGeografia e o mundo
Geografia e o mundo
 
Geo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_siteGeo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_site
 
Geo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_siteGeo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_site
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
 
Geo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_okGeo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_ok
 
Geo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_okGeo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_ok
 
Geo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_okGeo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_ok
 
Geo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_finalGeo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_final
 
Geo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_siteGeo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_site
 
Geo h e_8ano_cap13_site
Geo h e_8ano_cap13_siteGeo h e_8ano_cap13_site
Geo h e_8ano_cap13_site
 

Último

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 

Geo h e_8ano_cap17_site