SlideShare uma empresa Scribd logo
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
8º ano - Unidade III
capítulo 8 – A população
americana
Geografia Homem & Espaço
ELIAN ALABI LUCCI
ANSELMO LAZARO BRANCO
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Observe os gráficos.
Bolívia
Povos indígenas na América Latina
(% dos indígenas em relação à população total)
Peru
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Guatemala
Equador
México
Chile
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Nicarágua
Venezuela
Colômbia
Brasil
Fonte: Folha de S.Paulo, 29 Jul. 2001. p.A-13/L’état du monde, 2005/www.prime.org.br/primenet/mundoemissão/atualdamericasbolivia. htm e
www.adital.org.br. Acesso em: 02 fev. 2005. Diego Cevallos. Indígenas sacodem o poder. TIERRAMÉRICA Medio Ambiente y Desarrollo.
Disponível em: <http://www.tierramerica.net/2003/1104/particulo.shtml>. Acesso em: 1º maio 2008. Cresce participação dos índios na política.
ComCiência, 10 abril 2005. Disponível em: <http://www.comciencia.br/reportagens/2005/04/03.shtml>. Acesso em: 1º maio 2008.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Crescimento populacional – América Latina e
América Anglo-Saxônica (1800-2005)
Fonte: ONU e L’état du monde, 2005.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Conversa
 Em relação ao quadro e aos gráficos
circulares, responda:
 Quais informações eles trazem?
 Analisando essas informações, o que se pode
dizer sobre a atual situação dos povos indígenas
na América Latina?
 Em relação ao gráfico de linhas, responda:
 A quais conclusões podemos chegar ao
compararmos a evolução do número de
habitantes da América Anglo-Saxônica e da
América Latina entre os anos de 1800 e 2005?
 Em sua opinião, o que explica a variação do
crescimento populacional a partir de 1950?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Os primeiros habitantes da América
Entre esses povos, podemos destacar:
Povos que apresentavam enormes diferenças
sociais e culturais.
Não se sabe ao certo
quantos habitantes viviam na
América nessa época.
Os astecas, os maias e os incas.
Por terem criado grandes
civilizações, com estruturas
políticas, econômicas e
sociais muito avançadas.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Impérios Inca, Asteca e Maia –
séculos XIII e XVI
Fonte: Baseado em Manoel Maurício de Albuquerque e outros. Atlas histórico escolar. Rio de Janeiro: MEC, 1983. p.53.
MárioYoshida
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Os Astecas
Civilização que começou a se formar por volta de 1345,
tendo como capital Tenochtitlán.
• Dominavam técnicas avançadas de construção.
• Pavimentaram ruas e construíram aquedutos.
• Produziam obras de artesanato e praticavam a pintura e a
escultura.
• Desenvolveram a escrita, a Matemática e a Astronomia.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Praticavam também a criação de animais e o comércio.
Agricultura Base da economia asteca.
Técnicas bem desenvolvidas.
Alimentavam-se principalmente de:
• milho;
• cacau;
• mel;
• carne de alguns animais.
Três principais camadas sociais: os
sacerdotes, a nobreza e o povo.
Desenvolveram
notavelmente a metalurgia
de ouro, prata, cobre e
estanho.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
• O chefe, tinha a liderança política, religiosa e militar.
• A religião asteca caracterizava-se pelo culto às forças da natureza.
• Em 1519 tiveram então início as lutas entre os astecas e os
conquistadores, resultando no extermínio da civilização asteca.
Praça da Três Culturas, Cidade
do México. Devido a um violento
terremoto, que destruiu parte da
cidade na década de 1980,
antigos monumentos e
construções astecas até então
desconhecidos, foram
descobertos.
Foto do autor
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Os maias
Ruína maia.
Atlantide Phototravel/Corbis/LatinStock
Civilização que se desenvolveu em uma extensa área.
Sua origem data, provavelmente, do ano 1000 a.C., tendo
se estendido até o século XVI.
Os maias desenvolveram
uma civilização brilhante,
sobressaindo-se
particularmente na
arquitetura.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
• Elaboraram um calendário complexo e exato, com base em
profundos conhecimentos no campo da Matemática e da Astronomia.
• Dominavam as técnicas de fabricação de papel, utilizado na
confecção de livros.
• Eram politeístas, acreditavam em vários deuses, que eram ligados à
natureza.
• A agricultura era bastante desenvolvida, e o milho constituía a base
de sua alimentação.
Sacerdotes:
• detentores dos conhecimentos astronômicos, exerciam grande
influência na vida das pessoas.
• auxiliados pela nobreza militar, dominavam politicamente a
sociedade.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Josset Linears/Corbis
Pirâmide maia, em Chichén Itzá, México,
construída por volta de 1050 é um dos
exemplos da magnífica arquitetura maia.
Na época em que os europeus chegaram à América, a civilização maia
já se encontrava em decadência. Embora não se conheçam
exatamente as causas.
Os cinco países em
cujos territórios se
desenvolveu a
civilização maia criaram
um projeto conjunto
denominado Mundo
Maia, cujo objetivo é
preservar a magnífica
herança natural e
cultural desses povos.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Os incas
Machu Picchu, Peru. Encontradas
em 1911 por um explorador norte-
americano, essas ruínas de uma
fortaleza inca são hoje um grande
polo de atração turística.
Ana Hochheim/SambaPhoto
A civilização inca habitava a região da América do Sul.
Tal denominação advém do nome Inca — “filho do Sol” —, atribuído
ao chefe militar, político e religioso do império.
As terras habitadas
pelos incas eram
montanhosas. Cuzco, a
antiga capital do império
inca, situa-se a 3 500
metros de altitude.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
A religião inca baseava-se no culto aos animais, aos objetos sagrados
e, principalmente, às forças da natureza. Seu deus principal era o Sol,
símbolo dessa civilização.
Dominou várias outras nações sul-americanas,
estabelecendo um forte Estado unitário.
O império inca
Foi formado a partir da nação peruana
dos quéchuas.
Desenvolveu uma notável civilização, baseada no cultivo da
terra e na extração das riquezas minerais da região.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
A diversidade de povos da América
A maioria vinda da Europa, mas
vários outros povos compõem a
América Anglo-Saxônica, é o caso
dos africanos escravizados, e dos
chineses, japoneses e coreanos.
A diversidade de povos nos países que formam a América
explica-se pelas particularidades da colonização em suas
diversas regiões e pela própria variedade de povos indígenas.
Apesar de ter existido grande diversidade de povos
indígenas na América Anglo-Saxônica, eles foram
praticamente exterminados no processo de colonização.
Tendo essa região
recebido um maior
número de imigrantes.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Índios em reserva no
Arizona, nos Estados
Unidos (2005).
AlisonWright/Cobis/LatinStock
Índios caiapó no Brasil.
RicardoAzoury/Pulsar
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Descendentes de
imigrantes alemães em
Santa Catarina, Brasil.
JucaMartins/Pulsar
Negros nos Estados
Unidos.
KenGlaser/Keystock
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Índios norte-americanos no
Arizona, Estados Unidos.
BransonReynolds/Keystock
Índios em situação de
miséria no Paraguai
(2005).
AFPPhoto/NorbertoDuarte
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Desafios para o século XXI
Apesar dos avanços em sua participação social e política nas últimas
décadas, os povos indígenas continuam a sofrer discriminação,
vivendo, em sua maioria, em situação de marginalidade, exclusão e
pobreza.
O desafio para a construção de democracias pluriculturais consiste
não apenas na eliminação das desigualdades,
Mas também em reconhecer, efetivamente, a
contribuição sobre as noções de identidades,
cosmovisões, raízes e humanismo de todos povos que
habitam a região.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
O crescimento da população
• Desse total, 568,9 milhões viviam na América Latina,
2006 A América era o terceiro continente mais
populoso do mundo.
Enquanto 333,7 milhões habitavam a América
Anglo-Saxônica.
Com 902,6 milhões de habitantes.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
As taxas de crescimento populacional estão diretamente
relacionadas:
As diferenças entre os índices de crescimento:
Ao nível de desenvolvimento econômico e social
de cada país.
Isso explica, em parte:
E dos Estados Unidos e do
Canadá, onde a população
cresce mais lentamente.
Dos países latino-americanos
que são elevados.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Fonte: State of world population 2006 – UNFPA. Disponível em: [http://www.unfpa.org/swp/2006/pdf/en_sowp06.pdf].
Acesso em: 1º maio 2008.
Distribuição da população por continente e
projeção para 2050 (em milhões)
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
A distribuição da população na América
Os grandes vazios demográficos,
correspondem:
• à região da floresta Amazônica;
• aos desertos de Atacama (Chile e
Peru), da Patagônia (Argentina) e
do Colorado (Estados Unidos);
• às regiões de clima frio e polar do
norte canadense.
Devido à facilidade de
acesso e comunicação com
as metrópoles europeias, a
população americana
concentrou-se próximo ao
Atlântico, desde o período
colonial.
A América apresenta grandes vazios demográficos e áreas de
intensa concentração populacional.
Que podem ser explicados pelas condições naturais
e por razões históricas e econômicas.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Distribuição da população no continente americano.
MárioYoshida
Fonte: Grand atlas mondial.
Paris: Marshall Cavendish,
2002. p.33 (adaptado).
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Conversa
 O que o mapa mostra?
 Em quais países estão localizadas as duas
grandes áreas menos povoadas do
continente? Quais motivos podem explicar
esse fato?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Povoado na Patagônia, área pouco povoada.
AFP
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Toronto, no Canadá, está localizada em uma área de intensa
concentração populacional.
GalloImages/GettyImages
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Por meio dos censos, realizados de 10 em 10 anos na maioria dos
países, conhece-se a distribuição da população por faixa etária. Essa
distribuição pode ser representada graficamente por uma pirâmide
como as que se seguem.
Fonte: Tellus – L’encyclopédie du monde. Paris: Nathan, 2002. p.155.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Fonte: Tellus – L’encyclopédie du monde. Paris: Nathan, 2002. p.260.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Conversa
 O que se pode dizer sobre a taxa de
natalidade na Bolívia?
 É possível afirmar que a taxa de mortalidade
é alta na Bolívia? Justifique.
 Em quais áreas o governo da Bolívia deveria
investir prioritariamente a partir da análise
dessa pirâmide?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
 O que se pode afirmar sobre a população
idosa dos Estados Unidos, se comparada à
da Bolívia?
 E sobre a população jovem dos Estados
Unidos?
 Em sua opinião, o que esses fatos indicam
com relação ao nível de desenvolvimento
social dos Estados Unidos?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Observe a pirâmide do Uruguai
Fonte: Tellus – L’encyclopédie du monde. Paris: Nathan, 2002. p.610.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Conversa
 Comparando essa pirâmide com a da Bolívia,
a quais conclusões é possível chegar?
 Comparando essa pirâmide com a dos
Estados Unidos, a quais conclusões é
possível chegar?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Observe a tabela com a distribuição da PEA por setores
de atividades no Canadá e nos Estados Unidos.
Fonte: L’état du monde, 1995, 2002 e 2005.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
População Economicamente Ativa (PEA)
A tabela mostra que a parcela da PEA
desses países que trabalha no setor
primário e no setor secundário foi
diminuindo nas últimas décadas, enquanto a
parcela que exerce funções no setor
terciário foi aumentando sensivelmente.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Quando isso ocorre, diz-se que está havendo uma
terciarização da economia.
Nos países desenvolvidos
Atividades como informática, pesquisa, marketing,
consultoria, turismo e comunicações vêm
apresentando um aumento significativo.
Um aumento sensível da parcela da PEA que
trabalha no setor terciário.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Conversa
 O que se percebe com relação à distribuição
da PEA pelos setores econômicos nas
últimas décadas nesses países?
 Quais seriam os motivos prováveis desse
fato?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Movimentos de migração
Ao longo dos processos:
• de ocupação do espaço e estruturação do território americano;
• das crises econômicas;
• da perda de capacidade de retenção de mão de obra nos países
subdesenvolvidos.
Além da imigração
Com a chegada de diversos povos ao continente americano.
Merecem destaque os movimentos de emigração.
Geraram uma crescente procura por novas alternativas no exterior.
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
De acordo com a ONU, até 2005, cerca de 25 milhões de
indivíduos, aproximadamente 4% da população total da América
Latina e do Caribe, haviam emigrado.
Desses, cerca de 6,5 milhões se mudaram para
países dentro de sua região.
Protesto pelos direitos dos
imigrantes em New
Jersey, Estados Unidos,
2006.
AP/Imageplus
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Observe essas fotografias que apresentam um pouco da diversidade
de povos no continente americano
Cuba
Estados Unidos
Peru
NevadaWier/Corbis/LatinStockPeterTurnley/Corbis/LatinStock
PeterHorree/Alamy/OtherImages
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
Conversa
 Que outras fotografias você acrescentaria
para melhor representar a diversidade dos
povos americanos?
 Relacione aspectos culturais (costumes,
vestimentas, alimentação, festas, música
etc.) dos diferentes povos que formam a
América. Em sua opinião, essa diversidade é
importante? Por quê?
ParteintegrantedaobraGeografiaHomemeEspaço,EditoraSaraiva
8º ano - Unidade III
capítulo 8 – A população
americana
Geografia Homem & Espaço
ELIAN ALABI LUCCI
ANSELMO LAZARO BRANCO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

DinãMica De PopulaçãO Mundial
DinãMica De PopulaçãO MundialDinãMica De PopulaçãO Mundial
DinãMica De PopulaçãO Mundial
Ivonete Leguisaman
 
Espaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalizaçãoEspaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalização
José Maria Ribeiro
 
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
Simone Aguiar
 
Revolução industrial 3
Revolução industrial 3Revolução industrial 3
Revolução industrial 3
Tamara Silva
 
Aula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economia
Aula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economiaAula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economia
Aula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economia
Michele Wilbert
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
FURG
 
Os quatro brasis
Os quatro brasisOs quatro brasis
Os quatro brasis
Maysa Medeiros
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
Prof.Marcio LHP
 
Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1
flaviocosac
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
Gustavo Silva de Souza
 
TERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura GeologicaTERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura Geologica
João José Ferreira Tojal
 
Orientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espacoOrientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espaco
Prof. Francesco Torres
 
A divisão norte sul
A divisão norte sulA divisão norte sul
A divisão norte sul
Professor
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaço
Luciano Pessanha
 
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 anoIndustrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Eponina Alencar
 
Conceitos demográficos
Conceitos demográficosConceitos demográficos
Conceitos demográficos
Professor
 
O relevo e as suas formas
O relevo e as suas formasO relevo e as suas formas
O relevo e as suas formas
profacacio
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
flaviocosac
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Christie Freitas
 

Mais procurados (20)

DinãMica De PopulaçãO Mundial
DinãMica De PopulaçãO MundialDinãMica De PopulaçãO Mundial
DinãMica De PopulaçãO Mundial
 
Espaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalizaçãoEspaço geografico e globalização
Espaço geografico e globalização
 
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
 
Revolução industrial 3
Revolução industrial 3Revolução industrial 3
Revolução industrial 3
 
Aula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economia
Aula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economiaAula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economia
Aula para 9º Ano - Europa aspectos naturais, sociedade e economia
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Os quatro brasis
Os quatro brasisOs quatro brasis
Os quatro brasis
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
 
Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1Região sudeste parte 1
Região sudeste parte 1
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 
TERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura GeologicaTERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura Geologica
 
Orientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espacoOrientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espaco
 
A divisão norte sul
A divisão norte sulA divisão norte sul
A divisão norte sul
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaço
 
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 anoIndustrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
 
Conceitos demográficos
Conceitos demográficosConceitos demográficos
Conceitos demográficos
 
O relevo e as suas formas
O relevo e as suas formasO relevo e as suas formas
O relevo e as suas formas
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
 

Destaque

Geo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_okGeo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_ok
rdbtava
 
Países de oceanía grupal
Países de oceanía grupalPaíses de oceanía grupal
Países de oceanía grupal
Anny S
 
Geografia9 america anglo_saxonica
Geografia9 america anglo_saxonicaGeografia9 america anglo_saxonica
Geografia9 america anglo_saxonica
Rosa Araújo
 
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_editGeo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
rdbtava
 
Trabalho de geografia america anglo saxonica
Trabalho de geografia america anglo saxonicaTrabalho de geografia america anglo saxonica
Trabalho de geografia america anglo saxonica
Vinicius Quimquim Gregório
 
População e economia da américa
População e economia da américaPopulação e economia da américa
População e economia da américa
Íris Ferreira
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
Professor
 
IECJ - Cap. 2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFII
IECJ - Cap.   2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFIIIECJ - Cap.   2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFII
IECJ - Cap. 2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFII
profrodrigoribeiro
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
AEntrudeiranaEscola
 
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIROLOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
DANUBIA ZANOTELLI
 
A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º ano
Nilberte Correia
 

Destaque (11)

Geo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_okGeo h e_8o_cap10_site_ok
Geo h e_8o_cap10_site_ok
 
Países de oceanía grupal
Países de oceanía grupalPaíses de oceanía grupal
Países de oceanía grupal
 
Geografia9 america anglo_saxonica
Geografia9 america anglo_saxonicaGeografia9 america anglo_saxonica
Geografia9 america anglo_saxonica
 
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_editGeo h e_7_ano_cap3_site_edit
Geo h e_7_ano_cap3_site_edit
 
Trabalho de geografia america anglo saxonica
Trabalho de geografia america anglo saxonicaTrabalho de geografia america anglo saxonica
Trabalho de geografia america anglo saxonica
 
População e economia da américa
População e economia da américaPopulação e economia da américa
População e economia da américa
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
 
IECJ - Cap. 2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFII
IECJ - Cap.   2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFIIIECJ - Cap.   2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFII
IECJ - Cap. 2 - Brasil - Formação territorial - 7º ano do EFII
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
 
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIROLOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
 
A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º ano
 

Semelhante a Geo h e_8o_cap8_site_ok

http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/
http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/
http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/
Luizelene Moreira
 
Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017
Diogo Santos
 
DiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas Americanos
DiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas AmericanosDiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas Americanos
DiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas Americanos
bloghist
 
Conquista da américa e brasil
Conquista da américa e brasilConquista da américa e brasil
Conquista da américa e brasil
Rodrigo HistóriaGeografia
 
#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação
#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação
#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação
Fabio Pablo
 
Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.
Camila Brito
 
Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Povos nativos da América.
Povos nativos da América.
Camila Brito
 
História - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aula
História - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aulaHistória - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aula
História - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aula
DiedNuenf
 
PROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.doc
PROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.docPROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.doc
PROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.doc
ElianeLima96
 
Slides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianasSlides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianas
RomarioRafael
 
Astecas
AstecasAstecas
América ind col esp 2015
América ind col esp 2015América ind col esp 2015
América ind col esp 2015
Renato Coutinho
 
O impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américaO impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américa
Carlos Teles de Menezes Junior
 
Prevupe - Pré-História do Brasil
Prevupe - Pré-História do BrasilPrevupe - Pré-História do Brasil
Prevupe - Pré-História do Brasil
Rodrigo Ferreira
 
Questões de vestibular povos nativos
Questões de vestibular   povos nativosQuestões de vestibular   povos nativos
Questões de vestibular povos nativos
Zé Knust
 
G8 4 bim_aluno_2013
G8 4 bim_aluno_2013G8 4 bim_aluno_2013
G8 4 bim_aluno_2013
Igor Silva
 
Atividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américaAtividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américa
Zé Knust
 
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdfAMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
JULIOCARVALHO47
 
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombianaTqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
Sérgio Moura
 
Civilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianasCivilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianas
NAPNE
 

Semelhante a Geo h e_8o_cap8_site_ok (20)

http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/
http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/
http://www.historiandohistoriando.blogspot.com/
 
Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 6 série vol 2 2014-2017
 
DiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas Americanos
DiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas AmericanosDiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas Americanos
DiferençAs Culturais Entre Os IndíGenas Americanos
 
Conquista da américa e brasil
Conquista da américa e brasilConquista da américa e brasil
Conquista da américa e brasil
 
#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação
#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação
#Idadecontemporanea a formação de uma grande nação
 
Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.Povos primitivos da américa.
Povos primitivos da américa.
 
Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Povos nativos da América.
Povos nativos da América.
 
História - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aula
História - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aulaHistória - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aula
História - Prof Celso Blog SEMEC 7ano aula
 
PROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.doc
PROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.docPROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.doc
PROVA POVOS PRE COLOMBIANOS1.doc
 
Slides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianasSlides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianas
 
Astecas
AstecasAstecas
Astecas
 
América ind col esp 2015
América ind col esp 2015América ind col esp 2015
América ind col esp 2015
 
O impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américaO impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américa
 
Prevupe - Pré-História do Brasil
Prevupe - Pré-História do BrasilPrevupe - Pré-História do Brasil
Prevupe - Pré-História do Brasil
 
Questões de vestibular povos nativos
Questões de vestibular   povos nativosQuestões de vestibular   povos nativos
Questões de vestibular povos nativos
 
G8 4 bim_aluno_2013
G8 4 bim_aluno_2013G8 4 bim_aluno_2013
G8 4 bim_aluno_2013
 
Atividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américaAtividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américa
 
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdfAMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
AMÉRICA PRÉ COLOMBIANA.pdf
 
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombianaTqa aula-programada-america-pre-colombiana
Tqa aula-programada-america-pre-colombiana
 
Civilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianasCivilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianas
 

Mais de rdbtava

Geo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_prontoGeo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_pronto
rdbtava
 
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_prontoGeo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
rdbtava
 
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizadoGeo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
rdbtava
 
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_siteGeo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
rdbtava
 
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
rdbtava
 
Cobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasilCobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasil
rdbtava
 
Brasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedadeBrasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedade
rdbtava
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
rdbtava
 
Geografia e o mundo
Geografia e o mundoGeografia e o mundo
Geografia e o mundo
rdbtava
 
Geo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_siteGeo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_site
rdbtava
 
Geo he 8ano_cap4_site
Geo he 8ano_cap4_siteGeo he 8ano_cap4_site
Geo he 8ano_cap4_site
rdbtava
 
Geo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_siteGeo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_site
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_okGeo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_okGeo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_ok
rdbtava
 
Geo h e_8ano_cap17_site
Geo h e_8ano_cap17_siteGeo h e_8ano_cap17_site
Geo h e_8ano_cap17_site
rdbtava
 
Geo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_finalGeo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_final
rdbtava
 
Geo h e_8ano_cap15_site
Geo h e_8ano_cap15_siteGeo h e_8ano_cap15_site
Geo h e_8ano_cap15_site
rdbtava
 
Geo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_siteGeo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_site
rdbtava
 

Mais de rdbtava (20)

Geo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_prontoGeo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_pronto
 
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_prontoGeo h e_7ano_cap6_site_pronto
Geo h e_7ano_cap6_site_pronto
 
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizadoGeo h e_7ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_7ano_cap5_site_finalizado
 
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_siteGeo 7o homem_espa_o_cap1_site
Geo 7o homem_espa_o_cap1_site
 
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
Geo7ohomemespaocap1site 110301175245-phpapp02
 
Cobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasilCobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasil
 
Brasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedadeBrasil economia-e-sociedade
Brasil economia-e-sociedade
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Geografia e o mundo
Geografia e o mundoGeografia e o mundo
Geografia e o mundo
 
Geo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_siteGeo he 8o_ano_cap2_site
Geo he 8o_ano_cap2_site
 
Geo he 8ano_cap4_site
Geo he 8ano_cap4_siteGeo he 8ano_cap4_site
Geo he 8ano_cap4_site
 
Geo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_siteGeo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_site
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
 
Geo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_okGeo h e_8o_cap12_site_ok
Geo h e_8o_cap12_site_ok
 
Geo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_okGeo h e_8o_cap11_site_ok
Geo h e_8o_cap11_site_ok
 
Geo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_okGeo h e_8o_cap9_site_ok
Geo h e_8o_cap9_site_ok
 
Geo h e_8ano_cap17_site
Geo h e_8ano_cap17_siteGeo h e_8ano_cap17_site
Geo h e_8ano_cap17_site
 
Geo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_finalGeo h e_8ano_cap16_site_final
Geo h e_8ano_cap16_site_final
 
Geo h e_8ano_cap15_site
Geo h e_8ano_cap15_siteGeo h e_8ano_cap15_site
Geo h e_8ano_cap15_site
 
Geo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_siteGeo h e_8ano_cap14_site
Geo h e_8ano_cap14_site
 

Último

Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
alphabarros2
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 

Último (20)

Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 

Geo h e_8o_cap8_site_ok