SlideShare uma empresa Scribd logo
FILO CORDADOS
PROFESSOR VASCO
CARACTERÍSTICAS GERAIS:
NOTOCORDA (PELO MENOS NA FASE EMBRIONÁRIA)
– nos vertebrados é substituída pela coluna vertebral
FENDAS FARINGEANAS (PELO MENOS NA FASE
EMBRIONÁRIA)
TUBO NERVOSO DORSAL
EXEMPLOS DE CORDADOS
• PEIXES ANFÍBIOS
EXEMPLOS DE CORDADOS
• RÉPTEIS AVES MAMÍFEROS
HABITAT
 TERRESTRES
 AQUÁTICOS ( MARINHOS E DULCÍCOLAS)
DEMAIS CARACTERÍSTICAS
 TRIBLÁSTICOS
 CELOMADOS
 DEUTEROSTÔMIOS ( assim como os
equinodermos)
ANATOMIA E FISIOLOGIA
 SISTEMA DIGESTÓRIO
 Completo (boca, esôfago, estômago, intestino, reto
e ânus)
 Glândulas anexas: salivares, fígado e pâncreas
 Digestão extracelular
SISTEMA CARDIOVASCULAR
 Circulação fechada
 Sangue com pigmento respiratório (hemoglobina)
contido nas hemácias (anucleadas nos mamíferos)
 Coração pode ser :
-Bicavitário ( 1 átrio e 1 ventrículo ) Ex. Peixes
-Tricavitário ( 2 átrios e 1 ventrículo )
Ex.: anfíbios e répteis ( exceto crocodilianos)
-Tetracavitário ( 2 átrios e 2 ventrículos )
Ex.: crocodilianos, aves e mamíferos
SISTEMA RESPIRATÓRIO
 BRANQUIAL: PEIXES E LARVAS DE
ANFÍBIOS
 PULMONAR: ANFÍBIOS ADULTOS, RÉPTEIS,
AVES E MAMÍFEROS
 CUTÂNEA: ANFÍBIOS ADULTOS
SISTEMA EXCRETOR
 A excreção é realizada por rins, constituídos por
milhares de unidades filtradoras denominadas
néfrons
 Tipos de rins:
-Prónefros
-Mesonefros
-Metanefros
 A excreta nitrogenada depende da disponibilidade
de água do animal e pode ser amônia, uréia ou
ácido úrico
SISTEMA NERVOSO
 É bem desenvolvido e constituído pelo encéfalo e
pela medula espinhal (SNC=sistema nervoso
central)
 O encéfalo é protegido pelo crânio
 Rede nervosa bem desenvolvida, constituída de
nervos e gânglios (SNP= sistema nervoso
periférico)
 Sistema sensorial bem desenvolvido, com órgãos
dos sentidos especializados em captar estímulos
tácteis, olfativos, auditivos e visuais
CLASSIFICAÇÃO
 3 SUBFILOS:
UROCHORDATA (TUNICATA)
CEPHALOCHORDATA
VERTEBRATA (CRANIATA)
 OBS: UROCORDADOS E CEFALOCORDADOS SÃO
CONSIDERADOS PROTOCORDADOS ( CORDADOS
PRIMITIVOS)
PROTOCORDADOS
 UROCORDADOS:
 Notocorda apenas na região caudal da fase larval
 Exclusivamente marinhos
 Maioria fixa às rochas
 Desenvolvimento indireto
 São animais filtradores (água entra pelo sifão
inalante e sai pelo sifão exalante)
 Corpo revestido por uma estrutura denominada
túnica, constituída de polissacarídeo semelhante à
celulose, denominada tunicina
 Reprodução sexuada(maioria monóica) ou
assexuada por brotamento formando colônias
EXEMPLO DE UROCORDADO
 Ascidia
ANATOMIA INTERNA
 Ascidia
CEFALOCORDADOS
 Exemplo: Anfioxo
 Animal marinho e vive quase sempre enterrado na
areia
 Notocorda persiste por toda a vida do animal
 Fendas branquiais filtram o alimento e realizam a
respiração
 Dióicos, fecundação externa e desenvolvimento
indireto
ANATOMIA INTERNA DO ANFIOXO
 ANFIOXO
FOTOS DE ANFIOXO
 Branchiostoma anfioxus lanceolatum
CLASSIFICAÇÃO DOS
VERTEBRADOS ( CRANIATA )
DIVIDIDOS EM:
• AGNATOS ( SEM MAXILA )
• GNATOSTOMADOS ( COM MAXILA ),
QUE PODEM SER DIVIDIDOS EM:
SUPERCLASSE PISCES (PEIXES)
SUPERCLASSE TETRAPODA
AGNATA OU CICLOSTOMADOS
.BOCA CIRCULAR E SEM MAXILA
.NADADEIRAS ÍMPARES
.ENDOESQUELETO CARTILAGINOSO
.PELE LISA, SEM ESCAMAS
EX.: FEITICEIRA ( MARINHA )
LAMPRÉIA ( MARINHA OU DULCÍCOLA)
LAMPRÉIA
FEITICEIRA
GNATOSTOMADOS
• PRESENÇA DE MAXILA
• DIVIDIDOS EM:
PEIXES
ANFÍBIOS
RÉPTEIS TETRÁPODOS
AVES
MAMÍFEROS
PEIXES
• SÃO DIVIDIDOS EM 2 GRUPOS :
• CHONDRICHTHYES – PEIXES
CARTILAGINOSOS
• OSTEICHTHYES – PEIXES ÓSSEOS
PEIXES CARTILAGINOSOS
• LINHA LATERAL
• ESCAMAS PLACÓIDES
• 5 A 7 PARES DE FENDAS BRANQUIAIS
• BOCA VENTRAL
• NADADEIRAS PÉLVICAS E PEITORAIS AOS
PARES ; NADADEIRA CAUDAL HETEROCERCA
• PRESENÇA DE CLOACA E TIFLOSSOLE
• AUSÊNCIA DE BEXIGA NATATÓRIA
• DIÓICOS, FECUNDAÇÃO INTERNA E
DESENVOLVIMENTO DIRETO
• EXCRETA NITROGENADA : URÉIA
• ÓRGÃO COPULADOR: CLÁSPER
OBSERVAÇÃO
OS PEIXES CARTILAGINOSOS ACUMULAM
URÉIA EM SEU SANGUE TORNADO-OS
PRATICAMENTE ISOTÔNICOS EM RELAÇÃO À
ÁGUA DO MEIO.TAL PROCESSO É
DENOMINADO UREMIA FISIOLÓGICA
EXEMPLOS DE PEIXES
CARTILAGINOSOS
• TUBARÃO
ATAQUES DE TUBARÃO
RAIA
PEIXES ÓSSEOS
• LINHA LATERAL
• ESCAMAS CICLÓIDES OU CTENÓIDES
• NADADEIRAS:
• Pélvicas e Peitorais aos pares
Nadadeira anal ímpar.
Nadadeira caudal simétrica ( HOMOCERCA )
• BOCAANTERIOR ; PRESENÇA DE ÂNUS
• PRESENÇA DE BEXIGA NATATÓRIA
• PRESENÇA DE OPÉRCULO
• AUSÊNCIA DE TIFLOSSOLE
• EXCRETA NITROGENADA : AMÔNIA
• DIÓICOS; FECUNDAÇÃO EXTERNA (MAIORIA)
• DESENVOLVIMENTO INDIRETO: LARVA
ALEVINO
OBSERVAÇÃO
OS PEIXES REALIZAM RESPIRAÇÃO DO
TIPO BRANQUIAL. PORÉM, EXISTE UM
GRUPO DE PEIXES ÓSSEOS QUE REALIZA
RESPIRAÇÃO PULMONAR. TAIS PEIXES SÃO
DENOMINADOS DIPNÓICOS, TENDO A
PIRAMBÓIA COMO EXEMPLO.
ANATOMIA DO PEIXE ÓSSEO
ANFÍBIOS
• PRIMEIROS VERTEBRADOS EM MEIO TERRESTRE
• PELE LISA, SEM ESCAMAS E MANTIDA ÚMIDA
GRAÇAS A GLÂNDULAS MUCOSAS
• A PELE É POBRE EM QUERATINA
• ADULTO: RESPIRAÇÃO PULMONAR E CUTÂNEA
• LARVA: RESPIRAÇÃO BRANQUIAL
• PRESENÇA DE GLÂNDULAS PARATÓIDES ( NA
CABEÇA ) NOS SAPOS QUE LIBERA VENENO
QUANDO PRESSIONADAS
• FECUNDAÇÃO GERALMENTE EXTERNA, COM
DESENVOLVIMENTO INDIRETO ( LARVA GIRINO )
• SÃO ECTOTÉRMICOS (=PECILOTÉRMICOS) ASSIM
COMO OS PEIXES
• PRESENÇA DE CLOACA; EXCRETA : URÉIA nos
adultos e AMÔNIA em larvas
REPRODUÇÃO EM ANFÍBIOS
ABRAÇO NUPCIAL ( FECUNDAÇÃO EXTERNA)
EXEMPLOS DE ANFÍBIOS
SALAMANDRA SAPO
AXOLOTLE
EXEMPLOS DE ANFÍBIOS
PERERECA COBRA-CEGA ( CECÍLIA )
CLASSIFICAÇÃO DOS ANFÍBIOS
SÃO DIVIDIDOS EM 3 ORDENS:
• ANURA: POSSUEM PERNAS, MAS SEM CAUDA
EX.: SAPO, RÃ, PERERECA
• URODELA: POSSUEM PERNAS E CAUDA
EX.: SALAMANDRA, AXOLOTLE ( LARVA COM
MATURIDADE SEXUAL – NEOTENIA, forma
de pedomorfose)
• GYMNOPHIONA: CORPO ALONGADO E SEM
PERNAS.
EX.: COBRA-CEGA
RÉPTEIS
• Do grego reptare = rastejar
• São os primeiros vertebrados típicamente terrestres
• CLASSIFICADOS EM:
CHELONIA
LEPIDOSAURIA SPHENODONTIA
SQUAMATA
CROCODILIA
CARACTERÍSTICAS GERAIS
• HABITAT : TERRESTRE E AQUÁTICO ( MARINHO E
DULCÍCOLA )
• PELE SECA E QUERATINIZADA, COBERTA POR
PLACAS CÓRNEAS OU ESCAMAS EPIDÉRMICAS
• ECTOTÉRMICOS ( PECILOTÉRMICOS )
• SISTEMA DIGESTÓRIO COMPLETO COM
INTESTINO TERMINADO EM CLOACA
• RESPIRAÇÃO PULMONAR
• EXCREÇÃO POR RINS METANEFROS
• EXCRETA NITROGENADA : ÁCIDO ÚRICO
• DIÓICOS, FECUNDAÇÃO INTERNA E
DESNVOLVIMENTO DIRETO
A circulação é incompleta na maioria dos répteis, ou
seja, ocorre mistura de sangue venoso com arterial
devido ao fato do coração ser tricavitário como nos
anfíbios. Porém, nos crocodilianos, a circulação
varia, pois o coração é tetracavitário.
Quando o crocodiliano está em repouso, não ocorre
mistura de sangue venoso com arterial. Porém,
quando o animal está em atividade, ocorre uma
mistura de sangue nos arcos aórticos através de um
pequeno orifício denominado
Forame de Panizza.
OBSERVAÇÃO
RÉPTEIS SÃO OS PRIMEIROS ANIMAIS A
APRESENTAREM ÂMNIO E ALANTÓIDE
ÂMNIO: ANEXO EMBRIONÁRIO QUE CONTÉM O
LÍQUIDO AMNIÓTICO, PROTEGENDO O EMBRIÃO
CONTRA RESSECAMENTO, CONTRA CHOQUES
MECÂNICOS E POSSUINDO AÇÃO ANTISSÉPTICA )
DEVIDO À PRESENÇA DO LÍQUIDO AMNIÓTICO, SÃO
INDEPENDENETES DA ÁGUA PARA O
DESENVOLVIMENTO DO EMBRIÃO.
ALANTÓIDE: ANEXO EMBRIONÁRIO QUE ARMAZENA
EXCRETAS E REALIZA TROCAS GASOSAS.
FATORES QUE ADAPTAM OS
RÉPTEIS AO MEIO TERRESTRE
• PELE SECA E QUERATINIZADA
• OVO COM CASCA
• REPRODUÇÃO INDEPENDENTE DA ÁGUA
• ÂMNIO
• ALANTÓIDE
• EXCREÇÃO DE ÁCIDO ÚRICO (insolúvel em
água e atóxico )
EXEMPLOS DE RÉPTEIS
CHELONIA
JABUTI TARTARUGA
LEPIDOSAURIA (SQUAMATA)
JIBÓIA LAGARTO
CROCODILIA
CROCODILO JACARÉ
DIFERENÇAS ENTRE SERPENTES
PEÇONHENTAS E NÃO PEÇONHENTAS
PEÇONHENTAS
• CABEÇA TRIANGULAR E COM FOSSETA LOREAL
• OLHOS PEQUENOS E PUPILA EM FENDA VERTICAL
• ESCAMAS DO CORPO ALONGADAS E PONTUDAS
• ESCAMAS DA CABEÇA PEQUENAS
• CAUDA CURTA E AFINADA BRUSCAMENTE
• ATITUDES DE ATAQUE QUANDO AMEAÇADAS
NÃO PEÇONHENTAS
• CABEÇA ESTREITA E ALONGADA E SEM FOSSETA LOREAL
• OLHOS GRANDES COM PUPILA CIRCULAR
• ESCAMAS DO CORPO ACHATADAS
• CABEÇA COM PLACAS E NÃO ESCAMAS
• CAUDA LONGA E AFINADA GRADUALMENTE
• GERALMENTE FOGEM QUANDO AMEAÇADAS
FOSSETA LOREAL OU LACRIMAL
ÓRGÃO TERMOPERCEPTOR PRESENTE
APENAS NAS SERPRNTES PEÇONHENTAS,
EXCETO EM CORAIS
SOROS
• ANTIBOTRÓPICO : JARARACA ( GÊNERO
BOTHROPS)
• ANTICROTÁLICO :CASCAVEL ( GÊNERO
CROTALUS)
• ANTILAQUÉTICO: SURUCUCU (GÊNERO LACHESIS)
• ANTIELAPÍDICO: CORAL ( GÊNERO MICRURUS )
• ANTIBOTRÓPICO / CROTÁLICO: JARARACA OU
CASCAVEL
• ANTIBOTRÓPICO / LAQUÉTICO: JARARACA OU
SURUCUCU
AÇÃO DO VENENO
AÇÃO FISIOPATOLÓGICA GÊNERO NOME POPULAR
Proteolítica - Coagulante Bothrops
jararaca,
jararacuçu, urutu
proteolítica – coagulante –
neurotóxica Lachesis surucucu
Hemolítica - Neurotóxica Crotalus cascavel
Neurotóxica Micrurus coral verdadeira
AVES
.Vertebrados amniotas, alantoidianos e endotérmicos
.Bípedes
.Corpo recoberto por penas, contribuindo para a manutenção da
temperatura corporal e para o vôo
.Maxilares transformados em bicos e desprovidos de dentes
.Sistema digestório completo : presença de pâncreas, fígado e
vesícula biliar; esôfago com dilatação ( PAPO ) onde o alimento
é armazenado e amolecido; estômago dividido em proventrículo
( estômago químico ) e moela ( estômago mecânico ) ; intestino
termina em cloaca
.Pulmões parenquimatosos e aderidos às costelas, se expandindo
com o movimento delas
.SIRINGE: órgão do canto ( na bifurcação da traquéia )
PRINCIPAIS ADAPTAÇÕES AO VÔO
.Ossos pneumáticos ( ossos ocos e leves )
.Sacos aéreos ( bolsas presentes nos pulmões e que se
comunicam com os ossos pneumáticos ) tornando o
animal mais leve
.Ausência de bexiga urinária
.Osso esterno em forma de quilha, onde se prendem
os músculos que atuam no vôo
.Corpo coberto por penas ( estruturas leves )
ANATOMIA DAS AVES
OUTRAS CARACTERÍSTICAS DAS AVES
CIRCULAÇÃO :
.Dupla :sangue passa duas vezes pelo coração, ou seja, passam
dois tipos de sangue no coração ( venoso e arterial )
.Completa : não ocorre mistura de sangue venoso com arterial
.Coração tetracavitário ( 4 cavidades ) : 2 átrios e 2 ventrículos
.Hemácias nucleadas
EXCREÇÃO : assim como os répteis, excretam ácido úrico. Por
ser pouco tóxico e insolúvel em água representa adaptação ao
meio terrestre
Glândula uropigiana : produz óleo que impermeabiliza as penas
REPRODUÇÃO
.Sexos separados ( dióicos )
.Presença de certo dimorfismo sexual ( macho
diferente da fêmea )
.Fecundação interna por atrito entre as cloacas
.Macho não possui pênis, com exceção do pato,
marreco, ganso, ema e avestruz
.Ovíparos
.Desenvolvimento direto
As aves são divididas nas seguintes ordens
ANSERIFORMES – EX.: PATO
APODIFORMES – EX.: BEIJA-FLOR
CARADRIIFORMES – EX.: GAIVOTA
COLUMBIFORMES – EX.: POMBO
ESFENISCIFORMES – EX.: PINGUIM
ESTRIGIFORMES – EX.: CORUJA
ESTRUTIONIFORMES – EX.: AVESTRUZ
FALCONIFORMES – EX.: GAVIÃO
GALIFORMES – EX.: GALINHA
GRUIFORMES – EX.: GROU COROADO
PASSERIFORMES – EX.: PÁSSAROS DIVERSOS
PELICANIFORMES – EX.: PELICANO
PSITACIFORMES – EX.: PAPAGAIO
REIFORMES – EX.: EMA
CICONIIFORMES – EX.: CEGONHA
MAMÍFEROS
.Presença de glândulas mamárias
.Corpo coberto de pêlos, contribuindo para a manutenção da
temperatura corporal
.Endotérmicos
.Além de âmnio e alantóide, possuem placenta
.Circulação dupla e completa
.Coração tetracavitário
.Hemácias anucleadas ( quando nascem possuem núcleo, porém
no período de maturação perdem o núcleo )
.Respiração pulmonar ( únicos vertebrados com pulmões
parênquimatosos revestidos por pleura )
.Músculo diafragma separando cavidade abdominal da torácica
CLASSIFICAÇÃO DOS MAMÍFEROS
PROTOTÉRIOS : mamíferos primitivos, sem útero, com cloaca,
ovíparos, sem placenta. Possuem apenas uma ordem (
MONOTREMADOS ) .
EX.: ORNITORRINCO, ÉQUIDNA
METATÉRIOS ou MARSUPIAIS : possuem útero duplo,
placenta precária e parem sua cria precocemente. Por isso, a cria
completa seu desenvolvimento na bolsa marsupial.
EX.: CANGURU e GAMBÁ
EUTÉRIOS : fêmeas com um único útero, possuem placenta (
placentários ) EX.: BALEIA, LEÃO, ELEFANTE, COELHO, PEIXE-
BOI, GOLFINHO, CAVALO, MORCEGO, TATU, PREGUIÇA
Mamíferos monotremados
ÉQUIDNA
ORNITORRINCO
Mamíferos marsupiais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reino animal
Reino animalReino animal
Os invertebrados
Os invertebrados Os invertebrados
Os invertebrados
unhadecorada
 
Nematelmintos
NematelmintosNematelmintos
Nematelmintos
profatatiana
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
emanuel
 
II.3 Reino Protoctista
II.3 Reino ProtoctistaII.3 Reino Protoctista
II.3 Reino Protoctista
Rebeca Vale
 
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
Adrianne Mendonça
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
Nelson Costa
 
Cordados
CordadosCordados
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
Juliana Mendes
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
profatatiana
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
emanuel
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
Jocimar Araujo
 
II.4 Reino Fungi
II.4 Reino FungiII.4 Reino Fungi
II.4 Reino Fungi
Rebeca Vale
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
Killer Max
 
Introdução ao reino animal
Introdução ao reino animalIntrodução ao reino animal
Introdução ao reino animal
Professora Raquel
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
Fatima Comiotto
 
Platelmintos (Power Point)
Platelmintos (Power Point)Platelmintos (Power Point)
Platelmintos (Power Point)
Bio
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
crisbassanimedeiros
 

Mais procurados (20)

Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Os invertebrados
Os invertebrados Os invertebrados
Os invertebrados
 
Nematelmintos
NematelmintosNematelmintos
Nematelmintos
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
II.3 Reino Protoctista
II.3 Reino ProtoctistaII.3 Reino Protoctista
II.3 Reino Protoctista
 
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Embriologia
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
II.4 Reino Fungi
II.4 Reino FungiII.4 Reino Fungi
II.4 Reino Fungi
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Introdução ao reino animal
Introdução ao reino animalIntrodução ao reino animal
Introdução ao reino animal
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Platelmintos (Power Point)
Platelmintos (Power Point)Platelmintos (Power Point)
Platelmintos (Power Point)
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
 

Destaque

A.Apres.Mamiferos.Ppoint
A.Apres.Mamiferos.PpointA.Apres.Mamiferos.Ppoint
A.Apres.Mamiferos.Ppoint
Albano Novaes
 
O ninho da águia
O ninho da águiaO ninho da águia
Zoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: AvesZoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: Aves
Ninho Cristo
 
Aula cordados
Aula cordadosAula cordados
Aula cordados
denilsonbio
 
Filo dos cordados atual
Filo dos cordados atualFilo dos cordados atual
Filo dos cordados atual
OTO SABINO
 
Os Cordados- professora Rejane Cardoso
Os Cordados- professora Rejane CardosoOs Cordados- professora Rejane Cardoso
Os Cordados- professora Rejane Cardoso
guesta7e5c2
 
Slide bacterias
Slide bacteriasSlide bacterias
Slide bacterias
Jordan Rodrigues
 
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
TayssaAquila
 
Plano de aula 1 gabriel
Plano de aula 1   gabrielPlano de aula 1   gabriel
Plano de aula 1 gabriel
familiaestagio
 
Plano de aula 03
Plano de aula 03Plano de aula 03
Plano de aula 03
Carlos Souza
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
cecilia
 
Aves
AvesAves
Aves
kittymust
 
Slide pronto
Slide prontoSlide pronto
Slide pronto
Henrique Vieira
 
CORDADOS. Características generales y clasificación.
CORDADOS. Características generales y clasificación.CORDADOS. Características generales y clasificación.
CORDADOS. Características generales y clasificación.
Eduardo Sanz
 
Biologia- Virus
Biologia- VirusBiologia- Virus
Biologia- Virus
Slides de Tudo
 
Apresentação sobre mamíferos.
Apresentação sobre  mamíferos.Apresentação sobre  mamíferos.
Apresentação sobre mamíferos.
Victor Ygor
 

Destaque (16)

A.Apres.Mamiferos.Ppoint
A.Apres.Mamiferos.PpointA.Apres.Mamiferos.Ppoint
A.Apres.Mamiferos.Ppoint
 
O ninho da águia
O ninho da águiaO ninho da águia
O ninho da águia
 
Zoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: AvesZoologia - Cordados: Aves
Zoologia - Cordados: Aves
 
Aula cordados
Aula cordadosAula cordados
Aula cordados
 
Filo dos cordados atual
Filo dos cordados atualFilo dos cordados atual
Filo dos cordados atual
 
Os Cordados- professora Rejane Cardoso
Os Cordados- professora Rejane CardosoOs Cordados- professora Rejane Cardoso
Os Cordados- professora Rejane Cardoso
 
Slide bacterias
Slide bacteriasSlide bacterias
Slide bacterias
 
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
 
Plano de aula 1 gabriel
Plano de aula 1   gabrielPlano de aula 1   gabriel
Plano de aula 1 gabriel
 
Plano de aula 03
Plano de aula 03Plano de aula 03
Plano de aula 03
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Slide pronto
Slide prontoSlide pronto
Slide pronto
 
CORDADOS. Características generales y clasificación.
CORDADOS. Características generales y clasificación.CORDADOS. Características generales y clasificación.
CORDADOS. Características generales y clasificación.
 
Biologia- Virus
Biologia- VirusBiologia- Virus
Biologia- Virus
 
Apresentação sobre mamíferos.
Apresentação sobre  mamíferos.Apresentação sobre  mamíferos.
Apresentação sobre mamíferos.
 

Semelhante a Filo Cordados (Power Point)

Filo cordados
Filo cordadosFilo cordados
Filo cordados
Jamille Nunez
 
Trab pronto
Trab prontoTrab pronto
Trab pronto
Mateus Pereira
 
Ciclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixesCiclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixes
letyap
 
Ciclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixesCiclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixes
letyap
 
Reino animal invertebrados
Reino animal   invertebradosReino animal   invertebrados
Reino animal invertebrados
Caroline Angeli Sancio
 
Chondrichthyes
Chondrichthyes  Chondrichthyes
Chondrichthyes
Isis Campos Gonçalves
 
281 735 invertebrados
281 735 invertebrados281 735 invertebrados
281 735 invertebrados
Jeanne Jimenes
 
Caracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animalCaracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animal
Thainá Carvalho
 
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos VertebradosCordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
Carlos Priante
 
Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011
Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011
Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011
ISJ
 
Deuterostômios 2ª parte
Deuterostômios   2ª parteDeuterostômios   2ª parte
Deuterostômios 2ª parte
Marcia Bantim
 
Aula chordados 2 peixes
Aula chordados 2 peixesAula chordados 2 peixes
Aula chordados 2 peixes
Felipe Carvalho
 
Porifera e Cnidaria
Porifera e CnidariaPorifera e Cnidaria
Peixes
PeixesPeixes
Anelideos e moluscos
Anelideos e moluscosAnelideos e moluscos
Anelideos e moluscos
Colégios particulares
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
sophiapaulo
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
sophiapaulo
 
Filo Chordata
Filo ChordataFilo Chordata
Filo Chordata
Diego Yamazaki Bolano
 
Cordados ApresentaçãO
Cordados   ApresentaçãOCordados   ApresentaçãO
Cordados ApresentaçãO
Diego Yamazaki Bolano
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
URCA
 

Semelhante a Filo Cordados (Power Point) (20)

Filo cordados
Filo cordadosFilo cordados
Filo cordados
 
Trab pronto
Trab prontoTrab pronto
Trab pronto
 
Ciclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixesCiclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixes
 
Ciclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixesCiclóstomos e peixes
Ciclóstomos e peixes
 
Reino animal invertebrados
Reino animal   invertebradosReino animal   invertebrados
Reino animal invertebrados
 
Chondrichthyes
Chondrichthyes  Chondrichthyes
Chondrichthyes
 
281 735 invertebrados
281 735 invertebrados281 735 invertebrados
281 735 invertebrados
 
Caracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animalCaracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animal
 
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos VertebradosCordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
 
Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011
Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011
Unidade 4 cap 2 os anfíbios 2011
 
Deuterostômios 2ª parte
Deuterostômios   2ª parteDeuterostômios   2ª parte
Deuterostômios 2ª parte
 
Aula chordados 2 peixes
Aula chordados 2 peixesAula chordados 2 peixes
Aula chordados 2 peixes
 
Porifera e Cnidaria
Porifera e CnidariaPorifera e Cnidaria
Porifera e Cnidaria
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 
Anelideos e moluscos
Anelideos e moluscosAnelideos e moluscos
Anelideos e moluscos
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Filo Chordata
Filo ChordataFilo Chordata
Filo Chordata
 
Cordados ApresentaçãO
Cordados   ApresentaçãOCordados   ApresentaçãO
Cordados ApresentaçãO
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 

Mais de Bio

Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Bio
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Bio
 
Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)
Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)
Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)
Bio
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Bio
 
Excreção - Aula em Power Point
Excreção - Aula em Power PointExcreção - Aula em Power Point
Excreção - Aula em Power Point
Bio
 
Bioquímica Celular
Bioquímica CelularBioquímica Celular
Bioquímica Celular
Bio
 
Bioquímica Celular 2 - Proteínas
Bioquímica Celular 2 - ProteínasBioquímica Celular 2 - Proteínas
Bioquímica Celular 2 - Proteínas
Bio
 
Dicas para o Vestibular - 1ª Parte
Dicas para o Vestibular - 1ª ParteDicas para o Vestibular - 1ª Parte
Dicas para o Vestibular - 1ª Parte
Bio
 
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Bio
 
Aula: Hormônios vegetais (Power Point)
Aula: Hormônios vegetais (Power Point)Aula: Hormônios vegetais (Power Point)
Aula: Hormônios vegetais (Power Point)
Bio
 
Aula de Fotossíntese (Power Point)
Aula de Fotossíntese (Power Point)Aula de Fotossíntese (Power Point)
Aula de Fotossíntese (Power Point)
Bio
 
Citogenética (Po
Citogenética (PoCitogenética (Po
Citogenética (Po
Bio
 
Citogenética
CitogenéticaCitogenética
Citogenética
Bio
 
Filo Moluscos (Aula Power Point)
Filo Moluscos (Aula Power Point)Filo Moluscos (Aula Power Point)
Filo Moluscos (Aula Power Point)
Bio
 
Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)
Bio
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Bio
 
Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )
Bio
 
Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)
Bio
 
Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1
Bio
 
Poríferos (Power Point)
Poríferos (Power Point)Poríferos (Power Point)
Poríferos (Power Point)
Bio
 

Mais de Bio (20)

Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
 
Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)
Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)
Reprodução e Embriologia (Aula em Power Point)
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
 
Excreção - Aula em Power Point
Excreção - Aula em Power PointExcreção - Aula em Power Point
Excreção - Aula em Power Point
 
Bioquímica Celular
Bioquímica CelularBioquímica Celular
Bioquímica Celular
 
Bioquímica Celular 2 - Proteínas
Bioquímica Celular 2 - ProteínasBioquímica Celular 2 - Proteínas
Bioquímica Celular 2 - Proteínas
 
Dicas para o Vestibular - 1ª Parte
Dicas para o Vestibular - 1ª ParteDicas para o Vestibular - 1ª Parte
Dicas para o Vestibular - 1ª Parte
 
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
 
Aula: Hormônios vegetais (Power Point)
Aula: Hormônios vegetais (Power Point)Aula: Hormônios vegetais (Power Point)
Aula: Hormônios vegetais (Power Point)
 
Aula de Fotossíntese (Power Point)
Aula de Fotossíntese (Power Point)Aula de Fotossíntese (Power Point)
Aula de Fotossíntese (Power Point)
 
Citogenética (Po
Citogenética (PoCitogenética (Po
Citogenética (Po
 
Citogenética
CitogenéticaCitogenética
Citogenética
 
Filo Moluscos (Aula Power Point)
Filo Moluscos (Aula Power Point)Filo Moluscos (Aula Power Point)
Filo Moluscos (Aula Power Point)
 
Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 
Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )
 
Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)
 
Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1
 
Poríferos (Power Point)
Poríferos (Power Point)Poríferos (Power Point)
Poríferos (Power Point)
 

Último

Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
JohnnyLima16
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

Filo Cordados (Power Point)

  • 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS: NOTOCORDA (PELO MENOS NA FASE EMBRIONÁRIA) – nos vertebrados é substituída pela coluna vertebral FENDAS FARINGEANAS (PELO MENOS NA FASE EMBRIONÁRIA) TUBO NERVOSO DORSAL
  • 3. EXEMPLOS DE CORDADOS • PEIXES ANFÍBIOS
  • 4. EXEMPLOS DE CORDADOS • RÉPTEIS AVES MAMÍFEROS
  • 5. HABITAT  TERRESTRES  AQUÁTICOS ( MARINHOS E DULCÍCOLAS)
  • 6. DEMAIS CARACTERÍSTICAS  TRIBLÁSTICOS  CELOMADOS  DEUTEROSTÔMIOS ( assim como os equinodermos)
  • 7. ANATOMIA E FISIOLOGIA  SISTEMA DIGESTÓRIO  Completo (boca, esôfago, estômago, intestino, reto e ânus)  Glândulas anexas: salivares, fígado e pâncreas  Digestão extracelular
  • 8. SISTEMA CARDIOVASCULAR  Circulação fechada  Sangue com pigmento respiratório (hemoglobina) contido nas hemácias (anucleadas nos mamíferos)  Coração pode ser : -Bicavitário ( 1 átrio e 1 ventrículo ) Ex. Peixes -Tricavitário ( 2 átrios e 1 ventrículo ) Ex.: anfíbios e répteis ( exceto crocodilianos) -Tetracavitário ( 2 átrios e 2 ventrículos ) Ex.: crocodilianos, aves e mamíferos
  • 9. SISTEMA RESPIRATÓRIO  BRANQUIAL: PEIXES E LARVAS DE ANFÍBIOS  PULMONAR: ANFÍBIOS ADULTOS, RÉPTEIS, AVES E MAMÍFEROS  CUTÂNEA: ANFÍBIOS ADULTOS
  • 10. SISTEMA EXCRETOR  A excreção é realizada por rins, constituídos por milhares de unidades filtradoras denominadas néfrons  Tipos de rins: -Prónefros -Mesonefros -Metanefros  A excreta nitrogenada depende da disponibilidade de água do animal e pode ser amônia, uréia ou ácido úrico
  • 11. SISTEMA NERVOSO  É bem desenvolvido e constituído pelo encéfalo e pela medula espinhal (SNC=sistema nervoso central)  O encéfalo é protegido pelo crânio  Rede nervosa bem desenvolvida, constituída de nervos e gânglios (SNP= sistema nervoso periférico)  Sistema sensorial bem desenvolvido, com órgãos dos sentidos especializados em captar estímulos tácteis, olfativos, auditivos e visuais
  • 12. CLASSIFICAÇÃO  3 SUBFILOS: UROCHORDATA (TUNICATA) CEPHALOCHORDATA VERTEBRATA (CRANIATA)  OBS: UROCORDADOS E CEFALOCORDADOS SÃO CONSIDERADOS PROTOCORDADOS ( CORDADOS PRIMITIVOS)
  • 13. PROTOCORDADOS  UROCORDADOS:  Notocorda apenas na região caudal da fase larval  Exclusivamente marinhos  Maioria fixa às rochas  Desenvolvimento indireto  São animais filtradores (água entra pelo sifão inalante e sai pelo sifão exalante)  Corpo revestido por uma estrutura denominada túnica, constituída de polissacarídeo semelhante à celulose, denominada tunicina  Reprodução sexuada(maioria monóica) ou assexuada por brotamento formando colônias
  • 16. CEFALOCORDADOS  Exemplo: Anfioxo  Animal marinho e vive quase sempre enterrado na areia  Notocorda persiste por toda a vida do animal  Fendas branquiais filtram o alimento e realizam a respiração  Dióicos, fecundação externa e desenvolvimento indireto
  • 17. ANATOMIA INTERNA DO ANFIOXO  ANFIOXO
  • 18. FOTOS DE ANFIOXO  Branchiostoma anfioxus lanceolatum
  • 19. CLASSIFICAÇÃO DOS VERTEBRADOS ( CRANIATA ) DIVIDIDOS EM: • AGNATOS ( SEM MAXILA ) • GNATOSTOMADOS ( COM MAXILA ), QUE PODEM SER DIVIDIDOS EM: SUPERCLASSE PISCES (PEIXES) SUPERCLASSE TETRAPODA
  • 20. AGNATA OU CICLOSTOMADOS .BOCA CIRCULAR E SEM MAXILA .NADADEIRAS ÍMPARES .ENDOESQUELETO CARTILAGINOSO .PELE LISA, SEM ESCAMAS EX.: FEITICEIRA ( MARINHA ) LAMPRÉIA ( MARINHA OU DULCÍCOLA)
  • 23. GNATOSTOMADOS • PRESENÇA DE MAXILA • DIVIDIDOS EM: PEIXES ANFÍBIOS RÉPTEIS TETRÁPODOS AVES MAMÍFEROS
  • 24. PEIXES • SÃO DIVIDIDOS EM 2 GRUPOS : • CHONDRICHTHYES – PEIXES CARTILAGINOSOS • OSTEICHTHYES – PEIXES ÓSSEOS
  • 25. PEIXES CARTILAGINOSOS • LINHA LATERAL • ESCAMAS PLACÓIDES • 5 A 7 PARES DE FENDAS BRANQUIAIS • BOCA VENTRAL • NADADEIRAS PÉLVICAS E PEITORAIS AOS PARES ; NADADEIRA CAUDAL HETEROCERCA • PRESENÇA DE CLOACA E TIFLOSSOLE • AUSÊNCIA DE BEXIGA NATATÓRIA • DIÓICOS, FECUNDAÇÃO INTERNA E DESENVOLVIMENTO DIRETO • EXCRETA NITROGENADA : URÉIA • ÓRGÃO COPULADOR: CLÁSPER
  • 26. OBSERVAÇÃO OS PEIXES CARTILAGINOSOS ACUMULAM URÉIA EM SEU SANGUE TORNADO-OS PRATICAMENTE ISOTÔNICOS EM RELAÇÃO À ÁGUA DO MEIO.TAL PROCESSO É DENOMINADO UREMIA FISIOLÓGICA
  • 29.
  • 30. RAIA
  • 31. PEIXES ÓSSEOS • LINHA LATERAL • ESCAMAS CICLÓIDES OU CTENÓIDES • NADADEIRAS: • Pélvicas e Peitorais aos pares Nadadeira anal ímpar. Nadadeira caudal simétrica ( HOMOCERCA ) • BOCAANTERIOR ; PRESENÇA DE ÂNUS • PRESENÇA DE BEXIGA NATATÓRIA • PRESENÇA DE OPÉRCULO • AUSÊNCIA DE TIFLOSSOLE • EXCRETA NITROGENADA : AMÔNIA • DIÓICOS; FECUNDAÇÃO EXTERNA (MAIORIA) • DESENVOLVIMENTO INDIRETO: LARVA ALEVINO
  • 32. OBSERVAÇÃO OS PEIXES REALIZAM RESPIRAÇÃO DO TIPO BRANQUIAL. PORÉM, EXISTE UM GRUPO DE PEIXES ÓSSEOS QUE REALIZA RESPIRAÇÃO PULMONAR. TAIS PEIXES SÃO DENOMINADOS DIPNÓICOS, TENDO A PIRAMBÓIA COMO EXEMPLO.
  • 34. ANFÍBIOS • PRIMEIROS VERTEBRADOS EM MEIO TERRESTRE • PELE LISA, SEM ESCAMAS E MANTIDA ÚMIDA GRAÇAS A GLÂNDULAS MUCOSAS • A PELE É POBRE EM QUERATINA • ADULTO: RESPIRAÇÃO PULMONAR E CUTÂNEA • LARVA: RESPIRAÇÃO BRANQUIAL • PRESENÇA DE GLÂNDULAS PARATÓIDES ( NA CABEÇA ) NOS SAPOS QUE LIBERA VENENO QUANDO PRESSIONADAS • FECUNDAÇÃO GERALMENTE EXTERNA, COM DESENVOLVIMENTO INDIRETO ( LARVA GIRINO ) • SÃO ECTOTÉRMICOS (=PECILOTÉRMICOS) ASSIM COMO OS PEIXES • PRESENÇA DE CLOACA; EXCRETA : URÉIA nos adultos e AMÔNIA em larvas
  • 35. REPRODUÇÃO EM ANFÍBIOS ABRAÇO NUPCIAL ( FECUNDAÇÃO EXTERNA)
  • 37. EXEMPLOS DE ANFÍBIOS PERERECA COBRA-CEGA ( CECÍLIA )
  • 38. CLASSIFICAÇÃO DOS ANFÍBIOS SÃO DIVIDIDOS EM 3 ORDENS: • ANURA: POSSUEM PERNAS, MAS SEM CAUDA EX.: SAPO, RÃ, PERERECA • URODELA: POSSUEM PERNAS E CAUDA EX.: SALAMANDRA, AXOLOTLE ( LARVA COM MATURIDADE SEXUAL – NEOTENIA, forma de pedomorfose) • GYMNOPHIONA: CORPO ALONGADO E SEM PERNAS. EX.: COBRA-CEGA
  • 39. RÉPTEIS • Do grego reptare = rastejar • São os primeiros vertebrados típicamente terrestres • CLASSIFICADOS EM: CHELONIA LEPIDOSAURIA SPHENODONTIA SQUAMATA CROCODILIA
  • 40. CARACTERÍSTICAS GERAIS • HABITAT : TERRESTRE E AQUÁTICO ( MARINHO E DULCÍCOLA ) • PELE SECA E QUERATINIZADA, COBERTA POR PLACAS CÓRNEAS OU ESCAMAS EPIDÉRMICAS • ECTOTÉRMICOS ( PECILOTÉRMICOS ) • SISTEMA DIGESTÓRIO COMPLETO COM INTESTINO TERMINADO EM CLOACA • RESPIRAÇÃO PULMONAR • EXCREÇÃO POR RINS METANEFROS • EXCRETA NITROGENADA : ÁCIDO ÚRICO • DIÓICOS, FECUNDAÇÃO INTERNA E DESNVOLVIMENTO DIRETO
  • 41. A circulação é incompleta na maioria dos répteis, ou seja, ocorre mistura de sangue venoso com arterial devido ao fato do coração ser tricavitário como nos anfíbios. Porém, nos crocodilianos, a circulação varia, pois o coração é tetracavitário. Quando o crocodiliano está em repouso, não ocorre mistura de sangue venoso com arterial. Porém, quando o animal está em atividade, ocorre uma mistura de sangue nos arcos aórticos através de um pequeno orifício denominado Forame de Panizza.
  • 42. OBSERVAÇÃO RÉPTEIS SÃO OS PRIMEIROS ANIMAIS A APRESENTAREM ÂMNIO E ALANTÓIDE ÂMNIO: ANEXO EMBRIONÁRIO QUE CONTÉM O LÍQUIDO AMNIÓTICO, PROTEGENDO O EMBRIÃO CONTRA RESSECAMENTO, CONTRA CHOQUES MECÂNICOS E POSSUINDO AÇÃO ANTISSÉPTICA ) DEVIDO À PRESENÇA DO LÍQUIDO AMNIÓTICO, SÃO INDEPENDENETES DA ÁGUA PARA O DESENVOLVIMENTO DO EMBRIÃO. ALANTÓIDE: ANEXO EMBRIONÁRIO QUE ARMAZENA EXCRETAS E REALIZA TROCAS GASOSAS.
  • 43. FATORES QUE ADAPTAM OS RÉPTEIS AO MEIO TERRESTRE • PELE SECA E QUERATINIZADA • OVO COM CASCA • REPRODUÇÃO INDEPENDENTE DA ÁGUA • ÂMNIO • ALANTÓIDE • EXCREÇÃO DE ÁCIDO ÚRICO (insolúvel em água e atóxico )
  • 47. DIFERENÇAS ENTRE SERPENTES PEÇONHENTAS E NÃO PEÇONHENTAS PEÇONHENTAS • CABEÇA TRIANGULAR E COM FOSSETA LOREAL • OLHOS PEQUENOS E PUPILA EM FENDA VERTICAL • ESCAMAS DO CORPO ALONGADAS E PONTUDAS • ESCAMAS DA CABEÇA PEQUENAS • CAUDA CURTA E AFINADA BRUSCAMENTE • ATITUDES DE ATAQUE QUANDO AMEAÇADAS NÃO PEÇONHENTAS • CABEÇA ESTREITA E ALONGADA E SEM FOSSETA LOREAL • OLHOS GRANDES COM PUPILA CIRCULAR • ESCAMAS DO CORPO ACHATADAS • CABEÇA COM PLACAS E NÃO ESCAMAS • CAUDA LONGA E AFINADA GRADUALMENTE • GERALMENTE FOGEM QUANDO AMEAÇADAS
  • 48. FOSSETA LOREAL OU LACRIMAL ÓRGÃO TERMOPERCEPTOR PRESENTE APENAS NAS SERPRNTES PEÇONHENTAS, EXCETO EM CORAIS
  • 49. SOROS • ANTIBOTRÓPICO : JARARACA ( GÊNERO BOTHROPS) • ANTICROTÁLICO :CASCAVEL ( GÊNERO CROTALUS) • ANTILAQUÉTICO: SURUCUCU (GÊNERO LACHESIS) • ANTIELAPÍDICO: CORAL ( GÊNERO MICRURUS ) • ANTIBOTRÓPICO / CROTÁLICO: JARARACA OU CASCAVEL • ANTIBOTRÓPICO / LAQUÉTICO: JARARACA OU SURUCUCU
  • 50. AÇÃO DO VENENO AÇÃO FISIOPATOLÓGICA GÊNERO NOME POPULAR Proteolítica - Coagulante Bothrops jararaca, jararacuçu, urutu proteolítica – coagulante – neurotóxica Lachesis surucucu Hemolítica - Neurotóxica Crotalus cascavel Neurotóxica Micrurus coral verdadeira
  • 51.
  • 52. AVES .Vertebrados amniotas, alantoidianos e endotérmicos .Bípedes .Corpo recoberto por penas, contribuindo para a manutenção da temperatura corporal e para o vôo .Maxilares transformados em bicos e desprovidos de dentes .Sistema digestório completo : presença de pâncreas, fígado e vesícula biliar; esôfago com dilatação ( PAPO ) onde o alimento é armazenado e amolecido; estômago dividido em proventrículo ( estômago químico ) e moela ( estômago mecânico ) ; intestino termina em cloaca .Pulmões parenquimatosos e aderidos às costelas, se expandindo com o movimento delas .SIRINGE: órgão do canto ( na bifurcação da traquéia )
  • 53. PRINCIPAIS ADAPTAÇÕES AO VÔO .Ossos pneumáticos ( ossos ocos e leves ) .Sacos aéreos ( bolsas presentes nos pulmões e que se comunicam com os ossos pneumáticos ) tornando o animal mais leve .Ausência de bexiga urinária .Osso esterno em forma de quilha, onde se prendem os músculos que atuam no vôo .Corpo coberto por penas ( estruturas leves )
  • 55.
  • 56. OUTRAS CARACTERÍSTICAS DAS AVES CIRCULAÇÃO : .Dupla :sangue passa duas vezes pelo coração, ou seja, passam dois tipos de sangue no coração ( venoso e arterial ) .Completa : não ocorre mistura de sangue venoso com arterial .Coração tetracavitário ( 4 cavidades ) : 2 átrios e 2 ventrículos .Hemácias nucleadas EXCREÇÃO : assim como os répteis, excretam ácido úrico. Por ser pouco tóxico e insolúvel em água representa adaptação ao meio terrestre Glândula uropigiana : produz óleo que impermeabiliza as penas
  • 57. REPRODUÇÃO .Sexos separados ( dióicos ) .Presença de certo dimorfismo sexual ( macho diferente da fêmea ) .Fecundação interna por atrito entre as cloacas .Macho não possui pênis, com exceção do pato, marreco, ganso, ema e avestruz .Ovíparos .Desenvolvimento direto
  • 58. As aves são divididas nas seguintes ordens ANSERIFORMES – EX.: PATO APODIFORMES – EX.: BEIJA-FLOR CARADRIIFORMES – EX.: GAIVOTA COLUMBIFORMES – EX.: POMBO ESFENISCIFORMES – EX.: PINGUIM ESTRIGIFORMES – EX.: CORUJA ESTRUTIONIFORMES – EX.: AVESTRUZ FALCONIFORMES – EX.: GAVIÃO GALIFORMES – EX.: GALINHA GRUIFORMES – EX.: GROU COROADO PASSERIFORMES – EX.: PÁSSAROS DIVERSOS PELICANIFORMES – EX.: PELICANO PSITACIFORMES – EX.: PAPAGAIO REIFORMES – EX.: EMA CICONIIFORMES – EX.: CEGONHA
  • 59. MAMÍFEROS .Presença de glândulas mamárias .Corpo coberto de pêlos, contribuindo para a manutenção da temperatura corporal .Endotérmicos .Além de âmnio e alantóide, possuem placenta .Circulação dupla e completa .Coração tetracavitário .Hemácias anucleadas ( quando nascem possuem núcleo, porém no período de maturação perdem o núcleo ) .Respiração pulmonar ( únicos vertebrados com pulmões parênquimatosos revestidos por pleura ) .Músculo diafragma separando cavidade abdominal da torácica
  • 60. CLASSIFICAÇÃO DOS MAMÍFEROS PROTOTÉRIOS : mamíferos primitivos, sem útero, com cloaca, ovíparos, sem placenta. Possuem apenas uma ordem ( MONOTREMADOS ) . EX.: ORNITORRINCO, ÉQUIDNA METATÉRIOS ou MARSUPIAIS : possuem útero duplo, placenta precária e parem sua cria precocemente. Por isso, a cria completa seu desenvolvimento na bolsa marsupial. EX.: CANGURU e GAMBÁ EUTÉRIOS : fêmeas com um único útero, possuem placenta ( placentários ) EX.: BALEIA, LEÃO, ELEFANTE, COELHO, PEIXE- BOI, GOLFINHO, CAVALO, MORCEGO, TATU, PREGUIÇA