SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
FATORES
CLIMÁTICOS
Fatores Climáticos
Situações ou fenómenos que influenciam/modificam os elementos do clima.
Latitude
Relevo
Posição em relação ao mar
Correntes marítimas
Outros, incluindo locais

• Latitude - A distância a que os lugares se situam do equador determina as
suas características climáticas. Por isso, existem climas quentes,
temperados e frios.
• Relevo - O relevo é a forma que a superfície terrestre apresenta num
determinado lugar. O relevo influencia o clima devido:
• à sua disposição geográfica;
• à sua altitude.
• Posição em relação ao mar (Proximidade do mar/continentalidade) -
À mesma latitude, existem lugares situados próximo de oceanos e mares e
outros no interior dos continentes com características climáticas
diferentes.
• Correntes marítimas - As correntes marítimas são grandes massas de
água em movimento nos oceanos. Existem correntes quentescorrentes quentes e correntescorrentes
friasfrias, que influenciam os climas das regiões costeiras.
Fatores Climáticos
influencia a
Temperatura
Latitude
Diminui à medida que a
latitude aumenta;
A
B
As zonas climáticas
A Latitude influencia a pressão atmosférica
• Pressão atmosférica – força que o ar exerce (faz) sobre a superfície
terrestre.
A pressão atmosférica mede-se em milibares (mb) ou hectopascais (hPa).
• O valor, de pressão atmosférica, considerado normal, à superfície, é de
1013 mb.
1013 mb - pressão atmosférica normal
1000 mb -- baixa pressãobaixa pressão
1020 mb - alta pressãoalta pressão
A pressão atmosférica é
representada através de
isóbaras – linhas que
unem pontos de igual valor
de pressão.
A pressão atmosférica
A Latitude influencia a pressão atmosférica
Carta meteorológica.
Tipos de centros de pressão atmosférica
Centro
Periferia
Centros de altas pressões
O movimento do ar é descendente (desce) na vertical e divergente (afasta-
se) à superfície. Quando o ar desce em altitude, a sua temperatura aumenta.
Por isso, não há formação de nuvens nem se verifica precipitação. Assim,
aos centros de altas pressões associa-se, geralmente, o céu limpocéu limpo e o tempotempo
secoseco,, ou seja, bom tempobom tempo.
Centros de baixas pressões
O movimento do ar é convergente (junta-se), à superfície, e ascendente (sobe)
na vertical. Quando o ar sobe, a sua temperatura diminui o que provoca a
condensação do vapor de água, formando-se nuvens que podem originar
precipitação. Assim, aos centros de baixas pressões associa-se, geralmente,
céu muito nubladocéu muito nublado e precipitaçãoprecipitação, ou seja, mau tempo.
Centros de baixas pressões:Centros de baixas pressões:
• na zona equatorial
• nas regiões subpolares .
Centros de altas pressões:Centros de altas pressões:
• nas regiões subtropicais
• nas regiões polares
A
A
A
A
A
B
B
B
B
B
B
B
Altas pressões polares
A distribuição dos centros de pressão atmosférica em
latitude
Baixas pressões subpolares
Altas pressões subtropicais
Baixas pressões equatoriais
_____ pressões ___________
______ pressões __________
A Latitude influencia a precipitação
• FrequenteFrequente e muito abundanteabundante nas regiões equatoriais (> 2000 mm) – Baixas pressõesBaixas pressões
equatoriais.equatoriais.
• Vai diminuindodiminuindo com a latitudelatitude na região intertropical até ser muito raramuito rara e com baixosbaixos
valoresvalores, nas regiões tropicais e subtropicais (< 250 mm) – Altas pressões subtropicais.Altas pressões subtropicais.
• AbundanteAbundante nas latitudes médias – Baixas pressões subpolares.Baixas pressões subpolares.
•FracaFraca e quase sempre de neveneve nas regiões polares (< 250 mm) - Altas pressões polares.Altas pressões polares.
A distribuição da precipitação anual no mundo.
Relevo

influencia a
TemperaturaTemperatura e a precipitaçãoprecipitação
Por efeito da
Altitude:Altitude:
• à medida que a altitude aumenta, a
temperatura diminui;
Exposição das vertentes:Exposição das vertentes:
• as vertentes expostas a ventos húmidos têm
maior precipitação;
• as vertentes voltadas a sul (no hemisfério
norte) são mais quentes.
A B
C
norte sul
Proximidade do mar – regiões do
litoral
Afastamento do mar
Interioridade – regiões do interior
• o mar ameniza a temperatura:
de Inverno a temperatura nas
regiões litorais é mais alta e no
Verão mais baixa.
• grande influência de ventos
húmidos maior precipitaçãomaior precipitação;
• o continente arrefece e aquece
muito: de Inverno a temperatura
nas regiões do interior é mais baixa
e no Verão mais alta.
• pouca influência de ventos
húmidos menor precipitaçãomenor precipitação;
Posição em relação ao
mar
Correntes marítimasCorrentes marítimas
têm um efeito moderadorum efeito moderador
na
TemperaturaTemperatura
diminui
aumenta
Correntes friasCorrentes frias
Correntes quentesCorrentes quentes
As regiões influenciadas
por estas correntes têm
temperaturas mais altas.
As regiões influenciadas
por estas correntes têm
temperaturas mais
baixas.

FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formas do litoral
Formas do litoralFormas do litoral
Formas do litoralTiago Lobao
 
Tipos de clima
Tipos de climaTipos de clima
Tipos de climaMayjö .
 
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atualLitoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atualIdalina Leite
 
Principais tipos de chuvas[1]
Principais tipos de chuvas[1]Principais tipos de chuvas[1]
Principais tipos de chuvas[1]manuelalemos
 
Dinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º GeografiaDinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º GeografiaVictor Veiga
 
Gráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricosGráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricosTânia Baptista
 
Formas de relevo no literal de portugal
Formas de relevo no literal de portugalFormas de relevo no literal de portugal
Formas de relevo no literal de portugalMariana Saraiva
 
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAISRISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAISabarros
 
Variabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solarVariabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solarIlda Bicacro
 
Actividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º anoActividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º anoSofia Ribeiro
 
Costa portuguesa_características e evolução
Costa portuguesa_características e evoluçãoCosta portuguesa_características e evolução
Costa portuguesa_características e evoluçãoIdalina Leite
 
O relevo litoral
O relevo litoralO relevo litoral
O relevo litoralclaudiamf11
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosProfessor
 

Mais procurados (20)

Formas do litoral
Formas do litoralFormas do litoral
Formas do litoral
 
Precipitacao
PrecipitacaoPrecipitacao
Precipitacao
 
Tipos de clima
Tipos de climaTipos de clima
Tipos de clima
 
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atualLitoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
Litoral de Portugal Continental, evolução e aspeto atual
 
Principais tipos de chuvas[1]
Principais tipos de chuvas[1]Principais tipos de chuvas[1]
Principais tipos de chuvas[1]
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
 
Dinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º GeografiaDinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º Geografia
 
O clima
O climaO clima
O clima
 
Clima temperado marítimo
Clima temperado marítimoClima temperado marítimo
Clima temperado marítimo
 
A rede hidrográfica
A rede hidrográficaA rede hidrográfica
A rede hidrográfica
 
Factores explicativos
Factores explicativosFactores explicativos
Factores explicativos
 
Gráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricosGráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricos
 
Formas de relevo no literal de portugal
Formas de relevo no literal de portugalFormas de relevo no literal de portugal
Formas de relevo no literal de portugal
 
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAISRISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
 
Rosa dos-ventos
Rosa dos-ventosRosa dos-ventos
Rosa dos-ventos
 
Variabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solarVariabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solar
 
Actividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º anoActividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º ano
 
Costa portuguesa_características e evolução
Costa portuguesa_características e evoluçãoCosta portuguesa_características e evolução
Costa portuguesa_características e evolução
 
O relevo litoral
O relevo litoralO relevo litoral
O relevo litoral
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
 

Destaque

Fatores do clima e tipos climáticos
Fatores do clima e tipos climáticosFatores do clima e tipos climáticos
Fatores do clima e tipos climáticosJefferson Santos
 
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climaFatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climajulio2012souto
 
A história da união europeia
A história da união europeiaA história da união europeia
A história da união europeialilia
 
Bragança Distrito
Bragança DistritoBragança Distrito
Bragança Distritoalex
 
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosProfessor
 
Serras e rios de portugal
Serras e rios de portugalSerras e rios de portugal
Serras e rios de portugalprofsabio
 
Limites e Fronteiras
Limites e FronteirasLimites e Fronteiras
Limites e FronteirasDiabzie
 
As instituições da união europeia
As instituições da união europeiaAs instituições da união europeia
As instituições da união europeiaJoão Couto
 
Conceitos geográficos
Conceitos geográficosConceitos geográficos
Conceitos geográficosFURG
 

Destaque (20)

Ásia
Ásia  Ásia
Ásia
 
Fatores do clima e tipos climáticos
Fatores do clima e tipos climáticosFatores do clima e tipos climáticos
Fatores do clima e tipos climáticos
 
Lisboa iat2
Lisboa  iat2Lisboa  iat2
Lisboa iat2
 
2ºEM-FÍSICA
2ºEM-FÍSICA2ºEM-FÍSICA
2ºEM-FÍSICA
 
Guião 7º 3º teste
Guião 7º 3º testeGuião 7º 3º teste
Guião 7º 3º teste
 
África
África   África
África
 
América lug.
América   lug.América   lug.
América lug.
 
Tratados da ue
Tratados da ueTratados da ue
Tratados da ue
 
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climaFatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
 
A altitude
A altitudeA altitude
A altitude
 
A história da união europeia
A história da união europeiaA história da união europeia
A história da união europeia
 
Bragança Distrito
Bragança DistritoBragança Distrito
Bragança Distrito
 
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
 
Serras e rios de portugal
Serras e rios de portugalSerras e rios de portugal
Serras e rios de portugal
 
Limites e Fronteiras
Limites e FronteirasLimites e Fronteiras
Limites e Fronteiras
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
As instituições da união europeia
As instituições da união europeiaAs instituições da união europeia
As instituições da união europeia
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Precipitação
PrecipitaçãoPrecipitação
Precipitação
 
Conceitos geográficos
Conceitos geográficosConceitos geográficos
Conceitos geográficos
 

Semelhante a Fatores climáticos mm gina 12-13

3.Factores Climáticos
3.Factores Climáticos3.Factores Climáticos
3.Factores ClimáticosMayjö .
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografiacesanto
 
recursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).docrecursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).docAida Cunha
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsIlda Bicacro
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsIlda Bicacro
 
Geografia a 10ºano
Geografia a   10ºanoGeografia a   10ºano
Geografia a 10ºanoMissManson
 
Climatologia - elementos e fatores climáticos
Climatologia - elementos e fatores climáticosClimatologia - elementos e fatores climáticos
Climatologia - elementos e fatores climáticosJuliana P Martins Sena
 
Resumos geografia climas
Resumos geografia climasResumos geografia climas
Resumos geografia climasGoreti Carvalho
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosRaffaella Ergün
 
EM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.ppt
EM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.pptEM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.ppt
EM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.pptAntonioCarlos151949
 
Aula introdução a climatologia 1
Aula   introdução a climatologia 1Aula   introdução a climatologia 1
Aula introdução a climatologia 1Omar Fürst
 

Semelhante a Fatores climáticos mm gina 12-13 (20)

3.Factores Climáticos
3.Factores Climáticos3.Factores Climáticos
3.Factores Climáticos
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
recursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).docrecursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).doc
 
7º clima.ppt
7º clima.ppt7º clima.ppt
7º clima.ppt
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
1 ano clima
1 ano clima1 ano clima
1 ano clima
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima português
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima português
 
Geografia a 10ºano
Geografia a   10ºanoGeografia a   10ºano
Geografia a 10ºano
 
Atmosfera e climas
Atmosfera e climasAtmosfera e climas
Atmosfera e climas
 
Climatologia - elementos e fatores climáticos
Climatologia - elementos e fatores climáticosClimatologia - elementos e fatores climáticos
Climatologia - elementos e fatores climáticos
 
Resumos geografia climas
Resumos geografia climasResumos geografia climas
Resumos geografia climas
 
Factores do clima
Factores do climaFactores do clima
Factores do clima
 
Climatologia geográfica
Climatologia geográficaClimatologia geográfica
Climatologia geográfica
 
Clima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetaisClima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetais
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
 
Resumo humidade e os tipos de chuva
Resumo humidade e os tipos de chuvaResumo humidade e os tipos de chuva
Resumo humidade e os tipos de chuva
 
EM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.ppt
EM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.pptEM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.ppt
EM-1ª-SERIE-Aula-de-GEOGRAFIA-A-Atmosfera-e-sua-Dinamica-07-05-2020.ppt
 
Aula introdução a climatologia 1
Aula   introdução a climatologia 1Aula   introdução a climatologia 1
Aula introdução a climatologia 1
 

Mais de Gina Espenica

Setores de atividade e recursos naturais
Setores de atividade e recursos naturaisSetores de atividade e recursos naturais
Setores de atividade e recursos naturaisGina Espenica
 
Áreas de fixação humana I e II - 13-14
Áreas de fixação humana I e II - 13-14Áreas de fixação humana I e II - 13-14
Áreas de fixação humana I e II - 13-14Gina Espenica
 
Objetivos geo. 6º teste 7º ano
Objetivos geo.   6º teste 7º anoObjetivos geo.   6º teste 7º ano
Objetivos geo. 6º teste 7º anoGina Espenica
 
Apres. divers. cultural 12 13.ppt
Apres. divers. cultural 12 13.pptApres. divers. cultural 12 13.ppt
Apres. divers. cultural 12 13.pptGina Espenica
 
8º ano - Proposta de correção teste 4 versão b
8º ano - Proposta de correção teste 4  versão b8º ano - Proposta de correção teste 4  versão b
8º ano - Proposta de correção teste 4 versão bGina Espenica
 
Proposta de correção teste 5 versão b abril-maio. 2013
Proposta de correção teste 5    versão b abril-maio.  2013Proposta de correção teste 5    versão b abril-maio.  2013
Proposta de correção teste 5 versão b abril-maio. 2013Gina Espenica
 
Const. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. finalConst. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. finalGina Espenica
 
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13
Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13Gina Espenica
 
Proposta de correção do teste 4 versão a 7º ano fev. mar. 2013
Proposta de correção do teste 4 versão a  7º ano   fev. mar. 2013Proposta de correção do teste 4 versão a  7º ano   fev. mar. 2013
Proposta de correção do teste 4 versão a 7º ano fev. mar. 2013Gina Espenica
 
Proposta de correção teste 3 versão c 8º ano fev. 2013
Proposta de correção teste 3 versão c  8º ano  fev.  2013Proposta de correção teste 3 versão c  8º ano  fev.  2013
Proposta de correção teste 3 versão c 8º ano fev. 2013Gina Espenica
 
Proposta de correção teste 3 versão b 8º ano fev. 2013
Proposta de correção teste 3 versão b  8º ano  fev.  2013Proposta de correção teste 3 versão b  8º ano  fev.  2013
Proposta de correção teste 3 versão b 8º ano fev. 2013Gina Espenica
 
Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano fev. 13
Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano    fev. 13Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano    fev. 13
Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano fev. 13Gina Espenica
 
Objetivos geo. 4º teste 7º ano
Objetivos geo.   4º teste 7º anoObjetivos geo.   4º teste 7º ano
Objetivos geo. 4º teste 7º anoGina Espenica
 
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13Gina Espenica
 
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13Gina Espenica
 
Regul. conc. rosa dos ventos 12 13
Regul.  conc. rosa dos ventos 12 13Regul.  conc. rosa dos ventos 12 13
Regul. conc. rosa dos ventos 12 13Gina Espenica
 
Estado de tempo clima elementos-fatores
Estado de tempo clima  elementos-fatoresEstado de tempo clima  elementos-fatores
Estado de tempo clima elementos-fatoresGina Espenica
 
Proposta de correção teste 5 versão a 7º ano
Proposta de correção teste 5 versão a   7º anoProposta de correção teste 5 versão a   7º ano
Proposta de correção teste 5 versão a 7º anoGina Espenica
 
Objetivos geografia 7º ano - 5º teste
Objetivos geografia   7º ano - 5º teste Objetivos geografia   7º ano - 5º teste
Objetivos geografia 7º ano - 5º teste Gina Espenica
 

Mais de Gina Espenica (20)

Setores de atividade e recursos naturais
Setores de atividade e recursos naturaisSetores de atividade e recursos naturais
Setores de atividade e recursos naturais
 
Áreas de fixação humana I e II - 13-14
Áreas de fixação humana I e II - 13-14Áreas de fixação humana I e II - 13-14
Áreas de fixação humana I e II - 13-14
 
Objetivos geo. 6º teste 7º ano
Objetivos geo.   6º teste 7º anoObjetivos geo.   6º teste 7º ano
Objetivos geo. 6º teste 7º ano
 
Apres. divers. cultural 12 13.ppt
Apres. divers. cultural 12 13.pptApres. divers. cultural 12 13.ppt
Apres. divers. cultural 12 13.ppt
 
8º ano - Proposta de correção teste 4 versão b
8º ano - Proposta de correção teste 4  versão b8º ano - Proposta de correção teste 4  versão b
8º ano - Proposta de correção teste 4 versão b
 
Proposta de correção teste 5 versão b abril-maio. 2013
Proposta de correção teste 5    versão b abril-maio.  2013Proposta de correção teste 5    versão b abril-maio.  2013
Proposta de correção teste 5 versão b abril-maio. 2013
 
Const. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. finalConst. gráficos termop. final
Const. gráficos termop. final
 
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13
Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13
 
Proposta de correção do teste 4 versão a 7º ano fev. mar. 2013
Proposta de correção do teste 4 versão a  7º ano   fev. mar. 2013Proposta de correção do teste 4 versão a  7º ano   fev. mar. 2013
Proposta de correção do teste 4 versão a 7º ano fev. mar. 2013
 
Proposta de correção teste 3 versão c 8º ano fev. 2013
Proposta de correção teste 3 versão c  8º ano  fev.  2013Proposta de correção teste 3 versão c  8º ano  fev.  2013
Proposta de correção teste 3 versão c 8º ano fev. 2013
 
Proposta de correção teste 3 versão b 8º ano fev. 2013
Proposta de correção teste 3 versão b  8º ano  fev.  2013Proposta de correção teste 3 versão b  8º ano  fev.  2013
Proposta de correção teste 3 versão b 8º ano fev. 2013
 
Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano fev. 13
Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano    fev. 13Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano    fev. 13
Proposta de correção do teste 3 v. a 8º ano fev. 13
 
Objetivos geo. 4º teste 7º ano
Objetivos geo.   4º teste 7º anoObjetivos geo.   4º teste 7º ano
Objetivos geo. 4º teste 7º ano
 
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano  12-13
Estado tempo-clima e elementos - fatores climáticos 7º ano 12-13
 
Oceânia
Oceânia   Oceânia
Oceânia
 
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
 
Regul. conc. rosa dos ventos 12 13
Regul.  conc. rosa dos ventos 12 13Regul.  conc. rosa dos ventos 12 13
Regul. conc. rosa dos ventos 12 13
 
Estado de tempo clima elementos-fatores
Estado de tempo clima  elementos-fatoresEstado de tempo clima  elementos-fatores
Estado de tempo clima elementos-fatores
 
Proposta de correção teste 5 versão a 7º ano
Proposta de correção teste 5 versão a   7º anoProposta de correção teste 5 versão a   7º ano
Proposta de correção teste 5 versão a 7º ano
 
Objetivos geografia 7º ano - 5º teste
Objetivos geografia   7º ano - 5º teste Objetivos geografia   7º ano - 5º teste
Objetivos geografia 7º ano - 5º teste
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 

Último (20)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 

Fatores climáticos mm gina 12-13

  • 2. Fatores Climáticos Situações ou fenómenos que influenciam/modificam os elementos do clima. Latitude Relevo Posição em relação ao mar Correntes marítimas Outros, incluindo locais 
  • 3. • Latitude - A distância a que os lugares se situam do equador determina as suas características climáticas. Por isso, existem climas quentes, temperados e frios. • Relevo - O relevo é a forma que a superfície terrestre apresenta num determinado lugar. O relevo influencia o clima devido: • à sua disposição geográfica; • à sua altitude. • Posição em relação ao mar (Proximidade do mar/continentalidade) - À mesma latitude, existem lugares situados próximo de oceanos e mares e outros no interior dos continentes com características climáticas diferentes. • Correntes marítimas - As correntes marítimas são grandes massas de água em movimento nos oceanos. Existem correntes quentescorrentes quentes e correntescorrentes friasfrias, que influenciam os climas das regiões costeiras. Fatores Climáticos
  • 4. influencia a Temperatura Latitude Diminui à medida que a latitude aumenta; A B
  • 6. A Latitude influencia a pressão atmosférica • Pressão atmosférica – força que o ar exerce (faz) sobre a superfície terrestre. A pressão atmosférica mede-se em milibares (mb) ou hectopascais (hPa). • O valor, de pressão atmosférica, considerado normal, à superfície, é de 1013 mb. 1013 mb - pressão atmosférica normal 1000 mb -- baixa pressãobaixa pressão 1020 mb - alta pressãoalta pressão A pressão atmosférica é representada através de isóbaras – linhas que unem pontos de igual valor de pressão. A pressão atmosférica
  • 7. A Latitude influencia a pressão atmosférica Carta meteorológica.
  • 8. Tipos de centros de pressão atmosférica Centro Periferia
  • 9. Centros de altas pressões O movimento do ar é descendente (desce) na vertical e divergente (afasta- se) à superfície. Quando o ar desce em altitude, a sua temperatura aumenta. Por isso, não há formação de nuvens nem se verifica precipitação. Assim, aos centros de altas pressões associa-se, geralmente, o céu limpocéu limpo e o tempotempo secoseco,, ou seja, bom tempobom tempo.
  • 10. Centros de baixas pressões O movimento do ar é convergente (junta-se), à superfície, e ascendente (sobe) na vertical. Quando o ar sobe, a sua temperatura diminui o que provoca a condensação do vapor de água, formando-se nuvens que podem originar precipitação. Assim, aos centros de baixas pressões associa-se, geralmente, céu muito nubladocéu muito nublado e precipitaçãoprecipitação, ou seja, mau tempo.
  • 11. Centros de baixas pressões:Centros de baixas pressões: • na zona equatorial • nas regiões subpolares . Centros de altas pressões:Centros de altas pressões: • nas regiões subtropicais • nas regiões polares A A A A A B B B B B B B Altas pressões polares A distribuição dos centros de pressão atmosférica em latitude Baixas pressões subpolares Altas pressões subtropicais Baixas pressões equatoriais _____ pressões ___________ ______ pressões __________
  • 12. A Latitude influencia a precipitação
  • 13. • FrequenteFrequente e muito abundanteabundante nas regiões equatoriais (> 2000 mm) – Baixas pressõesBaixas pressões equatoriais.equatoriais. • Vai diminuindodiminuindo com a latitudelatitude na região intertropical até ser muito raramuito rara e com baixosbaixos valoresvalores, nas regiões tropicais e subtropicais (< 250 mm) – Altas pressões subtropicais.Altas pressões subtropicais. • AbundanteAbundante nas latitudes médias – Baixas pressões subpolares.Baixas pressões subpolares. •FracaFraca e quase sempre de neveneve nas regiões polares (< 250 mm) - Altas pressões polares.Altas pressões polares. A distribuição da precipitação anual no mundo.
  • 14. Relevo  influencia a TemperaturaTemperatura e a precipitaçãoprecipitação Por efeito da Altitude:Altitude: • à medida que a altitude aumenta, a temperatura diminui; Exposição das vertentes:Exposição das vertentes: • as vertentes expostas a ventos húmidos têm maior precipitação; • as vertentes voltadas a sul (no hemisfério norte) são mais quentes. A B C norte sul
  • 15. Proximidade do mar – regiões do litoral Afastamento do mar Interioridade – regiões do interior • o mar ameniza a temperatura: de Inverno a temperatura nas regiões litorais é mais alta e no Verão mais baixa. • grande influência de ventos húmidos maior precipitaçãomaior precipitação; • o continente arrefece e aquece muito: de Inverno a temperatura nas regiões do interior é mais baixa e no Verão mais alta. • pouca influência de ventos húmidos menor precipitaçãomenor precipitação; Posição em relação ao mar
  • 16. Correntes marítimasCorrentes marítimas têm um efeito moderadorum efeito moderador na TemperaturaTemperatura diminui aumenta Correntes friasCorrentes frias Correntes quentesCorrentes quentes As regiões influenciadas por estas correntes têm temperaturas mais altas. As regiões influenciadas por estas correntes têm temperaturas mais baixas. 
  • 17. FIM