SlideShare uma empresa Scribd logo
O RELEVO
A altitude Distância, em metros, medida na vertical, entre o nível médio das águas do mar e um dado lugar: Altitude positiva – acima do nível médio das águas do mar; Altitude negativa – abaixo do nível médio das águas do mar.
O RELEVO O relevo continental oferece muitos contrastes:  a Ásia possui o mais alto pico do mundo, o Evereste, com 8852 metros (altitude positiva, e a maior depressão (altitude negativa) ocupada pelo Mar Morto, com 392 metros. A maior profundidade é na fossa das Marianas,   com 11033 metros.
As Principais Formas de Relevo 1. MONTANHAS – apresentam grandes desníveis, com vales profundos e picos muito altos, e altitudes geralmente superiores a 1000 metros. Alpes, localizados na Europa Ocidental
2. Planaltos De forma aplanada e com altitudes superiores a 200 metros, são antigas montanhas que, ao longo dos tempos foram desgastadas pela erosão. Planalto Central das Beiras
3. Colinas Elevações de altitude geralmente inferior a 400 metros, de formas arredondadas e fraco declive – vertentes com inclinação pouco acentuada. Colinas no Québec - Canadá
4. Vales Espaços entre duas áreas elevadas. As vertentes podem ser mais ou menos inclinadas ou abruptas. São, por vezes, atravessados por cursos de água. Vale do Douro
5. Planícies De forma plana e altitudes inferiores a 200 metros: umas resultaram da acção da erosão, outras da deposição de sedimentos transportados pelos rios – planícies aluviais. peneplanície alentejana
OUTRAS FORMAS DE RELEVO Onde a   Terra  encontra o   Mar
Formas de costa marítima ARRIBA – costa alta e escarpada, onde a linha de costa se insere num relevo alto e as formações rochosas são mais resistentes. PRAIA – costa baixa e arenosa, onde a linha de costa se insere num relevo baixo ou as formações rochosas são menos resistentes.
Outras formas de relevo na linha de costa CABOS – promontório ou penhasco que se projecta para o mar. DUNAS – relevo totalmente constituído por acção do vento que pode migrar continuamente na direcção dos ventos dominantes ou permanecer fixa por acção da vegetação.
BAÍAS – reentrâncias das costas marítimas e lacustres, geralmente entre dois cabos, semicircular ou em forma de um crescente, de dimensão menor que um golfo. GOLFOS – grande reentrância da costa de um continente ou ilha grande, geralmente semicircular ou de abertura larga. Baía em Maurícius Golfo do México
RIAS – enseadas compridas e estreitas na costa marítima, provocada ou pela levantamento da Terra ou pelo levantamento do nível do mar. ILHAS – massa de terra de dimensões menores que as de um continente, totalmente rodeada de água.
ESTUÁRIOS – parte terminal ou foz de um rio onde o efeito das correntes e marés se faz sentir. Único canal limitado por margens. DELTAS – forma de acumulação fluvial junto à foz dos rios que ocorre quando a velocidade de deposição dos sedimentos é superior à velocidade de erosão das correntes e marés. Tem em geral forma de leque. Delta do Nilo visto do espaço
TÔMBOLO – língua de areia ou calhaus que liga uma ilha a terra firme. FIORDE – recorte costeiro estreito e profundo, de margens alcantiladas e sinuosas, derivado de um antigo vale escavado e aprofundado por glaciares e invadido posteriormente pelas águas do mar. Vista de um fiorde norueguês Vista aérea de um tômbolo
OUTRAS FORMAS DE RELEVO Rios e Riachos: Agentes erosivos
Rios e afluentes: uma rede organizada… Bacias hidrográficas- área drenada por uma rede hidrográfica. Rede hidrográfica – conjunto formado pelo rio principal e os seus tributários (afluentes e subafluentes).
Tipos de vales Vale em V ou garganta – vale encaixado, estreito e profundo, em forma de V, junto à nascente. Vale aberto – vale profundo em V aberto, onde o relevo é menos acidentado e a velocidade das águas diminui – curso médio do rio. Vale em caleira aluvial – pouco profundo, em regiões mais planas, o rio diminui a sua velocidade e acumula mais detritos.
O relevo do mundo – planisfério físico
Relevo dos Continentes   Himalaias - Monte Evereste: pico mais alto dos Himalaias e o mais elevado do mundo, com 8848 metros de altitude. Planícies do Ganges, do Huang-Ho e Iansequião (6380 km de extensão) 1. ÁSIA Planície do Ganges – suas margens
2. América do Sul Cordilheira dos Andes – Aconcágua é o pico mais elevado com 6959 m de altitude. Maior planície – bacia do rio Amazonas, com 6440 km de extensão.
3. América do Norte Montanhas Rochosas – maior pico: Monte Logan – 6050 m Monte McKinley – 6194 m  Planície do Mississipi-Missouri, com 6019 km de extensão
4. África Quilimanjaro, na Tanzânia, com 5895 m de altitude Planícies do Baixo Nilo, no rio Nilo, que tem 6695 km
5. Europa Cordilheira do Cáucaso – monte Elbrus: 5 648 m Alpes – Monte Branco 4808 metros de altitude Planície europeia: percorrida por numerosos rios, o maior é o Rio Volga – 3 688 km
6. Oceânia Alpes Meridionais da Ilha do Sul (Nova Zelândia) – Monte CooK: 3764 metros altitude; Na Grande Bacia Artesiana fica o sistema fluvial Murray-Darling tem 2570 km de extensão.
FIM Cordilheira dos Andes – América do Sul

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

RELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTALRELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTAL
Conceição Fontolan
 
Tipos De Clima
Tipos De ClimaTipos De Clima
Tipos De Clima
João Morais
 
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
André Luiz Marques
 
Oceania
OceaniaOceania
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
Geografias Geo
 
Relevo terrestre
Relevo terrestreRelevo terrestre
Regionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeuRegionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeu
Abner de Paula
 
áSia clima e vegetação
áSia   clima e vegetaçãoáSia   clima e vegetação
áSia clima e vegetação
Raquel Avila
 
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
Cláudia Moura
 
Continente americano
Continente americanoContinente americano
Continente americano
André Luiz Marques
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
moajr2
 
Atmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - GeografiaAtmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - Geografia
Positivo e Sesi
 
Unidade 8 - África
Unidade 8  - ÁfricaUnidade 8  - África
Unidade 8 - África
Christie Freitas
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicos
Professor
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
Sérgio Luiz
 
Formas De Relevo
Formas De RelevoFormas De Relevo
Formas De Relevo
guest27dd184
 
Ásia
ÁsiaÁsia
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
Simone Aguiar
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
Colégio Nova Geração COC
 
Europa LocalizaçãO
Europa   LocalizaçãOEuropa   LocalizaçãO
Europa LocalizaçãO
Luciano Pessanha
 

Mais procurados (20)

RELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTALRELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTAL
 
Tipos De Clima
Tipos De ClimaTipos De Clima
Tipos De Clima
 
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
 
Oceania
OceaniaOceania
Oceania
 
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
 
Relevo terrestre
Relevo terrestreRelevo terrestre
Relevo terrestre
 
Regionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeuRegionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeu
 
áSia clima e vegetação
áSia   clima e vegetaçãoáSia   clima e vegetação
áSia clima e vegetação
 
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
 
Continente americano
Continente americanoContinente americano
Continente americano
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
Atmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - GeografiaAtmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - Geografia
 
Unidade 8 - África
Unidade 8  - ÁfricaUnidade 8  - África
Unidade 8 - África
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicos
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
 
Formas De Relevo
Formas De RelevoFormas De Relevo
Formas De Relevo
 
Ásia
ÁsiaÁsia
Ásia
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
 
Europa LocalizaçãO
Europa   LocalizaçãOEuropa   LocalizaçãO
Europa LocalizaçãO
 

Destaque

Formas de relevo
Formas de relevoFormas de relevo
Formas de relevo
91355
 
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
Conceição Fontolan
 
Tipos de Clima
Tipos de ClimaTipos de Clima
Tipos de Clima
Dora Amarante
 
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climaFatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
julio2012souto
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
João José Ferreira Tojal
 
Dinâmica do litoral
Dinâmica do litoralDinâmica do litoral
Dinâmica do litoral
Mayjö .
 
Climas
ClimasClimas
Climas
sandrafaela
 
Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...
Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...
Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...
Marco Aurélio Gondim
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Jaicinha
 
O crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileiraO crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileira
dantasrdl
 
Compostagem
CompostagemCompostagem
Compostagem
fernandaataide55
 
1 aula
1 aula1 aula
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Colegio D. Temoteo
 
Erosao
ErosaoErosao
Origem e formação do solo
Origem e formação do soloOrigem e formação do solo
Origem e formação do solo
Fabíola Mello
 
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo TerrestreFormação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
Mauricio Martins
 
Construção Do Espaco Geográfico
Construção Do Espaco GeográficoConstrução Do Espaco Geográfico
Construção Do Espaco Geográfico
Prof. Francesco Torres
 
Aula 04 processos de formação do solo
Aula 04   processos de formação do soloAula 04   processos de formação do solo
Aula 04 processos de formação do solo
Jadson Belem de Moura
 
Aula origem dos solos
Aula  origem dos solosAula  origem dos solos
Aula origem dos solos
Carolina Corrêa
 
Solos
SolosSolos
Solos
Cica2010
 

Destaque (20)

Formas de relevo
Formas de relevoFormas de relevo
Formas de relevo
 
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
 
Tipos de Clima
Tipos de ClimaTipos de Clima
Tipos de Clima
 
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climaFatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Dinâmica do litoral
Dinâmica do litoralDinâmica do litoral
Dinâmica do litoral
 
Climas
ClimasClimas
Climas
 
Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...
Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...
Geografia do Brasil - Relevo e Vegetacao Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgon...
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
 
O crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileiraO crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileira
 
Compostagem
CompostagemCompostagem
Compostagem
 
1 aula
1 aula1 aula
1 aula
 
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
 
Erosao
ErosaoErosao
Erosao
 
Origem e formação do solo
Origem e formação do soloOrigem e formação do solo
Origem e formação do solo
 
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo TerrestreFormação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
 
Construção Do Espaco Geográfico
Construção Do Espaco GeográficoConstrução Do Espaco Geográfico
Construção Do Espaco Geográfico
 
Aula 04 processos de formação do solo
Aula 04   processos de formação do soloAula 04   processos de formação do solo
Aula 04 processos de formação do solo
 
Aula origem dos solos
Aula  origem dos solosAula  origem dos solos
Aula origem dos solos
 
Solos
SolosSolos
Solos
 

Semelhante a Relevo

Meio natural - Relevo
Meio natural  - RelevoMeio natural  - Relevo
Meio natural - Relevo
Ministério da Educação
 
Formas do relevo brasileiro.
Formas do relevo brasileiro.Formas do relevo brasileiro.
Formas do relevo brasileiro.
Oswaldo Favero Favero
 
Oceanos2010 11
Oceanos2010 11Oceanos2010 11
Oceanos2010 11
alfredo1ssa
 
Oceanos2010 11
Oceanos2010 11Oceanos2010 11
Oceanos2010 11
alfredo1ssa
 
Projeto formas de relevo
Projeto formas de relevoProjeto formas de relevo
Projeto formas de relevo
Cristine Becker
 
Aspetos do relevo
Aspetos do relevoAspetos do relevo
Aspetos do relevo
ministerio de educacion
 
Formas de relevo e solos.pptx
Formas de relevo e solos.pptxFormas de relevo e solos.pptx
Formas de relevo e solos.pptx
Kelvin Sousa
 
aula de geografia - o relevo mundial.pdf
aula de geografia  - o relevo mundial.pdfaula de geografia  - o relevo mundial.pdf
aula de geografia - o relevo mundial.pdf
nomeinspirado
 
Meio natural 2
Meio natural 2Meio natural 2
Meio natural 2
guimy
 
Fisiologia do fundo Marinho
Fisiologia do fundo MarinhoFisiologia do fundo Marinho
Fisiologia do fundo Marinho
NiltonNhantumbo
 
83118531 t-apoio-relevo-serras
83118531 t-apoio-relevo-serras83118531 t-apoio-relevo-serras
83118531 t-apoio-relevo-serras
lauraneves
 
Hidrografia e bacias hidrográficas 2013
Hidrografia e bacias hidrográficas 2013Hidrografia e bacias hidrográficas 2013
Hidrografia e bacias hidrográficas 2013
João José Ferreira Tojal
 
Costa portugues 4_ano_b[1]
Costa portugues 4_ano_b[1]Costa portugues 4_ano_b[1]
Costa portugues 4_ano_b[1]
IsildaMourato
 
Distribuiição e importancia das Águas do planeta Terra
Distribuiição e importancia das Águas do planeta TerraDistribuiição e importancia das Águas do planeta Terra
Distribuiição e importancia das Águas do planeta Terra
AlexOliveira739128
 
conteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.ppt
conteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.pptconteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.ppt
conteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.ppt
LucianoPrado15
 
O continente europeu aspectos físicos 9º ano
O continente europeu aspectos físicos 9º anoO continente europeu aspectos físicos 9º ano
O continente europeu aspectos físicos 9º ano
Ednaldo Santos de Jesus
 
A Face Da Terra, Continentes E Oceanos
A Face Da Terra, Continentes E OceanosA Face Da Terra, Continentes E Oceanos
A Face Da Terra, Continentes E Oceanos
Ana Abegão
 
Continentes e fundos Oceânicos
Continentes e fundos OceânicosContinentes e fundos Oceânicos
Continentes e fundos Oceânicos
Tânia Reis
 
Cap9,10,11
Cap9,10,11Cap9,10,11
Cap9,10,11
Christie Freitas
 
G E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I AG E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I A
Amanda Oliveira
 

Semelhante a Relevo (20)

Meio natural - Relevo
Meio natural  - RelevoMeio natural  - Relevo
Meio natural - Relevo
 
Formas do relevo brasileiro.
Formas do relevo brasileiro.Formas do relevo brasileiro.
Formas do relevo brasileiro.
 
Oceanos2010 11
Oceanos2010 11Oceanos2010 11
Oceanos2010 11
 
Oceanos2010 11
Oceanos2010 11Oceanos2010 11
Oceanos2010 11
 
Projeto formas de relevo
Projeto formas de relevoProjeto formas de relevo
Projeto formas de relevo
 
Aspetos do relevo
Aspetos do relevoAspetos do relevo
Aspetos do relevo
 
Formas de relevo e solos.pptx
Formas de relevo e solos.pptxFormas de relevo e solos.pptx
Formas de relevo e solos.pptx
 
aula de geografia - o relevo mundial.pdf
aula de geografia  - o relevo mundial.pdfaula de geografia  - o relevo mundial.pdf
aula de geografia - o relevo mundial.pdf
 
Meio natural 2
Meio natural 2Meio natural 2
Meio natural 2
 
Fisiologia do fundo Marinho
Fisiologia do fundo MarinhoFisiologia do fundo Marinho
Fisiologia do fundo Marinho
 
83118531 t-apoio-relevo-serras
83118531 t-apoio-relevo-serras83118531 t-apoio-relevo-serras
83118531 t-apoio-relevo-serras
 
Hidrografia e bacias hidrográficas 2013
Hidrografia e bacias hidrográficas 2013Hidrografia e bacias hidrográficas 2013
Hidrografia e bacias hidrográficas 2013
 
Costa portugues 4_ano_b[1]
Costa portugues 4_ano_b[1]Costa portugues 4_ano_b[1]
Costa portugues 4_ano_b[1]
 
Distribuiição e importancia das Águas do planeta Terra
Distribuiição e importancia das Águas do planeta TerraDistribuiição e importancia das Águas do planeta Terra
Distribuiição e importancia das Águas do planeta Terra
 
conteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.ppt
conteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.pptconteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.ppt
conteudos a serem trabalhados 1º ano 2ª etapa.ppt
 
O continente europeu aspectos físicos 9º ano
O continente europeu aspectos físicos 9º anoO continente europeu aspectos físicos 9º ano
O continente europeu aspectos físicos 9º ano
 
A Face Da Terra, Continentes E Oceanos
A Face Da Terra, Continentes E OceanosA Face Da Terra, Continentes E Oceanos
A Face Da Terra, Continentes E Oceanos
 
Continentes e fundos Oceânicos
Continentes e fundos OceânicosContinentes e fundos Oceânicos
Continentes e fundos Oceânicos
 
Cap9,10,11
Cap9,10,11Cap9,10,11
Cap9,10,11
 
G E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I AG E O M O R F O L O G I A
G E O M O R F O L O G I A
 

Mais de lidia76

Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
lidia76
 
Dia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptxDia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptx
lidia76
 
Dia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptxDia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptx
lidia76
 
Texto para o jornal .pdf
Texto para o jornal .pdfTexto para o jornal .pdf
Texto para o jornal .pdf
lidia76
 
Guião como estruturar_trabalho_escrito (1)
Guião como  estruturar_trabalho_escrito (1)Guião como  estruturar_trabalho_escrito (1)
Guião como estruturar_trabalho_escrito (1)
lidia76
 
Como fazer bibliografia (1)
Como fazer bibliografia (1)Como fazer bibliografia (1)
Como fazer bibliografia (1)
lidia76
 
Dia mundial da luta contra a SIDA
Dia mundial da luta contra a SIDADia mundial da luta contra a SIDA
Dia mundial da luta contra a SIDA
lidia76
 
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimentoPaíses desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
lidia76
 
migrações geografia
migrações geografiamigrações geografia
migrações geografia
lidia76
 
Toondoo tutorial be ae_albufeira
Toondoo tutorial be ae_albufeiraToondoo tutorial be ae_albufeira
Toondoo tutorial be ae_albufeira
lidia76
 
Oficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeira
Oficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeiraOficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeira
Oficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeira
lidia76
 
Marcadores livros mês be ae albufeira
Marcadores livros mês be ae albufeiraMarcadores livros mês be ae albufeira
Marcadores livros mês be ae albufeira
lidia76
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústria
lidia76
 
Dia mundial sem tabaco
Dia mundial sem tabacoDia mundial sem tabaco
Dia mundial sem tabaco
lidia76
 
O Novo Acordo ortográfico + dicionario term
O Novo Acordo ortográfico + dicionario termO Novo Acordo ortográfico + dicionario term
O Novo Acordo ortográfico + dicionario term
lidia76
 
Dia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca Algoz
Dia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca AlgozDia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca Algoz
Dia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca Algoz
lidia76
 
Babuska - Dia de Reis
Babuska - Dia de ReisBabuska - Dia de Reis
Babuska - Dia de Reis
lidia76
 
Oficina de formação de banda desenhada
Oficina de formação de banda desenhadaOficina de formação de banda desenhada
Oficina de formação de banda desenhada
lidia76
 
Regulamento marcadores Biblioteca Algoz
Regulamento marcadores Biblioteca AlgozRegulamento marcadores Biblioteca Algoz
Regulamento marcadores Biblioteca Algoz
lidia76
 
Programa de literacia da informação articulação turmas_5ºanoo
Programa de literacia da informação articulação turmas_5ºanooPrograma de literacia da informação articulação turmas_5ºanoo
Programa de literacia da informação articulação turmas_5ºanoo
lidia76
 

Mais de lidia76 (20)

Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
 
Dia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptxDia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 -2º e 3º ciclo.pptx
 
Dia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptxDia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptx
Dia da Voz 2022 - pré e 1º ciclo.pptx
 
Texto para o jornal .pdf
Texto para o jornal .pdfTexto para o jornal .pdf
Texto para o jornal .pdf
 
Guião como estruturar_trabalho_escrito (1)
Guião como  estruturar_trabalho_escrito (1)Guião como  estruturar_trabalho_escrito (1)
Guião como estruturar_trabalho_escrito (1)
 
Como fazer bibliografia (1)
Como fazer bibliografia (1)Como fazer bibliografia (1)
Como fazer bibliografia (1)
 
Dia mundial da luta contra a SIDA
Dia mundial da luta contra a SIDADia mundial da luta contra a SIDA
Dia mundial da luta contra a SIDA
 
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimentoPaíses desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
 
migrações geografia
migrações geografiamigrações geografia
migrações geografia
 
Toondoo tutorial be ae_albufeira
Toondoo tutorial be ae_albufeiraToondoo tutorial be ae_albufeira
Toondoo tutorial be ae_albufeira
 
Oficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeira
Oficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeiraOficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeira
Oficinadeformaodebandadesenhada a ealbufeira
 
Marcadores livros mês be ae albufeira
Marcadores livros mês be ae albufeiraMarcadores livros mês be ae albufeira
Marcadores livros mês be ae albufeira
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústria
 
Dia mundial sem tabaco
Dia mundial sem tabacoDia mundial sem tabaco
Dia mundial sem tabaco
 
O Novo Acordo ortográfico + dicionario term
O Novo Acordo ortográfico + dicionario termO Novo Acordo ortográfico + dicionario term
O Novo Acordo ortográfico + dicionario term
 
Dia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca Algoz
Dia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca AlgozDia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca Algoz
Dia livro infantil - 2 de Abril - Biblioteca Algoz
 
Babuska - Dia de Reis
Babuska - Dia de ReisBabuska - Dia de Reis
Babuska - Dia de Reis
 
Oficina de formação de banda desenhada
Oficina de formação de banda desenhadaOficina de formação de banda desenhada
Oficina de formação de banda desenhada
 
Regulamento marcadores Biblioteca Algoz
Regulamento marcadores Biblioteca AlgozRegulamento marcadores Biblioteca Algoz
Regulamento marcadores Biblioteca Algoz
 
Programa de literacia da informação articulação turmas_5ºanoo
Programa de literacia da informação articulação turmas_5ºanooPrograma de literacia da informação articulação turmas_5ºanoo
Programa de literacia da informação articulação turmas_5ºanoo
 

Último

Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
João de Paula Ribeiro Neto
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 

Último (6)

Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 

Relevo

  • 2. A altitude Distância, em metros, medida na vertical, entre o nível médio das águas do mar e um dado lugar: Altitude positiva – acima do nível médio das águas do mar; Altitude negativa – abaixo do nível médio das águas do mar.
  • 3. O RELEVO O relevo continental oferece muitos contrastes: a Ásia possui o mais alto pico do mundo, o Evereste, com 8852 metros (altitude positiva, e a maior depressão (altitude negativa) ocupada pelo Mar Morto, com 392 metros. A maior profundidade é na fossa das Marianas, com 11033 metros.
  • 4. As Principais Formas de Relevo 1. MONTANHAS – apresentam grandes desníveis, com vales profundos e picos muito altos, e altitudes geralmente superiores a 1000 metros. Alpes, localizados na Europa Ocidental
  • 5. 2. Planaltos De forma aplanada e com altitudes superiores a 200 metros, são antigas montanhas que, ao longo dos tempos foram desgastadas pela erosão. Planalto Central das Beiras
  • 6. 3. Colinas Elevações de altitude geralmente inferior a 400 metros, de formas arredondadas e fraco declive – vertentes com inclinação pouco acentuada. Colinas no Québec - Canadá
  • 7. 4. Vales Espaços entre duas áreas elevadas. As vertentes podem ser mais ou menos inclinadas ou abruptas. São, por vezes, atravessados por cursos de água. Vale do Douro
  • 8. 5. Planícies De forma plana e altitudes inferiores a 200 metros: umas resultaram da acção da erosão, outras da deposição de sedimentos transportados pelos rios – planícies aluviais. peneplanície alentejana
  • 9. OUTRAS FORMAS DE RELEVO Onde a Terra encontra o Mar
  • 10. Formas de costa marítima ARRIBA – costa alta e escarpada, onde a linha de costa se insere num relevo alto e as formações rochosas são mais resistentes. PRAIA – costa baixa e arenosa, onde a linha de costa se insere num relevo baixo ou as formações rochosas são menos resistentes.
  • 11. Outras formas de relevo na linha de costa CABOS – promontório ou penhasco que se projecta para o mar. DUNAS – relevo totalmente constituído por acção do vento que pode migrar continuamente na direcção dos ventos dominantes ou permanecer fixa por acção da vegetação.
  • 12. BAÍAS – reentrâncias das costas marítimas e lacustres, geralmente entre dois cabos, semicircular ou em forma de um crescente, de dimensão menor que um golfo. GOLFOS – grande reentrância da costa de um continente ou ilha grande, geralmente semicircular ou de abertura larga. Baía em Maurícius Golfo do México
  • 13. RIAS – enseadas compridas e estreitas na costa marítima, provocada ou pela levantamento da Terra ou pelo levantamento do nível do mar. ILHAS – massa de terra de dimensões menores que as de um continente, totalmente rodeada de água.
  • 14. ESTUÁRIOS – parte terminal ou foz de um rio onde o efeito das correntes e marés se faz sentir. Único canal limitado por margens. DELTAS – forma de acumulação fluvial junto à foz dos rios que ocorre quando a velocidade de deposição dos sedimentos é superior à velocidade de erosão das correntes e marés. Tem em geral forma de leque. Delta do Nilo visto do espaço
  • 15. TÔMBOLO – língua de areia ou calhaus que liga uma ilha a terra firme. FIORDE – recorte costeiro estreito e profundo, de margens alcantiladas e sinuosas, derivado de um antigo vale escavado e aprofundado por glaciares e invadido posteriormente pelas águas do mar. Vista de um fiorde norueguês Vista aérea de um tômbolo
  • 16. OUTRAS FORMAS DE RELEVO Rios e Riachos: Agentes erosivos
  • 17. Rios e afluentes: uma rede organizada… Bacias hidrográficas- área drenada por uma rede hidrográfica. Rede hidrográfica – conjunto formado pelo rio principal e os seus tributários (afluentes e subafluentes).
  • 18. Tipos de vales Vale em V ou garganta – vale encaixado, estreito e profundo, em forma de V, junto à nascente. Vale aberto – vale profundo em V aberto, onde o relevo é menos acidentado e a velocidade das águas diminui – curso médio do rio. Vale em caleira aluvial – pouco profundo, em regiões mais planas, o rio diminui a sua velocidade e acumula mais detritos.
  • 19. O relevo do mundo – planisfério físico
  • 20. Relevo dos Continentes Himalaias - Monte Evereste: pico mais alto dos Himalaias e o mais elevado do mundo, com 8848 metros de altitude. Planícies do Ganges, do Huang-Ho e Iansequião (6380 km de extensão) 1. ÁSIA Planície do Ganges – suas margens
  • 21. 2. América do Sul Cordilheira dos Andes – Aconcágua é o pico mais elevado com 6959 m de altitude. Maior planície – bacia do rio Amazonas, com 6440 km de extensão.
  • 22. 3. América do Norte Montanhas Rochosas – maior pico: Monte Logan – 6050 m Monte McKinley – 6194 m Planície do Mississipi-Missouri, com 6019 km de extensão
  • 23. 4. África Quilimanjaro, na Tanzânia, com 5895 m de altitude Planícies do Baixo Nilo, no rio Nilo, que tem 6695 km
  • 24. 5. Europa Cordilheira do Cáucaso – monte Elbrus: 5 648 m Alpes – Monte Branco 4808 metros de altitude Planície europeia: percorrida por numerosos rios, o maior é o Rio Volga – 3 688 km
  • 25. 6. Oceânia Alpes Meridionais da Ilha do Sul (Nova Zelândia) – Monte CooK: 3764 metros altitude; Na Grande Bacia Artesiana fica o sistema fluvial Murray-Darling tem 2570 km de extensão.
  • 26. FIM Cordilheira dos Andes – América do Sul