SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
P1 de História 2º bimestre - 2011
Aluno(a):                                                                       Prof: Osiel Lima
Ensino Médio           Série: 2ª      Turma: A/B        Turno: Matutino         Data:   /05/2011



Observações:

* As questões de 1 a 12 valem 0,5 pontos.
* As questões 13 e 14 valem 1,5 pontos.
* A questão 15 vale 1,0 ponto.
_________________________________________________________________________________________

1 - Sobre as Revoluções Burguesas, são feitas as seguintes afirmações:

I. Consolidam o liberalismo e marcam mudanças nas estruturas econômicas, políticas e sociais de suas
respectivas sociedades.
II. Têm como base a defesa do Antigo Regime e iniciam a transição do feudalismo para o capitalismo.
III. Seus exemplos mais expressivos são: Revolução Inglesa (1644), Revolução Americana (1776) e Revolução
Francesa (1789).


Assinale o correto.

a) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras.
b) Apenas as afirmações I e III são falsas.
c) Apenas as afirmações II e III são falsas.
d) Apenas as afirmações I e III são verdadeiras.


2 - A Revolução Francesa representou uma ruptura da ordem política (o Antigo Regime) e sua proposta social
desencadeou

a) a concentração do poder nas mãos da burguesia, que passou a zelar pelo bem-estar das novas ordens sociais.
b) a formação de uma sociedade fundada nas concepções de direitos dos homens, segundo as quais todos
nascem iguais e sem distinção perante a lei.
c) a formação de uma sociedade igualitária regida pelas comunas, organizadas a partir do campo e das periferias
urbanas.
d) convulsões sociais, que culminaram com as guerras napoleônicas e com a conquista das Américas.
e) o surgimento da soberania popular, com eleição de representantes de todos segmentos sociais.




"Que é Terceiro Estado? Tudo. Que tem sido até agora na ordem política? Nada. Que deseja? Vir a ser alguma
coisa".
(Sieyes, E. J. "Qu'est-ce que le Tiers Etat?" In: História Contemporânea através de textos. São Paulo: Contexto,
2001. p. 19).
3 - Sobre o contexto histórico da Revolução Francesa:


I) A sociedade francesa até 1789 estava dividida em três ordens ou estados: o primeiro estado formado pela
nobreza; o segundo estado pelo clero e o terceiro estado pela burguesia.
II) O primeiro e o segundo estado é que tinham os poderes e os privilégios, o terceiro estado é que arcava com
todas as despesas da administração francesa pré-revolução.
III) O movimento iluminista ajudou a atacar a ordem social até então vigente na França.
IV) A primeira fase da Revolução Francesa é chamada de Assembléia Nacional, fase na qual foram abolidos os
privilégios do clero e elaborada a primeira Constituição da França.
V) O governo da Convenção Nacional consolidou a volta da alta burguesia ao poder político francês.


Estão INCORRETAS as alternativas:
a) II e IV.                 d) II e V.
b) IV e V.                  e) I e V.
c) III e IV.




4 - O início da Revolução Francesa tem como marco simbólico:
a) a Queda da Bastilha, em 14 de julho de 1789
b) a instalação da Assembléia dos Estados Gerais, em maio de 1789
c) a "Noite do Grande Medo"
d) a aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, em agosto de 1789
e) a execução do rei Luís XVI, em 1793


5 - Após a Revolução de 1789, a França viveu um período de grande instabilidade, marcado pelo radicalismo e
pela constante ameaça externa. Assinale a alternativa correta em relação a esse período.


a) Com a queda da Bastilha, símbolo do autoritarismo real, os deputados da Assembléia Constituinte,
aproveitando o momento político, proclamaram a República, pondo um termo final ao Antigo Regime.
b) Em meio ao caos provocado pela fuga do Rei e pela derrocada da Monarquia, iniciou-se, em Paris, a criação
de uma sociedade baseada nos ideais socialistas, a Comuna de Paris.
c) O período conhecido como o Grande Terror foi protagonizado pelo jacobino Robespierre, que
posteriormente foi derrubado por Napoleão, um general que se destacara por sua trajetória vitoriosa.
d) O golpe de 18 Brumário representou a queda do Diretório, regime que se pretendia representante dos
interesses burgueses, mas que era inepto a governar.
e) Durante um curto período de tempo, após a queda de Bastilha, a França vivenciou uma Monarquia
Constitucional, mas, na prática, o Rei ainda mantinha a mesma autoridade de antes.
A "Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão", de 1789, foi elaborada no contexto do movimento
revolucionário francês. Ela é considerada um documento que estabelece importantes princípios relativos ao
moderno conceito de cidadania.


6 - Acerca dos princípios da Declaração podemos afirmar que:


I) estabeleceu a igualdade de todos os homens perante a lei e o combate às hierarquias e aos privilégios.
II) garantiu a universalização do acesso à educação, à saúde e à moradia para todos os cidadãos.
III) estabeleceu o voto universal de homens e mulheres.
IV) afirmou o princípio da liberdade como um dos principais direitos do homem.


Assinale:
a) Se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas;
b) Se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas;
c) Se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas;
d) Se apenas as afirmativas I e IV estiverem corretas;
e) Se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.




7 - Relativamente à expansão napoleônica (1805-1815), pode-se afirmar que acarretou mudança no quadro
político europeu, tais como:


a) difusão do ideal revolucionário liberal, ampliação temporária do raio de influência francesa e fortalecimento
do ideário nacionalista nos países dominados.
b) isolamento diplomático da nação inglesa, radicação definitiva do republicanismo no continente e
estabelecimento do equilíbrio geopolítico entre os países atingidos.
c) desestabilização das monarquias absolutistas, estímulo para o desenvolvimento industrial nas colônias
espanholas e implantação do belicismo entre as nações.
d) desenvolvimento do cosmopolitismo entre os povos do império francês, incrementação da economia nos
países ibéricos e contenção das lutas sociais.
e) difusão do militarismo como forma de controle político, abertura definitiva do mercado mundial para os
franceses, estímulo decisivo para as lutas anti-colonialistas.
"Milhares de séculos decorrerão antes que as circunstâncias acumuladas sobre a minha cabeça vão encontrar
um outro na multidão para reproduzir o mesmo espetáculo."
                                                               (Napoleão Bonaparte)


8 - Sobre o período napoleônico (1799-1815), podemos afirmar que:


a) consolidou a revolução burguesa na França através da contenção dos monarquistas e jacobinos.
b) manteve as perseguições religiosas e o confisco das propriedades eclesiásticas iniciadas durante a Revolução
Francesa.
c) enfrentou a oposição do exército e dos camponeses ao se fazer coroar imperador dos franceses.
d) favoreceu a aliança militar e econômica com a Inglaterra, visando à expansão de mercados.
e) anulou diversas conquistas do período revolucionário, tais como a igualdade entre os indivíduos e o direito
de propriedade.




Leia os dois textos seguintes.


"No Ocidente Medieval, a unidade de trabalho é o dia [...] definido pela referência mutável ao tempo natural, do
levantar ao pôr-do-sol. [...] O tempo do trabalho é o tempo de uma economia ainda dominada pelos ritmos
agrários, sem pressas, sem preocupações de exatidão, sem inquietações de produtividade".
                                 (Jacques Le Goff. "O tempo de trabalho na 'crise' do século XIV".)


"Na verdade não havia horas regulares: patrões e administradores faziam conosco o que queriam. Normalmente
os relógios das fábricas eram adiantados pela manhã e atrasados à tarde e em lugar de serem instrumentos de
medida do tempo eram utilizados para o engano e a opressão".
                                 (Anônimo. "Capítulos na vida de um menino operário de Dundee", 1887.)


9 - Entre as razões para as diferentes organizações do tempo do trabalho, pode-se citar:
a) a predominância no campo de uma relação próxima entre empregadores e assalariados, uma vez que as
atividades agrárias eram regidas pelos ritmos da natureza.
b) o impacto do aparecimento dos relógios mecânicos, que permitiram racionalizar o dia de trabalho, que passa
a ser calculado em horas no campo e na cidade.
c) as mudanças trazidas pela organização industrial da produção, que originou uma nova disciplina e percepção
do tempo, regida pela lógica da produtividade.
d) o conflito entre a Igreja Católica, que condenava os lucros obtidos a partir da exploração do trabalhador, e os
industriais, que aumentavam as jornadas.
e) a luta entre a nobreza, que defendia os direitos dos camponeses sobre as terras, e a burguesia, que defendia o
êxodo rural e a industrialização.
A transição do sistema de produção doméstico para o fabril foi característico do processo histórico conhecido
como Revolução Industrial. Ele se deu, primeiramente, na Inglaterra, durante a segunda metade do século
XVIII, e foi marcado por uma série de transformações econômicas, sociais, culturais, técnicas e tecnológicas.


Entre essas transformações, destacam-se:


I. o aumento da produção de bens de consumo, especialmente têxteis, devido à substituição da energia humana
e hidráulica pela energia a vapor e à invenção do tear mecânico e da máquina de fiar.
II. a diminuição da divisão social do trabalho e o surgimento de uma nova concepção de tempo, associada à
regularidade do padrão de trabalho doméstico.
III. o desenvolvimento do sistema de produção doméstico, devido ao desemprego e ao aumento do controle dos
trabalhadores sobre os resultados do seu trabalho.
IV. a aceleração do processo de urbanização e o aumento do poderio naval britânico, contribuindo para a
conquista de novos mercados em outras regiões do mundo.
V. a expropriação dos trabalhadores de seus meios de produção e a divisão das terras comunais, o que
beneficiou principalmente os grandes proprietários rurais.


10 - Está CORRETO o que é dito apenas em:
a) I, III e IV.                     d) II, III e V.
b) I, II e III.                     e) II, IV e V.
c) I, IV e V.




Livre-se desta indiferença estúpida, sonolenta e preguiçosa (...). Em que caminho da vida pode estar um homem
que não se sinta estimulado ao ver a máquina a vapor de Watt?
Arthur Young. Viagens na Inglaterra e no País de Gales.
                     (Apud HOBSBAWM, Eric J. A era das revoluções. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.)


11 - Apesar do otimismo do autor do texto acima, o processo da Revolução Industrial, que se iniciou por volta
da década de 1760, na Inglaterra, promoveu uma série de transformações na sociedade inglesa, tais como:


a) mudança no significado da palavra trabalho, passando a expressar dor e desprestígio social
b) ampliação da divisão do trabalho, buscando maior produtividade e controle sobre os operários
c) declínio das atividades agrícolas, provocando arrendamento das propriedades rurais e desvalorização da terra
d) aumento das exigências tecnológicas, levando à capitalização empresarial e ao abandono das técnicas
artesanais
Apesar de alguns de seus aspectos fundamentais terem surgido anteriormente, a Revolução Industrial
desenvolve-se, principalmente, no século XIX. Na Inglaterra e também no nordeste dos Estados Unidos, na
futura Alemanha e na França, as atividades econômicas mudam.


12 - Assinale a alternativa que contém o aspecto da atividade econômica da Revolução Industrial ao qual
correspondem as seguintes características: fabricação em série, fabricação a custo menor e fabricação em
grande quantidade.


a) Desenvolvimento do comércio.                      d) Desenvolvimento do transporte.
b) Crescimento da produção manufatureira.            e) Importação dos produtos manufaturados das colônias
c) Exploração dos recursos naturais.




Sobre a "Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão", de 1789, o historiador inglês Eric Hobsbawm
escreveu:


"Este documento é um manifesto contra a sociedade hierárquica de privilégios nobres, mas não um manifesto a
favor de uma sociedade democrática e igualitária."
                                            (Eric Hobsbawm, A ERA DAS REVOULUÇÕES)




13 - Utilizando-se de seus conhecimentos sobre a Revolução Francesa, explique a afirmação do autor.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
"A Revolução Inglesa estimulou o desenvolvimento do capitalismo na Inglaterra. O Parlamento adotou diversas
medidas favoráveis aos negócios da burguesia. No final do século XVIII, a Inglaterra foi o primeiro país do
mundo a instalar fábricas que utilizavam máquinas a vapor. Começava, então, a Revolução Industrial".


                           (Schmidt, Mário. "Nova História Crítica". São Paulo: Nova Geração, 2002).


14 - Analise o texto, destacando os principais fatores (dois) que contribuíram para a Revolução Industrial.
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________




15 - Na segunda etapa da Revolução Industrial, iniciada por volta de 1860, caracterizou-se um(a):
a) fortalecimento das corporações de mercadores.
b) aumento da utilização da mão-de-obra servil.
c) supremacia do capitalismo financeiro.
d) intensificação das trocas comerciais através das feiras.
e) predominância do sistema familiar de produção.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ana Barreiros
 
Atividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial IIIAtividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial III
Doug Caesar
 
Atividades indianos
Atividades indianosAtividades indianos
Atividades indianos
Doug Caesar
 
Teste 25 de abril
Teste 25 de abrilTeste 25 de abril
Teste 25 de abril
Ana Pereira
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Linda Pereira
 
Ficha da 2ªguerra Mundial - 9º ano
Ficha da 2ªguerra Mundial - 9º anoFicha da 2ªguerra Mundial - 9º ano
Ficha da 2ªguerra Mundial - 9º ano
marcelinaregente
 

Mais procurados (20)

Crise do feudalismo atividade.
Crise do feudalismo atividade.Crise do feudalismo atividade.
Crise do feudalismo atividade.
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
 
Atividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial IIIAtividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial III
 
Teste estado novo 25 abril
Teste estado novo 25 abrilTeste estado novo 25 abril
Teste estado novo 25 abril
 
Hegemonia Europeia
Hegemonia EuropeiaHegemonia Europeia
Hegemonia Europeia
 
Avaliação de Hist. - I e II Guerra Mundial
Avaliação de Hist. - I e II Guerra MundialAvaliação de Hist. - I e II Guerra Mundial
Avaliação de Hist. - I e II Guerra Mundial
 
Revolução industrial cruzadinha
Revolução industrial cruzadinhaRevolução industrial cruzadinha
Revolução industrial cruzadinha
 
Atividades indianos
Atividades indianosAtividades indianos
Atividades indianos
 
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O  humanismo e o renascimentoCruzadinha de História - O  humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
 
Cruzadinha crise de 1929 ok
Cruzadinha crise de 1929 okCruzadinha crise de 1929 ok
Cruzadinha crise de 1929 ok
 
Caça palavras de História - A vida cultural do povo medieval
Caça palavras  de História -   A  vida cultural do povo  medievalCaça palavras  de História -   A  vida cultural do povo  medieval
Caça palavras de História - A vida cultural do povo medieval
 
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesaPalavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
 
Teste 25 de abril
Teste 25 de abrilTeste 25 de abril
Teste 25 de abril
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
 
Independência dos Estados Unidos - Texto e atividade
Independência dos Estados Unidos  -  Texto e atividade Independência dos Estados Unidos  -  Texto e atividade
Independência dos Estados Unidos - Texto e atividade
 
49726117 teste3-9º
49726117 teste3-9º49726117 teste3-9º
49726117 teste3-9º
 
Atividade-História-9º-ano.doc
Atividade-História-9º-ano.docAtividade-História-9º-ano.doc
Atividade-História-9º-ano.doc
 
Atividades Revolução Francesa
Atividades   Revolução FrancesaAtividades   Revolução Francesa
Atividades Revolução Francesa
 
Teste de História 8º ano- Porto Editora
Teste de História 8º ano- Porto EditoraTeste de História 8º ano- Porto Editora
Teste de História 8º ano- Porto Editora
 
Ficha da 2ªguerra Mundial - 9º ano
Ficha da 2ªguerra Mundial - 9º anoFicha da 2ªguerra Mundial - 9º ano
Ficha da 2ªguerra Mundial - 9º ano
 

Semelhante a Exercícios - história

historia_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdf
historia_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdfhistoria_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdf
historia_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdf
RAFAELASCARI1
 
Exercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docx
Exercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docxExercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docx
Exercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docx
RAFAELASCARI1
 
Grab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - prontaGrab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - pronta
cesec
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
gueste79b40
 

Semelhante a Exercícios - história (20)

historia_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdf
historia_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdfhistoria_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdf
historia_exercicios_idade_contemporanea_revolucao_francesa.pdf
 
Exercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docx
Exercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docxExercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docx
Exercício Revolucao Francesa e Era Napoleânica.docx
 
Questoes rev francesa
Questoes rev francesaQuestoes rev francesa
Questoes rev francesa
 
atividades para 2 ano IV bimestre 3.docx
atividades para 2 ano IV bimestre 3.docxatividades para 2 ano IV bimestre 3.docx
atividades para 2 ano IV bimestre 3.docx
 
Prova oitavo ano
Prova oitavo anoProva oitavo ano
Prova oitavo ano
 
Live int 07mai
Live int 07maiLive int 07mai
Live int 07mai
 
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptxAula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
 
Grab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - prontaGrab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - pronta
 
Unidade 6 revoluções e estados_liberais_e_conservadores
Unidade 6 revoluções e estados_liberais_e_conservadoresUnidade 6 revoluções e estados_liberais_e_conservadores
Unidade 6 revoluções e estados_liberais_e_conservadores
 
Caderno do Aluno História 2 ano vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 2 ano vol 2 2014-2017Caderno do Aluno História 2 ano vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 2 ano vol 2 2014-2017
 
Revolução Francesa - Slide para o Ensino médio
Revolução Francesa - Slide para o Ensino médioRevolução Francesa - Slide para o Ensino médio
Revolução Francesa - Slide para o Ensino médio
 
Aula 5 - 8º HIS - Revolução Francesa e seus desdobramentos Declaração Univers...
Aula 5 - 8º HIS - Revolução Francesa e seus desdobramentos Declaração Univers...Aula 5 - 8º HIS - Revolução Francesa e seus desdobramentos Declaração Univers...
Aula 5 - 8º HIS - Revolução Francesa e seus desdobramentos Declaração Univers...
 
Revolução francesa - Prof. Elvis John
Revolução francesa - Prof. Elvis JohnRevolução francesa - Prof. Elvis John
Revolução francesa - Prof. Elvis John
 
Ale
AleAle
Ale
 
2.5 -1 Prova com Gabarito
2.5 -1 Prova com Gabarito2.5 -1 Prova com Gabarito
2.5 -1 Prova com Gabarito
 
RevoluçãO Francesa Power Point
RevoluçãO Francesa Power PointRevoluçãO Francesa Power Point
RevoluçãO Francesa Power Point
 
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
 
Quiz Revolução Francesa, Vinda da Família Real e Revolução Pernambucana 1817
Quiz Revolução Francesa, Vinda da Família Real e Revolução Pernambucana 1817Quiz Revolução Francesa, Vinda da Família Real e Revolução Pernambucana 1817
Quiz Revolução Francesa, Vinda da Família Real e Revolução Pernambucana 1817
 
Revolução francesa.pptx
Revolução francesa.pptxRevolução francesa.pptx
Revolução francesa.pptx
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 

Mais de Isabella Silva

Hist ria e_termodin_mica
Hist ria e_termodin_micaHist ria e_termodin_mica
Hist ria e_termodin_mica
Isabella Silva
 
Lista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestre
Lista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestreLista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestre
Lista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestre
Isabella Silva
 
Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_
Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_
Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_
Isabella Silva
 
Movimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_sv
Movimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_svMovimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_sv
Movimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_sv
Isabella Silva
 
Impressionismo pré pas
Impressionismo pré  pasImpressionismo pré  pas
Impressionismo pré pas
Isabella Silva
 
Revisão prova parcial de cenicas 3 º trimestre
Revisão prova parcial de cenicas 3 º trimestreRevisão prova parcial de cenicas 3 º trimestre
Revisão prova parcial de cenicas 3 º trimestre
Isabella Silva
 

Mais de Isabella Silva (20)

Hist ria e_termodin_mica
Hist ria e_termodin_micaHist ria e_termodin_mica
Hist ria e_termodin_mica
 
Termodin mica (1)
Termodin mica (1)Termodin mica (1)
Termodin mica (1)
 
Lista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestre
Lista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestreLista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestre
Lista de exerc_cios_ondas_harm_nicas_f_sica_i_fabio_jorge_2_ano_3_trimestre
 
Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_
Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_
Atividade de 2_ano_3_trimestre_professores_diversos_
 
Efeito doppler sv
Efeito doppler svEfeito doppler sv
Efeito doppler sv
 
Movimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_sv
Movimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_svMovimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_sv
Movimento harmonico f_sica_i_2_ano_fabio_jorge_sv
 
Inglês
InglêsInglês
Inglês
 
Inglês
InglêsInglês
Inglês
 
Impressionismo pré pas
Impressionismo pré  pasImpressionismo pré  pas
Impressionismo pré pas
 
Impressionismo 01
Impressionismo   01Impressionismo   01
Impressionismo 01
 
Fotografia atualizada
Fotografia atualizadaFotografia atualizada
Fotografia atualizada
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Revisão de visuais
Revisão de visuaisRevisão de visuais
Revisão de visuais
 
Revisão prova parcial de cenicas 3 º trimestre
Revisão prova parcial de cenicas 3 º trimestreRevisão prova parcial de cenicas 3 º trimestre
Revisão prova parcial de cenicas 3 º trimestre
 
Digitalizar0012
Digitalizar0012Digitalizar0012
Digitalizar0012
 
Adverbios
AdverbiosAdverbios
Adverbios
 
Revisão coordenadas
Revisão coordenadasRevisão coordenadas
Revisão coordenadas
 
Prova de literatura
Prova de literaturaProva de literatura
Prova de literatura
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Parcial biologia
Parcial   biologiaParcial   biologia
Parcial biologia
 

Exercícios - história

  • 1. P1 de História 2º bimestre - 2011 Aluno(a): Prof: Osiel Lima Ensino Médio Série: 2ª Turma: A/B Turno: Matutino Data: /05/2011 Observações: * As questões de 1 a 12 valem 0,5 pontos. * As questões 13 e 14 valem 1,5 pontos. * A questão 15 vale 1,0 ponto. _________________________________________________________________________________________ 1 - Sobre as Revoluções Burguesas, são feitas as seguintes afirmações: I. Consolidam o liberalismo e marcam mudanças nas estruturas econômicas, políticas e sociais de suas respectivas sociedades. II. Têm como base a defesa do Antigo Regime e iniciam a transição do feudalismo para o capitalismo. III. Seus exemplos mais expressivos são: Revolução Inglesa (1644), Revolução Americana (1776) e Revolução Francesa (1789). Assinale o correto. a) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras. b) Apenas as afirmações I e III são falsas. c) Apenas as afirmações II e III são falsas. d) Apenas as afirmações I e III são verdadeiras. 2 - A Revolução Francesa representou uma ruptura da ordem política (o Antigo Regime) e sua proposta social desencadeou a) a concentração do poder nas mãos da burguesia, que passou a zelar pelo bem-estar das novas ordens sociais. b) a formação de uma sociedade fundada nas concepções de direitos dos homens, segundo as quais todos nascem iguais e sem distinção perante a lei. c) a formação de uma sociedade igualitária regida pelas comunas, organizadas a partir do campo e das periferias urbanas. d) convulsões sociais, que culminaram com as guerras napoleônicas e com a conquista das Américas. e) o surgimento da soberania popular, com eleição de representantes de todos segmentos sociais. "Que é Terceiro Estado? Tudo. Que tem sido até agora na ordem política? Nada. Que deseja? Vir a ser alguma coisa". (Sieyes, E. J. "Qu'est-ce que le Tiers Etat?" In: História Contemporânea através de textos. São Paulo: Contexto, 2001. p. 19).
  • 2. 3 - Sobre o contexto histórico da Revolução Francesa: I) A sociedade francesa até 1789 estava dividida em três ordens ou estados: o primeiro estado formado pela nobreza; o segundo estado pelo clero e o terceiro estado pela burguesia. II) O primeiro e o segundo estado é que tinham os poderes e os privilégios, o terceiro estado é que arcava com todas as despesas da administração francesa pré-revolução. III) O movimento iluminista ajudou a atacar a ordem social até então vigente na França. IV) A primeira fase da Revolução Francesa é chamada de Assembléia Nacional, fase na qual foram abolidos os privilégios do clero e elaborada a primeira Constituição da França. V) O governo da Convenção Nacional consolidou a volta da alta burguesia ao poder político francês. Estão INCORRETAS as alternativas: a) II e IV. d) II e V. b) IV e V. e) I e V. c) III e IV. 4 - O início da Revolução Francesa tem como marco simbólico: a) a Queda da Bastilha, em 14 de julho de 1789 b) a instalação da Assembléia dos Estados Gerais, em maio de 1789 c) a "Noite do Grande Medo" d) a aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, em agosto de 1789 e) a execução do rei Luís XVI, em 1793 5 - Após a Revolução de 1789, a França viveu um período de grande instabilidade, marcado pelo radicalismo e pela constante ameaça externa. Assinale a alternativa correta em relação a esse período. a) Com a queda da Bastilha, símbolo do autoritarismo real, os deputados da Assembléia Constituinte, aproveitando o momento político, proclamaram a República, pondo um termo final ao Antigo Regime. b) Em meio ao caos provocado pela fuga do Rei e pela derrocada da Monarquia, iniciou-se, em Paris, a criação de uma sociedade baseada nos ideais socialistas, a Comuna de Paris. c) O período conhecido como o Grande Terror foi protagonizado pelo jacobino Robespierre, que posteriormente foi derrubado por Napoleão, um general que se destacara por sua trajetória vitoriosa. d) O golpe de 18 Brumário representou a queda do Diretório, regime que se pretendia representante dos interesses burgueses, mas que era inepto a governar. e) Durante um curto período de tempo, após a queda de Bastilha, a França vivenciou uma Monarquia Constitucional, mas, na prática, o Rei ainda mantinha a mesma autoridade de antes.
  • 3. A "Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão", de 1789, foi elaborada no contexto do movimento revolucionário francês. Ela é considerada um documento que estabelece importantes princípios relativos ao moderno conceito de cidadania. 6 - Acerca dos princípios da Declaração podemos afirmar que: I) estabeleceu a igualdade de todos os homens perante a lei e o combate às hierarquias e aos privilégios. II) garantiu a universalização do acesso à educação, à saúde e à moradia para todos os cidadãos. III) estabeleceu o voto universal de homens e mulheres. IV) afirmou o princípio da liberdade como um dos principais direitos do homem. Assinale: a) Se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas; b) Se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas; c) Se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas; d) Se apenas as afirmativas I e IV estiverem corretas; e) Se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas. 7 - Relativamente à expansão napoleônica (1805-1815), pode-se afirmar que acarretou mudança no quadro político europeu, tais como: a) difusão do ideal revolucionário liberal, ampliação temporária do raio de influência francesa e fortalecimento do ideário nacionalista nos países dominados. b) isolamento diplomático da nação inglesa, radicação definitiva do republicanismo no continente e estabelecimento do equilíbrio geopolítico entre os países atingidos. c) desestabilização das monarquias absolutistas, estímulo para o desenvolvimento industrial nas colônias espanholas e implantação do belicismo entre as nações. d) desenvolvimento do cosmopolitismo entre os povos do império francês, incrementação da economia nos países ibéricos e contenção das lutas sociais. e) difusão do militarismo como forma de controle político, abertura definitiva do mercado mundial para os franceses, estímulo decisivo para as lutas anti-colonialistas.
  • 4. "Milhares de séculos decorrerão antes que as circunstâncias acumuladas sobre a minha cabeça vão encontrar um outro na multidão para reproduzir o mesmo espetáculo." (Napoleão Bonaparte) 8 - Sobre o período napoleônico (1799-1815), podemos afirmar que: a) consolidou a revolução burguesa na França através da contenção dos monarquistas e jacobinos. b) manteve as perseguições religiosas e o confisco das propriedades eclesiásticas iniciadas durante a Revolução Francesa. c) enfrentou a oposição do exército e dos camponeses ao se fazer coroar imperador dos franceses. d) favoreceu a aliança militar e econômica com a Inglaterra, visando à expansão de mercados. e) anulou diversas conquistas do período revolucionário, tais como a igualdade entre os indivíduos e o direito de propriedade. Leia os dois textos seguintes. "No Ocidente Medieval, a unidade de trabalho é o dia [...] definido pela referência mutável ao tempo natural, do levantar ao pôr-do-sol. [...] O tempo do trabalho é o tempo de uma economia ainda dominada pelos ritmos agrários, sem pressas, sem preocupações de exatidão, sem inquietações de produtividade". (Jacques Le Goff. "O tempo de trabalho na 'crise' do século XIV".) "Na verdade não havia horas regulares: patrões e administradores faziam conosco o que queriam. Normalmente os relógios das fábricas eram adiantados pela manhã e atrasados à tarde e em lugar de serem instrumentos de medida do tempo eram utilizados para o engano e a opressão". (Anônimo. "Capítulos na vida de um menino operário de Dundee", 1887.) 9 - Entre as razões para as diferentes organizações do tempo do trabalho, pode-se citar: a) a predominância no campo de uma relação próxima entre empregadores e assalariados, uma vez que as atividades agrárias eram regidas pelos ritmos da natureza. b) o impacto do aparecimento dos relógios mecânicos, que permitiram racionalizar o dia de trabalho, que passa a ser calculado em horas no campo e na cidade. c) as mudanças trazidas pela organização industrial da produção, que originou uma nova disciplina e percepção do tempo, regida pela lógica da produtividade. d) o conflito entre a Igreja Católica, que condenava os lucros obtidos a partir da exploração do trabalhador, e os industriais, que aumentavam as jornadas.
  • 5. e) a luta entre a nobreza, que defendia os direitos dos camponeses sobre as terras, e a burguesia, que defendia o êxodo rural e a industrialização. A transição do sistema de produção doméstico para o fabril foi característico do processo histórico conhecido como Revolução Industrial. Ele se deu, primeiramente, na Inglaterra, durante a segunda metade do século XVIII, e foi marcado por uma série de transformações econômicas, sociais, culturais, técnicas e tecnológicas. Entre essas transformações, destacam-se: I. o aumento da produção de bens de consumo, especialmente têxteis, devido à substituição da energia humana e hidráulica pela energia a vapor e à invenção do tear mecânico e da máquina de fiar. II. a diminuição da divisão social do trabalho e o surgimento de uma nova concepção de tempo, associada à regularidade do padrão de trabalho doméstico. III. o desenvolvimento do sistema de produção doméstico, devido ao desemprego e ao aumento do controle dos trabalhadores sobre os resultados do seu trabalho. IV. a aceleração do processo de urbanização e o aumento do poderio naval britânico, contribuindo para a conquista de novos mercados em outras regiões do mundo. V. a expropriação dos trabalhadores de seus meios de produção e a divisão das terras comunais, o que beneficiou principalmente os grandes proprietários rurais. 10 - Está CORRETO o que é dito apenas em: a) I, III e IV. d) II, III e V. b) I, II e III. e) II, IV e V. c) I, IV e V. Livre-se desta indiferença estúpida, sonolenta e preguiçosa (...). Em que caminho da vida pode estar um homem que não se sinta estimulado ao ver a máquina a vapor de Watt? Arthur Young. Viagens na Inglaterra e no País de Gales. (Apud HOBSBAWM, Eric J. A era das revoluções. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.) 11 - Apesar do otimismo do autor do texto acima, o processo da Revolução Industrial, que se iniciou por volta da década de 1760, na Inglaterra, promoveu uma série de transformações na sociedade inglesa, tais como: a) mudança no significado da palavra trabalho, passando a expressar dor e desprestígio social b) ampliação da divisão do trabalho, buscando maior produtividade e controle sobre os operários c) declínio das atividades agrícolas, provocando arrendamento das propriedades rurais e desvalorização da terra d) aumento das exigências tecnológicas, levando à capitalização empresarial e ao abandono das técnicas artesanais
  • 6. Apesar de alguns de seus aspectos fundamentais terem surgido anteriormente, a Revolução Industrial desenvolve-se, principalmente, no século XIX. Na Inglaterra e também no nordeste dos Estados Unidos, na futura Alemanha e na França, as atividades econômicas mudam. 12 - Assinale a alternativa que contém o aspecto da atividade econômica da Revolução Industrial ao qual correspondem as seguintes características: fabricação em série, fabricação a custo menor e fabricação em grande quantidade. a) Desenvolvimento do comércio. d) Desenvolvimento do transporte. b) Crescimento da produção manufatureira. e) Importação dos produtos manufaturados das colônias c) Exploração dos recursos naturais. Sobre a "Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão", de 1789, o historiador inglês Eric Hobsbawm escreveu: "Este documento é um manifesto contra a sociedade hierárquica de privilégios nobres, mas não um manifesto a favor de uma sociedade democrática e igualitária." (Eric Hobsbawm, A ERA DAS REVOULUÇÕES) 13 - Utilizando-se de seus conhecimentos sobre a Revolução Francesa, explique a afirmação do autor. _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________
  • 7. "A Revolução Inglesa estimulou o desenvolvimento do capitalismo na Inglaterra. O Parlamento adotou diversas medidas favoráveis aos negócios da burguesia. No final do século XVIII, a Inglaterra foi o primeiro país do mundo a instalar fábricas que utilizavam máquinas a vapor. Começava, então, a Revolução Industrial". (Schmidt, Mário. "Nova História Crítica". São Paulo: Nova Geração, 2002). 14 - Analise o texto, destacando os principais fatores (dois) que contribuíram para a Revolução Industrial. _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 15 - Na segunda etapa da Revolução Industrial, iniciada por volta de 1860, caracterizou-se um(a): a) fortalecimento das corporações de mercadores. b) aumento da utilização da mão-de-obra servil. c) supremacia do capitalismo financeiro. d) intensificação das trocas comerciais através das feiras. e) predominância do sistema familiar de produção.