SlideShare uma empresa Scribd logo
Estado Novo Características e Estruturas
Estado Novo Estado Novo  é o nome do regime político autoritário e corporativista de Estado que vigorou em Portugal durante 41 anos sem interrupção, desde 1933, com a aprovação de uma nova Constituição.
Características O culto do Chefe, Salazar (e depois, sem grande êxito, Marcelo Caetano), é representado como um chefe paternal, de falas mansas mas austero, eremita "casado com a Nação", sem as poses bombásticas e militaristas dos seus congéneres Francisco Franco, Mussolini ou Hitler; Salazar é muitas vezes mencionado como o "Ungido de Deus", "Salvador da Pátria" ou "Redentor da Nação
Características O regime apoia-se na propaganda política (fundando o Secretariado de Propaganda Nacional, a SPN) para difundir os bons costumes, a doutrina e a ideologia defendida pelo Estado Novo
Estruturas PIDE : Uma polícia política repressiva (conhecida por PIDE), omnipresente e detentora de grande poder, que reprime de acordo com critérios de selectividade, nunca se responsabilizando por crimes de massas, ao contrário das suas congéneres italiana e especialmente alemã; a PIDE semeia o terror, o medo e o silêncio na sociedade, protegendo o regime da oposição e os opositores eram interrogados, torturados e levados em prisões (ex: Prisão de Peniche e Prisão de Caxias) e campos de concentração (ex: Tarrafal)
Estruturas Mocidade Portuguesa : Apoia-se nas organizações juvenis (Mocidade Portuguesa) para ensinar aos jovens a ideologia defendida pelo regime e ensiná-los a obedecer e a respeitar o "Chefe"
Estruturas Censura : Um serviço de censura prévia às publicações periódicas, emissões de rádio e de televisão, e de fiscalização de publicações não periódicas nacionais e estrangeiras, protegendo permanentemente a doutrina e ideologia do Estado Novo e defendendo a moral e os bons costumes
Estruturas Educação:   O sistema educacional é controlado pelo regime (uma educação nacionalista e ideológica) e centra-se na exaltação dos valores nacionais (ex: o passado histórico, o grande Império Colonial Português, a religião, a tradição, os costumes...), no ensinamento e difusão da ideologia estatal aos jovens; teme as pessoas com correntes políticas diferentes que têm um nível educacional alto
Ideologia Um projecto nacionalista e colonial que pretende manter à sombra da bandeira portuguesa vastos territórios dispersos por vários continentes, "do Minho a Timor", mas rejeitando a ideia da conquista de novos territórios (ao contrário do expansionismo do Eixo) e que é mesmo vítima da política de conquista alheia (caso de Timor) e no qual radica a manutenção de uma longa guerra colonial começada em 1961, uma das causas do desgaste e queda do regime, para proteger os seus territórios.
Ideologia Uma ideologia com forte componente católica, associando-se o regime à Igreja Católica através da Concordata de 1940.
Ideologia Uma forte tutela sobre o movimento sindical, proibindo todos os sindicatos e procurando organizar os operários e os patrões de cada profissão em corporações, organizações controladas pelo Estado que pretendem conciliar harmoniosamente os interesses do operariado e do patronato, prevenindo assim a luta de classes e a agitação social e protegendo os interesses da Nação (objectivo principal do regime)  Vídeo
Resumo Após a aprovação da Constituição de 1933 vigorou em Portugal um regime designado de Estado Novo e comandado por António de Oliveira Salazar. Era um regime onde a liberdade individual era controlada e onde o governo tinha o poder reforçado num modelo autoritário e controlador. O culto do chefe, a propaganda e o reforço do poder do Estado eram características fundamentais deste regime. A PIDE, a Mocidade Portuguesa, a Censura eram estruturas que apoiavam este regime de forma directa e presente. O Estado Novo era um regime colonialista e promotor da moral católica. Era ainda um regime que controlava as movimentações sociais (sindicatos e partidos) havendo apenas um partido ( a União Nacional).
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
blog-eic
 
4.3. o estado novo
4.3. o estado novo4.3. o estado novo
4.3. o estado novo
Sónia Azevedo
 
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo
Caderno Diário Portugal e o Estado NovoCaderno Diário Portugal e o Estado Novo
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo
Laboratório de História
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
Jorge Almeida
 
Historia tema10-estadonovo intervencionismo
Historia tema10-estadonovo intervencionismoHistoria tema10-estadonovo intervencionismo
Historia tema10-estadonovo intervencionismo
Ana Cristina F
 
O estado novo versao simplificada
O estado novo versao simplificadaO estado novo versao simplificada
O estado novo versao simplificada
Maria da Graça A. M. Ventura
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
martamariafonseca
 
Estado novo ana machado
Estado novo  ana machadoEstado novo  ana machado
Estado novo ana machado
AnaRquel
 
Portugal Estado Novo
Portugal   Estado NovoPortugal   Estado Novo
Portugal Estado Novo
Carlos Vieira
 
1335289995 1 -estado_novo
1335289995 1 -estado_novo1335289995 1 -estado_novo
1335289995 1 -estado_novo
Pelo Siro
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
Rui Neto
 
O Estado novo
O Estado novoO Estado novo
O Estado novo
carol slides
 
O estado novo
O estado novoO estado novo
O estado novo
Tocestudar
 
Ditadura Salazarista
Ditadura SalazaristaDitadura Salazarista
Ditadura Salazarista
Luciano André
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
Jorge Almeida
 
Salazar e o estado novo - Resumo - 9ºano
Salazar e o estado novo - Resumo - 9ºanoSalazar e o estado novo - Resumo - 9ºano
Salazar e o estado novo - Resumo - 9ºano
HizqeelMajoka
 
Apresentação O Estado Novo
Apresentação O Estado NovoApresentação O Estado Novo
Apresentação O Estado Novo
Laboratório de História
 
Estado Novo I
Estado Novo IEstado Novo I
Estado Novo I
omeunome07
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
cattonia
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
Nigina Ahrorova
 

Mais procurados (20)

Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
 
4.3. o estado novo
4.3. o estado novo4.3. o estado novo
4.3. o estado novo
 
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo
Caderno Diário Portugal e o Estado NovoCaderno Diário Portugal e o Estado Novo
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
 
Historia tema10-estadonovo intervencionismo
Historia tema10-estadonovo intervencionismoHistoria tema10-estadonovo intervencionismo
Historia tema10-estadonovo intervencionismo
 
O estado novo versao simplificada
O estado novo versao simplificadaO estado novo versao simplificada
O estado novo versao simplificada
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
 
Estado novo ana machado
Estado novo  ana machadoEstado novo  ana machado
Estado novo ana machado
 
Portugal Estado Novo
Portugal   Estado NovoPortugal   Estado Novo
Portugal Estado Novo
 
1335289995 1 -estado_novo
1335289995 1 -estado_novo1335289995 1 -estado_novo
1335289995 1 -estado_novo
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
 
O Estado novo
O Estado novoO Estado novo
O Estado novo
 
O estado novo
O estado novoO estado novo
O estado novo
 
Ditadura Salazarista
Ditadura SalazaristaDitadura Salazarista
Ditadura Salazarista
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
 
Salazar e o estado novo - Resumo - 9ºano
Salazar e o estado novo - Resumo - 9ºanoSalazar e o estado novo - Resumo - 9ºano
Salazar e o estado novo - Resumo - 9ºano
 
Apresentação O Estado Novo
Apresentação O Estado NovoApresentação O Estado Novo
Apresentação O Estado Novo
 
Estado Novo I
Estado Novo IEstado Novo I
Estado Novo I
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 

Destaque

Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
sylvialuzo
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
Jorge Almeida
 
Estado Novo Resumo
Estado Novo ResumoEstado Novo Resumo
Estado Novo Resumo
Escoladocs
 
Do Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à DemocraciaDo Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à Democracia
Ana Barreiros
 
SALAZARISMO
SALAZARISMOSALAZARISMO
SALAZARISMO
Maria Gomes
 
Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
aprendizes
 
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado NovoDo Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
jdlimaaear
 
Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa
eb23ja
 
Salazar e o Estado- Novo
Salazar e o Estado- NovoSalazar e o Estado- Novo
Salazar e o Estado- Novo
bandeirolas
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
cruchinho
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
Rainha Maga
 

Destaque (11)

Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
 
Estado Novo Resumo
Estado Novo ResumoEstado Novo Resumo
Estado Novo Resumo
 
Do Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à DemocraciaDo Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à Democracia
 
SALAZARISMO
SALAZARISMOSALAZARISMO
SALAZARISMO
 
Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
 
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado NovoDo Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
 
Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa
 
Salazar e o Estado- Novo
Salazar e o Estado- NovoSalazar e o Estado- Novo
Salazar e o Estado- Novo
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
 

Semelhante a Estado novo

Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)
Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)
Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)
7149inesfernandes
 
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415
Laboratório de História
 
Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
Dg Guimarães
 
André carvalho
André carvalhoAndré carvalho
André carvalho
Ana Barreiros
 
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLviaO Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
Tchuca
 
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLviaO Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
Tchuca
 
Aula regimes totalitários
Aula regimes totalitáriosAula regimes totalitários
Aula regimes totalitários
seixasmarianas
 
Ai- A construção da democracia
Ai- A construção da democraciaAi- A construção da democracia
Ai- A construção da democracia
11CPTS
 
totalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Mufford
totalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Muffordtotalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Mufford
totalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Mufford
Diogenes Mufford
 
Políticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de EducaçãoPolíticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de Educação
Cleverson Domingos
 
Ditadura salazarista e estado novo
Ditadura salazarista e estado novo Ditadura salazarista e estado novo
Ditadura salazarista e estado novo
Alexandra Teixeira
 
O iluminismo e despotismo esclarecido
O iluminismo e despotismo esclarecidoO iluminismo e despotismo esclarecido
O iluminismo e despotismo esclarecido
Tarciso Heli Ferreira Júnior
 
01. ciência política e o nascimento do estado moderno
01. ciência política e o nascimento do estado moderno01. ciência política e o nascimento do estado moderno
01. ciência política e o nascimento do estado moderno
Hernando Professor
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
.
..
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Laboratório de História
 
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Laboratório de História
 
O totalitarismo ao longo da história da humanidade
O totalitarismo ao longo da história da humanidadeO totalitarismo ao longo da história da humanidade
O totalitarismo ao longo da história da humanidade
Fernando Alcoforado
 
Positivismo no Brasil e no Mundo
Positivismo no Brasil e no MundoPositivismo no Brasil e no Mundo
Positivismo no Brasil e no Mundo
Marcos Mamute
 
1007
10071007
1007
Pelo Siro
 

Semelhante a Estado novo (20)

Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)
Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)
Salazarismo - História de Portugal (3.º ciclo)
 
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415
Caderno Diário Portugal e o Estado Novo n.º 20 1415
 
Estado Novo
Estado NovoEstado Novo
Estado Novo
 
André carvalho
André carvalhoAndré carvalho
André carvalho
 
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLviaO Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
 
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLviaO Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
O Estado Novo E Mocidade Portuguesa SíLvia
 
Aula regimes totalitários
Aula regimes totalitáriosAula regimes totalitários
Aula regimes totalitários
 
Ai- A construção da democracia
Ai- A construção da democraciaAi- A construção da democracia
Ai- A construção da democracia
 
totalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Mufford
totalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Muffordtotalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Mufford
totalitarismo na península Ibérica - Prof: Diogenes Mufford
 
Políticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de EducaçãoPolíticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de Educação
 
Ditadura salazarista e estado novo
Ditadura salazarista e estado novo Ditadura salazarista e estado novo
Ditadura salazarista e estado novo
 
O iluminismo e despotismo esclarecido
O iluminismo e despotismo esclarecidoO iluminismo e despotismo esclarecido
O iluminismo e despotismo esclarecido
 
01. ciência política e o nascimento do estado moderno
01. ciência política e o nascimento do estado moderno01. ciência política e o nascimento do estado moderno
01. ciência política e o nascimento do estado moderno
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
.
..
.
 
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
 
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
Guia de estudo para o teste aos módulos 7 8 e 9
 
O totalitarismo ao longo da história da humanidade
O totalitarismo ao longo da história da humanidadeO totalitarismo ao longo da história da humanidade
O totalitarismo ao longo da história da humanidade
 
Positivismo no Brasil e no Mundo
Positivismo no Brasil e no MundoPositivismo no Brasil e no Mundo
Positivismo no Brasil e no Mundo
 
1007
10071007
1007
 

Mais de jdlimaaear

Uma História, um Ponto
Uma História, um PontoUma História, um Ponto
Uma História, um Ponto
jdlimaaear
 
Social web e knowledge web
Social web e knowledge webSocial web e knowledge web
Social web e knowledge web
jdlimaaear
 
Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)
jdlimaaear
 
Revises
RevisesRevises
Revises
jdlimaaear
 
Apresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 aApresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 a
jdlimaaear
 
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhosMaquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
jdlimaaear
 
Maquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliaçãoMaquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliação
jdlimaaear
 
Reconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempoReconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempo
jdlimaaear
 
Casa das histórias
Casa das históriasCasa das histórias
Casa das histórias
jdlimaaear
 
RevisõEs
RevisõEsRevisõEs
RevisõEs
jdlimaaear
 
Think Apresentação
Think ApresentaçãoThink Apresentação
Think Apresentação
jdlimaaear
 
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim DaDas Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
jdlimaaear
 
Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10
jdlimaaear
 
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
jdlimaaear
 
A Queda Da Monarquia
A Queda Da MonarquiaA Queda Da Monarquia
A Queda Da Monarquia
jdlimaaear
 
Da Vida Nas Cidades
Da Vida Nas CidadesDa Vida Nas Cidades
Da Vida Nas Cidades
jdlimaaear
 
Makt10 SessãO 2
Makt10   SessãO 2Makt10   SessãO 2
Makt10 SessãO 2
jdlimaaear
 
Makt10 ApresentaçãO
Makt10   ApresentaçãOMakt10   ApresentaçãO
Makt10 ApresentaçãO
jdlimaaear
 
Makt10 ApresentaçãO
Makt10   ApresentaçãOMakt10   ApresentaçãO
Makt10 ApresentaçãO
jdlimaaear
 

Mais de jdlimaaear (20)

Uma História, um Ponto
Uma História, um PontoUma História, um Ponto
Uma História, um Ponto
 
Social web e knowledge web
Social web e knowledge webSocial web e knowledge web
Social web e knowledge web
 
Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)
 
Cartaz Europa
Cartaz EuropaCartaz Europa
Cartaz Europa
 
Revises
RevisesRevises
Revises
 
Apresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 aApresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 a
 
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhosMaquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
 
Maquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliaçãoMaquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliação
 
Reconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempoReconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempo
 
Casa das histórias
Casa das históriasCasa das histórias
Casa das histórias
 
RevisõEs
RevisõEsRevisõEs
RevisõEs
 
Think Apresentação
Think ApresentaçãoThink Apresentação
Think Apresentação
 
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim DaDas Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
 
Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10
 
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
 
A Queda Da Monarquia
A Queda Da MonarquiaA Queda Da Monarquia
A Queda Da Monarquia
 
Da Vida Nas Cidades
Da Vida Nas CidadesDa Vida Nas Cidades
Da Vida Nas Cidades
 
Makt10 SessãO 2
Makt10   SessãO 2Makt10   SessãO 2
Makt10 SessãO 2
 
Makt10 ApresentaçãO
Makt10   ApresentaçãOMakt10   ApresentaçãO
Makt10 ApresentaçãO
 
Makt10 ApresentaçãO
Makt10   ApresentaçãOMakt10   ApresentaçãO
Makt10 ApresentaçãO
 

Estado novo

  • 2. Estado Novo Estado Novo  é o nome do regime político autoritário e corporativista de Estado que vigorou em Portugal durante 41 anos sem interrupção, desde 1933, com a aprovação de uma nova Constituição.
  • 3. Características O culto do Chefe, Salazar (e depois, sem grande êxito, Marcelo Caetano), é representado como um chefe paternal, de falas mansas mas austero, eremita "casado com a Nação", sem as poses bombásticas e militaristas dos seus congéneres Francisco Franco, Mussolini ou Hitler; Salazar é muitas vezes mencionado como o "Ungido de Deus", "Salvador da Pátria" ou "Redentor da Nação
  • 4. Características O regime apoia-se na propaganda política (fundando o Secretariado de Propaganda Nacional, a SPN) para difundir os bons costumes, a doutrina e a ideologia defendida pelo Estado Novo
  • 5. Estruturas PIDE : Uma polícia política repressiva (conhecida por PIDE), omnipresente e detentora de grande poder, que reprime de acordo com critérios de selectividade, nunca se responsabilizando por crimes de massas, ao contrário das suas congéneres italiana e especialmente alemã; a PIDE semeia o terror, o medo e o silêncio na sociedade, protegendo o regime da oposição e os opositores eram interrogados, torturados e levados em prisões (ex: Prisão de Peniche e Prisão de Caxias) e campos de concentração (ex: Tarrafal)
  • 6. Estruturas Mocidade Portuguesa : Apoia-se nas organizações juvenis (Mocidade Portuguesa) para ensinar aos jovens a ideologia defendida pelo regime e ensiná-los a obedecer e a respeitar o "Chefe"
  • 7. Estruturas Censura : Um serviço de censura prévia às publicações periódicas, emissões de rádio e de televisão, e de fiscalização de publicações não periódicas nacionais e estrangeiras, protegendo permanentemente a doutrina e ideologia do Estado Novo e defendendo a moral e os bons costumes
  • 8. Estruturas Educação:  O sistema educacional é controlado pelo regime (uma educação nacionalista e ideológica) e centra-se na exaltação dos valores nacionais (ex: o passado histórico, o grande Império Colonial Português, a religião, a tradição, os costumes...), no ensinamento e difusão da ideologia estatal aos jovens; teme as pessoas com correntes políticas diferentes que têm um nível educacional alto
  • 9. Ideologia Um projecto nacionalista e colonial que pretende manter à sombra da bandeira portuguesa vastos territórios dispersos por vários continentes, "do Minho a Timor", mas rejeitando a ideia da conquista de novos territórios (ao contrário do expansionismo do Eixo) e que é mesmo vítima da política de conquista alheia (caso de Timor) e no qual radica a manutenção de uma longa guerra colonial começada em 1961, uma das causas do desgaste e queda do regime, para proteger os seus territórios.
  • 10. Ideologia Uma ideologia com forte componente católica, associando-se o regime à Igreja Católica através da Concordata de 1940.
  • 11. Ideologia Uma forte tutela sobre o movimento sindical, proibindo todos os sindicatos e procurando organizar os operários e os patrões de cada profissão em corporações, organizações controladas pelo Estado que pretendem conciliar harmoniosamente os interesses do operariado e do patronato, prevenindo assim a luta de classes e a agitação social e protegendo os interesses da Nação (objectivo principal do regime) Vídeo
  • 12. Resumo Após a aprovação da Constituição de 1933 vigorou em Portugal um regime designado de Estado Novo e comandado por António de Oliveira Salazar. Era um regime onde a liberdade individual era controlada e onde o governo tinha o poder reforçado num modelo autoritário e controlador. O culto do chefe, a propaganda e o reforço do poder do Estado eram características fundamentais deste regime. A PIDE, a Mocidade Portuguesa, a Censura eram estruturas que apoiavam este regime de forma directa e presente. O Estado Novo era um regime colonialista e promotor da moral católica. Era ainda um regime que controlava as movimentações sociais (sindicatos e partidos) havendo apenas um partido ( a União Nacional).
  • 13. FIM