SlideShare uma empresa Scribd logo
Da Vida nas Cidades…
A Modernização das Cidades Durante a segunda metade do Século XIX, a criação de muitas indústrias, a evolução dos meios de transporte e comunicação e o aumento da população contribuíram para o crescimento das cidades.
As Construções nas Cidades As principais cidades do país –  Lisboa e Porto  – foram as que mais cresceram e se modernizaram, com novas construções: Abriram-se avenidas, pavimentaram-se ruas, fizeram-se passeios e arranjaram-se jardins; Construíram-se  novos edifícios públicos – Mercados, tribunais, teatros, escolas, hotéis, estações de comboio, pavilhões de exposições…
Os Serviços Públicos Nos finais do século XIX surgem alguns importantes serviços públicos:  A higiene e saúde pública melhoraram com a  recolha do lixo, rede de esgotos e água canalizada ; Passou a existir  iluminação pública , primeiro a gás depois a electricidade; Apareceram os primeiros  transportes públicos . A vida na cidade passou a ser mais cómoda, segura e saudável.
As Mudanças na Cidade
As Classes Sociais na Cidade Burguesia: A burguesia era o grupo social mais importante da cidade.  O burgueses destacavam-se pela sua riqueza e pelos cargos que ocupavam. Aos mais ricos o rei concedeu títulos de nobreza. Muitos, no entanto, procuravam mostrar o que valiam pelo trabalho e sucesso profissional.
A Burguesia na Cidade A  alta burguesia  habitava em ricas e luxuosas moradias, rodeadas de jardins, situadas muitas vezes nos arredores da cidade. Havia também muitos burgueses menos endinheirados, a chamada  classe média , que habitava nos novos bairros em confortáveis andares.
A Vida Burguesa na Cidade Os burgueses tinham um estilo de vida característico. Interessavam-se pela música, política, instrução e pela moda.
Os Divertimento na Cidade Teatro Passeio Público Praia Ópera Cafés
As Classes Populares na Cidade A maioria da população urbana do século XIX pertencia às Classes Populares.  As suas condições de vida eram más. Para sobreviver trabalhavam desde crianças em actividades duras e mal pagas. Muitos tinham profissões que iam dos operários às criadas ou de empregados de balcão a escriturários. Surgiram novas profissões como os carteiros ou empregados dos transportes públicos.
Hábitos das Classes Populares na Cidade As classes populares habitavam em bairros miseráveis situados nas zonas mais pobres da cidade. A sua alimentação era pobre. O seu vestuário adaptava-se à sua profissão. O tempo para a diversão era pouco e muitas vezes passavam pelas tabernas ou conversas na rua.
O início da luta dos operários Os operários trabalhavam nas fábricas e tinham uma vida muito dura.  Trabalhavam mais de 12 horas por dia, inclusive as mulheres e as crianças. Recebiam um salário baixo.  O salário das mulheres era menos de metade do dos homens.  Na segunda metade do século XIX começaram a organizar as primeira associações e a fazer as primeiras greves… Nascia um novo grupo social: o  Operariado.
Resumo No Século XIX as cidades cresceram. Fizeram-se novas construções (avenidas, edifícios públicos, etc) e surgiram novos serviços públicos (correios, transportes públicos, etc…) A vida nas cidades ficou mais cómoda, segura e saudável.  A classe social mais importante nas cidades era a burguesia. Ocupavam cargos importantes e tinham sucesso profissional. Havia uma alta burguesia e uma classe média. Tinham hábitos sociais como os de ir ao teatro, ópera, andar no passeio público ou ir à praia no Verão. O maior número de pessoas nas cidades pertenciam às classes populares. Viviam em más condições e eram trabalhadores que ganham baixos salários e trabalhavam muito. Viviam em condições muito más, quer no que diz respeito às habitações, quer na alimentação e cuidados básicos. No final do século XIX surge um novo grupo social: o Operariado. Eram essencialmente trabalhadores das fábricas que começavam a lutar pelos seus direitos pois a sua vida era muito difícil.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A vida na cidade na segunda metade do século xix
A vida na cidade na segunda metade do século xixA vida na cidade na segunda metade do século xix
A vida na cidade na segunda metade do século xix
Anabela Sobral
 
Portugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xixPortugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xix
cruchinho
 
A modernização das cidades de Portugual
A modernização das cidades de PortugualA modernização das cidades de Portugual
A modernização das cidades de Portugual
Gabriel Gomes
 
Teste hgp 3 correção
Teste hgp 3   correçãoTeste hgp 3   correção
Teste hgp 3 correção
Ana Pereira
 
370578131 hgp-6ºano
370578131 hgp-6ºano370578131 hgp-6ºano
370578131 hgp-6ºano
pereiraepereira1
 
Portugal na 2ª metade do século XIX
Portugal na 2ª metade do século XIXPortugal na 2ª metade do século XIX
Portugal na 2ª metade do século XIX
martamariafonseca
 
Parte 3ª os transportes e as comunicações no século xix
Parte 3ª   os transportes e as comunicações no século xixParte 3ª   os transportes e as comunicações no século xix
Parte 3ª os transportes e as comunicações no século xix
anabelasilvasobral
 
A imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIXA imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIX
nanasimao
 
C3 portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)
C3   portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)C3   portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)
C3 portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)
Carlos Vaz
 
Portugal na 2ª metade do século. XIX
Portugal na 2ª metade do século. XIXPortugal na 2ª metade do século. XIX
Portugal na 2ª metade do século. XIX
Vanda Mata
 
A vida quotidiana na cidade no século XIX
A vida quotidiana na cidade no século XIXA vida quotidiana na cidade no século XIX
A vida quotidiana na cidade no século XIX
Paulo Saraiva
 
A burguesia xix
A burguesia xixA burguesia xix
A burguesia xix
Carla Teixeira
 
Portugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xixPortugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xix
David Antunes
 
Teste 01
Teste 01Teste 01
Teste 01
anacrmachado
 
PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIX
PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIXPORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIX
PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIX
guestbfbc7a
 
Hgp6 ficha aval1
Hgp6 ficha aval1Hgp6 ficha aval1
Hgp6 ficha aval1
Carlos Gil
 
Vida quotidiana campo século xix
Vida quotidiana campo  século xixVida quotidiana campo  século xix
Vida quotidiana campo século xix
cameloburro
 
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xixA vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
Mariana Monteiro
 
Portugal na segunda metade do séc. xix 1
Portugal na segunda metade do séc. xix 1Portugal na segunda metade do séc. xix 1
Portugal na segunda metade do séc. xix 1
luiscontente
 
A modernização do reino,... (história 6º ano)
A modernização do reino,... (história 6º ano)A modernização do reino,... (história 6º ano)
A modernização do reino,... (história 6º ano)
inessalgado
 

Mais procurados (20)

A vida na cidade na segunda metade do século xix
A vida na cidade na segunda metade do século xixA vida na cidade na segunda metade do século xix
A vida na cidade na segunda metade do século xix
 
Portugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xixPortugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xix
 
A modernização das cidades de Portugual
A modernização das cidades de PortugualA modernização das cidades de Portugual
A modernização das cidades de Portugual
 
Teste hgp 3 correção
Teste hgp 3   correçãoTeste hgp 3   correção
Teste hgp 3 correção
 
370578131 hgp-6ºano
370578131 hgp-6ºano370578131 hgp-6ºano
370578131 hgp-6ºano
 
Portugal na 2ª metade do século XIX
Portugal na 2ª metade do século XIXPortugal na 2ª metade do século XIX
Portugal na 2ª metade do século XIX
 
Parte 3ª os transportes e as comunicações no século xix
Parte 3ª   os transportes e as comunicações no século xixParte 3ª   os transportes e as comunicações no século xix
Parte 3ª os transportes e as comunicações no século xix
 
A imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIXA imprensa na 2ª metade do século XIX
A imprensa na 2ª metade do século XIX
 
C3 portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)
C3   portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)C3   portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)
C3 portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)
 
Portugal na 2ª metade do século. XIX
Portugal na 2ª metade do século. XIXPortugal na 2ª metade do século. XIX
Portugal na 2ª metade do século. XIX
 
A vida quotidiana na cidade no século XIX
A vida quotidiana na cidade no século XIXA vida quotidiana na cidade no século XIX
A vida quotidiana na cidade no século XIX
 
A burguesia xix
A burguesia xixA burguesia xix
A burguesia xix
 
Portugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xixPortugal na segunda metade do século xix
Portugal na segunda metade do século xix
 
Teste 01
Teste 01Teste 01
Teste 01
 
PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIX
PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIXPORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIX
PORTUGAL NA 2ª METADE DO SÉC. XIX
 
Hgp6 ficha aval1
Hgp6 ficha aval1Hgp6 ficha aval1
Hgp6 ficha aval1
 
Vida quotidiana campo século xix
Vida quotidiana campo  século xixVida quotidiana campo  século xix
Vida quotidiana campo século xix
 
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xixA vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
 
Portugal na segunda metade do séc. xix 1
Portugal na segunda metade do séc. xix 1Portugal na segunda metade do séc. xix 1
Portugal na segunda metade do séc. xix 1
 
A modernização do reino,... (história 6º ano)
A modernização do reino,... (história 6º ano)A modernização do reino,... (história 6º ano)
A modernização do reino,... (história 6º ano)
 

Destaque

Vida quotidiana cidade século xix
Vida quotidiana cidade   século xixVida quotidiana cidade   século xix
Vida quotidiana cidade século xix
cameloburro
 
Teste hgp a vida nos campos e nas cidades século xix
Teste hgp a vida nos campos e nas cidades século xixTeste hgp a vida nos campos e nas cidades século xix
Teste hgp a vida nos campos e nas cidades século xix
Ana Pereira
 
Apresentação sv slideshare
Apresentação sv slideshareApresentação sv slideshare
Apresentação sv slideshare
João Soeiro
 
Urbanização no brasil2
Urbanização no brasil2Urbanização no brasil2
Urbanização no brasil2
Fernanda Lopes
 
Porquê Ser Médico em Portugal
Porquê Ser Médico em PortugalPorquê Ser Médico em Portugal
Porquê Ser Médico em Portugal
miguelcabral
 
Colecção públicos Serviços Educativos
Colecção públicos  Serviços EducativosColecção públicos  Serviços Educativos
Colecção públicos Serviços Educativos
João Lima
 
A vida quotidiana no campo no século XIX
A vida quotidiana no campo no século XIXA vida quotidiana no campo no século XIX
A vida quotidiana no campo no século XIX
Alexandre Martins
 
Cidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade Urbana
Cidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade UrbanaCidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade Urbana
Cidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade Urbana
Confederação Nacional da Indústria
 
Hospital dia
Hospital diaHospital dia
Trabalho de grupo tur população portuguesa
Trabalho de grupo tur população portuguesaTrabalho de grupo tur população portuguesa
Trabalho de grupo tur população portuguesa
Tina Lima
 
Serviço Público I (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira Santos
Serviço Público I  (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira SantosServiço Público I  (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira Santos
Serviço Público I (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira Santos
A. Rui Teixeira Santos
 
Mobilidade urbana [reparado]
Mobilidade urbana [reparado]Mobilidade urbana [reparado]
Mobilidade urbana [reparado]
Blendon Mendonça
 
Planeamento, planos e PDM´s
Planeamento, planos e PDM´sPlaneamento, planos e PDM´s
Planeamento, planos e PDM´s
Idalina Leite
 
Serviços e Turismo
Serviços e TurismoServiços e Turismo
Serviços e Turismo
Geografia .
 
Espaços livres urbanos paisagismo iii fau-mack
Espaços livres urbanos   paisagismo iii fau-mackEspaços livres urbanos   paisagismo iii fau-mack
Espaços livres urbanos paisagismo iii fau-mack
Carlos Elson Cunha
 
Problemas urbanos, soluções
Problemas urbanos, soluçõesProblemas urbanos, soluções
Problemas urbanos, soluções
Idalina Leite
 
Hospital ppt
Hospital pptHospital ppt
Hospital ppt
priyanasaini191296
 
Centros urbanos
Centros urbanosCentros urbanos
Centros urbanos
Keila Luiza
 
A vida do operário
A vida do operárioA vida do operário
A vida do operário
eb23ja
 
Instituições Sociais
Instituições SociaisInstituições Sociais
Instituições Sociais
Isaquel Silva
 

Destaque (20)

Vida quotidiana cidade século xix
Vida quotidiana cidade   século xixVida quotidiana cidade   século xix
Vida quotidiana cidade século xix
 
Teste hgp a vida nos campos e nas cidades século xix
Teste hgp a vida nos campos e nas cidades século xixTeste hgp a vida nos campos e nas cidades século xix
Teste hgp a vida nos campos e nas cidades século xix
 
Apresentação sv slideshare
Apresentação sv slideshareApresentação sv slideshare
Apresentação sv slideshare
 
Urbanização no brasil2
Urbanização no brasil2Urbanização no brasil2
Urbanização no brasil2
 
Porquê Ser Médico em Portugal
Porquê Ser Médico em PortugalPorquê Ser Médico em Portugal
Porquê Ser Médico em Portugal
 
Colecção públicos Serviços Educativos
Colecção públicos  Serviços EducativosColecção públicos  Serviços Educativos
Colecção públicos Serviços Educativos
 
A vida quotidiana no campo no século XIX
A vida quotidiana no campo no século XIXA vida quotidiana no campo no século XIX
A vida quotidiana no campo no século XIX
 
Cidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade Urbana
Cidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade UrbanaCidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade Urbana
Cidades: Mobilidade, Habitação e Escala | Estudo de Mobilidade Urbana
 
Hospital dia
Hospital diaHospital dia
Hospital dia
 
Trabalho de grupo tur população portuguesa
Trabalho de grupo tur população portuguesaTrabalho de grupo tur população portuguesa
Trabalho de grupo tur população portuguesa
 
Serviço Público I (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira Santos
Serviço Público I  (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira SantosServiço Público I  (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira Santos
Serviço Público I (ISG 2013) Professor Doutor Rui Teixeira Santos
 
Mobilidade urbana [reparado]
Mobilidade urbana [reparado]Mobilidade urbana [reparado]
Mobilidade urbana [reparado]
 
Planeamento, planos e PDM´s
Planeamento, planos e PDM´sPlaneamento, planos e PDM´s
Planeamento, planos e PDM´s
 
Serviços e Turismo
Serviços e TurismoServiços e Turismo
Serviços e Turismo
 
Espaços livres urbanos paisagismo iii fau-mack
Espaços livres urbanos   paisagismo iii fau-mackEspaços livres urbanos   paisagismo iii fau-mack
Espaços livres urbanos paisagismo iii fau-mack
 
Problemas urbanos, soluções
Problemas urbanos, soluçõesProblemas urbanos, soluções
Problemas urbanos, soluções
 
Hospital ppt
Hospital pptHospital ppt
Hospital ppt
 
Centros urbanos
Centros urbanosCentros urbanos
Centros urbanos
 
A vida do operário
A vida do operárioA vida do operário
A vida do operário
 
Instituições Sociais
Instituições SociaisInstituições Sociais
Instituições Sociais
 

Semelhante a Da Vida Nas Cidades

Hgp trabalho sec XIX
Hgp trabalho sec XIXHgp trabalho sec XIX
Hgp trabalho sec XIX
MrBatatamo
 
Sociedade portuguesa no século XIX
Sociedade portuguesa no século XIXSociedade portuguesa no século XIX
Sociedade portuguesa no século XIX
maria40
 
Sociedade portuguesa no século xix
Sociedade portuguesa no século xixSociedade portuguesa no século xix
Sociedade portuguesa no século xix
maria40
 
As cidades se c xix final
As cidades se c xix finalAs cidades se c xix final
As cidades se c xix final
José Palma
 
HIS - O ESPAÇO URBANO
HIS - O ESPAÇO URBANOHIS - O ESPAÇO URBANO
HIS - O ESPAÇO URBANO
Luís Ferreira
 
A expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequênciasA expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequências
Carla Teixeira
 
A civilização industrial no século XIX
A civilização industrial no século XIXA civilização industrial no século XIX
A civilização industrial no século XIX
BeatrizMarques25
 
Geo Urb 4.pptx
Geo Urb 4.pptxGeo Urb 4.pptx
Geo Urb 4.pptx
vpcsilva
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
Susana Simões
 
Alterações da vida quotidiana
Alterações da vida quotidianaAlterações da vida quotidiana
Alterações da vida quotidiana
Luís Fialho
 
Vida quotidiana século xix
Vida quotidiana   século xixVida quotidiana   século xix
Vida quotidiana século xix
cameloburro
 
Hist9PPX.pptx ............................
Hist9PPX.pptx ............................Hist9PPX.pptx ............................
Hist9PPX.pptx ............................
mariagrave
 
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
mariagrave
 
A sociedade industrial e urbana 8º
A sociedade industrial e urbana 8ºA sociedade industrial e urbana 8º
A sociedade industrial e urbana 8º
cattonia
 
A vida quotidiana nas cidades francisca 6ºb
A vida quotidiana nas cidades francisca 6ºbA vida quotidiana nas cidades francisca 6ºb
A vida quotidiana nas cidades francisca 6ºb
FernandoMarques
 
Unidade 8 burgueses proletários classes medias e camponeses
Unidade 8 burgueses proletários classes medias e camponesesUnidade 8 burgueses proletários classes medias e camponeses
Unidade 8 burgueses proletários classes medias e camponeses
Vítor Santos
 
Historia
HistoriaHistoria
Historia
Teresa Ramos
 
A vida quotidiana
A vida quotidiana A vida quotidiana
A vida quotidiana
Ana Beatriz Gonçalves
 
Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8
Emanuel Vieira
 
A cultura da gare
A cultura da gareA cultura da gare
A cultura da gare
Ana Barreiros
 

Semelhante a Da Vida Nas Cidades (20)

Hgp trabalho sec XIX
Hgp trabalho sec XIXHgp trabalho sec XIX
Hgp trabalho sec XIX
 
Sociedade portuguesa no século XIX
Sociedade portuguesa no século XIXSociedade portuguesa no século XIX
Sociedade portuguesa no século XIX
 
Sociedade portuguesa no século xix
Sociedade portuguesa no século xixSociedade portuguesa no século xix
Sociedade portuguesa no século xix
 
As cidades se c xix final
As cidades se c xix finalAs cidades se c xix final
As cidades se c xix final
 
HIS - O ESPAÇO URBANO
HIS - O ESPAÇO URBANOHIS - O ESPAÇO URBANO
HIS - O ESPAÇO URBANO
 
A expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequênciasA expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequências
 
A civilização industrial no século XIX
A civilização industrial no século XIXA civilização industrial no século XIX
A civilização industrial no século XIX
 
Geo Urb 4.pptx
Geo Urb 4.pptxGeo Urb 4.pptx
Geo Urb 4.pptx
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
Alterações da vida quotidiana
Alterações da vida quotidianaAlterações da vida quotidiana
Alterações da vida quotidiana
 
Vida quotidiana século xix
Vida quotidiana   século xixVida quotidiana   século xix
Vida quotidiana século xix
 
Hist9PPX.pptx ............................
Hist9PPX.pptx ............................Hist9PPX.pptx ............................
Hist9PPX.pptx ............................
 
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
 
A sociedade industrial e urbana 8º
A sociedade industrial e urbana 8ºA sociedade industrial e urbana 8º
A sociedade industrial e urbana 8º
 
A vida quotidiana nas cidades francisca 6ºb
A vida quotidiana nas cidades francisca 6ºbA vida quotidiana nas cidades francisca 6ºb
A vida quotidiana nas cidades francisca 6ºb
 
Unidade 8 burgueses proletários classes medias e camponeses
Unidade 8 burgueses proletários classes medias e camponesesUnidade 8 burgueses proletários classes medias e camponeses
Unidade 8 burgueses proletários classes medias e camponeses
 
Historia
HistoriaHistoria
Historia
 
A vida quotidiana
A vida quotidiana A vida quotidiana
A vida quotidiana
 
Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8
 
A cultura da gare
A cultura da gareA cultura da gare
A cultura da gare
 

Mais de jdlimaaear

Uma História, um Ponto
Uma História, um PontoUma História, um Ponto
Uma História, um Ponto
jdlimaaear
 
Social web e knowledge web
Social web e knowledge webSocial web e knowledge web
Social web e knowledge web
jdlimaaear
 
Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)
jdlimaaear
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
jdlimaaear
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
jdlimaaear
 
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado NovoDo Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
jdlimaaear
 
Revises
RevisesRevises
Revises
jdlimaaear
 
Apresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 aApresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 a
jdlimaaear
 
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhosMaquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
jdlimaaear
 
Maquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliaçãoMaquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliação
jdlimaaear
 
Reconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempoReconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempo
jdlimaaear
 
Casa das histórias
Casa das históriasCasa das histórias
Casa das histórias
jdlimaaear
 
RevisõEs
RevisõEsRevisõEs
RevisõEs
jdlimaaear
 
Think Apresentação
Think ApresentaçãoThink Apresentação
Think Apresentação
jdlimaaear
 
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim DaDas Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
jdlimaaear
 
Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10
jdlimaaear
 
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
jdlimaaear
 
A Queda Da Monarquia
A Queda Da MonarquiaA Queda Da Monarquia
A Queda Da Monarquia
jdlimaaear
 
Makt10 SessãO 2
Makt10   SessãO 2Makt10   SessãO 2
Makt10 SessãO 2
jdlimaaear
 

Mais de jdlimaaear (20)

Uma História, um Ponto
Uma História, um PontoUma História, um Ponto
Uma História, um Ponto
 
Social web e knowledge web
Social web e knowledge webSocial web e knowledge web
Social web e knowledge web
 
Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado NovoDo Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
 
Cartaz Europa
Cartaz EuropaCartaz Europa
Cartaz Europa
 
Revises
RevisesRevises
Revises
 
Apresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 aApresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 a
 
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhosMaquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
 
Maquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliaçãoMaquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliação
 
Reconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempoReconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempo
 
Casa das histórias
Casa das históriasCasa das histórias
Casa das histórias
 
RevisõEs
RevisõEsRevisõEs
RevisõEs
 
Think Apresentação
Think ApresentaçãoThink Apresentação
Think Apresentação
 
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim DaDas Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
 
Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10
 
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
 
A Queda Da Monarquia
A Queda Da MonarquiaA Queda Da Monarquia
A Queda Da Monarquia
 
Makt10 SessãO 2
Makt10   SessãO 2Makt10   SessãO 2
Makt10 SessãO 2
 

Último

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
edsonfrancojunior99
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
Paulo Dalla Nora Macedo
 

Último (6)

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
 

Da Vida Nas Cidades

  • 1. Da Vida nas Cidades…
  • 2. A Modernização das Cidades Durante a segunda metade do Século XIX, a criação de muitas indústrias, a evolução dos meios de transporte e comunicação e o aumento da população contribuíram para o crescimento das cidades.
  • 3. As Construções nas Cidades As principais cidades do país – Lisboa e Porto – foram as que mais cresceram e se modernizaram, com novas construções: Abriram-se avenidas, pavimentaram-se ruas, fizeram-se passeios e arranjaram-se jardins; Construíram-se novos edifícios públicos – Mercados, tribunais, teatros, escolas, hotéis, estações de comboio, pavilhões de exposições…
  • 4. Os Serviços Públicos Nos finais do século XIX surgem alguns importantes serviços públicos: A higiene e saúde pública melhoraram com a recolha do lixo, rede de esgotos e água canalizada ; Passou a existir iluminação pública , primeiro a gás depois a electricidade; Apareceram os primeiros transportes públicos . A vida na cidade passou a ser mais cómoda, segura e saudável.
  • 6. As Classes Sociais na Cidade Burguesia: A burguesia era o grupo social mais importante da cidade. O burgueses destacavam-se pela sua riqueza e pelos cargos que ocupavam. Aos mais ricos o rei concedeu títulos de nobreza. Muitos, no entanto, procuravam mostrar o que valiam pelo trabalho e sucesso profissional.
  • 7. A Burguesia na Cidade A alta burguesia habitava em ricas e luxuosas moradias, rodeadas de jardins, situadas muitas vezes nos arredores da cidade. Havia também muitos burgueses menos endinheirados, a chamada classe média , que habitava nos novos bairros em confortáveis andares.
  • 8. A Vida Burguesa na Cidade Os burgueses tinham um estilo de vida característico. Interessavam-se pela música, política, instrução e pela moda.
  • 9. Os Divertimento na Cidade Teatro Passeio Público Praia Ópera Cafés
  • 10. As Classes Populares na Cidade A maioria da população urbana do século XIX pertencia às Classes Populares. As suas condições de vida eram más. Para sobreviver trabalhavam desde crianças em actividades duras e mal pagas. Muitos tinham profissões que iam dos operários às criadas ou de empregados de balcão a escriturários. Surgiram novas profissões como os carteiros ou empregados dos transportes públicos.
  • 11. Hábitos das Classes Populares na Cidade As classes populares habitavam em bairros miseráveis situados nas zonas mais pobres da cidade. A sua alimentação era pobre. O seu vestuário adaptava-se à sua profissão. O tempo para a diversão era pouco e muitas vezes passavam pelas tabernas ou conversas na rua.
  • 12. O início da luta dos operários Os operários trabalhavam nas fábricas e tinham uma vida muito dura. Trabalhavam mais de 12 horas por dia, inclusive as mulheres e as crianças. Recebiam um salário baixo. O salário das mulheres era menos de metade do dos homens. Na segunda metade do século XIX começaram a organizar as primeira associações e a fazer as primeiras greves… Nascia um novo grupo social: o Operariado.
  • 13. Resumo No Século XIX as cidades cresceram. Fizeram-se novas construções (avenidas, edifícios públicos, etc) e surgiram novos serviços públicos (correios, transportes públicos, etc…) A vida nas cidades ficou mais cómoda, segura e saudável. A classe social mais importante nas cidades era a burguesia. Ocupavam cargos importantes e tinham sucesso profissional. Havia uma alta burguesia e uma classe média. Tinham hábitos sociais como os de ir ao teatro, ópera, andar no passeio público ou ir à praia no Verão. O maior número de pessoas nas cidades pertenciam às classes populares. Viviam em más condições e eram trabalhadores que ganham baixos salários e trabalhavam muito. Viviam em condições muito más, quer no que diz respeito às habitações, quer na alimentação e cuidados básicos. No final do século XIX surge um novo grupo social: o Operariado. Eram essencialmente trabalhadores das fábricas que começavam a lutar pelos seus direitos pois a sua vida era muito difícil.
  • 14. FIM