SlideShare uma empresa Scribd logo
A Queda da Monarquia
O Descontentamento da População Nas últimas décadas do século XIX sentia-se, por todo o país, o descontentamento da população: Aquele que já eram pobres – operários, agricultores e outros trabalhadores – estavam cada vez mais pobres; A alta burguesia enriquecida cada vez mais com os lucros conseguidos na indústria, no comércio e na agricultura; O rei e a família real gastavam muito dinheiro do Reino; Os sucessivos governos da monarquia não conseguiam melhorar as condições de vida do povo.
A Questão Africana Os países europeus mais industrializados – Inglaterra, Alemanha, França e Bélgica – tinham começado a organizar  viagens de exploração  ao continente africano, para ocupar os territórios mais ricos em algodão, diamantes, ouro, café, etc…
A Conferência de Berlim A “partilha de África” estava iminente. Em 1884-85, os países mais interessados em África reuniram-se na  Conferência de Berlim . Ai ficou decidido que  as terras africanas seriam dos países que as ocupassem efectivamente , não interessando quem as tivesse descoberto em primeiro lugar.
O Mapa Cor-de-Rosa Para defender os interesses de Portugal, o Governo português, em 1886, apresentou aos países europeus um mapa: o  Mapa Cor-de-Rosa , no qual exigia para si os territórios compreendidos entre Angola e Moçambique.
O Ultimato A França e a Alemanha aceitaram as exigências dos Portugueses mas a Inglaterra não. Em 11 de Janeiro de 1890 a Inglaterra apresentou ao Rei D. Carlos um  Ultimato : ou os Portugueses desocupavam imediatamente os territórios situados entre Angola e Moçambique ou o Governo inglês declarava guerra a Portugal. O governo português viu-se então obrigado a aceitar o Ultimato o que provocou manifestações de descontentamento.
O Partido Republicano Os adversários da Monarquia já se tinham organizado em novos partidos. O mais activo era o Partido Republicano. Os republicanos achavam que à frente do país não devia estar um rei, mas sim um presidente eleito pelos Portugueses e que governasse só durante alguns anos. O seu objectivo era substituir o regime monárquico pelo regime republicano.
A Acção Republicana A propaganda as ideias republicanas em jornais e revistas crescia com o passar do tempo. Em  31 de Janeiro de 1891  deu-se, no Porto, a primeira revolta armada contra a monarquia. A revolta teve o apoio de alguns militares e de muitos populares. Porém, a guarda municipal, fiel à monarquia, venceu os revoltosos.
O Assassinato do Rei A agitação política e as manifestações populares contra a monarquia não terminaram. Aumentaram ainda mais durante o Governo chefiado por João Franco.  No dia 1 de Fevereiro de 1908, em Lisboa, dá-se um  atentado  contra a família real. São mortos o Rei D. Carlos e o príncipe herdeiro, D. Luís Filipe…
Regicídio Vídeo Vídeo
Resumo Nas últimas década do século XIX a população portuguesa estava descontente com a situação política e social.  Foi com a decisão da ocupação efectiva dos territórios em África que foi determinada pela Conferência de Berlim, que Portugal, ao apresentar o Mapa Cor-de-Rosa que unia Angola a Moçambique viu o descontentamento aumentar quando a Inglaterra fez um ultimato obrigando Portugal a abandonar esses territórios imediatamente. Nasceu também o Partido Republicano que queria substituir o regime da Monarquia (Rei) por uma Monarquia (Presidente). Algumas revoltas tiveram lugar levadas a cabo pelos Republicanos. A primeira revolta armada teve lugar no Porto em 1891.  No dia 1 de Fevereiro de 1908 o rei D. Carlos foi morto.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
ProfessoresColeguium
 
O império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIIIO império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIII
anabelasilvasobral
 
A 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlicaA 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlica
Ana Barreiros
 
Crise e queda da monarquia
Crise e queda da monarquiaCrise e queda da monarquia
Crise e queda da monarquia
brlopes
 
11. revolução francesa
11. revolução francesa11. revolução francesa
11. revolução francesa
José Augusto Fiorin
 
O antigo regime
O antigo regimeO antigo regime
O antigo regime
Marcelo Almeida
 
ImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlicaImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlica
Bruno Reimão
 
As causas da rev 1820
As causas da rev 1820As causas da rev 1820
As causas da rev 1820
Carla Teixeira
 
A implantação do liberalismo em portugal
A implantação do liberalismo em portugalA implantação do liberalismo em portugal
A implantação do liberalismo em portugal
BarbaraSilveira9
 
O novo ordenamento político e sócio económico- 1834-1851
O novo ordenamento político e sócio económico-  1834-1851O novo ordenamento político e sócio económico-  1834-1851
O novo ordenamento político e sócio económico- 1834-1851
Carla Teixeira
 
5 02 a revolução francesa_blogue
5 02 a revolução francesa_blogue5 02 a revolução francesa_blogue
5 02 a revolução francesa_blogue
Vítor Santos
 
O projeto pombalino de inspiração iluminista
O projeto pombalino de inspiração iluministaO projeto pombalino de inspiração iluminista
O projeto pombalino de inspiração iluminista
Joana Filipa Rodrigues
 
As Invasões Francesas
As Invasões FrancesasAs Invasões Francesas
As Invasões Francesas
Jorge Almeida
 
Era napoleonica
Era napoleonicaEra napoleonica
Era napoleonica
Isabel Aguiar
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
Susana Simões
 
Revolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em Portugal
Susana Simões
 
A difícil implantação do liberalismo em portugal
A difícil implantação do liberalismo em portugalA difícil implantação do liberalismo em portugal
A difícil implantação do liberalismo em portugal
Eduardo Sousa
 
Queda do muro de berlim
Queda do muro de berlimQueda do muro de berlim
Queda do muro de berlim
djassassino
 
Portugal: Da 1ª república à ditadura militar
Portugal: Da 1ª república à ditadura militarPortugal: Da 1ª república à ditadura militar
Portugal: Da 1ª república à ditadura militar
AnaM187
 
O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@
O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@
O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@
bestclass6c2011
 

Mais procurados (20)

A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
 
O império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIIIO império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIII
 
A 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlicaA 1ªRepúBlica
A 1ªRepúBlica
 
Crise e queda da monarquia
Crise e queda da monarquiaCrise e queda da monarquia
Crise e queda da monarquia
 
11. revolução francesa
11. revolução francesa11. revolução francesa
11. revolução francesa
 
O antigo regime
O antigo regimeO antigo regime
O antigo regime
 
ImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlicaImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlica
 
As causas da rev 1820
As causas da rev 1820As causas da rev 1820
As causas da rev 1820
 
A implantação do liberalismo em portugal
A implantação do liberalismo em portugalA implantação do liberalismo em portugal
A implantação do liberalismo em portugal
 
O novo ordenamento político e sócio económico- 1834-1851
O novo ordenamento político e sócio económico-  1834-1851O novo ordenamento político e sócio económico-  1834-1851
O novo ordenamento político e sócio económico- 1834-1851
 
5 02 a revolução francesa_blogue
5 02 a revolução francesa_blogue5 02 a revolução francesa_blogue
5 02 a revolução francesa_blogue
 
O projeto pombalino de inspiração iluminista
O projeto pombalino de inspiração iluministaO projeto pombalino de inspiração iluminista
O projeto pombalino de inspiração iluminista
 
As Invasões Francesas
As Invasões FrancesasAs Invasões Francesas
As Invasões Francesas
 
Era napoleonica
Era napoleonicaEra napoleonica
Era napoleonica
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
Revolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em Portugal
 
A difícil implantação do liberalismo em portugal
A difícil implantação do liberalismo em portugalA difícil implantação do liberalismo em portugal
A difícil implantação do liberalismo em portugal
 
Queda do muro de berlim
Queda do muro de berlimQueda do muro de berlim
Queda do muro de berlim
 
Portugal: Da 1ª república à ditadura militar
Portugal: Da 1ª república à ditadura militarPortugal: Da 1ª república à ditadura militar
Portugal: Da 1ª república à ditadura militar
 
O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@
O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@
O Golpe Militar De 28 De Maio De 1926 @@
 

Semelhante a A Queda Da Monarquia

A queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFGA queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFG
osemprefixe
 
A República
A RepúblicaA República
A República
Beatriz Moscatel
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
guestde15028
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
guestde15028
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
guestde15028
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
guestde15028
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
guestde15028
 
Power Point De HistóRia 2
Power Point De HistóRia 2Power Point De HistóRia 2
Power Point De HistóRia 2
guestde15028
 
Power Point De HistóRia 3
Power Point De HistóRia 3Power Point De HistóRia 3
Power Point De HistóRia 3
guestde15028
 
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
Pelo Siro
 
1ª Republica - Queda Da Monarquia
1ª Republica - Queda Da Monarquia1ª Republica - Queda Da Monarquia
1ª Republica - Queda Da Monarquia
crie_historia9
 
1ª república
1ª república1ª república
1ª república
cruchinho
 
A história da 1ª republica
A história da 1ª republicaA história da 1ª republica
A história da 1ª republica
anabelasilvasobral
 
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Beatriz Alexandra
 
ImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlicaImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlica
mariamelya
 
ImplataçãO Da RepúBlica @@@
ImplataçãO Da RepúBlica     @@@ImplataçãO Da RepúBlica     @@@
ImplataçãO Da RepúBlica @@@
bestclass6c2011
 
Aula 5de outubro
Aula 5de outubroAula 5de outubro
Aula 5de outubro
escolalamastres
 
5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)
André Godinho
 
Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]
manuelaruge
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicana
quintadocano
 

Semelhante a A Queda Da Monarquia (20)

A queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFGA queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFG
 
A República
A RepúblicaA República
A República
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 
Power Point De HistóRia 2
Power Point De HistóRia 2Power Point De HistóRia 2
Power Point De HistóRia 2
 
Power Point De HistóRia 3
Power Point De HistóRia 3Power Point De HistóRia 3
Power Point De HistóRia 3
 
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
 
1ª Republica - Queda Da Monarquia
1ª Republica - Queda Da Monarquia1ª Republica - Queda Da Monarquia
1ª Republica - Queda Da Monarquia
 
1ª república
1ª república1ª república
1ª república
 
A história da 1ª republica
A história da 1ª republicaA história da 1ª republica
A história da 1ª republica
 
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
 
ImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlicaImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlica
 
ImplataçãO Da RepúBlica @@@
ImplataçãO Da RepúBlica     @@@ImplataçãO Da RepúBlica     @@@
ImplataçãO Da RepúBlica @@@
 
Aula 5de outubro
Aula 5de outubroAula 5de outubro
Aula 5de outubro
 
5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)
 
Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicana
 

Mais de jdlimaaear

Uma História, um Ponto
Uma História, um PontoUma História, um Ponto
Uma História, um Ponto
jdlimaaear
 
Social web e knowledge web
Social web e knowledge webSocial web e knowledge web
Social web e knowledge web
jdlimaaear
 
Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)
jdlimaaear
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
jdlimaaear
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
jdlimaaear
 
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado NovoDo Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
jdlimaaear
 
Revises
RevisesRevises
Revises
jdlimaaear
 
Apresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 aApresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 a
jdlimaaear
 
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhosMaquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
jdlimaaear
 
Maquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliaçãoMaquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliação
jdlimaaear
 
Reconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempoReconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempo
jdlimaaear
 
Casa das histórias
Casa das históriasCasa das histórias
Casa das histórias
jdlimaaear
 
RevisõEs
RevisõEsRevisõEs
RevisõEs
jdlimaaear
 
Think Apresentação
Think ApresentaçãoThink Apresentação
Think Apresentação
jdlimaaear
 
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim DaDas Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
jdlimaaear
 
Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10
jdlimaaear
 
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
jdlimaaear
 
Da Vida Nas Cidades
Da Vida Nas CidadesDa Vida Nas Cidades
Da Vida Nas Cidades
jdlimaaear
 
Makt10 SessãO 2
Makt10   SessãO 2Makt10   SessãO 2
Makt10 SessãO 2
jdlimaaear
 

Mais de jdlimaaear (20)

Uma História, um Ponto
Uma História, um PontoUma História, um Ponto
Uma História, um Ponto
 
Social web e knowledge web
Social web e knowledge webSocial web e knowledge web
Social web e knowledge web
 
Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)Apresentação1 jl (1)
Apresentação1 jl (1)
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado NovoDo Golpe Militar Ao Estado Novo
Do Golpe Militar Ao Estado Novo
 
Cartaz Europa
Cartaz EuropaCartaz Europa
Cartaz Europa
 
Revises
RevisesRevises
Revises
 
Apresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 aApresentação – grupo 25 a
Apresentação – grupo 25 a
 
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhosMaquetes, batalhas e outros trabalhos
Maquetes, batalhas e outros trabalhos
 
Maquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliaçãoMaquete, fichas avaliação
Maquete, fichas avaliação
 
Reconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempoReconstruir a história do tempo
Reconstruir a história do tempo
 
Casa das histórias
Casa das históriasCasa das histórias
Casa das histórias
 
RevisõEs
RevisõEsRevisõEs
RevisõEs
 
Think Apresentação
Think ApresentaçãoThink Apresentação
Think Apresentação
 
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim DaDas Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
Das Novas Ideias Da RepúBlica Ao Fim Da
 
Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10Apresentação Final Makt10
Apresentação Final Makt10
 
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
A RevoluçãO De 5 De Outubro De 1910
 
Da Vida Nas Cidades
Da Vida Nas CidadesDa Vida Nas Cidades
Da Vida Nas Cidades
 
Makt10 SessãO 2
Makt10   SessãO 2Makt10   SessãO 2
Makt10 SessãO 2
 

A Queda Da Monarquia

  • 1. A Queda da Monarquia
  • 2. O Descontentamento da População Nas últimas décadas do século XIX sentia-se, por todo o país, o descontentamento da população: Aquele que já eram pobres – operários, agricultores e outros trabalhadores – estavam cada vez mais pobres; A alta burguesia enriquecida cada vez mais com os lucros conseguidos na indústria, no comércio e na agricultura; O rei e a família real gastavam muito dinheiro do Reino; Os sucessivos governos da monarquia não conseguiam melhorar as condições de vida do povo.
  • 3. A Questão Africana Os países europeus mais industrializados – Inglaterra, Alemanha, França e Bélgica – tinham começado a organizar viagens de exploração ao continente africano, para ocupar os territórios mais ricos em algodão, diamantes, ouro, café, etc…
  • 4. A Conferência de Berlim A “partilha de África” estava iminente. Em 1884-85, os países mais interessados em África reuniram-se na Conferência de Berlim . Ai ficou decidido que as terras africanas seriam dos países que as ocupassem efectivamente , não interessando quem as tivesse descoberto em primeiro lugar.
  • 5. O Mapa Cor-de-Rosa Para defender os interesses de Portugal, o Governo português, em 1886, apresentou aos países europeus um mapa: o Mapa Cor-de-Rosa , no qual exigia para si os territórios compreendidos entre Angola e Moçambique.
  • 6. O Ultimato A França e a Alemanha aceitaram as exigências dos Portugueses mas a Inglaterra não. Em 11 de Janeiro de 1890 a Inglaterra apresentou ao Rei D. Carlos um Ultimato : ou os Portugueses desocupavam imediatamente os territórios situados entre Angola e Moçambique ou o Governo inglês declarava guerra a Portugal. O governo português viu-se então obrigado a aceitar o Ultimato o que provocou manifestações de descontentamento.
  • 7. O Partido Republicano Os adversários da Monarquia já se tinham organizado em novos partidos. O mais activo era o Partido Republicano. Os republicanos achavam que à frente do país não devia estar um rei, mas sim um presidente eleito pelos Portugueses e que governasse só durante alguns anos. O seu objectivo era substituir o regime monárquico pelo regime republicano.
  • 8. A Acção Republicana A propaganda as ideias republicanas em jornais e revistas crescia com o passar do tempo. Em 31 de Janeiro de 1891 deu-se, no Porto, a primeira revolta armada contra a monarquia. A revolta teve o apoio de alguns militares e de muitos populares. Porém, a guarda municipal, fiel à monarquia, venceu os revoltosos.
  • 9. O Assassinato do Rei A agitação política e as manifestações populares contra a monarquia não terminaram. Aumentaram ainda mais durante o Governo chefiado por João Franco. No dia 1 de Fevereiro de 1908, em Lisboa, dá-se um atentado contra a família real. São mortos o Rei D. Carlos e o príncipe herdeiro, D. Luís Filipe…
  • 11. Resumo Nas últimas década do século XIX a população portuguesa estava descontente com a situação política e social. Foi com a decisão da ocupação efectiva dos territórios em África que foi determinada pela Conferência de Berlim, que Portugal, ao apresentar o Mapa Cor-de-Rosa que unia Angola a Moçambique viu o descontentamento aumentar quando a Inglaterra fez um ultimato obrigando Portugal a abandonar esses territórios imediatamente. Nasceu também o Partido Republicano que queria substituir o regime da Monarquia (Rei) por uma Monarquia (Presidente). Algumas revoltas tiveram lugar levadas a cabo pelos Republicanos. A primeira revolta armada teve lugar no Porto em 1891. No dia 1 de Fevereiro de 1908 o rei D. Carlos foi morto.
  • 12. FIM