Aulas 04 e 05 as mudanças de estado físico - 1º ano

665 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
307
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aulas 04 e 05 as mudanças de estado físico - 1º ano

  1. 1. * Em nosso planeta, o ciclo da água pode ser resumido a algumas transformações fundamentais: - Fusão do gelo e da neve; - Evaporação da água líquida, nos mares, rios, lagos e seres vivos; - Condensação do vapor, formando nuvens e neblinas; - Solidificação da água, formando a neve e os granizos.
  2. 2. * Uma análise do ciclo, serve para exemplificar as principais mudanças de estado físico que uma substância pode sofrer; * Sobre essas transformações foram observados fatos importantes, como: - Não há mudança na natureza da substância: Quando a água ferve ou congela, o material continua sendo água (as moléculas não se modificam), o que muda é o estado de agregação entre elas; - Mudanças opostas de estado físico podem ocorrer à mesma temperatura: Ao nível do mar, como a água entra em ebulição a 100ºC, o vapor começará a condensar à mesma temperatura.
  3. 3. * Um fenômeno interessante ocorre com as substâncias naftalina, iodo e gelo-seco (gás carbônico sólido) – Quando aquecidas passam do estado sólido diretamente para o estado gasoso, sem que se observe formação de líquidos; * Transformações desse tipo denominam-se sublimações; * E se os vapores dessas substâncias forem esfriados, haverá passagem direta para o estado sólido (ocorre nos dois sentidos).
  4. 4. * Quando aquecemos uma substância pura, podemos perceber um fato importante: a temperatura se mantém constante durante qualquer mudança de estado físico; * Assim, a ebulição da água pura, ao nível do mar, sempre ocorrerá a 100ºC, e essa temperatura se manterá constante durante o processo, não importando qual seja a fonte de aquecimento ou a massa de água.
  5. 5. • No diagrama de aquecimento de uma substância pura, observamos que T fusão e T de ebulição permanecem constantes; • No diagrama de aquecimento de uma mistura, observamos que T de fusão e T de ebulição variam (aumentam de temperatura); • No que se refere ao comportamento durante o aquecimento, há duas misturas especiais: as misturas azeotrópicas ( que apresentam T de ebulição constante) e as misturas eutéticas ( que apresentam T de fusão constante).
  6. 6. • Observando um copo contendo água pura, notaremos um líquido com uma única aparência, isto é, um líquido homogêneo; • Se adicionarmos uma pitada de sal de cozinha, notaremos que haverá dissolução completa, e a mistura continuará com aparência homogênea; • Mas, se adicionarmos sal em quantidades cada vez maiores, haverá um momento em que o sal não mais se dissolverá, depositando-se no fundo; • Neste momento, o sistema dentro do copo será heterogêneo.
  7. 7. • Os cientistas costumam dizer que sistemas homogêneos são constituídos por uma única fase; • E os sistemas heterogêneos por várias fases; - Água pura: Sistema homogêneo (1 fase); - Água + sal dissolvido: Sistema homogêneo (1 fase); - Água + sal dissolvido + sal não dissolvido: Sistema heterogêneo (2 fases).
  8. 8. FIM
  9. 9. FIM

×