SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
O Espírito de Deus habita em vós?O Espírito de Deus habita em vós?
O Espírito Santo e o
espírito do mundo
Igreja Batista Jardim Redentor – EBD
27 de julho de 2014
Texto ÁureoTexto Áureo
Não sabeis que sois santuário de Deus e que o
Espírito de Deus habita em vós? (ARA)
Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o
Espírito de Deus habita em vocês? (NVI)
Certamente vocês sabem que são o templo de Deus
e que o Espírito de Deus vive em vocês. (NTLH)
1 Coríntios 3:16
Ainda sobre tentação e provação
Domingo passado:
- Deus não envia tentações, mas sim provações
- O Tentador é Satanás
- A provação tem por objetivo nos ensinar algo
- A tentação tem por objetivo nos levar ao pecado
Importante:
- Existem tentações e provações que não são
enviadas por Deus ou por Satanás, mas são
consequências de nossas próprias escolhas
Características do espírito mundano
Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas
como a carnais, como a crianças em Cristo. (3.1)
Duas categorias de cristãos:
1. Cristãos espirituais – são os que se entregam ao
Espírito de Deus e procuram permanecer sensíveis
a Ele.
2. Cristãos carnais – crianças em Cristo – apesar de
possuírem o Espírito Santo, lutam contra ele e são
insensíveis ao seu agir.
Características do espírito mundano
Seis características do cristão carnal (3.2-3):
a) Precisam de leite – o básico da fé (João 16.12);
b) Não tem condições de receber alimento sólido –
questões profundas da fé;
c) Tem inveja - ciúmes;
d) Causam divisões - brigas;
e) São carnais – agem baseados na sua capacidade
física / mental;
f) São mundanos – agem de acordo com o curso do
mundo em que vivemos.
Adeptos de partidarismo
Havia quatro grupos na igreja de Corinto (1.12):
1) Paulo – melhor líder e evangelista
2) Apolo – melhor pregador e mestre
3) Pedro – apoio a costumes antigos / judaicos
4) Cristo – cristãos que não queriam se submeter a
uma autoridade eclesiástica
Adeptos de partidarismo
Como Paulo trata este problema:
1) Identifica esta conduta como algo mundano (4);
2) Coloca os líderes em seus lugares: são apenas
servos por meio de quem Deus age (5);
3) Ensina que o ministério é atribuído por Deus a
cada cristão (5);
4) Cada um faz seu trabalho, mas Deus é quem
contempla a obra como um todo (6);
5) Não somos nada, Deus é tudo (7);
Adeptos de partidarismo
Como Paulo trata este problema:
6) O propósito deve ser o mesmo e não diverso (8);
7) A recompensa será dada conforme a conduta e
não conforme o tipo de trabalho (8);
8) Os que trabalham são ajudadores de Deus (9);
9) Os que recebem são plantação e edifício (9);
10) Cada um tem sua própria função (10).
A diferença que o Espírito promove
Existem cristãos sem o Espírito Santo?
Não, no sentido de que todos são habitados pelo
Espírito de Deus.
Sim, no sentido de que muitos cristãos não se
submetem e não se deixam tocar pelo Espírito
Santo. (Romanos 8.7-9)
A diferença que o Espírito promove
Jesus coloca em nós o alicerce: a salvação da morte
eterna (separação eterna de Deus). (11)
O desenvolvimento desta salvação ocorre pelo
poder do Espírito Santo em nossa vida: a
santificação, o crescimento, o serviço e a condução
durante esta vida.
A diferença que o Espírito promove
Como construímos sobre o alicerce colocado sobre
o fundamento da salvação?
O que oferecemos a Deus como material para
construção de nosso ser – corpo, mente,
sentimentos, vida espiritual? (11-13)
As provações mostrarão o que está oculto. (14-15)
A diferença que o Espírito promove
Tornamo-nos santuário do Espírito Santo (16-17).
- Santuário: local de prestação de culto.
Podemos destruir este santuário deixando de viver
para glorificar a Deus, deixando de ser santuário.
O santuário é sagrado (17) – mais do que o corpo, a
vida do cristão está protegida por Deus.
A diferença que o Espírito promove
O Espírito Santo promove uma profunda mudança
de pensamentos e conduta (18-20).
1) O que antes era sabedoria, agora deve ser
substituída pela “loucura” do amor – Sermão do
Monte.
2) Devemos buscar a sabedoria e conhecimento que
há no mundo, mas submetê-los ao direcionamento
do Espírito de Deus.
A diferença que o Espírito promove
Viva menos o “OU”, viva mais o “E”!
(21-23)
Não precisamos escolher entre A ou B, podemos
escolher A e B.
Saber que somos de Cristo, podemos viver em
plenitude de vida!
Acabou

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1Luciana Lisboa
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorAlmy Alves
 
4 leis espirituais ppt
4 leis espirituais ppt4 leis espirituais ppt
4 leis espirituais pptIvanir Silva
 
6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestre
6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestre6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestre
6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestreJefferson Evangelista
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãJoanilson França Garcia
 
Escola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - EclesiologiaEscola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - EclesiologiaAlex Camargo
 
A santissima trindade
A santissima trindadeA santissima trindade
A santissima trindadePr Neto
 
Apostila de estudos sobre louvor
Apostila de estudos sobre louvorApostila de estudos sobre louvor
Apostila de estudos sobre louvorleandro faistauer
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesUEPB
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoMárcio Martins
 
Movimento de crescimento de igreja
Movimento de crescimento de igrejaMovimento de crescimento de igreja
Movimento de crescimento de igrejaHaroldo Xavier Silva
 

Mais procurados (20)

Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
Calvinismo x Arminianismo
Calvinismo x ArminianismoCalvinismo x Arminianismo
Calvinismo x Arminianismo
 
Cosmovisão
CosmovisãoCosmovisão
Cosmovisão
 
4 leis espirituais ppt
4 leis espirituais ppt4 leis espirituais ppt
4 leis espirituais ppt
 
Estudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismoEstudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismo
 
6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestre
6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestre6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestre
6º Aula de Teologia - Doutrina de Deus - 1° bimestre
 
A Igreja e a Reforma
A Igreja e a ReformaA Igreja e a Reforma
A Igreja e a Reforma
 
FéFé
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
Escola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - EclesiologiaEscola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - Eclesiologia
 
estudo sobre os três Dizimo
estudo sobre os três Dizimoestudo sobre os três Dizimo
estudo sobre os três Dizimo
 
A santissima trindade
A santissima trindadeA santissima trindade
A santissima trindade
 
Apostila de estudos sobre louvor
Apostila de estudos sobre louvorApostila de estudos sobre louvor
Apostila de estudos sobre louvor
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos Filipenses
 
Teontologia - AULA 02
Teontologia - AULA 02Teontologia - AULA 02
Teontologia - AULA 02
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
 
Evangelismo Criativo
Evangelismo CriativoEvangelismo Criativo
Evangelismo Criativo
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
 
Movimento de crescimento de igreja
Movimento de crescimento de igrejaMovimento de crescimento de igreja
Movimento de crescimento de igreja
 

Destaque

Início do Ministério de Jesus
Início do Ministério de JesusInício do Ministério de Jesus
Início do Ministério de JesusRogério Nunes
 
Presença e Atuação do Espírito Santo no Novo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Novo TestamentoPresença e Atuação do Espírito Santo no Novo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Novo TestamentoRogério Nunes
 
O espírito santo no antigo testamento
O espírito santo no antigo testamentoO espírito santo no antigo testamento
O espírito santo no antigo testamentoLeandro Sales
 
A ação do espírito na igreja
A ação do espírito na igrejaA ação do espírito na igreja
A ação do espírito na igrejaDaniel M Junior
 
O Que é a Santificação
O Que é a SantificaçãoO Que é a Santificação
O Que é a Santificaçãolucena
 
A definição de “espírito” no novo testamento e velho testamento
A definição de “espírito” no novo testamento e velho testamentoA definição de “espírito” no novo testamento e velho testamento
A definição de “espírito” no novo testamento e velho testamentoASD Remanescentes
 
Dons do Espírito Santo
Dons do Espírito SantoDons do Espírito Santo
Dons do Espírito SantoRogério Nunes
 
Presença e Atuação do Espírito Santo no Antigo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Antigo TestamentoPresença e Atuação do Espírito Santo no Antigo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Antigo TestamentoRogério Nunes
 
Estudo 07 3. oração de adoração
Estudo 07   3. oração de adoraçãoEstudo 07   3. oração de adoração
Estudo 07 3. oração de adoraçãoJaed Gomes
 
Meninos espirituais
Meninos espirituaisMeninos espirituais
Meninos espirituaisIzau Melo
 

Destaque (19)

Início do Ministério de Jesus
Início do Ministério de JesusInício do Ministério de Jesus
Início do Ministério de Jesus
 
Presença e Atuação do Espírito Santo no Novo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Novo TestamentoPresença e Atuação do Espírito Santo no Novo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Novo Testamento
 
A meditação do crente
A meditação do crenteA meditação do crente
A meditação do crente
 
O espírito santo no antigo testamento
O espírito santo no antigo testamentoO espírito santo no antigo testamento
O espírito santo no antigo testamento
 
O que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely Lage
O que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely LageO que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely Lage
O que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely Lage
 
7 vida no espirito
7 vida no espirito7 vida no espirito
7 vida no espirito
 
A ação do espírito na igreja
A ação do espírito na igrejaA ação do espírito na igreja
A ação do espírito na igreja
 
O Que é a Santificação
O Que é a SantificaçãoO Que é a Santificação
O Que é a Santificação
 
A definição de “espírito” no novo testamento e velho testamento
A definição de “espírito” no novo testamento e velho testamentoA definição de “espírito” no novo testamento e velho testamento
A definição de “espírito” no novo testamento e velho testamento
 
Dons do Espírito Santo
Dons do Espírito SantoDons do Espírito Santo
Dons do Espírito Santo
 
Presença e Atuação do Espírito Santo no Antigo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Antigo TestamentoPresença e Atuação do Espírito Santo no Antigo Testamento
Presença e Atuação do Espírito Santo no Antigo Testamento
 
Estudo 07 3. oração de adoração
Estudo 07   3. oração de adoraçãoEstudo 07   3. oração de adoração
Estudo 07 3. oração de adoração
 
Abordagem Centrada na Pessoa
Abordagem Centrada na PessoaAbordagem Centrada na Pessoa
Abordagem Centrada na Pessoa
 
Meninos espirituais
Meninos espirituaisMeninos espirituais
Meninos espirituais
 
Humanismo Carl Rogers
Humanismo Carl RogersHumanismo Carl Rogers
Humanismo Carl Rogers
 
Espírito santo
Espírito santoEspírito santo
Espírito santo
 
Slide apresentação carl rogers
Slide apresentação carl rogersSlide apresentação carl rogers
Slide apresentação carl rogers
 
Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)
 
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJASLIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
 

Semelhante a O Espírito Santo e o Espírito do Mundo

Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]TH
 
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptxLicao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptxDassayevSilva
 
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)Instituto Teológico Gamaliel
 
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituaisNatalino das Neves Neves
 
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisQvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisCleudson Corrêa
 
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos HomensAnderson Silva
 
“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”JUERP
 
"Há diversidade de dons, mas um só Espírito"
"Há diversidade de dons, mas um só Espírito""Há diversidade de dons, mas um só Espírito"
"Há diversidade de dons, mas um só Espírito"JUERP
 
Dons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de Cristo
Dons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de CristoDons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de Cristo
Dons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de CristoViva a Igreja
 
Apostila de dons espirituais
Apostila de dons espirituaisApostila de dons espirituais
Apostila de dons espirituaisRubens Bastos
 
Lição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptx
Lição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptxLição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptx
Lição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptxEdinaldoVieiradeSous
 
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituaisLBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituaisNatalino das Neves Neves
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislÉder Tomé
 

Semelhante a O Espírito Santo e o Espírito do Mundo (20)

Lição 10ª Dons espirituais
Lição 10ª Dons espirituaisLição 10ª Dons espirituais
Lição 10ª Dons espirituais
 
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
 
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptxLicao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
 
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
 
Dons do espírito santo
Dons do espírito santo Dons do espírito santo
Dons do espírito santo
 
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais
 
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisQvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
 
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
 
“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”“Há diversidade dos serviços”
“Há diversidade dos serviços”
 
"Há diversidade de dons, mas um só Espírito"
"Há diversidade de dons, mas um só Espírito""Há diversidade de dons, mas um só Espírito"
"Há diversidade de dons, mas um só Espírito"
 
Dons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de Cristo
Dons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de CristoDons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de Cristo
Dons espirituais: Descubra seu lugar no Corpo de Cristo
 
Apostila de dons espirituais
Apostila de dons espirituaisApostila de dons espirituais
Apostila de dons espirituais
 
Lição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptx
Lição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptxLição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptx
Lição 03 - A Natureza da Igreja (1).pptx
 
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituaisLBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
 
Donsespirituais pg
Donsespirituais pgDonsespirituais pg
Donsespirituais pg
 
A igreja de Jesus (1)
A igreja de Jesus (1)A igreja de Jesus (1)
A igreja de Jesus (1)
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
 
Escola de ministérios
Escola de ministériosEscola de ministérios
Escola de ministérios
 
Escola de ministérios
Escola de ministériosEscola de ministérios
Escola de ministérios
 
M7 ensino 01 02
M7 ensino 01 02M7 ensino 01 02
M7 ensino 01 02
 

Mais de Rogério Nunes

18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre FazemRogério Nunes
 
Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?
Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?
Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?Rogério Nunes
 
Família edificada sobre Cristo
Família edificada sobre CristoFamília edificada sobre Cristo
Família edificada sobre CristoRogério Nunes
 
Visão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenosVisão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenosRogério Nunes
 
Sexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismoSexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismoRogério Nunes
 
Purgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos MortosPurgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos MortosRogério Nunes
 
Pecado e Disciplina na Igreja
Pecado e Disciplina na IgrejaPecado e Disciplina na Igreja
Pecado e Disciplina na IgrejaRogério Nunes
 
Para Onde Vão os Mortos?
Para Onde Vão os Mortos?Para Onde Vão os Mortos?
Para Onde Vão os Mortos?Rogério Nunes
 
Do que um Líder É Formado
Do que um Líder É FormadoDo que um Líder É Formado
Do que um Líder É FormadoRogério Nunes
 
Relacionamento com o cliente
Relacionamento com o clienteRelacionamento com o cliente
Relacionamento com o clienteRogério Nunes
 
21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade Criativa
21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade Criativa21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade Criativa
21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade CriativaRogério Nunes
 
Educação entre Adultos
Educação entre AdultosEducação entre Adultos
Educação entre AdultosRogério Nunes
 
O Plano de Deus é Consumado
O Plano de Deus é ConsumadoO Plano de Deus é Consumado
O Plano de Deus é ConsumadoRogério Nunes
 

Mais de Rogério Nunes (20)

Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Livro de Jonas
Livro de JonasLivro de Jonas
Livro de Jonas
 
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
18 Coisas que Pessoas com uma Mentalidade Vencedora Sempre Fazem
 
Livro de Obadias
Livro de ObadiasLivro de Obadias
Livro de Obadias
 
Livro de Amós
Livro de AmósLivro de Amós
Livro de Amós
 
Livro de Joel
Livro de JoelLivro de Joel
Livro de Joel
 
Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?
Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?
Igreja e Sociedade: Projeto de Serviço ou Poder?
 
Família edificada sobre Cristo
Família edificada sobre CristoFamília edificada sobre Cristo
Família edificada sobre Cristo
 
Visão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenosVisão e valores dos grupos pequenos
Visão e valores dos grupos pequenos
 
Sexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismoSexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismo
 
Seitas Evangélicas
Seitas EvangélicasSeitas Evangélicas
Seitas Evangélicas
 
Purgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos MortosPurgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos Mortos
 
Pecado e Disciplina na Igreja
Pecado e Disciplina na IgrejaPecado e Disciplina na Igreja
Pecado e Disciplina na Igreja
 
Para Onde Vão os Mortos?
Para Onde Vão os Mortos?Para Onde Vão os Mortos?
Para Onde Vão os Mortos?
 
O que é Discipulado
O que é DiscipuladoO que é Discipulado
O que é Discipulado
 
Do que um Líder É Formado
Do que um Líder É FormadoDo que um Líder É Formado
Do que um Líder É Formado
 
Relacionamento com o cliente
Relacionamento com o clienteRelacionamento com o cliente
Relacionamento com o cliente
 
21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade Criativa
21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade Criativa21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade Criativa
21 Maneiras de Desbloquear sua Capacidade Criativa
 
Educação entre Adultos
Educação entre AdultosEducação entre Adultos
Educação entre Adultos
 
O Plano de Deus é Consumado
O Plano de Deus é ConsumadoO Plano de Deus é Consumado
O Plano de Deus é Consumado
 

Último

Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxCelso Napoleon
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfFrancisco Baptista
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024thandreola
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...edsonjsmarques
 
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2emprego2
 

Último (11)

Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
 
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
 

O Espírito Santo e o Espírito do Mundo

  • 1. O Espírito de Deus habita em vós?O Espírito de Deus habita em vós? O Espírito Santo e o espírito do mundo Igreja Batista Jardim Redentor – EBD 27 de julho de 2014
  • 2. Texto ÁureoTexto Áureo Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? (ARA) Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês? (NVI) Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês. (NTLH) 1 Coríntios 3:16
  • 3. Ainda sobre tentação e provação Domingo passado: - Deus não envia tentações, mas sim provações - O Tentador é Satanás - A provação tem por objetivo nos ensinar algo - A tentação tem por objetivo nos levar ao pecado Importante: - Existem tentações e provações que não são enviadas por Deus ou por Satanás, mas são consequências de nossas próprias escolhas
  • 4. Características do espírito mundano Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo. (3.1) Duas categorias de cristãos: 1. Cristãos espirituais – são os que se entregam ao Espírito de Deus e procuram permanecer sensíveis a Ele. 2. Cristãos carnais – crianças em Cristo – apesar de possuírem o Espírito Santo, lutam contra ele e são insensíveis ao seu agir.
  • 5. Características do espírito mundano Seis características do cristão carnal (3.2-3): a) Precisam de leite – o básico da fé (João 16.12); b) Não tem condições de receber alimento sólido – questões profundas da fé; c) Tem inveja - ciúmes; d) Causam divisões - brigas; e) São carnais – agem baseados na sua capacidade física / mental; f) São mundanos – agem de acordo com o curso do mundo em que vivemos.
  • 6. Adeptos de partidarismo Havia quatro grupos na igreja de Corinto (1.12): 1) Paulo – melhor líder e evangelista 2) Apolo – melhor pregador e mestre 3) Pedro – apoio a costumes antigos / judaicos 4) Cristo – cristãos que não queriam se submeter a uma autoridade eclesiástica
  • 7. Adeptos de partidarismo Como Paulo trata este problema: 1) Identifica esta conduta como algo mundano (4); 2) Coloca os líderes em seus lugares: são apenas servos por meio de quem Deus age (5); 3) Ensina que o ministério é atribuído por Deus a cada cristão (5); 4) Cada um faz seu trabalho, mas Deus é quem contempla a obra como um todo (6); 5) Não somos nada, Deus é tudo (7);
  • 8. Adeptos de partidarismo Como Paulo trata este problema: 6) O propósito deve ser o mesmo e não diverso (8); 7) A recompensa será dada conforme a conduta e não conforme o tipo de trabalho (8); 8) Os que trabalham são ajudadores de Deus (9); 9) Os que recebem são plantação e edifício (9); 10) Cada um tem sua própria função (10).
  • 9. A diferença que o Espírito promove Existem cristãos sem o Espírito Santo? Não, no sentido de que todos são habitados pelo Espírito de Deus. Sim, no sentido de que muitos cristãos não se submetem e não se deixam tocar pelo Espírito Santo. (Romanos 8.7-9)
  • 10. A diferença que o Espírito promove Jesus coloca em nós o alicerce: a salvação da morte eterna (separação eterna de Deus). (11) O desenvolvimento desta salvação ocorre pelo poder do Espírito Santo em nossa vida: a santificação, o crescimento, o serviço e a condução durante esta vida.
  • 11. A diferença que o Espírito promove Como construímos sobre o alicerce colocado sobre o fundamento da salvação? O que oferecemos a Deus como material para construção de nosso ser – corpo, mente, sentimentos, vida espiritual? (11-13) As provações mostrarão o que está oculto. (14-15)
  • 12. A diferença que o Espírito promove Tornamo-nos santuário do Espírito Santo (16-17). - Santuário: local de prestação de culto. Podemos destruir este santuário deixando de viver para glorificar a Deus, deixando de ser santuário. O santuário é sagrado (17) – mais do que o corpo, a vida do cristão está protegida por Deus.
  • 13. A diferença que o Espírito promove O Espírito Santo promove uma profunda mudança de pensamentos e conduta (18-20). 1) O que antes era sabedoria, agora deve ser substituída pela “loucura” do amor – Sermão do Monte. 2) Devemos buscar a sabedoria e conhecimento que há no mundo, mas submetê-los ao direcionamento do Espírito de Deus.
  • 14. A diferença que o Espírito promove Viva menos o “OU”, viva mais o “E”! (21-23) Não precisamos escolher entre A ou B, podemos escolher A e B. Saber que somos de Cristo, podemos viver em plenitude de vida!