“Há diversidade dos serviços”

10.386 visualizações

Publicada em

Estudos EBD 02 - 3 T11 - O Ministério Cristão

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.386
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.529
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
141
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

“Há diversidade dos serviços”

  1. 1. Terceiro Trimestre de 2011 O ministério cristão Vida e obra dos crentes em Cristo Proclamação Aconselhamento Intercessão Adoração Serviço Ensino Mordomia Liderança Segundo domingo 10.Jun.2011
  2. 2. Estudo 02 “ Há diversidade dos serviços” O ministério cristão e sua multiplicidade Textos bíblicos: Rm 12.1-8 1Co 12.1-11,28-31 Ef 4.11-16 Texto áureo: 1Co 12.5: ” E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo”.
  3. 3. <ul><li>Introdução (I) </li></ul><ul><li>Quando pensamos na multiplicidade </li></ul><ul><li>do ministério cristão, precisamos </li></ul><ul><li>ressaltar dois aspectos importantes: </li></ul><ul><li>o corpo de Cristo é um só (unidade); </li></ul><ul><li>2) o corpo de Cristo abriga internamente </li></ul><ul><li>uma multiplicidade de membros e </li></ul><ul><li>funções (diversidade). </li></ul>Assim, a igreja de Cristo convive permanentemente na tensão entre manter a unidade sem prejudicar a diversidade e vice-versa.
  4. 4. Isto porque os que desejam trilhar este caminho não podem deixar de ler, refletir e conhecer os três textos bíblicos mais expositivos e completos que dissertam sobre o tema. Realmente, Paulo nos brinda em três capítulos de três cartas diferentes, com ensinamentos preciosos e profundos sobre o melhor exercício do ministério cristão na minha e na sua vida. Introdução (II) O estudo desta domingo vai nos proporcionar uma oportunidade única e especial para os que aspiramos melhor estudar a Bíblia e, especialmente, conhecer da multiplicidade e dinâmica do ministério cristão na vida do crente .
  5. 5. <ul><li>Na caminhada que vamos iniciar não nos </li></ul><ul><li>esqueçamos disto. Se quisermos algum dia </li></ul><ul><li>desenvolver com nossos dons e talentos </li></ul><ul><li>ministérios efetivos para a obra da igreja e </li></ul><ul><li>para a realização plena de nossa vida conforme a vontade </li></ul><ul><li>de Deus, teremos que palmilhar as nossas jornadas </li></ul><ul><li>através do estudo de três capítulos fundamentais e especiais nas cartas de Paulo: </li></ul><ul><ul><ul><li>1) o capítulo 12 de Romanos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>2) o capítulo 12 de 1Coríntios, e </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>3) o capítulo 4 de Efésios. </li></ul></ul></ul><ul><li>São três pérolas preciosas para a formação do melhor ministério cristão a ser desenvolvido pela igreja de Cristo. </li></ul>Introdução (III)
  6. 6. Introdução (IV) Pelo que acontecera no Dia de Pentecostes e pelos milagres registrados pouco depois por parte dos apóstolos, o poder sobre a prática dos dons espirituais se tornou a grande aspiração de todo líder cristão. Paulo tinha receio de que a prática dos dons e talentos na comunidade cristã iniciante viesse a ser um fator de desagregação e competição. Conhecendo a natureza humana e já tendo enfrentado problemas referentes a esta área do comportamento do ser humano, ele desejava que pela graça de Deus, o ministério de cada um fosse visto não como melhor e mais forte ou poderoso do o de outrem, mas como parte integrante de um somatório que agregasse e somasse para o melhor crescimento da igreja de Cristo. Daí o que nos escreveu nestas cartas.
  7. 7. Ministério Cristão Sua multiplicidade Rm 12.1-3 1) A vida consagrada 1.“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. 2. E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. 3. Porque pela graça que me foi dada digo a cada um dentre vós que não tenha de si mesmo mais alto conceito do que convém, mas que pense de si sobriamente, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.”
  8. 8. Ministério Cristão Sua multiplicidade Rm 12.4-8 2) A distribuição dos dons para ministrar 4. “Pois assim como em um corpo temos muitos membros e nem todos os membros têm a mesma função, 5. assim nós, embora muitos, somos um só corpo em Cristo, e individualmente membros uns dos outros. 6. De modo que tendo diferentes dons segundo a graça que nos foi dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé; 7. se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino; 8. ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com zelo; o que usa de misericórdia, com alegria.&quot;
  9. 9. Ministério Cristão Sua multiplicidade 1Co 12.1-3 3) Sua identidade espiritual <ul><li>“ Ora, a respeito dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes. </li></ul><ul><li>2. Vós sabeis que, quando éreis gentios, vos desviáveis para os ídolos mudos, conforme éreis levados. </li></ul><ul><li>3. Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém, falando pelo Espírito de Deus, diz: Jesus é anátema! E ninguém pode dizer: Jesus é o Senhor! Senão pelo Espírito Santo”. </li></ul>
  10. 10. Ministério Cristão Sua multiplicidade 1Co 12.4-7 4) Os dons e sua unidade original 4. Ora, há diversidade de dons, nas o Espírito é o mesmo. 5. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. 6. E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. 7. A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito para o proveito comum“
  11. 11. Ministério Cristão 1Co 12.8-11 4) A dinâmica espiritual dos dons 8. Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; 9. a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; 10. a outro, a operação de milagres; a outro, a profecia; a outro o dom de discernir espíritos; a outro a variedade de línguas; e a outro, a interpretação de línguas; 11. Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, distribuindo particularmente, a cada um como quer&quot;.
  12. 12. Ministério Cristão Sua multiplicidade 1Co 12.27-31 5) Resumindo o assunto 27.Ora, vós sois corpo de Cristo, e individualmente seus membros. 28. E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro mestres, depois operadores de milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedade de línguas. 29. Porventura são todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? São todos operadores de milagres? 30. Todos têm dons de curar? Falam todos em línguas? Interpretam todos? 31. Mas procurai com zelo os maiores dons. Ademais, eu vos mostrarei um caminho sobremodo excelente.”
  13. 13. 11. E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres, 12. tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; 13. até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo; Ministério Cristão Sua multiplicidade Efésios 4.11-13 6) A perspectiva futura do crescimento espiritual
  14. 14. Ministério Cristão Sua multiplicidade Ef 4.14-16 7. A firmeza cristã 14. para que não mais sejamos meninos, inconstantes, levados ao redor por todo vento de doutrina, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro; 15. antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, 16. do qual o corpo inteiro bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, efetua o seu crescimento para edificação de si mesmo em amor.
  15. 15. Conclusão (I) Dos 28 ministérios ou titulares citados… Qual o seu? Em Romanos Em 1Coríntios 12.1.8 . 12.28-31 1) Profecia 16. Apóstolos 2) Ministério 17. Profetas 3) Ensino 18. Mestres 4) Exortação 19. Milagres 5) Repartir 20. Curas 6) Presidir 21. Socorros 7) Misericórdia 22. Governos Em 1Co 12.1-11 23. Línguas 8) Sabedoria Em Efésios 9) Ciência 4.11-16 10) Fé 24. Apóstolos 11) Curas 25. Profetas 12) Milagres 26. Evangelistas 13) Profecias 27. Pastores 14) Discernir 28. Mestres 15) Línguas
  16. 16. Conclusão (II) Resumimdo para não confundir: Dos 28 ministérios citados podemos sintetizá-los em cinco Áreas de atuação para cada um de nós crentes! Profetizar, pregar: 1+13+17+25 Ministrar, servir: 2+7+10+11+12+14+ 15+19+20+21+23 Ensinar 3+8+9+18+28 Exortar, aconselhar: 4+5+16+24 Pastorear 6+22+26+27 Em Romanos Em 1Coríntios 12.1.8 . 12.28-31 1) Profecia 16.apóstolos 2) Ministério 17.profetas 3) Ensino 18.mestres 4) Exortação 19.milagres 5) Repartir 20.curas 6) Presidir 21.socorros 7) Misericórdia 22.governos Em 1Co 12.1-11 23. Línguas 8) Sabedoria Em Efésios 9) Ciência 4.11-16 10) Fé 24. Apóstolos 11) Curas 25. Profetas 12) Milagres 26. Evangelistas 13) Profecias 27. Pastores 14) Discernir 28. Mestres 15) Línguas
  17. 17. Conclusão (III) Vamos fazer um segundo desafio espiritual?... Ao final deste trimestre, qual o ministério da igreja que você estará abraçando?

×