Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais

1.871 visualizações

Publicada em

Quem é você no Corpo de Cristo - Quais os resultados do exercício dos Dons Espirituais

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.871
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.164
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Não se deve confundir dons espirituais com talentos, nem com o fruto do Espírito, nem com cargos na Igreja.

    Um talento nato, pode ser matéria prima para um dom
  • O Exercício de um dom é o meio pelo qual o amor de Cristo é manifestado através do “crente possuidor” para o bem dos outros, é uma ferramenta que equipa o seu portador para exercer com eficiência e bom êxito, determinado tipo de serviço para Deus, sob o comando do Espírito Santo, para edificação, benefício de todo o corpo.

    1 Coríntios 14:4 O que fala em outra língua a si mesmo se edifica, mas o que profetiza edifica a igreja.

    1 Coríntios 14:4 Quem fala em línguas estranhas ajuda somente a si mesmo, mas quem anuncia a mensagem de Deus ajuda a igreja toda.
  • Os dons não podem ser escolhidos, trocados, nem reivindicados

    Procurai com zelo – valorizai grandemente!

    Valorizai grandemente aquele que é o dom que Deus tem para você...

    Ninguém, na face da terra pode conferir, unção, benção, com dotação de dom, a ninguém!
  • Ninguém deve considerar-se melhor do que o outro por ter, qualquer dom que seja

    Nem sentir-se menor por não ter aquele dom que é mais admirado pelos outros!

    Infelizmente tendemos ao “orgulho”, querer que o “eu” seja melhor do que os outros...
  • Exercer os dons espirituais é um fardo tão leve que nem parece fardo. Cada membro do corpo de Cristo fica feliz e realizado. Aceira a si próprio com alegria e satisfação, e volta-se para Deus com vibrante gratidão, sabendo que a recompensa vem de Deus.

    Cada um sabendo sua identidade e, consequentemente, sua função principal no corpo de Cristo, percebendo, assim, a vontade particular de Deus para a sua vida.

    Há o aumento da compreensão e do amor de um para com o outro, quando o crente compreende o agir de Deus na vida de cada um, para a edificação da Igreja.
  • Ef 4. Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,
  • Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais

    1. 1. O corpo de Cristo O que é o Corpo de Cristo? O que o corpo precisa para funcionar? Qual o valor de cada membro? O que fazer com seus dons? De onde vem os dons? A Vontade de Deus para cada um!
    2. 2. Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo. 1Co 12.27
    3. 3. Dons espirituais são uma mensagem pessoal de Deus. É como se dissesse: “Eu lhe dei esta capacidade para fazer este bem em meu Reino. É isto que eu quero que faça para mim”. Assim, para respondermos a pergunta “o que Deus quer que eu faça da minha vida?” Precisamos conhecer e desenvolver nossos dons espirituais.
    4. 4. Os dons são presentes graciosos de Deus para nós, a fim de nos equipar para servirmos uns aos outros e para glorificarmos a Deus, fazendo seu nome conhecido.
    5. 5. Os dons não podem ser confundidos com talentos naturais, embora muitas vezes Deus os utilize na concessão dos dons espirituais. Também não podem ser confundidos com o fruto do Espírito, com uma responsabilidade que corresponde a todo cristão, nem com cargos institucionais.
    6. 6. 1.Você conhece os seus dons? Quais são? 2.Você é capaz de distinguir em você mesmo os seus dons espirituais e os seus talentos naturais? 3.Você tem desenvolvido seus dons, colocando-os em prática? 4.Como você tem feito isso?
    7. 7. Efésios 4.11-16 11.E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, 12.com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo, 13.Até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, 14.para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro. 15.Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, 16.de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.
    8. 8. Os dons podem ser escolhidos ou trocados? Efésios 4.11 –E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres... 1Coríntios 12.11, 18 –Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente. (...) Mas Deus dispôs os membros, colocando cada um deles no corpo, como lhe aprouve. Os dons podem ser escolhidos ou trocados? Efésios 4.11 –E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres... 1Coríntios 12.11, 18 –Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente. (...) Mas Deus dispôs os membros, colocando cada um deles no corpo, como lhe aprouve. Os dons podem ser escolhidos ou trocados? Efésios 4.11 –E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres... 1Coríntios 12.11, 18 –Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente. (...) Mas Deus dispôs os membros, colocando cada um deles no corpo, como lhe aprouve.
    9. 9. 27 Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo. 28 A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois, operadores de milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. 29 Porventura, são todos apóstolos? Ou, todos profetas? São todos mestres? Ou, operadores de milagres? 30 Têm todos dons de curar? Falam todos em outras línguas? Interpretam-nas todos? 31 Entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons. E eu passo a mostrar-vos ainda um caminho sobremodo excelente. 1Co 12.37-31 27 Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo. 28 A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois, operadores de milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. 29 Porventura, são todos apóstolos? Ou, todos profetas? São todos mestres? Ou, operadores de milagres? 30 Têm todos dons de curar? Falam todos em outras línguas? Interpretam-nas todos? 31 Entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons. E eu passo a mostrar-vos ainda um caminho sobremodo excelente. 1Co 12.37-31
    10. 10. Não! Como vimos é Deus quem concede os dons espirituais pela Graça e os distribui no corpo individualmente conforme sua própria vontade. Da parte humana, são recebidos e descobertos, e não escolhidos.
    11. 11. Os dons existem em benefício de quem? Efésios 4.12 –com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo... Os dons existem para integrar o crente no Corpo de Cristo seguindo a vontade de Deus para si mesmo para edificação do Corpo. Dons espirituais sempre levam ao benefício do outro para edificação de todo Corpo. O dom espiritual é um meio pelo qual o amor de Cristo é manifestado através do crente para de outros.
    12. 12. Em que isso implica? 1Pedro 4.10 –Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Cada um deve ver a si mesmo como canal de bênção para o outro através do dom que recebeu. O desenvolvimento dos dons nos leva a cultivar a mente de servo. Com isso ele é muito abençoado e Deus faz transbordar por meio dele a sua Graça.
    13. 13. Há prejuízos em não se conhecer os dons espirituais? Efésios 4.13-14 –Até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.
    14. 14. a) Permanência na imaturidade da fé Se não exercermos os dons que recebemos ficaremos longe da plenitude de Cristo. Permanecemos “como meninos, agitados de um lado para o outro”, com uma fé ingênua. O exercício dos dons espirituais leva ao crescimento espiritual. b) Comparações entre irmãos Muitos crentes fazem comparações negativas entre irmãos. Outros fazem comparações negativas consigo mesmos, desvalorizando-se, pensando que nada tem a oferecer. Outros se supervalorizam, pensando que são mais “espirituais” que os outros.
    15. 15. Há benefícios em se conhecer os dons espirituais? Efésios 4.15-16 –Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.
    16. 16. a) Fardos são perdidos Descobrir nossos dons espirituais é lançar fora um fardo que nunca deveríamos ter carregado. Achamos descanso e alegria para nossa alma quando descobrimos quem somos no corpo de Cristo e podemos exercer plenamente nossos dons. b) Há reconhecimento e incentivo mútuos A medida que os crentes conhecem seus dons espirituais e os desenvolvem, todos podem reconhecê-los e trabalhar em cooperação aos dons uns dos outros. Interrompe-se a cobrança por dons que as pessoas não tem e cada um passa a incentivar o outro no exercício do seu próprio dom.
    17. 17. c) O mesmo amor, unidos de alma Fp2.2 –completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento. Todos poderão trabalhar juntos em amor e harmonia, evitando a vaidade, ciúmes, apatia ou falsa modéstia. Caem as comparações nocivas e inúteis. Cresce a comunhão e amor se torna efetivo no meio da Igreja. d) A maturidade na fé O corpo unido vai amadurecer na fé e no amor até a plenitude de Cristo. Os crentes se desenvolverão espiritualmente bem como terão um caráter aperfeiçoado à semelhança de Cristo Jesus (fruto do Espírito).
    18. 18. e) O Crescimento da Igreja A igreja crescerá não só espiritualmente, mas numericamente. Um corpo saudável cresce naturalmente. Os crentes suprem as necessidades uns dos outros e também tornam-se canais da Graça de Deus ao não- cristão por meio dos dons que receberam.
    19. 19. Os dons espirituais dádivas de Deus para nós para exercermos para o bem dos outros. Esse é o caminho para reconhecermos a vontade de Deus pra nós. Desconhecer os dons podem trazer muitos prejuízos pessoais para o crente e também para todo o corpo que não cresce saudável. O conhecimento dos dons contribui para a unidade da Igreja e para o crescimento saudável do Corpo e de cada um individualmente. Além disso, produz alegria pessoal em ser útil no Reino de Deus e o Pai é glorificado nos frutos que geramos pelo exercício dos dons.
    20. 20. Você quer fazer a vontade de Deus em sua vida? Você quer viver para a glória de Deus? Você tem exercido seus dons para o benefício do outro? Como você tem feito isso?

    ×