SlideShare uma empresa Scribd logo
Estudo Bíblico 112
A igreja missionária
Apresentação
Edilson José Barbosa
ESCOLA
BÍBLICA
DOMINICAL
Claro que devemos valorizar a PREGAÇÃO. Os
ministros da palavra precisam priorizar os
"púlpitos“, pois o ponto central do culto é a
PREGAÇÃO. Temos também os CÂNTICOS, os
TESTEMUNHOS e OUTROS ELEMENTOS que
fazem parte das ações da Igreja. Mas a
PREGAÇÃO continua como uma das partes
principais porque nela anuncia-se a PALAVRA DE
DEUS. Deve haver zelo pela pregação e dedicação
para com o sermão e os membros devem dar a
devida atenção e ouvir a "VOZ DE DEUS".
No exercicio do evangelho somos DESAFIADOS A
AGIR de forma favorável com as pessoas
principalmente com aquelas que sofrem, as
machucadas, as cansadas e as que estão com
problemas. Pastorear implica em oferecer
consolo, orientação, calor humano e cuidado .
Será essa realmente a missão das igrejas CRISTÃS.
Sair de dentro das quatro paredes e cumprir com
sua VOCAÇÃO; Ir de encontro aos lares, alcançar
outras famílias para o evangelismo, para o ensino e
pastoreio. Enfim, uma IGREJA dita de Cristo ou
seja CRISTÃ.
Toda igreja
Precisa
desenvolver sua
VOCAÇÃO
VAMOS REFLETIR
Qual o papel da IGREJA cristã?
Como uma igreja CRISTÃ deve ser?
Doutrinas,dogmas e normas religiosas
mais ajudam ou prejudicam?
A igreja CRISTÃ está a serviço de
quem? Do homem ou de Deus?
Qual seria a opinião de JESUS
sobre sua IGREJA?
O que é VOCAÇÃO DA
IGREJA...
A VOCAÇÃO DA
IGREJA ESTÁ LIGADA
AS VIRTUDES
EMANADAS PELO
ESPIRITO SANTO.
E QUEM DÁ ESSA VOCAÇÃO?
“
Mas recebereis a virtude do
Espírito Santo, que há de vir sobre
vós; e ser-me-eis testemunhas,
tanto em Jerusalém como em toda
a Judéia e Samaria, E ATÉ AOS
CONFINS DA TERRA.”
Atos 1:8
Texto sagrado para nossa reflexão
Onde você
está
Em locais
próximos
Em lugares
distantes
Jerusalém
Judéia e
Samaria
Confins da
Terra
E em Gálatas 5:22-23 temos as
VIRTUDES emanadas pelo Espírito Santo.
E uma igreja MISSIONÁRIA?
COMO ELA SERIA? OU DEVE SER?
Em Atos dos Apóstolos temos vários exemplos.
Escolhemos focar na IGREJA DE
ANTIOQUIA, que sentiu o DESAFIO
MISSIONÁRIO e respondeu ao CHAMADO
DE DEUS.
O QUE DIZ A PALAVRA DE DEUS
19 “E os que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estêvão
caminharam até à Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão
somente aos judeus.
20
E havia entre eles alguns HOMENS CHÍPRIOS E CIRENENSES, os quais entrando em
Antioquia falaram aos gregos, ANUNCIANDO O SENHOR JESUS.
21
E A MÃO DO SENHOR ERA COM ELES; E GRANDE NÚMERO CREU e SE CONVERTEU
AO SENHOR.
22
E chegou a fama destas coisas aos ouvidos da igreja que estava em Jerusalém; e enviaram
BARNABÉ A ANTIOQUIA.
23
O qual, quando chegou, e viu a GRAÇA DE DEUS, se alegrou, e exortou a todos a que
permanecessem no Senhor, com propósito de coração;
24
Porque era homem de bem e CHEIO DO ESPÍRITO SANTO E DE FÉ. E muita gente se uniu
ao Senhor.
25
E partiu Barnabé para Tarso, A BUSCAR SAULO; E, ACHANDO-O, O CONDUZIU PARA
ANTIOQUIA.
26
E sucedeu que TODO UM ANO se reuniram naquela igreja, e ENSINARAM muita gente; e
em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, CHAMADOS CRISTÃOS.”
Atos 11:19-26
Primeiro ato: O início de tudo
A Igreja de JERUSALÉM havia recebido
o Espírito Santo, mas depois disso, se
fecharam para a evangelização dos
gentios [povos descrentes] ficando só
EM TORNO DE SI MESMA.
Segundo ato : A dispersão
Porém, quando aconteceu a perseguição
a partir do MARTÍRIO DE ESTEVÃO,
eles foram dispersos e tiveram que sair
de seu lugar (v.19).
 Somente assim, anunciaram o
evangelho para outros povos.
Terceiro ato : A evangelização
Quando os cristãos de Jerusalém
começaram a evangelizar, descobriram
que Deus já estava trabalhando entre os
gentios e descobriram a IGREJA DE
ANTIOQUIA que já era uma Igreja
Missionária (v.20).
Quarto ato – A viagem de Paulo e Barnabé
Mandaram BARNABÉ/ PAULO para ir
verificar se era uma igreja verdadeira e
chegando ali descobriu uma IGREJA
MISSIONÁRIA ABENÇOADA (v.22).
ANTIÓQUIA
Uma IGREJA COMPLETA
Tornou-se
CENTRO MISSIONÁRIO
IGREJA
DE
EVENTOS
IGREJA
DE
EVENTOS
IGREJA
MISSIONÁRIAX
ANALISANDO A IGREJA HOJE
Agenda
Reuniões
Cargos
Programas
Passeios
Movimento
Atividades
Festas
Oração
Visitas
Evangelismo
Discipulado
Missões
Ação social
Serviços
Testemunho
A missão principal DA
IGREJA É...
Evangelização e libertação
integral do homem.
MISSÃOVOCAÇÃO
VIRTUDES
ENTÃO
Voltando em
Atos 11:19-26
temos
ORIENTAÇÕES
para a IGREJA.
Voltando em
Atos 11:19-26
temos
ORIENTAÇÕES
para a IGREJA.
1- Entregar tudo nas mãos de Deus: 
v.21 “a mão do Senhor estava com eles, e
muitos, crendo se converteram ao Senhor”
2- Depender da Graça de Deus: v.23ª
“vendo a graça de Deus, alegrou-se”
3- Ser perseverante: v.23b
“exortava a
todos a que, com firmeza de coração
permanecessem no Senhor”
3- Ser perseverante: v.23b
“exortava a
todos a que, com firmeza de coração
permanecessem no Senhor”
4- Cuidar do Testemunho: v.24ª “porque
era homem bom”
5- Buscar  o  poder  do  Espírito  Santo  e 
fé: v.24b
“cheio do Espírito Santo e de fé.
E muita gente se uniu ao Senhor”
6- Aprender a Palavra: v.25b “por todo um ano, ser
reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa
multidão”
7- Honrar o nome de Cristão: v.26 “em
Antioquia, foram os discípulos, pela
primeira vez chamados cristãos”
Construindo  a  
IGREJA MISSIONÁRIA
Construindo  a  
IGREJA MISSIONÁRIA
DEUS  CHAMA Visão Global
SERVIÇO - Na Igreja e no mundo – CONSTRUÇÃO - Reino de DeusSERVIÇO - Na Igreja e no mundo – CONSTRUÇÃO - Reino de Deus
humana CristãVocação 
Fundamental 
Laical
Eclesia
l Missionária
Sacerdotal Religiosa
Vocação 
Específicas 
MISSÕES
“Ai de mim se não evangelizar” (1Cor 9,16)
Só uma IGREJA missionária e evangelizadora 
experimenta a fecundidade e a alegria de
quem realiza a sua VOCAÇÃO.
Construindo  a  
IGREJA MISSIONÁRIA
Igreja de eventos Igreja Missionária
-Mantém tudo centralizado e
Interesses próprios, foco em
grandes atividades.
-Obreiros distribuídos para
trabalhos evangelísticos e sociais
de acordo com os desafios.
-Movimento com base em
programação . Tudo é passageiro.
-Menos eventos. Estão muito
ocupados visitando pessoas,
evangelizando, discipulado para
novos convertidos.
-Cargos fixos e títulos pelo que
fazem.
-Não precisam de cargos ou títulos
para trabalhar . Estão sempre ativos.
Igreja de eventos Igreja Missionária
-Todos satisfeitos com o que
acontece.
Todos estão sempre
incomodados ao ver vidas
sem Jesus.
-Ajunta muitas pessoas, mas
não une o povo e quando vem
um problema se dispersam.
Quando acontece um
problema, se unem buscando
fortalecer um ao outro em
comunhão.
-Todos estão reunidos num
ativismo para ver quem faz
melhor.
-Sempre sensível aos desafios
do povo, estão sempre prontos
a servir sem precisar aparecer.
Igreja de eventos Igreja Missionária
-A força da igreja de
eventos puxa para
dentro.
-A força da Igreja
Missionária se lança
para fora.
-Baseia-se na
religiosidade.
-Baseia-se na
espiritualidade e na
prática.
-Valoriza coisas e os
fatos.
-Valoriza a vida antes de
tudo.
PARA O NOSSO ENTENDIMENTOPARA O NOSSO ENTENDIMENTO
A IGREJA DE JERUSALÉM desprezou sua
vocação missionária e se fechou dentro
de si. Já a IGREJA DE ANTIOQUIA,
vivenciava a cada dia A MISSÃO
ANUNCIANDO O EVANGELHO,
ENVIANDO MISSIONÁRIOS e ACEITANDO
DESAFIOS como oportunidades de fazer a
vontade de Deus.
Igreja de eventos ou Igreja missionária?Igreja de eventos ou Igreja missionária?
ONDE É MAIS FÁCIL PARA UM CRENTE?
Certamente numa IGREJA DE EVENTOS nossas
vontades serão mais facilmente satisfeitas porém
numa IGREJA MISSIONÁRIA é preciso sair da
ZONA DE CONFORTO e INCOMODAR O POVO.
E Isso não é tarefa fácil.
LEMBRETE : DEUS QUER QUE VOCÊ FAÇA MISSÃO!
A igreja de Jesus Cristo é a igreja que prega o
AMOR, é aquela que aceitou a MISSÃO de levar a
todos o poder da GRAÇA de Deus.
A igreja de Jesus Cristo é a igreja que prega o
AMOR, é aquela que aceitou a MISSÃO de levar a
todos o poder da GRAÇA de Deus.
MISSÕES
Fugir, ficar olhando ou agir...?
“Então todo o povo
respondeu a uma voz, e
disse: Tudo o que o Senhor
tem falado, faremos.”
ÊXODO 19:8
MENSAGEM FINAL
Como é feita a OBRA MISSIONÁRIA?
A obra missionária é feita pelos
PÉS de quem vai, pelos
JOELHOS de quem ora e pelas
MÃOS de quem contribui.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
Márcio Melânia
 
Lição 6 - Deus, o Autor de Missões
Lição 6 - Deus, o Autor de MissõesLição 6 - Deus, o Autor de Missões
Lição 6 - Deus, o Autor de Missões
Éder Tomé
 
Curso basico de evangelismo
Curso basico de evangelismoCurso basico de evangelismo
Curso basico de evangelismo
Antonio Rodrigues
 
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptxLição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7   Evangelização: A missão máxima da igrejaLição 7   Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
Wander Sousa
 
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - SoteriologiaDoutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
Roberto Trindade
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Éder Tomé
 
A missão evangelizadora da igreja
A missão evangelizadora da igrejaA missão evangelizadora da igreja
A missão evangelizadora da igreja
dimas campos
 
7 taças do apocalipse
7 taças do apocalipse7 taças do apocalipse
7 taças do apocalipse
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
Marcelo Santos
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
Márcio Martins
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Éder Tomé
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
valmarques
 
Aula 2 hamartiologia
Aula 2   hamartiologiaAula 2   hamartiologia
Aula 2 hamartiologia
magnao2
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
Ednilson do Valle
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
Gildelanio Da Silva
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
Alberto Nery
 
Curso de evangelismo
Curso de evangelismoCurso de evangelismo
Curso de evangelismo
adnacoes
 

Mais procurados (20)

Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
 
Lição 6 - Deus, o Autor de Missões
Lição 6 - Deus, o Autor de MissõesLição 6 - Deus, o Autor de Missões
Lição 6 - Deus, o Autor de Missões
 
Curso basico de evangelismo
Curso basico de evangelismoCurso basico de evangelismo
Curso basico de evangelismo
 
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptxLição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
 
Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7   Evangelização: A missão máxima da igrejaLição 7   Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
 
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - SoteriologiaDoutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
A missão evangelizadora da igreja
A missão evangelizadora da igrejaA missão evangelizadora da igreja
A missão evangelizadora da igreja
 
7 taças do apocalipse
7 taças do apocalipse7 taças do apocalipse
7 taças do apocalipse
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 
Aula 2 hamartiologia
Aula 2   hamartiologiaAula 2   hamartiologia
Aula 2 hamartiologia
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
 
Curso de evangelismo
Curso de evangelismoCurso de evangelismo
Curso de evangelismo
 

Semelhante a EB112-a igreja missionária

redentoristando-pedro.blogspot.com
redentoristando-pedro.blogspot.comredentoristando-pedro.blogspot.com
redentoristando-pedro.blogspot.com
pmgv5
 
blog do irmão pedro magalhaes
blog do irmão pedro magalhaesblog do irmão pedro magalhaes
blog do irmão pedro magalhaes
pmgv5
 
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...
José Carlos Polozi
 
Uma introdução a Missão integral
Uma introdução a Missão integralUma introdução a Missão integral
Uma introdução a Missão integral
Levi Carvalho
 
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostalLição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Ailton da Silva
 
A igreja
A igrejaA igreja
A igreja
Giuliane Mota
 
Igreja viva
Igreja vivaIgreja viva
Igreja viva
Bernadetecebs .
 
Lição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Celso Napoleon
 
Concílio Vaticano II - 50 Anos
Concílio Vaticano II - 50 AnosConcílio Vaticano II - 50 Anos
Concílio Vaticano II - 50 Anos
Rubens Júnior
 
DGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleberDGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleber
Kleber Silva
 
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoralDgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Kleber Silva
 
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015) Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
Bernadetecebs .
 
Diretrizes 2011 2015
Diretrizes  2011  2015Diretrizes  2011  2015
Diretrizes 2011 2015
MNEstudio
 
Diretrizes
Diretrizes Diretrizes
Lição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORA
Lição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORALição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORA
Lição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORA
Andrew Guimarães
 
Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...
Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...
Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...
santuarioscj
 
Organicidade de conjunto
Organicidade de conjuntoOrganicidade de conjunto
Organicidade de conjunto
André Kawahala
 
Eucarístia e Missão, Pedreira
Eucarístia e Missão, PedreiraEucarístia e Missão, Pedreira
Eucarístia e Missão, Pedreira
Andreia Mello
 
Eucaristia e Missão, Pedreira
Eucaristia e Missão, PedreiraEucaristia e Missão, Pedreira
Eucaristia e Missão, Pedreira
Andreia Mello
 
Projeto de evangelização igreja viva, sempre em missão
Projeto de evangelização   igreja viva, sempre em missãoProjeto de evangelização   igreja viva, sempre em missão
Projeto de evangelização igreja viva, sempre em missão
Catequese Anjos dos Céus
 

Semelhante a EB112-a igreja missionária (20)

redentoristando-pedro.blogspot.com
redentoristando-pedro.blogspot.comredentoristando-pedro.blogspot.com
redentoristando-pedro.blogspot.com
 
blog do irmão pedro magalhaes
blog do irmão pedro magalhaesblog do irmão pedro magalhaes
blog do irmão pedro magalhaes
 
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 13 - A missão profética da Igreja | ...
 
Uma introdução a Missão integral
Uma introdução a Missão integralUma introdução a Missão integral
Uma introdução a Missão integral
 
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostalLição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
 
A igreja
A igrejaA igreja
A igreja
 
Igreja viva
Igreja vivaIgreja viva
Igreja viva
 
Lição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11: O Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
Concílio Vaticano II - 50 Anos
Concílio Vaticano II - 50 AnosConcílio Vaticano II - 50 Anos
Concílio Vaticano II - 50 Anos
 
DGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleberDGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleber
 
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoralDgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoral
 
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015) Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2011-2015 (DGAE 2011-2015)
 
Diretrizes 2011 2015
Diretrizes  2011  2015Diretrizes  2011  2015
Diretrizes 2011 2015
 
Diretrizes
Diretrizes Diretrizes
Diretrizes
 
Lição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORA
Lição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORALição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORA
Lição 3 (Adultos) - IGREJA, AGÊNCIA EVANGELIZADORA
 
Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...
Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...
Diretrizes gerais para o ano missionário (cópia em conflito de patricia souza...
 
Organicidade de conjunto
Organicidade de conjuntoOrganicidade de conjunto
Organicidade de conjunto
 
Eucarístia e Missão, Pedreira
Eucarístia e Missão, PedreiraEucarístia e Missão, Pedreira
Eucarístia e Missão, Pedreira
 
Eucaristia e Missão, Pedreira
Eucaristia e Missão, PedreiraEucaristia e Missão, Pedreira
Eucaristia e Missão, Pedreira
 
Projeto de evangelização igreja viva, sempre em missão
Projeto de evangelização   igreja viva, sempre em missãoProjeto de evangelização   igreja viva, sempre em missão
Projeto de evangelização igreja viva, sempre em missão
 

Mais de Edilson Jose Barbosa Barbosa

Eb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forteEb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forte
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111   Fazendo o bem sem olhar a quemEb 111   Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Eb 110 - o valor da vida
Eb   110 - o valor da  vida Eb   110 - o valor da  vida
Eb 110 - o valor da vida
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Um presente para Deus.
Um presente para Deus.Um presente para Deus.
Um presente para Deus.
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Abandone suas Alfaias
Abandone suas AlfaiasAbandone suas Alfaias
Abandone suas Alfaias
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Cidadão do céu
Cidadão do céuCidadão do céu
Eu e meu irmão
Eu e meu irmão Eu e meu irmão
Uma jornada com Deus
Uma   jornada  com DeusUma   jornada  com Deus
Uma jornada com Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Profecia do amor
Profecia do amorProfecia do amor
As torrentes do neguebe.
As  torrentes  do  neguebe.As  torrentes  do  neguebe.
As torrentes do neguebe.
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
As 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptxAs 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptx
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Estudo 97 as torrents do neguebe.pub
Estudo 97   as torrents do neguebe.pubEstudo 97   as torrents do neguebe.pub
Estudo 97 as torrents do neguebe.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O poder da palavra de Deus
O poder da palavra de DeusO poder da palavra de Deus
O poder da palavra de Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pubO cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Vida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pubVida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Um altar para Deus
Um altar para DeusUm altar para Deus
Um altar para Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pubO perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Em busca da salvação pub
Em busca da salvação pubEm busca da salvação pub
Em busca da salvação pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Ele está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pubEle está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 

Mais de Edilson Jose Barbosa Barbosa (20)

Eb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forteEb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forte
 
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111   Fazendo o bem sem olhar a quemEb 111   Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
 
Eb 110 - o valor da vida
Eb   110 - o valor da  vida Eb   110 - o valor da  vida
Eb 110 - o valor da vida
 
Um presente para Deus.
Um presente para Deus.Um presente para Deus.
Um presente para Deus.
 
Abandone suas Alfaias
Abandone suas AlfaiasAbandone suas Alfaias
Abandone suas Alfaias
 
Cidadão do céu
Cidadão do céuCidadão do céu
Cidadão do céu
 
Eu e meu irmão
Eu e meu irmão Eu e meu irmão
Eu e meu irmão
 
Uma jornada com Deus
Uma   jornada  com DeusUma   jornada  com Deus
Uma jornada com Deus
 
Profecia do amor
Profecia do amorProfecia do amor
Profecia do amor
 
As torrentes do neguebe.
As  torrentes  do  neguebe.As  torrentes  do  neguebe.
As torrentes do neguebe.
 
As 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptxAs 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptx
 
Estudo 97 as torrents do neguebe.pub
Estudo 97   as torrents do neguebe.pubEstudo 97   as torrents do neguebe.pub
Estudo 97 as torrents do neguebe.pub
 
O poder da palavra de Deus
O poder da palavra de DeusO poder da palavra de Deus
O poder da palavra de Deus
 
O cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pubO cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pub
 
Vida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pubVida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pub
 
Um altar para Deus
Um altar para DeusUm altar para Deus
Um altar para Deus
 
O perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pubO perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pub
 
Em busca da salvação pub
Em busca da salvação pubEm busca da salvação pub
Em busca da salvação pub
 
Ele está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pubEle está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pub
 
Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2
 

Último

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 

Último (18)

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 

EB112-a igreja missionária

  • 1. Estudo Bíblico 112 A igreja missionária Apresentação Edilson José Barbosa ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
  • 2. Claro que devemos valorizar a PREGAÇÃO. Os ministros da palavra precisam priorizar os "púlpitos“, pois o ponto central do culto é a PREGAÇÃO. Temos também os CÂNTICOS, os TESTEMUNHOS e OUTROS ELEMENTOS que fazem parte das ações da Igreja. Mas a PREGAÇÃO continua como uma das partes principais porque nela anuncia-se a PALAVRA DE DEUS. Deve haver zelo pela pregação e dedicação para com o sermão e os membros devem dar a devida atenção e ouvir a "VOZ DE DEUS".
  • 3. No exercicio do evangelho somos DESAFIADOS A AGIR de forma favorável com as pessoas principalmente com aquelas que sofrem, as machucadas, as cansadas e as que estão com problemas. Pastorear implica em oferecer consolo, orientação, calor humano e cuidado . Será essa realmente a missão das igrejas CRISTÃS. Sair de dentro das quatro paredes e cumprir com sua VOCAÇÃO; Ir de encontro aos lares, alcançar outras famílias para o evangelismo, para o ensino e pastoreio. Enfim, uma IGREJA dita de Cristo ou seja CRISTÃ. Toda igreja Precisa desenvolver sua VOCAÇÃO
  • 4. VAMOS REFLETIR Qual o papel da IGREJA cristã? Como uma igreja CRISTÃ deve ser? Doutrinas,dogmas e normas religiosas mais ajudam ou prejudicam? A igreja CRISTÃ está a serviço de quem? Do homem ou de Deus? Qual seria a opinião de JESUS sobre sua IGREJA?
  • 5.
  • 6. O que é VOCAÇÃO DA IGREJA... A VOCAÇÃO DA IGREJA ESTÁ LIGADA AS VIRTUDES EMANADAS PELO ESPIRITO SANTO. E QUEM DÁ ESSA VOCAÇÃO?
  • 7. “ Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, E ATÉ AOS CONFINS DA TERRA.” Atos 1:8 Texto sagrado para nossa reflexão
  • 8. Onde você está Em locais próximos Em lugares distantes Jerusalém Judéia e Samaria Confins da Terra
  • 9. E em Gálatas 5:22-23 temos as VIRTUDES emanadas pelo Espírito Santo.
  • 10. E uma igreja MISSIONÁRIA? COMO ELA SERIA? OU DEVE SER? Em Atos dos Apóstolos temos vários exemplos. Escolhemos focar na IGREJA DE ANTIOQUIA, que sentiu o DESAFIO MISSIONÁRIO e respondeu ao CHAMADO DE DEUS.
  • 11. O QUE DIZ A PALAVRA DE DEUS 19 “E os que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estêvão caminharam até à Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus. 20 E havia entre eles alguns HOMENS CHÍPRIOS E CIRENENSES, os quais entrando em Antioquia falaram aos gregos, ANUNCIANDO O SENHOR JESUS. 21 E A MÃO DO SENHOR ERA COM ELES; E GRANDE NÚMERO CREU e SE CONVERTEU AO SENHOR. 22 E chegou a fama destas coisas aos ouvidos da igreja que estava em Jerusalém; e enviaram BARNABÉ A ANTIOQUIA. 23 O qual, quando chegou, e viu a GRAÇA DE DEUS, se alegrou, e exortou a todos a que permanecessem no Senhor, com propósito de coração; 24 Porque era homem de bem e CHEIO DO ESPÍRITO SANTO E DE FÉ. E muita gente se uniu ao Senhor. 25 E partiu Barnabé para Tarso, A BUSCAR SAULO; E, ACHANDO-O, O CONDUZIU PARA ANTIOQUIA. 26 E sucedeu que TODO UM ANO se reuniram naquela igreja, e ENSINARAM muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, CHAMADOS CRISTÃOS.” Atos 11:19-26
  • 12.
  • 13. Primeiro ato: O início de tudo A Igreja de JERUSALÉM havia recebido o Espírito Santo, mas depois disso, se fecharam para a evangelização dos gentios [povos descrentes] ficando só EM TORNO DE SI MESMA.
  • 14. Segundo ato : A dispersão Porém, quando aconteceu a perseguição a partir do MARTÍRIO DE ESTEVÃO, eles foram dispersos e tiveram que sair de seu lugar (v.19).  Somente assim, anunciaram o evangelho para outros povos.
  • 15. Terceiro ato : A evangelização Quando os cristãos de Jerusalém começaram a evangelizar, descobriram que Deus já estava trabalhando entre os gentios e descobriram a IGREJA DE ANTIOQUIA que já era uma Igreja Missionária (v.20).
  • 16. Quarto ato – A viagem de Paulo e Barnabé Mandaram BARNABÉ/ PAULO para ir verificar se era uma igreja verdadeira e chegando ali descobriu uma IGREJA MISSIONÁRIA ABENÇOADA (v.22).
  • 21. A missão principal DA IGREJA É... Evangelização e libertação integral do homem. MISSÃOVOCAÇÃO VIRTUDES ENTÃO
  • 22. Voltando em Atos 11:19-26 temos ORIENTAÇÕES para a IGREJA. Voltando em Atos 11:19-26 temos ORIENTAÇÕES para a IGREJA.
  • 23. 1- Entregar tudo nas mãos de Deus:  v.21 “a mão do Senhor estava com eles, e muitos, crendo se converteram ao Senhor”
  • 25. 3- Ser perseverante: v.23b “exortava a todos a que, com firmeza de coração permanecessem no Senhor” 3- Ser perseverante: v.23b “exortava a todos a que, com firmeza de coração permanecessem no Senhor”
  • 27. 5- Buscar  o  poder  do  Espírito  Santo  e  fé: v.24b “cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor”
  • 28. 6- Aprender a Palavra: v.25b “por todo um ano, ser reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão”
  • 29. 7- Honrar o nome de Cristão: v.26 “em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez chamados cristãos”
  • 32. “Ai de mim se não evangelizar” (1Cor 9,16) Só uma IGREJA missionária e evangelizadora  experimenta a fecundidade e a alegria de quem realiza a sua VOCAÇÃO.
  • 34. Igreja de eventos Igreja Missionária -Mantém tudo centralizado e Interesses próprios, foco em grandes atividades. -Obreiros distribuídos para trabalhos evangelísticos e sociais de acordo com os desafios. -Movimento com base em programação . Tudo é passageiro. -Menos eventos. Estão muito ocupados visitando pessoas, evangelizando, discipulado para novos convertidos. -Cargos fixos e títulos pelo que fazem. -Não precisam de cargos ou títulos para trabalhar . Estão sempre ativos.
  • 35. Igreja de eventos Igreja Missionária -Todos satisfeitos com o que acontece. Todos estão sempre incomodados ao ver vidas sem Jesus. -Ajunta muitas pessoas, mas não une o povo e quando vem um problema se dispersam. Quando acontece um problema, se unem buscando fortalecer um ao outro em comunhão. -Todos estão reunidos num ativismo para ver quem faz melhor. -Sempre sensível aos desafios do povo, estão sempre prontos a servir sem precisar aparecer.
  • 36. Igreja de eventos Igreja Missionária -A força da igreja de eventos puxa para dentro. -A força da Igreja Missionária se lança para fora. -Baseia-se na religiosidade. -Baseia-se na espiritualidade e na prática. -Valoriza coisas e os fatos. -Valoriza a vida antes de tudo.
  • 37. PARA O NOSSO ENTENDIMENTOPARA O NOSSO ENTENDIMENTO A IGREJA DE JERUSALÉM desprezou sua vocação missionária e se fechou dentro de si. Já a IGREJA DE ANTIOQUIA, vivenciava a cada dia A MISSÃO ANUNCIANDO O EVANGELHO, ENVIANDO MISSIONÁRIOS e ACEITANDO DESAFIOS como oportunidades de fazer a vontade de Deus.
  • 38. Igreja de eventos ou Igreja missionária?Igreja de eventos ou Igreja missionária? ONDE É MAIS FÁCIL PARA UM CRENTE? Certamente numa IGREJA DE EVENTOS nossas vontades serão mais facilmente satisfeitas porém numa IGREJA MISSIONÁRIA é preciso sair da ZONA DE CONFORTO e INCOMODAR O POVO. E Isso não é tarefa fácil. LEMBRETE : DEUS QUER QUE VOCÊ FAÇA MISSÃO!
  • 39. A igreja de Jesus Cristo é a igreja que prega o AMOR, é aquela que aceitou a MISSÃO de levar a todos o poder da GRAÇA de Deus. A igreja de Jesus Cristo é a igreja que prega o AMOR, é aquela que aceitou a MISSÃO de levar a todos o poder da GRAÇA de Deus.
  • 40. MISSÕES Fugir, ficar olhando ou agir...? “Então todo o povo respondeu a uma voz, e disse: Tudo o que o Senhor tem falado, faremos.” ÊXODO 19:8
  • 41. MENSAGEM FINAL Como é feita a OBRA MISSIONÁRIA? A obra missionária é feita pelos PÉS de quem vai, pelos JOELHOS de quem ora e pelas MÃOS de quem contribui.