SlideShare uma empresa Scribd logo
Endereço : Rua Pedras Bonitas,550 - Bairro Iguaçu - Ipatinga - MG
(Todo 1º, 3º e 4º domingo do mês)
Estudo Bíblico 97 - As torrentes do Neguebe
O salmo 126 faz parte do grupo de salmos de romagem. Esse salmo é o regresso
de Israel do exílio na Babilônia; é a restauração de Sião; Jerusalém havia passado por
muitas dificuldades, estava assolada, sem vida; praticamente destruída; mas era amada
pelos judeus; o salmista no 137 diz que se esquecesse de Jerusalém então que
ressecasse a sua mão direita;
Neemias ficou arrasado com a assolação de Jerusalém (1.1-4). O povo de Deus
estava sem esperança alguma; se alegraram ao chegar na nação que tanto amavam; e
alegremente cantavam pelas ruas e praças, tocavam seus tamborins, suas harpas;
sonhavam em construir suas casas; erguer os muros da cidade, montar seus comércios;
redescobriram pertences antigos; festejavam alegremente com os feitos do Senhor por
traze lós da Babilônia para a pátria amada.
A calamidade de Jerusalém foi tão grande que quando os exilados chegaram lá,
acharam que a aflição não tinha fim. Eles estavam diante das ruínas de uma cidade,
cada um procurando sua casa, a de sua parentela; quem sabe sonhando com uma sorte
melhor; mas o que fazer? Comprar e vender onde? Bons tempos passaram ali, mas e
agora o que fazer? Estavam agradecidos pelos feitos do Senhor, mas e agora?...
Talvez a sua terra esteja seca porque água sumiu do céu, quem sabe o sol tem
sido um castigo para sua cidade,... Viver sem a chuva para molhar a terra não é fácil, é
nessa situação que o homem olha para o céu e procura uma nuvem de esperança; é
exatamente no momento de deserto, de seca que sabemos que estamos na prova e que
se olharmos para o céu e clamarmos a Deus, ele nos ouvira e enviara chuva de bênçãos
em abundancia. È precisa acreditar que a chuva vai cair nesse lugar tão sedento, num
sertão inteiro se um coração reto e fiel a Deus clamar, Deus enviará a chuva, assim
também é em nossas vidas espirituais, se clamarmos, Ele nos enviará a chuva de poder
no Espírito santo e seremos cheios. Em qualquer ária da nossa vida, se clamarmos a
Deus com fé, certamente Ele nos ouvirá e nos atenderá.
Quando o Senhor nos salvou, nos tirou da escravidão do mundo; nos limpou e
trouxe nos para sua casa e fez nascer uma expectativa de vida eterna e ficamos como
quem sonha, alegres e satisfeitos, e enfrentamos todas a dificuldades, mas e agora as
coisas não vão bem, e agora voltamos para a Babilônia para a escravidão do mundo ou
permanecemos firmes na fé de que vamos vencer e somos livres no Senhor? Nós temos
o suficiente para sairmos da trágica situação, 'a saída é Cristo'. Deus havia de restaurar
a sorte de Sião, era só uma questão de tempo; eles teriam a sorte restaurada como o
deserto do Neguebe; mas pode haver sorte boa no deserto? Sim, vamos tirar lições com
Neguebe.
O Neguebe fica na região sul de Israel, onde a terra é extremamente árida,
sequíssima, sem vida, sem flores, sem animais (muito raro), de difícil sobrevivência,
como alguém poderia pedir para que sua sorte fosse como a do deserto do
Neguebe? Por seis meses esse deserto vê a sequidão, mas quando vem as chuvas
formam rios nos vales e valetas do Neguebe e forma assim um cartão postal, animais
voltam para aquele lugar, as mais belas papoulas do mundo brotam ali, as flores
florescem formando um tapete gigantesco dando vida ao que era árido.
O povo é incentivado a semear na terra, pois em breve voltariam trazendo seus
feixes sobre os ombros, sorrindo e cantando.
Conclusão
Deus um dia nos achou e nos resgatou, agora é hora de semear coisas boas e logo
colheremos nossas semeaduras;. A mudança de sorte só é conquistada em Deus,
somente ele mudará a nossa sorte. Ele pede obediência, adoração,... Pede o nosso todo!
Entregue todo o seu ser para o Senhor e ele mudará a sua sorte!.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Estudo 97 as torrents do neguebe.pub

Salmo 126
Salmo 126Salmo 126
Salmo 126
Adriano Ramos
 
Como Será Viver no Céu
Como Será Viver no CéuComo Será Viver no Céu
Como Será Viver no Céu
Walter Mendes
 
Cânticos Sagrados da Escola Dominical
Cânticos Sagrados da Escola DominicalCânticos Sagrados da Escola Dominical
Cânticos Sagrados da Escola Dominical
ministerioinfantilafupm
 
Céu: a bela casa de deus
Céu: a bela casa de deusCéu: a bela casa de deus
Céu: a bela casa de deus
Letícia Marúcia
 
60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese
60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese
60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese
Ping Ponga
 
Christmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight MassChristmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight Mass
MariadaSilva95
 
Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)
Mayara Machado
 
Haja luz cantata de natal
Haja luz   cantata de natalHaja luz   cantata de natal
Haja luz cantata de natal
RenatoCapella3
 
Mananciais no deserto
Mananciais no desertoMananciais no deserto
Mananciais no deserto
Fidel Sábio
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Leituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e C
Leituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e CLeituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e C
Leituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e C
José Lima
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon MartinsSonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
Sammis Reachers
 
Semeadores do Reino
Semeadores do ReinoSemeadores do Reino
Semeadores do Reino
IBMemorialJC
 
Natal dia 24 noite - Ano A
Natal dia 24 noite - Ano ANatal dia 24 noite - Ano A
Natal dia 24 noite - Ano A
José Lima
 
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor
Leituras: Domingo da Epifania do SenhorLeituras: Domingo da Epifania do Senhor
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor
José Lima
 
Voz da paróquia janeiro 2015
 Voz da paróquia janeiro 2015 Voz da paróquia janeiro 2015
Voz da paróquia janeiro 2015
jesmioma
 
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano A
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano ALeituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano A
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano A
José Lima
 
Ela 2012 eucaristia
Ela 2012 eucaristiaEla 2012 eucaristia
Ela 2012 eucaristia
Jorge Lopes
 
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 

Semelhante a Estudo 97 as torrents do neguebe.pub (20)

Salmo 126
Salmo 126Salmo 126
Salmo 126
 
Como Será Viver no Céu
Como Será Viver no CéuComo Será Viver no Céu
Como Será Viver no Céu
 
Cânticos Sagrados da Escola Dominical
Cânticos Sagrados da Escola DominicalCânticos Sagrados da Escola Dominical
Cânticos Sagrados da Escola Dominical
 
Céu: a bela casa de deus
Céu: a bela casa de deusCéu: a bela casa de deus
Céu: a bela casa de deus
 
60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese
60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese
60 Céu, a bela casa de DEUS / 60 Heaven Gods beautiful home portuguese
 
Christmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight MassChristmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight Mass
 
Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)
 
Haja luz cantata de natal
Haja luz   cantata de natalHaja luz   cantata de natal
Haja luz cantata de natal
 
Mananciais no deserto
Mananciais no desertoMananciais no deserto
Mananciais no deserto
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
 
Leituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e C
Leituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e CLeituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e C
Leituras: A Epifania do Senhor - Anos A, B e C
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon MartinsSonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
 
Semeadores do Reino
Semeadores do ReinoSemeadores do Reino
Semeadores do Reino
 
Natal dia 24 noite - Ano A
Natal dia 24 noite - Ano ANatal dia 24 noite - Ano A
Natal dia 24 noite - Ano A
 
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor
Leituras: Domingo da Epifania do SenhorLeituras: Domingo da Epifania do Senhor
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor
 
Voz da paróquia janeiro 2015
 Voz da paróquia janeiro 2015 Voz da paróquia janeiro 2015
Voz da paróquia janeiro 2015
 
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano A
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano ALeituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano A
Leituras: Domingo da Epifania do Senhor - Ano A
 
Ela 2012 eucaristia
Ela 2012 eucaristiaEla 2012 eucaristia
Ela 2012 eucaristia
 
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
 

Mais de Edilson Jose Barbosa Barbosa

Eb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forteEb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forte
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
EB112-a igreja missionária
EB112-a  igreja  missionáriaEB112-a  igreja  missionária
EB112-a igreja missionária
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111   Fazendo o bem sem olhar a quemEb 111   Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Eb 110 - o valor da vida
Eb   110 - o valor da  vida Eb   110 - o valor da  vida
Eb 110 - o valor da vida
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Um presente para Deus.
Um presente para Deus.Um presente para Deus.
Um presente para Deus.
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Abandone suas Alfaias
Abandone suas AlfaiasAbandone suas Alfaias
Abandone suas Alfaias
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Cidadão do céu
Cidadão do céuCidadão do céu
Eu e meu irmão
Eu e meu irmão Eu e meu irmão
Uma jornada com Deus
Uma   jornada  com DeusUma   jornada  com Deus
Uma jornada com Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Profecia do amor
Profecia do amorProfecia do amor
As torrentes do neguebe.
As  torrentes  do  neguebe.As  torrentes  do  neguebe.
As torrentes do neguebe.
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
As 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptxAs 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptx
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O poder da palavra de Deus
O poder da palavra de DeusO poder da palavra de Deus
O poder da palavra de Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pubO cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Vida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pubVida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Um altar para Deus
Um altar para DeusUm altar para Deus
Um altar para Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pubO perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Em busca da salvação pub
Em busca da salvação pubEm busca da salvação pub
Em busca da salvação pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Ele está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pubEle está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 

Mais de Edilson Jose Barbosa Barbosa (20)

Eb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forteEb 144-uma igreja forte
Eb 144-uma igreja forte
 
EB112-a igreja missionária
EB112-a  igreja  missionáriaEB112-a  igreja  missionária
EB112-a igreja missionária
 
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111   Fazendo o bem sem olhar a quemEb 111   Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
 
Eb 110 - o valor da vida
Eb   110 - o valor da  vida Eb   110 - o valor da  vida
Eb 110 - o valor da vida
 
Um presente para Deus.
Um presente para Deus.Um presente para Deus.
Um presente para Deus.
 
Abandone suas Alfaias
Abandone suas AlfaiasAbandone suas Alfaias
Abandone suas Alfaias
 
Cidadão do céu
Cidadão do céuCidadão do céu
Cidadão do céu
 
Eu e meu irmão
Eu e meu irmão Eu e meu irmão
Eu e meu irmão
 
Uma jornada com Deus
Uma   jornada  com DeusUma   jornada  com Deus
Uma jornada com Deus
 
Profecia do amor
Profecia do amorProfecia do amor
Profecia do amor
 
As torrentes do neguebe.
As  torrentes  do  neguebe.As  torrentes  do  neguebe.
As torrentes do neguebe.
 
As 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptxAs 7 verdades sobre as tentações pptx
As 7 verdades sobre as tentações pptx
 
O poder da palavra de Deus
O poder da palavra de DeusO poder da palavra de Deus
O poder da palavra de Deus
 
O cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pubO cativeiro da vontade.pub
O cativeiro da vontade.pub
 
Vida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pubVida cheia do esirito santo.pub
Vida cheia do esirito santo.pub
 
Um altar para Deus
Um altar para DeusUm altar para Deus
Um altar para Deus
 
O perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pubO perfume de cristo.pub
O perfume de cristo.pub
 
Em busca da salvação pub
Em busca da salvação pubEm busca da salvação pub
Em busca da salvação pub
 
Ele está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pubEle está aqui part 3.pub
Ele está aqui part 3.pub
 
Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2Ele está aqui Part 2
Ele está aqui Part 2
 

Último

PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 

Último (18)

PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 

Estudo 97 as torrents do neguebe.pub

  • 1. Endereço : Rua Pedras Bonitas,550 - Bairro Iguaçu - Ipatinga - MG (Todo 1º, 3º e 4º domingo do mês) Estudo Bíblico 97 - As torrentes do Neguebe O salmo 126 faz parte do grupo de salmos de romagem. Esse salmo é o regresso de Israel do exílio na Babilônia; é a restauração de Sião; Jerusalém havia passado por muitas dificuldades, estava assolada, sem vida; praticamente destruída; mas era amada pelos judeus; o salmista no 137 diz que se esquecesse de Jerusalém então que ressecasse a sua mão direita; Neemias ficou arrasado com a assolação de Jerusalém (1.1-4). O povo de Deus estava sem esperança alguma; se alegraram ao chegar na nação que tanto amavam; e alegremente cantavam pelas ruas e praças, tocavam seus tamborins, suas harpas; sonhavam em construir suas casas; erguer os muros da cidade, montar seus comércios; redescobriram pertences antigos; festejavam alegremente com os feitos do Senhor por traze lós da Babilônia para a pátria amada. A calamidade de Jerusalém foi tão grande que quando os exilados chegaram lá, acharam que a aflição não tinha fim. Eles estavam diante das ruínas de uma cidade, cada um procurando sua casa, a de sua parentela; quem sabe sonhando com uma sorte melhor; mas o que fazer? Comprar e vender onde? Bons tempos passaram ali, mas e agora o que fazer? Estavam agradecidos pelos feitos do Senhor, mas e agora?... Talvez a sua terra esteja seca porque água sumiu do céu, quem sabe o sol tem sido um castigo para sua cidade,... Viver sem a chuva para molhar a terra não é fácil, é nessa situação que o homem olha para o céu e procura uma nuvem de esperança; é exatamente no momento de deserto, de seca que sabemos que estamos na prova e que se olharmos para o céu e clamarmos a Deus, ele nos ouvira e enviara chuva de bênçãos em abundancia. È precisa acreditar que a chuva vai cair nesse lugar tão sedento, num sertão inteiro se um coração reto e fiel a Deus clamar, Deus enviará a chuva, assim também é em nossas vidas espirituais, se clamarmos, Ele nos enviará a chuva de poder
  • 2. no Espírito santo e seremos cheios. Em qualquer ária da nossa vida, se clamarmos a Deus com fé, certamente Ele nos ouvirá e nos atenderá. Quando o Senhor nos salvou, nos tirou da escravidão do mundo; nos limpou e trouxe nos para sua casa e fez nascer uma expectativa de vida eterna e ficamos como quem sonha, alegres e satisfeitos, e enfrentamos todas a dificuldades, mas e agora as coisas não vão bem, e agora voltamos para a Babilônia para a escravidão do mundo ou permanecemos firmes na fé de que vamos vencer e somos livres no Senhor? Nós temos o suficiente para sairmos da trágica situação, 'a saída é Cristo'. Deus havia de restaurar a sorte de Sião, era só uma questão de tempo; eles teriam a sorte restaurada como o deserto do Neguebe; mas pode haver sorte boa no deserto? Sim, vamos tirar lições com Neguebe. O Neguebe fica na região sul de Israel, onde a terra é extremamente árida, sequíssima, sem vida, sem flores, sem animais (muito raro), de difícil sobrevivência, como alguém poderia pedir para que sua sorte fosse como a do deserto do Neguebe? Por seis meses esse deserto vê a sequidão, mas quando vem as chuvas formam rios nos vales e valetas do Neguebe e forma assim um cartão postal, animais voltam para aquele lugar, as mais belas papoulas do mundo brotam ali, as flores florescem formando um tapete gigantesco dando vida ao que era árido. O povo é incentivado a semear na terra, pois em breve voltariam trazendo seus feixes sobre os ombros, sorrindo e cantando. Conclusão Deus um dia nos achou e nos resgatou, agora é hora de semear coisas boas e logo colheremos nossas semeaduras;. A mudança de sorte só é conquistada em Deus, somente ele mudará a nossa sorte. Ele pede obediência, adoração,... Pede o nosso todo! Entregue todo o seu ser para o Senhor e ele mudará a sua sorte!.