SlideShare uma empresa Scribd logo
Estado de Sao Paulo
(7
Protocolo:
Hora:
Oficio:
Aprovado na 'J)6 SO, realizada
em adendo
INDICA?AO N° 5T4 I 2014
Assunto: PROJETO DE COMBATE A PEDICULOSE
Bertioga, 09 DE DEZEMBRO DE 2014
Excelentfssimo Sr. Presidente,
Nobres Vereadores:
Antonio Rodrigues Filho, no uso de suas atribuigoes regimentais, vem
perante Vossa Excelencia, ouvido o Douto Plenario, fazer a seguinte Indicagao:
A Pediculose e uma doenga de contagio facil e desenvolvimento rapido causada
pelo ectoparasita conhecido popularmente como piolho.
A infestagao de piolhos e um problema serio enfrentado pela maioria das
escolas. Alem do incomodo natural da doenga, as criangas portadoras podem
apresentar baixa autoestima, queda no desempenho escolar e, em casos mais
graves, podem desenvolver anemia.
Por este motivo, este vereador sugere ao Executivo Municipal que desenvoiva
um projeto de agao pedagogica visando conscientizar criangas, familiares e
comunidade sobre a gravidade da doenga e de como evita-la, contribuindo
assim para a diminuigao ou extingao de piolhos no ambiente escolar.
A proposta e que as famflias sejam informadas sobre o projeto por meio de
uma reuniao com educadores e palestra com professional medico sanitarista
que dara informagoes de como prevenir, diagnosticar e tratar a pediculose.
Dentro das salas de aulas, os professores deverao conversar com os alunos
sobre o assunto, realizar atividades ludicas e distribuir cartilhas de combate ao
piolho, que devera ser desenvolvida pela Prefeitura para tal fim.
Para que sirva de referenda para a implantagao desta proposta, segue anexo
projeto desenvolvido pela professora Marly Rodrigues Damato, que realizou
estudo especifico e aprofundado sobre o assunto.
Consuito o Douto Plenario no tocante ao envio de copia deste documento a
Secretaria de Educagao e Secretaria de Agao Social para que tomem
conhecimento do teor desta indicagao.
Observados os preceitos regimentais, esta e a Indicagao que vai devidamente
subscrita.
LUIZ CARLOS !%C*F!COJfc
Vereador
Maraa Regma Braz ba
Vereadora
ft
da Camara
ALFONSO OARIWEIUWD
Vereador
VALERIA BENTO
Vice Presidente
da C&mara
Antonio Rodrigues Filho
ereador
i°Secret£rio
Vereadora
PROJETO
COMBATE
PEDICULOSE
Prof: Marly Rodrigues Damato
10/11/2014
Projeto: Combate a Pediculose
Duraqao da campanha
Uma semana.
Publico Alvo
Criancas pre-escolares (2 a 6 anos) e escolares (7 a 9 anos).
Introdugao
A Pediculose e uma doenca causada por um ectoparasita hematofago,
denominado Pediculus humanus capitis, conhecido como piolho, o qual provoca uma
infestacao de contagio muito facil e de desenvolvimento muito rapido. Este inseto, ao
se alimentar do sangue do couro cabeludo a cada tres horas, por meio de picadas,
pode ocasionar a dermatose. Depois de injetar uma substancia anestesica na pele,
rapidamente os piolhos atingem o estado adulto (cerca de 3mm) e as femeas
comecam a por os ovos, as chamadas lendeas, que ficam aderidas ao cabelo por
meio da saliva secretada pelos parasitas. Os sinais do contagio sao prurido (coceira)
na cabeca e lendeas.
Justificativa
A infestagao por piolhos e um serio problema enfrentado pela maioria das
escolas. O compartilhamento de objetos pessoais como, por exemplo, pentes,
bones, presilhas de cabelo, travesseiros e roupas de cama, contribuem para a
propagagao do inseto, infestando rapidamente a todos.
As criancas portadoras podem apresentar baixa autoestima, queda no
desempenho escolar por dificuldade de concentracao por consequencia do prurido
contfnuo e disturbios do sono. Em caso mais graves, as criancas podem
desenvolver anemia devido a hematofagia do inseto. Todavia, um tratamento
educativo visando a conscientizacao das criangas, familiares e toda comunidade,
pode contribuir para a diminuicao ou extingao de piolhos no ambiente escolar.
Este projeto de acao pedagogica devera ser desenvolvido dentro e fora da
escola. Para que os objetivos sejam alcangados, e de grande importancia o
envolvimento de todos os profissionais da escola e dos responsaveis.
Para melhor orientacao deve ser confeccionada uma cartilha, distribuida nas
escolas.
Objetivo Geral
Reduzir a epidemia de piolho entre criancas.
Objetivos Especificos
Que a crianga e seus responsaveis sejam capazes de:
- Saber identificar o piolho;
- Conhecer os habitos do ectoparasita (piolho) e como ocorre a sua infestagao;
- Entender os prejuizos causados a uma pessoa contaminada por piolho;
- Compreender os processos de transmissao e de combate aos piolhos;
- Identificar a prevalencia da Pediculose nas escolas
- Promover um piano de agao para o combate a infestagao.
Metodologia
Este projeto visa combater a Pediculose no ambiente escolar. As familias
serao informadas sobre o projeto por meio de uma reuniao com os educadores.
Neste encontro, sera realizada uma palestra com profissional medico sanitarista ou
enfermeiro, o qual provera orientagoes a respeito de como prevenir, diagnosticar a
presenga do inseto e tratar a pediculose.
Nas escolas, na mesma semana em que ocorrera a reuniao mencionada, o
professor conversara com a classe sobre o tema. Inicialmente, o educador
apresentara o inseto verdadeiro dentro de urn vidro aos alunos. Em seguida, serao
realizadas atividades ludicas, como pintura de desenhos, dramatizagao, confecgao
de cartazes pelas criangas, contagao de estorias ou outra proposta a criterio do
professor.
Para cada aluno, tambem sera entregue uma Cartilha de Combate ao Piolho,
a qual sera explorada pelo professor em sala de aula durante as atividades. A
cartilha seguira com a crianca para casa para ser encaminhada aos seus
responsaveis.
Divulgagao
A divulgagao da Campanha sera realizada por meio de uma intensiva
comunicagao escola versus responsaveis sobre datas e horarios das reunioes.
Alem disso, o apoio para divulgagao nos canais de midias locais (internet, jornal,
cartazes, etc.) serao fundamentais para o sucesso da Campanha.
Politica de Premiagao
Uma promogao de uma politica de premiagoes, por meio de urn modelo de
"gincanas", para os colegios que apresentarem melhor desempenho na redugao da
porcentagem de criangas infestadas, contribuira para o engajamento da comunidade
no combate a Pediculose. Portanto, o levantamento da prevalencia de criangas
infestadas antes do inicio da campanha sera um passo fundamental para verificar a
eficacia no "Combate ao Piiho".
Bertioga, 10 de Novembro de 2014.
Professora Marly Rodrigues Damato
Referencias
Catala S, Carrizo L, Cordoba M, Khairallah R, Moschella F, Bocca J et al.
Prevalence and parasitism intensity by Pediculus humanus capitisin six to eleven-
year-old schoolchildren. Rev Soc Bras Med Trop. 2004;37(6):499-501.
Colegio Loureiro Mendes. Projeto caga ao piolho, Fortaleza (CE), 2011. Disponivel
em: http://colegioloureiromendes.bloqspot.com.br/2011/02/proieto-hiqiene-e-
saude.html
Drumond SH. Projeto de agao pedagogics contra o piolho. 2011. Disponivel em:
http://simonehelendrumond.bloqspot.com.br/2011/04/proieto-piolho-de-simone-
helen-drumond.html
Franceschi AT, Franco BB, Steiger CMP, Padilha DZ, Irigaray JE, Schardosim JM et
al. Developing strategies to control head lice control in the School System. Revista
APS. 2007;10(2):217-220.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
SimoneHelenDrumond
 
Dinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participação
Dinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participaçãoDinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participação
Dinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participação
Quenia Damata
 
Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
Rosangela Moreira
 
Aula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambientalAula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambiental
Sonho Decriança
 
Mini Projeto de Meio Ambiente
Mini Projeto de Meio AmbienteMini Projeto de Meio Ambiente
Mini Projeto de Meio Ambiente
Rodger Rocha
 
74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...
74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...
74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...
Eduardo Lopes
 
Folder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógicaFolder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógica
8dired
 
Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo
Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo
Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo
Ivete Diniz
 
A parábola do lápis
A parábola do lápisA parábola do lápis
A parábola do lápis
fatimacris123
 
Identidade e autonomia com brincantigas e histórias - Projeto maternal - 1º ...
Identidade e autonomia com brincantigas e histórias -  Projeto maternal - 1º ...Identidade e autonomia com brincantigas e histórias -  Projeto maternal - 1º ...
Identidade e autonomia com brincantigas e histórias - Projeto maternal - 1º ...
Claudinéia Barbosa
 
Projeto Pedagógico de Combate ao Piolho
Projeto  Pedagógico  de Combate ao Piolho Projeto  Pedagógico  de Combate ao Piolho
Projeto Pedagógico de Combate ao Piolho
uagne989
 
Projeto Dengue
Projeto Dengue Projeto Dengue
Slide Autismo
Slide   AutismoSlide   Autismo
Slide Autismo
UNIME
 
Rotina escolar
Rotina escolarRotina escolar
Rotina escolar
Anaí Peña
 
Amar é acolher 1ª reunião
Amar é acolher 1ª reuniãoAmar é acolher 1ª reunião
Amar é acolher 1ª reunião
Simone Liberato CupcakeKids
 
Projeto soletrando
Projeto soletrandoProjeto soletrando
Projeto soletrando
Aridiane Santos
 
Projeto saúde na escola
Projeto saúde na escolaProjeto saúde na escola
Projeto saúde na escola
elianabizarro
 
1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de pais1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de pais
Colmanetti
 
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxPLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
ssuser6c03a6
 
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
Jussara Moreira
 

Mais procurados (20)

2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
2998 8456-1-pb A CRIANÇA AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Dinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participação
Dinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participaçãoDinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participação
Dinâmica do Quebra-Cabeça - Incentivar a união e participação
 
Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
 
Aula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambientalAula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambiental
 
Mini Projeto de Meio Ambiente
Mini Projeto de Meio AmbienteMini Projeto de Meio Ambiente
Mini Projeto de Meio Ambiente
 
74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...
74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...
74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-...
 
Folder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógicaFolder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógica
 
Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo
Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo
Projeto Multidisciplinar sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo
 
A parábola do lápis
A parábola do lápisA parábola do lápis
A parábola do lápis
 
Identidade e autonomia com brincantigas e histórias - Projeto maternal - 1º ...
Identidade e autonomia com brincantigas e histórias -  Projeto maternal - 1º ...Identidade e autonomia com brincantigas e histórias -  Projeto maternal - 1º ...
Identidade e autonomia com brincantigas e histórias - Projeto maternal - 1º ...
 
Projeto Pedagógico de Combate ao Piolho
Projeto  Pedagógico  de Combate ao Piolho Projeto  Pedagógico  de Combate ao Piolho
Projeto Pedagógico de Combate ao Piolho
 
Projeto Dengue
Projeto Dengue Projeto Dengue
Projeto Dengue
 
Slide Autismo
Slide   AutismoSlide   Autismo
Slide Autismo
 
Rotina escolar
Rotina escolarRotina escolar
Rotina escolar
 
Amar é acolher 1ª reunião
Amar é acolher 1ª reuniãoAmar é acolher 1ª reunião
Amar é acolher 1ª reunião
 
Projeto soletrando
Projeto soletrandoProjeto soletrando
Projeto soletrando
 
Projeto saúde na escola
Projeto saúde na escolaProjeto saúde na escola
Projeto saúde na escola
 
1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de pais1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de pais
 
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxPLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
 
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
 

Destaque

Cartilha de perguntas e respostas sobre o piolho
Cartilha de perguntas e respostas sobre o piolhoCartilha de perguntas e respostas sobre o piolho
Cartilha de perguntas e respostas sobre o piolho
SimoneHelenDrumond
 
11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho
SimoneHelenDrumond
 
Piolho
PiolhoPiolho
Losvenez
LosvenezLosvenez
Losvenez
manita
 
Seminário PIOLHOS
Seminário PIOLHOSSeminário PIOLHOS
Seminário PIOLHOS
Juliany moura
 
Tema de vida zeza
Tema de vida zezaTema de vida zeza
Tema de vida zeza
LeandroMarques2009
 
Pediculose
PediculosePediculose
Pediculose
josesolidario
 
Apostila xô piolho
Apostila xô piolhoApostila xô piolho
Apostila xô piolho
SimoneHelenDrumond
 
Pediculose
PediculosePediculose
Pediculose
Victor Hugo
 
Piolho
PiolhoPiolho
Powerpoint piolhos
Powerpoint piolhosPowerpoint piolhos
Powerpoint piolhos
'Ines Tavares
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
SimoneHelenDrumond
 

Destaque (12)

Cartilha de perguntas e respostas sobre o piolho
Cartilha de perguntas e respostas sobre o piolhoCartilha de perguntas e respostas sobre o piolho
Cartilha de perguntas e respostas sobre o piolho
 
11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho
 
Piolho
PiolhoPiolho
Piolho
 
Losvenez
LosvenezLosvenez
Losvenez
 
Seminário PIOLHOS
Seminário PIOLHOSSeminário PIOLHOS
Seminário PIOLHOS
 
Tema de vida zeza
Tema de vida zezaTema de vida zeza
Tema de vida zeza
 
Pediculose
PediculosePediculose
Pediculose
 
Apostila xô piolho
Apostila xô piolhoApostila xô piolho
Apostila xô piolho
 
Pediculose
PediculosePediculose
Pediculose
 
Piolho
PiolhoPiolho
Piolho
 
Powerpoint piolhos
Powerpoint piolhosPowerpoint piolhos
Powerpoint piolhos
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
 

Semelhante a Document PROJETO PIOLHO

Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...
Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...
Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...
Gizelda Rodrigues de Araújo
 
Projeto Dengue
Projeto DengueProjeto Dengue
Projeto Dengue
EdsonLeonel123
 
Projeto dengue
Projeto dengueProjeto dengue
Projeto dengue
silviassist
 
ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptx
ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptxESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptx
ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptx
ElaineCamargos
 
Volta às aulas na covid-19
Volta às aulas na covid-19Volta às aulas na covid-19
Volta às aulas na covid-19
Jornal do Commercio
 
Projeto xo dengue 2012
Projeto xo dengue 2012Projeto xo dengue 2012
Projeto xo dengue 2012
Márcio Cavallini
 
Quem tem medo da Dengue?
Quem tem medo da Dengue?Quem tem medo da Dengue?
Quem tem medo da Dengue?
NoêmiaGonzaga
 
Projeto dengue anna antonio_
Projeto  dengue anna antonio_Projeto  dengue anna antonio_
Projeto dengue anna antonio_
Leila Bolonhin
 
Relatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegyptiRelatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegypti
escola199036
 
Pediculose
PediculosePediculose
Pediculose
Douglas da Silva
 
Como trabalhar corona vírus.pdf
Como trabalhar corona vírus.pdfComo trabalhar corona vírus.pdf
Como trabalhar corona vírus.pdf
Caroline Assis
 
Projeto dando um tchau para a dengue 2003
Projeto dando um tchau para a dengue 2003Projeto dando um tchau para a dengue 2003
Projeto dando um tchau para a dengue 2003
enivaldosm
 
Projeto dengue 2015
Projeto dengue 2015Projeto dengue 2015
Projeto dengue 2015
Claudia Priscila Moraes Agrela
 
Faculdade de ciências da saúde de unaí
Faculdade de ciências da saúde de unaíFaculdade de ciências da saúde de unaí
Faculdade de ciências da saúde de unaí
Luiz Gustavo Oliveira
 
Projeto dengue
Projeto dengueProjeto dengue
Projeto dengue
Pathyciane Melo
 
Ativ 3.3
Ativ 3.3Ativ 3.3
Ativ 3.3
massamassa
 
Ati3.3
Ati3.3Ati3.3
Ati3.3
Ati3.3Ati3.3
Atividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADE
Atividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADEAtividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADE
Atividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADE
sandranascimento1980
 
Ati3.3
Ati3.3Ati3.3

Semelhante a Document PROJETO PIOLHO (20)

Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...
Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...
Projeto ; não deixe sua saúde a mercê de um mosquito...
 
Projeto Dengue
Projeto DengueProjeto Dengue
Projeto Dengue
 
Projeto dengue
Projeto dengueProjeto dengue
Projeto dengue
 
ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptx
ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptxESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptx
ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO NA ESCOLA SLIDE.pptx
 
Volta às aulas na covid-19
Volta às aulas na covid-19Volta às aulas na covid-19
Volta às aulas na covid-19
 
Projeto xo dengue 2012
Projeto xo dengue 2012Projeto xo dengue 2012
Projeto xo dengue 2012
 
Quem tem medo da Dengue?
Quem tem medo da Dengue?Quem tem medo da Dengue?
Quem tem medo da Dengue?
 
Projeto dengue anna antonio_
Projeto  dengue anna antonio_Projeto  dengue anna antonio_
Projeto dengue anna antonio_
 
Relatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegyptiRelatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegypti
 
Pediculose
PediculosePediculose
Pediculose
 
Como trabalhar corona vírus.pdf
Como trabalhar corona vírus.pdfComo trabalhar corona vírus.pdf
Como trabalhar corona vírus.pdf
 
Projeto dando um tchau para a dengue 2003
Projeto dando um tchau para a dengue 2003Projeto dando um tchau para a dengue 2003
Projeto dando um tchau para a dengue 2003
 
Projeto dengue 2015
Projeto dengue 2015Projeto dengue 2015
Projeto dengue 2015
 
Faculdade de ciências da saúde de unaí
Faculdade de ciências da saúde de unaíFaculdade de ciências da saúde de unaí
Faculdade de ciências da saúde de unaí
 
Projeto dengue
Projeto dengueProjeto dengue
Projeto dengue
 
Ativ 3.3
Ativ 3.3Ativ 3.3
Ativ 3.3
 
Ati3.3
Ati3.3Ati3.3
Ati3.3
 
Ati3.3
Ati3.3Ati3.3
Ati3.3
 
Atividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADE
Atividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADEAtividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADE
Atividade-3.3-PROJETOS DE AÇÕES ENTRE ESCOLA E COMUNIDADE
 
Ati3.3
Ati3.3Ati3.3
Ati3.3
 

Mais de SimoneHelenDrumond

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
SimoneHelenDrumond
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
SimoneHelenDrumond
 

Mais de SimoneHelenDrumond (20)

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
 

Último

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 

Document PROJETO PIOLHO

  • 1. Estado de Sao Paulo (7 Protocolo: Hora: Oficio: Aprovado na 'J)6 SO, realizada em adendo INDICA?AO N° 5T4 I 2014 Assunto: PROJETO DE COMBATE A PEDICULOSE Bertioga, 09 DE DEZEMBRO DE 2014 Excelentfssimo Sr. Presidente, Nobres Vereadores: Antonio Rodrigues Filho, no uso de suas atribuigoes regimentais, vem perante Vossa Excelencia, ouvido o Douto Plenario, fazer a seguinte Indicagao: A Pediculose e uma doenga de contagio facil e desenvolvimento rapido causada pelo ectoparasita conhecido popularmente como piolho. A infestagao de piolhos e um problema serio enfrentado pela maioria das escolas. Alem do incomodo natural da doenga, as criangas portadoras podem apresentar baixa autoestima, queda no desempenho escolar e, em casos mais graves, podem desenvolver anemia. Por este motivo, este vereador sugere ao Executivo Municipal que desenvoiva um projeto de agao pedagogica visando conscientizar criangas, familiares e comunidade sobre a gravidade da doenga e de como evita-la, contribuindo assim para a diminuigao ou extingao de piolhos no ambiente escolar. A proposta e que as famflias sejam informadas sobre o projeto por meio de uma reuniao com educadores e palestra com professional medico sanitarista que dara informagoes de como prevenir, diagnosticar e tratar a pediculose. Dentro das salas de aulas, os professores deverao conversar com os alunos sobre o assunto, realizar atividades ludicas e distribuir cartilhas de combate ao piolho, que devera ser desenvolvida pela Prefeitura para tal fim. Para que sirva de referenda para a implantagao desta proposta, segue anexo projeto desenvolvido pela professora Marly Rodrigues Damato, que realizou estudo especifico e aprofundado sobre o assunto. Consuito o Douto Plenario no tocante ao envio de copia deste documento a Secretaria de Educagao e Secretaria de Agao Social para que tomem conhecimento do teor desta indicagao. Observados os preceitos regimentais, esta e a Indicagao que vai devidamente subscrita. LUIZ CARLOS !%C*F!COJfc Vereador Maraa Regma Braz ba Vereadora ft da Camara ALFONSO OARIWEIUWD Vereador VALERIA BENTO Vice Presidente da C&mara Antonio Rodrigues Filho ereador i°Secret£rio Vereadora
  • 3. Projeto: Combate a Pediculose Duraqao da campanha Uma semana. Publico Alvo Criancas pre-escolares (2 a 6 anos) e escolares (7 a 9 anos). Introdugao A Pediculose e uma doenca causada por um ectoparasita hematofago, denominado Pediculus humanus capitis, conhecido como piolho, o qual provoca uma infestacao de contagio muito facil e de desenvolvimento muito rapido. Este inseto, ao se alimentar do sangue do couro cabeludo a cada tres horas, por meio de picadas, pode ocasionar a dermatose. Depois de injetar uma substancia anestesica na pele, rapidamente os piolhos atingem o estado adulto (cerca de 3mm) e as femeas comecam a por os ovos, as chamadas lendeas, que ficam aderidas ao cabelo por meio da saliva secretada pelos parasitas. Os sinais do contagio sao prurido (coceira) na cabeca e lendeas. Justificativa A infestagao por piolhos e um serio problema enfrentado pela maioria das escolas. O compartilhamento de objetos pessoais como, por exemplo, pentes,
  • 4. bones, presilhas de cabelo, travesseiros e roupas de cama, contribuem para a propagagao do inseto, infestando rapidamente a todos. As criancas portadoras podem apresentar baixa autoestima, queda no desempenho escolar por dificuldade de concentracao por consequencia do prurido contfnuo e disturbios do sono. Em caso mais graves, as criancas podem desenvolver anemia devido a hematofagia do inseto. Todavia, um tratamento educativo visando a conscientizacao das criangas, familiares e toda comunidade, pode contribuir para a diminuicao ou extingao de piolhos no ambiente escolar. Este projeto de acao pedagogica devera ser desenvolvido dentro e fora da escola. Para que os objetivos sejam alcangados, e de grande importancia o envolvimento de todos os profissionais da escola e dos responsaveis. Para melhor orientacao deve ser confeccionada uma cartilha, distribuida nas escolas. Objetivo Geral Reduzir a epidemia de piolho entre criancas. Objetivos Especificos Que a crianga e seus responsaveis sejam capazes de: - Saber identificar o piolho; - Conhecer os habitos do ectoparasita (piolho) e como ocorre a sua infestagao; - Entender os prejuizos causados a uma pessoa contaminada por piolho; - Compreender os processos de transmissao e de combate aos piolhos; - Identificar a prevalencia da Pediculose nas escolas - Promover um piano de agao para o combate a infestagao.
  • 5. Metodologia Este projeto visa combater a Pediculose no ambiente escolar. As familias serao informadas sobre o projeto por meio de uma reuniao com os educadores. Neste encontro, sera realizada uma palestra com profissional medico sanitarista ou enfermeiro, o qual provera orientagoes a respeito de como prevenir, diagnosticar a presenga do inseto e tratar a pediculose. Nas escolas, na mesma semana em que ocorrera a reuniao mencionada, o professor conversara com a classe sobre o tema. Inicialmente, o educador apresentara o inseto verdadeiro dentro de urn vidro aos alunos. Em seguida, serao realizadas atividades ludicas, como pintura de desenhos, dramatizagao, confecgao de cartazes pelas criangas, contagao de estorias ou outra proposta a criterio do professor. Para cada aluno, tambem sera entregue uma Cartilha de Combate ao Piolho, a qual sera explorada pelo professor em sala de aula durante as atividades. A cartilha seguira com a crianca para casa para ser encaminhada aos seus responsaveis. Divulgagao A divulgagao da Campanha sera realizada por meio de uma intensiva comunicagao escola versus responsaveis sobre datas e horarios das reunioes. Alem disso, o apoio para divulgagao nos canais de midias locais (internet, jornal, cartazes, etc.) serao fundamentais para o sucesso da Campanha. Politica de Premiagao Uma promogao de uma politica de premiagoes, por meio de urn modelo de "gincanas", para os colegios que apresentarem melhor desempenho na redugao da
  • 6. porcentagem de criangas infestadas, contribuira para o engajamento da comunidade no combate a Pediculose. Portanto, o levantamento da prevalencia de criangas infestadas antes do inicio da campanha sera um passo fundamental para verificar a eficacia no "Combate ao Piiho". Bertioga, 10 de Novembro de 2014. Professora Marly Rodrigues Damato Referencias Catala S, Carrizo L, Cordoba M, Khairallah R, Moschella F, Bocca J et al. Prevalence and parasitism intensity by Pediculus humanus capitisin six to eleven- year-old schoolchildren. Rev Soc Bras Med Trop. 2004;37(6):499-501. Colegio Loureiro Mendes. Projeto caga ao piolho, Fortaleza (CE), 2011. Disponivel em: http://colegioloureiromendes.bloqspot.com.br/2011/02/proieto-hiqiene-e- saude.html Drumond SH. Projeto de agao pedagogics contra o piolho. 2011. Disponivel em: http://simonehelendrumond.bloqspot.com.br/2011/04/proieto-piolho-de-simone- helen-drumond.html Franceschi AT, Franco BB, Steiger CMP, Padilha DZ, Irigaray JE, Schardosim JM et al. Developing strategies to control head lice control in the School System. Revista APS. 2007;10(2):217-220.