SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Deixis pessoal, temporal, espacial Fala-se de deixise de elementos deícticos para referir elementos linguísticos que “ mostram”  verbalmente ( quer no registo oral ou escrito) as condições ou informações contextuais em que determinado enunciado ou texto é produzido.
Como ponto de partida, toma-se o sujeito que fala ( o “eu” que normalmente se dirige a um “ tu”), assumindo-o como coordenada ou marco de referência, a par do tempo ( presente  - agora) e do espaço(aqui) de fala. A partir destes, constroem-se outros marcos ou coordenadas, complementares ou alternativos e que permitem referenciar outras pessoas (segunda), outros tempos ( passado, futuro) e outros locais ( aí, ali,…).
DeixisPessoal Marca o papel dos participantes numa situação de enunciação, tendo o enunciador como marco de referência ( o”eu”) Marcas linguísticas + frequentes: Pronomes pessoais; Determinantes/ pronomes possessivos; Vocativo e formas de tratamento(deixis social); Marcas de flexão verbal ( pessoa).
Marcas linguísticas + frequentes: Advérbios de lugar ( aqui, ali, lá, além, aí); Verbos de movimento ( com significado de orientação); Determinantes/ pronomes demonstrativos ( proximidade/ afastamento face ao emissor e/ou receptor). Deixis Espacial Marca a localização espacial construída a partir da situação local de enunciação ( o “aqui”)
Marcas linguísticas + frequentes: Advérbios de tempo (  agora, amanhã, depois, ontem…); Advérbios de designação/ apresentativo (“eis”); Marcas de flexão verbal ( tempo presente – simultaneidade; tempo pretérito perfeito –anterioridade; tempo futuro – posterioridade) Deixistemporal Marca a localização temporal construída a partir do momento de enunciação ( o agora)
A diferenciação dos três tipos de deixis considerados  não invalida o reconhecimento de que  a deixis pessoal está presente em todas as restantes, por ser a partir  dos participantes no acto enunciativo que se constrói a referência dos restantes elementos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoDina Baptista
 
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de SousaSebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de SousaAntónio Aragão
 
Cap iv repreensões geral
Cap iv repreensões geralCap iv repreensões geral
Cap iv repreensões geralHelena Coutinho
 
Resumos de Português: Camões lírico
Resumos de Português: Camões líricoResumos de Português: Camões lírico
Resumos de Português: Camões líricoRaffaella Ergün
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagemameliapadrao
 
Síntese Sermão de Santo António aos Peixes
Síntese Sermão de Santo António aos PeixesSíntese Sermão de Santo António aos Peixes
Síntese Sermão de Santo António aos PeixesCatarina Castro
 
Resumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verdeResumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verdeRaffaella Ergün
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesAnaGomes40
 
Sermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos PeixesSermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos PeixesPaula Oliveira Cruz
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaVanda Sousa
 
A "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. PessoaA "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. PessoaDina Baptista
 
Coesão textual
Coesão textualCoesão textual
Coesão textualgracacruz
 
D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)
D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)
D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)Sara Guerra
 

Mais procurados (20)

Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-Sistematização
 
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de SousaSebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
 
Valor aspetual
Valor aspetualValor aspetual
Valor aspetual
 
"As Ilhas Afortunadas" - análise
"As Ilhas Afortunadas" - análise"As Ilhas Afortunadas" - análise
"As Ilhas Afortunadas" - análise
 
Cap iv repreensões geral
Cap iv repreensões geralCap iv repreensões geral
Cap iv repreensões geral
 
Resumos de Português: Camões lírico
Resumos de Português: Camões líricoResumos de Português: Camões lírico
Resumos de Português: Camões lírico
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagem
 
Frei luís de sousa
Frei luís de sousaFrei luís de sousa
Frei luís de sousa
 
Síntese Sermão de Santo António aos Peixes
Síntese Sermão de Santo António aos PeixesSíntese Sermão de Santo António aos Peixes
Síntese Sermão de Santo António aos Peixes
 
Resumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verdeResumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verde
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
 
Mensagem - Fernando Pessoa
Mensagem - Fernando Pessoa Mensagem - Fernando Pessoa
Mensagem - Fernando Pessoa
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
 
Sermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos PeixesSermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos Peixes
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
 
A "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. PessoaA "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. Pessoa
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
 
Coesão textual
Coesão textualCoesão textual
Coesão textual
 
D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)
D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)
D. Dinis - A Mensagem (Fernando Pessoa)
 

Semelhante a Deixis pessoal temporal_espacial

Semelhante a Deixis pessoal temporal_espacial (10)

Deixis e anafora_10o
Deixis e anafora_10oDeixis e anafora_10o
Deixis e anafora_10o
 
Deixis Profª Conceição Martins
Deixis  Profª Conceição MartinsDeixis  Profª Conceição Martins
Deixis Profª Conceição Martins
 
Intensivo Aula 4 morfologia
Intensivo  Aula 4   morfologiaIntensivo  Aula 4   morfologia
Intensivo Aula 4 morfologia
 
Pronomes.pptx
Pronomes.pptxPronomes.pptx
Pronomes.pptx
 
Deixis
DeixisDeixis
Deixis
 
Deixis
DeixisDeixis
Deixis
 
Pronomesdemonstrativos 120529095119-phpapp02
Pronomesdemonstrativos 120529095119-phpapp02Pronomesdemonstrativos 120529095119-phpapp02
Pronomesdemonstrativos 120529095119-phpapp02
 
Plano de aula elizete
Plano de aula elizetePlano de aula elizete
Plano de aula elizete
 
Plano de aula elizete
Plano de aula elizetePlano de aula elizete
Plano de aula elizete
 
Pronouns
PronounsPronouns
Pronouns
 

Mais de EconomicSintese

Portugal dific. cresc. económico
Portugal   dific. cresc. económicoPortugal   dific. cresc. económico
Portugal dific. cresc. económicoEconomicSintese
 
Política econ. pombalina
Política econ. pombalinaPolítica econ. pombalina
Política econ. pombalinaEconomicSintese
 
Londres centro da economia mundo
Londres   centro da economia mundoLondres   centro da economia mundo
Londres centro da economia mundoEconomicSintese
 
Hegemonia da holanda séc.xvii ok
Hegemonia da holanda   séc.xvii okHegemonia da holanda   séc.xvii ok
Hegemonia da holanda séc.xvii okEconomicSintese
 
Amesterdão factores da hegemonia ok
Amesterdão   factores da hegemonia okAmesterdão   factores da hegemonia ok
Amesterdão factores da hegemonia okEconomicSintese
 
O dinamismo dos centros urbanos
O dinamismo dos centros urbanosO dinamismo dos centros urbanos
O dinamismo dos centros urbanosEconomicSintese
 
Classificação das necessidades
Classificação das necessidadesClassificação das necessidades
Classificação das necessidadesEconomicSintese
 
Bens – noção e classificação
Bens – noção e classificaçãoBens – noção e classificação
Bens – noção e classificaçãoEconomicSintese
 
A defesa dos consumidores
A defesa dos consumidoresA defesa dos consumidores
A defesa dos consumidoresEconomicSintese
 
Realidade social e ciências sociais
Realidade social e ciências sociaisRealidade social e ciências sociais
Realidade social e ciências sociaisEconomicSintese
 
Necessidades caracterização
Necessidades caracterizaçãoNecessidades caracterização
Necessidades caracterizaçãoEconomicSintese
 

Mais de EconomicSintese (20)

Retrato
RetratoRetrato
Retrato
 
Portugal dific. cresc. económico
Portugal   dific. cresc. económicoPortugal   dific. cresc. económico
Portugal dific. cresc. económico
 
Política econ. pombalina
Política econ. pombalinaPolítica econ. pombalina
Política econ. pombalina
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
 
Londres centro da economia mundo
Londres   centro da economia mundoLondres   centro da economia mundo
Londres centro da economia mundo
 
Hegemonia da holanda séc.xvii ok
Hegemonia da holanda   séc.xvii okHegemonia da holanda   séc.xvii ok
Hegemonia da holanda séc.xvii ok
 
Format. 2.ª 1.º 10
Format. 2.ª 1.º 10Format. 2.ª 1.º 10
Format. 2.ª 1.º 10
 
Amesterdão factores da hegemonia ok
Amesterdão   factores da hegemonia okAmesterdão   factores da hegemonia ok
Amesterdão factores da hegemonia ok
 
O tempo
O tempoO tempo
O tempo
 
O dinamismo dos centros urbanos
O dinamismo dos centros urbanosO dinamismo dos centros urbanos
O dinamismo dos centros urbanos
 
Tipos de consumo
Tipos de consumoTipos de consumo
Tipos de consumo
 
Padrões de consumo
Padrões de consumoPadrões de consumo
Padrões de consumo
 
Consumo acto social
Consumo acto socialConsumo acto social
Consumo acto social
 
Classificação das necessidades
Classificação das necessidadesClassificação das necessidades
Classificação das necessidades
 
Bens – noção e classificação
Bens – noção e classificaçãoBens – noção e classificação
Bens – noção e classificação
 
A sociedade de consumo
A sociedade de consumoA sociedade de consumo
A sociedade de consumo
 
A defesa dos consumidores
A defesa dos consumidoresA defesa dos consumidores
A defesa dos consumidores
 
Realidade social e ciências sociais
Realidade social e ciências sociaisRealidade social e ciências sociais
Realidade social e ciências sociais
 
Problema económico
Problema económicoProblema económico
Problema económico
 
Necessidades caracterização
Necessidades caracterizaçãoNecessidades caracterização
Necessidades caracterização
 

Deixis pessoal temporal_espacial

  • 1. Deixis pessoal, temporal, espacial Fala-se de deixise de elementos deícticos para referir elementos linguísticos que “ mostram” verbalmente ( quer no registo oral ou escrito) as condições ou informações contextuais em que determinado enunciado ou texto é produzido.
  • 2. Como ponto de partida, toma-se o sujeito que fala ( o “eu” que normalmente se dirige a um “ tu”), assumindo-o como coordenada ou marco de referência, a par do tempo ( presente - agora) e do espaço(aqui) de fala. A partir destes, constroem-se outros marcos ou coordenadas, complementares ou alternativos e que permitem referenciar outras pessoas (segunda), outros tempos ( passado, futuro) e outros locais ( aí, ali,…).
  • 3. DeixisPessoal Marca o papel dos participantes numa situação de enunciação, tendo o enunciador como marco de referência ( o”eu”) Marcas linguísticas + frequentes: Pronomes pessoais; Determinantes/ pronomes possessivos; Vocativo e formas de tratamento(deixis social); Marcas de flexão verbal ( pessoa).
  • 4. Marcas linguísticas + frequentes: Advérbios de lugar ( aqui, ali, lá, além, aí); Verbos de movimento ( com significado de orientação); Determinantes/ pronomes demonstrativos ( proximidade/ afastamento face ao emissor e/ou receptor). Deixis Espacial Marca a localização espacial construída a partir da situação local de enunciação ( o “aqui”)
  • 5. Marcas linguísticas + frequentes: Advérbios de tempo ( agora, amanhã, depois, ontem…); Advérbios de designação/ apresentativo (“eis”); Marcas de flexão verbal ( tempo presente – simultaneidade; tempo pretérito perfeito –anterioridade; tempo futuro – posterioridade) Deixistemporal Marca a localização temporal construída a partir do momento de enunciação ( o agora)
  • 6. A diferenciação dos três tipos de deixis considerados não invalida o reconhecimento de que a deixis pessoal está presente em todas as restantes, por ser a partir dos participantes no acto enunciativo que se constrói a referência dos restantes elementos.