SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 40
Orientadora: Profa. Dra. Eliane S. M. Okada
Co-Orientador: Prof. Dr. Paulo H. Filho
Mestranda: Marília Gomes Ismar


Importância da pecuária



Importância do conhecimento sobre:

•

Aspectos produtivos

•

Industrialização

•

Comercialização

•

Consumo dos produtos

SWOT
Produtor e Técnico


Um dos fatores limitantes: FORRAGEM

•
•

Gado de corte
Gado de leite



Produtividade

confinamentos

MANEJO SUSTENTÁVEL DAS PASTAGENS
SUCESSO NA PRODUÇÃO PECUÁRIA


Mundo: 20% de pastagens degradadas



Agravando em três vezes nas regiões mais secas



Brasil: 80% nas mesmas condições



Produção a pasto
Não termos informações suficientes e precisas
a cerca das principais causas que levam a
conservação ou degradação das forragens
A pastagem é hoje um dos aspectos críticos
no que se refere à produtividade,
lucratividade e sustentabilidade na produção
Propiciar aos produtores e profissionais dados
que possam ser usados nas tomadas de decisões,
para que haja harmonia entre o solo, a planta,
os animais, o homem e o meio ambiente em
que estão inseridos, criando assim, um
aspecto sustentável para a produção
Goiás faz divisa com MT, MS, MG, BA e TO

Fonte: Engesat (2013)
Cerrado 23,9% do território brasileiro

Fonte: IBGE (2013)


Cerrado: 39% de área convertida em agropecuária



Goiás: estima-se 63% de vegetação substituída
(Ferreira, 2009)



Demanda crescente e contínua por alimento (FAO,
2010)
Branco (2000); Dias-Filho (2011)
Melhoramento das pastagens.
Reutilização
de
áreas
desmatadas,
improdutivas,
abandonadas,
com
baixa
produtividade ou subutilizadas.

Dias-Filho (2010)
Como diferenciar os tipos de degradação?

Dias-Filho (2011)
Processo de degradação das pastagens:

Macedo (1999)
Macedo et al. (2012)
Macedo et al. (2012)
Macedo et al. (2012)
Através de análise de dados ambientais, de observação
local e de questionários, elencar os principais fatores
contribuintes para a degradação de pastagens nas
microrregiões de Anicuns e Rio Vermelho


Mapear as características ambientais da área de
estudo; Até março de 2014



Analisar in loco a interação solo-planta-animalambiente; Até julho de 2014



Aplicar

questionário

socioeconômico

semi-

estruturado; Até julho de 2014


Elencar os fatores mais ofensivos às pastagens
avaliadas. Até dezembro de 2014
IBGE (2011)
Spot vegetation

Andrade et al. (2013)
IBGE (2011)
IBGE (2011)


Microrregiões de Anicuns - três municípios



Microrregião do Rio Vermelho - dois municípios



Sendo

estes

valores

amostrais

referentes

a

aproximadamente 22,5% do total do número de municípios
de cada microrregião


Municípios escolhidos - Anicuns (IMB, 2010):

•

Nazário

(572

domicílios

rurais

particulares

permanentes)
•

Turvânia (319 DRPP)

•

Firminópolis (971 DRPP)



Municípios escolhidos - Rio Vermelho (IMB, 2010):

•

Faina (1.052 DRPP)

•

Aruanã (409 DRPP)



10% das propriedades (186 + 146 = 332) - Emater


Seleção

e

coleta

de

dados:

SIEG;

IBGE;

FAEG/DETEC; Embrapa; Embrapa Estatística e,
Secretaria da Agricultura, materiais de revisões
bibliográficas, livros, artigos, teses e dissertações
sobre a temática.


Os mapas das características ambientais estão
disponíveis no site do SIEG, os quais serão convertidos
em formatos de imagens e tratados com o uso do
programa Spring 10 (software de uso livre do INPE),
onde

serão

realizados

cruzamentos

ambientais e socioeconômicos.

de

dados


Serão

realizados

diagnósticos

de

cunho

socioambiental das propriedades visitadas, a
partir de observações in loco, para caracterização
e mapeamento das atividades produtivas, com
ênfase na pecuária.


O trabalho de gabinete será feito em computadores
com

configuração

própria

para

trabalhos

de

geoprocessamento, que incluem seleção e tratamento
de imagens de satélites, disponíveis no site do INPE.
Seguido do mapeamento com uso do Software
ArcGis10® (ESRI) com licença de uso adquirida pelo
Programa de Pós-Graduação em Geografia da
UFG/Campus Jataí.


A pesquisa em questão tem como finalidade a
apresentação dos dados de forma descritiva e
explicativa (Braz, 2012).



Alguns dados serão testados de forma estatística não
paramétrica, pelo teste de hipóteses “qui quadrado”,
destinado a encontrar um valor de dispersão para
duas variáveis nominais, avaliando a associação
existente entre variáveis qualitativas (Sampaio, 2010).


Sem riscos significativos.



Questionários semi-estruturados elaborados de
modo a não haver quaisquer dúvidas.



As dificuldades são de média importância:

•

Aquisição de verba

•

Aceitação dos proprietários


Obtenção de informações sobre as principais
causas que levaram a degradação das pastagens;



Tendo como foco os sistemas de produção animal
de bovinocultura de corte ou leite.


Espera-se que os dados encontrados possam
fornecer

informações

suficientes

para

que

futuramente surjam propostas de produção
sustentável

de

pastagens,

conservação

e

recuperação de áreas degradadas;



Visando a otimização da produção, diminuição
dos custos e evitando o uso descompensado dos
recursos naturais.
ITENS
Automóvel Uno Mille Economy 4p

QUANTIDADE

VALOR UNITÁRIO R$ VALOR TOTAL R$

1 un

32.000,00

32.000,00

4.000 l

2,89

11.560,00

GPS Garmim 76csx

2 un

1.480,00

2.960,00

Gravador de voz

1 un

400,00

400,00

Câmera digital 10 megapixels

1un

1.000,00

1.000,00

Cadernetas de campo

3 un

10,00

30,00

Impressão dos questionários

350 un

12,00

4.200,00

Diárias dos alunos de IC

200 un

89,00

17.800,00

Diárias da aluna de mestrado

100 un

89,00

8.900,00

Diárias do orientador

100 un

89,00

8.900,00

-------

-------

87.750,00

Combustível

TOTAL
*un: unidade; l: litro


EVZ – UFG:

•

Salas com computadores e rede wi-fi
Dois alunos bolsistas de iniciação científica

•


Andrade, R. G. et al. Monitoramento de processos de degradação de
pastagens a partir de dados Spot Vegetation. Embrapa Monitoramento
por Satélite. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento 19, 1° edição,
Campinas-SP, 2011.



Andrade, R. G. et al. Indicativo de degradação de pastagens a partir de
dados Spot Vegetation. In: Anais do XVI Simpósio Brasileiro de
Sensoriamento Remoto. INPE, p.6917-6922, Foz do Iguaçu-PR, 2013.



Branco, R. H. Degradação de pastagens - diminuição da produtividade
com o tempo. Conceito de sustentabilidade. Universidade Federal de
Viçosa, Viçosa-MG, 2000.



Braz, F. P.; Mion, T. D.; Gameiro, A. H. Análise socioeconômica
comparativa de sistemas de integração lavoura-pecuária em
propriedade rurais nas regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste do Brasil.
Informações econômicas, v.42, n.2, São Paulo-SP, 2012.


Garcia, Fanuel Nogueira. Monitoramento das pastagens cultivadas no
Cerrado goiano a partir de imagens modis índices de vegetação.
Dissertação de mestrado em Geografia - Universidade Federal de Goiás,
Goiânia-GO, 2012.



Embrapa.
O
Cerrado.
Disponível
em:
www.cpac.embrapa.br/unidade/ocerrado/#. Acessado em: 24/06/2013.
2012.



FAO. The states of food and agriculture – women in agriculture. Sales
and Marketing Group FAO, Itália-Roma, 2010.



Ferreira, L. G. et al. Dinâmica agrícola e desmatamentos em áreas de
cerrado: uma análise a partir de dados censitários e imagens de
resolução moderada. Revista Brasileira de Cartografia, n.61/02, p.117127, Rio de Janeiro-RJ, 2009.



Ferraz, J. B. S. & Felício, P. E. D. Production systems – an example from
Brazil. Meat Science, v.84, n.2, p.238-243, 2010.



Dias-Filho, M. B. Produção de bovinos a pasto na fronteira agrícola.
Editora Palmas, p.131-145, Palmas-TO, 2010.


Dias-Filho, M. B. Degradação de pastagens – processos, causas e
estratégias de recuperação. Editora MBDF, 4° edição, Belém-PA, 2011.



IBGE. Mapa de Biomas do Brasil, primeira aproximação. Rio de Janeiro:
IBGE. Disponível em: www.mapas.ibge.gov.br/fisicos. Acessado em
24/06/2013. 2004.



IBGE. Mapas e dados do Estado de Goiás. Disponível em:
www.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=go#.
Acessado
em:
26/06/2013. 2011.



IBGE. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acessado em: 20/06/2013. 2013.



IMB. Microrregião Anicuns - Número de Domicílios particulares
permanentes.
Disponível
em:
www.seplan.go.gov.br/sepin/perfilweb/Estatistica_bde.asp. Acessado
em: 03/07/2013. 2010.



IMB. Microrregião Rio Vermelho - Número de Domicílios particulares
permanentes.
Disponível
em:
www.seplan.go.gov.br/sepin/perfilweb/Estatistica_bde.asp. Acessado
em: 03/07/2013. 2010.


Macedo, C.M.M. Degradação de pastagens: conceitos e métodos de
recuperação. In: Anais do Simpósio sobre sustentabilidade da pecuária de leite no
Brasil. Juiz de Fora: Embrapa Gado de Leite, p.137-150, Goiânia-GO, 1999.



Macedo, M. C. M. Integração lavoura e pecuária: alternativa para
sustentabilidade da produção animal. In: Anais do 18º Simpósio Sobre Manejo da
Pastagem: Planejamento de Sistemas de Produção em Pastagens. FEALQ, p.257283, Piracicaba-SP, 2001.



Macedo, M. C. M. et al. Degradação de pastagens, alternativas de recuperação e
renovação, e formas de mitigação. Embrapa Gado de Corte, Campo Grande-MS,
2012.



Neto, S. L. Manejo de pastagens. Coleção lucrando com a pecuária. Editora
Aprenda fácil, 2° edição, v.6. Viçosa-MG, 2000.



Parron, L. M. et al. Cerrado – desafios e oportunidades para o desenvolvimento
sustentável. Editora Embrapa, 1° edição. Embrapa Cerrados, Planaltina-DF, 2008.



Peterniani, E. Agricultura sustentável nos trópicos. Estudos avançados, v.15,
n.43, p.303-326, 2001.



Sampaio, I. B. M. Estatística Aplicada à Experimentação Animal. Editora FEPMVZ,
3° edição, Belo Horizonte-MG, 2010.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastorisProjetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastorisExagro
 
[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de Pastagem
[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de Pastagem[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de Pastagem
[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de PastagemAgroTalento
 
Integração lavoura pecuária -2ª aula
Integração lavoura pecuária -2ª aulaIntegração lavoura pecuária -2ª aula
Integração lavoura pecuária -2ª aulaLcfsouza
 
Manual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-PecuáriaManual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-PecuáriaPortal Canal Rural
 
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...cbsaf
 
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtoresIntegração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtoresKassia Santos
 
Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável
Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável
Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável ANCP Ribeirão Preto
 
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichelAgroTalento
 
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...cbsaf
 
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010Exagro
 
Vantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagens
Vantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagensVantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagens
Vantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagensRural Pecuária
 
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOSSISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOSMoacir Medrado
 
A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...
A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...
A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...FAO
 
07 sistemas agroflorestais - beef point
07 sistemas agroflorestais - beef point07 sistemas agroflorestais - beef point
07 sistemas agroflorestais - beef pointAgroTalento
 
Politica de valorização do activo ambiental florestal
Politica de valorização do activo ambiental florestalPolitica de valorização do activo ambiental florestal
Politica de valorização do activo ambiental florestalGPFLR
 
121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeber
121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeber121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeber
121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeberAgroTalento
 

Mais procurados (20)

Projetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastorisProjetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastoris
 
Sistema agrosilvipastoril
Sistema agrosilvipastorilSistema agrosilvipastoril
Sistema agrosilvipastoril
 
[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de Pastagem
[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de Pastagem[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de Pastagem
[Palestra] Armindo Kichel: Degradação e Recuperação de Pastagem
 
Integração lavoura pecuária -2ª aula
Integração lavoura pecuária -2ª aulaIntegração lavoura pecuária -2ª aula
Integração lavoura pecuária -2ª aula
 
Manual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-PecuáriaManual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-Pecuária
 
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
 
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtoresIntegração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
 
Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável
Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável
Ensino Online - Integração Lavoura Pecuária intensificação sustentável
 
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
 
Fomento Florestal - Benefício compartilhado para empresas e produtores
Fomento Florestal - Benefício compartilhado para empresas e produtores Fomento Florestal - Benefício compartilhado para empresas e produtores
Fomento Florestal - Benefício compartilhado para empresas e produtores
 
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
 
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
 
ILP - Lourival Vilela
ILP - Lourival VilelaILP - Lourival Vilela
ILP - Lourival Vilela
 
Vantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagens
Vantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagensVantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagens
Vantagens e desvantagens do plantio de árvores em pastagens
 
AdubaçãO De Pastagens
AdubaçãO De PastagensAdubaçãO De Pastagens
AdubaçãO De Pastagens
 
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOSSISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
 
A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...
A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...
A importância da integração lavoura-pecuária com plantio direto na estratégia...
 
07 sistemas agroflorestais - beef point
07 sistemas agroflorestais - beef point07 sistemas agroflorestais - beef point
07 sistemas agroflorestais - beef point
 
Politica de valorização do activo ambiental florestal
Politica de valorização do activo ambiental florestalPolitica de valorização do activo ambiental florestal
Politica de valorização do activo ambiental florestal
 
121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeber
121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeber121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeber
121024 17-wbeef-engorda-a-pasto-fernando-costabeber
 

Semelhante a Degradação de pastagens em Goiás

SIG e sensoriamento remoto para a determinação do potencial da aqüicultura n...
SIG e sensoriamento remoto para a determinação do  potencial da aqüicultura n...SIG e sensoriamento remoto para a determinação do  potencial da aqüicultura n...
SIG e sensoriamento remoto para a determinação do potencial da aqüicultura n...volcker
 
Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014
Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014
Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014AzizGalvao
 
Desafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivação
Desafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivaçãoDesafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivação
Desafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivaçãoCordeiroBIZ Ovinocultura de Resultados
 
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau Revista Cafeicultura
 
W4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovani
W4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovaniW4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovani
W4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovaniequipeagroplus
 
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e PelaCampanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pelaalantygel
 
Enfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura Brasileira
Enfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura BrasileiraEnfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura Brasileira
Enfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura BrasileiraOxya Agro e Biociências
 
Mapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo Weigand
Mapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo WeigandMapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo Weigand
Mapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo WeigandRonaldo Weigand Jr
 
Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)
Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)
Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)Idesam
 
3 bases tecnológicas segunda aula 18 03
3 bases tecnológicas segunda aula 18 033 bases tecnológicas segunda aula 18 03
3 bases tecnológicas segunda aula 18 03Agronegócios
 
Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...
Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...
Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...João Siqueira da Mata
 
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejoIrrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejoKiller Max
 
Caracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasil
Caracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasilCaracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasil
Caracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasilMarciliana Davantel
 
Relatorio tocantins
Relatorio tocantinsRelatorio tocantins
Relatorio tocantinsidesp
 
Livro cafeicultura de_montanha
Livro cafeicultura de_montanhaLivro cafeicultura de_montanha
Livro cafeicultura de_montanhaSergio Pereira
 
4°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 2017
4°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 20174°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 2017
4°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 2017Luiz Valeriano
 

Semelhante a Degradação de pastagens em Goiás (20)

Relatorio bioma pampa
Relatorio bioma pampaRelatorio bioma pampa
Relatorio bioma pampa
 
SIG e sensoriamento remoto para a determinação do potencial da aqüicultura n...
SIG e sensoriamento remoto para a determinação do  potencial da aqüicultura n...SIG e sensoriamento remoto para a determinação do  potencial da aqüicultura n...
SIG e sensoriamento remoto para a determinação do potencial da aqüicultura n...
 
Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014
Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014
Soja plusmg fitotecniaapresentacao2014
 
Desafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivação
Desafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivaçãoDesafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivação
Desafios regionais da produção de ovinos: histórico, mercado e motivação
 
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
 
W4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovani
W4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovaniW4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovani
W4_4ApresentaçãoGESAI_EverardoMantovani
 
suinocultura
suinoculturasuinocultura
suinocultura
 
3 acoeseprojetossociais
3 acoeseprojetossociais3 acoeseprojetossociais
3 acoeseprojetossociais
 
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e PelaCampanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
 
Enfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura Brasileira
Enfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura BrasileiraEnfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura Brasileira
Enfisa 2014 - O Futuro do Desenvolvimento Tecnológico da Agricultura Brasileira
 
Biopolin
BiopolinBiopolin
Biopolin
 
Mapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo Weigand
Mapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo WeigandMapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo Weigand
Mapa de Áreas Prioritárias para a Biodiversidade - Amazônia - Ronaldo Weigand
 
Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)
Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)
Cenário Tocantins REDD+- Treinamento GCF/Macapá (parte I)
 
3 bases tecnológicas segunda aula 18 03
3 bases tecnológicas segunda aula 18 033 bases tecnológicas segunda aula 18 03
3 bases tecnológicas segunda aula 18 03
 
Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...
Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...
Caracterização dos produtores e do sistema de produção de uvas na regional de...
 
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejoIrrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
 
Caracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasil
Caracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasilCaracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasil
Caracterização da rede produtiva do camarão de água doce no brasil
 
Relatorio tocantins
Relatorio tocantinsRelatorio tocantins
Relatorio tocantins
 
Livro cafeicultura de_montanha
Livro cafeicultura de_montanhaLivro cafeicultura de_montanha
Livro cafeicultura de_montanha
 
4°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 2017
4°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 20174°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 2017
4°Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - Dezembro 2017
 

Mais de Marília Gomes

Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterináriaPossibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterináriaMarília Gomes
 
Patologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutorPatologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutorMarília Gomes
 
Patologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinárioPatologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinárioMarília Gomes
 
Bem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinoculturaBem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinoculturaMarília Gomes
 
Principais doenças que acometem aves comerciais
Principais doenças que acometem aves comerciaisPrincipais doenças que acometem aves comerciais
Principais doenças que acometem aves comerciaisMarília Gomes
 
Tratamento via água e ração
Tratamento via água e raçãoTratamento via água e ração
Tratamento via água e raçãoMarília Gomes
 
Medicina de mamíferos selvagens
Medicina de mamíferos selvagensMedicina de mamíferos selvagens
Medicina de mamíferos selvagensMarília Gomes
 
Medicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagensMedicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagensMarília Gomes
 
Semiologia de animais selvagens
Semiologia de animais selvagensSemiologia de animais selvagens
Semiologia de animais selvagensMarília Gomes
 
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagensConceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagensMarília Gomes
 
Anatomia topográfica das aves
Anatomia topográfica das avesAnatomia topográfica das aves
Anatomia topográfica das avesMarília Gomes
 
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicosTopografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicosMarília Gomes
 
Patologias do sistema respiratório
Patologias do sistema respiratórioPatologias do sistema respiratório
Patologias do sistema respiratórioMarília Gomes
 
patologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascularpatologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascularMarília Gomes
 
Topografia veterinária - abdômen
Topografia veterinária - abdômenTopografia veterinária - abdômen
Topografia veterinária - abdômenMarília Gomes
 
Topografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tóraxTopografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tóraxMarília Gomes
 
Pigmentos e pigmentações
Pigmentos e pigmentaçõesPigmentos e pigmentações
Pigmentos e pigmentaçõesMarília Gomes
 
Calcificações patológicas
Calcificações patológicasCalcificações patológicas
Calcificações patológicasMarília Gomes
 

Mais de Marília Gomes (20)

Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterináriaPossibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
 
Patologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutorPatologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutor
 
Patologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinárioPatologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinário
 
Bem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinoculturaBem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinocultura
 
Principais doenças que acometem aves comerciais
Principais doenças que acometem aves comerciaisPrincipais doenças que acometem aves comerciais
Principais doenças que acometem aves comerciais
 
Necropsia em aves
Necropsia em avesNecropsia em aves
Necropsia em aves
 
Tratamento via água e ração
Tratamento via água e raçãoTratamento via água e ração
Tratamento via água e ração
 
Medicina de mamíferos selvagens
Medicina de mamíferos selvagensMedicina de mamíferos selvagens
Medicina de mamíferos selvagens
 
Medicina de répteis
Medicina de répteisMedicina de répteis
Medicina de répteis
 
Medicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagensMedicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagens
 
Semiologia de animais selvagens
Semiologia de animais selvagensSemiologia de animais selvagens
Semiologia de animais selvagens
 
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagensConceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
 
Anatomia topográfica das aves
Anatomia topográfica das avesAnatomia topográfica das aves
Anatomia topográfica das aves
 
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicosTopografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
 
Patologias do sistema respiratório
Patologias do sistema respiratórioPatologias do sistema respiratório
Patologias do sistema respiratório
 
patologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascularpatologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascular
 
Topografia veterinária - abdômen
Topografia veterinária - abdômenTopografia veterinária - abdômen
Topografia veterinária - abdômen
 
Topografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tóraxTopografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tórax
 
Pigmentos e pigmentações
Pigmentos e pigmentaçõesPigmentos e pigmentações
Pigmentos e pigmentações
 
Calcificações patológicas
Calcificações patológicasCalcificações patológicas
Calcificações patológicas
 

Último

Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 

Último (20)

662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 

Degradação de pastagens em Goiás

  • 1. Orientadora: Profa. Dra. Eliane S. M. Okada Co-Orientador: Prof. Dr. Paulo H. Filho Mestranda: Marília Gomes Ismar
  • 2.  Importância da pecuária  Importância do conhecimento sobre: • Aspectos produtivos • Industrialização • Comercialização • Consumo dos produtos SWOT
  • 4.  Um dos fatores limitantes: FORRAGEM • • Gado de corte Gado de leite  Produtividade confinamentos MANEJO SUSTENTÁVEL DAS PASTAGENS SUCESSO NA PRODUÇÃO PECUÁRIA
  • 5.
  • 6.  Mundo: 20% de pastagens degradadas  Agravando em três vezes nas regiões mais secas  Brasil: 80% nas mesmas condições  Produção a pasto
  • 7. Não termos informações suficientes e precisas a cerca das principais causas que levam a conservação ou degradação das forragens A pastagem é hoje um dos aspectos críticos no que se refere à produtividade, lucratividade e sustentabilidade na produção
  • 8. Propiciar aos produtores e profissionais dados que possam ser usados nas tomadas de decisões, para que haja harmonia entre o solo, a planta, os animais, o homem e o meio ambiente em que estão inseridos, criando assim, um aspecto sustentável para a produção
  • 9. Goiás faz divisa com MT, MS, MG, BA e TO Fonte: Engesat (2013)
  • 10. Cerrado 23,9% do território brasileiro Fonte: IBGE (2013)
  • 11.  Cerrado: 39% de área convertida em agropecuária  Goiás: estima-se 63% de vegetação substituída (Ferreira, 2009)  Demanda crescente e contínua por alimento (FAO, 2010)
  • 14. Como diferenciar os tipos de degradação? Dias-Filho (2011)
  • 15. Processo de degradação das pastagens: Macedo (1999)
  • 16. Macedo et al. (2012)
  • 17. Macedo et al. (2012)
  • 18. Macedo et al. (2012)
  • 19. Através de análise de dados ambientais, de observação local e de questionários, elencar os principais fatores contribuintes para a degradação de pastagens nas microrregiões de Anicuns e Rio Vermelho
  • 20.  Mapear as características ambientais da área de estudo; Até março de 2014  Analisar in loco a interação solo-planta-animalambiente; Até julho de 2014  Aplicar questionário socioeconômico semi- estruturado; Até julho de 2014  Elencar os fatores mais ofensivos às pastagens avaliadas. Até dezembro de 2014
  • 25.  Microrregiões de Anicuns - três municípios  Microrregião do Rio Vermelho - dois municípios  Sendo estes valores amostrais referentes a aproximadamente 22,5% do total do número de municípios de cada microrregião
  • 26.  Municípios escolhidos - Anicuns (IMB, 2010): • Nazário (572 domicílios rurais particulares permanentes) • Turvânia (319 DRPP) • Firminópolis (971 DRPP)  Municípios escolhidos - Rio Vermelho (IMB, 2010): • Faina (1.052 DRPP) • Aruanã (409 DRPP)  10% das propriedades (186 + 146 = 332) - Emater
  • 27.  Seleção e coleta de dados: SIEG; IBGE; FAEG/DETEC; Embrapa; Embrapa Estatística e, Secretaria da Agricultura, materiais de revisões bibliográficas, livros, artigos, teses e dissertações sobre a temática.
  • 28.  Os mapas das características ambientais estão disponíveis no site do SIEG, os quais serão convertidos em formatos de imagens e tratados com o uso do programa Spring 10 (software de uso livre do INPE), onde serão realizados cruzamentos ambientais e socioeconômicos. de dados
  • 29.  Serão realizados diagnósticos de cunho socioambiental das propriedades visitadas, a partir de observações in loco, para caracterização e mapeamento das atividades produtivas, com ênfase na pecuária.
  • 30.  O trabalho de gabinete será feito em computadores com configuração própria para trabalhos de geoprocessamento, que incluem seleção e tratamento de imagens de satélites, disponíveis no site do INPE. Seguido do mapeamento com uso do Software ArcGis10® (ESRI) com licença de uso adquirida pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFG/Campus Jataí.
  • 31.  A pesquisa em questão tem como finalidade a apresentação dos dados de forma descritiva e explicativa (Braz, 2012).  Alguns dados serão testados de forma estatística não paramétrica, pelo teste de hipóteses “qui quadrado”, destinado a encontrar um valor de dispersão para duas variáveis nominais, avaliando a associação existente entre variáveis qualitativas (Sampaio, 2010).
  • 32.  Sem riscos significativos.  Questionários semi-estruturados elaborados de modo a não haver quaisquer dúvidas.  As dificuldades são de média importância: • Aquisição de verba • Aceitação dos proprietários
  • 33.  Obtenção de informações sobre as principais causas que levaram a degradação das pastagens;  Tendo como foco os sistemas de produção animal de bovinocultura de corte ou leite.
  • 34.  Espera-se que os dados encontrados possam fornecer informações suficientes para que futuramente surjam propostas de produção sustentável de pastagens, conservação e recuperação de áreas degradadas;  Visando a otimização da produção, diminuição dos custos e evitando o uso descompensado dos recursos naturais.
  • 35. ITENS Automóvel Uno Mille Economy 4p QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO R$ VALOR TOTAL R$ 1 un 32.000,00 32.000,00 4.000 l 2,89 11.560,00 GPS Garmim 76csx 2 un 1.480,00 2.960,00 Gravador de voz 1 un 400,00 400,00 Câmera digital 10 megapixels 1un 1.000,00 1.000,00 Cadernetas de campo 3 un 10,00 30,00 Impressão dos questionários 350 un 12,00 4.200,00 Diárias dos alunos de IC 200 un 89,00 17.800,00 Diárias da aluna de mestrado 100 un 89,00 8.900,00 Diárias do orientador 100 un 89,00 8.900,00 ------- ------- 87.750,00 Combustível TOTAL *un: unidade; l: litro
  • 36.  EVZ – UFG: • Salas com computadores e rede wi-fi Dois alunos bolsistas de iniciação científica •
  • 37.  Andrade, R. G. et al. Monitoramento de processos de degradação de pastagens a partir de dados Spot Vegetation. Embrapa Monitoramento por Satélite. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento 19, 1° edição, Campinas-SP, 2011.  Andrade, R. G. et al. Indicativo de degradação de pastagens a partir de dados Spot Vegetation. In: Anais do XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. INPE, p.6917-6922, Foz do Iguaçu-PR, 2013.  Branco, R. H. Degradação de pastagens - diminuição da produtividade com o tempo. Conceito de sustentabilidade. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, 2000.  Braz, F. P.; Mion, T. D.; Gameiro, A. H. Análise socioeconômica comparativa de sistemas de integração lavoura-pecuária em propriedade rurais nas regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste do Brasil. Informações econômicas, v.42, n.2, São Paulo-SP, 2012.
  • 38.  Garcia, Fanuel Nogueira. Monitoramento das pastagens cultivadas no Cerrado goiano a partir de imagens modis índices de vegetação. Dissertação de mestrado em Geografia - Universidade Federal de Goiás, Goiânia-GO, 2012.  Embrapa. O Cerrado. Disponível em: www.cpac.embrapa.br/unidade/ocerrado/#. Acessado em: 24/06/2013. 2012.  FAO. The states of food and agriculture – women in agriculture. Sales and Marketing Group FAO, Itália-Roma, 2010.  Ferreira, L. G. et al. Dinâmica agrícola e desmatamentos em áreas de cerrado: uma análise a partir de dados censitários e imagens de resolução moderada. Revista Brasileira de Cartografia, n.61/02, p.117127, Rio de Janeiro-RJ, 2009.  Ferraz, J. B. S. & Felício, P. E. D. Production systems – an example from Brazil. Meat Science, v.84, n.2, p.238-243, 2010.  Dias-Filho, M. B. Produção de bovinos a pasto na fronteira agrícola. Editora Palmas, p.131-145, Palmas-TO, 2010.
  • 39.  Dias-Filho, M. B. Degradação de pastagens – processos, causas e estratégias de recuperação. Editora MBDF, 4° edição, Belém-PA, 2011.  IBGE. Mapa de Biomas do Brasil, primeira aproximação. Rio de Janeiro: IBGE. Disponível em: www.mapas.ibge.gov.br/fisicos. Acessado em 24/06/2013. 2004.  IBGE. Mapas e dados do Estado de Goiás. Disponível em: www.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=go#. Acessado em: 26/06/2013. 2011.  IBGE. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acessado em: 20/06/2013. 2013.  IMB. Microrregião Anicuns - Número de Domicílios particulares permanentes. Disponível em: www.seplan.go.gov.br/sepin/perfilweb/Estatistica_bde.asp. Acessado em: 03/07/2013. 2010.  IMB. Microrregião Rio Vermelho - Número de Domicílios particulares permanentes. Disponível em: www.seplan.go.gov.br/sepin/perfilweb/Estatistica_bde.asp. Acessado em: 03/07/2013. 2010.
  • 40.  Macedo, C.M.M. Degradação de pastagens: conceitos e métodos de recuperação. In: Anais do Simpósio sobre sustentabilidade da pecuária de leite no Brasil. Juiz de Fora: Embrapa Gado de Leite, p.137-150, Goiânia-GO, 1999.  Macedo, M. C. M. Integração lavoura e pecuária: alternativa para sustentabilidade da produção animal. In: Anais do 18º Simpósio Sobre Manejo da Pastagem: Planejamento de Sistemas de Produção em Pastagens. FEALQ, p.257283, Piracicaba-SP, 2001.  Macedo, M. C. M. et al. Degradação de pastagens, alternativas de recuperação e renovação, e formas de mitigação. Embrapa Gado de Corte, Campo Grande-MS, 2012.  Neto, S. L. Manejo de pastagens. Coleção lucrando com a pecuária. Editora Aprenda fácil, 2° edição, v.6. Viçosa-MG, 2000.  Parron, L. M. et al. Cerrado – desafios e oportunidades para o desenvolvimento sustentável. Editora Embrapa, 1° edição. Embrapa Cerrados, Planaltina-DF, 2008.  Peterniani, E. Agricultura sustentável nos trópicos. Estudos avançados, v.15, n.43, p.303-326, 2001.  Sampaio, I. B. M. Estatística Aplicada à Experimentação Animal. Editora FEPMVZ, 3° edição, Belo Horizonte-MG, 2010.