SlideShare uma empresa Scribd logo
 
Comunicação	
  via	
  Redes	
  Sociais	
  Digitais	
  e	
  Mobilização	
  Social:	
  Como	
  
u:lizar	
  as	
  ferramentas,	
  mensurar	
  e	
  avaliar	
  os	
  resultados.	
  	
  
2013	
  
Camilla	
  Mar)ns	
  
Sócia-­‐Diretora	
  da	
  A	
  Ins2tucional	
  –	
  Comunicação	
  Integrada	
  
Formação	
  Acadêmica:	
  Relações	
  Públicas,	
  especialista	
  em	
  Comunicação,	
  Cultura	
  
e	
  Arte	
  pela	
  Puc-­‐PR	
  
-­‐  Realizou	
  a	
  pesquisa	
  “Comunicação	
  via	
  Redes	
  Sociais	
  Digitais:	
  Um	
  estudo	
  sobre	
  a	
  sua	
  
relevância	
  em	
  relação	
  à	
  redução	
  do	
  preconceito	
  contra	
  homossexuais	
  no	
  Brasil”,	
  que	
  
será	
  apresentada	
  dia	
  08/08	
  no	
  Congresso	
  de	
  Mídia	
  Cidadã	
  2013.	
  	
  
	
  
Experiência	
  Profissional:	
  
•  RDO	
  Press	
  
•  Revista	
  Móbile	
  
•  Sky	
  Monkeys	
  Digital	
  
•  Racco	
  Cosmé)cos	
  
•  GVT	
  
•  Já	
  atuou	
  com	
  clientes	
  como	
  Imobiliária	
  Thá,	
  Grupo	
  Posi)vo,	
  GRPCom,	
  Grupo	
  Marista,	
  
Berneck,	
  entre	
  outros.	
  	
  
Cursos	
  complementares:	
  	
  
-­‐	
  Planejamento	
  de	
  Ações	
  em	
  Mídias	
  Sociais,	
  pelo	
  Centro	
  de	
  Capacitação	
  	
  
Premium	
  JumpEduca:on.	
  	
  
-­‐	
  Mídias	
  Sociais:	
  métricas,	
  planejamento	
  e	
  ações	
  pela	
  ELIFE,	
  ministrado	
  pelo	
  CEO	
  da	
  agência	
  
o	
  Alessandro	
  Barbosa	
  
-­‐	
  Workshop	
  Redes	
  Sociais	
  promovido	
  pela	
  GVT	
  e	
  ministrado	
  pelo	
  Alessandro	
  	
  
Barbosa	
  da	
  ELIFE	
  
-­‐	
  Comunicação	
  2.0:	
  Oportunidade	
  e	
  Desafio	
  pela	
  S2	
  Comunicação	
  Integrada	
  
-­‐	
  Curso	
  Complementar	
  “Training	
  Program	
  –	
  Twifer”,	
  pelo	
  Centro	
  de	
  Capacitação	
  	
  
Premium	
  JumpEduca:on.	
  Ministrado	
  por	
  Gustavo	
  Reis,	
  Ian	
  Black,	
  Juliano	
  Spyer,	
  	
  
Martha	
  Gabriel	
  e	
  Roberto	
  ALoureiro	
  
Sobre	
  
Introdução	
   Redes	
  Sociais	
  
Digitais	
  
Trabalhos	
  e	
  
Pesquisas	
  
Acadêmicas	
  
Campanhas	
  
Ações	
  
Produtos	
  de	
  
Comunicação	
  
Ações	
  e	
  
Mobilizações	
  
Pesquisas	
  e	
  
Trabalhos	
  
Acadêmicos	
  
Obje)vo:	
  apresentar	
  formas	
  de	
  u:lização	
  das	
  redes	
  sociais	
  digitais,	
  
bem	
   como	
   a	
   sua	
   mensuração	
   na	
   realização	
   de	
   pesquisas	
  
acadêmicas,	
   que	
   poderão	
   gerar	
   campanhas	
   e/ou	
   produtos	
   de	
  
comunicação.	
  
	
  
Metodologia:	
   a	
   oficina	
   será	
   baseada	
   no	
   estudo	
   de	
   caso	
   de	
   uma	
  
pesquisa	
  acadêmica.	
  	
  
	
  
	
  
Programa	
  
	
  
• 	
  Apresentação	
  Inicial	
  
• 	
  Introdução	
  	
  
• 	
  Cibercultura,	
  Redes	
  Sociais	
  Digitais	
  e	
  Democracia	
  
• 	
  Panorama	
  das	
  Redes	
  Sociais	
  no	
  Brasil	
  
• 	
  Intervalo	
  
• 	
  Estudo	
  de	
  caso	
  	
  –	
  Pesquisa	
  acadêmica	
  
• Dúvidas	
  e	
  Bate-­‐Papo	
  
09h30	
  a	
  09h40	
  
09h40	
  a	
  09h50	
  
09h50	
  a	
  10h10	
  
10h10	
  a	
  10h20	
  
10h40	
  a	
  12h00	
  
12h00	
  a	
  12h30	
  
10h20	
  a	
  10h40	
  
Introdução	
  
Contexto:	
   impactos	
   das	
   novas	
   mídias	
   e	
   da	
   tecnologia;	
   recentes	
  
mobilizações	
  sociais	
  no	
  Brasil;	
  o	
  uso	
  das	
  redes	
  sociais	
  digitais	
  pelas	
  
empresas.	
  
	
  
Possíveis	
  questões:	
  	
  
	
  
•  Qual	
  a	
  relevância	
  dessa	
  comunicação	
  via	
  redes	
  sociais	
  digitais?	
  
•  Como	
  e	
  quais	
  essas	
  ferramentas	
  u:lizar?	
  
•  Por	
  que	
  estratégias	
  usadas	
  pelas	
  empresas	
  não	
  são	
  tão	
  aplicadas	
  
em	
  causas	
  sociais?	
  	
  
	
  
Alguns	
  dados	
  
-­‐  	
   Marcas	
   como	
   Cerveja	
   Skol	
   e	
   Guaraná	
   Antarc:ca	
   se	
   somadas	
  
contabilizam	
   mais	
   de	
   21	
   milhões	
   de	
   fãs	
   em	
   suas	
   páginas	
   no	
  
Facebook,	
  o	
  que	
  representa	
  25%	
  dos	
  83	
  milhões	
  de	
  internautas	
  no	
  
Brasil.	
  	
  
-­‐ 	
  Jean	
  Wyllys	
  e	
  Homofobia	
  Não	
  juntas	
  não	
  a:ngem	
  140	
  mil	
  fãs	
  
-­‐ 	
  Assuntos	
  polêmicos	
  são	
  discu:dos	
  pela	
  população	
  através	
  das	
  RSD	
  
Cibercultura,	
  Redes	
  Sociais	
  Digitais	
  e	
  Democracia	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
Introdução	
  
Importância	
  da	
  mídia	
  e	
  dos	
  meios	
  de	
  comunicação	
  para	
  a	
  
organização	
  e	
  mobilização	
  de	
  movimentos	
  sociais.	
  	
  
	
  	
  
	
  
Movimento	
  gay,	
  mídias	
  alterna:vas	
  e	
  ditadura	
  
militar	
  
	
  
	
  
	
  
• 	
  Fácil	
  acesso	
  à	
  conteúdo,	
  informação,	
  pessoas	
  
como	
  produtoras	
  de	
  conteúdo	
  
• 	
  Long	
  Tail	
  
• 	
  Internet	
  e	
  redes	
  sociais	
  digitais	
  transformam	
  
as	
  relações	
  de	
  poder	
  e	
  a	
  democracia	
  
Cibercultura	
  e	
  
Redes	
  Sociais	
  
Digitais	
  
Sociedade	
  Informacional	
  
	
  	
  
	
  
	
   “Forma	
   sociocultural	
   que	
   emerge	
   da	
   relação	
   simbió:ca	
   entre	
   a	
  
sociedade,	
   a	
   cultura	
   e	
   as	
   novas	
   tecnologias	
   de	
   base	
   microeletrônica	
  
que	
   surgiram	
   com	
   a	
   convergência	
   das	
   telecomunicações	
   com	
   a	
  
informá:ca	
  na	
  década	
  de	
  70”.	
  
	
  Lemos	
  e	
  Cunha	
  (2003,	
  p.	
  1)	
  
	
  
Convergência	
  
	
  
Compar)lhamento	
  
	
  	
  
	
   Mobilização	
  
	
  
	
   “Redes	
   sociais	
   na	
   Internet	
   são	
   cons:tuídas	
   de	
   representações	
   dos	
  
atores	
  sociais	
  e	
  de	
  suas	
  conexões”.	
  	
  
Raquel	
  Recuero	
  (2009,	
  p.2)	
  
Relações	
  não	
  aleatórias,	
  se	
  dão	
  por	
  interesses	
  em	
  comum	
  
Democracia	
  em	
  tempos	
  de	
  internet	
  e	
  Redes	
  Sociais	
  Digitais	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
Democracia	
  
em	
  tempos	
  de	
  
internet	
  e	
  
Redes	
  Sociais	
  	
  
Uma	
  comunidade	
  virtual	
  pode,	
  por	
  exemplo,	
  organizar-­‐se	
  sobre	
  uma	
  
base	
   de	
   afinidade	
   por	
   intermédio	
   de	
   sistemas	
   de	
   comunicação	
  
telemá:cos.	
  Seus	
  membros	
  estão	
  reunidos	
  pelos	
  mesmos	
  núcleos	
  de	
  
interesses,	
  pelos	
  mesmos	
  problemas:	
  a	
  geografia,	
  con:ngente,	
  não	
  é	
  
mais	
  nem	
  um	
  ponto	
  de	
  par:da,	
  nem	
  uma	
  coerção.	
  	
  
(LÈVY,	
  2003,	
  p.9)	
  
As	
  redes	
  sociais	
  podem	
  ser	
  u:lizadas	
  para	
  levar	
  as	
  pessoas	
  às	
  
ruas,	
   para	
   mobilizar	
   a	
   população	
   em	
   torno	
   de	
   causas,	
   para	
  
potencializar	
   a	
   repercussão	
   de	
   suas	
   causas,	
   junto	
   às	
   mídias	
  
tradicionais,	
  e	
  antes	
  mesmo	
  disso,	
  para	
  formar	
  opinião”	
  	
  
(MARTINS	
  MEDINA,	
  2011)	
  
Redes	
  Sociais	
  Digitais	
  no	
  Brasil	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
YouTube:	
  43	
  
milhões	
  	
  
Facebook:	
  	
  
29,7	
  milhões	
  	
  
10h26	
  
minutos	
  em	
  
Redes	
  Sociais	
  
83	
  milhões	
  de	
  
internautas	
  
As	
  redes	
  sociais	
  preferidas	
  dos	
  brasileiros	
  
	
  
	
  
63,40%	
  
18,50%	
  
2,06%	
  
4,21%	
  
Tempo	
  Gasto	
  
Entendendo	
  cada	
  plataforma	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
•	
  O	
  Brasil	
  é	
  o	
  segundo	
  país	
  em	
  número	
  de	
  usuários,	
  ultrapassando	
  60	
  
milhões,	
  atrás	
  apenas	
  dos	
  EUA.	
  
•	
  A	
  taxa	
  de	
  crescimento	
  de	
  usuários	
  da	
  rede	
  no	
  país	
  é	
  de	
  12%	
  
• 	
  Mais	
  de	
  500	
  milhões	
  de	
  usuários	
  
• 	
  O	
  Brasil	
  é	
  o	
  segundo	
  em	
  número	
  de	
  usuários	
  
• 	
  90	
  milhões	
  de	
  usuários	
  
• 	
  40	
  milhões	
  de	
  fotos	
  por	
  dia	
  
Como	
  fazer?	
  
Como	
  fazer?	
  
Redes	
  Sociais	
  Digitais,	
  Homossexualidade	
  e	
  Preconceito	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
	
  
Obje)vos	
  
-­‐	
  Descobrir	
  qual	
  a	
  relevância	
  da	
  comunicação	
  via	
  redes	
  sociais	
  digitais	
  na	
  
redução	
  do	
  preconceito	
  contra	
  homossexuais	
  no	
  Brasil	
  
	
  
Hipóteses:	
  	
  
1) A	
  comunicação	
  via	
  redes	
  sociais	
  digitais	
  é	
  relevante,	
  pois	
  promove	
  a	
  
mudança	
   de	
   pensamento	
   e	
   a	
   redução	
   do	
   preconceito	
   contra	
  
homossexuais	
  no	
  Brasil	
  
2)	
  A	
  comunicação	
  via	
  redes	
  sociais	
  digitais	
  não	
  promove	
  mudanças	
  de	
  
pensamento	
  e	
  quebra	
  de	
  paradigmas	
  em	
  relação	
  à	
  homossexualidade	
  
no	
   Brasil,	
   mas	
   é	
   relevante	
   porque	
   gera	
   discussões	
   e	
   promove	
   a	
  
ar:culação	
  de	
  pessoas	
  que	
  lutam	
  pela	
  causa	
  
3)	
   A	
   comunicação	
   via	
   redes	
   sociais	
   digitais	
   não	
   é	
   relevante	
   para	
   a	
  
redução	
   do	
   preconceito,	
   pois	
   somente	
   reflete	
   um	
   pensamento	
   já	
  
estabelecido	
  pela	
  população,	
  que	
  apenas	
  expõe	
  opiniões	
  já	
  formadas	
  
nas	
  diferentes	
  plataformas.	
  
	
  
Metodologia:	
  Método	
  hipoté:co-­‐dedu:vo,	
  com	
  pesquisa	
  exploratória	
  e	
  
descri:va,	
  além	
  de	
  bibliográfica,	
  realizada	
  por	
  meio	
  de	
  dados	
  indiretos	
  e	
  
públicos	
   disponíveis	
   nos	
   perfis	
   e	
   páginas	
   selecionados	
   como	
   amostra	
  
para	
   o	
   estudo	
   de	
   caso.	
   A	
   análise	
   dos	
   dados	
   foi	
   baseada	
   em	
   métricas	
  
qualita:vas	
  e	
  quan:ta:vas,	
  específicas	
  para	
  redes	
  sociais	
  digitais.	
  
	
  
Inclusão	
  do	
  assunto	
  no	
  Censo	
  do	
  IBGE	
  somente	
  em	
  2010	
  	
  
	
  
A	
  população	
  gay	
  no	
  Brasil	
  está	
  es:mada	
  em	
  18	
  milhões	
  de	
  pessoas,	
  
segundo	
  pesquisa	
  realizada	
  pela	
  inSearch	
  Tendências	
  e	
  Estudos	
  de	
  
Mercado.	
  
	
  
De	
  acordo	
  com	
  dados	
  do	
  ins:tuto	
  o	
  país	
  tem	
  mais	
  de	
  60	
  mil	
  casais	
  
homossexuais,	
  sendo	
  54%	
  na	
  região	
  Sudeste.	
  
55%	
  da	
  população	
  era	
  
contra	
  a	
  adoção	
  por	
  
casais	
  gays	
  e	
  contra	
  a	
  
união	
  estável	
  
45%	
  da	
  população	
  é	
  a	
  
favor	
  da	
  adoção	
  por	
  
casais	
  gays	
  
Em	
  1995,	
  o	
  apoio	
  era	
  
só	
  de	
  7%	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
Aumento	
  de	
  27%	
  em	
  2012	
  em	
  relação	
  ao	
  ano	
  anterior	
  nos	
  casos	
  de	
  
assassinatos	
  de	
  homossexuais	
  	
  
	
  
Esse	
  mesmo	
  número	
  comparado	
  ao	
  de	
  2005	
  aponta	
  um	
  crescimento	
  
de	
  317%	
  
Fonte:	
  Grupo	
  Gay	
  da	
  Bahia	
  
O	
   relatório	
   da	
   SDH	
   mostra	
   que	
   o	
   serviço	
   recebe,	
   em	
   média,	
   oito	
  
denúncias	
   por	
   dia.	
   No	
   total,	
   em	
   2011,	
   foram	
   4.614	
   denúncias	
   de	
  
homofobia.	
  	
  
	
  
Fonte:	
  Secretaria	
  de	
  Direitos	
  Humanos	
  da	
  Presidência	
  da	
  República	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
Alguns	
  dados	
  para	
  mensuração	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
VOLUME	
  
	
  
•	
  Fãs,	
  Seguidores,	
  Assinantes,	
  Comentários,	
  Menções,	
  RTs,	
  
Compar:lhamento	
  
	
  
•	
  Pessoas	
  em	
  manifestações,	
  	
  assinaturas	
  em	
  pe:ções	
  online	
  
	
  
	
  
ENGAJAMENTO	
  
	
  
•	
  Compar:lhamentos	
  e	
  likes	
  nas	
  publicações	
  
	
  
•	
  Sen:mento	
  de	
  comentários,	
  menções,	
  RTs	
  e	
  
compar:lhamentos	
  
	
  
Engajamento	
  acima	
  da	
  média:	
  69%	
  
Número	
  de	
  pessoas	
  de	
  curtem,	
  compar@lham	
  ou	
  comentam	
  o	
  conteúdo	
  da	
  página.	
  A	
  média	
  das	
  fanpages	
  
brasileiras,	
  de	
  acordo	
  com	
  a	
  Social	
  Bakers,	
  não	
  ultrapassa	
  3%.	
  
	
  
59.094	
  
interações	
  
Alcance:	
  
13.650.714	
  Es:ma-­‐se,	
   segundo	
   pesquisa	
   realizada	
   pela	
  
empresa	
  TNS,	
  que	
  cada	
  brasileiro	
  tenha	
  cerca	
  
de	
   230	
   amigos	
   no	
   Facebook	
   e	
   demais	
   redes	
  
sociais	
  digitais.	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
6.172	
  likes	
  
5.087	
  shares	
  
1.027	
  comentários	
  
	
  
64%	
  -­‐	
  total	
  de	
  657	
  -­‐	
  é	
  
nega:vo	
  
	
  
36%	
  -­‐	
  um	
  total	
  de	
  370	
  
comentários	
  -­‐	
  mostra-­‐se	
  
favoráveis	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
• 157.650	
  seguidores	
  /	
  publica	
  cerca	
  de	
  350	
  tweets	
  por	
  
mês	
  
• Média	
  de	
  92	
  menções	
  por	
  tweet	
  publicado	
  =	
  32.200	
  
menções	
  mensais	
  
• Alcance:	
  	
  74.060.000	
  	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
Criando	
  uma	
  árvore	
  de	
  monitoração	
  
1.  Definir	
  o	
  tema	
  e	
  as	
  palavras-­‐chave	
  para	
  a	
  busca	
  
2.  Definir	
   uma	
   amostragem	
   tanto	
   para	
   a	
   monitoração	
   manual	
  
como	
  para	
  feita	
  por	
  um	
  serviço	
  pago	
  
3.  Definir	
  os	
  parâmetros	
  interessantes	
  para	
  a	
  pesquisa	
  
4.  Transpor	
  a	
  amostra	
  para	
  os	
  dados	
  de	
  volumes	
  totais	
  
5.  Entender	
  e	
  analisar	
  os	
  resultados	
  
6.  Realizar	
  o	
  cruzamento	
  dos	
  dados	
  ob:dos	
  entre	
  eles	
  e	
  também	
  
com	
  outras	
  informações	
  
Palavras-­‐
chave	
  
Assuntos	
   Sen:mentos	
   Fontes	
   Volume	
   Localidade	
   Idade	
  
Gay,	
  
lésbicas,	
  
bicha,	
  
veado,	
  
sapatão…	
  
Casamento,	
  
adoção,	
  
roupas,	
  
comportame
nto…	
  
Se	
  os	
  
comentários	
  
são	
  
Posi:vos,	
  
Nega:vos	
  ou	
  
Neutros	
  
Veículos	
  de	
  
mídia,	
  
pessoas	
  
famosas,	
  
pessoas	
  
comuns…	
  
Quan:dade	
  
total,	
  
quan:dade	
  
por	
  assunto,	
  
por	
  região,	
  
por	
  sexo…	
  
De	
  onde	
  
vem	
  os	
  
comentários	
  
Faixa	
  etária	
  
de	
  quem	
  
comenta	
  
Homossexualidade	
  e	
  Preconceito	
  no	
  Brasil	
  
Hipóteses:	
  	
  
1) A	
  comunicação	
  via	
  redes	
  sociais	
  digitais	
  é	
  relevante,	
  pois	
  promove	
  a	
  
mudança	
   de	
   pensamento	
   e	
   a	
   redução	
   do	
   preconceito	
   contra	
  
homossexuais	
  no	
  Brasil	
  
2)	
  A	
  comunicação	
  via	
  redes	
  sociais	
  digitais	
  não	
  promove	
  mudanças	
  de	
  
pensamento	
   e	
   quebra	
   de	
   paradigmas	
   em	
   relação	
   à	
  
homossexualidade	
  no	
  Brasil,	
  mas	
  é	
  relevante	
  porque	
  gera	
  discussões	
  
e	
  promove	
  a	
  ar:culação	
  de	
  pessoas	
  que	
  lutam	
  pela	
  causa	
  
3)	
   A	
   comunicação	
   via	
   redes	
   sociais	
   digitais	
   não	
   é	
   relevante	
   para	
   a	
  
redução	
   do	
   preconceito,	
   pois	
   somente	
   reflete	
   um	
   pensamento	
   já	
  
estabelecido	
  pela	
  população,	
  que	
  apenas	
  expõe	
  opiniões	
  já	
  formadas	
  
nas	
  diferentes	
  plataformas.	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
Cur:da	
  por	
  4.276	
  pessoas	
  e	
  compar:lhada	
  por	
  outras	
  7.006	
  
Estudo	
  de	
  Caso	
  
Contatos	
  
camilla@ains)tucional.com.br	
  
Camilla.mtns@gmail.com	
  
www.facebook.com/camilla.mtns	
  
@camillamtns	
  
Bibliografia	
  
•  Pierre	
  Lèvy	
  
•  Manuel	
  Castells	
  
•  André	
  Lemos	
  
•  Alex	
  Primo	
  
•  Raquel	
  Recuero	
  
•  Luciano	
  Mar)ns	
  Medina	
  
•  Eugênio	
  Trivinho	
  
•  Jim	
  Sterne	
  
•  Chris	
  Anderson	
  
	
  
Online	
  
•  elife.com.br	
  
•  visual.ly	
  
•  Social	
  Bakers	
  
•  Mashable	
  
•  ComScore	
  
•  midiassociais.net	
  
	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desafios da inclusão digital
Desafios da inclusão digitalDesafios da inclusão digital
Desafios da inclusão digital
luzinha2011
 
Redes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo OnlineRedes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo Online
Virgínia Andrade
 
Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...
Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...
Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...
Patricia Pérsigo
 
Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...
Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...
Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...
Rodrigo Carreiro
 
Bnm am publicado 3957-6741-1-pb
Bnm am   publicado 3957-6741-1-pbBnm am   publicado 3957-6741-1-pb
Bnm am publicado 3957-6741-1-pb
Benedito Medeiros Neto
 
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massaApresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
minasinvest
 
Livro olhares sobre a cibercultura
Livro   olhares sobre a ciberculturaLivro   olhares sobre a cibercultura
Livro olhares sobre a cibercultura
Ronaldo Silva
 
Comunicação pública.zezé
Comunicação pública.zezéComunicação pública.zezé
Comunicação pública - teorias
Comunicação pública - teoriasComunicação pública - teorias
Comunicação pública - teorias
Simone Carvalho
 
Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)
Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)
Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)
claudiocpaiva
 
Conhecendo o Intercom
Conhecendo o IntercomConhecendo o Intercom
Conhecendo o Intercom
Ana Moreira
 
Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01
Pablo Moreno
 
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Viviane de Carvalho
 
Luiz felipe
Luiz felipeLuiz felipe
Luiz felipe
Carlos Elson Cunha
 
A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...
A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...
A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...
Margareth Michel
 
Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...
Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...
Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...
Carla Azevedo
 
Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...
Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...
Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...
Carolina Terra
 
A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...
A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...
A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...
Elisabeth Dudziak
 
5 e61f960d01
5 e61f960d015 e61f960d01
5 e61f960d01
bibliotecamontelongo
 
P
PP

Mais procurados (20)

Desafios da inclusão digital
Desafios da inclusão digitalDesafios da inclusão digital
Desafios da inclusão digital
 
Redes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo OnlineRedes Sociais e Jornalismo Online
Redes Sociais e Jornalismo Online
 
Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...
Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...
Relacionamento Organizacional na plataforma digital: um olhar sobre as organi...
 
Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...
Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...
Participação política local através da internet e os ganhos democráticos para...
 
Bnm am publicado 3957-6741-1-pb
Bnm am   publicado 3957-6741-1-pbBnm am   publicado 3957-6741-1-pb
Bnm am publicado 3957-6741-1-pb
 
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massaApresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
 
Livro olhares sobre a cibercultura
Livro   olhares sobre a ciberculturaLivro   olhares sobre a cibercultura
Livro olhares sobre a cibercultura
 
Comunicação pública.zezé
Comunicação pública.zezéComunicação pública.zezé
Comunicação pública.zezé
 
Comunicação pública - teorias
Comunicação pública - teoriasComunicação pública - teorias
Comunicação pública - teorias
 
Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)
Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)
Pibic 2011 2012 projeto de pesquisa (a ser atualizado)
 
Conhecendo o Intercom
Conhecendo o IntercomConhecendo o Intercom
Conhecendo o Intercom
 
Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01Teorias da Comunicação Digital 01
Teorias da Comunicação Digital 01
 
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
 
Luiz felipe
Luiz felipeLuiz felipe
Luiz felipe
 
A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...
A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...
A Comunicação Organizacional, as redes sociais e as fan pages – o caso “Dove ...
 
Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...
Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...
Diálogo e humanização no Twitter do Camila’s Restaurant para o fortalecimento...
 
Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...
Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...
Curso de Planejamento de Comunicação aplicado às Mídias Sociais - DARP Univer...
 
A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...
A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...
A Apropriação Informacional para a Cidadania sob o Foco do Usuário Final de P...
 
5 e61f960d01
5 e61f960d015 e61f960d01
5 e61f960d01
 
P
PP
P
 

Destaque

Movimentos e mobilizações sociais
Movimentos e mobilizações sociaisMovimentos e mobilizações sociais
Movimentos e mobilizações sociais
Rogério Valverde
 
Lição 10 o discípulo de jesus e os movimentos sociais ebd
Lição 10   o discípulo de jesus e os movimentos sociais  ebdLição 10   o discípulo de jesus e os movimentos sociais  ebd
Lição 10 o discípulo de jesus e os movimentos sociais ebd
Nayara Mayla Brito Damasceno
 
Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012
Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012
Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012
Myrian Del Vecchio
 
Ser discipulo 0912
Ser discipulo 0912Ser discipulo 0912
Ser discipulo 0912
Aluizia Mendes
 
Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...
Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...
Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...
Leandro Nazareth Souto
 
MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO
MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO
MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO
Emanoele freitas
 
Ser discipulo
Ser discipulo Ser discipulo
Ser discipulo
Izau Melo
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Ramón Zazatt
 
O Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito SantoO Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito Santo
Quenia Damata
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
Colégio Planeta Educacional
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Christian Lepelletier
 

Destaque (11)

Movimentos e mobilizações sociais
Movimentos e mobilizações sociaisMovimentos e mobilizações sociais
Movimentos e mobilizações sociais
 
Lição 10 o discípulo de jesus e os movimentos sociais ebd
Lição 10   o discípulo de jesus e os movimentos sociais  ebdLição 10   o discípulo de jesus e os movimentos sociais  ebd
Lição 10 o discípulo de jesus e os movimentos sociais ebd
 
Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012
Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012
Simeone aula ufpr comunicação e mobilização social mar 2012
 
Ser discipulo 0912
Ser discipulo 0912Ser discipulo 0912
Ser discipulo 0912
 
Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...
Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...
Como ter um (r) encontro com jesus, tornando se seu discípulo amado à luz da ...
 
MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO
MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO
MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO
 
Ser discipulo
Ser discipulo Ser discipulo
Ser discipulo
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
 
O Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito SantoO Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito Santo
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
 

Semelhante a Comunicação via redes sociais digitais e mobilização social

Desvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes SociaisDesvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes Sociais
Ibrahim Cesar
 
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracaoAula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
 
Planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terra
Planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terraPlanejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terra
Planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terra
Carolina Terra
 
Interrogando plataformas e algoritmos digitais
Interrogando plataformas e algoritmos digitaisInterrogando plataformas e algoritmos digitais
Interrogando plataformas e algoritmos digitais
Tarcízio Silva
 
Aula 1 introdução ao tema
Aula 1 introdução ao temaAula 1 introdução ao tema
Aula 1 introdução ao tema
Carolina Terra
 
Medindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TA
Medindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TAMedindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TA
Medindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TA
Erika Heidi
 
O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...
O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...
O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...
Izabel Machado
 
ebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e Eleiçõesebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e Eleições
Martha Gabriel
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010
Nina Santos
 
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves ConsideraçõesProjeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Vívian Freitas
 
Apresentacao Weblab Drica
Apresentacao Weblab DricaApresentacao Weblab Drica
Apresentacao Weblab Drica
Danilo Carlos de Góes Silva
 
PPJ programa jornalismo digital - 11.04.2013
PPJ   programa jornalismo digital - 11.04.2013PPJ   programa jornalismo digital - 11.04.2013
PPJ programa jornalismo digital - 11.04.2013
claudiocpaiva
 
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Medialogue Digital
 
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Alexandre Secco
 
Cidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa CatarinaCidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa Catarina
Gabriel Attuy
 
Republica lmbg2010
Republica lmbg2010Republica lmbg2010
Republica lmbg2010
Luis Borges Gouveia
 
Redes Sociais e Monitoramento de Mídias Digitais
Redes Sociais e Monitoramento de Mídias DigitaisRedes Sociais e Monitoramento de Mídias Digitais
Redes Sociais e Monitoramento de Mídias Digitais
Elvis Fusco
 
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais portuguêsTecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Fernanda Bornhausen Sá
 
Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...
Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...
Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...
Caio César
 
Rede cidadao digital
Rede cidadao digitalRede cidadao digital
Rede cidadao digital
cidadaoemrede
 

Semelhante a Comunicação via redes sociais digitais e mobilização social (20)

Desvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes SociaisDesvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes Sociais
 
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracaoAula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
Aula 2 3 4 redes perfil e mensuracao
 
Planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terra
Planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terraPlanejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terra
Planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais prof carolina terra
 
Interrogando plataformas e algoritmos digitais
Interrogando plataformas e algoritmos digitaisInterrogando plataformas e algoritmos digitais
Interrogando plataformas e algoritmos digitais
 
Aula 1 introdução ao tema
Aula 1 introdução ao temaAula 1 introdução ao tema
Aula 1 introdução ao tema
 
Medindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TA
Medindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TAMedindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TA
Medindo influência nas mídias sociais: estudo de caso do Índice TA
 
O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...
O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...
O uso de ferramentas digitais na comunicação corporativa e institucional como...
 
ebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e Eleiçõesebook -- Mídias Sociais e Eleições
ebook -- Mídias Sociais e Eleições
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010
 
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves ConsideraçõesProjeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
 
Apresentacao Weblab Drica
Apresentacao Weblab DricaApresentacao Weblab Drica
Apresentacao Weblab Drica
 
PPJ programa jornalismo digital - 11.04.2013
PPJ   programa jornalismo digital - 11.04.2013PPJ   programa jornalismo digital - 11.04.2013
PPJ programa jornalismo digital - 11.04.2013
 
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
 
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
 
Cidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa CatarinaCidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa Catarina
 
Republica lmbg2010
Republica lmbg2010Republica lmbg2010
Republica lmbg2010
 
Redes Sociais e Monitoramento de Mídias Digitais
Redes Sociais e Monitoramento de Mídias DigitaisRedes Sociais e Monitoramento de Mídias Digitais
Redes Sociais e Monitoramento de Mídias Digitais
 
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais portuguêsTecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
 
Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...
Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...
Artigo Científico - Marketing de Mídias Sócias para PMEs Em Meio as Mudanças...
 
Rede cidadao digital
Rede cidadao digitalRede cidadao digital
Rede cidadao digital
 

Último

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 

Último (20)

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 

Comunicação via redes sociais digitais e mobilização social

  • 1.   Comunicação  via  Redes  Sociais  Digitais  e  Mobilização  Social:  Como   u:lizar  as  ferramentas,  mensurar  e  avaliar  os  resultados.     2013  
  • 2. Camilla  Mar)ns   Sócia-­‐Diretora  da  A  Ins2tucional  –  Comunicação  Integrada   Formação  Acadêmica:  Relações  Públicas,  especialista  em  Comunicação,  Cultura   e  Arte  pela  Puc-­‐PR   -­‐  Realizou  a  pesquisa  “Comunicação  via  Redes  Sociais  Digitais:  Um  estudo  sobre  a  sua   relevância  em  relação  à  redução  do  preconceito  contra  homossexuais  no  Brasil”,  que   será  apresentada  dia  08/08  no  Congresso  de  Mídia  Cidadã  2013.       Experiência  Profissional:   •  RDO  Press   •  Revista  Móbile   •  Sky  Monkeys  Digital   •  Racco  Cosmé)cos   •  GVT   •  Já  atuou  com  clientes  como  Imobiliária  Thá,  Grupo  Posi)vo,  GRPCom,  Grupo  Marista,   Berneck,  entre  outros.     Cursos  complementares:     -­‐  Planejamento  de  Ações  em  Mídias  Sociais,  pelo  Centro  de  Capacitação     Premium  JumpEduca:on.     -­‐  Mídias  Sociais:  métricas,  planejamento  e  ações  pela  ELIFE,  ministrado  pelo  CEO  da  agência   o  Alessandro  Barbosa   -­‐  Workshop  Redes  Sociais  promovido  pela  GVT  e  ministrado  pelo  Alessandro     Barbosa  da  ELIFE   -­‐  Comunicação  2.0:  Oportunidade  e  Desafio  pela  S2  Comunicação  Integrada   -­‐  Curso  Complementar  “Training  Program  –  Twifer”,  pelo  Centro  de  Capacitação     Premium  JumpEduca:on.  Ministrado  por  Gustavo  Reis,  Ian  Black,  Juliano  Spyer,     Martha  Gabriel  e  Roberto  ALoureiro   Sobre  
  • 3. Introdução   Redes  Sociais   Digitais   Trabalhos  e   Pesquisas   Acadêmicas   Campanhas   Ações   Produtos  de   Comunicação   Ações  e   Mobilizações   Pesquisas  e   Trabalhos   Acadêmicos   Obje)vo:  apresentar  formas  de  u:lização  das  redes  sociais  digitais,   bem   como   a   sua   mensuração   na   realização   de   pesquisas   acadêmicas,   que   poderão   gerar   campanhas   e/ou   produtos   de   comunicação.     Metodologia:   a   oficina   será   baseada   no   estudo   de   caso   de   uma   pesquisa  acadêmica.        
  • 4. Programa     •   Apresentação  Inicial   •   Introdução     •   Cibercultura,  Redes  Sociais  Digitais  e  Democracia   •   Panorama  das  Redes  Sociais  no  Brasil   •   Intervalo   •   Estudo  de  caso    –  Pesquisa  acadêmica   • Dúvidas  e  Bate-­‐Papo   09h30  a  09h40   09h40  a  09h50   09h50  a  10h10   10h10  a  10h20   10h40  a  12h00   12h00  a  12h30   10h20  a  10h40  
  • 5. Introdução   Contexto:   impactos   das   novas   mídias   e   da   tecnologia;   recentes   mobilizações  sociais  no  Brasil;  o  uso  das  redes  sociais  digitais  pelas   empresas.     Possíveis  questões:       •  Qual  a  relevância  dessa  comunicação  via  redes  sociais  digitais?   •  Como  e  quais  essas  ferramentas  u:lizar?   •  Por  que  estratégias  usadas  pelas  empresas  não  são  tão  aplicadas   em  causas  sociais?       Alguns  dados   -­‐    Marcas   como   Cerveja   Skol   e   Guaraná   Antarc:ca   se   somadas   contabilizam   mais   de   21   milhões   de   fãs   em   suas   páginas   no   Facebook,  o  que  representa  25%  dos  83  milhões  de  internautas  no   Brasil.     -­‐   Jean  Wyllys  e  Homofobia  Não  juntas  não  a:ngem  140  mil  fãs   -­‐   Assuntos  polêmicos  são  discu:dos  pela  população  através  das  RSD  
  • 6. Cibercultura,  Redes  Sociais  Digitais  e  Democracia                
  • 7. Introdução   Importância  da  mídia  e  dos  meios  de  comunicação  para  a   organização  e  mobilização  de  movimentos  sociais.           Movimento  gay,  mídias  alterna:vas  e  ditadura   militar         •   Fácil  acesso  à  conteúdo,  informação,  pessoas   como  produtoras  de  conteúdo   •   Long  Tail   •   Internet  e  redes  sociais  digitais  transformam   as  relações  de  poder  e  a  democracia  
  • 8. Cibercultura  e   Redes  Sociais   Digitais   Sociedade  Informacional           “Forma   sociocultural   que   emerge   da   relação   simbió:ca   entre   a   sociedade,   a   cultura   e   as   novas   tecnologias   de   base   microeletrônica   que   surgiram   com   a   convergência   das   telecomunicações   com   a   informá:ca  na  década  de  70”.    Lemos  e  Cunha  (2003,  p.  1)     Convergência     Compar)lhamento         Mobilização       “Redes   sociais   na   Internet   são   cons:tuídas   de   representações   dos   atores  sociais  e  de  suas  conexões”.     Raquel  Recuero  (2009,  p.2)   Relações  não  aleatórias,  se  dão  por  interesses  em  comum  
  • 9. Democracia  em  tempos  de  internet  e  Redes  Sociais  Digitais                  
  • 10. Democracia   em  tempos  de   internet  e   Redes  Sociais     Uma  comunidade  virtual  pode,  por  exemplo,  organizar-­‐se  sobre  uma   base   de   afinidade   por   intermédio   de   sistemas   de   comunicação   telemá:cos.  Seus  membros  estão  reunidos  pelos  mesmos  núcleos  de   interesses,  pelos  mesmos  problemas:  a  geografia,  con:ngente,  não  é   mais  nem  um  ponto  de  par:da,  nem  uma  coerção.     (LÈVY,  2003,  p.9)   As  redes  sociais  podem  ser  u:lizadas  para  levar  as  pessoas  às   ruas,   para   mobilizar   a   população   em   torno   de   causas,   para   potencializar   a   repercussão   de   suas   causas,   junto   às   mídias   tradicionais,  e  antes  mesmo  disso,  para  formar  opinião”     (MARTINS  MEDINA,  2011)  
  • 11. Redes  Sociais  Digitais  no  Brasil               YouTube:  43   milhões     Facebook:     29,7  milhões     10h26   minutos  em   Redes  Sociais   83  milhões  de   internautas  
  • 12. As  redes  sociais  preferidas  dos  brasileiros       63,40%   18,50%   2,06%   4,21%   Tempo  Gasto  
  • 13. Entendendo  cada  plataforma                  
  • 14. •  O  Brasil  é  o  segundo  país  em  número  de  usuários,  ultrapassando  60   milhões,  atrás  apenas  dos  EUA.   •  A  taxa  de  crescimento  de  usuários  da  rede  no  país  é  de  12%   •   Mais  de  500  milhões  de  usuários   •   O  Brasil  é  o  segundo  em  número  de  usuários   •   90  milhões  de  usuários   •   40  milhões  de  fotos  por  dia  
  • 17. Redes  Sociais  Digitais,  Homossexualidade  e  Preconceito                
  • 18. Estudo  de  Caso     Obje)vos   -­‐  Descobrir  qual  a  relevância  da  comunicação  via  redes  sociais  digitais  na   redução  do  preconceito  contra  homossexuais  no  Brasil     Hipóteses:     1) A  comunicação  via  redes  sociais  digitais  é  relevante,  pois  promove  a   mudança   de   pensamento   e   a   redução   do   preconceito   contra   homossexuais  no  Brasil   2)  A  comunicação  via  redes  sociais  digitais  não  promove  mudanças  de   pensamento  e  quebra  de  paradigmas  em  relação  à  homossexualidade   no   Brasil,   mas   é   relevante   porque   gera   discussões   e   promove   a   ar:culação  de  pessoas  que  lutam  pela  causa   3)   A   comunicação   via   redes   sociais   digitais   não   é   relevante   para   a   redução   do   preconceito,   pois   somente   reflete   um   pensamento   já   estabelecido  pela  população,  que  apenas  expõe  opiniões  já  formadas   nas  diferentes  plataformas.     Metodologia:  Método  hipoté:co-­‐dedu:vo,  com  pesquisa  exploratória  e   descri:va,  além  de  bibliográfica,  realizada  por  meio  de  dados  indiretos  e   públicos   disponíveis   nos   perfis   e   páginas   selecionados   como   amostra   para   o   estudo   de   caso.   A   análise   dos   dados   foi   baseada   em   métricas   qualita:vas  e  quan:ta:vas,  específicas  para  redes  sociais  digitais.    
  • 19. Inclusão  do  assunto  no  Censo  do  IBGE  somente  em  2010       A  população  gay  no  Brasil  está  es:mada  em  18  milhões  de  pessoas,   segundo  pesquisa  realizada  pela  inSearch  Tendências  e  Estudos  de   Mercado.     De  acordo  com  dados  do  ins:tuto  o  país  tem  mais  de  60  mil  casais   homossexuais,  sendo  54%  na  região  Sudeste.   55%  da  população  era   contra  a  adoção  por   casais  gays  e  contra  a   união  estável   45%  da  população  é  a   favor  da  adoção  por   casais  gays   Em  1995,  o  apoio  era   só  de  7%   Estudo  de  Caso  
  • 20. Aumento  de  27%  em  2012  em  relação  ao  ano  anterior  nos  casos  de   assassinatos  de  homossexuais       Esse  mesmo  número  comparado  ao  de  2005  aponta  um  crescimento   de  317%   Fonte:  Grupo  Gay  da  Bahia   O   relatório   da   SDH   mostra   que   o   serviço   recebe,   em   média,   oito   denúncias   por   dia.   No   total,   em   2011,   foram   4.614   denúncias   de   homofobia.       Fonte:  Secretaria  de  Direitos  Humanos  da  Presidência  da  República   Estudo  de  Caso  
  • 21. Alguns  dados  para  mensuração   Estudo  de  Caso   VOLUME     •  Fãs,  Seguidores,  Assinantes,  Comentários,  Menções,  RTs,   Compar:lhamento     •  Pessoas  em  manifestações,    assinaturas  em  pe:ções  online       ENGAJAMENTO     •  Compar:lhamentos  e  likes  nas  publicações     •  Sen:mento  de  comentários,  menções,  RTs  e   compar:lhamentos    
  • 22. Engajamento  acima  da  média:  69%   Número  de  pessoas  de  curtem,  compar@lham  ou  comentam  o  conteúdo  da  página.  A  média  das  fanpages   brasileiras,  de  acordo  com  a  Social  Bakers,  não  ultrapassa  3%.     59.094   interações   Alcance:   13.650.714  Es:ma-­‐se,   segundo   pesquisa   realizada   pela   empresa  TNS,  que  cada  brasileiro  tenha  cerca   de   230   amigos   no   Facebook   e   demais   redes   sociais  digitais.   Estudo  de  Caso  
  • 23. 6.172  likes   5.087  shares   1.027  comentários     64%  -­‐  total  de  657  -­‐  é   nega:vo     36%  -­‐  um  total  de  370   comentários  -­‐  mostra-­‐se   favoráveis   Estudo  de  Caso  
  • 25. • 157.650  seguidores  /  publica  cerca  de  350  tweets  por   mês   • Média  de  92  menções  por  tweet  publicado  =  32.200   menções  mensais   • Alcance:    74.060.000     Estudo  de  Caso  
  • 26. Estudo  de  Caso   Criando  uma  árvore  de  monitoração   1.  Definir  o  tema  e  as  palavras-­‐chave  para  a  busca   2.  Definir   uma   amostragem   tanto   para   a   monitoração   manual   como  para  feita  por  um  serviço  pago   3.  Definir  os  parâmetros  interessantes  para  a  pesquisa   4.  Transpor  a  amostra  para  os  dados  de  volumes  totais   5.  Entender  e  analisar  os  resultados   6.  Realizar  o  cruzamento  dos  dados  ob:dos  entre  eles  e  também   com  outras  informações   Palavras-­‐ chave   Assuntos   Sen:mentos   Fontes   Volume   Localidade   Idade   Gay,   lésbicas,   bicha,   veado,   sapatão…   Casamento,   adoção,   roupas,   comportame nto…   Se  os   comentários   são   Posi:vos,   Nega:vos  ou   Neutros   Veículos  de   mídia,   pessoas   famosas,   pessoas   comuns…   Quan:dade   total,   quan:dade   por  assunto,   por  região,   por  sexo…   De  onde   vem  os   comentários   Faixa  etária   de  quem   comenta   Homossexualidade  e  Preconceito  no  Brasil  
  • 27. Hipóteses:     1) A  comunicação  via  redes  sociais  digitais  é  relevante,  pois  promove  a   mudança   de   pensamento   e   a   redução   do   preconceito   contra   homossexuais  no  Brasil   2)  A  comunicação  via  redes  sociais  digitais  não  promove  mudanças  de   pensamento   e   quebra   de   paradigmas   em   relação   à   homossexualidade  no  Brasil,  mas  é  relevante  porque  gera  discussões   e  promove  a  ar:culação  de  pessoas  que  lutam  pela  causa   3)   A   comunicação   via   redes   sociais   digitais   não   é   relevante   para   a   redução   do   preconceito,   pois   somente   reflete   um   pensamento   já   estabelecido  pela  população,  que  apenas  expõe  opiniões  já  formadas   nas  diferentes  plataformas.   Estudo  de  Caso  
  • 28. Cur:da  por  4.276  pessoas  e  compar:lhada  por  outras  7.006   Estudo  de  Caso  
  • 29. Contatos   camilla@ains)tucional.com.br   Camilla.mtns@gmail.com   www.facebook.com/camilla.mtns   @camillamtns   Bibliografia   •  Pierre  Lèvy   •  Manuel  Castells   •  André  Lemos   •  Alex  Primo   •  Raquel  Recuero   •  Luciano  Mar)ns  Medina   •  Eugênio  Trivinho   •  Jim  Sterne   •  Chris  Anderson     Online   •  elife.com.br   •  visual.ly   •  Social  Bakers   •  Mashable   •  ComScore   •  midiassociais.net