SlideShare uma empresa Scribd logo
CIPA - Modulo VI
NORMA REGULAMENTADORA NR-5
MODULO VI
PRIMEIROS SOCORROS
PRIMEIROS SOCORROS
O principal objetivo dos primeiros socorros é realizar o atendimento inicial de emergência que pode preparar o mesmo para
um atendimento especializado.
Atitudes corretas
 A calma, o bom-senso e o discernimento são elementos primordiais neste tipo de atendimento.
 Agir rapidamente, porém respeitando os seus limites e o dos outros.
 Transmitir á(s) vítima(s), tranquilidade, alívio, confiança e segurança, e quando estiverem conscientes informar-lhes que o
atendimento especializado está a caminho.
 Utilize-se de conhecimentos básicos de primeiros socorros, improvisando se necessário.
 Nunca tome atitudes das quais não tem conhecimento, no intuito de ajudar, apenas auxilie dentro de sua capacidade.
O HIV, o vírus da Aids, é um retrovírus que, ao invés de ter DNA, possui RNA, ou seja, no seu processo de infecção da célula
T4 hospedeira tem que transformar seu RNA em DNA. Essa característica o torna muito variável, como todo retrovírus. O HIV
é da família lentivírus, indicando que entre a infecção e a manifestação, podem decorrer vários anos.
Formas de Transmissão
Como sabemos que os meios de transmissão do HIV são o sangue, o esperma, a secreção vaginal e o leite materno, as
formas de transmissão são:
Sexual - Durante a relação sexual com penetração anal, vaginal ou oral sem camisinha, com pessoas infectadas.
Sanguínea - Receber sangue contaminado, por meio de transfusões, usando seringas e agulhas ou materiais
perfurocortantes, inseminação artificial ou transplante de órgãos.
Vertical ou Perinatal - Durante a gestação, parto ou aleitamento, caso a mãe esteja infectada
PRIMEIROS SOCORROS
HIV-AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida)
Formas de Prevenção
 Sexo seguro (ou mais seguro) pode significar:
 Usar camisinha desde o início da penetração, seja
anal, vaginal ou oral;
 Não receber sêmen ejaculado dentro do seu corpo;
 Evitar contato oral com a vagina, ânus ou pênis para
uma relação 100% segura;
 Não ejacular na boca;
 Masturbação a dois.
PRIMEIROS SOCORROS
HIV-AIDS
Como não de pega:
 Usando camisinha em todo e qualquer tipo de relação sexual, seja
vaginal, oral ou anal;
 Dando abraço ou beijo em pessoa contaminada;
 Exigindo, nas transfusões, sangue analisado por exames de
laboratório;
 Usando seringas e agulhas descartáveis;
 Exigindo uso de ferramentas médicas e odontológicas devidamente
esterilizadas;
 Exigindo a devida higiene de aparelhos de manicure, acupuntura, etc.;
 Compartilhando roupas de cama, vaso sanitário ou utensílios
domésticos;
 Nadando na mesma piscina ou sentando na mesma cadeira usada por
pessoa contaminada;
 Sendo picado por inseto;
 Doando sangue (desde que a agulha seja descartável).
 Lavar o ferimento com água e sabão
 Proteger o ferimento com gaze ou pano limpo
 Não tentar retirar farpas, vidros ou partículas de metal do ferimento
 Não colocar pastas, pomadas, óleos ou pó secante
FERIMENTOS EXTENSOS E/OU PROFUNDOS
 Cobrir o ferimento com pano limpo
 Não lavar para não aumentar o risco de hemorragia
 Não remover objetos fixados no ferimento
 Usar técnicas para cessar hemorragia
 Providenciar transporte
FERIMENTOS LEVES E / OU SUPERFICIAIS
 Manter o paciente calmo, deitado com a cabeça de lado
 Aplicar compressas frias ou gelo no local suspeito de hemorragia
 Afrouxar a roupa
 Providenciar transporte urgente
 Não oferecer líquidos e alimentos
HEMORRAGIA NASAL
 Sentar a vítima
 Apertar com os dedos a narina, fazendo a vítima respirar pela boca
 Colocar um chumaço de algodão na narina
 Colocar toalha úmida, fria ou gelo sobre o rosto
 Não assoar nariz pelo menos 1 hora após cessar sangramento
HEMORRAGIA INTERNA
 Pressão direta
 Elevação dos membros
 Pontos de pressão arterial
HEMORRAGIA EXTERNA
 Deitar a vítima com a cabeça e ombros mais baixo que o resto do corpo
 Se sentada, posicionar a cabeça entre as pernas e pressionar para baixo
 colocar a vítima em ambiente arejado
 Afrouxar a roupa da vítima
DESMAIO
 Não segure a vítima
 Não dê tapas
 Não jogue água sobre a vítima
CONVULSÃO
 Afastar objetos ao redor
 Afastar os curiosos
 Proteger a cabeça
 Afrouxar as roupas
 Terminada a convulsão solicitar transporte
QUEIMADURAS
Lesão decorrente da ação do calor, frio, produtos químicos, corrente elétrica, radiações e substâncias biológicas (animais e plantas)
CLASSIFICAÇÃO
 1º Grau - lesão das camadas superficiais da pele:
vermelhidão
dor local suportável
não há formação de bolhas
 2º Grau - lesão das camadas mais profundas da pele:
formação de bolhas
desprendimento de camadas da pele
dor e ardência locais de intensidade variável
 3º Grau – lesão de todas as camadas da pele:
comprometimento de tecidos, mais profundos até o osso
QUEIMADURAS
Principais cuidados:
 Prevenir o estado de choque
 Controlar a dor
 Evitar contaminação
Atenção:
 NÃO aplique óleos, loções ou outras substâncias em queimaduras externas
 NÃO retire nada aderido na queimadura
 NÃO fure as bolhas
 NÃO toque na queimadura
FRATURAS
 Colocar a vítima em posição confortável
 Expor o local: cortar ou remover as roupas
 Controlar hemorragias e cobrir feridas antes de imobilizar
 Providenciar remoção da vítima
 Para imobilização usar madeiras, tábuas, jornais, revistas, panos.....
 Não fazer massagem no local
 Não amarrar no local da fratura
 Não tentar colocar o osso “no lugar”
LUXAÇÃO, ENTORSE E CONTUSÃO
 Tratar como se houvesse fratura:
 Imobilizar a área traumatizada
 Colocar compressa fria no local
 Não fazer massagem no local
 Providenciar transporte
ACIDENTE OCULAR
 Lavar o olho com a água ou soro fisiológico, em abundância
 Não remover corpo estranho
 Proteger o olho
 Transportar a vítima para atendimento médico
ENVENENAMENTO/INTOXICAÇÃO
 Manter a calma
 Não tomar medidas sem consultar profissional
 Rapidez é essencial
 Remover a vítima ao serviço de saúde imediatamente
OBSTRUÇÃO DAS VIAS ÁEREAS POR CORPO ESTRANHO
Perguntar à vítima: Você consegue falar?
 Não consegue falar ou a tosse é ineficiente:
Aproxime-se por trás posicionando as mãos entre o umbigo e o apêndice xifoide.
Efetuar sucessivas compressões, para dentro e para cima até a desobstrução.
Auto desobstrução: apoie o abdômen sobre o encosto de uma cadeira e comprima-o na tentativa de deslocar o corpo estranho.
PARADA RESPIRATÓRIA
Identificação:
 ver
 ouvir
 sentir
 Não espere ajuda – aja rápido
 Verifique se há objeto obstruindo a boca ou garganta
 Afrouxe a roupa
 Inicie rapidamente a respiração
 Mantenha a vítima aquecida
 Remova a vítima quando for absolutamente necessário e a respiração voltar ao normal
PARADA RESPIRATÓRIA
Sinais:
 Inconsciência
 Parada dos movimentos
respiratórios (ver, ouvir, sentir)
 Ausência de pulsação
Reanimação Cardiopulmonar (RCP)
1. Constatado inconsciência: solicitar atendimento de emergência
2. Liberar vias aéreas superiores
3. Verificar a respiração
4. Inspecionar a cavidade oral e efetuar 2 ventilações, com qualquer meio de
barreira (protetor)
5. Verifique pulso carotídeo
6. Se ausente:
7. Efetuar 15 compressões torácicas
PROCEDIMENTO NAS EMERGÊNCIAS
 Efetuar avaliação inicial da vítima
 Indicar suas condições e determinar acionamento dos órgãos de atendimento
 Acionar atendimento de emergência:
 Resgate / Bombeiro - 193
 SAMU – 192
 Transmitir:
 Tipo de emergência clínica ou traumática
 Idade, sexo e situação atual da vítima
 Localização: endereço completo e ponto de referência
 Telefone para contato
 Necessidade de apoio adicional
 Acionar responsáveis
 Executar medidas iniciais de socorro
10 Mandamentos do Socorrista
1. Mantenha a calma.
2. Tenha em mente a seguinte ordem de segurança quando você estiver prestando socorro:
PRIMEIRO EU (o socorrista)
DEPOIS MINHA EQUIPE (Incluindo os transeuntes)
E POR ÚLTIMO A VÍTIMA
Isto parece ser contraditório a primeira vista, mas tem o intuito básico de não gerar novas vítimas.
3. Ao prestar socorro, é fundamental ligar ao atendimento pré-hospital de imediato ao chegar no local do acidente. Podemos por exemplo
discar 3 números: 193 (número do corpo de bombeiros da cidade de São Paulo).
4. Sempre verifique se há riscos no local, para você e sua equipe, antes de agir no acidente.
5. Mantenha sempre o bom senso.
6. Mantenha o espírito de liderança, pedindo ajuda e afastando os curiosos.
7. Distribua tarefas, assim os transeuntes que poderiam atrapalhar lhe ajudarão e se sentirão mais úteis.
8. Evite manobras intempestivas (realizadas de forma imprudente, com pressa)
9. Em caso de múltiplas vítimas dê preferência àquelas que correm maior risco de vida como, por exemplo, vítimas em parada cárdio-
respiratória ou que estejam sangrando muito.
10. Seja socorrista e não herói (lembre-se do 2º mandamento).
CONTAMOS COM O EMPENHO DE VOCÊS
NO ALCANCE DO OBJETIVO DA
COMISSÃO!
A EQUIPE DO SESMT DESEJA A TODOS UMA
ÓTIMA GESTÃO 2020/2021.
CIPA - Modulo VI

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primeiros socorros trabalho em altura 2014
Primeiros socorros trabalho em altura  2014Primeiros socorros trabalho em altura  2014
Primeiros socorros trabalho em altura 2014
Clemilson Souza
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Enf. Eloilson Carneiro
 
Curso online Primeiros Socorros Unieducar
Curso online Primeiros Socorros UnieducarCurso online Primeiros Socorros Unieducar
Curso online Primeiros Socorros Unieducar
Unichristus Centro Universitário
 
Noções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPSNoções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPS
Carol Quadros
 
Curso aph samu sao paulo
Curso aph samu sao pauloCurso aph samu sao paulo
Curso aph samu sao paulo
leoege
 
Primeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa Clara
Primeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa ClaraPrimeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa Clara
Primeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa Clara
MiltonBlogger
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo III
emanueltstegeon
 
Tecnicas-sosbasico
Tecnicas-sosbasicoTecnicas-sosbasico
Tecnicas-sosbasico
saymmon
 
Socorros
SocorrosSocorros
Socorros
Marcos Henrique
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Instrutor Alessandro Leal
 
Primeiro socorros
Primeiro socorrosPrimeiro socorros
Primeiro socorros
Nathan Alves
 
PRIMEIROS SOCORROS PRO CURSO
PRIMEIROS SOCORROS PRO CURSOPRIMEIROS SOCORROS PRO CURSO
PRIMEIROS SOCORROS PRO CURSO
Kaymir Freitas
 
Primeiros socorros-apresentacao
Primeiros socorros-apresentacaoPrimeiros socorros-apresentacao
Primeiros socorros-apresentacao
Graziela
 
Primeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo VPrimeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo V
emanueltstegeon
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Alexandra Leal
 
Treinamento primeiros socorros
Treinamento primeiros socorros Treinamento primeiros socorros
Treinamento primeiros socorros
ROGÉRIO CRISTÓVÃO DA SILVA
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Manuela Cardoso
 
Segurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorrosSegurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorros
Julio Papeschi
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
sibelinha21
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Iago Caldas
 

Mais procurados (20)

Primeiros socorros trabalho em altura 2014
Primeiros socorros trabalho em altura  2014Primeiros socorros trabalho em altura  2014
Primeiros socorros trabalho em altura 2014
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Curso online Primeiros Socorros Unieducar
Curso online Primeiros Socorros UnieducarCurso online Primeiros Socorros Unieducar
Curso online Primeiros Socorros Unieducar
 
Noções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPSNoções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPS
 
Curso aph samu sao paulo
Curso aph samu sao pauloCurso aph samu sao paulo
Curso aph samu sao paulo
 
Primeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa Clara
Primeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa ClaraPrimeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa Clara
Primeiros Socorros - Prof. Emanuel / Santa Clara
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo III
 
Tecnicas-sosbasico
Tecnicas-sosbasicoTecnicas-sosbasico
Tecnicas-sosbasico
 
Socorros
SocorrosSocorros
Socorros
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Primeiro socorros
Primeiro socorrosPrimeiro socorros
Primeiro socorros
 
PRIMEIROS SOCORROS PRO CURSO
PRIMEIROS SOCORROS PRO CURSOPRIMEIROS SOCORROS PRO CURSO
PRIMEIROS SOCORROS PRO CURSO
 
Primeiros socorros-apresentacao
Primeiros socorros-apresentacaoPrimeiros socorros-apresentacao
Primeiros socorros-apresentacao
 
Primeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo VPrimeiros Socorros Modulo V
Primeiros Socorros Modulo V
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Treinamento primeiros socorros
Treinamento primeiros socorros Treinamento primeiros socorros
Treinamento primeiros socorros
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Segurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorrosSegurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorros
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 

Semelhante a CIPA - Modulo VI

1 socorros
1 socorros1 socorros
1 socorros
andreportellaal
 
Principios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIAR
Principios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIARPrincipios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIAR
Principios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIAR
CURSO TÉCNICO CEPRAMED
 
Primeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalhoPrimeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalho
DjalmadeAndrade2
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
Juliana Sales
 
Conhecimentos básicos de Primeiros Socorros.ppt
Conhecimentos básicos de Primeiros Socorros.pptConhecimentos básicos de Primeiros Socorros.ppt
Conhecimentos básicos de Primeiros Socorros.ppt
MariaGerleneCosta
 
1_5112099469902479716.ppt
1_5112099469902479716.ppt1_5112099469902479716.ppt
1_5112099469902479716.ppt
romerygferraz
 
primeiros socorros21.ppt
primeiros socorros21.pptprimeiros socorros21.ppt
primeiros socorros21.ppt
Márcia Vinãs
 
Aula teórica de primeiros socorros com fases do socorro
Aula teórica de primeiros socorros com fases do socorroAula teórica de primeiros socorros com fases do socorro
Aula teórica de primeiros socorros com fases do socorro
renataldelucena
 
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptxPrimeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
MeiderLeister1
 
noçoes de primeiros socorros para amadores.pptx
noçoes de primeiros socorros para amadores.pptxnoçoes de primeiros socorros para amadores.pptx
noçoes de primeiros socorros para amadores.pptx
Daniela Chucre
 
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptxAPRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
SESMTPLDF
 
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptxNoções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
KatiuciaVieira1
 
12971430 1205924008primeirossocorros
12971430 1205924008primeirossocorros12971430 1205924008primeirossocorros
12971430 1205924008primeirossocorros
Pelo Siro
 
9208862 1205924008primeirossocorros
9208862 1205924008primeirossocorros9208862 1205924008primeirossocorros
9208862 1205924008primeirossocorros
Pelo Siro
 
Primeiros Socorros 2
Primeiros Socorros 2Primeiros Socorros 2
Primeiros Socorros 2
Alessandro Silva
 
Cuidados e Segurança
Cuidados e SegurançaCuidados e Segurança
Cuidados e Segurança
Turmapoetas
 
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .pptPrimeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
ThiagoLevy7
 
apresentação SBV.pptx
apresentação SBV.pptxapresentação SBV.pptx
apresentação SBV.pptx
IsabellaCarvalho64
 
Apres0000158
Apres0000158Apres0000158
Apres0000158
Luiz Pinheiro
 
Slide animais pec.
Slide animais pec.Slide animais pec.
Slide animais pec.
luciamm2003
 

Semelhante a CIPA - Modulo VI (20)

1 socorros
1 socorros1 socorros
1 socorros
 
Principios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIAR
Principios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIARPrincipios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIAR
Principios de primeiros socorros 2017- GRUPO IRRADIAR
 
Primeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalhoPrimeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalho
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
Conhecimentos básicos de Primeiros Socorros.ppt
Conhecimentos básicos de Primeiros Socorros.pptConhecimentos básicos de Primeiros Socorros.ppt
Conhecimentos básicos de Primeiros Socorros.ppt
 
1_5112099469902479716.ppt
1_5112099469902479716.ppt1_5112099469902479716.ppt
1_5112099469902479716.ppt
 
primeiros socorros21.ppt
primeiros socorros21.pptprimeiros socorros21.ppt
primeiros socorros21.ppt
 
Aula teórica de primeiros socorros com fases do socorro
Aula teórica de primeiros socorros com fases do socorroAula teórica de primeiros socorros com fases do socorro
Aula teórica de primeiros socorros com fases do socorro
 
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptxPrimeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
 
noçoes de primeiros socorros para amadores.pptx
noçoes de primeiros socorros para amadores.pptxnoçoes de primeiros socorros para amadores.pptx
noçoes de primeiros socorros para amadores.pptx
 
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptxAPRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
 
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptxNoções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
 
12971430 1205924008primeirossocorros
12971430 1205924008primeirossocorros12971430 1205924008primeirossocorros
12971430 1205924008primeirossocorros
 
9208862 1205924008primeirossocorros
9208862 1205924008primeirossocorros9208862 1205924008primeirossocorros
9208862 1205924008primeirossocorros
 
Primeiros Socorros 2
Primeiros Socorros 2Primeiros Socorros 2
Primeiros Socorros 2
 
Cuidados e Segurança
Cuidados e SegurançaCuidados e Segurança
Cuidados e Segurança
 
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .pptPrimeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
 
apresentação SBV.pptx
apresentação SBV.pptxapresentação SBV.pptx
apresentação SBV.pptx
 
Apres0000158
Apres0000158Apres0000158
Apres0000158
 
Slide animais pec.
Slide animais pec.Slide animais pec.
Slide animais pec.
 

Mais de Marco Lamim

Semana de segurança do paciente - 2021
Semana de segurança do paciente - 2021Semana de segurança do paciente - 2021
Semana de segurança do paciente - 2021
Marco Lamim
 
Treinamento Ordem de Serviço
Treinamento Ordem de ServiçoTreinamento Ordem de Serviço
Treinamento Ordem de Serviço
Marco Lamim
 
MODULO I SEGURANCA
MODULO I SEGURANCAMODULO I SEGURANCA
MODULO I SEGURANCA
Marco Lamim
 
Treinamento de Segurança do Paciente
Treinamento de Segurança do PacienteTreinamento de Segurança do Paciente
Treinamento de Segurança do Paciente
Marco Lamim
 
Atendimento a PCR
Atendimento a PCRAtendimento a PCR
Atendimento a PCR
Marco Lamim
 
Linha de Cuidado de Sepse
Linha de Cuidado de SepseLinha de Cuidado de Sepse
Linha de Cuidado de Sepse
Marco Lamim
 
Treinamento - Protocolo de Identificação do Paciente
Treinamento - Protocolo de Identificação do PacienteTreinamento - Protocolo de Identificação do Paciente
Treinamento - Protocolo de Identificação do Paciente
Marco Lamim
 
Apresentação - QR CODE
Apresentação - QR CODEApresentação - QR CODE
Apresentação - QR CODE
Marco Lamim
 
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de InfecçãoPapel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Marco Lamim
 
Treinamento PAE
Treinamento PAETreinamento PAE
Treinamento PAE
Marco Lamim
 
Avaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de Resultados
Avaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de ResultadosAvaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de Resultados
Avaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de Resultados
Marco Lamim
 
Treinamento sobre o GIMP
Treinamento sobre o GIMPTreinamento sobre o GIMP
Treinamento sobre o GIMP
Marco Lamim
 
Segurança do paciente Metas Internacionais - CTI
Segurança do paciente Metas Internacionais - CTISegurança do paciente Metas Internacionais - CTI
Segurança do paciente Metas Internacionais - CTI
Marco Lamim
 
Segurança na Cadeia Medicamentosa
Segurança na Cadeia MedicamentosaSegurança na Cadeia Medicamentosa
Segurança na Cadeia Medicamentosa
Marco Lamim
 
CIPA - Modulo V
CIPA - Modulo VCIPA - Modulo V
CIPA - Modulo V
Marco Lamim
 
CIPA - Modulo IV
CIPA - Modulo IVCIPA - Modulo IV
CIPA - Modulo IV
Marco Lamim
 
CIPA - Modulo III
CIPA - Modulo IIICIPA - Modulo III
CIPA - Modulo III
Marco Lamim
 
CIPA - Modulo II
CIPA - Modulo IICIPA - Modulo II
CIPA - Modulo II
Marco Lamim
 
CIPA - Modulo I
CIPA - Modulo ICIPA - Modulo I
CIPA - Modulo I
Marco Lamim
 
Treinamento Porte de Armas
Treinamento Porte de ArmasTreinamento Porte de Armas
Treinamento Porte de Armas
Marco Lamim
 

Mais de Marco Lamim (20)

Semana de segurança do paciente - 2021
Semana de segurança do paciente - 2021Semana de segurança do paciente - 2021
Semana de segurança do paciente - 2021
 
Treinamento Ordem de Serviço
Treinamento Ordem de ServiçoTreinamento Ordem de Serviço
Treinamento Ordem de Serviço
 
MODULO I SEGURANCA
MODULO I SEGURANCAMODULO I SEGURANCA
MODULO I SEGURANCA
 
Treinamento de Segurança do Paciente
Treinamento de Segurança do PacienteTreinamento de Segurança do Paciente
Treinamento de Segurança do Paciente
 
Atendimento a PCR
Atendimento a PCRAtendimento a PCR
Atendimento a PCR
 
Linha de Cuidado de Sepse
Linha de Cuidado de SepseLinha de Cuidado de Sepse
Linha de Cuidado de Sepse
 
Treinamento - Protocolo de Identificação do Paciente
Treinamento - Protocolo de Identificação do PacienteTreinamento - Protocolo de Identificação do Paciente
Treinamento - Protocolo de Identificação do Paciente
 
Apresentação - QR CODE
Apresentação - QR CODEApresentação - QR CODE
Apresentação - QR CODE
 
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de InfecçãoPapel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
 
Treinamento PAE
Treinamento PAETreinamento PAE
Treinamento PAE
 
Avaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de Resultados
Avaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de ResultadosAvaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de Resultados
Avaliação de Desempenho – 2019 /2020 - Apresentação de Resultados
 
Treinamento sobre o GIMP
Treinamento sobre o GIMPTreinamento sobre o GIMP
Treinamento sobre o GIMP
 
Segurança do paciente Metas Internacionais - CTI
Segurança do paciente Metas Internacionais - CTISegurança do paciente Metas Internacionais - CTI
Segurança do paciente Metas Internacionais - CTI
 
Segurança na Cadeia Medicamentosa
Segurança na Cadeia MedicamentosaSegurança na Cadeia Medicamentosa
Segurança na Cadeia Medicamentosa
 
CIPA - Modulo V
CIPA - Modulo VCIPA - Modulo V
CIPA - Modulo V
 
CIPA - Modulo IV
CIPA - Modulo IVCIPA - Modulo IV
CIPA - Modulo IV
 
CIPA - Modulo III
CIPA - Modulo IIICIPA - Modulo III
CIPA - Modulo III
 
CIPA - Modulo II
CIPA - Modulo IICIPA - Modulo II
CIPA - Modulo II
 
CIPA - Modulo I
CIPA - Modulo ICIPA - Modulo I
CIPA - Modulo I
 
Treinamento Porte de Armas
Treinamento Porte de ArmasTreinamento Porte de Armas
Treinamento Porte de Armas
 

Último

Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
CarolLopes74
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
danielecarvalho75
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
FabianeOlegario2
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
PatrciaOliveiraPat
 
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptxtccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
DvilaSoares1
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Jssica597589
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
balmeida871
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
NanandorMacosso
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
LasAraujo12
 

Último (9)

Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
 
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptxtccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
tccemmodelodeslideparaparesentacaotcc2.pptx
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
 

CIPA - Modulo VI

  • 4. PRIMEIROS SOCORROS O principal objetivo dos primeiros socorros é realizar o atendimento inicial de emergência que pode preparar o mesmo para um atendimento especializado. Atitudes corretas  A calma, o bom-senso e o discernimento são elementos primordiais neste tipo de atendimento.  Agir rapidamente, porém respeitando os seus limites e o dos outros.  Transmitir á(s) vítima(s), tranquilidade, alívio, confiança e segurança, e quando estiverem conscientes informar-lhes que o atendimento especializado está a caminho.  Utilize-se de conhecimentos básicos de primeiros socorros, improvisando se necessário.  Nunca tome atitudes das quais não tem conhecimento, no intuito de ajudar, apenas auxilie dentro de sua capacidade.
  • 5. O HIV, o vírus da Aids, é um retrovírus que, ao invés de ter DNA, possui RNA, ou seja, no seu processo de infecção da célula T4 hospedeira tem que transformar seu RNA em DNA. Essa característica o torna muito variável, como todo retrovírus. O HIV é da família lentivírus, indicando que entre a infecção e a manifestação, podem decorrer vários anos. Formas de Transmissão Como sabemos que os meios de transmissão do HIV são o sangue, o esperma, a secreção vaginal e o leite materno, as formas de transmissão são: Sexual - Durante a relação sexual com penetração anal, vaginal ou oral sem camisinha, com pessoas infectadas. Sanguínea - Receber sangue contaminado, por meio de transfusões, usando seringas e agulhas ou materiais perfurocortantes, inseminação artificial ou transplante de órgãos. Vertical ou Perinatal - Durante a gestação, parto ou aleitamento, caso a mãe esteja infectada PRIMEIROS SOCORROS HIV-AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida)
  • 6. Formas de Prevenção  Sexo seguro (ou mais seguro) pode significar:  Usar camisinha desde o início da penetração, seja anal, vaginal ou oral;  Não receber sêmen ejaculado dentro do seu corpo;  Evitar contato oral com a vagina, ânus ou pênis para uma relação 100% segura;  Não ejacular na boca;  Masturbação a dois. PRIMEIROS SOCORROS HIV-AIDS Como não de pega:  Usando camisinha em todo e qualquer tipo de relação sexual, seja vaginal, oral ou anal;  Dando abraço ou beijo em pessoa contaminada;  Exigindo, nas transfusões, sangue analisado por exames de laboratório;  Usando seringas e agulhas descartáveis;  Exigindo uso de ferramentas médicas e odontológicas devidamente esterilizadas;  Exigindo a devida higiene de aparelhos de manicure, acupuntura, etc.;  Compartilhando roupas de cama, vaso sanitário ou utensílios domésticos;  Nadando na mesma piscina ou sentando na mesma cadeira usada por pessoa contaminada;  Sendo picado por inseto;  Doando sangue (desde que a agulha seja descartável).
  • 7.  Lavar o ferimento com água e sabão  Proteger o ferimento com gaze ou pano limpo  Não tentar retirar farpas, vidros ou partículas de metal do ferimento  Não colocar pastas, pomadas, óleos ou pó secante FERIMENTOS EXTENSOS E/OU PROFUNDOS  Cobrir o ferimento com pano limpo  Não lavar para não aumentar o risco de hemorragia  Não remover objetos fixados no ferimento  Usar técnicas para cessar hemorragia  Providenciar transporte FERIMENTOS LEVES E / OU SUPERFICIAIS
  • 8.  Manter o paciente calmo, deitado com a cabeça de lado  Aplicar compressas frias ou gelo no local suspeito de hemorragia  Afrouxar a roupa  Providenciar transporte urgente  Não oferecer líquidos e alimentos HEMORRAGIA NASAL  Sentar a vítima  Apertar com os dedos a narina, fazendo a vítima respirar pela boca  Colocar um chumaço de algodão na narina  Colocar toalha úmida, fria ou gelo sobre o rosto  Não assoar nariz pelo menos 1 hora após cessar sangramento HEMORRAGIA INTERNA
  • 9.  Pressão direta  Elevação dos membros  Pontos de pressão arterial HEMORRAGIA EXTERNA
  • 10.  Deitar a vítima com a cabeça e ombros mais baixo que o resto do corpo  Se sentada, posicionar a cabeça entre as pernas e pressionar para baixo  colocar a vítima em ambiente arejado  Afrouxar a roupa da vítima DESMAIO
  • 11.  Não segure a vítima  Não dê tapas  Não jogue água sobre a vítima CONVULSÃO  Afastar objetos ao redor  Afastar os curiosos  Proteger a cabeça  Afrouxar as roupas  Terminada a convulsão solicitar transporte
  • 12. QUEIMADURAS Lesão decorrente da ação do calor, frio, produtos químicos, corrente elétrica, radiações e substâncias biológicas (animais e plantas) CLASSIFICAÇÃO  1º Grau - lesão das camadas superficiais da pele: vermelhidão dor local suportável não há formação de bolhas  2º Grau - lesão das camadas mais profundas da pele: formação de bolhas desprendimento de camadas da pele dor e ardência locais de intensidade variável  3º Grau – lesão de todas as camadas da pele: comprometimento de tecidos, mais profundos até o osso
  • 13. QUEIMADURAS Principais cuidados:  Prevenir o estado de choque  Controlar a dor  Evitar contaminação Atenção:  NÃO aplique óleos, loções ou outras substâncias em queimaduras externas  NÃO retire nada aderido na queimadura  NÃO fure as bolhas  NÃO toque na queimadura
  • 14. FRATURAS  Colocar a vítima em posição confortável  Expor o local: cortar ou remover as roupas  Controlar hemorragias e cobrir feridas antes de imobilizar  Providenciar remoção da vítima  Para imobilização usar madeiras, tábuas, jornais, revistas, panos.....  Não fazer massagem no local  Não amarrar no local da fratura  Não tentar colocar o osso “no lugar”
  • 15. LUXAÇÃO, ENTORSE E CONTUSÃO  Tratar como se houvesse fratura:  Imobilizar a área traumatizada  Colocar compressa fria no local  Não fazer massagem no local  Providenciar transporte
  • 16. ACIDENTE OCULAR  Lavar o olho com a água ou soro fisiológico, em abundância  Não remover corpo estranho  Proteger o olho  Transportar a vítima para atendimento médico
  • 17. ENVENENAMENTO/INTOXICAÇÃO  Manter a calma  Não tomar medidas sem consultar profissional  Rapidez é essencial  Remover a vítima ao serviço de saúde imediatamente
  • 18. OBSTRUÇÃO DAS VIAS ÁEREAS POR CORPO ESTRANHO Perguntar à vítima: Você consegue falar?  Não consegue falar ou a tosse é ineficiente: Aproxime-se por trás posicionando as mãos entre o umbigo e o apêndice xifoide. Efetuar sucessivas compressões, para dentro e para cima até a desobstrução. Auto desobstrução: apoie o abdômen sobre o encosto de uma cadeira e comprima-o na tentativa de deslocar o corpo estranho.
  • 19. PARADA RESPIRATÓRIA Identificação:  ver  ouvir  sentir  Não espere ajuda – aja rápido  Verifique se há objeto obstruindo a boca ou garganta  Afrouxe a roupa  Inicie rapidamente a respiração  Mantenha a vítima aquecida  Remova a vítima quando for absolutamente necessário e a respiração voltar ao normal
  • 20. PARADA RESPIRATÓRIA Sinais:  Inconsciência  Parada dos movimentos respiratórios (ver, ouvir, sentir)  Ausência de pulsação Reanimação Cardiopulmonar (RCP) 1. Constatado inconsciência: solicitar atendimento de emergência 2. Liberar vias aéreas superiores 3. Verificar a respiração 4. Inspecionar a cavidade oral e efetuar 2 ventilações, com qualquer meio de barreira (protetor) 5. Verifique pulso carotídeo 6. Se ausente: 7. Efetuar 15 compressões torácicas
  • 21. PROCEDIMENTO NAS EMERGÊNCIAS  Efetuar avaliação inicial da vítima  Indicar suas condições e determinar acionamento dos órgãos de atendimento  Acionar atendimento de emergência:  Resgate / Bombeiro - 193  SAMU – 192  Transmitir:  Tipo de emergência clínica ou traumática  Idade, sexo e situação atual da vítima  Localização: endereço completo e ponto de referência  Telefone para contato  Necessidade de apoio adicional  Acionar responsáveis  Executar medidas iniciais de socorro
  • 22. 10 Mandamentos do Socorrista 1. Mantenha a calma. 2. Tenha em mente a seguinte ordem de segurança quando você estiver prestando socorro: PRIMEIRO EU (o socorrista) DEPOIS MINHA EQUIPE (Incluindo os transeuntes) E POR ÚLTIMO A VÍTIMA Isto parece ser contraditório a primeira vista, mas tem o intuito básico de não gerar novas vítimas. 3. Ao prestar socorro, é fundamental ligar ao atendimento pré-hospital de imediato ao chegar no local do acidente. Podemos por exemplo discar 3 números: 193 (número do corpo de bombeiros da cidade de São Paulo). 4. Sempre verifique se há riscos no local, para você e sua equipe, antes de agir no acidente. 5. Mantenha sempre o bom senso. 6. Mantenha o espírito de liderança, pedindo ajuda e afastando os curiosos. 7. Distribua tarefas, assim os transeuntes que poderiam atrapalhar lhe ajudarão e se sentirão mais úteis. 8. Evite manobras intempestivas (realizadas de forma imprudente, com pressa) 9. Em caso de múltiplas vítimas dê preferência àquelas que correm maior risco de vida como, por exemplo, vítimas em parada cárdio- respiratória ou que estejam sangrando muito. 10. Seja socorrista e não herói (lembre-se do 2º mandamento).
  • 23. CONTAMOS COM O EMPENHO DE VOCÊS NO ALCANCE DO OBJETIVO DA COMISSÃO! A EQUIPE DO SESMT DESEJA A TODOS UMA ÓTIMA GESTÃO 2020/2021.