SlideShare uma empresa Scribd logo
Principais biomas e ecossistemas
Seres vivos em vias de extinção
Biopirataria
Adaptações e associações entre os seres vivos
e o meio ambiente
 Já vimos que todos os seres vivos dependem de um (ou
vários) outro ser vivo pra viver
 Relações harmônicas: relação que traz benefício aos
indivíduos.
 Relações desarmônicas: pelo menos um dos indivíduos é
prejudicado
 Relações interespecíficas: entre espécies diferentes
 Relações intraespecíficas: entre seres da mesma espécie
Tipos de interações ecológicas
 Comensalismo: uma espécie é beneficiada enquanto a outra
permanece indiferente.
 Ex: peixe-piloto nada ao lado do tubarão se alimentando dos
restos de comida que saem da sua boca.
Relações harmônicas
 Inquilinismo: similar ao comensalismo, porém uma espécie
utiliza outra para moradia e proteção
 Ex: plantas epífitas: bromélias e orquídeas
Relações harmônicas
 Mutualismo: ambas as espécies são beneficiadas e não
sobrevivem uma sem a outra.
 Ex: liquens  associação entre algas e fungos. As algas
realizam a fotossíntese e liberam alimento e os fungos
retiram água do ambiente.
Relações harmônicas
 Protocooperação: ambas as espécies são beneficiadas e
CONSEGUEM sobreviver separadas.
 Ex: peixe-palhaço e anêmona. A anêmona serve de grande
proteção e o peixe leva restos de alimentos até a anêmona
Relações harmônicas
 Predatismo: relação boa para uma espécie e ruim para
outra.
 Matar para se alimentar.
 Ex: boto-cor-de-rosa se alimenta de 5 quilos de peixe por
dia.
Relações Desarmônicas
 Parasitismo: um indivíduo sobrevive às custas de outro,
prejudicando-o, porém nem sempre causando sua morte.
 Ex: Lombriga e carrapatos
Ectoparasita Endoparasita
Relações Desarmônicas
 Amensalismo: relação ecológica entre duas espécies em
que uma inibe ou impede o desenvolvimento da outra.
 Ex: Fungos que produzem antibióticos e inibem o
aparecimento de bactérias
Relações Desarmônicas
 Esclavagismo: relação ecológica entre seres vivos onde
um ser vivo se aproveita das atividades, do trabalho ou
de produtos produzidos por outros seres vivos.
 Ex: formigas e pulgões
 Pulgões são insetos parasitas de plantas que se alimentam
da seiva.
 As formigas lambem o açúcar que sai do abdômen dos
pulgões os mantendo limpos.
 Se as formigas não fizessem isso, os pulgões morreriam
atacados por outros insetos.
 Sociedade: cooperação e divisão de trabalho entre os
indivíduos.
 Todos indivíduos dependem do trabalho um do outro.
 Ex: Colmeias, formigueiros..
Relações entre seres da mesma espécie
 Colônia: os indivíduos também trabalham por um objetivo
comum, mas eles estão unidos fisiologicamente
 Ex: caravela formada por quatro tipos
Diferentes de pólipos
Ex: corais
Relações entre seres da mesma espécie
 Canibalismo: um ser vivo se alimenta de outro da mesma
espécie!
 Ex: viúva negra come o macho depois do acasalamento.
 Para controle da população de aranhas.
Relações entre seres da mesma espécie
 De um modo geral o número de presas e predadores no
ambiente é regular, apesar de tantas relações
 Presas tem capacidade de fuga, de camuflagem, geralmente
tem capacidade reprodutiva maior
 Predadores são ótimos caçadores!
 Cada ser vivo está adaptado ao ambiente em que vive.
 Ex: cactos com a seca, peixes embaixo da água, ursos polares
no frio...
 Adaptação: capacidade que os seres vivos têm de interagir
com o ambiente, buscando condições melhores de
sobrevivência.
Adaptação
 Mimetismo: adaptação na qual um organismo possui
características que o confundem com um indivíduo de
outra espécie
 Camuflagem: O indivíduo possui coloração similar ao
ambiente em que vive
 Lamarck (meados de 1800): os organismos iam se
adaptando ao meio ambiente gerando as variações entre
os animais  Lei do uso e desuso e transmissão de
características adquiridas.
 Se um órgão é muito utilizado, desenvolve-se, tornando-
se mais forte, vigoroso ou de maior tamanho.
 Darwin (1809-1882): seleção natural
 A ação da seleção natural consiste em selecionar
indivíduos mais adaptados a determinada condição
ecológica, eliminando aqueles desvantajosos para essa
mesma condição.
 Girafas de pescoço grande estavam melhor adaptadas às
variações do ambiente e sobreviveram
Cap 6 um jeito de se virar no ambiente
Cap 6 um jeito de se virar no ambiente

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2 estudos das relações entre os seres vivos - março
2 estudos das relações entre os seres vivos - março 2 estudos das relações entre os seres vivos - março
2 estudos das relações entre os seres vivos - março
Luiza Collet
 
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
crisbassanimedeiros
 
Conceitos de ecologia revisão
Conceitos de ecologia revisãoConceitos de ecologia revisão
Conceitos de ecologia revisão
giovannimusetti
 
1 diversidade da vida
1 diversidade da vida1 diversidade da vida
1 diversidade da vida
Péricles Penuel
 
Apostila resumo ecologia
Apostila resumo   ecologiaApostila resumo   ecologia
Apostila resumo ecologia
grupev
 
Apostila de ecologia
Apostila de ecologiaApostila de ecologia
Apostila de ecologia
Paulo Lobo
 
BioGeo10-diversidade na Biosfera
BioGeo10-diversidade na BiosferaBioGeo10-diversidade na Biosfera
BioGeo10-diversidade na Biosfera
Rita Rainho
 
Dinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidadeDinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidade
Ana Castro
 
Relações bióticas
Relações bióticasRelações bióticas
Relações bióticas
Sérgio Luiz
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
guest2d00a0
 
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2   a adaptação dos seres vivosCapítulo 2   a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivos
Daniel de Oliveira
 
Ecologia de insetos
Ecologia de insetosEcologia de insetos
Ecologia de insetos
Limnos Ufsc
 
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º anoAula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Leonardo Kaplan
 
Conceitos Básicos em Ecologia
Conceitos Básicos em EcologiaConceitos Básicos em Ecologia
Conceitos Básicos em Ecologia
Bio Sem Limites
 
2. relações bióticas
2. relações bióticas2. relações bióticas
2. relações bióticas
Margarida Cardoso
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
guest2d00a0
 
Adaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivosAdaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivos
Andrea Barreto
 
Ecologia com exercícios
Ecologia com exercíciosEcologia com exercícios
Ecologia com exercícios
helder raposo
 
Ecologia comunidades
Ecologia comunidadesEcologia comunidades
Ecologia comunidades
Estude Mais
 
Cadeia Trófica
Cadeia TróficaCadeia Trófica

Mais procurados (20)

2 estudos das relações entre os seres vivos - março
2 estudos das relações entre os seres vivos - março 2 estudos das relações entre os seres vivos - março
2 estudos das relações entre os seres vivos - março
 
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
 
Conceitos de ecologia revisão
Conceitos de ecologia revisãoConceitos de ecologia revisão
Conceitos de ecologia revisão
 
1 diversidade da vida
1 diversidade da vida1 diversidade da vida
1 diversidade da vida
 
Apostila resumo ecologia
Apostila resumo   ecologiaApostila resumo   ecologia
Apostila resumo ecologia
 
Apostila de ecologia
Apostila de ecologiaApostila de ecologia
Apostila de ecologia
 
BioGeo10-diversidade na Biosfera
BioGeo10-diversidade na BiosferaBioGeo10-diversidade na Biosfera
BioGeo10-diversidade na Biosfera
 
Dinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidadeDinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidade
 
Relações bióticas
Relações bióticasRelações bióticas
Relações bióticas
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
 
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2   a adaptação dos seres vivosCapítulo 2   a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivos
 
Ecologia de insetos
Ecologia de insetosEcologia de insetos
Ecologia de insetos
 
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º anoAula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
 
Conceitos Básicos em Ecologia
Conceitos Básicos em EcologiaConceitos Básicos em Ecologia
Conceitos Básicos em Ecologia
 
2. relações bióticas
2. relações bióticas2. relações bióticas
2. relações bióticas
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Adaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivosAdaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivos
 
Ecologia com exercícios
Ecologia com exercíciosEcologia com exercícios
Ecologia com exercícios
 
Ecologia comunidades
Ecologia comunidadesEcologia comunidades
Ecologia comunidades
 
Cadeia Trófica
Cadeia TróficaCadeia Trófica
Cadeia Trófica
 

Semelhante a Cap 6 um jeito de se virar no ambiente

Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
Vanessa Anzolin
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
guest2d00a0
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
guest2d00a0
 
3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas
crisbassanimedeiros
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Ana Paula Garcia
 
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
Raquel Alves
 
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICASRELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
KATIA CAVALCANTI
 
Biologia Relações Ecologicas
Biologia Relações EcologicasBiologia Relações Ecologicas
Biologia Relações Ecologicas
Eduardo Da Silva Sousa
 
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Eduardo Henrique
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
guest2d00a0
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
Neila
 
Factores bióticos
Factores bióticosFactores bióticos
Factores bióticos
Tânia Reis
 
129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas
Viviane Godoi
 
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.pptAula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
EwerthonGomes1
 
Ecologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidadeEcologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidade
Luciara Andrade
 
13 - ecologia II
13 - ecologia II13 - ecologia II
13 - ecologia II
Marcus Magarinho
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
Higor Souza
 
Factores Bioticos
Factores BioticosFactores Bioticos
Factores Bioticos
guest43f37cf
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
Evandro Batista
 
2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt
2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt
2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt
Ana Paula Lapponi
 

Semelhante a Cap 6 um jeito de se virar no ambiente (20)

Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
 
3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICASRELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
 
Biologia Relações Ecologicas
Biologia Relações EcologicasBiologia Relações Ecologicas
Biologia Relações Ecologicas
 
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Factores bióticos
Factores bióticosFactores bióticos
Factores bióticos
 
129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas
 
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.pptAula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
 
Ecologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidadeEcologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidade
 
13 - ecologia II
13 - ecologia II13 - ecologia II
13 - ecologia II
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
 
Factores Bioticos
Factores BioticosFactores Bioticos
Factores Bioticos
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
 
2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt
2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt
2012_-_relacoes_ecologicas(1).ppt
 

Mais de Sarah Lemes

8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
Sarah Lemes
 
8 ano cap 12 audição
8 ano cap 12   audição8 ano cap 12   audição
8 ano cap 12 audição
Sarah Lemes
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano
Sarah Lemes
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
Sarah Lemes
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
Sarah Lemes
 
Caes e gatos
Caes e gatosCaes e gatos
Caes e gatos
Sarah Lemes
 
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
Sarah Lemes
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
Sarah Lemes
 
6 ano Biônica
6 ano Biônica6 ano Biônica
6 ano Biônica
Sarah Lemes
 
7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas
Sarah Lemes
 
8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar
Sarah Lemes
 
6 ano Ecologia
6 ano Ecologia6 ano Ecologia
6 ano Ecologia
Sarah Lemes
 
7 anoProtistas
7 anoProtistas7 anoProtistas
7 anoProtistas
Sarah Lemes
 
8 ano Visão
8 ano Visão8 ano Visão
8 ano Visão
Sarah Lemes
 
7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes
Sarah Lemes
 
6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos
Sarah Lemes
 
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
Sarah Lemes
 
7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus
Sarah Lemes
 
7 ano Fungos
7 ano Fungos7 ano Fungos
7 ano Fungos
Sarah Lemes
 
6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.
Sarah Lemes
 

Mais de Sarah Lemes (20)

8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
 
8 ano cap 12 audição
8 ano cap 12   audição8 ano cap 12   audição
8 ano cap 12 audição
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
 
Caes e gatos
Caes e gatosCaes e gatos
Caes e gatos
 
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
 
6 ano Biônica
6 ano Biônica6 ano Biônica
6 ano Biônica
 
7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas
 
8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar
 
6 ano Ecologia
6 ano Ecologia6 ano Ecologia
6 ano Ecologia
 
7 anoProtistas
7 anoProtistas7 anoProtistas
7 anoProtistas
 
8 ano Visão
8 ano Visão8 ano Visão
8 ano Visão
 
7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes
 
6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos
 
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
 
7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus
 
7 ano Fungos
7 ano Fungos7 ano Fungos
7 ano Fungos
 
6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.
 

Último

Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 

Último (20)

Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 

Cap 6 um jeito de se virar no ambiente

  • 1. Principais biomas e ecossistemas Seres vivos em vias de extinção Biopirataria Adaptações e associações entre os seres vivos e o meio ambiente
  • 2.  Já vimos que todos os seres vivos dependem de um (ou vários) outro ser vivo pra viver  Relações harmônicas: relação que traz benefício aos indivíduos.  Relações desarmônicas: pelo menos um dos indivíduos é prejudicado  Relações interespecíficas: entre espécies diferentes  Relações intraespecíficas: entre seres da mesma espécie Tipos de interações ecológicas
  • 3.  Comensalismo: uma espécie é beneficiada enquanto a outra permanece indiferente.  Ex: peixe-piloto nada ao lado do tubarão se alimentando dos restos de comida que saem da sua boca. Relações harmônicas
  • 4.  Inquilinismo: similar ao comensalismo, porém uma espécie utiliza outra para moradia e proteção  Ex: plantas epífitas: bromélias e orquídeas Relações harmônicas
  • 5.  Mutualismo: ambas as espécies são beneficiadas e não sobrevivem uma sem a outra.  Ex: liquens  associação entre algas e fungos. As algas realizam a fotossíntese e liberam alimento e os fungos retiram água do ambiente. Relações harmônicas
  • 6.  Protocooperação: ambas as espécies são beneficiadas e CONSEGUEM sobreviver separadas.  Ex: peixe-palhaço e anêmona. A anêmona serve de grande proteção e o peixe leva restos de alimentos até a anêmona Relações harmônicas
  • 7.  Predatismo: relação boa para uma espécie e ruim para outra.  Matar para se alimentar.  Ex: boto-cor-de-rosa se alimenta de 5 quilos de peixe por dia. Relações Desarmônicas
  • 8.  Parasitismo: um indivíduo sobrevive às custas de outro, prejudicando-o, porém nem sempre causando sua morte.  Ex: Lombriga e carrapatos Ectoparasita Endoparasita Relações Desarmônicas
  • 9.  Amensalismo: relação ecológica entre duas espécies em que uma inibe ou impede o desenvolvimento da outra.  Ex: Fungos que produzem antibióticos e inibem o aparecimento de bactérias Relações Desarmônicas
  • 10.  Esclavagismo: relação ecológica entre seres vivos onde um ser vivo se aproveita das atividades, do trabalho ou de produtos produzidos por outros seres vivos.  Ex: formigas e pulgões  Pulgões são insetos parasitas de plantas que se alimentam da seiva.  As formigas lambem o açúcar que sai do abdômen dos pulgões os mantendo limpos.  Se as formigas não fizessem isso, os pulgões morreriam atacados por outros insetos.
  • 11.  Sociedade: cooperação e divisão de trabalho entre os indivíduos.  Todos indivíduos dependem do trabalho um do outro.  Ex: Colmeias, formigueiros.. Relações entre seres da mesma espécie
  • 12.  Colônia: os indivíduos também trabalham por um objetivo comum, mas eles estão unidos fisiologicamente  Ex: caravela formada por quatro tipos Diferentes de pólipos Ex: corais Relações entre seres da mesma espécie
  • 13.  Canibalismo: um ser vivo se alimenta de outro da mesma espécie!  Ex: viúva negra come o macho depois do acasalamento.  Para controle da população de aranhas. Relações entre seres da mesma espécie
  • 14.  De um modo geral o número de presas e predadores no ambiente é regular, apesar de tantas relações  Presas tem capacidade de fuga, de camuflagem, geralmente tem capacidade reprodutiva maior  Predadores são ótimos caçadores!
  • 15.
  • 16.  Cada ser vivo está adaptado ao ambiente em que vive.  Ex: cactos com a seca, peixes embaixo da água, ursos polares no frio...  Adaptação: capacidade que os seres vivos têm de interagir com o ambiente, buscando condições melhores de sobrevivência. Adaptação
  • 17.  Mimetismo: adaptação na qual um organismo possui características que o confundem com um indivíduo de outra espécie
  • 18.  Camuflagem: O indivíduo possui coloração similar ao ambiente em que vive
  • 19.  Lamarck (meados de 1800): os organismos iam se adaptando ao meio ambiente gerando as variações entre os animais  Lei do uso e desuso e transmissão de características adquiridas.  Se um órgão é muito utilizado, desenvolve-se, tornando- se mais forte, vigoroso ou de maior tamanho.
  • 20.  Darwin (1809-1882): seleção natural  A ação da seleção natural consiste em selecionar indivíduos mais adaptados a determinada condição ecológica, eliminando aqueles desvantajosos para essa mesma condição.  Girafas de pescoço grande estavam melhor adaptadas às variações do ambiente e sobreviveram