O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

7 anoProtistas

268 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

7 anoProtistas

  1. 1. Unidade 8 1 Capítulo 23
  2. 2. 2  Célula procarióta (procariontes): 1: sem carioteca (membrana que reveste o núcleo). 2: ausência de algumas organelas. 3: DNA disperso no citoplasma. Ex: bactérias  Célula eucarióta (eucariontes): 1: presença de carioteca envolvendo o núcleo. 2: várias organelas. 3: DNA dentro do núcleo. Ex: animais e vegetais
  3. 3. 3  Protistas: 1. Células eucarióticas 2. Unicelulares 3. Seu alimento são nutrientes dissolvidos em água ou no solo 4. Alguns são parasitas 5. Alguns produzem seu próprio alimento (algas)
  4. 4. 4  Por que as algas podem ser consideradas protistas? 1. Maioria unicelular 2. Não apresentam raízes, caules e folhas. 3. Apresentam: apressório, estipe e folíolos  talo!
  5. 5. 5  Mas então por que estudamos as algas como plantas também? 1. Possuem clorofila  fazem fotossíntese 2. Espécies pluricelulares  As microalgas marinhas são muito importantes pois são a base da cadeia alimentar, realizam fotossíntese, compõem o fitoplâncton e produzem oxigênio!
  6. 6. 6  Reprodução das algas:  Assexuada:  As algas unicelulares se reproduzem por simples divisão  cissiparidade  As filamentosas se reproduzem por fragmentação  o talo se divide em dois  Ou por liberação de esporos.
  7. 7. 7  Classificação das algas:  As algas são classificadas pela sua coloração (pigmentos)  Algas verdes  clorófitas  Encontradas em água doce ou salgada, em troncos em associação com fungos (liquens)  Algumas são bem grandes como as alfaces do mar
  8. 8. 8  Classificação das algas:  Algas pardas (feófitas): exclusivamente marinhas!  podem medir até 100 metros de comprimento  Usada na fabricação de cremes e sorvetes
  9. 9. 9  Classificação das algas:  Algas vermelhas (rodófitas):  Maioria marinha; encontradas em grandes profundidades  Recentemente  Reino Chromista: algas verdes, pardas e vermelhas
  10. 10. 10  Classificação das algas:  Algas douradas e diatomáceas:  Unicelulares!  Extremamente importantes no meio aquático  fotossíntese e respiração  As diatomáceas possuem uma carapaça formada por sílica (substância semelhante ao vidro)
  11. 11. 11  Classificação das algas:  Dinoflagelados (pirrófitas):  Possuem dois flagelos!  Formam a maré vermelha!
  12. 12. 12
  13. 13. 13  Unicelulares!  Heterótrofos  diferença das algas protistas!  Podem viver isolados ou em colônias  São muito importantes no meio ambiente por funcionarem como decompositores  se alimentam de restos mortais de animais de plantas  Apesar de unicelulares, realizam Todas as funções de um ser vivo normal
  14. 14. 14  Hábitat:  Podem ser encontrados em ambientes marinhos, de água doce e em solos úmidos.  Alguns são parasitas de animais, inclusive os humanos!  Costumam infectar os intestinos, mas podem ser carregados pelo sangue.
  15. 15. 15  Alimentação:  Englobam partículas do meio em que vivem  Vacúolos digestivos digerem o alimento  Vacúolos contráteis realizam a regulação de água de dentro e fora do protozoário
  16. 16. 16  Reprodução:  Cissiparidade (assexuada)!! Divide-se em dois!
  17. 17. 17  Classificação:  Por meio de suas estruturas de locomoção:
  18. 18. 18  Ameba:  Podem mudar de forma e de tamanho  Se movimenta por pseudópodes  alongando o corpo  Podem causar doenças sérias nos seres humanos  Contaminação: alimentos e água contaminados com cistos  Sintomas: inchaço do fígado, inflamação do músculo do coração e etc..  Prevenção: higiene
  19. 19. 19  Giárdia:  Protozoário flagelado que infecta o intestino delgado de animais.  Interferem na absorção de nutrientes e água  Causam diarreia  Dor abdominal
  20. 20. 20  Tripanossoma:  Protozoário flagelado  Espécie Trypanossoma cruzi  Doença de chagas  Contágio: por meio das fezes do mosquito barbeiro  Sintomas: inchaço de um olho, mal estar, febre, inchaço de órgãos (coração), vômito..
  21. 21. 21  Plasmódio:  Protozoário parasita que não possui estruturas de locomoção  Vive nas células sanguíneas e no fígado de seus hospedeiros  Causa a doença: malária  Contágio: picada do mosquito Anopheles  Sintomas: febre muito alta, dores no corpo, taquicardia, aumento do baço, delírios, convulsões, modificam as células do sangue
  22. 22. 22  Paramécio:  Ciliado  Vive em ambiente de água doce  Vida livre
  23. 23. 23

×