SlideShare uma empresa Scribd logo
“Os poetas anarquistas do pincel”
O termo NAIF foi pela
 primeira vez utilizado, no
 virar do século XIX, para
identificar a obra de Henri
      Rousseau, pintor
autodidata admirado pela
 vanguarda artística dessa
 época, que incluía gênios
  como Picasso, Matisse e
    Paul Gauguin, entre
     outros. Este estilo
 também é chamado Arte
    Primitiva Moderna.
Os naïfs, em geral, são
    autodidatas e sua
 pintura não é ligada a
  nenhuma escola ou
   tendência. Essa é a
  força desses artistas
que podem pintar sem
       regras, nem
   constrangimentos.
Podem ousar tudo. São
os "poetas anarquistas
        do pincel".


    Edgard de Oliveira
Ser naïf é um
 estado de espírito
  que leva a uma
    maneira toda
 pessoal de pintar.
Podemos encontrar
pintores naïfs entre
     sapateiros,
carteiros, donas de
   casa, médicos,
    jornalistas e
 diplomatas.A arte
 naïf transcende o
       que se
   convencionou
  chamar de arte
      popular.
O Brasil junto com a
França, a ex-Iugoslávia,
o Haiti e a Itália, é um
dos "cinco grandes " da
arte naïf no mundo. Um
grande número de
obras de pintores naïfs
brasileiros faz parte do
acervo dos principais
museus de arte naïf
existentes no mundo.

O violeiro-Ernane Cortat
A pintura naïf
brasileira é muito
rica e cheia de
imprevistos. Devido
à diversidade de
temas relativos à
fauna, à flora, ao
sincretismo
religioso e às suas
várias etnias, o
Brasil ocupa lugar
de destaque no
contexto mundial
de arte naïf.
Apesar desse imenso
 potencial, somente na
 década de 50, o Brasil
começou a dar atenção
a esse grupo de artistas,
    com as primeiras
  exposições de Heitor
      dos Prazeres,
  Cardosinho, Silvia de
  Leon Chalreo e José
    Antonio da Silva.

Brilho na favela-Tânia Azevedo
Características da Arte Naif:

• Déficit de qualidade forma;
•Os desenhos e grafias não possuem acabamento adequado;
•Traços sem perspectiva;
•Deficiência na aplicação de cores, texturas e sombras;
• visão ingênua do mundo;
•Cores brilhantes e alegres - fora dos padrões usuais
•Simplificação dos elementos decorativos;
•Gosto pela descrição minuciosa;
•Visão idealizada da natureza;
•Presença de elementos do universo onírico;
O artista utiliza
experiências pessoais,
oriundas de sua
convivência com o meio e
cultura geral, sendo assim,
há uma pequena esfera
cultural embutida na Arte
Naif. Mesmo assim,
estudiosos deste conceito,
a comparam a um tipo de
arte primitiva e infantil,
sem sofisticação ou
requinte sistemático.
As fofoqueiras- Rosângela Borges
O ícone da Arte Naif é Henri
Rousseau, pintor especialista
em cores, considerado por
muitos como precursor da
corrente e principal artista.
Henri não possuía educação
geral, nem tampouco
conhecimento em arte ou
pintura. Ao levar a público,
sua primeira obra
denominada “Um dia de
carnaval”, no Salão dos
Independentes, o artista foi
severamente criticado por
ignorar princípios básicos de
geometria e perspectiva.




                                HENRI ROUSSEAU - Luxembourg
                                Gardens, 1909
Três corações - 40x60
Isabel de Jesus
Vaso com flores na paisagem - 80x60
Ernani Pavaneli
Tarde alegre - 33x41
Teles
chico laranjeira -Feira
Heitor dos Prazeres - Lavadeira
Arte naif
Arte naif
Arte naif
Referências bibliográficas:
http://www.historiadaarte.com.br/artenaif.ht
ml
http://allartsgallery.com/pt-PT/naif

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdfApostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
WeslleyDias8
 
Tarsila do amaral
Tarsila do amaral Tarsila do amaral
Tarsila do amaral
Roselynn B. Araújo
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Elementos visuais I
Elementos visuais IElementos visuais I
Elementos visuais I
Helena Romero
 
O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
Mary Lopes
 
Pop art 9 questao 05
Pop art 9  questao 05Pop art 9  questao 05
Pop art 9 questao 05
julia beatriz dos santos araujo
 
8 ano.docx
8 ano.docx8 ano.docx
Aula impressionismo
Aula impressionismoAula impressionismo
Aula impressionismo
deasilvia
 
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
cafumilena
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Michele Pó
 
Arte e corpo
Arte e corpoArte e corpo
Arte e corpo
gєαทє ℓiмα
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
Mariinazorzi
 
Land Art
Land ArtLand Art
Cubismo
CubismoCubismo
Apostila de-arte-eja
Apostila de-arte-ejaApostila de-arte-eja
Apostila de-arte-eja
F Figueiredo Habyby
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
Lucas Nascimento
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
Keyla Dias
 
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Fabiola Oliveira
 
Aula de Xilogravura
Aula de XilogravuraAula de Xilogravura
Aula de Xilogravura
Ipsun
 
Apostila de arte
Apostila de arteApostila de arte

Mais procurados (20)

Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdfApostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
 
Tarsila do amaral
Tarsila do amaral Tarsila do amaral
Tarsila do amaral
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Elementos visuais I
Elementos visuais IElementos visuais I
Elementos visuais I
 
O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
 
Pop art 9 questao 05
Pop art 9  questao 05Pop art 9  questao 05
Pop art 9 questao 05
 
8 ano.docx
8 ano.docx8 ano.docx
8 ano.docx
 
Aula impressionismo
Aula impressionismoAula impressionismo
Aula impressionismo
 
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Arte e corpo
Arte e corpoArte e corpo
Arte e corpo
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
 
Land Art
Land ArtLand Art
Land Art
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Apostila de-arte-eja
Apostila de-arte-ejaApostila de-arte-eja
Apostila de-arte-eja
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
 
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
 
Aula de Xilogravura
Aula de XilogravuraAula de Xilogravura
Aula de Xilogravura
 
Apostila de arte
Apostila de arteApostila de arte
Apostila de arte
 

Destaque

Arte naif
Arte naifArte naif
Arte Naïf
Arte NaïfArte Naïf
Arte Naïf
David Numeritos
 
Arte Naif
Arte NaifArte Naif
Arte Naif
princesamamen
 
Arte Naïf
Arte NaïfArte Naïf
Arte Naïf
Suzy Nobre
 
Arte naïf definitivo
Arte naïf definitivoArte naïf definitivo
Arte naïf definitivo
gregar21
 
O que é arte naif
O que é arte naifO que é arte naif
O que é arte naif
Alvaro Nassaralla
 
2ª Unidade Arte naïf
2ª Unidade Arte naïf2ª Unidade Arte naïf
2ª Unidade Arte naïf
Cleiton Cunha
 
Arte naif
Arte naifArte naif
Arte naif
G. Gomes
 
Arte naïf (1)
Arte naïf (1)Arte naïf (1)
Arte naïf (1)
Agostinho.Gouveia
 
A arte naif
A arte naifA arte naif
Arte Naíf by Carolina Cuadrillero
Arte Naíf by Carolina CuadrilleroArte Naíf by Carolina Cuadrillero
Arte Naíf by Carolina Cuadrillero
maditabalnco
 
Arte primitiva e naïf no enem
Arte primitiva e naïf no enemArte primitiva e naïf no enem
Arte primitiva e naïf no enem
ma.no.el.ne.ves
 
Pintura naif para admirar
Pintura naif para admirarPintura naif para admirar
Pintura naif para admirar
gogloba
 
Arte naif o arte ingenuo
Arte naif o arte ingenuoArte naif o arte ingenuo
Arte naif o arte ingenuo
ahmedhidd
 
Aldemir Martins
Aldemir MartinsAldemir Martins
Aldemir Martins
ribipo
 
A arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmiaA arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmia
Daniella Cincoetti
 
Arte digital
Arte digitalArte digital
Arte digital
Sho Evhy
 
Autoretrato Lourencoezidio Inocencia
Autoretrato Lourencoezidio InocenciaAutoretrato Lourencoezidio Inocencia
Autoretrato Lourencoezidio Inocencia
guest31f531
 
A arte-naifpps
A arte-naifppsA arte-naifpps
A arte-naifpps
Militão Dos Santos
 
ARTE NAIF
ARTE NAIFARTE NAIF
ARTE NAIF
Isabel Ramirez
 

Destaque (20)

Arte naif
Arte naifArte naif
Arte naif
 
Arte Naïf
Arte NaïfArte Naïf
Arte Naïf
 
Arte Naif
Arte NaifArte Naif
Arte Naif
 
Arte Naïf
Arte NaïfArte Naïf
Arte Naïf
 
Arte naïf definitivo
Arte naïf definitivoArte naïf definitivo
Arte naïf definitivo
 
O que é arte naif
O que é arte naifO que é arte naif
O que é arte naif
 
2ª Unidade Arte naïf
2ª Unidade Arte naïf2ª Unidade Arte naïf
2ª Unidade Arte naïf
 
Arte naif
Arte naifArte naif
Arte naif
 
Arte naïf (1)
Arte naïf (1)Arte naïf (1)
Arte naïf (1)
 
A arte naif
A arte naifA arte naif
A arte naif
 
Arte Naíf by Carolina Cuadrillero
Arte Naíf by Carolina CuadrilleroArte Naíf by Carolina Cuadrillero
Arte Naíf by Carolina Cuadrillero
 
Arte primitiva e naïf no enem
Arte primitiva e naïf no enemArte primitiva e naïf no enem
Arte primitiva e naïf no enem
 
Pintura naif para admirar
Pintura naif para admirarPintura naif para admirar
Pintura naif para admirar
 
Arte naif o arte ingenuo
Arte naif o arte ingenuoArte naif o arte ingenuo
Arte naif o arte ingenuo
 
Aldemir Martins
Aldemir MartinsAldemir Martins
Aldemir Martins
 
A arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmiaA arte na mesopotâmia
A arte na mesopotâmia
 
Arte digital
Arte digitalArte digital
Arte digital
 
Autoretrato Lourencoezidio Inocencia
Autoretrato Lourencoezidio InocenciaAutoretrato Lourencoezidio Inocencia
Autoretrato Lourencoezidio Inocencia
 
A arte-naifpps
A arte-naifppsA arte-naifpps
A arte-naifpps
 
ARTE NAIF
ARTE NAIFARTE NAIF
ARTE NAIF
 

Semelhante a Arte naif

Arte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptx
Arte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptxArte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptx
Arte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptx
GRASIELARETZLAFF2
 
Arte naif 2021
Arte naif 2021Arte naif 2021
Arte naif 2021
TATE9
 
FAUVISMO
FAUVISMOFAUVISMO
FAUVISMO
Cristiane Seibt
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticas
CEF16
 
Modernismo2019
Modernismo2019Modernismo2019
Modernismo2019
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Fauvismo
FauvismoFauvismo
Fauvismo
Junior Onildo
 
22 modernismo2020
22 modernismo202022 modernismo2020
22 modernismo2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Modernismo2019
Modernismo2019Modernismo2019
Modernismo2019
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Arte popular brasileira na arte contemporanea
Arte popular brasileira na arte contemporaneaArte popular brasileira na arte contemporanea
Arte popular brasileira na arte contemporanea
Martha Rodrigues
 
Arte hispanica
Arte hispanicaArte hispanica
Arte hispanica
Nathália Diório
 
Arte Naif Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.ppt
Arte Naif  Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.pptArte Naif  Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.ppt
Arte Naif Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.ppt
RafaelyLeite1
 
Body arte, instalação e performance.
Body arte, instalação e performance. Body arte, instalação e performance.
Body arte, instalação e performance.
KATIALUIZAFOLLETO
 
Texto
TextoTexto
Texto
thaisemost
 
A cultura no espaço visual
A cultura no espaço visualA cultura no espaço visual
A cultura no espaço visual
Rita Lampreia
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileira
Arte Educadora
 
Pintura Naif
Pintura NaifPintura Naif
Pintura Naif
gentedepalmoemeio
 
Mulheres artistas
Mulheres artistasMulheres artistas
Mulheres artistas
CEF16
 
Artistas plásticos brasileiros
Artistas plásticos brasileirosArtistas plásticos brasileiros
Artistas plásticos brasileiros
Ana Beatriz Cargnin
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticas
CEF16
 
Revisão 4ºbim respondida
Revisão 4ºbim respondidaRevisão 4ºbim respondida
Revisão 4ºbim respondida
CEF16
 

Semelhante a Arte naif (20)

Arte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptx
Arte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptxArte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptx
Arte Naif ensino fundamental 2 e médio.pptx
 
Arte naif 2021
Arte naif 2021Arte naif 2021
Arte naif 2021
 
FAUVISMO
FAUVISMOFAUVISMO
FAUVISMO
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticas
 
Modernismo2019
Modernismo2019Modernismo2019
Modernismo2019
 
Fauvismo
FauvismoFauvismo
Fauvismo
 
22 modernismo2020
22 modernismo202022 modernismo2020
22 modernismo2020
 
Modernismo2019
Modernismo2019Modernismo2019
Modernismo2019
 
Arte popular brasileira na arte contemporanea
Arte popular brasileira na arte contemporaneaArte popular brasileira na arte contemporanea
Arte popular brasileira na arte contemporanea
 
Arte hispanica
Arte hispanicaArte hispanica
Arte hispanica
 
Arte Naif Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.ppt
Arte Naif  Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.pptArte Naif  Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.ppt
Arte Naif Manifestações e diversidade cultural - Xilogravura e Cordel.ppt
 
Body arte, instalação e performance.
Body arte, instalação e performance. Body arte, instalação e performance.
Body arte, instalação e performance.
 
Texto
TextoTexto
Texto
 
A cultura no espaço visual
A cultura no espaço visualA cultura no espaço visual
A cultura no espaço visual
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileira
 
Pintura Naif
Pintura NaifPintura Naif
Pintura Naif
 
Mulheres artistas
Mulheres artistasMulheres artistas
Mulheres artistas
 
Artistas plásticos brasileiros
Artistas plásticos brasileirosArtistas plásticos brasileiros
Artistas plásticos brasileiros
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticas
 
Revisão 4ºbim respondida
Revisão 4ºbim respondidaRevisão 4ºbim respondida
Revisão 4ºbim respondida
 

Mais de Over Lane

Cultura
CulturaCultura
Cultura
Over Lane
 
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
Over Lane
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna
Over Lane
 
Arte romana para blog
Arte romana para blogArte romana para blog
Arte romana para blog
Over Lane
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
Over Lane
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
Over Lane
 
Felicidade 3 ano
Felicidade 3 anoFelicidade 3 ano
Felicidade 3 ano
Over Lane
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blog
Over Lane
 
A semana de arte moderna
A semana de arte modernaA semana de arte moderna
A semana de arte moderna
Over Lane
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
Over Lane
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
Over Lane
 
Linguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 anoLinguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 ano
Over Lane
 
Patristica e escolastica
Patristica e escolasticaPatristica e escolastica
Patristica e escolastica
Over Lane
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 ano
Over Lane
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 ano
Over Lane
 
Aula liberalismo
Aula liberalismoAula liberalismo
Aula liberalismo
Over Lane
 
Artes pre-historia para blog
Artes   pre-historia para blogArtes   pre-historia para blog
Artes pre-historia para blog
Over Lane
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 ano
Over Lane
 
Durkhein
DurkheinDurkhein
Durkhein
Over Lane
 
Socrates 1 ano
Socrates 1 anoSocrates 1 ano
Socrates 1 ano
Over Lane
 

Mais de Over Lane (20)

Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna
 
Arte romana para blog
Arte romana para blogArte romana para blog
Arte romana para blog
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Felicidade 3 ano
Felicidade 3 anoFelicidade 3 ano
Felicidade 3 ano
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blog
 
A semana de arte moderna
A semana de arte modernaA semana de arte moderna
A semana de arte moderna
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Linguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 anoLinguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 ano
 
Patristica e escolastica
Patristica e escolasticaPatristica e escolastica
Patristica e escolastica
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 ano
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 ano
 
Aula liberalismo
Aula liberalismoAula liberalismo
Aula liberalismo
 
Artes pre-historia para blog
Artes   pre-historia para blogArtes   pre-historia para blog
Artes pre-historia para blog
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 ano
 
Durkhein
DurkheinDurkhein
Durkhein
 
Socrates 1 ano
Socrates 1 anoSocrates 1 ano
Socrates 1 ano
 

Arte naif

  • 2. O termo NAIF foi pela primeira vez utilizado, no virar do século XIX, para identificar a obra de Henri Rousseau, pintor autodidata admirado pela vanguarda artística dessa época, que incluía gênios como Picasso, Matisse e Paul Gauguin, entre outros. Este estilo também é chamado Arte Primitiva Moderna.
  • 3. Os naïfs, em geral, são autodidatas e sua pintura não é ligada a nenhuma escola ou tendência. Essa é a força desses artistas que podem pintar sem regras, nem constrangimentos. Podem ousar tudo. São os "poetas anarquistas do pincel". Edgard de Oliveira
  • 4. Ser naïf é um estado de espírito que leva a uma maneira toda pessoal de pintar. Podemos encontrar pintores naïfs entre sapateiros, carteiros, donas de casa, médicos, jornalistas e diplomatas.A arte naïf transcende o que se convencionou chamar de arte popular.
  • 5. O Brasil junto com a França, a ex-Iugoslávia, o Haiti e a Itália, é um dos "cinco grandes " da arte naïf no mundo. Um grande número de obras de pintores naïfs brasileiros faz parte do acervo dos principais museus de arte naïf existentes no mundo. O violeiro-Ernane Cortat
  • 6. A pintura naïf brasileira é muito rica e cheia de imprevistos. Devido à diversidade de temas relativos à fauna, à flora, ao sincretismo religioso e às suas várias etnias, o Brasil ocupa lugar de destaque no contexto mundial de arte naïf.
  • 7. Apesar desse imenso potencial, somente na década de 50, o Brasil começou a dar atenção a esse grupo de artistas, com as primeiras exposições de Heitor dos Prazeres, Cardosinho, Silvia de Leon Chalreo e José Antonio da Silva. Brilho na favela-Tânia Azevedo
  • 8. Características da Arte Naif: • Déficit de qualidade forma; •Os desenhos e grafias não possuem acabamento adequado; •Traços sem perspectiva; •Deficiência na aplicação de cores, texturas e sombras; • visão ingênua do mundo; •Cores brilhantes e alegres - fora dos padrões usuais •Simplificação dos elementos decorativos; •Gosto pela descrição minuciosa; •Visão idealizada da natureza; •Presença de elementos do universo onírico;
  • 9. O artista utiliza experiências pessoais, oriundas de sua convivência com o meio e cultura geral, sendo assim, há uma pequena esfera cultural embutida na Arte Naif. Mesmo assim, estudiosos deste conceito, a comparam a um tipo de arte primitiva e infantil, sem sofisticação ou requinte sistemático. As fofoqueiras- Rosângela Borges
  • 10. O ícone da Arte Naif é Henri Rousseau, pintor especialista em cores, considerado por muitos como precursor da corrente e principal artista. Henri não possuía educação geral, nem tampouco conhecimento em arte ou pintura. Ao levar a público, sua primeira obra denominada “Um dia de carnaval”, no Salão dos Independentes, o artista foi severamente criticado por ignorar princípios básicos de geometria e perspectiva. HENRI ROUSSEAU - Luxembourg Gardens, 1909
  • 11. Três corações - 40x60 Isabel de Jesus
  • 12. Vaso com flores na paisagem - 80x60 Ernani Pavaneli
  • 13. Tarde alegre - 33x41 Teles
  • 15. Heitor dos Prazeres - Lavadeira