SlideShare uma empresa Scribd logo
PEQUIM 2008 VELA PARAOLÍMPICA BRASILEIRA
A VELA PARAOLÍMPICA NO BRASIL ,[object Object],[object Object],[object Object]
A VELA PARAOLÍMPICA NO BRASIL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A VELA PARAOLÍMPICA NO BRASIL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
AS PARAOLIMÍADAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PROJETO VELA PARAOLÍMPICA  PEQUIM 2008 ,[object Object],[object Object],[object Object]
COMO VOCÊ PODE AJUDAR ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CONHEÇA MELHOR A VELA PARAOLÍMPICA BRASILEIRA CLIQUE NA IMAGEM
BENEFÍCIOS AOS PATROCINADORES ,[object Object],[object Object],[object Object]
BENEFÍCIOS AOS PATROCINADORES ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
BENEFÍCIOS AOS PATROCINADORES ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
BENEFÍCIOS AOS PATROCINADORES ,[object Object],[object Object]
As crianças que fazem estas perguntas têm aulas diariamente. Passam da quinta série sem saber fazer uma simples multiplicação e não entendem o que lêem.  A Constituição garante o direito a “educação e pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para a cidadania e a qualificação para o trabalho”.
Nádia, uma das fundadoras da  Educadores sem Fronteiras, é  um exemplo de como os jovens têm dificuldades para concluir seus estudos. Sem recursos para pagar uma faculdade, Nádia  prestou vestibular para Pedagogia ou Letras na USP, confiante nas boas notas que sempre teve na escola pública onde estudou. Quando não conseguiu a vaga, sentiu-se enganada, pois o conteúdo das provas ela nunca havia visto em sala de aula. Trabalhando em dois empregos, sem pessoas ou entidades a quem recorrer na periferia, sem tempo e sem computador, ela entrou na USP, depois de várias tentativas. Inspiração Nádia, hoje, é professora em uma escola na região em que mora.
Preocupados em promover uma educação de qualidade, que ultrapasse as fronteiras da periferia e do preconceito, um grupo de amigos se reuniu para discutir uma alternativa. O desejo que os motiva é levar educação às crianças e jovens dispostos a lutar por um futuro melhor. Assim nasceu a  Educadores sem Fronteiras , uma organização não governamental sem fins lucrativos, com o objetivo de complementar o trabalho da escola convencional, por meio de um acompanhamento escolar e dar oportunidade de acesso a novos conhecimentos e novos horizontes.  Quem somos nós
Nossa missão “ Apoiar crianças e adolescentes em risco social, proporcionando o desenvolvimento das potencialidades do cidadão, através da educação complementar e da democratização do conhecimento.”
Público alvo Alunos carentes, cursando a escola formal, da Educação Infantil até  o Pré- Vestibular. Como estratégia de atuação, estamos promovendo educação complementar, com acompanhamento escolar para os seguintes grupos de alunos: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],IDADE ALUNOS TURMAS HORAS  AULA  SEMANA 6 a 10 ANOS 48 8 10 11 a 14 ANOS 64 8 4 15 a 18 ANOS 64 8 4 > de 18 48 6 6 Sexta e sábado 16 TOTAL 224 30
O espaço locado contará com 4 salas de aula, biblioteca multimídia e secretaria. A equipe será composta por 10 educadores, que ministrarão 252 horas/aula semanais, trabalhando em três turnos. Nossa meta é atender 224 crianças e jovens. Infra-estrutura e serviços
Infra-estrutura e serviços O trabalho dos EDUCADORES SEM FRONTEIRAS proporcionará complemento do que foi dado na escola, deixando o aluno em dia com o que a Educação Oficial espera de sua faixa etária e série escolar. ●  Turmas pequenas, no máximo 8 alunos.  ●  Utilização de recursos como música e cinema. ●  Acompanhamento personalizado. ●  Profissionais experientes e qualificados.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Motivos para juntar-se a nós
c) Aumento da renda e qualidade de vida: a educação proporciona maior renda e realização como ser humano. d) Melhora da qualidade de trabalho dos futuros profissionais por meio do apoio à formação dos jovens. Motivos para juntar-se a nós
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Faça parte da transformação que começa pelo Jardim Ângela
Faça parte da transformação que começa pelo Jardim Ângela IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) Jardim Ângela= -0,8 numa escala que vai de -1 a 1 +1 0 -1
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Benefícios para as empresas parceiras
Investimento R$ 55.000,00 R$ 580.000,00 R$ 216,00 Investimento inicial  Custo mensal por aluno  Custo anual previsto
Recursos financeiros são vitais para o desenvolvimento de nossas atividades. A meta da campanha de grandes doadores para a primeira fase será de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).  As doações podem ser em dinheiro, através de depósito ou boleto bancário, com possibilidade de parcelamento. Venha participar deste desafio social. Confira abaixo as categorias que definimos e escolha uma para participar.  Como participar
 
Instituto  Interagir e Educar O Conteúdo desta apresentação é de propriedade e autoria do Instituto Interagir e Educar Missão:   Criar e implantar ferramentas que permitam às Empresas, Escolas e Estudantes interagirem em ações de  Cidadania  e  Meio Ambiente. O que esperar do Instituto  ? - Responsabilidade Social / Ambiental, Credibilidade,  Criatividade e Resultado. Patrocínios e Doações:  - 100% de benefício fiscal sob o valor investido. (Lei Rouanet – Artigo 18)
Instituto Interagir e Educar Instituto  Interagir e Educar BigChain.org Sua História é uma ação social Teatro Educativo Cidadania e Meio Ambiente
[object Object],[object Object],[object Object],BigChain.org Sua história é uma ação social O que é o BigChain.org  ? Instituto  Interagir e Educar BigChain.org Sua História é uma  ação social Teatro Educativo Cidadania e Meio Ambiente
 
 
BigChain.org Sua história é uma ação social EMPRESAS ESTUDANTES ESCOLAS Somente com suporte tecnológico (Web 2.0) podemos fazer girar este ciclo de incentivo a Cidadania e Meio Ambiente. Ciclo  Virtuoso Ofereço atenção as atitudes sociais de meus futuros funcionários. Cidadania e Meio Ambiente é um objetivo comum a todos. Registre histórias sociais próprias ou de familiares e torne-se referência, influenciando também outras pessoas.
Teatro Educativo ,[object Object],Cidadania e Meio Ambiente O que é o Teatro Educativo  de Cidadania e Meio Ambiente  ? Instituto  Interagir e Educar BigChain.org Sua História é uma  ação social Teatro Educativo Cidadania e Meio Ambiente
Teatro Educativo ,[object Object],[object Object],Cidadania e Meio Ambiente Qual o conteúdo do Teatro  ? Sr. Hélio, pai de dois garotos de 5 e 7 anos, recebia o auxílio do governo para poder sustentar a família. Após conseguir um emprego, mesmo com o orçamento apertado, ele pediu o cancelamento do benefício do governo, alegando que agora que estava trabalhando, outras pessoas mais carentes que ele poderiam estar precisando do benefício.
Teatro Educativo ,[object Object],Cidadania e Meio Ambiente Em uma casa simples na vila dos teimosos, mora um homem que tem tudo a ver com o nome do bairro. A persistência e o amor pela leitura fizeram Francisco Nascimento de 48 anos montar uma biblioteca comunitária em sua própria casa. Conhecido pelo apelido de “Santo da Terra”, ele consegue realizar o milagre de trazer para a comunidade carente onde mora o gosto pelos livros.
Teatro Educativo ,[object Object],Cidadania e Meio Ambiente Há uma estimativa que se utilize 1 milhão de sacolas plásticas por minuto no mundo. As sacolas plásticas levam 1.000 anos para se degradar no meio ambiente. Especialistas calculam que 100 mil animais, como baleias, golfinhos, tartarugas e focas, morram por ano após ingerir sacolas plásticas confundidas com alimentos (o plástico permanece no corpo do animal e, depois da sua morte e decomposição, volta ao oceano e é capaz de produzir uma nova vítima).  Nesta apresentação os jovens estudantes aprendem a montar sacolas de lixo com uma folha de jornal.
Teatro Educativo ,[object Object],Cidadania e Meio Ambiente Já parou para pensar para onde vai o óleo de cozinha utilizado para fritar as batatas fritas que amamos tanto  ?  Despejar o óleo de cozinha usado no ralo da pia ou no quintal causa diversos prejuízos ao meio ambiente. Quando descartado na pia, além de entupir o ralo, ele desce pela rede de esgotos e alcança os rios ou o mar criando uma camada em cima da água que impede a penetração solar, causando a morte da fauna aquática, uma vez que a oxigenação da água não é processada. Além disso, o óleo pode ir para o solo, impermeabilizando-o, podendo causar enchentes e, em contato com o sol, elimina gás metano que propicia a chuva ácida.
Teatro Educativo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cidadania e Meio Ambiente OBS: O BigChain tem raízes na escola mas estará disponível por toda a vida de seus usuários que poderão resgatar há qualquer momento referências de cidadania e meio ambiente criadas por eles mesmos.
Bigchain.org  Teatro Educativo ,[object Object],Bigchain.org: Sua história é uma ação social.
Teatro Educativo ,[object Object],[object Object],Cidadania e Meio Ambiente Veja como funciona :
Teatro Educativo ,[object Object],[object Object],[object Object],Cidadania e Meio Ambiente - As cotas de Patrocínio Incentivado são de valores variados. Nossos atuais patrocinadores são :  Apóie também esta iniciativa !!!
Mitra Diocesana de Taubaté Projeto de Restauração da Igreja Nossa Senhora do Rosário - São Luiz do Paraitinga - SP ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Igreja Nossa Senhora do Rosário ,[object Object],[object Object],[object Object],Projeto de Restauração
São Luiz do Paraitinga Cidade pequena, patrimônio grande. Patrimônio Histórico ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Patrimônio Cultural e Religioso Patrimônio Natural ,[object Object]
Igreja Nossa Senhora do Rosário Construção e Estado atual ,[object Object],[object Object]
Objetivos ,[object Object],A restauração ,[object Object]
Equipe Técnica Especializada Lívia Vierno Doutora em Arquitetura e Urbanismo - FAU /USP, 2003. Cristiana Cavaterra Artista Plástica, especialista em restauração. Neil Torres Especialista em Restauração
Restauração da Igreja N. Senhora do Rosário Dados do Projeto Projeto aprovado pelos órgãos CONDEPHAAT , Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico e Artístico do Estado de São Paulo (processo nº 49418/04), em 13/09/2005; Prefeitura Municipal da Estância Turística de São Luiz do Paraitinga , em 24/08/2005; Ministério da Cultura , através do PRONAC nº 062245, em 08/11/2006. Valor O valor total do projeto é de  R$ 1.451.360,88 Prazo para conclusão Com o montante de recursos capitalizados, é prevista a duração das obras de restauração em um prazo de  14 meses .
Para o patrocinador: Benefícios Diretos Vínculo Visibilidade A região desenvolve-se com base no turismo cultural, ambiental e religioso, com boa inserção na mídia nacional e regional. É freqüentemente utilizada como cenário de filmes que ressaltam a cultura e a cidadania.  Mídia Espontânea Será desenvolvido um consistente trabalho de assessoria de imprensa para divulgação do projeto. Assim, pela importância do monumento e das características arquitetônicas da cidade, bem como pelas atividades culturais e pedagógicas que serão desenvolvidas é possível prever uma forte repercussão na grande mídia. Perpetuação da Marca Apoiando essa iniciativa a marca de sua empresa estará vinculada a um trabalho sério e consistente de restauração desse monumento de importante valor arquitetônico, cultural, social e religioso.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Incentivo Fiscal: Lei  Rouanet
Incentivo Fiscal: Exemplo
Para saber outros detalhes sobre o projeto entre em contato conosco !!! PARTICIPE PAULO CONDINO  – (12) 3631-5705 / (12) 9726-0106 [email_address] LIVIA VIERNO  – (12) 3632-2855 (R 35) / (12) 9781-8615 [email_address]
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Booklet Cidadão Global @PUC
Booklet Cidadão Global @PUCBooklet Cidadão Global @PUC
Booklet Cidadão Global @PUC
AIESECPUC
 
Pequeno Eco Cidadão
Pequeno Eco CidadãoPequeno Eco Cidadão
Pequeno Eco Cidadão
João Horácio Garcia Filho
 
Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100
Pery Salgado
 
Cartilha Projeto Epah
Cartilha Projeto EpahCartilha Projeto Epah
Cartilha Projeto Epah
ChristianneG
 
Mais
MaisMais
Relatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidario
Relatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidarioRelatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidario
Relatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidario
Carolina Maciel
 
JORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIO
JORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIOJORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIO
JORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIO
Yuri Girardi
 
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
CADI BRASIL
 
Projeto SURF.ART - Relatório de Atividades
Projeto SURF.ART - Relatório de AtividadesProjeto SURF.ART - Relatório de Atividades
Projeto SURF.ART - Relatório de Atividades
Paulo Canas
 
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na EscolaProjeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
elianegeraldo
 
Projeto de responsabilidade social
Projeto de responsabilidade socialProjeto de responsabilidade social
Projeto de responsabilidade social
SlviaMorais5
 
REVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTO
REVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTOREVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTO
REVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTO
Prefeitura Municipal Coronel Murta
 
Apresentação da Usina de Transformação
Apresentação da Usina de TransformaçãoApresentação da Usina de Transformação
Apresentação da Usina de Transformação
Patrícia Fernanda da Costa Santos
 
Contextos conferências 2009
Contextos conferências 2009Contextos conferências 2009
Contextos conferências 2009
Anselmo Costa
 
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADIRELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
CADI BRASIL
 
projeto - Brasil Fome Zero
projeto - Brasil Fome Zeroprojeto - Brasil Fome Zero
projeto - Brasil Fome Zero
tana bassi
 
Unicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatériaUnicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatéria
IsabelPereira2010
 
Fortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaFortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de Vida
Vocação
 

Mais procurados (18)

Booklet Cidadão Global @PUC
Booklet Cidadão Global @PUCBooklet Cidadão Global @PUC
Booklet Cidadão Global @PUC
 
Pequeno Eco Cidadão
Pequeno Eco CidadãoPequeno Eco Cidadão
Pequeno Eco Cidadão
 
Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100
 
Cartilha Projeto Epah
Cartilha Projeto EpahCartilha Projeto Epah
Cartilha Projeto Epah
 
Mais
MaisMais
Mais
 
Relatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidario
Relatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidarioRelatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidario
Relatório de Gestão - 2013/14 - RioSolidario
 
JORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIO
JORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIOJORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIO
JORNAL UNIFACS VIVA - ABRIL / MAIO
 
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
 
Projeto SURF.ART - Relatório de Atividades
Projeto SURF.ART - Relatório de AtividadesProjeto SURF.ART - Relatório de Atividades
Projeto SURF.ART - Relatório de Atividades
 
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na EscolaProjeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
 
Projeto de responsabilidade social
Projeto de responsabilidade socialProjeto de responsabilidade social
Projeto de responsabilidade social
 
REVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTO
REVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTOREVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTO
REVISTA INFORMATIVA - CORONEL MURTA NO CAMINHO CERTO
 
Apresentação da Usina de Transformação
Apresentação da Usina de TransformaçãoApresentação da Usina de Transformação
Apresentação da Usina de Transformação
 
Contextos conferências 2009
Contextos conferências 2009Contextos conferências 2009
Contextos conferências 2009
 
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADIRELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
 
projeto - Brasil Fome Zero
projeto - Brasil Fome Zeroprojeto - Brasil Fome Zero
projeto - Brasil Fome Zero
 
Unicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatériaUnicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatéria
 
Fortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaFortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de Vida
 

Destaque

Bem vindos a fesssta! he he he
Bem vindos a fesssta! he he heBem vindos a fesssta! he he he
Bem vindos a fesssta! he he he
kellianjos
 
Romantism1
Romantism1Romantism1
Romantism1
Elle Hein
 
Chacha
ChachaChacha
Chacha
taeblagymn
 
Violin Concerto Melody All Violins
Violin Concerto Melody All ViolinsViolin Concerto Melody All Violins
Violin Concerto Melody All Violins
superlibrarian
 
Sebastian pato
Sebastian patoSebastian pato
Sebastian pato
Johan Curiel
 
Run For Lch Sponsordossier
Run For Lch SponsordossierRun For Lch Sponsordossier
Run For Lch Sponsordossier
pietervn
 
Proyecto de programaciòn avanzada moises
Proyecto de programaciòn avanzada  moisesProyecto de programaciòn avanzada  moises
Proyecto de programaciòn avanzada moises
Bartender
 
Proj Travessia Canal 2010
Proj Travessia Canal 2010Proj Travessia Canal 2010
Proj Travessia Canal 2010
Vanguardia Interactive
 
Usa ja Mehhiko kunst
Usa ja Mehhiko  kunstUsa ja Mehhiko  kunst
Usa ja Mehhiko kunstjpg12b
 
Environmental Communication in Mae Moh, Thailand
Environmental Communication in Mae Moh, ThailandEnvironmental Communication in Mae Moh, Thailand
Environmental Communication in Mae Moh, Thailand
Rick Vaz
 

Destaque (10)

Bem vindos a fesssta! he he he
Bem vindos a fesssta! he he heBem vindos a fesssta! he he he
Bem vindos a fesssta! he he he
 
Romantism1
Romantism1Romantism1
Romantism1
 
Chacha
ChachaChacha
Chacha
 
Violin Concerto Melody All Violins
Violin Concerto Melody All ViolinsViolin Concerto Melody All Violins
Violin Concerto Melody All Violins
 
Sebastian pato
Sebastian patoSebastian pato
Sebastian pato
 
Run For Lch Sponsordossier
Run For Lch SponsordossierRun For Lch Sponsordossier
Run For Lch Sponsordossier
 
Proyecto de programaciòn avanzada moises
Proyecto de programaciòn avanzada  moisesProyecto de programaciòn avanzada  moises
Proyecto de programaciòn avanzada moises
 
Proj Travessia Canal 2010
Proj Travessia Canal 2010Proj Travessia Canal 2010
Proj Travessia Canal 2010
 
Usa ja Mehhiko kunst
Usa ja Mehhiko  kunstUsa ja Mehhiko  kunst
Usa ja Mehhiko kunst
 
Environmental Communication in Mae Moh, Thailand
Environmental Communication in Mae Moh, ThailandEnvironmental Communication in Mae Moh, Thailand
Environmental Communication in Mae Moh, Thailand
 

Semelhante a Apresentaçãoflac

Apresentação CIEE
Apresentação CIEEApresentação CIEE
Apresentação CIEE
Fórum Habilis
 
Projeto educação integral mensageiros x cne
Projeto educação integral mensageiros x cneProjeto educação integral mensageiros x cne
Projeto educação integral mensageiros x cne
ONGMensageiros
 
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São PauloApresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Universidade Metodista de São Paulo
 
NURAP - Mostra Campus
NURAP - Mostra Campus NURAP - Mostra Campus
NURAP - Mostra Campus
SOL MARKETING EDUCACIONAL
 
Institucional apresentando o makanudos
Institucional   apresentando o makanudosInstitucional   apresentando o makanudos
Institucional apresentando o makanudos
ONG MAKANUDOS
 
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Vocação
 
20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef
Onésimo Remígio
 
Voluntários em todo o mundo
Voluntários em todo o mundoVoluntários em todo o mundo
Voluntários em todo o mundo
Mérito Brasil
 
Apresentação Institucional AMIGAB
Apresentação Institucional AMIGABApresentação Institucional AMIGAB
Apresentação Institucional AMIGAB
Grupo Águia Branca
 
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Vocação
 
Articulação Sociocultural Proac 2015
Articulação Sociocultural Proac 2015Articulação Sociocultural Proac 2015
Articulação Sociocultural Proac 2015
Gustavo Sousa
 
Rp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - Portão
Rp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - PortãoRp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - Portão
Rp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - Portão
agexcom
 
Jovens de Ação 2015
Jovens de Ação 2015Jovens de Ação 2015
Jovens de Ação 2015
Gustavo Sousa
 
Jovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCADJovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCAD
Vocação
 
Fundação Gol de Letra - Apresentação Institucional
Fundação Gol de Letra - Apresentação InstitucionalFundação Gol de Letra - Apresentação Institucional
Fundação Gol de Letra - Apresentação Institucional
jacawajo
 
PJ-MAIS - Apresentação Geral
PJ-MAIS - Apresentação GeralPJ-MAIS - Apresentação Geral
Mulheres mil codir (2)
Mulheres mil   codir (2)Mulheres mil   codir (2)
Mulheres mil codir (2)
miguel zadoreski
 
PPP 2016 dialogado 18-03-16
PPP 2016 dialogado 18-03-16PPP 2016 dialogado 18-03-16
PPP 2016 dialogado 18-03-16
Marcos Peter Pinheiro Eça
 
Madrugadão
MadrugadãoMadrugadão
Madrugadão
StefaniKafer
 
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Vocação
 

Semelhante a Apresentaçãoflac (20)

Apresentação CIEE
Apresentação CIEEApresentação CIEE
Apresentação CIEE
 
Projeto educação integral mensageiros x cne
Projeto educação integral mensageiros x cneProjeto educação integral mensageiros x cne
Projeto educação integral mensageiros x cne
 
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São PauloApresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
 
NURAP - Mostra Campus
NURAP - Mostra Campus NURAP - Mostra Campus
NURAP - Mostra Campus
 
Institucional apresentando o makanudos
Institucional   apresentando o makanudosInstitucional   apresentando o makanudos
Institucional apresentando o makanudos
 
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
 
20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef
 
Voluntários em todo o mundo
Voluntários em todo o mundoVoluntários em todo o mundo
Voluntários em todo o mundo
 
Apresentação Institucional AMIGAB
Apresentação Institucional AMIGABApresentação Institucional AMIGAB
Apresentação Institucional AMIGAB
 
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
 
Articulação Sociocultural Proac 2015
Articulação Sociocultural Proac 2015Articulação Sociocultural Proac 2015
Articulação Sociocultural Proac 2015
 
Rp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - Portão
Rp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - PortãoRp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - Portão
Rp Em Acao - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE - Portão
 
Jovens de Ação 2015
Jovens de Ação 2015Jovens de Ação 2015
Jovens de Ação 2015
 
Jovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCADJovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCAD
 
Fundação Gol de Letra - Apresentação Institucional
Fundação Gol de Letra - Apresentação InstitucionalFundação Gol de Letra - Apresentação Institucional
Fundação Gol de Letra - Apresentação Institucional
 
PJ-MAIS - Apresentação Geral
PJ-MAIS - Apresentação GeralPJ-MAIS - Apresentação Geral
PJ-MAIS - Apresentação Geral
 
Mulheres mil codir (2)
Mulheres mil   codir (2)Mulheres mil   codir (2)
Mulheres mil codir (2)
 
PPP 2016 dialogado 18-03-16
PPP 2016 dialogado 18-03-16PPP 2016 dialogado 18-03-16
PPP 2016 dialogado 18-03-16
 
Madrugadão
MadrugadãoMadrugadão
Madrugadão
 
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
 

Mais de Michel Freller

INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos - UPF ou OSCI...
INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos  - UPF ou OSCI...INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos  - UPF ou OSCI...
INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos - UPF ou OSCI...
Michel Freller
 
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel frellerLivro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
Michel Freller
 
Manual+juntos.com.vc+2016
Manual+juntos.com.vc+2016Manual+juntos.com.vc+2016
Manual+juntos.com.vc+2016
Michel Freller
 
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel frellerLivro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
Michel Freller
 
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel FrellerIncentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Michel Freller
 
Estrategias imp final_1015
Estrategias imp final_1015Estrategias imp final_1015
Estrategias imp final_1015
Michel Freller
 
Captação plano generico 301008
Captação plano generico 301008Captação plano generico 301008
Captação plano generico 301008
Michel Freller
 
Maraba Captação e marco regulatório _ sha
Maraba Captação e marco regulatório _ shaMaraba Captação e marco regulatório _ sha
Maraba Captação e marco regulatório _ sha
Michel Freller
 
Ferramentas de Planejamento e Gestão para ONGs
Ferramentas de Planejamento e Gestão para ONGsFerramentas de Planejamento e Gestão para ONGs
Ferramentas de Planejamento e Gestão para ONGs
Michel Freller
 
Incentivos fiscais 0915 cult
Incentivos fiscais 0915 cultIncentivos fiscais 0915 cult
Incentivos fiscais 0915 cult
Michel Freller
 
Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815
Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815
Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815
Michel Freller
 
Empresas 0715 sha
Empresas 0715 shaEmpresas 0715 sha
Empresas 0715 sha
Michel Freller
 
Dialogos da filantropia 040715 sha
Dialogos da filantropia 040715 shaDialogos da filantropia 040715 sha
Dialogos da filantropia 040715 sha
Michel Freller
 
4estratgias0315 sha
4estratgias0315 sha4estratgias0315 sha
4estratgias0315 sha
Michel Freller
 
Masterclass cultura michel&suellen
Masterclass cultura michel&suellenMasterclass cultura michel&suellen
Masterclass cultura michel&suellen
Michel Freller
 
Tese elisa accountability
Tese elisa accountabilityTese elisa accountability
Tese elisa accountability
Michel Freller
 
Aula editais 0515 sha
Aula editais 0515 shaAula editais 0515 sha
Aula editais 0515 sha
Michel Freller
 
Empresas e marketing relação
Empresas e marketing relaçãoEmpresas e marketing relação
Empresas e marketing relação
Michel Freller
 
4 estratégias 0315
4 estratégias 03154 estratégias 0315
4 estratégias 0315
Michel Freller
 
Editais im 0215_aula_4_sha
Editais im 0215_aula_4_shaEditais im 0215_aula_4_sha
Editais im 0215_aula_4_sha
Michel Freller
 

Mais de Michel Freller (20)

INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos - UPF ou OSCI...
INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos  - UPF ou OSCI...INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos  - UPF ou OSCI...
INCENTIVOS FISCAIS - Doação para entidades sem fins lucrativos - UPF ou OSCI...
 
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel frellerLivro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
 
Manual+juntos.com.vc+2016
Manual+juntos.com.vc+2016Manual+juntos.com.vc+2016
Manual+juntos.com.vc+2016
 
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel frellerLivro guia sobre_incentivos_michel freller
Livro guia sobre_incentivos_michel freller
 
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel FrellerIncentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
 
Estrategias imp final_1015
Estrategias imp final_1015Estrategias imp final_1015
Estrategias imp final_1015
 
Captação plano generico 301008
Captação plano generico 301008Captação plano generico 301008
Captação plano generico 301008
 
Maraba Captação e marco regulatório _ sha
Maraba Captação e marco regulatório _ shaMaraba Captação e marco regulatório _ sha
Maraba Captação e marco regulatório _ sha
 
Ferramentas de Planejamento e Gestão para ONGs
Ferramentas de Planejamento e Gestão para ONGsFerramentas de Planejamento e Gestão para ONGs
Ferramentas de Planejamento e Gestão para ONGs
 
Incentivos fiscais 0915 cult
Incentivos fiscais 0915 cultIncentivos fiscais 0915 cult
Incentivos fiscais 0915 cult
 
Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815
Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815
Captação de recursos GESC - CeA, Roche, FISESP_0815
 
Empresas 0715 sha
Empresas 0715 shaEmpresas 0715 sha
Empresas 0715 sha
 
Dialogos da filantropia 040715 sha
Dialogos da filantropia 040715 shaDialogos da filantropia 040715 sha
Dialogos da filantropia 040715 sha
 
4estratgias0315 sha
4estratgias0315 sha4estratgias0315 sha
4estratgias0315 sha
 
Masterclass cultura michel&suellen
Masterclass cultura michel&suellenMasterclass cultura michel&suellen
Masterclass cultura michel&suellen
 
Tese elisa accountability
Tese elisa accountabilityTese elisa accountability
Tese elisa accountability
 
Aula editais 0515 sha
Aula editais 0515 shaAula editais 0515 sha
Aula editais 0515 sha
 
Empresas e marketing relação
Empresas e marketing relaçãoEmpresas e marketing relação
Empresas e marketing relação
 
4 estratégias 0315
4 estratégias 03154 estratégias 0315
4 estratégias 0315
 
Editais im 0215_aula_4_sha
Editais im 0215_aula_4_shaEditais im 0215_aula_4_sha
Editais im 0215_aula_4_sha
 

Apresentaçãoflac

  • 1. PEQUIM 2008 VELA PARAOLÍMPICA BRASILEIRA
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. CONHEÇA MELHOR A VELA PARAOLÍMPICA BRASILEIRA CLIQUE NA IMAGEM
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. As crianças que fazem estas perguntas têm aulas diariamente. Passam da quinta série sem saber fazer uma simples multiplicação e não entendem o que lêem. A Constituição garante o direito a “educação e pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para a cidadania e a qualificação para o trabalho”.
  • 15. Nádia, uma das fundadoras da Educadores sem Fronteiras, é um exemplo de como os jovens têm dificuldades para concluir seus estudos. Sem recursos para pagar uma faculdade, Nádia prestou vestibular para Pedagogia ou Letras na USP, confiante nas boas notas que sempre teve na escola pública onde estudou. Quando não conseguiu a vaga, sentiu-se enganada, pois o conteúdo das provas ela nunca havia visto em sala de aula. Trabalhando em dois empregos, sem pessoas ou entidades a quem recorrer na periferia, sem tempo e sem computador, ela entrou na USP, depois de várias tentativas. Inspiração Nádia, hoje, é professora em uma escola na região em que mora.
  • 16. Preocupados em promover uma educação de qualidade, que ultrapasse as fronteiras da periferia e do preconceito, um grupo de amigos se reuniu para discutir uma alternativa. O desejo que os motiva é levar educação às crianças e jovens dispostos a lutar por um futuro melhor. Assim nasceu a Educadores sem Fronteiras , uma organização não governamental sem fins lucrativos, com o objetivo de complementar o trabalho da escola convencional, por meio de um acompanhamento escolar e dar oportunidade de acesso a novos conhecimentos e novos horizontes. Quem somos nós
  • 17. Nossa missão “ Apoiar crianças e adolescentes em risco social, proporcionando o desenvolvimento das potencialidades do cidadão, através da educação complementar e da democratização do conhecimento.”
  • 18.
  • 19. O espaço locado contará com 4 salas de aula, biblioteca multimídia e secretaria. A equipe será composta por 10 educadores, que ministrarão 252 horas/aula semanais, trabalhando em três turnos. Nossa meta é atender 224 crianças e jovens. Infra-estrutura e serviços
  • 20. Infra-estrutura e serviços O trabalho dos EDUCADORES SEM FRONTEIRAS proporcionará complemento do que foi dado na escola, deixando o aluno em dia com o que a Educação Oficial espera de sua faixa etária e série escolar. ● Turmas pequenas, no máximo 8 alunos. ● Utilização de recursos como música e cinema. ● Acompanhamento personalizado. ● Profissionais experientes e qualificados.
  • 21.
  • 22. c) Aumento da renda e qualidade de vida: a educação proporciona maior renda e realização como ser humano. d) Melhora da qualidade de trabalho dos futuros profissionais por meio do apoio à formação dos jovens. Motivos para juntar-se a nós
  • 23.
  • 24. Faça parte da transformação que começa pelo Jardim Ângela IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) Jardim Ângela= -0,8 numa escala que vai de -1 a 1 +1 0 -1
  • 25.
  • 26. Investimento R$ 55.000,00 R$ 580.000,00 R$ 216,00 Investimento inicial Custo mensal por aluno Custo anual previsto
  • 27. Recursos financeiros são vitais para o desenvolvimento de nossas atividades. A meta da campanha de grandes doadores para a primeira fase será de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). As doações podem ser em dinheiro, através de depósito ou boleto bancário, com possibilidade de parcelamento. Venha participar deste desafio social. Confira abaixo as categorias que definimos e escolha uma para participar. Como participar
  • 28.  
  • 29. Instituto Interagir e Educar O Conteúdo desta apresentação é de propriedade e autoria do Instituto Interagir e Educar Missão: Criar e implantar ferramentas que permitam às Empresas, Escolas e Estudantes interagirem em ações de Cidadania e Meio Ambiente. O que esperar do Instituto ? - Responsabilidade Social / Ambiental, Credibilidade, Criatividade e Resultado. Patrocínios e Doações: - 100% de benefício fiscal sob o valor investido. (Lei Rouanet – Artigo 18)
  • 30. Instituto Interagir e Educar Instituto Interagir e Educar BigChain.org Sua História é uma ação social Teatro Educativo Cidadania e Meio Ambiente
  • 31.
  • 32.  
  • 33.  
  • 34. BigChain.org Sua história é uma ação social EMPRESAS ESTUDANTES ESCOLAS Somente com suporte tecnológico (Web 2.0) podemos fazer girar este ciclo de incentivo a Cidadania e Meio Ambiente. Ciclo Virtuoso Ofereço atenção as atitudes sociais de meus futuros funcionários. Cidadania e Meio Ambiente é um objetivo comum a todos. Registre histórias sociais próprias ou de familiares e torne-se referência, influenciando também outras pessoas.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49. Equipe Técnica Especializada Lívia Vierno Doutora em Arquitetura e Urbanismo - FAU /USP, 2003. Cristiana Cavaterra Artista Plástica, especialista em restauração. Neil Torres Especialista em Restauração
  • 50. Restauração da Igreja N. Senhora do Rosário Dados do Projeto Projeto aprovado pelos órgãos CONDEPHAAT , Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico e Artístico do Estado de São Paulo (processo nº 49418/04), em 13/09/2005; Prefeitura Municipal da Estância Turística de São Luiz do Paraitinga , em 24/08/2005; Ministério da Cultura , através do PRONAC nº 062245, em 08/11/2006. Valor O valor total do projeto é de R$ 1.451.360,88 Prazo para conclusão Com o montante de recursos capitalizados, é prevista a duração das obras de restauração em um prazo de 14 meses .
  • 51. Para o patrocinador: Benefícios Diretos Vínculo Visibilidade A região desenvolve-se com base no turismo cultural, ambiental e religioso, com boa inserção na mídia nacional e regional. É freqüentemente utilizada como cenário de filmes que ressaltam a cultura e a cidadania. Mídia Espontânea Será desenvolvido um consistente trabalho de assessoria de imprensa para divulgação do projeto. Assim, pela importância do monumento e das características arquitetônicas da cidade, bem como pelas atividades culturais e pedagógicas que serão desenvolvidas é possível prever uma forte repercussão na grande mídia. Perpetuação da Marca Apoiando essa iniciativa a marca de sua empresa estará vinculada a um trabalho sério e consistente de restauração desse monumento de importante valor arquitetônico, cultural, social e religioso.
  • 52.
  • 54. Para saber outros detalhes sobre o projeto entre em contato conosco !!! PARTICIPE PAULO CONDINO – (12) 3631-5705 / (12) 9726-0106 [email_address] LIVIA VIERNO – (12) 3632-2855 (R 35) / (12) 9781-8615 [email_address]
  • 55.