SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade Federal Fluminense
PPGMC – Programa de Pós Graduação em Mídia e Cotidiano
– IACS
Disciplina: Mídia e Cotidiano
Aluna: Tatiana Cioni Couto
Da reificação ao grão utópico: como as redes sociais podem legitimar
ideologias ou ajudar a revolucionar um país
A entrada da Internet
• A internet ajudou a alastrar o capital e tornar-se um grande fluxo de
negócios
• Ligação em redes (CASTELLS, 1999).
• Segundo DELEUZE (2010): Formação da sociedade de controle (a
serpente): novas formas de circulação e distribuição de produtos.
Automação, trabalho temporário, homem endividado.
• Interconexão de empresas, investimentos, bancos, pessoas e fluxo de
negócios CASTELLS (1999, p.233): “Nesse sentido, a empresa em rede
concretiza a cultura da economia informacional/global: transforma
sinais em commodities, processando conhecimentos”.
Propagação de signos
• Circulação de signos sociais mundiais; consumo dos signos; irradiação
de fluxo de informações, difusão de ideologias e padrões de
consumo; favorecimento da hegemonia e da formação do consenso
(MORAES, p.1997.p.10)
• A velocidade da Internet e os estreitamentos de distâncias permitem
que informações circulem pelo mundo e facilitam assim os signos
mundializados criarem raízes. Assim, é fácil reconhecer Madonna, Mc
Donalds, Nestlé, Steven Spilberg, Julia Roberts, Antonio Banderas,
Rolling Stones (MORAES, 1998).
Construções de estruturas
• Construção de estruturas pelo meio da Rede de Mídias, “onde
cotidianidade, mediação, senso comum e opinião pública se
entrelaçam” (MORETZSOHN, 2000, p.36).
• TV, Jornal, Revista, rádios, sites formam uma rede de mídias que
circulam diversas mensagens culturais.
Redes Sociais : Comunidades Virtuais
• Entrada das redes sociais – Década de 90 (CASTELLS, 1999).
• Aparecimento de comunidades virtuais: Locais de propagação de
hegemonias e ideologias. Possibilidade tanto da reificação de valores,
como de ampliação de debates políticos e mobilizações
(ciberativismo).
Facebook
• Maior ferramenta de comunicação na Internet atual (RECUERO, 2012
p.15). Entre as características da rede pode-se a presença de todas as
mídias em um só local, com a possibilidade de som (áudio), imagem
(foto), vídeos e texto.
• Entrar no Facebook diariamente é um ato cotidiano realizado por
milhões de usuários, onde cada indivíduo participa ativamente sua
vida com outras pessoas em rede (HELLER,2008).
Reificação de valores
• A validade das mensagens, expressões e valores são possibilitadas
pelas práticas cotidianas de entrar no Facebook e compartilhar as
imagens. A possibilidade de construções de sensos comuns dentro de
comunidades virtuais pode facilitar o empobrecimento da discussão,
para piadas ou ataques ao governo. Na página Meu Congresso é
minha Lata de Lixo há reunião de fãs na página que concordam com
tudo que é postado, permitindo certa reificação de assuntos políticos
(ANTUNES, 2006, p.150).
• Exemplos de páginas virtuais que permitem piadas: Meu congresso é
minha lata de lixo (
https://www.facebook.com/OCongressoEMinhaLataDeLixo?fref=ts).
O local tem diversas piadas sobre o governo atual.
Ciberativismo
• Os movimentos ativistas encontram nas redes sociais um lugar para
difundir informações, recrutar indivíduos para participar das causas e
debater assuntos através da utilização de instrumentos de
cooperação, colaboração e livre expressão potencializada pela Web
2.0 (ANTOUN, 2008).
• Foram palco de mobilizações como ajuda para Santa Catarina na
época do alagamento; da eleição americana de Barack Obama
utilizando largamente as redes sociais (RECUERO, 2010).
• O ambiente interativo, cooperativo e descentralizado da Internet
introduz um componente criativo nas lutas sociais (MORAES, 2001)
Elementos do Facebook no ciberativismo
• Alta interação
• Cultura da participação, descrita por SHIRKY, 2011 com as seguintes
características: possibilidade de se manifestar quantas vezes quiser;
capacidade de fazer com que pessoas trabalhem juntas; ferramentas
que permitem a cultura do compartilhamento ; colaboração on-line e
comprometimento de grupos menores que partilham a criação de
algo de valor .
• Convergência das mídias. Descrita por JENKINS (2009): circulação de
conteúdos por meio de diferentes sistemas de mídia; inteligência
coletiva como forma de utopia realizável; diferentes oportunidades
para participação.
Movimentos de Rua no Facebook
• Páginas da Maior Arquibancada do Brasil
• (https://www.facebook.com/MovimentoVemPraRua).
• https://www.facebook.com/pages/Vem-Pra-Rua-A-Maior-Arquibancada-Do-Brasil/208431769307697?fref=
• https://www.facebook.com/AMaiorArquibancadaDoBrasil?fref=ts
• https://www.facebook.com/AnonymousBRES?ref=ts&fref=ts
• https://www.facebook.com/maiorarquibancadadobrasil?ref=ts&fref=ts
• https://www.facebook.com/pages/Vem-pra-Rua-pq-a-Rua-%C3%A9-a-maior-Arquibancada-do-
Brasil/170941569747484?ref=ts&fref=ts
• https://www.facebook.com/pages/Vem-pra-Rua-pq-a-Rua-%C3%A9-a-maior-Arquibancada-do-
Brasil/170941569747484?ref=ts&fref=ts
• https://www.facebook.com/VemPraRuaQueEAMaiorArquibancadaDoBrasil?ref=ts&fref=ts
• https://www.facebook.com/dirsolidariedade?ref=ts&fref=ts
• Tais páginas funcionam como canais na direção da coletividade,
saindo da reificação e procurar uma brecha de esperança do
conformismo (JAMESON, 1980).
Considerações finais
• Acredita-se que nas redes sociais pode-se haver tanto reificação de
valores como o grão de utopia. Basta saber como utilizar da
ferramenta: se é para agregar conhecimento e construir valores
(SHIRYKY 2011; JENKINS 2009) ou se é para construir sensos comuns
e hegemonias favoráveis para reificação de valores e propagação de
signos(MORAES, 1997).
Referências bibliográficas
• ANTOUN, Henrique (org.). Web 2.0: participação e vigilância na era da comunicação distribuída. RJ: Mauad X, 2008.
• ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho. SP: Boitempo, 2006.
• CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede, volume 1. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 1999
• DELEUZE, Gilles. Conversações.. 2ª.ed. São Paulo: 34, 2010
• HELLER. Agnes. O Cotidiano e a História. São Paulo: Paz e Terra, 2008.
• JAMESON, Frederic. Reificação e utopia na Cultura de Massa. In: As marcas do visível. Rio de Janeiro: Graal, 1995.
• JENKINS. Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2009
• MORAES, Dênis. O Concreto e o virtual. RJ: DP&A,2001.
• _________Dênis. O Planeta Mídia: tendências da comunicação na era global. Campo Grande: Letra Livre, 1998.
• _________Dênis de (org.). Globalização, Mídia e Cultura Contemporânea. Campo Grande: Letra livre, 1997.
• MORETZSOHN, Sylvia. Pensando contra os fatos. Jornalismo e cotidiano: do senso comum ao senso crítico. Rio de Janeiro: Revan,
2007.
• RECUERO. Raquel. A conversação em rede: Comunicação Mediada pelo Computador e as Redes Sociais na Internet . Porto Alegre:
Sulina, 2012.
• __________. Raquel. Redes Sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, 2010.
• SHIRKY, Clay. A cultura da participação: criatividade e generosidade no mundo conectado. Rio de Janeiro: Zahar, 2011. SHIRKY,
Clay.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pierre Levy - Ciberdemocracia
Pierre Levy - CiberdemocraciaPierre Levy - Ciberdemocracia
Pierre Levy - Ciberdemocracia
kellyhbastos
 
Ciberdemocracia
CiberdemocraciaCiberdemocracia
Ciberdemocracia
eduecibercultura
 
Internet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitais
Internet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitaisInternet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitais
Internet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitais
Nina Santos
 
Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia
jornalismounipampaoficial
 
Ciberativismo
CiberativismoCiberativismo
Ciberativismo
Joao Carlos Caribe
 
Parte 04 mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)
Parte 04   mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)Parte 04   mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)
Parte 04 mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)
Erika Zuza
 
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de LévyInteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Aline Corso
 
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massivaEaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
José Erigleidson da Silva
 
Cultura da Convergência
Cultura da ConvergênciaCultura da Convergência
Cultura da Convergência
Maurício Martins
 
Definição de sociedade em rede
Definição de sociedade em redeDefinição de sociedade em rede
Definição de sociedade em rede
Adelaide Dias
 
Em direção a uma ciberdemocracia planetária
Em direção a uma ciberdemocracia planetáriaEm direção a uma ciberdemocracia planetária
Em direção a uma ciberdemocracia planetária
Jose Mendes
 
TML - Educação e Sociedadade midiática
TML - Educação e  Sociedadade midiáticaTML - Educação e  Sociedadade midiática
TML - Educação e Sociedadade midiática
André Morrevi
 
O conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digitalO conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digital
Aline Corso
 
O Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiáticaO Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiática
Miguel Pincerno
 
Cultura De Midia E Cultura Digital
Cultura De Midia E Cultura DigitalCultura De Midia E Cultura Digital
Cultura De Midia E Cultura Digital
Janine Barbosa
 
Castells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-cultura
Castells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-culturaCastells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-cultura
Castells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-cultura
João Dutra
 
Jornalismo online e redes sociais na internet
Jornalismo online e redes sociais na internetJornalismo online e redes sociais na internet
Jornalismo online e redes sociais na internet
Tiago Nogueira
 
Comunicação digital e redes sociais em tempos de cibercultura
Comunicação digital e redes sociais em tempos de ciberculturaComunicação digital e redes sociais em tempos de cibercultura
Comunicação digital e redes sociais em tempos de cibercultura
Marco Bonito
 
Prova cibercultura 1 anab
Prova cibercultura 1 anabProva cibercultura 1 anab
Prova cibercultura 1 anab
eduecibercultura
 
Em tempos de cibercultura
Em tempos de ciberculturaEm tempos de cibercultura
Em tempos de cibercultura
Renata Castro
 

Mais procurados (20)

Pierre Levy - Ciberdemocracia
Pierre Levy - CiberdemocraciaPierre Levy - Ciberdemocracia
Pierre Levy - Ciberdemocracia
 
Ciberdemocracia
CiberdemocraciaCiberdemocracia
Ciberdemocracia
 
Internet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitais
Internet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitaisInternet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitais
Internet e política: imagem e visibilidade em plataformas digitais
 
Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia
 
Ciberativismo
CiberativismoCiberativismo
Ciberativismo
 
Parte 04 mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)
Parte 04   mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)Parte 04   mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)
Parte 04 mídias oneline 24.11.2012 (versão pública)
 
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de LévyInteligência coletiva sob a ótica de Lévy
Inteligência coletiva sob a ótica de Lévy
 
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massivaEaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
EaD: das mídias de função massiva às mídias de função pós-massiva
 
Cultura da Convergência
Cultura da ConvergênciaCultura da Convergência
Cultura da Convergência
 
Definição de sociedade em rede
Definição de sociedade em redeDefinição de sociedade em rede
Definição de sociedade em rede
 
Em direção a uma ciberdemocracia planetária
Em direção a uma ciberdemocracia planetáriaEm direção a uma ciberdemocracia planetária
Em direção a uma ciberdemocracia planetária
 
TML - Educação e Sociedadade midiática
TML - Educação e  Sociedadade midiáticaTML - Educação e  Sociedadade midiática
TML - Educação e Sociedadade midiática
 
O conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digitalO conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digital
 
O Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiáticaO Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiática
 
Cultura De Midia E Cultura Digital
Cultura De Midia E Cultura DigitalCultura De Midia E Cultura Digital
Cultura De Midia E Cultura Digital
 
Castells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-cultura
Castells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-culturaCastells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-cultura
Castells a-era-da-informacao-economia-sociedade-e-cultura
 
Jornalismo online e redes sociais na internet
Jornalismo online e redes sociais na internetJornalismo online e redes sociais na internet
Jornalismo online e redes sociais na internet
 
Comunicação digital e redes sociais em tempos de cibercultura
Comunicação digital e redes sociais em tempos de ciberculturaComunicação digital e redes sociais em tempos de cibercultura
Comunicação digital e redes sociais em tempos de cibercultura
 
Prova cibercultura 1 anab
Prova cibercultura 1 anabProva cibercultura 1 anab
Prova cibercultura 1 anab
 
Em tempos de cibercultura
Em tempos de ciberculturaEm tempos de cibercultura
Em tempos de cibercultura
 

Semelhante a Apresentacao redes sociais e movimentos de rua

Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013
Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013
Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013
Renato Martinelli
 
EDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaqueline
EDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaquelineEDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaqueline
EDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaqueline
Jaqueline Maciel
 
Educação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade MidiáticaEducação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade Midiática
AlexandreMagnum
 
Aula 15 A Sociedade em Rede
Aula 15   A Sociedade em RedeAula 15   A Sociedade em Rede
Aula 15 A Sociedade em Rede
Elizeu Nascimento Silva
 
Como evangelizar nas mídias sociais
Como evangelizar nas mídias sociaisComo evangelizar nas mídias sociais
Como evangelizar nas mídias sociais
Fabíola Goulart
 
1 a evolução da comunicação
1  a evolução da comunicação1  a evolução da comunicação
1 a evolução da comunicação
interativoweb
 
Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...
Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...
Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...
Elis Monteiro
 
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Viviane de Carvalho
 
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvadorApresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
Vera Lúcia Vieira (Vera Vernareccia)
 
As mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociais
As mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociaisAs mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociais
As mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociais
Mauro de Oliveira
 
Comunicação comparada - Aula 2
 Comunicação comparada -  Aula 2 Comunicação comparada -  Aula 2
Comunicação comparada - Aula 2
Cláudia
 
Jornalismo e mídias sociais digitais
Jornalismo e mídias sociais digitaisJornalismo e mídias sociais digitais
Jornalismo e mídias sociais digitais
Luciana Carvalho
 
Henry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da ConvergênciaHenry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da Convergência
Marco Anuschek
 
Educar na Cultura Digital
Educar na Cultura DigitalEducar na Cultura Digital
Educar na Cultura Digital
Editora Moderna
 
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidadeColetivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Antonio Carlos Benvindo
 
Educomunicando novos pátios
Educomunicando novos pátiosEducomunicando novos pátios
Educomunicando novos pátios
Antonia Alves
 
Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10
Madalena Buscarioli
 
Projeto Redes Sociais
Projeto Redes SociaisProjeto Redes Sociais
Projeto Redes Sociais
Márcio Palmeira
 
Apresentação II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- Confibercom
Apresentação  II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- ConfibercomApresentação  II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- Confibercom
Apresentação II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- Confibercom
Tatiana Couto
 
A Primavera Árabe e a Revolução Semântica
A Primavera Árabe e a Revolução SemânticaA Primavera Árabe e a Revolução Semântica
A Primavera Árabe e a Revolução Semântica
Inês Amaral
 

Semelhante a Apresentacao redes sociais e movimentos de rua (20)

Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013
Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013
Comunicação Digital e Democracia Virtual: Net-ativismo USP 2013
 
EDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaqueline
EDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaquelineEDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaqueline
EDUCAÇÃO PARA LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA - florencia e jaqueline
 
Educação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade MidiáticaEducação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade Midiática
 
Aula 15 A Sociedade em Rede
Aula 15   A Sociedade em RedeAula 15   A Sociedade em Rede
Aula 15 A Sociedade em Rede
 
Como evangelizar nas mídias sociais
Como evangelizar nas mídias sociaisComo evangelizar nas mídias sociais
Como evangelizar nas mídias sociais
 
1 a evolução da comunicação
1  a evolução da comunicação1  a evolução da comunicação
1 a evolução da comunicação
 
Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...
Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...
Aula 1 - MBA estratégico de Marketing Digital Universidade Veiga de Almeida -...
 
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
Quando o virtual transforma-se em real: as Redes Sociais como Ferramentas da ...
 
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvadorApresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
 
As mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociais
As mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociaisAs mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociais
As mudanças na comunicação e o uso adequado de redes sociais
 
Comunicação comparada - Aula 2
 Comunicação comparada -  Aula 2 Comunicação comparada -  Aula 2
Comunicação comparada - Aula 2
 
Jornalismo e mídias sociais digitais
Jornalismo e mídias sociais digitaisJornalismo e mídias sociais digitais
Jornalismo e mídias sociais digitais
 
Henry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da ConvergênciaHenry Jenkins - Cultura da Convergência
Henry Jenkins - Cultura da Convergência
 
Educar na Cultura Digital
Educar na Cultura DigitalEducar na Cultura Digital
Educar na Cultura Digital
 
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidadeColetivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
 
Educomunicando novos pátios
Educomunicando novos pátiosEducomunicando novos pátios
Educomunicando novos pátios
 
Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10
 
Projeto Redes Sociais
Projeto Redes SociaisProjeto Redes Sociais
Projeto Redes Sociais
 
Apresentação II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- Confibercom
Apresentação  II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- ConfibercomApresentação  II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- Confibercom
Apresentação II Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana- Confibercom
 
A Primavera Árabe e a Revolução Semântica
A Primavera Árabe e a Revolução SemânticaA Primavera Árabe e a Revolução Semântica
A Primavera Árabe e a Revolução Semântica
 

Mais de Tatiana Couto

Agendar no meet
Agendar no meetAgendar no meet
Agendar no meet
Tatiana Couto
 
Grotesco e sensacionalismo no jornal
Grotesco e sensacionalismo no jornal Grotesco e sensacionalismo no jornal
Grotesco e sensacionalismo no jornal
Tatiana Couto
 
Corpo smartphone e consumo
Corpo smartphone e consumoCorpo smartphone e consumo
Corpo smartphone e consumo
Tatiana Couto
 
Estratégias de Marketing em Mídias Sociais
Estratégias de Marketing em Mídias SociaisEstratégias de Marketing em Mídias Sociais
Estratégias de Marketing em Mídias Sociais
Tatiana Couto
 
Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...
Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...
Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...
Tatiana Couto
 
Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...
Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...
Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...
Tatiana Couto
 
Seminário cultura do consumo - PGGCOM UFF
Seminário cultura do consumo - PGGCOM UFFSeminário cultura do consumo - PGGCOM UFF
Seminário cultura do consumo - PGGCOM UFF
Tatiana Couto
 
Do advento da internet à catalaxia do ciberespaço
Do advento da internet à catalaxia do ciberespaçoDo advento da internet à catalaxia do ciberespaço
Do advento da internet à catalaxia do ciberespaço
Tatiana Couto
 
Caiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na rede
Caiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na redeCaiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na rede
Caiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na rede
Tatiana Couto
 
Foucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do Saber
Foucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do SaberFoucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do Saber
Foucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do Saber
Tatiana Couto
 
Foucault
FoucaultFoucault
Foucault
Tatiana Couto
 
CASE AIB
CASE AIBCASE AIB
CASE AIB
Tatiana Couto
 
Redes sociais e mobilizacao
Redes sociais e mobilizacaoRedes sociais e mobilizacao
Redes sociais e mobilizacao
Tatiana Couto
 
Comunicacaointegrada
ComunicacaointegradaComunicacaointegrada
Comunicacaointegrada
Tatiana Couto
 
Comunicacaointegrada
ComunicacaointegradaComunicacaointegrada
Comunicacaointegrada
Tatiana Couto
 
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotosFacebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
Tatiana Couto
 
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotosFacebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
Tatiana Couto
 
Panorama das mídias sociais
Panorama das mídias sociaisPanorama das mídias sociais
Panorama das mídias sociais
Tatiana Couto
 

Mais de Tatiana Couto (18)

Agendar no meet
Agendar no meetAgendar no meet
Agendar no meet
 
Grotesco e sensacionalismo no jornal
Grotesco e sensacionalismo no jornal Grotesco e sensacionalismo no jornal
Grotesco e sensacionalismo no jornal
 
Corpo smartphone e consumo
Corpo smartphone e consumoCorpo smartphone e consumo
Corpo smartphone e consumo
 
Estratégias de Marketing em Mídias Sociais
Estratégias de Marketing em Mídias SociaisEstratégias de Marketing em Mídias Sociais
Estratégias de Marketing em Mídias Sociais
 
Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...
Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...
Seminário "Da Teoria da comunicação às teorias de mídia, ou, temperando a epi...
 
Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...
Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...
Convergência e participação: construindo e circulando o discurso do consumo n...
 
Seminário cultura do consumo - PGGCOM UFF
Seminário cultura do consumo - PGGCOM UFFSeminário cultura do consumo - PGGCOM UFF
Seminário cultura do consumo - PGGCOM UFF
 
Do advento da internet à catalaxia do ciberespaço
Do advento da internet à catalaxia do ciberespaçoDo advento da internet à catalaxia do ciberespaço
Do advento da internet à catalaxia do ciberespaço
 
Caiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na rede
Caiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na redeCaiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na rede
Caiu na rede é peixe: Como as empresas estão atraindo os neoconsumidores na rede
 
Foucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do Saber
Foucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do SaberFoucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do Saber
Foucault: Ordem do Discurso e Arqueologia do Saber
 
Foucault
FoucaultFoucault
Foucault
 
CASE AIB
CASE AIBCASE AIB
CASE AIB
 
Redes sociais e mobilizacao
Redes sociais e mobilizacaoRedes sociais e mobilizacao
Redes sociais e mobilizacao
 
Comunicacaointegrada
ComunicacaointegradaComunicacaointegrada
Comunicacaointegrada
 
Comunicacaointegrada
ComunicacaointegradaComunicacaointegrada
Comunicacaointegrada
 
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotosFacebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
 
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotosFacebook: Criando privacidade em suas fotos
Facebook: Criando privacidade em suas fotos
 
Panorama das mídias sociais
Panorama das mídias sociaisPanorama das mídias sociais
Panorama das mídias sociais
 

Último

Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 

Apresentacao redes sociais e movimentos de rua

  • 1. Universidade Federal Fluminense PPGMC – Programa de Pós Graduação em Mídia e Cotidiano – IACS Disciplina: Mídia e Cotidiano Aluna: Tatiana Cioni Couto Da reificação ao grão utópico: como as redes sociais podem legitimar ideologias ou ajudar a revolucionar um país
  • 2. A entrada da Internet • A internet ajudou a alastrar o capital e tornar-se um grande fluxo de negócios • Ligação em redes (CASTELLS, 1999). • Segundo DELEUZE (2010): Formação da sociedade de controle (a serpente): novas formas de circulação e distribuição de produtos. Automação, trabalho temporário, homem endividado. • Interconexão de empresas, investimentos, bancos, pessoas e fluxo de negócios CASTELLS (1999, p.233): “Nesse sentido, a empresa em rede concretiza a cultura da economia informacional/global: transforma sinais em commodities, processando conhecimentos”.
  • 3. Propagação de signos • Circulação de signos sociais mundiais; consumo dos signos; irradiação de fluxo de informações, difusão de ideologias e padrões de consumo; favorecimento da hegemonia e da formação do consenso (MORAES, p.1997.p.10) • A velocidade da Internet e os estreitamentos de distâncias permitem que informações circulem pelo mundo e facilitam assim os signos mundializados criarem raízes. Assim, é fácil reconhecer Madonna, Mc Donalds, Nestlé, Steven Spilberg, Julia Roberts, Antonio Banderas, Rolling Stones (MORAES, 1998).
  • 4. Construções de estruturas • Construção de estruturas pelo meio da Rede de Mídias, “onde cotidianidade, mediação, senso comum e opinião pública se entrelaçam” (MORETZSOHN, 2000, p.36). • TV, Jornal, Revista, rádios, sites formam uma rede de mídias que circulam diversas mensagens culturais.
  • 5. Redes Sociais : Comunidades Virtuais • Entrada das redes sociais – Década de 90 (CASTELLS, 1999). • Aparecimento de comunidades virtuais: Locais de propagação de hegemonias e ideologias. Possibilidade tanto da reificação de valores, como de ampliação de debates políticos e mobilizações (ciberativismo).
  • 6. Facebook • Maior ferramenta de comunicação na Internet atual (RECUERO, 2012 p.15). Entre as características da rede pode-se a presença de todas as mídias em um só local, com a possibilidade de som (áudio), imagem (foto), vídeos e texto. • Entrar no Facebook diariamente é um ato cotidiano realizado por milhões de usuários, onde cada indivíduo participa ativamente sua vida com outras pessoas em rede (HELLER,2008).
  • 7. Reificação de valores • A validade das mensagens, expressões e valores são possibilitadas pelas práticas cotidianas de entrar no Facebook e compartilhar as imagens. A possibilidade de construções de sensos comuns dentro de comunidades virtuais pode facilitar o empobrecimento da discussão, para piadas ou ataques ao governo. Na página Meu Congresso é minha Lata de Lixo há reunião de fãs na página que concordam com tudo que é postado, permitindo certa reificação de assuntos políticos (ANTUNES, 2006, p.150).
  • 8. • Exemplos de páginas virtuais que permitem piadas: Meu congresso é minha lata de lixo ( https://www.facebook.com/OCongressoEMinhaLataDeLixo?fref=ts). O local tem diversas piadas sobre o governo atual.
  • 9. Ciberativismo • Os movimentos ativistas encontram nas redes sociais um lugar para difundir informações, recrutar indivíduos para participar das causas e debater assuntos através da utilização de instrumentos de cooperação, colaboração e livre expressão potencializada pela Web 2.0 (ANTOUN, 2008). • Foram palco de mobilizações como ajuda para Santa Catarina na época do alagamento; da eleição americana de Barack Obama utilizando largamente as redes sociais (RECUERO, 2010). • O ambiente interativo, cooperativo e descentralizado da Internet introduz um componente criativo nas lutas sociais (MORAES, 2001)
  • 10. Elementos do Facebook no ciberativismo • Alta interação • Cultura da participação, descrita por SHIRKY, 2011 com as seguintes características: possibilidade de se manifestar quantas vezes quiser; capacidade de fazer com que pessoas trabalhem juntas; ferramentas que permitem a cultura do compartilhamento ; colaboração on-line e comprometimento de grupos menores que partilham a criação de algo de valor . • Convergência das mídias. Descrita por JENKINS (2009): circulação de conteúdos por meio de diferentes sistemas de mídia; inteligência coletiva como forma de utopia realizável; diferentes oportunidades para participação.
  • 11. Movimentos de Rua no Facebook • Páginas da Maior Arquibancada do Brasil • (https://www.facebook.com/MovimentoVemPraRua). • https://www.facebook.com/pages/Vem-Pra-Rua-A-Maior-Arquibancada-Do-Brasil/208431769307697?fref= • https://www.facebook.com/AMaiorArquibancadaDoBrasil?fref=ts • https://www.facebook.com/AnonymousBRES?ref=ts&fref=ts • https://www.facebook.com/maiorarquibancadadobrasil?ref=ts&fref=ts • https://www.facebook.com/pages/Vem-pra-Rua-pq-a-Rua-%C3%A9-a-maior-Arquibancada-do- Brasil/170941569747484?ref=ts&fref=ts • https://www.facebook.com/pages/Vem-pra-Rua-pq-a-Rua-%C3%A9-a-maior-Arquibancada-do- Brasil/170941569747484?ref=ts&fref=ts • https://www.facebook.com/VemPraRuaQueEAMaiorArquibancadaDoBrasil?ref=ts&fref=ts • https://www.facebook.com/dirsolidariedade?ref=ts&fref=ts
  • 12. • Tais páginas funcionam como canais na direção da coletividade, saindo da reificação e procurar uma brecha de esperança do conformismo (JAMESON, 1980).
  • 13. Considerações finais • Acredita-se que nas redes sociais pode-se haver tanto reificação de valores como o grão de utopia. Basta saber como utilizar da ferramenta: se é para agregar conhecimento e construir valores (SHIRYKY 2011; JENKINS 2009) ou se é para construir sensos comuns e hegemonias favoráveis para reificação de valores e propagação de signos(MORAES, 1997).
  • 14. Referências bibliográficas • ANTOUN, Henrique (org.). Web 2.0: participação e vigilância na era da comunicação distribuída. RJ: Mauad X, 2008. • ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho. SP: Boitempo, 2006. • CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede, volume 1. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 1999 • DELEUZE, Gilles. Conversações.. 2ª.ed. São Paulo: 34, 2010 • HELLER. Agnes. O Cotidiano e a História. São Paulo: Paz e Terra, 2008. • JAMESON, Frederic. Reificação e utopia na Cultura de Massa. In: As marcas do visível. Rio de Janeiro: Graal, 1995. • JENKINS. Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2009 • MORAES, Dênis. O Concreto e o virtual. RJ: DP&A,2001. • _________Dênis. O Planeta Mídia: tendências da comunicação na era global. Campo Grande: Letra Livre, 1998. • _________Dênis de (org.). Globalização, Mídia e Cultura Contemporânea. Campo Grande: Letra livre, 1997. • MORETZSOHN, Sylvia. Pensando contra os fatos. Jornalismo e cotidiano: do senso comum ao senso crítico. Rio de Janeiro: Revan, 2007. • RECUERO. Raquel. A conversação em rede: Comunicação Mediada pelo Computador e as Redes Sociais na Internet . Porto Alegre: Sulina, 2012. • __________. Raquel. Redes Sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, 2010. • SHIRKY, Clay. A cultura da participação: criatividade e generosidade no mundo conectado. Rio de Janeiro: Zahar, 2011. SHIRKY, Clay.