SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Quilatado Alquimista
Triturador de grandes palavras
profanador de sonhos
desbravador de ilusões
entusiasta do caos
transtorna dor em poesia
desritmante da normalidade traiçoeira
guilhotinador de falsos profetas
esquizo frenído de palhaços patéticos
calcinador de ideias risórias
ateador de fogos e artifícios
proferidor de linguás babiloníacas
detentor do divino
Cale-se
Ridiculista dos ridículos ridiculados
Douguinissimo (Douglas Aparecido)
aparecidoouropreto@gmail.com
OURO PRETO - MG - JULHO/AGOSTO DE 2014
INFORMATIVO POÉTICO CULTURAL DESTINADO A MENTES INQUIETAS
AMEOPO MA
www.facebook.com/ameopoema
E
DOIS
#
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO I
Fica decretado que agora vale a verdade, que agora
vale a vida, e que de mãos dadas, trabalharemos
todos pela vida verdadeira . . .
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO II
Fica decretado que todos os dias da semana, inclusive
as terças-feiras mais cinzentas, têm direito a
converter-se em manhãs de domingo . . .
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO III
Fica decretado que, a partir deste instante, haverá
girassóis em todas as janelas, que os girassóis terão
direito a abrir-se dentro da sombra; e que as janelas
devem permanecer, o dia inteiro, abertas para o
verde onde cresce a esperança . . .
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO V
Fica decretado que os homens estão livres do jugo
da mentira. Nunca mais será preciso usar a couraça
do silêncio nem a armadura das palavras.
O homem se sentará à mesa com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida antes da
sobremesa.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO XII
Decreta-se que nada será obrigado nem proibido.
Tudo será permitido, inclusive brincar com os
rinocerontes e caminhar pelas tardes com uma
imensa begônia na lapela.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Parágrafo Único:
Só uma coisa fica proibida : amar sem amor.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO FINAL
Fica proibido o uso da palavra liberdade, a qual
será suprimida dos dicionários do pântano enganoso
das bocas.
A partir deste instante a liberdade será algo vivo
e transparente como um fogo ou um rio, e a sua
morada será sempre o coração do homem.
Os Estatutos do Homem
Thiago de Mello
anote aí:
acontece nos dias 25 e 26 de julho de 2014, a 10ª
edição do Encontro Nacional de Poesia “Belô Poético”
programação completa e
www.blogdobelopoetico.blogspot.com
inscricoesbelopoetico@yahoo.com.br
(envie: Nome, Endereço, Telefone e E-mail)
inscrições até 16 de julho:
@
@
Coordenação e Edição: Rômulo Ferreira
Nesta edição: Douglas Aparecido<Ana Maria Ferreira<
Rogério Salgado< Antônio dos Anjos<thiago de Mello
PARTICIPE, MANDE SEU MATERIAL...
www.romulopherreira.blogspot.com
Cx. Postal 15.210 - RJ/RJ - cep: 20.031-971
E : Vários, faça mais cópias.
: A prisão que a chuva nos mostra!
xemplares na Praça
Agradecimentos
Mendicância: Financie novas edições e outros trabalhos
depositando qualquer valor em: Banco do Bra$il
(Rômulo Ferreira) Agência 0473-1 conta poup. 16197-7
o
capa por Rômulo Ferreira (ilustrar-ação)
utrasdimensoes@gmail.com
PARA RECEBER NO CONFORTO DE SEU LAR O
INFORMATIVO BASTA ENVIAR TRÊS
SELOS DE 0,90 CENTAVOS PARA NOSSA CAIXA
POSTAL. INCENTIVAMOS AS TROCAS!
AMEOPO MAE
ZINES, REVISTAS, HQ,S, JORNAIS, LIVROS, CDS, PAPEL...
Jornal O Capital
Av. Ivo do Prado, 948, Aracaju/ SE - cep: 49015-070
(AC Ilma Fontes)
Selo Editorial Outras Dimensões Cx Postal 15210
Rio de Janeiro/RJ cep 20.031-971
www.awesomebrixskwikz.tumbler.com
www.facebook.com/ameopoema
www.ondequiser.tumbler.com
www.antoniodosanjosouropreto.blogspot.com
www.coletivopeneira.com.br
editorial 002
Pague
quanto
puder!por este livreto Selo Editorial
Outras Dimensões
com amor nos corações preparamos a invasão...
ins-pire-se
Após este pré-texto,
posso iniciar esta vantagem de
escolher os termos. Os termos
vem para termos algo a
provocar. Ou são resultantes
de uma ação-reação que me
leva a obter este termo. Ao
mesmo tempo, tenho-me
dele. Termo. Me ter. Tem-
me. Tema-me. Quero ser
ter aos teus lábios. quero ser
tua palavra. Ter-te. quero ter palavra em tua língua.
Quero ser motivo da pronuncia do meu nome. Por
você. Fale-me. Pode me dizer. Me diga. se isto
acontecer, serei tua eternamente dita. Bem dita seja
tua boca a dizer minha essência. Dizendo-me tudo,
além de mim, quero que fale de você, como foi seu
dia, porque não veio, onde está, como se sente, ou
se tem frio...
Só assim reiniciará o ciclo, pois terei vontade de te
dizer quem é você, o que é o dia, pra onde vai, onde
estava; te farei sentir, te darei o calor. do nosso
diálogo. Não fazer nada seria bom se me restasse
algo a fazer. O que tenho é dizer. Ou melhor:
escrever. Mas como é desconcertante este indizível
fazer. Invisível é você.
Prazer...é o instante sumidouro. São tantas
palavras que cabem bem aqui. Pena eu não saber o
significado delas. Seria honesto usá-las?
Pertencem-me? Aprendi que o que sai é do
mundo, é de quem le, consome, come, some. Sou
apenas um pincel desinteressado. As palavras
existem e me vem à cabeça como um turbilhão de
imagens passivas. Não passivas no sentido (se
sentido)deconduzir ou não uma ação. Mas passivas
como passantes viajantes no tempo. Espaço. Sem
direção. Não pude trazê-las até aqui, pois não posso
fazer nada agora. Estas palavras se aproveitaram de
minha rendição. No entanto eu ganho tempo
evitando pronunciá-las, pois como já disse, me são
estranhas. Preferi usar este texto como pretexto para
distraí-las, por pura atração.
Ana Maria Ferreira
MONÓLOGO
Talvez o Amor
Hoje de manhã me vi sorrindo
à toa, de graça
que graça!
Talvez sejam desejos
talvez medo
talvez o sol
que me acordou
talvez o amor que nem me deixou dormir
talvez até pelo fato de eu existir
eu tenho sorrido
existo
resisto
amo
e insisto em sorrir...
Antônio do Anjos - Ouro Preto
$
=cc
NDNC BY
AMEOPO MA
E
AMEOPO MA
E
AMEOPO MA
E

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Ameopoema 071 novembro 2020
Ameopoema 071 novembro 2020Ameopoema 071 novembro 2020
Ameopoema 071 novembro 2020
 
Acre 018 julho, agosto, setembro de 2020 ebook
Acre 018 julho, agosto, setembro de 2020 ebookAcre 018 julho, agosto, setembro de 2020 ebook
Acre 018 julho, agosto, setembro de 2020 ebook
 
Ameopoema 072 dezembro 2020
Ameopoema 072 dezembro 2020Ameopoema 072 dezembro 2020
Ameopoema 072 dezembro 2020
 
Fanzine AMEOPOEMA - edição 56 de agosto de 2018
Fanzine AMEOPOEMA -  edição 56 de agosto de 2018Fanzine AMEOPOEMA -  edição 56 de agosto de 2018
Fanzine AMEOPOEMA - edição 56 de agosto de 2018
 
Acre e-book nº 023 (outubro, novembro, dezembro 2021)
Acre e-book nº 023 (outubro, novembro, dezembro 2021)Acre e-book nº 023 (outubro, novembro, dezembro 2021)
Acre e-book nº 023 (outubro, novembro, dezembro 2021)
 
Poesia do século XX - 1
Poesia do século XX - 1Poesia do século XX - 1
Poesia do século XX - 1
 
Ameopoema 067 junho 2020
Ameopoema 067 junho 2020Ameopoema 067 junho 2020
Ameopoema 067 junho 2020
 
Poesia do Séc.XX - 3
Poesia do Séc.XX - 3Poesia do Séc.XX - 3
Poesia do Séc.XX - 3
 
Fanzine AMEOPOEMA Edição 063
Fanzine AMEOPOEMA Edição 063Fanzine AMEOPOEMA Edição 063
Fanzine AMEOPOEMA Edição 063
 
Suplemento Acre ed 013 nov-dez 2018
Suplemento Acre ed 013   nov-dez 2018Suplemento Acre ed 013   nov-dez 2018
Suplemento Acre ed 013 nov-dez 2018
 
Chicos 16 - Maio 2008
Chicos 16 - Maio 2008Chicos 16 - Maio 2008
Chicos 16 - Maio 2008
 
Suplemento Acre 1ª edição janeiro março 2012
 Suplemento Acre 1ª edição janeiro março 2012 Suplemento Acre 1ª edição janeiro março 2012
Suplemento Acre 1ª edição janeiro março 2012
 
Linha cruzada - Luis Fernando Veríssimo
Linha cruzada - Luis Fernando VeríssimoLinha cruzada - Luis Fernando Veríssimo
Linha cruzada - Luis Fernando Veríssimo
 
João cabral de melo neto
João cabral de melo netoJoão cabral de melo neto
João cabral de melo neto
 
António Nobre
António NobreAntónio Nobre
António Nobre
 
Sophia de Mello Breyner
Sophia de Mello BreynerSophia de Mello Breyner
Sophia de Mello Breyner
 
Artigo de opinião
Artigo de opiniãoArtigo de opinião
Artigo de opinião
 
Modernismo2
Modernismo2Modernismo2
Modernismo2
 
Homens, Sonhos e Frustrações
Homens, Sonhos e FrustraçõesHomens, Sonhos e Frustrações
Homens, Sonhos e Frustrações
 
Poetas contemporâneos
Poetas contemporâneosPoetas contemporâneos
Poetas contemporâneos
 

Semelhante a Ameopoema op ed 0002 jul ago 2014

Ameopoema outubro 2013 especial a3 pdf
Ameopoema outubro 2013 especial a3 pdfAmeopoema outubro 2013 especial a3 pdf
Ameopoema outubro 2013 especial a3 pdf
Carolisb
 
Ameopoema outubro 2013 especial imprimir
Ameopoema outubro 2013 especial imprimirAmeopoema outubro 2013 especial imprimir
Ameopoema outubro 2013 especial imprimir
Outrasdi
 
Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)
Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)
Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)
Ana Fonseca
 
Acre 004 (ago set-out de 2014) e-book revista de arte e poesia em geral circ...
Acre 004 (ago set-out de 2014)  e-book revista de arte e poesia em geral circ...Acre 004 (ago set-out de 2014)  e-book revista de arte e poesia em geral circ...
Acre 004 (ago set-out de 2014) e-book revista de arte e poesia em geral circ...
AMEOPOEMA Editora
 
Gonzaga Barbosa
Gonzaga Barbosa Gonzaga Barbosa
Gonzaga Barbosa
Ze Legnas
 
19. puros depravados
19. puros depravados19. puros depravados
19. puros depravados
Julio Carrara
 

Semelhante a Ameopoema op ed 0002 jul ago 2014 (20)

Acre 009 (junho,julho,agosto 2016)
Acre 009 (junho,julho,agosto 2016) Acre 009 (junho,julho,agosto 2016)
Acre 009 (junho,julho,agosto 2016)
 
Ameopoema outubro 2013 especial a3 pdf
Ameopoema outubro 2013 especial a3 pdfAmeopoema outubro 2013 especial a3 pdf
Ameopoema outubro 2013 especial a3 pdf
 
Ameopoema outubro 2013 especial imprimir
Ameopoema outubro 2013 especial imprimirAmeopoema outubro 2013 especial imprimir
Ameopoema outubro 2013 especial imprimir
 
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
 
Acre 012 Ouro Preto - MG
Acre 012 Ouro Preto - MGAcre 012 Ouro Preto - MG
Acre 012 Ouro Preto - MG
 
Suplemento Acre - 016 novembro dezembro 2019
Suplemento Acre - 016 novembro dezembro 2019Suplemento Acre - 016 novembro dezembro 2019
Suplemento Acre - 016 novembro dezembro 2019
 
lembranças de quando eramos da agua
lembranças de quando eramos da agualembranças de quando eramos da agua
lembranças de quando eramos da agua
 
Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)
Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)
Acre004ago set-outde2014e-book-140924131458-phpapp01(1)
 
Acre 004 (ago set-out de 2014) e-book revista de arte e poesia em geral circ...
Acre 004 (ago set-out de 2014)  e-book revista de arte e poesia em geral circ...Acre 004 (ago set-out de 2014)  e-book revista de arte e poesia em geral circ...
Acre 004 (ago set-out de 2014) e-book revista de arte e poesia em geral circ...
 
Acre e-book nº 026 (outubro, novembro e dezembro 2022)
Acre e-book nº 026 (outubro, novembro e dezembro 2022)Acre e-book nº 026 (outubro, novembro e dezembro 2022)
Acre e-book nº 026 (outubro, novembro e dezembro 2022)
 
FANZINE AMEOPOEMA #094 - Setembro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #094 - Setembro 2022FANZINE AMEOPOEMA #094 - Setembro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #094 - Setembro 2022
 
Antologia minicurso ead_amador_fev._2011
Antologia minicurso ead_amador_fev._2011Antologia minicurso ead_amador_fev._2011
Antologia minicurso ead_amador_fev._2011
 
Ameopoema 004 edição especial 5 anos (turnê mg)
Ameopoema 004  edição especial 5 anos (turnê mg)Ameopoema 004  edição especial 5 anos (turnê mg)
Ameopoema 004 edição especial 5 anos (turnê mg)
 
Suplemento Acre 029 - Agosto, setembro e outubro 2023
Suplemento Acre 029 - Agosto, setembro e outubro 2023Suplemento Acre 029 - Agosto, setembro e outubro 2023
Suplemento Acre 029 - Agosto, setembro e outubro 2023
 
Ameopoema 0029 julho 2014
Ameopoema 0029 julho 2014Ameopoema 0029 julho 2014
Ameopoema 0029 julho 2014
 
Modulo 2015.2 revisado
Modulo 2015.2 revisadoModulo 2015.2 revisado
Modulo 2015.2 revisado
 
Suplemento Acre 031 - fevereiro e março 2024
Suplemento Acre 031 - fevereiro e março 2024Suplemento Acre 031 - fevereiro e março 2024
Suplemento Acre 031 - fevereiro e março 2024
 
Gonzaga Barbosa
Gonzaga Barbosa Gonzaga Barbosa
Gonzaga Barbosa
 
Suplemento Acre edição 008
Suplemento Acre edição 008Suplemento Acre edição 008
Suplemento Acre edição 008
 
19. puros depravados
19. puros depravados19. puros depravados
19. puros depravados
 

Mais de AMEOPOEMA Editora

Mais de AMEOPOEMA Editora (20)

FANZINE AMEOPOEMA #107 - edição de abril 2024
FANZINE AMEOPOEMA #107 - edição de abril 2024FANZINE AMEOPOEMA #107 - edição de abril 2024
FANZINE AMEOPOEMA #107 - edição de abril 2024
 
FANZINE AMEOPOEMA #106 - circulação: março de 2024
FANZINE AMEOPOEMA #106 - circulação: março de 2024FANZINE AMEOPOEMA #106 - circulação: março de 2024
FANZINE AMEOPOEMA #106 - circulação: março de 2024
 
FANZINE AMEOPOEMA #105 -fevereiro 2024
FANZINE AMEOPOEMA #105 -fevereiro 2024FANZINE AMEOPOEMA #105 -fevereiro 2024
FANZINE AMEOPOEMA #105 -fevereiro 2024
 
Sem Trégua Zine #3 2024
Sem Trégua Zine #3 2024Sem Trégua Zine #3 2024
Sem Trégua Zine #3 2024
 
FANZINE AMEOPOEMA #103 - dezembro 2023
FANZINE AMEOPOEMA #103 - dezembro 2023FANZINE AMEOPOEMA #103 - dezembro 2023
FANZINE AMEOPOEMA #103 - dezembro 2023
 
Suplemento Acre 030 - novembro e dezembro 2023
Suplemento Acre 030 - novembro e dezembro 2023Suplemento Acre 030 - novembro e dezembro 2023
Suplemento Acre 030 - novembro e dezembro 2023
 
Fanzine Sinfonia do Kaos #3 (2023)
Fanzine Sinfonia do Kaos #3 (2023)Fanzine Sinfonia do Kaos #3 (2023)
Fanzine Sinfonia do Kaos #3 (2023)
 
FANZINE AMEOPOEMA #102 - agosto 2023
FANZINE AMEOPOEMA #102 - agosto 2023FANZINE AMEOPOEMA #102 - agosto 2023
FANZINE AMEOPOEMA #102 - agosto 2023
 
FANZINE AMEOPOEMA #101 - julho 2023
FANZINE AMEOPOEMA #101 - julho 2023FANZINE AMEOPOEMA #101 - julho 2023
FANZINE AMEOPOEMA #101 - julho 2023
 
FANZINE AMEOPOEMA #100 - abril 2023
FANZINE AMEOPOEMA #100 - abril 2023FANZINE AMEOPOEMA #100 - abril 2023
FANZINE AMEOPOEMA #100 - abril 2023
 
Suplemento Acre 028 - Maio, junho e Julho 2023
Suplemento Acre 028 - Maio, junho e Julho 2023Suplemento Acre 028 - Maio, junho e Julho 2023
Suplemento Acre 028 - Maio, junho e Julho 2023
 
FANZINE AMEOPOEMA #099 - fevereiro 2023
FANZINE AMEOPOEMA #099 - fevereiro 2023FANZINE AMEOPOEMA #099 - fevereiro 2023
FANZINE AMEOPOEMA #099 - fevereiro 2023
 
Suplemento Acre 027 - Fevereiro + março 2023
Suplemento Acre 027 - Fevereiro + março 2023Suplemento Acre 027 - Fevereiro + março 2023
Suplemento Acre 027 - Fevereiro + março 2023
 
FANZINE AMEOPOEMA #098 - janeiro 2023
FANZINE AMEOPOEMA #098 - janeiro 2023FANZINE AMEOPOEMA #098 - janeiro 2023
FANZINE AMEOPOEMA #098 - janeiro 2023
 
FANZINE AMEOPOEMA #097 - Dezembro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #097 - Dezembro 2022FANZINE AMEOPOEMA #097 - Dezembro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #097 - Dezembro 2022
 
FANZINE AMEOPOEMA #096 - Novembro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #096 - Novembro 2022FANZINE AMEOPOEMA #096 - Novembro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #096 - Novembro 2022
 
FANZINE AMEOPOEMA #095 - Outubro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #095 - Outubro 2022FANZINE AMEOPOEMA #095 - Outubro 2022
FANZINE AMEOPOEMA #095 - Outubro 2022
 
FANZINE AMEOPOEMA #093 - Agosto 2022
FANZINE AMEOPOEMA #093 - Agosto 2022FANZINE AMEOPOEMA #093 - Agosto 2022
FANZINE AMEOPOEMA #093 - Agosto 2022
 
FANZINE AMEOPOEMA #092 - Julho 2022
FANZINE AMEOPOEMA #092 - Julho 2022FANZINE AMEOPOEMA #092 - Julho 2022
FANZINE AMEOPOEMA #092 - Julho 2022
 
FANZINE AMEOPOEMA #091 - Junho 2022
FANZINE AMEOPOEMA #091 - Junho 2022FANZINE AMEOPOEMA #091 - Junho 2022
FANZINE AMEOPOEMA #091 - Junho 2022
 

Ameopoema op ed 0002 jul ago 2014

  • 1. Quilatado Alquimista Triturador de grandes palavras profanador de sonhos desbravador de ilusões entusiasta do caos transtorna dor em poesia desritmante da normalidade traiçoeira guilhotinador de falsos profetas esquizo frenído de palhaços patéticos calcinador de ideias risórias ateador de fogos e artifícios proferidor de linguás babiloníacas detentor do divino Cale-se Ridiculista dos ridículos ridiculados Douguinissimo (Douglas Aparecido) aparecidoouropreto@gmail.com OURO PRETO - MG - JULHO/AGOSTO DE 2014 INFORMATIVO POÉTICO CULTURAL DESTINADO A MENTES INQUIETAS AMEOPO MA www.facebook.com/ameopoema E DOIS # >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO I Fica decretado que agora vale a verdade, que agora vale a vida, e que de mãos dadas, trabalharemos todos pela vida verdadeira . . . >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO II Fica decretado que todos os dias da semana, inclusive as terças-feiras mais cinzentas, têm direito a converter-se em manhãs de domingo . . . >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO III Fica decretado que, a partir deste instante, haverá girassóis em todas as janelas, que os girassóis terão direito a abrir-se dentro da sombra; e que as janelas devem permanecer, o dia inteiro, abertas para o verde onde cresce a esperança . . . >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO V Fica decretado que os homens estão livres do jugo da mentira. Nunca mais será preciso usar a couraça do silêncio nem a armadura das palavras. O homem se sentará à mesa com seu olhar limpo porque a verdade passará a ser servida antes da sobremesa. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO XII Decreta-se que nada será obrigado nem proibido. Tudo será permitido, inclusive brincar com os rinocerontes e caminhar pelas tardes com uma imensa begônia na lapela. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Parágrafo Único: Só uma coisa fica proibida : amar sem amor. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ARTIGO FINAL Fica proibido o uso da palavra liberdade, a qual será suprimida dos dicionários do pântano enganoso das bocas. A partir deste instante a liberdade será algo vivo e transparente como um fogo ou um rio, e a sua morada será sempre o coração do homem. Os Estatutos do Homem Thiago de Mello anote aí: acontece nos dias 25 e 26 de julho de 2014, a 10ª edição do Encontro Nacional de Poesia “Belô Poético” programação completa e www.blogdobelopoetico.blogspot.com inscricoesbelopoetico@yahoo.com.br (envie: Nome, Endereço, Telefone e E-mail) inscrições até 16 de julho:
  • 2. @ @ Coordenação e Edição: Rômulo Ferreira Nesta edição: Douglas Aparecido<Ana Maria Ferreira< Rogério Salgado< Antônio dos Anjos<thiago de Mello PARTICIPE, MANDE SEU MATERIAL... www.romulopherreira.blogspot.com Cx. Postal 15.210 - RJ/RJ - cep: 20.031-971 E : Vários, faça mais cópias. : A prisão que a chuva nos mostra! xemplares na Praça Agradecimentos Mendicância: Financie novas edições e outros trabalhos depositando qualquer valor em: Banco do Bra$il (Rômulo Ferreira) Agência 0473-1 conta poup. 16197-7 o capa por Rômulo Ferreira (ilustrar-ação) utrasdimensoes@gmail.com PARA RECEBER NO CONFORTO DE SEU LAR O INFORMATIVO BASTA ENVIAR TRÊS SELOS DE 0,90 CENTAVOS PARA NOSSA CAIXA POSTAL. INCENTIVAMOS AS TROCAS! AMEOPO MAE ZINES, REVISTAS, HQ,S, JORNAIS, LIVROS, CDS, PAPEL... Jornal O Capital Av. Ivo do Prado, 948, Aracaju/ SE - cep: 49015-070 (AC Ilma Fontes) Selo Editorial Outras Dimensões Cx Postal 15210 Rio de Janeiro/RJ cep 20.031-971 www.awesomebrixskwikz.tumbler.com www.facebook.com/ameopoema www.ondequiser.tumbler.com www.antoniodosanjosouropreto.blogspot.com www.coletivopeneira.com.br editorial 002 Pague quanto puder!por este livreto Selo Editorial Outras Dimensões com amor nos corações preparamos a invasão... ins-pire-se Após este pré-texto, posso iniciar esta vantagem de escolher os termos. Os termos vem para termos algo a provocar. Ou são resultantes de uma ação-reação que me leva a obter este termo. Ao mesmo tempo, tenho-me dele. Termo. Me ter. Tem- me. Tema-me. Quero ser ter aos teus lábios. quero ser tua palavra. Ter-te. quero ter palavra em tua língua. Quero ser motivo da pronuncia do meu nome. Por você. Fale-me. Pode me dizer. Me diga. se isto acontecer, serei tua eternamente dita. Bem dita seja tua boca a dizer minha essência. Dizendo-me tudo, além de mim, quero que fale de você, como foi seu dia, porque não veio, onde está, como se sente, ou se tem frio... Só assim reiniciará o ciclo, pois terei vontade de te dizer quem é você, o que é o dia, pra onde vai, onde estava; te farei sentir, te darei o calor. do nosso diálogo. Não fazer nada seria bom se me restasse algo a fazer. O que tenho é dizer. Ou melhor: escrever. Mas como é desconcertante este indizível fazer. Invisível é você. Prazer...é o instante sumidouro. São tantas palavras que cabem bem aqui. Pena eu não saber o significado delas. Seria honesto usá-las? Pertencem-me? Aprendi que o que sai é do mundo, é de quem le, consome, come, some. Sou apenas um pincel desinteressado. As palavras existem e me vem à cabeça como um turbilhão de imagens passivas. Não passivas no sentido (se sentido)deconduzir ou não uma ação. Mas passivas como passantes viajantes no tempo. Espaço. Sem direção. Não pude trazê-las até aqui, pois não posso fazer nada agora. Estas palavras se aproveitaram de minha rendição. No entanto eu ganho tempo evitando pronunciá-las, pois como já disse, me são estranhas. Preferi usar este texto como pretexto para distraí-las, por pura atração. Ana Maria Ferreira MONÓLOGO Talvez o Amor Hoje de manhã me vi sorrindo à toa, de graça que graça! Talvez sejam desejos talvez medo talvez o sol que me acordou talvez o amor que nem me deixou dormir talvez até pelo fato de eu existir eu tenho sorrido existo resisto amo e insisto em sorrir... Antônio do Anjos - Ouro Preto $ =cc NDNC BY AMEOPO MA E AMEOPO MA E AMEOPO MA E