SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
                                  PREFEITURA MUNICIPAL DE CURRAIS NOVOS
                           SEMEC - Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes
                                     CEP: 59380-000 – Rua Ver. José Sales Sobrinho, 70
                            Fone: (84) 405-2725 – Fax: (84) 405-2726 – CNPJ 08.470.486/0001-33
              semec.curraisnovos@ig.com.bvosr / semec.curraisnovos@gmail.com


                                       Elaboração de Projetos


                                                                                AGENDA de ATIVIDADES a
EIXO 01(Projetos):                                                                    Distancia

    Projeto de Vida

   Projeto é lançar-se para o futuro, com orientação. É a busca pelo que se pretende ser
e conhecer. É a procura por respostas para uma interrogação que provoca interesse e
incomoda. Dentro deste contexto de projeto não cabe uma proposta fechada que seja
imposta para os alunos. Eles precisam lançar-se para um futuro aberto e não criado.
    O professor titular e diretor do Departamento de Metodologia do Ensino e Educação
Comparada da Faculdade de Educação da USP, Nilson José Machado, defendem estas
idéias e diz acreditar que o destino escolar dos estudantes está ligado à capacidade
deles de estabelecer projetos e de criar interrogações, expectativas e interesses para
lançarem se sobre eles.
Lançar-se para o futuro
   Segundo Machado, o fundo filosófico para o conceito de projetos vem de um pensador
espanhol, Ortega y Gasset, que falava de futurição – um termo que pode ser entendido
como lançar-se sempre para o futuro. “Ortega não usou a palavra projeto. Mas nesta ver-
tente, entende-se por projeto um modo de agir do ser humano que define quem ele pre -
tende ser e como se lançar em busca de metas. Quem não procura nada, quem não tem
metas, morreu e esqueceu-se de ser avisado.
Certeza da dúvida
  O professor defende que um projeto não pode ser previamente condenado ao fracasso,
nem tão pouco ao sucesso, e não pode ter metas triviais nem impossíveis. “Metas assim
não mobilizam. Num projeto deve sempre existir o risco, mas não a impossibilidade.
Espaços de convivência
  Para o professor, os projetos são uma ferramenta pedagógica a mais e não substituem
a aula no seu sentido mais tradicional. “A tragédia na escola acontece quando a aula é o
único espaço de convívio, desenvolvimento e troca de conhecimentos. Deve haver muitos
espaços: alguns maiores, outros menores que a sala de aula.
Projeto e faculdade
    De acordo com o professor Nilson José Machado, na USP ocorre todo ano uma tragédia edu-
cacional. “São 100 mil alunos que disputam 8 mil vagas. Ou seja, é uma disputa árdua que deve-
ria selecionar aqueles realmente mais preparados. Mas será que eles estão de fato preparados?
Será que têm um projeto de vida? Será que aprenderam a desenvolver este projeto?”
    Portanto, deveria haver sempre o desenvolvimento de projetos, naquele sentido do aluno, da
criança, do adolescente, projetar-se para frente, para o futuro, com uma meta a ser alcançada,
com uma dúvida a ser respondida, com busca de conhecimento, proporcionando o desenvolvi-
mento de projetos reais e substanciais para o futuro do aluno, preparando-o inclusive para seus
projetos de vida. (Adaptação da pagina 11 até a 15)
                                                                                        Maxsuel Batista dos Santos

                                                                                                 Proinfo Currais Novos - RN

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Boletim expresso agosto1
Boletim expresso agosto1Boletim expresso agosto1
Boletim expresso agosto1Marcia Pereira
 
VERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVA
VERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVAVERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVA
VERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVASara Lemos
 
Rede Municipal: Boletim expresso agosto
Rede Municipal: Boletim expresso agostoRede Municipal: Boletim expresso agosto
Rede Municipal: Boletim expresso agostoMarcia Pereira
 
PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...
PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...
PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...Alexandre da Rosa
 
Apresentacao CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MG
Apresentacao   CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MGApresentacao   CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MG
Apresentacao CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MGCEP
 
A história dos números
A história dos númerosA história dos números
A história dos númerosCEJALaguna
 
Curriculum vitae - pedro cotrim
Curriculum vitae - pedro cotrimCurriculum vitae - pedro cotrim
Curriculum vitae - pedro cotrimPedro Cotrim
 

Mais procurados (12)

Boletim expresso agosto1
Boletim expresso agosto1Boletim expresso agosto1
Boletim expresso agosto1
 
VERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVA
VERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVAVERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVA
VERDE VIDA PROGRAMA OFICINA EDUCATIVA
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Rede Municipal: Boletim expresso agosto
Rede Municipal: Boletim expresso agostoRede Municipal: Boletim expresso agosto
Rede Municipal: Boletim expresso agosto
 
Quixadá2009
Quixadá2009Quixadá2009
Quixadá2009
 
PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...
PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...
PROEJA-FIC - Transformação das Práticas Educativas numa Perspectiva Metodológ...
 
Boletim de Abril
Boletim de AbrilBoletim de Abril
Boletim de Abril
 
Apresentacao CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MG
Apresentacao   CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MGApresentacao   CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MG
Apresentacao CEP - Centro de Educacao de Itajubá- MG
 
Fazenda
FazendaFazenda
Fazenda
 
Boletim nº12 sepe ro ca 2013
Boletim nº12 sepe ro ca 2013Boletim nº12 sepe ro ca 2013
Boletim nº12 sepe ro ca 2013
 
A história dos números
A história dos númerosA história dos números
A história dos números
 
Curriculum vitae - pedro cotrim
Curriculum vitae - pedro cotrimCurriculum vitae - pedro cotrim
Curriculum vitae - pedro cotrim
 

Destaque

apostila de português 2
apostila de português 2apostila de português 2
apostila de português 2segundoanoc
 
Tema 8 naturales 1ºESO
Tema 8 naturales 1ºESOTema 8 naturales 1ºESO
Tema 8 naturales 1ºESOAna Chica
 
Aulas veterinaria 2012 plan 2009
Aulas veterinaria 2012 plan 2009Aulas veterinaria 2012 plan 2009
Aulas veterinaria 2012 plan 2009UCASAL
 
2009 aconteceu emwoodstock
2009 aconteceu emwoodstock2009 aconteceu emwoodstock
2009 aconteceu emwoodstockPaula Soncela
 
A lebre e a tartaruga
A lebre e a tartarugaA lebre e a tartaruga
A lebre e a tartarugaLeomip
 
PEI - Projecto Promoção do Empreendedorismo
PEI - Projecto Promoção do EmpreendedorismoPEI - Projecto Promoção do Empreendedorismo
PEI - Projecto Promoção do EmpreendedorismoAssociação Mais Brasil
 
Poster consumo frutas
Poster consumo frutasPoster consumo frutas
Poster consumo frutasSoniaVargas1
 
Requerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galga
Requerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galgaRequerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galga
Requerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galgacairo
 
Caderno Viagem - cicloturismo
Caderno Viagem - cicloturismoCaderno Viagem - cicloturismo
Caderno Viagem - cicloturismopricaramello
 
Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012
Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012
Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012Adriano de Paula
 
Ascom 3 bpm (final de semana2)
Ascom 3 bpm (final de semana2)Ascom 3 bpm (final de semana2)
Ascom 3 bpm (final de semana2)TVPatoense
 

Destaque (20)

apostila de português 2
apostila de português 2apostila de português 2
apostila de português 2
 
Tema 8 naturales 1ºESO
Tema 8 naturales 1ºESOTema 8 naturales 1ºESO
Tema 8 naturales 1ºESO
 
Aulas veterinaria 2012 plan 2009
Aulas veterinaria 2012 plan 2009Aulas veterinaria 2012 plan 2009
Aulas veterinaria 2012 plan 2009
 
2009 aconteceu emwoodstock
2009 aconteceu emwoodstock2009 aconteceu emwoodstock
2009 aconteceu emwoodstock
 
A lebre e a tartaruga
A lebre e a tartarugaA lebre e a tartaruga
A lebre e a tartaruga
 
PEI - Projecto Promoção do Empreendedorismo
PEI - Projecto Promoção do EmpreendedorismoPEI - Projecto Promoção do Empreendedorismo
PEI - Projecto Promoção do Empreendedorismo
 
(Desdobrável)
(Desdobrável)(Desdobrável)
(Desdobrável)
 
Poster consumo frutas
Poster consumo frutasPoster consumo frutas
Poster consumo frutas
 
Requerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galga
Requerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galgaRequerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galga
Requerimento nº 010 12-reparo das luminárias do estádio serra da galga
 
Caderno Viagem - cicloturismo
Caderno Viagem - cicloturismoCaderno Viagem - cicloturismo
Caderno Viagem - cicloturismo
 
Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012
Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012
Informativo Paroquial Vinde e Adoremos - Março-2012
 
Delta De L Ebre
Delta De L EbreDelta De L Ebre
Delta De L Ebre
 
Faça lá um poema !
Faça lá um poema !Faça lá um poema !
Faça lá um poema !
 
Grelha das religiões
Grelha das religiõesGrelha das religiões
Grelha das religiões
 
Feubb
FeubbFeubb
Feubb
 
Ascom 3 bpm (final de semana2)
Ascom 3 bpm (final de semana2)Ascom 3 bpm (final de semana2)
Ascom 3 bpm (final de semana2)
 
Efeito Fotoelétrico
Efeito FotoelétricoEfeito Fotoelétrico
Efeito Fotoelétrico
 
Alg1e Nov 30
Alg1e Nov 30Alg1e Nov 30
Alg1e Nov 30
 
Ambientes que propicien
Ambientes que propicienAmbientes que propicien
Ambientes que propicien
 
Postre
PostrePostre
Postre
 

Semelhante a Agenda 01

Semelhante a Agenda 01 (12)

Agenda 05
Agenda 05Agenda 05
Agenda 05
 
Agenda 04
Agenda 04Agenda 04
Agenda 04
 
Agenda 03
Agenda 03Agenda 03
Agenda 03
 
Projeto Osasco Plural
Projeto Osasco PluralProjeto Osasco Plural
Projeto Osasco Plural
 
Projecto
ProjectoProjecto
Projecto
 
Agenda 09
Agenda 09Agenda 09
Agenda 09
 
PPC Bacharelado em Civil
PPC Bacharelado em CivilPPC Bacharelado em Civil
PPC Bacharelado em Civil
 
Pauta de atividades
Pauta de atividadesPauta de atividades
Pauta de atividades
 
31 997320837 a criacao de um projeto de intervencao
31 997320837  a criacao de um projeto de intervencao31 997320837  a criacao de um projeto de intervencao
31 997320837 a criacao de um projeto de intervencao
 
Pós graduação saúde escolar unidumont 2013.
Pós graduação saúde escolar unidumont 2013.Pós graduação saúde escolar unidumont 2013.
Pós graduação saúde escolar unidumont 2013.
 
NTPPS e o Novo Ensino Médio - Ceará Educa
NTPPS e o Novo Ensino Médio - Ceará EducaNTPPS e o Novo Ensino Médio - Ceará Educa
NTPPS e o Novo Ensino Médio - Ceará Educa
 
CONTABILIDADE E CIDADANIA: VISÃO CIDADÃ DO PROFISIONAL DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CONTABILIDADE E CIDADANIA: VISÃO CIDADÃ DO PROFISIONAL DE CIÊNCIAS CONTÁBEISCONTABILIDADE E CIDADANIA: VISÃO CIDADÃ DO PROFISIONAL DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CONTABILIDADE E CIDADANIA: VISÃO CIDADÃ DO PROFISIONAL DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 

Mais de mestrescomolhardigital (20)

Quiz do 9º ano "U"
Quiz do 9º ano "U"Quiz do 9º ano "U"
Quiz do 9º ano "U"
 
Iv festival de multimidia
Iv festival de multimidiaIv festival de multimidia
Iv festival de multimidia
 
Apostila 09
Apostila   09Apostila   09
Apostila 09
 
Agenda09
Agenda09Agenda09
Agenda09
 
Agenda aula 8
Agenda aula 8Agenda aula 8
Agenda aula 8
 
Apostila 07
Apostila   07Apostila   07
Apostila 07
 
Agenda 07
Agenda   07Agenda   07
Agenda 07
 
Atividade em grupo 01
Atividade em grupo 01Atividade em grupo 01
Atividade em grupo 01
 
Relação de atividades proinfo
Relação de atividades proinfoRelação de atividades proinfo
Relação de atividades proinfo
 
Apostila aula 06
Apostila aula 06Apostila aula 06
Apostila aula 06
 
Agenda 06
Agenda   06Agenda   06
Agenda 06
 
Apostila aula 05
Apostila   aula 05Apostila   aula 05
Apostila aula 05
 
Apostila aula 04
Apostila aula 04Apostila aula 04
Apostila aula 04
 
Agenda 04
Agenda 04Agenda 04
Agenda 04
 
Apostila aula3
Apostila   aula3Apostila   aula3
Apostila aula3
 
Agenda 03
Agenda 03Agenda 03
Agenda 03
 
Apostila da 2ª aula
Apostila   da 2ª aulaApostila   da 2ª aula
Apostila da 2ª aula
 
Agenda da 2ª aula
Agenda da 2ª aulaAgenda da 2ª aula
Agenda da 2ª aula
 
Pauta de atividades_05
Pauta de atividades_05Pauta de atividades_05
Pauta de atividades_05
 
Agenda 09
Agenda 09Agenda 09
Agenda 09
 

Último

Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 

Último (20)

Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 

Agenda 01

  • 1. ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE CURRAIS NOVOS SEMEC - Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes CEP: 59380-000 – Rua Ver. José Sales Sobrinho, 70 Fone: (84) 405-2725 – Fax: (84) 405-2726 – CNPJ 08.470.486/0001-33 semec.curraisnovos@ig.com.bvosr / semec.curraisnovos@gmail.com Elaboração de Projetos AGENDA de ATIVIDADES a EIXO 01(Projetos): Distancia Projeto de Vida Projeto é lançar-se para o futuro, com orientação. É a busca pelo que se pretende ser e conhecer. É a procura por respostas para uma interrogação que provoca interesse e incomoda. Dentro deste contexto de projeto não cabe uma proposta fechada que seja imposta para os alunos. Eles precisam lançar-se para um futuro aberto e não criado. O professor titular e diretor do Departamento de Metodologia do Ensino e Educação Comparada da Faculdade de Educação da USP, Nilson José Machado, defendem estas idéias e diz acreditar que o destino escolar dos estudantes está ligado à capacidade deles de estabelecer projetos e de criar interrogações, expectativas e interesses para lançarem se sobre eles. Lançar-se para o futuro Segundo Machado, o fundo filosófico para o conceito de projetos vem de um pensador espanhol, Ortega y Gasset, que falava de futurição – um termo que pode ser entendido como lançar-se sempre para o futuro. “Ortega não usou a palavra projeto. Mas nesta ver- tente, entende-se por projeto um modo de agir do ser humano que define quem ele pre - tende ser e como se lançar em busca de metas. Quem não procura nada, quem não tem metas, morreu e esqueceu-se de ser avisado. Certeza da dúvida O professor defende que um projeto não pode ser previamente condenado ao fracasso, nem tão pouco ao sucesso, e não pode ter metas triviais nem impossíveis. “Metas assim não mobilizam. Num projeto deve sempre existir o risco, mas não a impossibilidade. Espaços de convivência Para o professor, os projetos são uma ferramenta pedagógica a mais e não substituem a aula no seu sentido mais tradicional. “A tragédia na escola acontece quando a aula é o único espaço de convívio, desenvolvimento e troca de conhecimentos. Deve haver muitos espaços: alguns maiores, outros menores que a sala de aula. Projeto e faculdade De acordo com o professor Nilson José Machado, na USP ocorre todo ano uma tragédia edu- cacional. “São 100 mil alunos que disputam 8 mil vagas. Ou seja, é uma disputa árdua que deve- ria selecionar aqueles realmente mais preparados. Mas será que eles estão de fato preparados? Será que têm um projeto de vida? Será que aprenderam a desenvolver este projeto?” Portanto, deveria haver sempre o desenvolvimento de projetos, naquele sentido do aluno, da criança, do adolescente, projetar-se para frente, para o futuro, com uma meta a ser alcançada, com uma dúvida a ser respondida, com busca de conhecimento, proporcionando o desenvolvi- mento de projetos reais e substanciais para o futuro do aluno, preparando-o inclusive para seus projetos de vida. (Adaptação da pagina 11 até a 15) Maxsuel Batista dos Santos Proinfo Currais Novos - RN