SlideShare uma empresa Scribd logo
Jornal Interno de Saúde

(O Jornal Interno de Saúde é um documento interno do SMS da Engenharia/IETR/IEABAST/CMDS/SMS,
desenvolvido com o objetivo de levar aos colegas de trabalho informações úteis sobre o tema da Saúde. As
informações aqui contidas não se destinam a prescrever medicamentos e nem induzir os colegas a
automedicação. Quem deve avaliar o estado clínico e medicar é o Médico Especialista)

Assunto da Semana: ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

Sinônimos e Nomes Populares: AVC, Derrame cerebral.

O que é?

            Acidente vascular cerebral é uma doença caracterizada pelo início agudo de um deficit
neurológico (diminuição da função) que persiste por pelo menos 24 horas, refletindo envolvimento focal do
sistema nervoso central como resultado de um distúrbio na circulação cerebral. Começa abruptamente,
sendo o deficit neurológico máximo no seu início podendo progredir ao longo do tempo.
             O termo ataque isquêmico transitório (AIT) refere-se ao deficit neurológico transitório com
duração de menos de 24 horas até total retorno à normalidade. Quando o deficit dura além de 24 horas,
com retorno ao normal é dito como um deficit neurológico isquêmico reversível (DNIR). Podemos dividir o
acidente vascular cerebral em duas categorias:

•   O acidente vascular isquêmico consiste na oclusão de um vaso sangüíneo que interrompe o fluxo de
    sangue a uma região específica do cérebro, interferindo com as funções neurológicas dependentes
    daquela região afetada, produzindo uma sintomatologia ou deficits característicos.
•   No acidente vascular hemorrágico existe hemorragia (sangramento) local, com outros fatores
    complicadores tais como: aumento da pressão intracraniana, edema (inchaço) cerebral, entre outros,
    levando a sinais nem sempre focais.

Como se desenvolve ou se adquire?

            Vários fatores de risco são descritos e estão comprovados na origem do acidente vascular
cerebral, entre eles estão: hipertensão arterial, doença cardíaca, fibrilação atrial, diabete, tabagismo,
hiperlipidemia. Outros fatores são: uso de pílulas anticoncepcionais, álcool, ou outras doenças que
acarretem aumento no estado de coagulabilidade (coagulação do sangue).

O que se sente?

           Geralmente vai depender do tipo de acidente vascular cerebral que a pessoa está sofrendo:
isquêmico? hemorrágico? Sua localização, idade, fatores adjacentes, podendo ser:

Fraqueza:
            O início agudo de uma fraqueza em um dos membros (braço, perna) ou face é o sintoma mais
comum dos acidentes vasculares cerebrais. Pode significar a isquemia de todo um hemisfério cerebral ou
apenas de uma pequena e específica área. Podem ocorrer de diferentes formas apresentando-se por
fraqueza maior na face e no braço que na perna; ou fraqueza maior na perna que no braço ou na face; ou
ainda a fraqueza pode se acompanhar de outros sintomas. Estas diferenças dependem da localização da
isquemia, da extensão e da circulação cerebral acometida.

Distúrbios Visuais:
             A perda da visão em um dos olhos, principalmente aguda, alarma os pacientes e geralmente os
leva a procurar avaliação médica. O paciente pode ter uma sensação de "sombra'' ou "cortina" ao enxergar
ou ainda pode apresentar cegueira transitória (amaurose fugaz).

Perda sensitiva:
             A dormência ocorre mais comumente junto com a diminuição de força (fraqueza), confundindo
o paciente; a sensibilidade é subjetiva.




Navarro/2003 @ ABC da Saúde
Jornal Interno de Saúde

Linguagem e fala (afasia):
              É comum os pacientes apresentarem alterações de linguagem e fala; assim alguns pacientes
apresentam fala curta e com esforço, acarretando muita frustração (consciência do esforço e dificuldade
para falar); alguns pacientes apresentam uma outra alteração de linguagem, falando frases longas, fluentes,
fazendo pouco sentido, com grande dificuldade para compreensão da linguagem. Familiares e amigos
podem descrever ao médico esse sintoma como um ataque de confusão ou estresse.

Convulsões:
            Nos casos da hemorragia intra-cerebral, do acidente vascular dito hemorrágico, os sintomas
podem se manifestar como os já descritos acima, geralmente mais graves e de rápida evolução. Pode
acontecer uma hemiparesia (diminuição de força do lado oposto ao sangramento) , além de desvio do olhar.
O hematoma pode crescer, causar edema (inchaço), atingindo outras estruturas adjacentes, levando a
pessoa ao coma. Os sintomas podem desenvolver-se rapidamente em questão de minutos.

Como o médico faz o diagnóstico?
              A história e o exame físico dão subsídios para uma possibilidade de doença vascular cerebral
como causa da sintomatologia do paciente. Entretanto, o início agudo de sintomas neurológicos focais deve
sugerir uma doença vascular em qualquer idade, mesmo sem fatores de risco associados. A avaliação
laboratorial inclui análises sangüíneas e estudos de imagem (tomografia computadorizada de encéfalo ou
ressonância nuclear magnética). Outros estudos: ultra-som de carótidas e vertebrais, ecocardiografia e
angiografia podem ser feitos.

Como se trata e como se previne?
             Inicialmente deve-se diferenciar entre acidente vascular isquêmico ou hemorrágico. O
tratamento inclui a identificação e controle dos fatores de risco, o uso de terapia antitrombótica (contra a
coagulação do sangue) e endarterectomia (cirurgia para retirada do coágulo de dentro da artéria) de
carótida em alguns casos selecionados. A avaliação e o acompanhamento neurológicos regulares são
componentes do tratamento preventivo bem como o controle da hipertensão, da diabete, a suspensão do
tabagismo e o uso de determinadas drogas (anticoagulantes) que contribuem para a diminuição da
incidência de acidentes vasculares cerebrais.
             O acidente vascular cerebral em evolução constitui uma emergência, devendo ser tratado em
ambiente hospitalar.
             O uso de terapia antitrombótica é importante para evitar recorrências. Além disso, deve-se
controlar outras complicações, principalmente em pacientes acamados (pneumonias, tromboembolismo,
infecções, úlceras de pele) onde a instituição de fisioterapia previne e tem papel importante na recuperação
funcional do paciente.
             As medidas iniciais para o acidente vascular hemorrágico são semelhantes, devendo-se obter
leito em uma unidade de terapia intensiva (UTI) para o rigoroso controle da pressão. Em alguns casos a
cirurgia é mandatória com o objetivo de se tentar a retirada do coágulo e fazer o controle da pressão
intracraniana.




Navarro/2003 @ ABC da Saúde

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

INSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVA
INSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVAINSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVA
INSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVA
Paulo Alambert
 
Infarto agudo do miocárdio (IAM)
Infarto agudo do miocárdio   (IAM)Infarto agudo do miocárdio   (IAM)
Infarto agudo do miocárdio (IAM)
Shirley Rodrigues
 
Apresentação acidente vascular cerebral
Apresentação acidente vascular cerebralApresentação acidente vascular cerebral
Apresentação acidente vascular cerebral
Laboratório Sérgio Franco
 
Avc
AvcAvc
Acidente vascular encefálico (ave) .
Acidente vascular encefálico (ave) . Acidente vascular encefálico (ave) .
Acidente vascular encefálico (ave) .
Dani Drp
 
Rins - Apresentação
Rins - ApresentaçãoRins - Apresentação
Rins - Apresentação
Cíntia Costa
 
Aula Insuficiência Renal Aguda
Aula Insuficiência Renal AgudaAula Insuficiência Renal Aguda
Aula Insuficiência Renal Aguda
Jucie Vasconcelos
 
Arritimias cardíacas
Arritimias cardíacasArritimias cardíacas
Arritimias cardíacas
dapab
 
Bulhas Cardíacas
Bulhas CardíacasBulhas Cardíacas
Bulhas Cardíacas
Kelvia Dias
 
Insuficiência Cardíaca Congestiva - ICC
Insuficiência Cardíaca Congestiva - ICCInsuficiência Cardíaca Congestiva - ICC
Insuficiência Cardíaca Congestiva - ICC
Cíntia Costa
 
AVC- Acidente Vascular Cerebral
AVC- Acidente Vascular CerebralAVC- Acidente Vascular Cerebral
AVC- Acidente Vascular Cerebral
Criis Maranhão
 
Intoxicação exógena
Intoxicação exógenaIntoxicação exógena
Intoxicação exógena
Efigênia Barros
 
Choque
Choque Choque
Choque
resenfe2013
 
Anemia 20
Anemia 20Anemia 20
Anemia 20
pauloalambert
 
TCE
TCETCE
Distúrbios hidroeletrolíticos
Distúrbios hidroeletrolíticosDistúrbios hidroeletrolíticos
Distúrbios hidroeletrolíticos
resenfe2013
 
Slides trauma raquimedular
Slides trauma raquimedularSlides trauma raquimedular
Slides trauma raquimedular
Ágatha Mayara
 
AVC Isquemico
AVC IsquemicoAVC Isquemico
AVC Isquemico
ctisaolucascopacabana
 
Aula arritmias e interpretação de ECG
Aula arritmias e interpretação de ECGAula arritmias e interpretação de ECG
Aula arritmias e interpretação de ECG
Wesley Rogerio
 
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema CardiovascularFisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Herbert Santana
 

Mais procurados (20)

INSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVA
INSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVAINSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVA
INSUFICIENCIA CARDÍACA CONGESTIVA
 
Infarto agudo do miocárdio (IAM)
Infarto agudo do miocárdio   (IAM)Infarto agudo do miocárdio   (IAM)
Infarto agudo do miocárdio (IAM)
 
Apresentação acidente vascular cerebral
Apresentação acidente vascular cerebralApresentação acidente vascular cerebral
Apresentação acidente vascular cerebral
 
Avc
AvcAvc
Avc
 
Acidente vascular encefálico (ave) .
Acidente vascular encefálico (ave) . Acidente vascular encefálico (ave) .
Acidente vascular encefálico (ave) .
 
Rins - Apresentação
Rins - ApresentaçãoRins - Apresentação
Rins - Apresentação
 
Aula Insuficiência Renal Aguda
Aula Insuficiência Renal AgudaAula Insuficiência Renal Aguda
Aula Insuficiência Renal Aguda
 
Arritimias cardíacas
Arritimias cardíacasArritimias cardíacas
Arritimias cardíacas
 
Bulhas Cardíacas
Bulhas CardíacasBulhas Cardíacas
Bulhas Cardíacas
 
Insuficiência Cardíaca Congestiva - ICC
Insuficiência Cardíaca Congestiva - ICCInsuficiência Cardíaca Congestiva - ICC
Insuficiência Cardíaca Congestiva - ICC
 
AVC- Acidente Vascular Cerebral
AVC- Acidente Vascular CerebralAVC- Acidente Vascular Cerebral
AVC- Acidente Vascular Cerebral
 
Intoxicação exógena
Intoxicação exógenaIntoxicação exógena
Intoxicação exógena
 
Choque
Choque Choque
Choque
 
Anemia 20
Anemia 20Anemia 20
Anemia 20
 
TCE
TCETCE
TCE
 
Distúrbios hidroeletrolíticos
Distúrbios hidroeletrolíticosDistúrbios hidroeletrolíticos
Distúrbios hidroeletrolíticos
 
Slides trauma raquimedular
Slides trauma raquimedularSlides trauma raquimedular
Slides trauma raquimedular
 
AVC Isquemico
AVC IsquemicoAVC Isquemico
AVC Isquemico
 
Aula arritmias e interpretação de ECG
Aula arritmias e interpretação de ECGAula arritmias e interpretação de ECG
Aula arritmias e interpretação de ECG
 
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema CardiovascularFisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
 

Destaque

Acidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular CerebralAcidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular Cerebral
Jorge Alberto Araujo
 
Acidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular CerebralAcidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular Cerebral
Severo Moreira
 
Acidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular CerebralAcidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular Cerebral
adonems
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
Fausto Barros
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
Vânia Caldeira
 
Meningite
MeningiteMeningite

Destaque (7)

Acidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular CerebralAcidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular Cerebral
 
Acidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular CerebralAcidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular Cerebral
 
Acidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular CerebralAcidente Vascular Cerebral
Acidente Vascular Cerebral
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
 
Meningite
MeningiteMeningite
Meningite
 

Semelhante a Acidente vascular cerebral

Cartilha Acidente Vascular Cerebral
Cartilha Acidente Vascular CerebralCartilha Acidente Vascular Cerebral
Cartilha Acidente Vascular Cerebral
Rede Leve Pizza Ilhéus
 
Avc
AvcAvc
Avc.....
Avc.....Avc.....
Avc.....
Ineidjee Costa
 
Avc principais causas, sintomas e tratamentos
Avc   principais causas, sintomas e tratamentosAvc   principais causas, sintomas e tratamentos
Avc principais causas, sintomas e tratamentos
Dropsdebeleza
 
Bgrp2
Bgrp2Bgrp2
Avc
AvcAvc
Centro universitário augusto motta
Centro universitário augusto mottaCentro universitário augusto motta
Centro universitário augusto motta
cezarfsouza
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral
Reinaldo Souza
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral
Paulo Matias
 
C2 avc
C2 avcC2 avc
AVC
AVCAVC
Acidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálicoAcidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálico
Joice Lins
 
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame CerebralAVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
EversonLima23
 
aula acidente vascular cerebral.pdf.......
aula acidente vascular cerebral.pdf.......aula acidente vascular cerebral.pdf.......
aula acidente vascular cerebral.pdf.......
jhordana1
 
Neurologia resumo avc_tsrs
Neurologia resumo avc_tsrsNeurologia resumo avc_tsrs
Neurologia resumo avc_tsrs
Laíssa Aragao Santos
 
Síncope
 Síncope Síncope
Síncope
Rafaella
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral
Carolina Yume
 
CEFALEIA.pptx
CEFALEIA.pptxCEFALEIA.pptx
CEFALEIA.pptx
GabrielPintoMalowa
 
Aula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdf
Aula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdfAula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdf
Aula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdf
Giza Carla Nitz
 
Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)
Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)
Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)
AngeloGoncalves102
 

Semelhante a Acidente vascular cerebral (20)

Cartilha Acidente Vascular Cerebral
Cartilha Acidente Vascular CerebralCartilha Acidente Vascular Cerebral
Cartilha Acidente Vascular Cerebral
 
Avc
AvcAvc
Avc
 
Avc.....
Avc.....Avc.....
Avc.....
 
Avc principais causas, sintomas e tratamentos
Avc   principais causas, sintomas e tratamentosAvc   principais causas, sintomas e tratamentos
Avc principais causas, sintomas e tratamentos
 
Bgrp2
Bgrp2Bgrp2
Bgrp2
 
Avc
AvcAvc
Avc
 
Centro universitário augusto motta
Centro universitário augusto mottaCentro universitário augusto motta
Centro universitário augusto motta
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral
 
C2 avc
C2 avcC2 avc
C2 avc
 
AVC
AVCAVC
AVC
 
Acidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálicoAcidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálico
 
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame CerebralAVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
 
aula acidente vascular cerebral.pdf.......
aula acidente vascular cerebral.pdf.......aula acidente vascular cerebral.pdf.......
aula acidente vascular cerebral.pdf.......
 
Neurologia resumo avc_tsrs
Neurologia resumo avc_tsrsNeurologia resumo avc_tsrs
Neurologia resumo avc_tsrs
 
Síncope
 Síncope Síncope
Síncope
 
Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebralAcidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral
 
CEFALEIA.pptx
CEFALEIA.pptxCEFALEIA.pptx
CEFALEIA.pptx
 
Aula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdf
Aula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdfAula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdf
Aula 08 - Doenças Cardiovasculares - IAM.pdf
 
Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)
Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)
Grupo 2 (Acidente Vascular Cerebral)
 

Mais de Universidade Federal Fluminense

Punto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personal
Punto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personalPunto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personal
Punto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personal
Universidade Federal Fluminense
 
Tipping point, accidents versus personal protective equipment
Tipping point, accidents versus personal protective equipmentTipping point, accidents versus personal protective equipment
Tipping point, accidents versus personal protective equipment
Universidade Federal Fluminense
 
Pegadas hídricas água, o precioso líquido do presente e do futuro
Pegadas hídricas   água, o precioso líquido do presente e do futuroPegadas hídricas   água, o precioso líquido do presente e do futuro
Pegadas hídricas água, o precioso líquido do presente e do futuro
Universidade Federal Fluminense
 
Rc para executivos ganha destaque no mercado segurador ad corretora de seguros
Rc para executivos ganha destaque no mercado segurador   ad corretora de segurosRc para executivos ganha destaque no mercado segurador   ad corretora de seguros
Rc para executivos ganha destaque no mercado segurador ad corretora de seguros
Universidade Federal Fluminense
 
Liderança da gestão
Liderança da gestãoLiderança da gestão
Liderança da gestão
Universidade Federal Fluminense
 
Percepção, compreensão e avaliação de riscos análise de resultados de pesqu...
Percepção, compreensão e avaliação de riscos   análise de resultados de pesqu...Percepção, compreensão e avaliação de riscos   análise de resultados de pesqu...
Percepção, compreensão e avaliação de riscos análise de resultados de pesqu...
Universidade Federal Fluminense
 
Editora roncarati incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos arti...
Editora roncarati   incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos   arti...Editora roncarati   incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos   arti...
Editora roncarati incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos arti...
Universidade Federal Fluminense
 
Editora roncarati cenários críticos que ampliam riscos artigos e notícias
Editora roncarati   cenários críticos que ampliam riscos   artigos e notíciasEditora roncarati   cenários críticos que ampliam riscos   artigos e notícias
Editora roncarati cenários críticos que ampliam riscos artigos e notícias
Universidade Federal Fluminense
 
Cenários críticos que ampliam riscos
Cenários críticos que ampliam riscosCenários críticos que ampliam riscos
Cenários críticos que ampliam riscos
Universidade Federal Fluminense
 
Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015
Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015
Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015
Universidade Federal Fluminense
 
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Universidade Federal Fluminense
 
Editora roncarati autovistoria de edificações - considerações gerais arti...
Editora roncarati   autovistoria de edificações - considerações gerais   arti...Editora roncarati   autovistoria de edificações - considerações gerais   arti...
Editora roncarati autovistoria de edificações - considerações gerais arti...
Universidade Federal Fluminense
 
Utilidade social e eficiência do mutualismo
Utilidade social e eficiência do mutualismoUtilidade social e eficiência do mutualismo
Utilidade social e eficiência do mutualismo
Universidade Federal Fluminense
 
Uma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscos
Uma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscosUma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscos
Uma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscos
Universidade Federal Fluminense
 
Teste de adequação de passivos susep
Teste de adequação de passivos   susepTeste de adequação de passivos   susep
Teste de adequação de passivos susep
Universidade Federal Fluminense
 
Teoria do risco
Teoria do riscoTeoria do risco
Teoria do risco tese de doutoramento
Teoria do risco   tese de doutoramentoTeoria do risco   tese de doutoramento
Teoria do risco tese de doutoramento
Universidade Federal Fluminense
 
Teoria de utilidade e seguro
Teoria de utilidade e seguroTeoria de utilidade e seguro
Teoria de utilidade e seguro
Universidade Federal Fluminense
 
Tecnicas atuariais dos seguros
Tecnicas atuariais dos segurosTecnicas atuariais dos seguros
Tecnicas atuariais dos seguros
Universidade Federal Fluminense
 
Tábuas de mortalidade
Tábuas de mortalidadeTábuas de mortalidade
Tábuas de mortalidade
Universidade Federal Fluminense
 

Mais de Universidade Federal Fluminense (20)

Punto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personal
Punto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personalPunto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personal
Punto de inflexión, accidentes frente a equipos de protección personal
 
Tipping point, accidents versus personal protective equipment
Tipping point, accidents versus personal protective equipmentTipping point, accidents versus personal protective equipment
Tipping point, accidents versus personal protective equipment
 
Pegadas hídricas água, o precioso líquido do presente e do futuro
Pegadas hídricas   água, o precioso líquido do presente e do futuroPegadas hídricas   água, o precioso líquido do presente e do futuro
Pegadas hídricas água, o precioso líquido do presente e do futuro
 
Rc para executivos ganha destaque no mercado segurador ad corretora de seguros
Rc para executivos ganha destaque no mercado segurador   ad corretora de segurosRc para executivos ganha destaque no mercado segurador   ad corretora de seguros
Rc para executivos ganha destaque no mercado segurador ad corretora de seguros
 
Liderança da gestão
Liderança da gestãoLiderança da gestão
Liderança da gestão
 
Percepção, compreensão e avaliação de riscos análise de resultados de pesqu...
Percepção, compreensão e avaliação de riscos   análise de resultados de pesqu...Percepção, compreensão e avaliação de riscos   análise de resultados de pesqu...
Percepção, compreensão e avaliação de riscos análise de resultados de pesqu...
 
Editora roncarati incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos arti...
Editora roncarati   incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos   arti...Editora roncarati   incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos   arti...
Editora roncarati incêndio em áreas de tancagem de produtos diversos arti...
 
Editora roncarati cenários críticos que ampliam riscos artigos e notícias
Editora roncarati   cenários críticos que ampliam riscos   artigos e notíciasEditora roncarati   cenários críticos que ampliam riscos   artigos e notícias
Editora roncarati cenários críticos que ampliam riscos artigos e notícias
 
Cenários críticos que ampliam riscos
Cenários críticos que ampliam riscosCenários críticos que ampliam riscos
Cenários críticos que ampliam riscos
 
Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015
Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015
Uma passagem só de ida no voo do dia 24 de março de 2015
 
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
 
Editora roncarati autovistoria de edificações - considerações gerais arti...
Editora roncarati   autovistoria de edificações - considerações gerais   arti...Editora roncarati   autovistoria de edificações - considerações gerais   arti...
Editora roncarati autovistoria de edificações - considerações gerais arti...
 
Utilidade social e eficiência do mutualismo
Utilidade social e eficiência do mutualismoUtilidade social e eficiência do mutualismo
Utilidade social e eficiência do mutualismo
 
Uma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscos
Uma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscosUma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscos
Uma breve análise da evolução dos programas de gerenciamento de riscos
 
Teste de adequação de passivos susep
Teste de adequação de passivos   susepTeste de adequação de passivos   susep
Teste de adequação de passivos susep
 
Teoria do risco
Teoria do riscoTeoria do risco
Teoria do risco
 
Teoria do risco tese de doutoramento
Teoria do risco   tese de doutoramentoTeoria do risco   tese de doutoramento
Teoria do risco tese de doutoramento
 
Teoria de utilidade e seguro
Teoria de utilidade e seguroTeoria de utilidade e seguro
Teoria de utilidade e seguro
 
Tecnicas atuariais dos seguros
Tecnicas atuariais dos segurosTecnicas atuariais dos seguros
Tecnicas atuariais dos seguros
 
Tábuas de mortalidade
Tábuas de mortalidadeTábuas de mortalidade
Tábuas de mortalidade
 

Acidente vascular cerebral

  • 1. Jornal Interno de Saúde (O Jornal Interno de Saúde é um documento interno do SMS da Engenharia/IETR/IEABAST/CMDS/SMS, desenvolvido com o objetivo de levar aos colegas de trabalho informações úteis sobre o tema da Saúde. As informações aqui contidas não se destinam a prescrever medicamentos e nem induzir os colegas a automedicação. Quem deve avaliar o estado clínico e medicar é o Médico Especialista) Assunto da Semana: ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL Sinônimos e Nomes Populares: AVC, Derrame cerebral. O que é? Acidente vascular cerebral é uma doença caracterizada pelo início agudo de um deficit neurológico (diminuição da função) que persiste por pelo menos 24 horas, refletindo envolvimento focal do sistema nervoso central como resultado de um distúrbio na circulação cerebral. Começa abruptamente, sendo o deficit neurológico máximo no seu início podendo progredir ao longo do tempo. O termo ataque isquêmico transitório (AIT) refere-se ao deficit neurológico transitório com duração de menos de 24 horas até total retorno à normalidade. Quando o deficit dura além de 24 horas, com retorno ao normal é dito como um deficit neurológico isquêmico reversível (DNIR). Podemos dividir o acidente vascular cerebral em duas categorias: • O acidente vascular isquêmico consiste na oclusão de um vaso sangüíneo que interrompe o fluxo de sangue a uma região específica do cérebro, interferindo com as funções neurológicas dependentes daquela região afetada, produzindo uma sintomatologia ou deficits característicos. • No acidente vascular hemorrágico existe hemorragia (sangramento) local, com outros fatores complicadores tais como: aumento da pressão intracraniana, edema (inchaço) cerebral, entre outros, levando a sinais nem sempre focais. Como se desenvolve ou se adquire? Vários fatores de risco são descritos e estão comprovados na origem do acidente vascular cerebral, entre eles estão: hipertensão arterial, doença cardíaca, fibrilação atrial, diabete, tabagismo, hiperlipidemia. Outros fatores são: uso de pílulas anticoncepcionais, álcool, ou outras doenças que acarretem aumento no estado de coagulabilidade (coagulação do sangue). O que se sente? Geralmente vai depender do tipo de acidente vascular cerebral que a pessoa está sofrendo: isquêmico? hemorrágico? Sua localização, idade, fatores adjacentes, podendo ser: Fraqueza: O início agudo de uma fraqueza em um dos membros (braço, perna) ou face é o sintoma mais comum dos acidentes vasculares cerebrais. Pode significar a isquemia de todo um hemisfério cerebral ou apenas de uma pequena e específica área. Podem ocorrer de diferentes formas apresentando-se por fraqueza maior na face e no braço que na perna; ou fraqueza maior na perna que no braço ou na face; ou ainda a fraqueza pode se acompanhar de outros sintomas. Estas diferenças dependem da localização da isquemia, da extensão e da circulação cerebral acometida. Distúrbios Visuais: A perda da visão em um dos olhos, principalmente aguda, alarma os pacientes e geralmente os leva a procurar avaliação médica. O paciente pode ter uma sensação de "sombra'' ou "cortina" ao enxergar ou ainda pode apresentar cegueira transitória (amaurose fugaz). Perda sensitiva: A dormência ocorre mais comumente junto com a diminuição de força (fraqueza), confundindo o paciente; a sensibilidade é subjetiva. Navarro/2003 @ ABC da Saúde
  • 2. Jornal Interno de Saúde Linguagem e fala (afasia): É comum os pacientes apresentarem alterações de linguagem e fala; assim alguns pacientes apresentam fala curta e com esforço, acarretando muita frustração (consciência do esforço e dificuldade para falar); alguns pacientes apresentam uma outra alteração de linguagem, falando frases longas, fluentes, fazendo pouco sentido, com grande dificuldade para compreensão da linguagem. Familiares e amigos podem descrever ao médico esse sintoma como um ataque de confusão ou estresse. Convulsões: Nos casos da hemorragia intra-cerebral, do acidente vascular dito hemorrágico, os sintomas podem se manifestar como os já descritos acima, geralmente mais graves e de rápida evolução. Pode acontecer uma hemiparesia (diminuição de força do lado oposto ao sangramento) , além de desvio do olhar. O hematoma pode crescer, causar edema (inchaço), atingindo outras estruturas adjacentes, levando a pessoa ao coma. Os sintomas podem desenvolver-se rapidamente em questão de minutos. Como o médico faz o diagnóstico? A história e o exame físico dão subsídios para uma possibilidade de doença vascular cerebral como causa da sintomatologia do paciente. Entretanto, o início agudo de sintomas neurológicos focais deve sugerir uma doença vascular em qualquer idade, mesmo sem fatores de risco associados. A avaliação laboratorial inclui análises sangüíneas e estudos de imagem (tomografia computadorizada de encéfalo ou ressonância nuclear magnética). Outros estudos: ultra-som de carótidas e vertebrais, ecocardiografia e angiografia podem ser feitos. Como se trata e como se previne? Inicialmente deve-se diferenciar entre acidente vascular isquêmico ou hemorrágico. O tratamento inclui a identificação e controle dos fatores de risco, o uso de terapia antitrombótica (contra a coagulação do sangue) e endarterectomia (cirurgia para retirada do coágulo de dentro da artéria) de carótida em alguns casos selecionados. A avaliação e o acompanhamento neurológicos regulares são componentes do tratamento preventivo bem como o controle da hipertensão, da diabete, a suspensão do tabagismo e o uso de determinadas drogas (anticoagulantes) que contribuem para a diminuição da incidência de acidentes vasculares cerebrais. O acidente vascular cerebral em evolução constitui uma emergência, devendo ser tratado em ambiente hospitalar. O uso de terapia antitrombótica é importante para evitar recorrências. Além disso, deve-se controlar outras complicações, principalmente em pacientes acamados (pneumonias, tromboembolismo, infecções, úlceras de pele) onde a instituição de fisioterapia previne e tem papel importante na recuperação funcional do paciente. As medidas iniciais para o acidente vascular hemorrágico são semelhantes, devendo-se obter leito em uma unidade de terapia intensiva (UTI) para o rigoroso controle da pressão. Em alguns casos a cirurgia é mandatória com o objetivo de se tentar a retirada do coágulo e fazer o controle da pressão intracraniana. Navarro/2003 @ ABC da Saúde