SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
Programa para Redução da
Emissão de Gases de Efeito
Estufa na Agricultura
Programa ABC
Conceito
Crédito orientado para promover a redução das emissões de
Gases de Efeito Estufa (GEE) na agricultura, conforme
preconizado na Política Nacional sobre Mudanças do Clima
(PNMC) melhorando a eficiência no uso de recursos naturais,
aumentando a resiliência de sistemas produtivos e de
comunidades rurais e possibilitar a adaptação do setor
agropecuário às mudanças climáticas.
Programa
ABC
Objetivo
Reduzir as emissões de gases de efeito estufa oriundas das
atividades agropecuárias;
Reduzir o desmatamento;
Aumentar a produção agropecuária em bases sustentáveis;
Adequar as propriedades rurais à legislação ambiental;
Ampliar a área de florestas cultivadas;
Estimular a recuperação de áreas degradadas;
Incentivar a expansão da tecnologia de integração lavoura-
pecuária-floresta.
Programa
ABC
Produtores rurais (pessoas físicas e jurídicas) e suas
cooperativas
Público Alvo
Programa
ABC
Disponibilizado até R$ 3 milhões por beneficiário, por ano-safra
Teto de Financiamento
Finalidades Financiáveis
recuperação de pastagens degradadas (ABC Recuperação);
implantação e melhoramento de sistemas orgânicos de produção
agropecuária (ABC Orgânico);
implantação e melhoramento de sistemas de plantio direto "na
palha" (ABC Plantio Direto);
implantação e melhoramento de sistemas de integração lavoura-
pecuária-floresta e de sistemas agroflorestais (ABC Integração);
implantação, manutenção e melhoramento do manejo de
florestas comerciais (ABC Florestas);
estímulo ao uso da fixação biológica do nitrogênio (ABC Fixação);
Programa
ABC
Finalidades Financiáveis
adequação ou regularização das propriedades rurais frente à
legislação ambiental, inclusive recuperação da reserva legal, áreas
de preservação permanente, recuperação de áreas degradadas e
implantação e melhoramento de planos de manejo florestal
sustentável (ABC Ambiental);
implantação, melhoramento e manutenção de sistemas de
tratamento de dejetos e resíduos oriundos da produção animal para
a geração de energia e compostagem (ABC Tratamento de Dejetos);
implantação, melhoramento e manutenção de florestas de
dendezeiro, prioritariamente em áreas produtivas degradadas (ABC
Dendê).
Programa
ABC
Itens Financiáveis
Elaboração de projeto técnico e georreferenciamento das
propriedades rurais, inclusive das despesas técnicas e administrativas
relacionadas ao processo de regularização ambiental;
Assistência técnica necessária até a fase de maturação do projeto;
Realocação de estradas internas das propriedades rurais para fins de
adequação ambiental;
Aquisição de insumos e pagamento de serviços destinados a
implantação e manutenção dos projetos financiados;
Pagamento de serviços destinados à conversão da produção orgânica e
sua certificação;
Programa
ABC
Itens Financiáveis
Marcação e construção de terraços e implantação de práticas
conservacionistas do solo;
Adubação verde e plantio de cultura de cobertura do solo;
Implantação de viveiros de mudas florestais;
Aquisição, transporte, aplicação e incorporação de corretivos
agrícolas (calcário e outros);
Implantação e recuperação de cercas, aquisição de energizadores de
cerca, aquisição, construção ou reformas de bebedouros e de saleiro ou
cochos de sal;
Aquisição de bovinos, ovinos e caprinos, para reprodução, recria e
terminação, e sêmen, óvulos e embriões dessas espécies;
Programa
ABC
Itens Financiáveis
Aquisição de máquinas, implementos e equipamentos de fabricação
nacional, para a agricultura e pecuária, biodigestores, máquinas e
equipamentos para a realização da compostagem e para produção e
armazenamento de energia;
Construção e modernização de benfeitorias e de instalações, na
propriedade rural;
Serviços de agricultura de precisão, desde o planejamento inicial à
geração dos mapas de aplicação de fertilizantes e corretivos;
Despesas relacionadas ao uso de mão-de-obra própria, desde que
compatíveis com estruturas de custos de produção regional;
Custeio associado ao investimento.
Programa
ABC
4,5 % e 5% a.a.
Encargos Financeiros
Programa
ABC
Definido de acordo com o Projeto Técnico, podendo ser de até
15 anos com até 8 anos de carência
Prazo
Comparativo Meta X
Realizado
Programa
ABC
Fonte: Banco do Brasil (*) até dezembro/2014
1.219
2.561 2.561
1.591
Safra 2011/12 Safra 2012/13 Safra 2013/14 Safra 2014/15
Realizado
Realizado
R$ 8
bilhões
Saldo da Carteira
Programa
ABC
Fonte: Banco do Brasil (*) até dezembro/2014
Agricultura de Baixa Emissão
de Carbono
Obrigado.
Álvaro Rojo Santamaria Filho
alvaro.santamaria@bb.com.br
Diretoria de Agronegócios

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastorisProjetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastoris
Exagro
 
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
cbsaf
 
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...
cbsaf
 
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Exagro
 
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...
AgroTalento
 
Apresentação marcello ramos
Apresentação marcello ramosApresentação marcello ramos
Apresentação marcello ramos
LCA promo
 
Oficina - Rural e Urbano em São Paulo
Oficina - Rural e Urbano em São PauloOficina - Rural e Urbano em São Paulo
Oficina - Rural e Urbano em São Paulo
Instituto-5elementos
 
Projecto Pastagens de altitude
Projecto Pastagens de altitudeProjecto Pastagens de altitude
Projecto Pastagens de altitude
INOVISA
 
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
cbsaf
 

Mais procurados (20)

IV EPBio - Reserva Legal e Área de Preservação Permamente
IV EPBio - Reserva Legal e Área de Preservação PermamenteIV EPBio - Reserva Legal e Área de Preservação Permamente
IV EPBio - Reserva Legal e Área de Preservação Permamente
 
Projetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastorisProjetos agrossilvipastoris
Projetos agrossilvipastoris
 
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtoresIntegração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
Integração Lavoura Pecuária Floresta Leiteira pequenos produtores
 
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
Dia 4 - Conferencia 3 - Sistemas Agroflorestais e Provisão de Benefícios Opor...
 
17/03 - Manhã - Mesa 1 - José Bento da Rocha - ADASA - DF
17/03 - Manhã - Mesa 1 - José Bento da Rocha - ADASA - DF17/03 - Manhã - Mesa 1 - José Bento da Rocha - ADASA - DF
17/03 - Manhã - Mesa 1 - José Bento da Rocha - ADASA - DF
 
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas ...
 
Cartilha ilpf 17_final
Cartilha ilpf 17_finalCartilha ilpf 17_final
Cartilha ilpf 17_final
 
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
Viabilidade economica de projetos agrossilvipastoris montes claros 2010
 
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinante da produtividade à pasto - F...
 
Apresentação marcello ramos
Apresentação marcello ramosApresentação marcello ramos
Apresentação marcello ramos
 
Manual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-PecuáriaManual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-Pecuária
 
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
Palestra Legislação Ambiental e Cafeicultura Ladislau
 
Oficina - Rural e Urbano em São Paulo
Oficina - Rural e Urbano em São PauloOficina - Rural e Urbano em São Paulo
Oficina - Rural e Urbano em São Paulo
 
Projecto Pastagens de altitude
Projecto Pastagens de altitudeProjecto Pastagens de altitude
Projecto Pastagens de altitude
 
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOSSISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL - GÊNESE E BENEFICIOS
 
Sistema agrosilvipastoril
Sistema agrosilvipastorilSistema agrosilvipastoril
Sistema agrosilvipastoril
 
Integração Lavoura Pecuaria Floresta ILPF
Integração Lavoura Pecuaria Floresta ILPFIntegração Lavoura Pecuaria Floresta ILPF
Integração Lavoura Pecuaria Floresta ILPF
 
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
 
Integração Lavoura-Pecuária-Floresta(ILPF)
Integração Lavoura-Pecuária-Floresta(ILPF)Integração Lavoura-Pecuária-Floresta(ILPF)
Integração Lavoura-Pecuária-Floresta(ILPF)
 
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...Dia 3 - Simpósio 2 -  Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
Dia 3 - Simpósio 2 - Estratégias de mitigação a mudanças climáticas baseadas...
 

Destaque

information in relation to Education and Professional Development
information in relation to  Education and Professional Developmentinformation in relation to  Education and Professional Development
information in relation to Education and Professional Development
S Vijay Kumar
 
Miguel delibes presentacion
Miguel delibes presentacion Miguel delibes presentacion
Miguel delibes presentacion
yessicasouto
 
Possible locations 1
Possible locations 1Possible locations 1
Possible locations 1
mariyaver
 
Programación Casa Cultura Octubre 2013
Programación Casa Cultura Octubre 2013Programación Casa Cultura Octubre 2013
Programación Casa Cultura Octubre 2013
TurismoCalp
 
The Shine Centre - Cheryl
The Shine Centre - CherylThe Shine Centre - Cheryl
The Shine Centre - Cheryl
Cherry Gammelin
 
Comunicato stampa dimissioni de giorgi
Comunicato stampa dimissioni de giorgiComunicato stampa dimissioni de giorgi
Comunicato stampa dimissioni de giorgi
redazione gioianet
 
1. элементный состав живых организмов
1. элементный состав живых организмов1. элементный состав живых организмов
1. элементный состав живых организмов
Wurgeren
 

Destaque (18)

information in relation to Education and Professional Development
information in relation to  Education and Professional Developmentinformation in relation to  Education and Professional Development
information in relation to Education and Professional Development
 
Apchin design corp design philosophy
Apchin design corp   design philosophyApchin design corp   design philosophy
Apchin design corp design philosophy
 
Miguel delibes presentacion
Miguel delibes presentacion Miguel delibes presentacion
Miguel delibes presentacion
 
Desenvolvimento em camadas
Desenvolvimento em camadasDesenvolvimento em camadas
Desenvolvimento em camadas
 
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
 
1
11
1
 
Agua
AguaAgua
Agua
 
Diari de medi 6e
Diari de medi 6eDiari de medi 6e
Diari de medi 6e
 
Possible locations 1
Possible locations 1Possible locations 1
Possible locations 1
 
Detailed Case Study of Pind Dadan Khan, Punjab, Pakistan with special emphasi...
Detailed Case Study of Pind Dadan Khan, Punjab, Pakistan with special emphasi...Detailed Case Study of Pind Dadan Khan, Punjab, Pakistan with special emphasi...
Detailed Case Study of Pind Dadan Khan, Punjab, Pakistan with special emphasi...
 
20150407 simulace
20150407 simulace20150407 simulace
20150407 simulace
 
Programación Casa Cultura Octubre 2013
Programación Casa Cultura Octubre 2013Programación Casa Cultura Octubre 2013
Programación Casa Cultura Octubre 2013
 
The Shine Centre - Cheryl
The Shine Centre - CherylThe Shine Centre - Cheryl
The Shine Centre - Cheryl
 
Neoneo
NeoneoNeoneo
Neoneo
 
Comunicato stampa dimissioni de giorgi
Comunicato stampa dimissioni de giorgiComunicato stampa dimissioni de giorgi
Comunicato stampa dimissioni de giorgi
 
Articolo giornale parma carpooling
Articolo giornale parma carpoolingArticolo giornale parma carpooling
Articolo giornale parma carpooling
 
Жилой комплекс Аристократ
Жилой комплекс АристократЖилой комплекс Аристократ
Жилой комплекс Аристократ
 
1. элементный состав живых организмов
1. элементный состав живых организмов1. элементный состав живых организмов
1. элементный состав живых организмов
 

Semelhante a Abc 17.03.2015

Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
cbsaf
 
Sergio aparecido bb
Sergio aparecido bbSergio aparecido bb
Sergio aparecido bb
cbsaf
 
Fabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdf
Fabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdfFabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdf
Fabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdf
ricardotajra3
 
CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS Startup - Consultoria Agroenergética – Comerci...
CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS   Startup - Consultoria Agroenergética –  Comerci...CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS   Startup - Consultoria Agroenergética –  Comerci...
CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS Startup - Consultoria Agroenergética – Comerci...
Pedro Chamochumbi
 
Informe rural 02/05/2013
Informe rural 02/05/2013Informe rural 02/05/2013
Informe rural 02/05/2013
Informe Rural
 
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedroBruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
forumsustentar
 
Agricultura de baixa emissão de carbono
Agricultura de baixa emissão de carbonoAgricultura de baixa emissão de carbono
Agricultura de baixa emissão de carbono
Geagra UFG
 
Paulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mmaPaulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mma
cbsaf
 
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
cbsaf
 

Semelhante a Abc 17.03.2015 (20)

Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
 
Sergio aparecido bb
Sergio aparecido bbSergio aparecido bb
Sergio aparecido bb
 
Banco do Brasil: Linhas de crédito para agronegócio
Banco do Brasil: Linhas de crédito para agronegócioBanco do Brasil: Linhas de crédito para agronegócio
Banco do Brasil: Linhas de crédito para agronegócio
 
Terça ambiental AMDA
Terça ambiental AMDATerça ambiental AMDA
Terça ambiental AMDA
 
Ch4 Soluções Sustentáveis - Produtos
Ch4 Soluções Sustentáveis - ProdutosCh4 Soluções Sustentáveis - Produtos
Ch4 Soluções Sustentáveis - Produtos
 
Resumo - Projeto Produtor de Água
Resumo - Projeto Produtor de ÁguaResumo - Projeto Produtor de Água
Resumo - Projeto Produtor de Água
 
17/03 - Manhã - Mesa 1 - Devanir Garcia dos Santos - ANA
17/03 - Manhã - Mesa 1 - Devanir Garcia dos Santos - ANA17/03 - Manhã - Mesa 1 - Devanir Garcia dos Santos - ANA
17/03 - Manhã - Mesa 1 - Devanir Garcia dos Santos - ANA
 
Fabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdf
Fabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdfFabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdf
Fabio-BANCO-DO-BRASIL-Linhas-de-Credito-e-E4rlaboracao-de-Projetos.pdf
 
Boas práticas de produção
Boas práticas de produçãoBoas práticas de produção
Boas práticas de produção
 
Encontro GCF Belém - Sisa e Programa Isa Carbono
Encontro GCF Belém - Sisa e Programa Isa CarbonoEncontro GCF Belém - Sisa e Programa Isa Carbono
Encontro GCF Belém - Sisa e Programa Isa Carbono
 
23671_Folder-Digital-Credito-Rural 2023.pdf
23671_Folder-Digital-Credito-Rural 2023.pdf23671_Folder-Digital-Credito-Rural 2023.pdf
23671_Folder-Digital-Credito-Rural 2023.pdf
 
Fenicafé 2014 demetrios christofidis as perspectivas da irrigação no brasil
Fenicafé 2014 demetrios christofidis as perspectivas da irrigação no brasilFenicafé 2014 demetrios christofidis as perspectivas da irrigação no brasil
Fenicafé 2014 demetrios christofidis as perspectivas da irrigação no brasil
 
CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS Startup - Consultoria Agroenergética – Comerci...
CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS   Startup - Consultoria Agroenergética –  Comerci...CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS   Startup - Consultoria Agroenergética –  Comerci...
CH4 - SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS Startup - Consultoria Agroenergética – Comerci...
 
Informe rural 02/05/2013
Informe rural 02/05/2013Informe rural 02/05/2013
Informe rural 02/05/2013
 
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedroBruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
 
Agricultura de baixa emissão de carbono
Agricultura de baixa emissão de carbonoAgricultura de baixa emissão de carbono
Agricultura de baixa emissão de carbono
 
Paulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mmaPaulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mma
 
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
Dia 2 - Estratégias de politicas públicas para uma maior adoção de sistemas a...
 
Apresentação da experiência do Instituto de Mudanças Climáticas do Acre, por ...
Apresentação da experiência do Instituto de Mudanças Climáticas do Acre, por ...Apresentação da experiência do Instituto de Mudanças Climáticas do Acre, por ...
Apresentação da experiência do Instituto de Mudanças Climáticas do Acre, por ...
 
Palestra abc
Palestra abcPalestra abc
Palestra abc
 

Mais de Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce

Mais de Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce (20)

Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
 
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
 
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ESApresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
 
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
 
Publicacao pacuera pch_fortuna_ii
Publicacao pacuera pch_fortuna_iiPublicacao pacuera pch_fortuna_ii
Publicacao pacuera pch_fortuna_ii
 
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
 
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagemApresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
 
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
 
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
 
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
 
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
 
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
 
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
 
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
 
Produtor de água brasilia 2015
Produtor de água brasilia 2015Produtor de água brasilia 2015
Produtor de água brasilia 2015
 
Seminário ana 18mar15 tnc
Seminário ana 18mar15   tncSeminário ana 18mar15   tnc
Seminário ana 18mar15 tnc
 
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
 
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
 
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
 
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
 

Abc 17.03.2015

  • 1. Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura Programa ABC
  • 2. Conceito Crédito orientado para promover a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) na agricultura, conforme preconizado na Política Nacional sobre Mudanças do Clima (PNMC) melhorando a eficiência no uso de recursos naturais, aumentando a resiliência de sistemas produtivos e de comunidades rurais e possibilitar a adaptação do setor agropecuário às mudanças climáticas. Programa ABC
  • 3. Objetivo Reduzir as emissões de gases de efeito estufa oriundas das atividades agropecuárias; Reduzir o desmatamento; Aumentar a produção agropecuária em bases sustentáveis; Adequar as propriedades rurais à legislação ambiental; Ampliar a área de florestas cultivadas; Estimular a recuperação de áreas degradadas; Incentivar a expansão da tecnologia de integração lavoura- pecuária-floresta. Programa ABC
  • 4. Produtores rurais (pessoas físicas e jurídicas) e suas cooperativas Público Alvo Programa ABC Disponibilizado até R$ 3 milhões por beneficiário, por ano-safra Teto de Financiamento
  • 5. Finalidades Financiáveis recuperação de pastagens degradadas (ABC Recuperação); implantação e melhoramento de sistemas orgânicos de produção agropecuária (ABC Orgânico); implantação e melhoramento de sistemas de plantio direto "na palha" (ABC Plantio Direto); implantação e melhoramento de sistemas de integração lavoura- pecuária-floresta e de sistemas agroflorestais (ABC Integração); implantação, manutenção e melhoramento do manejo de florestas comerciais (ABC Florestas); estímulo ao uso da fixação biológica do nitrogênio (ABC Fixação); Programa ABC
  • 6. Finalidades Financiáveis adequação ou regularização das propriedades rurais frente à legislação ambiental, inclusive recuperação da reserva legal, áreas de preservação permanente, recuperação de áreas degradadas e implantação e melhoramento de planos de manejo florestal sustentável (ABC Ambiental); implantação, melhoramento e manutenção de sistemas de tratamento de dejetos e resíduos oriundos da produção animal para a geração de energia e compostagem (ABC Tratamento de Dejetos); implantação, melhoramento e manutenção de florestas de dendezeiro, prioritariamente em áreas produtivas degradadas (ABC Dendê). Programa ABC
  • 7. Itens Financiáveis Elaboração de projeto técnico e georreferenciamento das propriedades rurais, inclusive das despesas técnicas e administrativas relacionadas ao processo de regularização ambiental; Assistência técnica necessária até a fase de maturação do projeto; Realocação de estradas internas das propriedades rurais para fins de adequação ambiental; Aquisição de insumos e pagamento de serviços destinados a implantação e manutenção dos projetos financiados; Pagamento de serviços destinados à conversão da produção orgânica e sua certificação; Programa ABC
  • 8. Itens Financiáveis Marcação e construção de terraços e implantação de práticas conservacionistas do solo; Adubação verde e plantio de cultura de cobertura do solo; Implantação de viveiros de mudas florestais; Aquisição, transporte, aplicação e incorporação de corretivos agrícolas (calcário e outros); Implantação e recuperação de cercas, aquisição de energizadores de cerca, aquisição, construção ou reformas de bebedouros e de saleiro ou cochos de sal; Aquisição de bovinos, ovinos e caprinos, para reprodução, recria e terminação, e sêmen, óvulos e embriões dessas espécies; Programa ABC
  • 9. Itens Financiáveis Aquisição de máquinas, implementos e equipamentos de fabricação nacional, para a agricultura e pecuária, biodigestores, máquinas e equipamentos para a realização da compostagem e para produção e armazenamento de energia; Construção e modernização de benfeitorias e de instalações, na propriedade rural; Serviços de agricultura de precisão, desde o planejamento inicial à geração dos mapas de aplicação de fertilizantes e corretivos; Despesas relacionadas ao uso de mão-de-obra própria, desde que compatíveis com estruturas de custos de produção regional; Custeio associado ao investimento. Programa ABC
  • 10. 4,5 % e 5% a.a. Encargos Financeiros Programa ABC Definido de acordo com o Projeto Técnico, podendo ser de até 15 anos com até 8 anos de carência Prazo
  • 11. Comparativo Meta X Realizado Programa ABC Fonte: Banco do Brasil (*) até dezembro/2014 1.219 2.561 2.561 1.591 Safra 2011/12 Safra 2012/13 Safra 2013/14 Safra 2014/15 Realizado Realizado
  • 12. R$ 8 bilhões Saldo da Carteira Programa ABC Fonte: Banco do Brasil (*) até dezembro/2014 Agricultura de Baixa Emissão de Carbono
  • 13. Obrigado. Álvaro Rojo Santamaria Filho alvaro.santamaria@bb.com.br Diretoria de Agronegócios