SlideShare uma empresa Scribd logo
Português - Aula 01      Concordância Verbal

Concordância Verbal
Conceito
Concordância é a adaptação formal
entre sintagmas ou entre partes de
um sintagma. No caso da
concordância verbal, essa relação
normalmente é estabelecida entre o
núcleo do sujeito e o verbo de uma
mesma oração.
Leia o texto abaixo.




  (http://desenhistasfracassados.weblogger.terra.com.br/img/175)
Você conseguiu notar algum desvio
 em relação à concordância verbal?

No último balãozinho, há uma
 construção inadequada para os
 padrões de concordância da
 gramática normativa.

E então? Já identificou a
 construção?
Trata-se do verbo “haver”, pluralizado
 inadequadamente para a acepção no qual
 está empregado.

Em sentido existencial, tal verbo deve
 permanecer na terceira pessoa do singular.
 Isso ocorre porque, nessa acepção, o verbo
 haver é impessoal, ou seja, não apresenta
 sujeito.

Assim, o correto, de acordo com a norma
 culta, seria: “(...) NEM HAVIA ESCOLAS!”
Tipos de Concordância
 A concordância é uma das mais complexas
 áreas do estudo da linguagem, em que nem
 sempre é fácil estabelecer critérios rígidos e
 uniformes de correção. Talvez seja este o
 campo da sintaxe mais permeável a influências
 da expressividade do sentimento e do qual, por
 isso mesmo, a gramática normativa não
 conseguiu eliminar as variações e a liberdade
 de escolha No entanto, a gramática tem
 procurado padronizar o sistema de
 concordância do Português, sem desconsiderar
 a existência de outras possibilidades
 lingüísticas.
Considerando o que se explicou, podem-se estabelecer três tipos
de concordâncias:

1ª - A concordância lógica ou gramatical, que
 é a mais geral no português e consiste em
 adaptar o determinante ou subordinante à forma
 gramatical do determinado, ou seja, o verbo ao
 núcleo (ou núcleos) do sujeito.

   O povo deixou a praça.

Povo – substantivo coletivo / idéia de plural, mas
 forma singular / verbo na terceira pessoa do
 singular
2º - A concordância atrativa, que consiste na
 adaptação do determinante ou subordinante ao
 termo mais próximo.

 A maioria dos alunos saíram.

A maioria – substantivo singular / seguido de
 determinante plural: alunos / verbo na terceira
 pessoa do plural concordando com o termo
 mais próximo.
 3º - A concordância ideológica, também chamada de
  SILEPSE, segundo a qual se adapta o vocábulo
  subordinante ou determinante NÃO à fórmula do
  vocábulo determinado ou subordinado, mas ao seu
  SENTIDO:

 O povo, vendo sua figura magnífica, começaram a
 aplaudi-lo.

 A SILEPSE, que pode ser de gênero, número ou
  pessoa, era muito comum no Português antigo, mas, na
  língua atual, tende a ser usada com maiores restrições.
  Observe que, no exemplo dado, o verbo está no plural,
  concordando com a idéia plural do vocábulo ‘povo’.
Regra geral de concordância verbal


 O verbo concorda em número e pessoa
 com o seu sujeito.

Há, entretanto, uma série de regras e
 exceções relativas a casos de
 concordância verbal, que devem ser
 examinadas uma a uma.
CASOS ESPECIAIS DE CONCORDÂNCIA VERBAL

Com o Sujeito Simples

01. Sujeito formado por coletivo.

                 Sujeito                Verbo
          Coletivo no singular         Singular
           Uma coleção nova chegou à livraria.

Obs.: Quando o coletivo for acompanhado de um
  determinante no plural, o verbo pode ficar no singular
  ou no plural.

Um exame de abelhas atacou (ou atacaram) o rapaz.
02. Sujeito formado por expressão partitiva (a
  maioria de, a maior parte de, grande parte de).

Sujeito: Expressão partitiva + determinante plural

Verbo: Singular ou plural

          A maioria dos eleitores não
  compareceu.
          A maioria dos eleitores não
  compareceram.
03. Sujeito formado por expressão de quantidade
  aproximada (perto de, cerca de, mais de...).

Sujeito: Expressão de quantidade aproximada
Verbo: Concorda com o numeral

           Cerca de dez carros foram vendidos.
           Mais de um jogador foi expulso.

Obs.: A expressão ‘mais de um’ virá acompanhada
 de um verbo plural sempre que houver, na frase,
 idéia de reciprocidade.
       Mais de um aluno se cumprimentaram.
04. Sujeito formado por número percentual ou número
  fracionário.

Sujeito: Numeral percentual ou fracionário + substantivo
Verbo: Concorda com o numeral

           20% dos operários são acidentados
  diariamente
           1/3 dos operários não fica na obra.

Obs.: A tendência atual, porém, é concordar o verbo com
  a expressão que acompanha o numeral.
            40% da população não vota.
05. Sujeito formado pela expressão um dos que.

Sujeito: Expressão “um dos que”, seguida ou não
  de substantivo
Verbo: Singular ou plural

              Ele foi um dos alunos que mais
  faltou / faltaram.
              Ela foi uma das que mais protestou /
  protestaram.
06. Sujeito formado por nomes próprios que só
  existem no plural.

Sujeito                               Verbo
Nome próprio plural, sem artigo      Singular

            Canudos não se rendeu.

Sujeito                               Verbo
Nome próprio plural, com artigo       Plural

        Os Estados Unidos venceram a partida.
07. Sujeito formado por pronome indefinido ou interrogativo
  no plural, seguido de pronome pessoal (quais de nós,
  alguns de vós, muitos de nós ...)

Sujeito: Pronome interrogativo ou indefinido no plural +
  pronome pessoal
Verbo: Concorda com o pronome indefinido no plural
              ou com o pronome pessoal

            Quais de nós terão chances?
            Quais de nós teremos chances?

Obs.: Se o pronome interrogativo ou indefinido estiver no
  singular, o verbo somente poderá ficar na 3ª pessoa do
  singular.
08. Sujeito formado pelas expressões
  “nenhum dos/ das/ de” ou “cada um dos/
  das/ de”.

Sujeito                          Verbo
Nenhum... – Cada um...           Singular

Nenhum dos aprovados compareceu à
 cerimônia.
Cada um dos aprovados recebeu um
 prêmio.
09. O sujeito é pronome relativo “que” ou “quem”.

Sujeito                                 Verbo
Pronome relativo que             Só concorda com o
                                 antecedente do que

            Sou eu que pago a despesa.

Sujeito: Pronome relativo quem
Verbo: Concorda com o antecedente do quem ou fica na
3ª pessoa do singular, concordando com o próprio quem.

            Sou eu quem dou as cartas.
            Sou eu quem dá as cartas.
Com o Sujeito Composto
01. O Sujeito Posposto ao Verbo.

Sujeito: Tem mais de um núcleo

Verbo: Vai para o plural ou concorda com o
   núcleo mais próximo

          Vieram a tia e o namorado.
            Veio a tia e o namorado.
02. Os componentes do sujeito estão ligados pela
  conjunção “ou”.

Sujeito: 1º elemento + ou + 2º elemento
Verbo: Fica no singular se a conjunção indicar
  exclusão.
      Vai para o plural se a conjunção indicar que
  o verbo se refere aos dois elementos.

    Pedro ou João ocupará a presidência.
   Cinema ou teatro eram as opções de lazer.
03. Os componentes do sujeito são ligados por
  “com”.
Sujeito                                  Verbo
1º elemento + com + 2º elemento           Plural

O ministro com a esposa chegaram à cerimônia.

Obs.: O verbo pode ficar no singular quando se
 deseja enfatizar o primeiro elemento.

O ministro, com sua bonita esposa, chegou à
  cerimônia.
Com Verbos Impessoais
01. Verbo HAVER em sentido existencial.

Sujeito: Inexistente
Verbo: O verbo fica sempre na terceira
       pessoa do singular.



 Na reunião de pais, havia mais mães.
02. Verbo HAVER e FAZER conotando
   tempo decorrido.

Sujeito: Inexistente
Verbo: O verbo fica sempre na terceira
  pessoa do singular.



   Faz alguns anos que não nos falamos.
   Havia duas semana desde o ocorrido.
03. Verbos indicando fenômenos naturais.

Sujeito: Inexistente
Verbo: O verbo fica sempre na terceira
   pessoa do singular.

 Choveu muito em várias cidades
  brasileiras.
04. Verbo SER indicando hora, data e
  distância.

Sujeito: Inexistente
Verbo: O verbo concorda com o numeral
 que o acompanha.

             São duas horas.
  Daqui à sua casa, são seis quilômetros.
         Hoje, são três de março.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbalSintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbal
Josi Santos
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Tio Pablo Virtual
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
Fernando Vieira
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Lidiane Rodrigues
 
53298597 concordancia-verbal
53298597 concordancia-verbal53298597 concordancia-verbal
53298597 concordancia-verbal
Kátia Zanardo
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
flicts
 
1 concordância verbal
1   concordância verbal1   concordância verbal
1 concordância verbal
Aretusa Scheibler
 
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Vídeo Aulas Apoio
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
Tati Borlote Varanda
 
Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015
Flávio Ferreira
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Rita Cunha
 
Casos específicos da concordância verbal
Casos específicos da concordância verbalCasos específicos da concordância verbal
Casos específicos da concordância verbal
Caroline Capellari
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Seduc/AM
 
Concrdância verbal
Concrdância verbalConcrdância verbal
Concrdância verbal
Jomari
 
Concordância Verbal
Concordância Verbal Concordância Verbal
Concordância Verbal
Caroline Indayara
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Kennedy Soares
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominalwww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
Lucia Silveira
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Isabel Sousa
 

Mais procurados (19)

Sintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbalSintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbal
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
 
53298597 concordancia-verbal
53298597 concordancia-verbal53298597 concordancia-verbal
53298597 concordancia-verbal
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
 
1 concordância verbal
1   concordância verbal1   concordância verbal
1 concordância verbal
 
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
 
Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Casos específicos da concordância verbal
Casos específicos da concordância verbalCasos específicos da concordância verbal
Casos específicos da concordância verbal
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Concrdância verbal
Concrdância verbalConcrdância verbal
Concrdância verbal
 
Concordância Verbal
Concordância Verbal Concordância Verbal
Concordância Verbal
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominalwww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 

Semelhante a 11389 3274 27.11.2012 21.03.23_11389_3274_30.05.2012 16.37.46_concordã¢ncia ii[1]

Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
Gil Guimarães
 
Concordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptxConcordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptx
AnaCarolina853021
 
Concordancia Verbal
Concordancia VerbalConcordancia Verbal
Concordancia Verbal
guest927573a
 
03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf
03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf
03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf
GizelyaMorais
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Christiane Queiroz
 
Verbos
VerbosVerbos
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
VvianCorreia1
 
CONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBALCONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBAL
Christiane Queiroz
 
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbalCefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbal
ProfFernandaBraga
 
Aula 18 concordância verbal
Aula 18   concordância verbalAula 18   concordância verbal
Aula 18 concordância verbal
ProfFernandaBraga
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância Verbal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância VerbalCefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância Verbal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância Verbal
ProfFernandaBraga
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
Ana Vaz
 
Resumo concordância 06.10.2016
Resumo concordância 06.10.2016Resumo concordância 06.10.2016
Resumo concordância 06.10.2016
Felipe Luccas Rosas
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
geisiene strelow
 
Concordância (tudo)
Concordância (tudo)Concordância (tudo)
Concordância (tudo)
professorakathia
 
pontuação em lingua portuguesa
pontuação em   lingua portuguesapontuação em   lingua portuguesa
pontuação em lingua portuguesa
Fatimagomes Macedo
 
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksdConcordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
bloke
 
Aula 07 português.text.marked
Aula 07   português.text.markedAula 07   português.text.marked
Aula 07 português.text.marked
HELIO ALVES
 
Aula 07 português.text.marked
Aula 07   português.text.markedAula 07   português.text.marked
Aula 07 português.text.marked
HELIO ALVES
 

Semelhante a 11389 3274 27.11.2012 21.03.23_11389_3274_30.05.2012 16.37.46_concordã¢ncia ii[1] (20)

Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
 
Concordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptxConcordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptx
 
Concordancia Verbal
Concordancia VerbalConcordancia Verbal
Concordancia Verbal
 
03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf
03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf
03.09.2022 - CONCORDÂNCIA NOMINAL.pdf
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
 
CONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBALCONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBAL
 
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbalCefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbal
 
Aula 18 concordância verbal
Aula 18   concordância verbalAula 18   concordância verbal
Aula 18 concordância verbal
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância Verbal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância VerbalCefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância Verbal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 15 - Concordância Verbal
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
 
Resumo concordância 06.10.2016
Resumo concordância 06.10.2016Resumo concordância 06.10.2016
Resumo concordância 06.10.2016
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Concordância (tudo)
Concordância (tudo)Concordância (tudo)
Concordância (tudo)
 
pontuação em lingua portuguesa
pontuação em   lingua portuguesapontuação em   lingua portuguesa
pontuação em lingua portuguesa
 
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksdConcordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
Concordância verbal dkdjksjdkjskdjksjdskjdksd
 
Aula 07 português.text.marked
Aula 07   português.text.markedAula 07   português.text.marked
Aula 07 português.text.marked
 
Aula 07 português.text.marked
Aula 07   português.text.markedAula 07   português.text.marked
Aula 07 português.text.marked
 

11389 3274 27.11.2012 21.03.23_11389_3274_30.05.2012 16.37.46_concordã¢ncia ii[1]

  • 1. Português - Aula 01 Concordância Verbal Concordância Verbal Conceito Concordância é a adaptação formal entre sintagmas ou entre partes de um sintagma. No caso da concordância verbal, essa relação normalmente é estabelecida entre o núcleo do sujeito e o verbo de uma mesma oração.
  • 2. Leia o texto abaixo. (http://desenhistasfracassados.weblogger.terra.com.br/img/175)
  • 3. Você conseguiu notar algum desvio em relação à concordância verbal? No último balãozinho, há uma construção inadequada para os padrões de concordância da gramática normativa. E então? Já identificou a construção?
  • 4. Trata-se do verbo “haver”, pluralizado inadequadamente para a acepção no qual está empregado. Em sentido existencial, tal verbo deve permanecer na terceira pessoa do singular. Isso ocorre porque, nessa acepção, o verbo haver é impessoal, ou seja, não apresenta sujeito. Assim, o correto, de acordo com a norma culta, seria: “(...) NEM HAVIA ESCOLAS!”
  • 5. Tipos de Concordância A concordância é uma das mais complexas áreas do estudo da linguagem, em que nem sempre é fácil estabelecer critérios rígidos e uniformes de correção. Talvez seja este o campo da sintaxe mais permeável a influências da expressividade do sentimento e do qual, por isso mesmo, a gramática normativa não conseguiu eliminar as variações e a liberdade de escolha No entanto, a gramática tem procurado padronizar o sistema de concordância do Português, sem desconsiderar a existência de outras possibilidades lingüísticas.
  • 6. Considerando o que se explicou, podem-se estabelecer três tipos de concordâncias: 1ª - A concordância lógica ou gramatical, que é a mais geral no português e consiste em adaptar o determinante ou subordinante à forma gramatical do determinado, ou seja, o verbo ao núcleo (ou núcleos) do sujeito. O povo deixou a praça. Povo – substantivo coletivo / idéia de plural, mas forma singular / verbo na terceira pessoa do singular
  • 7. 2º - A concordância atrativa, que consiste na adaptação do determinante ou subordinante ao termo mais próximo. A maioria dos alunos saíram. A maioria – substantivo singular / seguido de determinante plural: alunos / verbo na terceira pessoa do plural concordando com o termo mais próximo.
  • 8.  3º - A concordância ideológica, também chamada de SILEPSE, segundo a qual se adapta o vocábulo subordinante ou determinante NÃO à fórmula do vocábulo determinado ou subordinado, mas ao seu SENTIDO: O povo, vendo sua figura magnífica, começaram a aplaudi-lo.  A SILEPSE, que pode ser de gênero, número ou pessoa, era muito comum no Português antigo, mas, na língua atual, tende a ser usada com maiores restrições. Observe que, no exemplo dado, o verbo está no plural, concordando com a idéia plural do vocábulo ‘povo’.
  • 9. Regra geral de concordância verbal  O verbo concorda em número e pessoa com o seu sujeito. Há, entretanto, uma série de regras e exceções relativas a casos de concordância verbal, que devem ser examinadas uma a uma.
  • 10. CASOS ESPECIAIS DE CONCORDÂNCIA VERBAL Com o Sujeito Simples 01. Sujeito formado por coletivo. Sujeito Verbo Coletivo no singular Singular Uma coleção nova chegou à livraria. Obs.: Quando o coletivo for acompanhado de um determinante no plural, o verbo pode ficar no singular ou no plural. Um exame de abelhas atacou (ou atacaram) o rapaz.
  • 11. 02. Sujeito formado por expressão partitiva (a maioria de, a maior parte de, grande parte de). Sujeito: Expressão partitiva + determinante plural Verbo: Singular ou plural A maioria dos eleitores não compareceu. A maioria dos eleitores não compareceram.
  • 12. 03. Sujeito formado por expressão de quantidade aproximada (perto de, cerca de, mais de...). Sujeito: Expressão de quantidade aproximada Verbo: Concorda com o numeral Cerca de dez carros foram vendidos. Mais de um jogador foi expulso. Obs.: A expressão ‘mais de um’ virá acompanhada de um verbo plural sempre que houver, na frase, idéia de reciprocidade. Mais de um aluno se cumprimentaram.
  • 13. 04. Sujeito formado por número percentual ou número fracionário. Sujeito: Numeral percentual ou fracionário + substantivo Verbo: Concorda com o numeral 20% dos operários são acidentados diariamente 1/3 dos operários não fica na obra. Obs.: A tendência atual, porém, é concordar o verbo com a expressão que acompanha o numeral. 40% da população não vota.
  • 14. 05. Sujeito formado pela expressão um dos que. Sujeito: Expressão “um dos que”, seguida ou não de substantivo Verbo: Singular ou plural Ele foi um dos alunos que mais faltou / faltaram. Ela foi uma das que mais protestou / protestaram.
  • 15. 06. Sujeito formado por nomes próprios que só existem no plural. Sujeito Verbo Nome próprio plural, sem artigo Singular Canudos não se rendeu. Sujeito Verbo Nome próprio plural, com artigo Plural Os Estados Unidos venceram a partida.
  • 16. 07. Sujeito formado por pronome indefinido ou interrogativo no plural, seguido de pronome pessoal (quais de nós, alguns de vós, muitos de nós ...) Sujeito: Pronome interrogativo ou indefinido no plural + pronome pessoal Verbo: Concorda com o pronome indefinido no plural ou com o pronome pessoal Quais de nós terão chances? Quais de nós teremos chances? Obs.: Se o pronome interrogativo ou indefinido estiver no singular, o verbo somente poderá ficar na 3ª pessoa do singular.
  • 17. 08. Sujeito formado pelas expressões “nenhum dos/ das/ de” ou “cada um dos/ das/ de”. Sujeito Verbo Nenhum... – Cada um... Singular Nenhum dos aprovados compareceu à cerimônia. Cada um dos aprovados recebeu um prêmio.
  • 18. 09. O sujeito é pronome relativo “que” ou “quem”. Sujeito Verbo Pronome relativo que Só concorda com o antecedente do que Sou eu que pago a despesa. Sujeito: Pronome relativo quem Verbo: Concorda com o antecedente do quem ou fica na 3ª pessoa do singular, concordando com o próprio quem. Sou eu quem dou as cartas. Sou eu quem dá as cartas.
  • 19. Com o Sujeito Composto 01. O Sujeito Posposto ao Verbo. Sujeito: Tem mais de um núcleo Verbo: Vai para o plural ou concorda com o núcleo mais próximo Vieram a tia e o namorado. Veio a tia e o namorado.
  • 20. 02. Os componentes do sujeito estão ligados pela conjunção “ou”. Sujeito: 1º elemento + ou + 2º elemento Verbo: Fica no singular se a conjunção indicar exclusão. Vai para o plural se a conjunção indicar que o verbo se refere aos dois elementos. Pedro ou João ocupará a presidência. Cinema ou teatro eram as opções de lazer.
  • 21. 03. Os componentes do sujeito são ligados por “com”. Sujeito Verbo 1º elemento + com + 2º elemento Plural O ministro com a esposa chegaram à cerimônia. Obs.: O verbo pode ficar no singular quando se deseja enfatizar o primeiro elemento. O ministro, com sua bonita esposa, chegou à cerimônia.
  • 22. Com Verbos Impessoais 01. Verbo HAVER em sentido existencial. Sujeito: Inexistente Verbo: O verbo fica sempre na terceira pessoa do singular. Na reunião de pais, havia mais mães.
  • 23. 02. Verbo HAVER e FAZER conotando tempo decorrido. Sujeito: Inexistente Verbo: O verbo fica sempre na terceira pessoa do singular. Faz alguns anos que não nos falamos. Havia duas semana desde o ocorrido.
  • 24. 03. Verbos indicando fenômenos naturais. Sujeito: Inexistente Verbo: O verbo fica sempre na terceira pessoa do singular. Choveu muito em várias cidades brasileiras.
  • 25. 04. Verbo SER indicando hora, data e distância. Sujeito: Inexistente Verbo: O verbo concorda com o numeral que o acompanha. São duas horas. Daqui à sua casa, são seis quilômetros. Hoje, são três de março.