SlideShare uma empresa Scribd logo
CONCORDÂNCIA
NOMINAL
Acordo com o qual toda palavra
variável referente ao
substantivo deve se flexionar
(alterar a forma) para se
adaptar a ele.
EXEMPLO:
 As nossas duas irmãs pequenas estão aqui.
Irmãs: substantivo (fem./pl.)
As: artigo (fem./pl.)
Nossas: pronome(fem./pl.)
Duas: numeral(fem./pl.)
Pequenas: adjetivo(fem./pl.)
CONCORDÂNCIA DO ADJETIVO COM
MAIS DE UM SUBSTANTIVO
A concordância de um só adjetivo com mais de um
substantivo é influenciada por três fatores:
 A posição do adjetivo: antes ou depois dos
substantivos;
 O gênero (masc./fem.) e o número (sing./plural) dos
substantivos com os quais o adjetivo concorda;
 A função sintática do adjetivo: adjunto adnominal ou
predicativo.
ADJETIVO APÓS VÁRIOS SUBSTANTIVOS
 Se os substantivos são do mesmo gênero → o
adjetivo pode concordar com o último
substantivo ou ir para o plural.
Casa e igreja antiga / antigas
 Se os substantivos são de gêneros diferentes → o
adjetivo pode concordar com o último substantivo ou
ir para o masculino plural.
Prédio e casa antiga / antigos
ADJETIVO ANTES DE VÁRIOS SUBSTANTIVOS
 O adjetivo só pode concordar com o
primeiro substantivo.
Velha casa e prédio
Velho prédio e casa
Ele tem bom plano e ideias
Ele tem boas ideias e plano.
OBSERVAÇÕES:
Se o adjetivo exercer função sintática de
predicativo:
 O irmão e o primo dela são pequenos. (sempre plural)
 O seu argumento e a sua razão eram justos. (sempre
masculino plural)
 Ficou irritada a plateia e o cantor.
 Ficaram irritados a plateia e o cantor.
CASOS PARTICULARES
 MESMO
a) Na função de pronome, concorda com a palavra a
que se refere.
Elas mesmas irão lá.
b) Na função do advérbio (=realmente) é invariável.
Elas irão mesmo lá.
ANEXO E INCLUSO
 Concorda com a palavra a que se refere.
As cartas irão anexas ao contrato.
 A locução em anexo é invariável.
As cartas irão em anexo ao contrato.
BASTANTE
 Na função de pronome indefinido,
concorda com a palavra a que se refere
(podendo, portanto, ter plural).
Eles fizeram bastantes críticas ao projeto. (= muitas)
 Na função de advérbio é invariável.
Todos estão bastante irritados. (= muito)
MEIO
 Na função de numeral (= metade), concorda
com a palavra a que se refere.
O trem trouxe duas meias toneladas de pedra.
 Na função de advérbio (= um pouco), é
invariável.
A criança ficou meio cansada.
É BOM, É PROIBIDO, É NECESSÁRIO
+ SUBSTANTIVO
 Se o substantivo está acompanhado de artigo ou
pronome → bom, necessário, proibido etc. concordam
com o substantivo.
É proibida a entrada de crianças.
 Se o substantivo não está acompanhado de artigo ou
pronome → bom, necessário, proibido etc. ficam no
masculino e no singular.
É proibido entrada de crianças.
ALERTA e MENOS
 ALERTA é invariável, não tem plural.
Os vigilantes estavam alerta.
 MENOS é invariável, não tem feminino.
No jogo de ontem havia menos pessoas.
SÓ – A SÓS
 Como advérbio equivale a somente, ficando invariável.
Todos concordam, só eles não.
 Como adjetivo equivale a sozinho, sendo variável.
As crianças permaneciam sós.
 A expressão a sós é invariável.
Ficaram a sós por um longo tempo.
Fiquei a sós por um longo tempo.
POSSÍVEL
 Invariável, quando usada em expressões
superlativas com o artigo no singular.
Ela deixou as portas o mais bem fechadas possível.
 Variável, quando o artigo dessas expressões
aparece no plural.
As costuras eram as mais perfeitas possíveis.
CONCORDÂNCIA
VERBAL
Princípio gramatical que determina
como o verbo deve flexionar-se
(variar de forma) para se ajustar ao
sujeito da oração.
REGRA GERAL
 O verbo concorda com o núcleo do
sujeito simples em número e pessoa.
Nós jamais criticamos tuas atitudes.
Molhava a rua uma chuvinha fina e fria.
Correram ao local do acidente muitos curiosos.
O ritmo lento das obras irritou-nos.
A maior parte de, uma porção de
+ nome no plural
 verbo no singular ou no plural.
A maior parte dos animais escapou / escaparam.
A maioria dos pássaros fugiu / fugiram do
viveiro.
MAIS DE, MENOS DE, PERTO DE
+ NUMERAL
 O verbo concorda com o numeral.
Mais de um animal escapou.
Mais de dez animais escaparam.
Observação: Se a expressão mais de um for sujeito de um
verbo que indica reciprocidade, o verbo vai para o plural.
Mais de um vereador se acusaram mutuamente.
PRONOMES DE TRATAMENTO
 Quando o sujeito é representado por pronome
de tratamento (Vossa Senhoria, Vossa
Excelência etc.), o verbo fica na 3ª pessoa.
Vossa excelência enganou seus eleitores.
E não: Vossa Excelência enganastes...
NOME PRÓPRIO NO PLURAL
 Se o nome próprio apresenta artigo → o verbo
assume o número (singular ou plural) do
artigo.
Os Estados Unidos não aceitaram o acordo comercial.
O Amazonas impressiona pelo seu grande volume de águas.
 Se o nome não apresenta artigo → verbo no
singular.
Canoas localiza-se no Rio Grande do Sul.
PRONOMES RELATIVOS QUE E QUEM
 QUE → o verbo concorda com o antecedente
desse pronome.
Foram os professores que pediram as explicações.
 QUEM → o verbo pode ficar na 3ª pessoa do
singular (concordância recomendável) ou concordar com o
antecedente.
Foram os funcionários quem reivindicou / reivindicaram o
aumento.
VERBO + SE
 Quando o se é pronome apassivador, o verbo
concorda com o sujeito (que está na frase).
Alugaram-se alguns caminhões.
Alguns caminhões foram alugados.
 Quando o se é índice de indeterminação do
sujeito, o verbo fica na 3ª pessoa do singular.
Precisou-se de bons reforços.
COM SUJEITO COMPOSTO
 Antes do verbo → verbo no plural.
O navio e a lancha voltaram.
 Depois do verbo → verbo no plural ou
concordando com o núcleo mais próximo.
Voltaram/voltou o navio e a lancha.
 Pessoas gramaticais diferentes
Com 1ª pessoa (eu/nós) → verbo na 1ª pessoa do plural.
Ela, tu e eu partiremos.
Sem 1ª pessoa → verbo na 2ª ou 3ª do plural.
Ela e tu partirão/partireis.
 Núcleos do sujeito ligados por OU
Exclusão: verbo no singular.
Marcos ou Cláudio se casará com Simone.
Não indica exclusão: verbo no plural.
A beleza ou a verdade sempre o emocionam.
VERBO SER
 Quando o sujeito e o predicativo são de números diferentes
(um singular e outro plural), o verbo ser pode ficar tanto no
singular como no plural, embora o plural seja mais usual.
A vida são/é projetos sem fim.
 Quando o sujeito ou o predicativo referem-se a pessoa, o
verbo ser só pode concordar com essa pessoa.
O velhinho doente era as angústias da família.
Nossa maior alegria são os amigos.
VERBO SER INDICANDO HORAS,
DISTÂNCIAS E DATAS
 Na indicação de horas e distâncias, o verbo ser
concorda com a expressão numérica.
Agora são seis horas da tarde.
Quando ele chegou, já era uma e vinte.
 Na indicação de datas, o verbo ser concorda com a palavra
dia(s), que pode estar expressa ou subentendida na frase.
Hoje é dia 14 de maio.
Hoje são 14 (dias) de março.
VERBOS IMPESSOAIS
 HAVER, no sentido de existir ou acontecer → é
impessoal; fica no singular (tanto sozinho quanto em locução
verbal)
Não haverá outros interessados?
Não poderá haver outros interessados?
 FAZER, indicando tempo transcorrido ou a transcorrer → é
impessoal; fica no singular (tanto sozinho quanto em locução
verbal)
Ontem fez dois meses que ele morreu.
Amanhã vai fazer um ano que eu a conheci.
 Nessas expressões, que indicam
quantidade (preço, peso, medida etc.), o
verbo ser fica sempre no singular.
Dois mil reais foi muito pouco para pagar a
dívida.
Vinte toneladas é muito peso para esse
caminhão.
Expressões É muito, é pouco, é
demais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas Adverbiais
Fábio Guimarães
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
Tati Borlote Varanda
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
guest0cbfe
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
Flávio Ferreira
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
Aliffer Murillo Laguna
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
IedaSantana
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Claudia Ribeiro
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
Flávio Ferreira
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
CDIM Daniel
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
Ana Paula Dos Santos
 
Adjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominalAdjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominal
Neily Alves
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
Isis Barros
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Débora Costa
 
Ambiguidade
AmbiguidadeAmbiguidade
Ambiguidade
Marilia Teddy
 
Predicado
PredicadoPredicado
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Camila Desidério
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
Sadrak Silva
 

Mais procurados (20)

Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas Adverbiais
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Concordancia verbal
Concordancia verbalConcordancia verbal
Concordancia verbal
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
 
Adjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominalAdjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominal
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Ambiguidade
AmbiguidadeAmbiguidade
Ambiguidade
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 

Destaque

Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
ADRIANA BORDINHÃO VICIOLI
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Concordancia Nominal
Concordancia NominalConcordancia Nominal
Concordancia Nominal
Mara Virginia
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
Gisele Fernandes Loures Domith
 
Aula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentaçãoAula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentação
Aline Alves
 
Flexão nominal adjetivo
Flexão nominal   adjetivoFlexão nominal   adjetivo
Flexão nominal adjetivo
Nilberte
 
Sintaxe 2
Sintaxe 2Sintaxe 2
Sintaxe 2
Edson Dorneles
 
Gerunds and infinitives with verbs part 1
Gerunds and infinitives with verbs part 1Gerunds and infinitives with verbs part 1
Gerunds and infinitives with verbs part 1
Colégio Gustavo Vieira de Brito
 
Crase
CraseCrase
Exercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominalExercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominal
Prof Palmito Rocha
 
Gabarito Atividade
Gabarito Atividade Gabarito Atividade
Gabarito Atividade
ProfFernandaBraga
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
Seduc/AM
 
O+pronome+oblíquo
O+pronome+oblíquoO+pronome+oblíquo
O+pronome+oblíquo
marciacwing
 
pp
pppp
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
Evaí Oliveira
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Cynthia Funchal
 
Exercícios colocação pronominal com gabarito
Exercícios colocação pronominal   com gabaritoExercícios colocação pronominal   com gabarito
Exercícios colocação pronominal com gabarito
ProfFernandaBraga
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
Colégio Gustavo Vieira de Brito
 
Exercícios 9º ano
Exercícios 9º anoExercícios 9º ano
Exercícios 9º ano
Danielle Martins
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
Barbara Falcão
 

Destaque (20)

Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Concordancia Nominal
Concordancia NominalConcordancia Nominal
Concordancia Nominal
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
 
Aula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentaçãoAula concordância verbal e nominal apresentação
Aula concordância verbal e nominal apresentação
 
Flexão nominal adjetivo
Flexão nominal   adjetivoFlexão nominal   adjetivo
Flexão nominal adjetivo
 
Sintaxe 2
Sintaxe 2Sintaxe 2
Sintaxe 2
 
Gerunds and infinitives with verbs part 1
Gerunds and infinitives with verbs part 1Gerunds and infinitives with verbs part 1
Gerunds and infinitives with verbs part 1
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Exercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominalExercicio colocação pronominal
Exercicio colocação pronominal
 
Gabarito Atividade
Gabarito Atividade Gabarito Atividade
Gabarito Atividade
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
O+pronome+oblíquo
O+pronome+oblíquoO+pronome+oblíquo
O+pronome+oblíquo
 
pp
pppp
pp
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Exercícios colocação pronominal com gabarito
Exercícios colocação pronominal   com gabaritoExercícios colocação pronominal   com gabarito
Exercícios colocação pronominal com gabarito
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Exercícios 9º ano
Exercícios 9º anoExercícios 9º ano
Exercícios 9º ano
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 

Semelhante a Concordância nominal

Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
Daniele Silva
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
osenhoropastor
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Blog Estudo
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Lidiane Rodrigues
 
Concordância (tudo)
Concordância (tudo)Concordância (tudo)
Concordância (tudo)
professorakathia
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Don Veneziani
 
Concordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptxConcordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptx
AnaCarolina853021
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Isabella Silva
 
CONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBALCONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBAL
Christiane Queiroz
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
Gil Guimarães
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
Tio Pablo Virtual
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINALCONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
MGLAUCIA /LÍNGUA PORTUGUESA
 
Apostila concordancia
Apostila concordanciaApostila concordancia
Apostila concordancia
sandra
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
Fernando Vieira
 
Concordância verbal ii
Concordância verbal iiConcordância verbal ii
Concordância verbal ii
Nádia França
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
Verbos
VerbosVerbos
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
Marcos Emídio
 
Gramática concordância
Gramática concordânciaGramática concordância
Gramática concordância
Walter Mendes
 

Semelhante a Concordância nominal (20)

Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
 
Concordância (tudo)
Concordância (tudo)Concordância (tudo)
Concordância (tudo)
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Concordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptxConcordâncias nominal e verbal.pptx
Concordâncias nominal e verbal.pptx
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
CONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBALCONCORDÂNCIA VERBAL
CONCORDÂNCIA VERBAL
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
 
Concordância Verbal
Concordância VerbalConcordância Verbal
Concordância Verbal
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINALCONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
 
Apostila concordancia
Apostila concordanciaApostila concordancia
Apostila concordancia
 
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase[02 11 07] ConcordâNcia Verbal   RegêNcia   Crase
[02 11 07] ConcordâNcia Verbal RegêNcia Crase
 
Concordância verbal ii
Concordância verbal iiConcordância verbal ii
Concordância verbal ii
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
8ª Série - ConcordâNcia Verbal (Material Complementar)
 
Gramática concordância
Gramática concordânciaGramática concordância
Gramática concordância
 

Último

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 

Último (20)

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 

Concordância nominal

  • 1. CONCORDÂNCIA NOMINAL Acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo deve se flexionar (alterar a forma) para se adaptar a ele.
  • 2. EXEMPLO:  As nossas duas irmãs pequenas estão aqui. Irmãs: substantivo (fem./pl.) As: artigo (fem./pl.) Nossas: pronome(fem./pl.) Duas: numeral(fem./pl.) Pequenas: adjetivo(fem./pl.)
  • 3. CONCORDÂNCIA DO ADJETIVO COM MAIS DE UM SUBSTANTIVO A concordância de um só adjetivo com mais de um substantivo é influenciada por três fatores:  A posição do adjetivo: antes ou depois dos substantivos;  O gênero (masc./fem.) e o número (sing./plural) dos substantivos com os quais o adjetivo concorda;  A função sintática do adjetivo: adjunto adnominal ou predicativo.
  • 4. ADJETIVO APÓS VÁRIOS SUBSTANTIVOS  Se os substantivos são do mesmo gênero → o adjetivo pode concordar com o último substantivo ou ir para o plural. Casa e igreja antiga / antigas  Se os substantivos são de gêneros diferentes → o adjetivo pode concordar com o último substantivo ou ir para o masculino plural. Prédio e casa antiga / antigos
  • 5. ADJETIVO ANTES DE VÁRIOS SUBSTANTIVOS  O adjetivo só pode concordar com o primeiro substantivo. Velha casa e prédio Velho prédio e casa Ele tem bom plano e ideias Ele tem boas ideias e plano.
  • 6. OBSERVAÇÕES: Se o adjetivo exercer função sintática de predicativo:  O irmão e o primo dela são pequenos. (sempre plural)  O seu argumento e a sua razão eram justos. (sempre masculino plural)  Ficou irritada a plateia e o cantor.  Ficaram irritados a plateia e o cantor.
  • 7. CASOS PARTICULARES  MESMO a) Na função de pronome, concorda com a palavra a que se refere. Elas mesmas irão lá. b) Na função do advérbio (=realmente) é invariável. Elas irão mesmo lá.
  • 8. ANEXO E INCLUSO  Concorda com a palavra a que se refere. As cartas irão anexas ao contrato.  A locução em anexo é invariável. As cartas irão em anexo ao contrato.
  • 9. BASTANTE  Na função de pronome indefinido, concorda com a palavra a que se refere (podendo, portanto, ter plural). Eles fizeram bastantes críticas ao projeto. (= muitas)  Na função de advérbio é invariável. Todos estão bastante irritados. (= muito)
  • 10. MEIO  Na função de numeral (= metade), concorda com a palavra a que se refere. O trem trouxe duas meias toneladas de pedra.  Na função de advérbio (= um pouco), é invariável. A criança ficou meio cansada.
  • 11. É BOM, É PROIBIDO, É NECESSÁRIO + SUBSTANTIVO  Se o substantivo está acompanhado de artigo ou pronome → bom, necessário, proibido etc. concordam com o substantivo. É proibida a entrada de crianças.  Se o substantivo não está acompanhado de artigo ou pronome → bom, necessário, proibido etc. ficam no masculino e no singular. É proibido entrada de crianças.
  • 12. ALERTA e MENOS  ALERTA é invariável, não tem plural. Os vigilantes estavam alerta.  MENOS é invariável, não tem feminino. No jogo de ontem havia menos pessoas.
  • 13. SÓ – A SÓS  Como advérbio equivale a somente, ficando invariável. Todos concordam, só eles não.  Como adjetivo equivale a sozinho, sendo variável. As crianças permaneciam sós.  A expressão a sós é invariável. Ficaram a sós por um longo tempo. Fiquei a sós por um longo tempo.
  • 14. POSSÍVEL  Invariável, quando usada em expressões superlativas com o artigo no singular. Ela deixou as portas o mais bem fechadas possível.  Variável, quando o artigo dessas expressões aparece no plural. As costuras eram as mais perfeitas possíveis.
  • 15. CONCORDÂNCIA VERBAL Princípio gramatical que determina como o verbo deve flexionar-se (variar de forma) para se ajustar ao sujeito da oração.
  • 16. REGRA GERAL  O verbo concorda com o núcleo do sujeito simples em número e pessoa. Nós jamais criticamos tuas atitudes. Molhava a rua uma chuvinha fina e fria. Correram ao local do acidente muitos curiosos. O ritmo lento das obras irritou-nos.
  • 17. A maior parte de, uma porção de + nome no plural  verbo no singular ou no plural. A maior parte dos animais escapou / escaparam. A maioria dos pássaros fugiu / fugiram do viveiro.
  • 18. MAIS DE, MENOS DE, PERTO DE + NUMERAL  O verbo concorda com o numeral. Mais de um animal escapou. Mais de dez animais escaparam. Observação: Se a expressão mais de um for sujeito de um verbo que indica reciprocidade, o verbo vai para o plural. Mais de um vereador se acusaram mutuamente.
  • 19. PRONOMES DE TRATAMENTO  Quando o sujeito é representado por pronome de tratamento (Vossa Senhoria, Vossa Excelência etc.), o verbo fica na 3ª pessoa. Vossa excelência enganou seus eleitores. E não: Vossa Excelência enganastes...
  • 20. NOME PRÓPRIO NO PLURAL  Se o nome próprio apresenta artigo → o verbo assume o número (singular ou plural) do artigo. Os Estados Unidos não aceitaram o acordo comercial. O Amazonas impressiona pelo seu grande volume de águas.  Se o nome não apresenta artigo → verbo no singular. Canoas localiza-se no Rio Grande do Sul.
  • 21. PRONOMES RELATIVOS QUE E QUEM  QUE → o verbo concorda com o antecedente desse pronome. Foram os professores que pediram as explicações.  QUEM → o verbo pode ficar na 3ª pessoa do singular (concordância recomendável) ou concordar com o antecedente. Foram os funcionários quem reivindicou / reivindicaram o aumento.
  • 22. VERBO + SE  Quando o se é pronome apassivador, o verbo concorda com o sujeito (que está na frase). Alugaram-se alguns caminhões. Alguns caminhões foram alugados.  Quando o se é índice de indeterminação do sujeito, o verbo fica na 3ª pessoa do singular. Precisou-se de bons reforços.
  • 23. COM SUJEITO COMPOSTO  Antes do verbo → verbo no plural. O navio e a lancha voltaram.  Depois do verbo → verbo no plural ou concordando com o núcleo mais próximo. Voltaram/voltou o navio e a lancha.
  • 24.  Pessoas gramaticais diferentes Com 1ª pessoa (eu/nós) → verbo na 1ª pessoa do plural. Ela, tu e eu partiremos. Sem 1ª pessoa → verbo na 2ª ou 3ª do plural. Ela e tu partirão/partireis.  Núcleos do sujeito ligados por OU Exclusão: verbo no singular. Marcos ou Cláudio se casará com Simone. Não indica exclusão: verbo no plural. A beleza ou a verdade sempre o emocionam.
  • 25. VERBO SER  Quando o sujeito e o predicativo são de números diferentes (um singular e outro plural), o verbo ser pode ficar tanto no singular como no plural, embora o plural seja mais usual. A vida são/é projetos sem fim.  Quando o sujeito ou o predicativo referem-se a pessoa, o verbo ser só pode concordar com essa pessoa. O velhinho doente era as angústias da família. Nossa maior alegria são os amigos.
  • 26. VERBO SER INDICANDO HORAS, DISTÂNCIAS E DATAS  Na indicação de horas e distâncias, o verbo ser concorda com a expressão numérica. Agora são seis horas da tarde. Quando ele chegou, já era uma e vinte.  Na indicação de datas, o verbo ser concorda com a palavra dia(s), que pode estar expressa ou subentendida na frase. Hoje é dia 14 de maio. Hoje são 14 (dias) de março.
  • 27. VERBOS IMPESSOAIS  HAVER, no sentido de existir ou acontecer → é impessoal; fica no singular (tanto sozinho quanto em locução verbal) Não haverá outros interessados? Não poderá haver outros interessados?  FAZER, indicando tempo transcorrido ou a transcorrer → é impessoal; fica no singular (tanto sozinho quanto em locução verbal) Ontem fez dois meses que ele morreu. Amanhã vai fazer um ano que eu a conheci.
  • 28.  Nessas expressões, que indicam quantidade (preço, peso, medida etc.), o verbo ser fica sempre no singular. Dois mil reais foi muito pouco para pagar a dívida. Vinte toneladas é muito peso para esse caminhão. Expressões É muito, é pouco, é demais