Aula de escrita criativa

4.349 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
137
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de escrita criativa

  1. 1. O dragão e os ovos Há muitos…muitos…anos…num mar, morava uma linda sereia com olhos verdes, cabelos loiros e pulava muito. Ali por perto, havia uma grande gruta onde morava um dragão malvado, que queria destruir o mundo. Para impedi-lo tinham de descobrir a fórmula da Paz. O senhor Gaspar, que era pai da sereia Matilde vivia no vales das neves. Passado algum tempo o senhor Gaspar resolveu mudar-se para Belém. Um dia o senhor Gaspar resolveu ir ver a gruta do dragão. Entrou e disse: - Está aí alguém ? Mas ninguém respondeu. E não teve outra escolha senão de ir ver o que estava lá dentro. Viu uns lindos ovos que brilhavam, por isso apanho-os para os vender. A saída o dragão viu o senhor Gaspar a sair com os ovos. O dragão ficou muito furioso e incendiou a casa dele, para ver se lá estavam os ovos. Mas o senhor Gaspar já os tinha vendido. Quando o senhor Gaspar voltou para casa viu que estava a arder por isso chamou os Bombeiros. E acabou-se o que era doce. Matheus, Tatiana e luís
  2. 2. Uma aventura dos homens No tempo das fadas…no deserto havia dois homens pobres à procura de água. Encontraram um rei, um extraterrestre, e o homem das três caras. O rei convidou os para irem a uma ilha cheia de água e lá, eles descobriram uma espada. O rei disse: - Nunca consegui tirar esta espada, nem os meus homens! - Nós podemos ajudar a tirar a espada. Então os homens tiraram a espada com todas as suas forças. A recompensa foi riqueza. Os homens foram para a cidade com muito de dinheiro e ouro e eles ficaram a família mais rica de toda a cidade. Meu dito meu feito este conto saiu perfeito. Leandro, Joaquim e Carlos
  3. 3. O cavaleiro No tempo em que os caracóis, não andavam com as casas às costas. Havia um cavaleiro corajoso era forte e tinha um cavalo castanho para se montar. E os pais distantes tinham desmaiado. E o serviço do cavaleiro era encontrar uma erva que cura, a tal erva estava no rio encantado. E ao pé da planta havia uma cobra venenosa, e o cavaleiro não sabia. E no rio vivia muitos duendes, e disseram ao cavaleiro que havia uma serpente má, e era para ter muito cuidado e apanhou a erva. Levou-a para casa deu aos pais a erva, e acordou e disseram: -Obrigado, filho por nos teres salvado! E assim viveram felizes para sempre. Ana Rita e Inês
  4. 4. A missão da fada Florinda No tempo em que os animais falavam, vivia uma fada chamada Florinda, do planeta mágico e tinha uma missão: salvar o pai, que estava em Marte, que é um planeta muito, muito grande. Então a fada procurou, procurou até que encontrou uma mulher – policia que era uma grande amiga de infância da fada. Então a polícia disse: - olá minha grande amiga Florinda ! -olá! Como estás Madalena? - Bem! e tu ? - Bem, mas agora isso não interessa, vim pedir-te uma ajuda porque tenho uma missão que e : salvar o pai em Marte, mas não sei quem o raptou. Então ajudas-me? Sim e claro. Lá foram elas e encontraram um homem suspeito, que se parecia um raptor e estava com um grande saco ate parecia que dentro dele havia uma pessoa . Então elas perguntaram . – O que faz um homem sem poderes cá em Marte! Porque todos têm poderes. – Ora, estou a andar a toa. O que tem neste saco? -Este?! - sim, este mesmo não tem nada . então elas olharam e lã áestava o pai , o ladrão foi preso , a fada cumpriu a sua missão e vitoria, vitoria acabou a nossa historia. Izabela e Rayssa
  5. 5. A receita da felicidade No tempo em que as bruxas andavam de vassoura, existia um velho sábio que andava à descoberta da receita da felicidade a procurar o Pai Natal. -Porquê? Perguntou o gigante Flávio. -Porque eu preciso de metade da receita da felicidade. Respondeu o velho sábio Paulo. Lá foram eles pela floresta fora, até que encontraram um labirinto. Foi fácil, porque o gigante era muito grande e então ele via o caminho todo. Eles encontraram o Pai Natal. O Sábio Paulo disse: -Podes-me dizer a receita? -Não! – Respondeu o Pai Natal. Entretanto veio o gigante e disse: -Diz já a receita, porque se não eu esmago-te. - Está bem eu digo! – Respondeu o Pai Natal. O Pai Natal disse-lhe a metade da receita e depois a receita ficou completa. E o velho sábio Paulo disse: -Vamos embora que amanhã há mais. Laura e Erica
  6. 6. O MÁGICO E A BRUXA No tempo que as galinhas tinham dentes os gatos estavam sempre a ser mordidos, então eles escondiam-se na torre. E encontrarão um mágico que gostava de fazer magia para ajudar o país luminoso. Mas havia sempre uma bruxa que tentava estragar as coisas e um dia deu a lista das coisas que queria estragar ao mágico: _ Os seus poderes. _ Destruir o país luminoso. _ Destruir a torre. _ Ter os poderes e a energia de todas a gente. _ Conquistar o mundo… e mais algumas coisas. A bruxa ficou à espera do mágico e enquanto esperava destruía o país. Chegou o mágico e a bruxa descontrolou os poderes dele e lançou uma magia ás vacas. E depois… foram-se as vacas e ficaram os bois. Marta e Tiago
  7. 7. As aventuras do x-5 Era uma vez, um robot no planeta do amor e um pirata que tinha uma ajudante. Viviam numa casa abandonada e eles andavam à procura de um tesouro. De repente o robot que se chamava x-5 ouviu o pirata Espanhol a dizer à sua ajudante Carolina: Temos de achar este tesouro, ele é muito valioso! E o x-5 exclamou: -Ah! Um tesouro. -Tenho que o achar antes de eles. E então ox-5 foi em busca do tesouro. Escavou, escavou e esgravatou a areia da praia e encontrou um bocado mapa, do tesouro. O capitão Espanhol sobe logo, Sobe logo pelo bocado do mapa e disse à Carolina: -Eles têm uma ponta do mapa! -disse o capitão. -Temos que detê-lo. E o x-5 viu quando chegou a casa que não 1 parte do mapa mas sim 2. E o capitão Espanhol encontrou as outras 2 partes do mapa. E o x-5 procurou, procurou e achou a parte do meio, quer dizer que eram 5 partes do mapa do tesouro. E o x-5 apercebeu-se logo que era o capitão que tinha as outras 2 partes do mapa e teve uma grande ideia. -Já sei! Tive uma grande ideia, vou dizer-lhe para juntarmos os bocados do mapa e depois tiro-lhe os 2 bocados do mapa do tesouro, depois acho o tesouro. E ele fez isso. E agora…vamos embora que está na hora de acabar a nossa história. Francisco, Rodrigo e Eduarda

×