SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
TIATIRA, O PERIGO DO
COMPROMETIMENTO
Alvo da lição
                 O aluno será capaz de

saber reconhecer que não há possibilidade de
      qualquer comunhão ou associação do crente
      com incrédulos;


sentir adorar e comprometer-se com Jesus e
      somente com Ele;
 agir atentar para possíveis comprometimentos com
      o mundo.
Introdução
              JESUS E AS SETE IGREJAS
Éfeso     “o que tem nas mãos as sete estrelas”
          “o primeiro e o último, que esteve morto e tornou
Esmirna   a viver”
Pérgamo   “aquele que tem a espada afiada de dois gumes”
          ”que tem os olhos como chama de fogo e os pés
Tiatira   semelhantes ao bronze polido”
Introdução

  Chegamos agora ao estudo da carta mais longa,
  escrita à cidade de menos importância. Por que
  então mandou o Filho de Deus escrever mais a
  essa igreja do que às outras? É que o problema
  da igreja de Tiatira era um dos mais sérios, o
  qual nos aflige até o dia de hoje.
I. A cidade de Tiatira

  Tiatira não era um centro cultural, político, nem
  religioso; portanto não havia ali perseguição
  religiosa como nas outras cidades. Mas era um
  importante centro comercial, de onde viera
  Lídia.
II. O problema da igreja

1. Carne oferecida a ídolos

2. bebedices e imoralidade
Aplicações para hoje
O problema de Tiatira é o nosso problema de
hoje: até onde pode o crente ir em relação às
organizações, clubes, etc. fora da igreja, e
entrar em íntima associação com os incrédulos,
sem se comprometer com o mundo?
III. A apresentação de Cristo
   (Ap 2.18-19)

     -“Olhos como chama de fogo”, que são
     penetrantes e falam do Seu íntimo
     conhecimento do que se passava.

     - “Pés semelhantes ao bronze polido”, que
     falam de juízo, julgamento, de sorte que
     nessa apresentação já vem uma ameaça.
III. A apresentação de Cristo
    (Ap 2.18-19)


1. Suas obras representam o seu ministério

2. A motivação do seu ministério

3. O progresso no seu ministério
IV. A condenação da igreja
     (Ap 2.20-21)

O grande pecado daquela igreja foi tolerar que a mulher
Jezabel não somente ensinasse o erro, mas também
seduzisse os crentes ao pecado.

1. Quem era Jezabel?
Alguns pensam que o nome Jezabel é figurativo, lembrando a
mulher de Acabe, que quis unir a adoração de Baal à de Jeová: o
nome então indica a heresia dela. Outros deduzem que Jezabel
era o seu nome real e que talvez ela fosse a mulher do bispo ou
líder da igreja.
IV. A condenação da igreja
     (Ap 2.20-21)
O grande pecado daquela igreja foi tolerar que a mulher
Jezabel não somente ensinasse o erro, mas também
seduzisse os crentes ao pecado.
1. O que fez Jezabel?
A verdade é que não sabemos realmente quem ela era, mas o
que fazia fica bem claro (v.20). Ela tinha uma influência má e
sedutiva dentro da igreja. Não que ela quisesse destruir a igreja,
ao contrário, só queria introduzir novas ideias para “facilitar as
coisas”. Para isso ela dizia ser profetisa, ter uma revelação
especial que lhe dava autoridade e ter também uma profunda
filosofia de vida (v.24).
V. O castigo para a igreja
  (Ap 2.22-23)
  As figuras usadas aqui nos dão uma ideia do
  terrível castigo que viria, e que serviria de
  testemunho às igrejas. Cristo sabe o que se
  passa dentro delas, e o erro no seio da igreja não
  pode continuar sem castigo. “A cama de
  prostituição de Jezabel (v.22) seria transformada
  em cama de angústia” (Alford), tanto para ela
  como para os seus seguidores.“Todas as igrejas
  conhecerão” - o juízo de Deus serviria de lição
  para as igrejas.
VI. O conselho de Cristo
   (Ap 2.24-25)


   Vemos que nem toda a igreja tinha sido
   enganada por Jezabel e participado dos seus
   ensinos. Aos que resistiram Cristo ordena:
   “conservai o que tendes” - a fé, o amor, a
   perseverança e o serviço que faziam.
VII. A promessa de Cristo
     (Ap 2.26-28)


1. Eu lhe darei autoridade sobre as nações

2. Dar-lhe-ei a estrela da manhã
Revisão e aplicação

AMOR - FÉ - SERVIÇO – PERSEVERANÇA

“Vocês possuem essas quatro qualidades, ou
     apenas uma, duas ou três delas”?
Conclusão
  A mensagem desta carta é nitidamente uma
  mensagem para os dias de hoje, quando a voz
  de Jezabel se ouve nas igrejas clamando contra
  a separação. O ensino popular é que podemos
  bem associar-nos com os incrédulos sem nos
  poluir. Mas a Palavra de Deus insiste: “retirai-
  vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor”
  (2Co 6.17).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 06 - Sardes O perigo do comodismo
Lição 06 - Sardes O perigo do comodismoLição 06 - Sardes O perigo do comodismo
Lição 06 - Sardes O perigo do comodismoSergio Silva
 
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasMoisés Sampaio
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroEdnilson do Valle
 
Éfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amor
Éfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amorÉfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amor
Éfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amorElder Moraes
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSEVANGELISTA SOARES
 
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANOSEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANOLeonam dos Santos
 
9 marcas uma_igreja_sauldavel
9 marcas uma_igreja_sauldavel9 marcas uma_igreja_sauldavel
9 marcas uma_igreja_sauldavelEdma Simão
 
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...Jonas Martins Olímpio
 
1. tiago fé que se mostra pelas obras
1. tiago   fé que se mostra pelas obras1. tiago   fé que se mostra pelas obras
1. tiago fé que se mostra pelas obrasAdenísio dos Reis
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo André Rocha
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Erberson Pinheiro
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoMoisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

Lição 06 - Sardes O perigo do comodismo
Lição 06 - Sardes O perigo do comodismoLição 06 - Sardes O perigo do comodismo
Lição 06 - Sardes O perigo do comodismo
 
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Éfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amor
Éfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amorÉfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amor
Éfeso - A Igreja que perdeu o primeiro amor
 
04 Tiatira
04 Tiatira04 Tiatira
04 Tiatira
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
 
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANOSEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
 
1. Antigo Testamento: Introdução
1. Antigo Testamento: Introdução1. Antigo Testamento: Introdução
1. Antigo Testamento: Introdução
 
9 marcas uma_igreja_sauldavel
9 marcas uma_igreja_sauldavel9 marcas uma_igreja_sauldavel
9 marcas uma_igreja_sauldavel
 
Estudo Livro de Apocalipse - aula II
Estudo Livro de Apocalipse - aula IIEstudo Livro de Apocalipse - aula II
Estudo Livro de Apocalipse - aula II
 
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
 
O Tabernáculo
O TabernáculoO Tabernáculo
O Tabernáculo
 
1. tiago fé que se mostra pelas obras
1. tiago   fé que se mostra pelas obras1. tiago   fé que se mostra pelas obras
1. tiago fé que se mostra pelas obras
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolos Atos dos apostolos
Atos dos apostolos
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo
 
As 7 igrejas da asia 2
As 7 igrejas da asia 2As 7 igrejas da asia 2
As 7 igrejas da asia 2
 
01 Éfeso
01 Éfeso01 Éfeso
01 Éfeso
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
 

Destaque

Eis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus Cristo
Eis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus CristoEis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus Cristo
Eis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus CristoSergio Silva
 
Eis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja Perseguida
Eis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja PerseguidaEis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja Perseguida
Eis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja PerseguidaSergio Silva
 
Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...
Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...
Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...Sergio Silva
 
EBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunos
EBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunosEBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunos
EBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunosSergio Silva
 
Lição 12 - Babilonia e sua queda
Lição 12 - Babilonia e sua quedaLição 12 - Babilonia e sua queda
Lição 12 - Babilonia e sua quedaSergio Silva
 
Lição 6 tiatira a igreja tolerante
Lição 6 tiatira a igreja toleranteLição 6 tiatira a igreja tolerante
Lição 6 tiatira a igreja toleranteJose Ventura
 
Marca página Bíblia
Marca página BíbliaMarca página Bíblia
Marca página BíbliaSergio Silva
 
Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24
Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24
Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24Mauro RS
 
“Andeis como sábios”
“Andeis como sábios”“Andeis como sábios”
“Andeis como sábios”JUERP
 
Tiatira - A ameaça que vem de dentro
Tiatira - A ameaça que vem de dentroTiatira - A ameaça que vem de dentro
Tiatira - A ameaça que vem de dentroElder Moraes
 
A igreja de pergamo
A igreja de pergamoA igreja de pergamo
A igreja de pergamoElias Farias
 
Estudo Bíblico 3 - A Origem do Mal
Estudo Bíblico 3 - A Origem do MalEstudo Bíblico 3 - A Origem do Mal
Estudo Bíblico 3 - A Origem do MalJoão Carlos
 
Tecnicas de gerenciamento adm
Tecnicas de gerenciamento admTecnicas de gerenciamento adm
Tecnicas de gerenciamento admWagner Santiago
 
Lição 06 - Tiatira, a igreja tolerante
Lição 06 - Tiatira, a igreja toleranteLição 06 - Tiatira, a igreja tolerante
Lição 06 - Tiatira, a igreja toleranteAilton da Silva
 
Lição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblica
Lição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblicaLição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblica
Lição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblicaSergio Silva
 
Pérgamo, a igreja casada com o mundo
Pérgamo, a igreja casada com o mundoPérgamo, a igreja casada com o mundo
Pérgamo, a igreja casada com o mundoElton Saraiva
 
Lição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de Cristo
Lição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de CristoLição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de Cristo
Lição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de CristoSergio Silva
 

Destaque (20)

Eis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus Cristo
Eis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus CristoEis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus Cristo
Eis que venho sem demora - Lição 01 - Uma revelação de Jesus Cristo
 
Eis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja Perseguida
Eis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja PerseguidaEis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja Perseguida
Eis que venho sem demora - Lição 03 - Esmirna - A Igreja Perseguida
 
Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...
Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...
Eis que venho sem demora - Lição 02 - Efeso - A Igreja que perdeu o seu primi...
 
Tiatira, a Igreja Tolerante
Tiatira, a Igreja ToleranteTiatira, a Igreja Tolerante
Tiatira, a Igreja Tolerante
 
EBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunos
EBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunosEBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunos
EBD KIDS - 3º TRIMESTRE 2011 - Super Heróis da Fé - alunos
 
Lição 12 - Babilonia e sua queda
Lição 12 - Babilonia e sua quedaLição 12 - Babilonia e sua queda
Lição 12 - Babilonia e sua queda
 
Lição 6 tiatira a igreja tolerante
Lição 6 tiatira a igreja toleranteLição 6 tiatira a igreja tolerante
Lição 6 tiatira a igreja tolerante
 
Marca página Bíblia
Marca página BíbliaMarca página Bíblia
Marca página Bíblia
 
Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24
Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24
Estudo bíblico pessoal completo 11 a 24
 
“Andeis como sábios”
“Andeis como sábios”“Andeis como sábios”
“Andeis como sábios”
 
Filipenses
FilipensesFilipenses
Filipenses
 
Tiatira - A ameaça que vem de dentro
Tiatira - A ameaça que vem de dentroTiatira - A ameaça que vem de dentro
Tiatira - A ameaça que vem de dentro
 
A igreja de pergamo
A igreja de pergamoA igreja de pergamo
A igreja de pergamo
 
Estudo Bíblico 3 - A Origem do Mal
Estudo Bíblico 3 - A Origem do MalEstudo Bíblico 3 - A Origem do Mal
Estudo Bíblico 3 - A Origem do Mal
 
Tecnicas de gerenciamento adm
Tecnicas de gerenciamento admTecnicas de gerenciamento adm
Tecnicas de gerenciamento adm
 
Lição 06 - Tiatira, a igreja tolerante
Lição 06 - Tiatira, a igreja toleranteLição 06 - Tiatira, a igreja tolerante
Lição 06 - Tiatira, a igreja tolerante
 
Lição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblica
Lição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblicaLição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblica
Lição 16 - Os cinco últimos assuntos da revelação biblica
 
Pérgamo, a igreja casada com o mundo
Pérgamo, a igreja casada com o mundoPérgamo, a igreja casada com o mundo
Pérgamo, a igreja casada com o mundo
 
Carta à Igreja de Esmirna no Apocalipse
Carta à Igreja de Esmirna no ApocalipseCarta à Igreja de Esmirna no Apocalipse
Carta à Igreja de Esmirna no Apocalipse
 
Lição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de Cristo
Lição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de CristoLição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de Cristo
Lição 17 - A postura da igreja na expectativa da volta de Cristo
 

Semelhante a Eis que venho sem demora - Lição 05 - Tiatira - O perigo do comprometimento

A igreja que deus deseja pedro júnior
A igreja que deus deseja   pedro júniorA igreja que deus deseja   pedro júnior
A igreja que deus deseja pedro júniorPedro Júnior
 
Cartas às sete igrejas da Ásia - Éfeso
Cartas às sete igrejas da Ásia - ÉfesoCartas às sete igrejas da Ásia - Éfeso
Cartas às sete igrejas da Ásia - ÉfesoPr. Eli Rocha Silva
 
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptxJoel Silva
 
3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultos3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultosJoel Silva
 
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 AdultosJoel Silva
 
Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02
Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02
Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02José Silva
 
4 Motivos Para Você não ir Para Emaús
4 Motivos Para Você não ir Para Emaús4 Motivos Para Você não ir Para Emaús
4 Motivos Para Você não ir Para EmaúsSamuel Couto
 
Lição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoLição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoJose Ventura
 
79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distante79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distanteAntonio LIma
 
Aula Jonatas 70: Vencendo os obstáculos
Aula Jonatas 70: Vencendo os obstáculosAula Jonatas 70: Vencendo os obstáculos
Aula Jonatas 70: Vencendo os obstáculosAndre Nascimento
 
A Igreja que Deus quer.docx
A Igreja que Deus quer.docxA Igreja que Deus quer.docx
A Igreja que Deus quer.docxEnoque13
 
A igreja que deus espera
A igreja que deus esperaA igreja que deus espera
A igreja que deus esperaLenilson Silva
 

Semelhante a Eis que venho sem demora - Lição 05 - Tiatira - O perigo do comprometimento (20)

éFeso a igreja descuidada
éFeso a igreja descuidadaéFeso a igreja descuidada
éFeso a igreja descuidada
 
Lição 05 Livro Apocalipse
 Lição 05 Livro Apocalipse  Lição 05 Livro Apocalipse
Lição 05 Livro Apocalipse
 
A igreja que deus deseja pedro júnior
A igreja que deus deseja   pedro júniorA igreja que deus deseja   pedro júnior
A igreja que deus deseja pedro júnior
 
Cartas às sete igrejas da Ásia - Éfeso
Cartas às sete igrejas da Ásia - ÉfesoCartas às sete igrejas da Ásia - Éfeso
Cartas às sete igrejas da Ásia - Éfeso
 
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
 
O evangélio da graça
O evangélio da graçaO evangélio da graça
O evangélio da graça
 
3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultos3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultos
 
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
 
Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02
Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02
Aiasdnobabilnianemfilhadela 131120185525-phpapp02
 
HERESIOLOGIA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
 
4 Motivos Para Você não ir Para Emaús
4 Motivos Para Você não ir Para Emaús4 Motivos Para Você não ir Para Emaús
4 Motivos Para Você não ir Para Emaús
 
Lição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoLição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecido
 
A vida-normal-da-igreja-crista-w-nee
A vida-normal-da-igreja-crista-w-neeA vida-normal-da-igreja-crista-w-nee
A vida-normal-da-igreja-crista-w-nee
 
79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distante79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distante
 
Boletim IPC Limeira 14/01/18
Boletim IPC Limeira 14/01/18Boletim IPC Limeira 14/01/18
Boletim IPC Limeira 14/01/18
 
LIÇÃO 09 - PRESERVANDO A IDENTIDADE DA IGREJA
LIÇÃO 09 - PRESERVANDO A IDENTIDADE DA IGREJALIÇÃO 09 - PRESERVANDO A IDENTIDADE DA IGREJA
LIÇÃO 09 - PRESERVANDO A IDENTIDADE DA IGREJA
 
Aula Jonatas 70: Vencendo os obstáculos
Aula Jonatas 70: Vencendo os obstáculosAula Jonatas 70: Vencendo os obstáculos
Aula Jonatas 70: Vencendo os obstáculos
 
A Igreja que Deus quer.docx
A Igreja que Deus quer.docxA Igreja que Deus quer.docx
A Igreja que Deus quer.docx
 
Visão
VisãoVisão
Visão
 
A igreja que deus espera
A igreja que deus esperaA igreja que deus espera
A igreja que deus espera
 

Mais de Sergio Silva

REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptxREIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptxSergio Silva
 
Fonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão SustentávelFonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão SustentávelSergio Silva
 
Relatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mashRelatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mashSergio Silva
 
Mapa de riscos geral
Mapa de riscos geralMapa de riscos geral
Mapa de riscos geralSergio Silva
 
Mapa de risco por setores
Mapa de risco por setoresMapa de risco por setores
Mapa de risco por setoresSergio Silva
 
Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6Sergio Silva
 
Curso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDCurso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDSergio Silva
 
Curso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia BíblicaCurso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia BíblicaSergio Silva
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de BibliologiaSergio Silva
 
Manual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúdeManual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúdeSergio Silva
 
Folheto para visitantes
Folheto para visitantesFolheto para visitantes
Folheto para visitantesSergio Silva
 
Curso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igrejaCurso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igrejaSergio Silva
 
Curso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para EvangelistaCurso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para EvangelistaSergio Silva
 
Curso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para PresbíterosCurso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para PresbíterosSergio Silva
 
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015Sergio Silva
 
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPITreinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPISergio Silva
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOSergio Silva
 
Album de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - FigurinhasAlbum de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - FigurinhasSergio Silva
 
Album de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da SegurançaAlbum de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da SegurançaSergio Silva
 
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...Sergio Silva
 

Mais de Sergio Silva (20)

REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptxREIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
 
Fonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão SustentávelFonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão Sustentável
 
Relatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mashRelatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mash
 
Mapa de riscos geral
Mapa de riscos geralMapa de riscos geral
Mapa de riscos geral
 
Mapa de risco por setores
Mapa de risco por setoresMapa de risco por setores
Mapa de risco por setores
 
Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6
 
Curso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDCurso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBD
 
Curso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia BíblicaCurso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia Bíblica
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
 
Manual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúdeManual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúde
 
Folheto para visitantes
Folheto para visitantesFolheto para visitantes
Folheto para visitantes
 
Curso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igrejaCurso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igreja
 
Curso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para EvangelistaCurso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para Evangelista
 
Curso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para PresbíterosCurso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para Presbíteros
 
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
 
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPITreinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
 
Album de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - FigurinhasAlbum de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - Figurinhas
 
Album de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da SegurançaAlbum de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da Segurança
 
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
 

Último

Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfGisellySobral
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 

Último (20)

Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 

Eis que venho sem demora - Lição 05 - Tiatira - O perigo do comprometimento

  • 1.
  • 2. TIATIRA, O PERIGO DO COMPROMETIMENTO
  • 3. Alvo da lição O aluno será capaz de saber reconhecer que não há possibilidade de qualquer comunhão ou associação do crente com incrédulos; sentir adorar e comprometer-se com Jesus e somente com Ele; agir atentar para possíveis comprometimentos com o mundo.
  • 4. Introdução JESUS E AS SETE IGREJAS Éfeso “o que tem nas mãos as sete estrelas” “o primeiro e o último, que esteve morto e tornou Esmirna a viver” Pérgamo “aquele que tem a espada afiada de dois gumes” ”que tem os olhos como chama de fogo e os pés Tiatira semelhantes ao bronze polido”
  • 5. Introdução Chegamos agora ao estudo da carta mais longa, escrita à cidade de menos importância. Por que então mandou o Filho de Deus escrever mais a essa igreja do que às outras? É que o problema da igreja de Tiatira era um dos mais sérios, o qual nos aflige até o dia de hoje.
  • 6. I. A cidade de Tiatira Tiatira não era um centro cultural, político, nem religioso; portanto não havia ali perseguição religiosa como nas outras cidades. Mas era um importante centro comercial, de onde viera Lídia.
  • 7. II. O problema da igreja 1. Carne oferecida a ídolos 2. bebedices e imoralidade
  • 8. Aplicações para hoje O problema de Tiatira é o nosso problema de hoje: até onde pode o crente ir em relação às organizações, clubes, etc. fora da igreja, e entrar em íntima associação com os incrédulos, sem se comprometer com o mundo?
  • 9. III. A apresentação de Cristo (Ap 2.18-19) -“Olhos como chama de fogo”, que são penetrantes e falam do Seu íntimo conhecimento do que se passava. - “Pés semelhantes ao bronze polido”, que falam de juízo, julgamento, de sorte que nessa apresentação já vem uma ameaça.
  • 10. III. A apresentação de Cristo (Ap 2.18-19) 1. Suas obras representam o seu ministério 2. A motivação do seu ministério 3. O progresso no seu ministério
  • 11. IV. A condenação da igreja (Ap 2.20-21) O grande pecado daquela igreja foi tolerar que a mulher Jezabel não somente ensinasse o erro, mas também seduzisse os crentes ao pecado. 1. Quem era Jezabel? Alguns pensam que o nome Jezabel é figurativo, lembrando a mulher de Acabe, que quis unir a adoração de Baal à de Jeová: o nome então indica a heresia dela. Outros deduzem que Jezabel era o seu nome real e que talvez ela fosse a mulher do bispo ou líder da igreja.
  • 12. IV. A condenação da igreja (Ap 2.20-21) O grande pecado daquela igreja foi tolerar que a mulher Jezabel não somente ensinasse o erro, mas também seduzisse os crentes ao pecado. 1. O que fez Jezabel? A verdade é que não sabemos realmente quem ela era, mas o que fazia fica bem claro (v.20). Ela tinha uma influência má e sedutiva dentro da igreja. Não que ela quisesse destruir a igreja, ao contrário, só queria introduzir novas ideias para “facilitar as coisas”. Para isso ela dizia ser profetisa, ter uma revelação especial que lhe dava autoridade e ter também uma profunda filosofia de vida (v.24).
  • 13. V. O castigo para a igreja (Ap 2.22-23) As figuras usadas aqui nos dão uma ideia do terrível castigo que viria, e que serviria de testemunho às igrejas. Cristo sabe o que se passa dentro delas, e o erro no seio da igreja não pode continuar sem castigo. “A cama de prostituição de Jezabel (v.22) seria transformada em cama de angústia” (Alford), tanto para ela como para os seus seguidores.“Todas as igrejas conhecerão” - o juízo de Deus serviria de lição para as igrejas.
  • 14. VI. O conselho de Cristo (Ap 2.24-25) Vemos que nem toda a igreja tinha sido enganada por Jezabel e participado dos seus ensinos. Aos que resistiram Cristo ordena: “conservai o que tendes” - a fé, o amor, a perseverança e o serviço que faziam.
  • 15. VII. A promessa de Cristo (Ap 2.26-28) 1. Eu lhe darei autoridade sobre as nações 2. Dar-lhe-ei a estrela da manhã
  • 16. Revisão e aplicação AMOR - FÉ - SERVIÇO – PERSEVERANÇA “Vocês possuem essas quatro qualidades, ou apenas uma, duas ou três delas”?
  • 17. Conclusão A mensagem desta carta é nitidamente uma mensagem para os dias de hoje, quando a voz de Jezabel se ouve nas igrejas clamando contra a separação. O ensino popular é que podemos bem associar-nos com os incrédulos sem nos poluir. Mas a Palavra de Deus insiste: “retirai- vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor” (2Co 6.17).