[Webinar] O profissional de RP 2.0

782 visualizações

Publicada em

A função do assessor de imprensa evoluiu e agora o profissional não se comunica apenas com veículos e jornalistas, sua atuação contempla também formadores de opinião e brandlovers que estão presentes nas redes sociais. Uma boa estratégia de comunicação não pode mais se restringir aos press releases convencionais enviados às redações e as métricas são outras.

O que você vai aprender:
- O novo perfil do profissional de relações públicas;
- O que é ser um RP 2.0;
- Influenciadores digitais;
- Métricas;
- E muito mais.

Publicada em: Software
2 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
782
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
2
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Webinar] O profissional de RP 2.0

  1. 1. JADE NEVES VANESSA COSTA
  2. 2. • Compor o planejamento das empresas; • Orientar o processo de relações com todos os seus públicos; • Contornar ou eliminar qualquer notícia que se torne uma publicidade negativa O PROFISSIONAL DE RP É RESPONSÁVEL POR:
  3. 3. O RP vai além do relacionamento com a imprensa: • Gera valor de marca on e offline; • Gera credibilidade; • Estabelece conexões sólidas por meio de relacionamento e comunicação dirigida. #FIKDIKA
  4. 4. O CENÁRIO ATUAL USUÁRIO COMO MÍDIA NOVAS FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO AÇÕES DE MKT E RELACIONAMENTO
  5. 5. • Evolução tecnológica • Uso de mobile devices • Rapidez da informação • Comunicação nas redes sociais FATORES QUE CONTRIBUÍRAM PARA ESSA NOVA REALIDADE:
  6. 6. O PODER DA COMUNICAÇÃO PASSOU DE QUEM TINHA ACESSO À INFORMAÇÃO PARA USUÁRIOS COM MAIOR AUDIÊNCIA E QUALIFICAÇÃO DE CONTEÚDO
  7. 7. O CONCEITO DE RP 2.0 ESTÁ DIRETAMENTE LIGADO AO CONCEITO DA WEB, ONDE: 1. O profissional se tornou peça fundamental no relacionamento com o público; 2. Em que o Inbound Marketing é uma das ferramentas mais importantes para a divulgação de um produto ou serviço.
  8. 8. RP 2.0 = MULTITASK RP TRADICIONAL + RP DIGITAL NOÇÕES BÁSICAS SOBRE SOCIAL MEDIA CONHECIMENTO SOBRE MARKETING RELACIONAMENTO COM FOOs VISÃO HOLÍSTICA DA COMUNICAÇÃO
  9. 9. 3 FATORES IMPORTANTES A SEREM CONSIDERADOS NA COMUNICAÇÃO VELOCIDADE, RELACIONAMENTO E PERSONALIZAÇÃO DA MENSAGEM
  10. 10. O CONSUMIDOR TAMBÉM MUDOU!
  11. 11. SEGUNDO A NIELSEN COMPANY, 92% DOS CONSUMIDORES ACREDITAM QUE AS RECOMENDAÇÕES DE AMIGOS E FAMILIARES INFLUENCIARAM SUAS DECISÕES DE COMPRA
  12. 12. O BRASIL MOBILE EM NÚMEROS • 4º país do mundo em número de smartphone; • 47% das pessoas estão em alguma rede social; • 36% da população já fez uma compra online; • 15% já compraram via Mobile-Commerce; • 3º país do mundo que passa mais tempo na Internet.
  13. 13. A REVOLUÇÃO DO CONSUMIDOR 2.0 AL PACINO EM “UM DOMINGO QUALQUER”
  14. 14. GERAÇÃO C • Uma nova força na cultura de consumo; • 80% da Geração Y entre 9 e 39 anos; • 76% da Geração C visita o YouTube semanalmente; • 36% faz isso todos os dias; • 89% dos usuários da Geração C decidiu por adquirir um produto ou serviço depois de assistir a um anúncio no YouTube.
  15. 15. A GERAÇÃO Y
  16. 16. CRIAÇÃO essa geração precisa dar vazão à criatividade, em geral, criando conteúdo na Internet CURADORIA os indivíduos da Geração C fazem a curadoria do conteúdo, recomendando para sua rede de contatos COMUNIDADE as pessoas se agrupam por meio das conexões em redes sociais e andam juntas numa determinada direção CONEXÃO eles precisam estar conectados. A conexão diária à Internet, o dispositivo móvel é imprescindível para eles A GERAÇÃO C NÃO EXISTE SEM CONEXÃO
  17. 17. GERAÇÃO C • 9 entre 10 pessoas da Geração C não apenas consomem conteúdo on-line, como também criam e publicam seu próprio conteúdo ao menos uma vez por mês; • São defensores apaixonados; • 3 vezes mais propensos a adquirir produtos ou serviços do que os demais grupos; • 2 vezes mais propensos a tornarem-se early adopters e influenciadores nas decisões de compra de outras pessoas; • 85% deles conta com a aprovação de colegas no momento de compra.
  18. 18. AFINAL, O QUE O RP 2.0 TEM A VER COM ISSO?
  19. 19. • Comunicação bidirecional • Redes sociais • SAC 2.0 • Monitoramento • Interação • Mensuração da reputação da marca ou produto em tempo real
  20. 20. DIFERENÇAS ENTRE O PROFISSIONAL DE RP TRADICIONAL E O DE RP 2.0 RP 2.0 Online business, digital hard user e acredita no poder da influência AUDIÊNCIA Formadores de opinião e o público final MENSAGEM Conteúdo de qualidade e serviço FERRAMENTAS Relacionamento com FOOs, banco de CRM, técnicas de SEO, mídia programática e Live Marketing CANAIS: Veículos, mídia digital, formadores de opinião e consumidores TOM DE VOZ Personalizado, informal, focado na experiência FORMATOS Conteúdo multimídia RP TRADICIONAL Jornalistas e coletivas de imprensa AUDIÊNCIA Jornalistas MENSAGEM Veículos e comunidade corporativa FERRAMENTAS Relacionamento com jornalistas e press release CANAIS Mídia impressa, TV, rádio TOM DE VOZ Corporativo, formal e focado na marca ou produto FORMATOS Press release e artigos
  21. 21. 10 DICAS PARA O PROFISSIONAL DE RP SE ATUALIZAR: 1. Ter sempre em vista o objetivo do cliente; 2. Participar do processo de criação da campanha desde o início e aproveitar oportunidades de divulgação; 3. Criar um conteúdo mobile friendly e otimizado para o SEO; 4. Se apoderar das redes sociais como principal meio de comunicação e de construção da reputação de marca; 5. Fazer uso de novos formatos para passar a mensagem;
  22. 22. 10 DICAS PARA O PROFISSIONAL DE RP SE ATUALIZAR: 6. Construir relacionamento online com todos os públicos; 7. Usufruir da curadoria de conteúdo de formadores de opinião; 8. Lembrar que o influenciador digital é uma personalidade com poder de influência; 9. Encarar o formador de opinião como mídia, sem perder de vista o relacionamento espontâneo; 10. Conhecer ferramentas e métricas digitais para poder mensurar os resultados.
  23. 23. #FIKDIKA
  24. 24. RP 2.0 = MÍDIAS SOCIAIS ENGAJAMENTO + ALCANCE + SOCIAL ADS + MÍDIA DIGITAL E O MAIS IMPORTANTE... QUAL É O OBJETIVO DO CLIENTE??
  25. 25. COMO O FOO ENTRA NESSA HISTÓRIA? Ao reconhecer um produto ou serviço ele influencia seus fãs e seguidores a encontrarem, compreenderem ou apenas a se interessarem por ele
  26. 26. MEU PASSADO ME CONDENA PARIS FILMES + GALO FRITO
  27. 27. 5 DICAS DE CONTEÚDO DIRECIONADO A GERAÇÃO C: 1. Seja relevante, útil e divertido no ambiente online; 2. Melhore seu status social dentro das comunidades digitais; 3. Crie diálogo e tenha uma interface social engajadora; 4. Conecte os integrantes da geração C e não apenas com o universo da marca que está sendo trabalhada; 5. Permita que a geração C participe, interaja ou produza conteúdo e passe-o adiante na comunidade online.
  28. 28. SPRITE #RFRSH NA LATA 1ª CAMPANHA BRASILEIRA NO SNAPCHAT
  29. 29. LEGAL! MAS COMO EU FAÇO ISSO?
  30. 30. STORRYTELING: Conecta emocionalmente pessoas à marcas ou pessoas à pessoas, criando um vínculo verdadeiro entre eles. Fonte da imagem: Fabulosa Ideia
  31. 31. BUZZ MARKETING 1. Educar as pessoas sobre os produtos e serviços; 2. Identificar perfis que compartilham bastante suas opiniões; 3. Providenciar ferramentas para que a informação seja facilmente compartilhada; 4. Estudar como, onde, e quando as opiniões são compartilhadas; 5. Escutar e sempre responder aos Brand Lovers, Haters ou consumidores neutros que procurarem a marca.
  32. 32. BUZZ MARKETING notícias e eventos – especialistas – disseminação de uma ideia, produto ou serviço VIRAL MARKETING vírus que não se preocupa com o hospedeiro - mensagem passada para o maior número de pessoas - formador de opinião (sem qualificação ou compatível ao posicionamento)
  33. 33. INBOUND MARKETING QUALIDADE NO CONTEÚDO + DIÁLOGO
  34. 34. DELÍCIAS DE PÁSCOA EXTRA COM DANIELLE NOCE
  35. 35. 10 POSSIBILIDADES PARA TRABALHAR COM O MARKETING DE INFLUÊNCIA 1. Consciência de marca: marca ou um produto introduzido no mercado; 2. Educação: tutoriais explicando o funcionamento ou utilidade de um produto ou serviço; 3. Autoridade em SEO: links para o site, e-commerce ou redes sociais da marca; 4. Cases e Histórias: mostrar o produto sendo usado, ajuda consumidores em potencial a perceber a sua utilidade, gerando muitas vezes a conversão em vendas; 5. Seguidores Sociais: os influenciadores podem distribuir presentes, brindes ou mesmo conteúdo sobre o produto;
  36. 36. 10 POSSIBILIDADES PARA TRABALHAR COM O MARKETING DE INFLUÊNCIA 6. Controle de Dano: uma marca está com uma má impressão no mercado? Talvez o influenciador seja a solução para limpar a barra dela com os consumidores; 7. Vendas: a opinião de clientes pode aumentar as vendas. Ou seja, quanto mais clientes a marca tiver, mais influenciadores ela pode ter; 8. Confiança: o conteúdo criado pelo próprio consumidor tem muito mais credibilidade perante os potenciais consumidores; 9. Fãs: o alcance das marcas pode aumentar ainda mais, quando seus fãs postam fotos e conteúdos sobre elas, são os chamados Brand Lovers. 10. Efeito Dominó: quando os influenciadores conseguem convencer seus seguidores e fãs a participarem de ações promocionais de marcas e serviços.
  37. 37. LIVE MARKETING CRIA UMA COMUNICAÇÃO DIRETA E INTERATIVA COM O CONSUMIDOR, EM QUE ELE INFLUENCIA DIRETAMENTE O CONTEÚDO ENVOLVE O SHOPPER VALORIZA A EXPERIÊNCIA AO VIVO GERA RESULTADOS IMEDIATOS
  38. 38. HORA DE CONSTRUIR SUA ESTRATÉGIA
  39. 39. 1. PÚBLICO-ALVO Identificar o seu target é o primeiro passo dessa jornada. 2. DIÁLOGO COM O INFLUENCIADOR Mapear como será realizada a comunicação: quando, onde, com quem e por qual razão. 3. ESTRATÉGIA DE CONTEÚDO Quais formatos serão usado: Live Marketing, Inbound e aliados aos métodos tradicionais? 4. MÍDIA Qual estratégia de mídia será utilizada: social media ads, adwords, divulgação em veículos, envio de social kit ou press kit? 5. RESULTADOS Mensurar os resultados em todas as etapas da campanha = ROI
  40. 40. MÉTRICAS NO RP 2.0 1.PRESENÇA NÚMERO DE MATÉRIAS, POSTS, TUÍTES OU VISITANTES EM UM EVENTO 2. ENGAJAMENTO ABSORÇÃO DO CONTEÚDO PELO JORNALISTA, CURTIDAS, COMENTÁRIOS, RETUÍTES 3. INFLUÊNCIA QUALIDADE DA MENSAGEM, INTERESSE, TOM, RELEVÂNCIA DO CONTEÚDO E RETORNO DE VENDAS ROE: A PRINCIPAL MÉTRICA
  41. 41. O TRABALHO DO PROFISSIONAL DE RP NÃO É CALCULAR NÚMEROS! MAS, TRADUZÍ-LOS EM AÇÕES, CORREÇÕES, APRENDIZADOS E ALTERNATIVAS, TRABALHANDO A COMUNICAÇÃO DE FORMA ESTRATÉGICA
  42. 42. RESUMINDO 2. ROE E ROI 1. RECURSOS LIMITADOS VINDOS DO MARKETING E COMUNICAÇÃO 3. SOFISTICAÇÃO NAS AÇÕES DE AMPLIFICAÇÃO E DIVULGAÇÃO 4. INFLUÊNCIANA REPUTAÇÃO DA EMPRESA E NÃO APENAS GERAR BUZZ
  43. 43. DIGITALROIBRASIL @SOMOSDIGITALROI @DIGITALROI

×