Saúde na fila de espera
Grupo de estudos
Alunos do 9º ano A
Daniel Vitor
Wesley Santos
João Victor
Danilo Gaspar
Luccas Rogério
Yasmin Isabella
Jo...
Escolhemos esse tema porque grande parte da
sociedade paulistana possui várias dificuldades com
os atendimentos em postos ...
Nosso objetivo é analisar e fazer um
levantamento dos problemas que temos nas
unidades de saúde por meio de pesquisas,
pri...
“A criação do SUS possibilitou a melhoria do acesso da
população, mas essa melhoria do acesso ainda não é
suficiente para ...
Pacientes que estavam na fila por atendimento
reclamaram do número reduzido de médicos no local.
"Cheguei por volta das 11...
Durante a pesquisa, tivemos vários percalços para
serem superadas. Dentre eles, podemos citar:
Dificuldade para entrevist...
• O termo AMA (Assistência Médica Ambulatorial) foi
criado na gestão do prefeito José Serra (PSDB) para
designar ambulatór...
Em nossa pesquisa, nós nos dividimos em grupos
de trabalho. A partir daí, discutimos os temas e
subtemas. Refletimos sobre...
• Qual tipo de atendimento será feito pelos médicos
estrangeiros?
De acordo com o Ministério da Saúde, os especialistas
vã...
• A realização de pré-natal em gestantes;
• atendimento a intercorrências clínicas e pequenas
urgências (infecções respira...
• Aprendemos que mesmo tentando fazer com o que nosso
governo invista na saúde pública, os recursos para esta
área são esc...
Concluímos que os postos de saúde são ruins no
atendimento, na falta de médicos, e também poucos
remédios para a população...
• Agradecemos a todos os professores e amigos que nos
ajudaram a nós a produzir o trabalho.
 Postos de Atendimento de Saúde
 Postos de Atendimento de Saúde
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Postos de Atendimento de Saúde

243 visualizações

Publicada em

Trabalho Colaborativo Autoral 9º Ano A

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
94
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Postos de Atendimento de Saúde

  1. 1. Saúde na fila de espera
  2. 2. Grupo de estudos Alunos do 9º ano A Daniel Vitor Wesley Santos João Victor Danilo Gaspar Luccas Rogério Yasmin Isabella Jonatha Santos
  3. 3. Escolhemos esse tema porque grande parte da sociedade paulistana possui várias dificuldades com os atendimentos em postos públicos. Também, queremos analisar as causas desses problemas para se observar os pontos que ainda podem ser melhorados.
  4. 4. Nosso objetivo é analisar e fazer um levantamento dos problemas que temos nas unidades de saúde por meio de pesquisas, prioritariamente, em sites especializados. Com isso, divulgar na nossa escola os dados das maiores e constantes dificuldades dos pacientes.
  5. 5. “A criação do SUS possibilitou a melhoria do acesso da população, mas essa melhoria do acesso ainda não é suficiente para cobrir as necessidades de saúde. Mais da metade dos gastos totais em saúde no país são gastos privados. Os gastos públicos não alcançam 50%. Nos países que têm realmente sistemas universais de saúde, os gastos públicos correspondem a 80%”, disse Lígia Giovanella, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública.
  6. 6. Pacientes que estavam na fila por atendimento reclamaram do número reduzido de médicos no local. "Cheguei por volta das 11h e ainda não fui chamada para atendimento. Tem apenas um médico trabalhando. Tem paciente que foi embora sem ser atendido", disse a dona de casa Sônia Gonçalves.
  7. 7. Durante a pesquisa, tivemos vários percalços para serem superadas. Dentre eles, podemos citar: Dificuldade para entrevistar médicos e pacientes; Dificuldades de acesso aos postos de saúde; Reconhecer os sites especializados e confiáveis;
  8. 8. • O termo AMA (Assistência Médica Ambulatorial) foi criado na gestão do prefeito José Serra (PSDB) para designar ambulatórios de pronto-atendimento. Trata-se de uma espécie de pronto-socorro destinado a resolver apenas ocorrências de baixa complexidade, que não envolvam risco de morte ou de lesão irreversível no paciente.
  9. 9. Em nossa pesquisa, nós nos dividimos em grupos de trabalho. A partir daí, discutimos os temas e subtemas. Refletimos sobre os principais problemas e passamos à organização dos capítulos. Acessamos os sites especializados e confiáveis, segundo a comunidade científica. Em seguida, começamos a produzir o TCA.
  10. 10. • Qual tipo de atendimento será feito pelos médicos estrangeiros? De acordo com o Ministério da Saúde, os especialistas vão atuar na Atenção Básica. Eles deverão trabalhar em ações de promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos pacientes e famílias. Estão previstos nas atividades deles:
  11. 11. • A realização de pré-natal em gestantes; • atendimento a intercorrências clínicas e pequenas urgências (infecções respiratórias agudas, dengue, doenças sexualmente transmissíveis, dentre outras); • acompanhamento do crescimento e desenvolvimento de crianças; diagnóstico e tratamento de pessoas com diabetes, hipertensão, asma, depressão, tuberculose e outras doenças crônicas; • pequenos procedimentos como sutura, lavagem de ouvido, retirada de unha encravada, dentre outros.
  12. 12. • Aprendemos que mesmo tentando fazer com o que nosso governo invista na saúde pública, os recursos para esta área são escassos. De acordo com Eleuses Paiva, apenas 3,8% do PIB nacional é responsável por atender 85% da população brasileira. E para que nós possamos obter melhorias nessas unidades, é necessário maiores investimentos. Devido ao baixo financiamento na área da saúde pública no país, existem, aproximadamente, 120 milhões de brasileiros dependentes, exclusivamente, dos serviços prestados pelo SUS. •
  13. 13. Concluímos que os postos de saúde são ruins no atendimento, na falta de médicos, e também poucos remédios para a população. O governo precisa investir mais nos postos de saúde públicos, contratar mais médicos, trazer médicos estrangeiros, investir nos jovens estudantes da medicina.
  14. 14. • Agradecemos a todos os professores e amigos que nos ajudaram a nós a produzir o trabalho.

×