Métodos Contraceptivos de Barreira

0 visualizações

Publicada em

Pequeno Trabalho de Biologia 12º Ano sobre os métodos contraceptivos de barreira. Ex: Preservativo.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
0
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
92
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Métodos Contraceptivos de Barreira

  1. 1. MÉTODOS CONTRACEPTIVOS FÍSICOS 3Francisca Camejo, João Carvalho, Rodrigo Monteiro, Sebastião Barreiras, Vítor Braz
  2. 2. MÉTODO/UTILIZAÇÃO
  3. 3. MÉTODOS CONTRACEPTIVOS DE BARREIRAA contracepção é qualquer processo que evite a fertilização do óvulo ou a implantação do ovo (gravidez)Os métodos contraceptivos físicos ou de barreira impedem que os espermatozóides vão ao encontro dos ovócitos II Vidé página 60 manual
  4. 4. PRESERVATIVO MASCULINOÉ o método contraceptivo mais utilizado em todo omundo.É feito de látex e retém o esperma, impedindo afecundação, e evita assim a gravidez.
  5. 5. VANTAGENS É o único método contraceptivo que impede a transmissão de IST (para além do preservativo feminino) Se for utilizado correctamente tem uma taxa de eficácia que ronda os 98% De fácil aquisição, é o método ideal para relações ocasionais ou imprevistas Também já existem preservativos com espermicida, assegurando assim uma maior eficácia contraceptiva
  6. 6. VANTAGENS  Pode ser utilizado com outro método contraceptivo, como coadjuvante  Existem de vários tipos, sabores, formas e tamanhos  São gratuitos em centros de saúde e não necessitam de prescrição médica
  7. 7. DESVANTAGENS É muito propenso a rasgar ou romper, não evitando a transmissão do sémen Diminui a sensibilidade dos órgãos genitais Como é de utilização única o custo de cada preservativo não é um factor aliciante Podem ocorrer reacções alérgicas devido ao látex A taxa de eficácia é de 5 a 10 gravidezes em cada 100mulheres/ano
  8. 8. COMO COLOCAR UM PRESERVATIVO MASCULINO
  9. 9. PRESERVATIVO FEMININOConsiste numa membrana de poliuretano, que deve ser inserida na vaginaantes do acto sexual.É constituído por dois anéis, um pequeno que é colocado dentro da vagina(anel interior) e outro maior que fica fora da mesma (anel exterior).
  10. 10. VANTAGENS Impede a transmissão de IST É feito de poliuretano, o que o torna mais resistente que o preservativo masculino. Não é tão propenso a reacções alérgicas como o preservativo masculino Dá à mulher mais controlo e liberdade de contracepção
  11. 11. DESVANTAGENS Só pode ser utilizado uma vez É difícil de colocar, por isso leva mais tempo para se adquirir prática em colocá-lo O anel exterior pode ser incómodo Pode produzir alguns barulhos durante as relações; É mais caro e mais difícil de encontrar
  12. 12. COMO COLOCAR UM PRESERVATIVOFEMININO
  13. 13. DIAFRAGMA
  14. 14. DIAFRAGMAÉ uma membrana de borracha ou de silicone, que se inserena vagina antes da relação sexual.O diafragma cobre o colo do útero, e assim impede que osespermatozóides cheguem ao interior do útero. Deve serutilizado em conjunto com espermicida.Deve permanecer colocado após a relação sexual entre 6 e24 horas.
  15. 15. COMO COLOCAR O DIAFRAGMA Colocar espermicida na face interior do diafragma
  16. 16. Antes de colocar o diafragma pelaprimeira vez, introduza seu dedoindicador na vagina para cima e paratrás, de modo a descobrir o ossopúbico.
  17. 17. Inserir dentro da vagina e testarcom o dedo a colocação correcta
  18. 18. VANTAGENS Diminui o risco de infecções O diafragma não é de utilização única, pois deve ser lavado com água e sabão e guardado no recipiente próprio, podendo durar até 2 anos
  19. 19. DESVANTAGENS Difícil utilização Não pode ser utilizado por mulheres virgens, sensíveis ao látex ou com problemas no colo do útero Pode causar cheiros e corrimento vaginal Tem uma eficácia muito baixa, visto que, por ano, em cada 100 mulheres, 15 delas engravidam O espermicida utilizado em simultâneo pode provocar reacções alérgicas
  20. 20. DIU
  21. 21. DIU Os dispositivos intra-uterinos (DIU) são pequenas peças de plástico ou metal, de várias formas São inseridos na cavidade uterina, por um médico, impedindo a implantação do embrião no endométrio Podem ser inertes ou activos. No caso de serem activos, libertam substâncias (como cobre ou hormonas) que dificultam a proliferação da parede do útero. È eficaz durante cerca de 3 a 5 anos, mas deve ser sempre vigiado pelo médico
  22. 22. VANTAGENS Tem uma grande eficácia , pois apenas engravidam 0,1 a 2 mulheres em cada 100 mulheres/ano A eficácia aumenta com os anos de utilização Não é necessário associar a contracepção a um gesto diário
  23. 23. DESVANTAGENS  Não protege contra DST’s  Não pode ser aplicado a mulheres que nunca tenham tido filhos  A inserção e remoção tem que ser feita por um médico
  24. 24. DESVANTAGENS Podem ocorrer efeitos secundários, como menstruações mais abundantes e agravamento das dores menstruais Pode causar infecções É dispendioso Pode ocorrer perfuração uterina
  25. 25. NOVOS MÉTODOS CONTRACEPTIVOSFemcap
  26. 26. NÚMERO DE GRAVIDEZES POR 100 MULHERES UTILIZANDO POR ANO DE USOFonte: Critérios médicos de elegibilidade para uso de métodosanticoncepcionais (Organização Mundial de Saúde, 2004) -adaptação: Dr. Antônio Aleixo NetoVidé páginas 62-63 manual
  27. 27. CONCLUSÃOCom este trabalho foi-nos possivel integrar a sua matéria com osconhecimentos que haviamos adquirido em aula e desta forma avaliarqual seria o método mais eficaz no sentido da prevenção de IST e deuma gravidez indesejada, chegando à conclusão que é o preservativomasculino, dada a sua baixa taxa de falibilidade.Fica, no entanto, ao dispor de cada um qual destes métodos escolherconsiderando sempre diversos factores tais como: a taxa de falibilidadecontra IST, eficiência contra a fecundação e conforto no acto sexual. Exercícios de Avaliação na página 72 do manual

×