Metodos contracetivos

1.730 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.730
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodos contracetivos

  1. 1. Escola Anastácio Gonçalves Ano Letivo 2011/2012MÉTODOS CONTRACETIVOS Trabalho realizado por: Kelton Almeida Gonçalo Calçada e Edneira Almeida,6E Professor: David Pereira Disciplina: Ciências e Natureza
  2. 2. MÉTODOS CONTRACETIVOS A contraceção (controle da natalidade) é um termo usado para a prevenção da gravidez e doenças sexualmente transmissíveis. Os métodos contracetivos nem sempre funcionam tem de se saber com se utiliza.
  3. 3. OS DIFERENTES MÉTODOS DE CONTRACEÇÃO Medicamentos Hormonais A pílula contracetiva é um método que, através da ação hormonal, inibe a ovulação evitando a gravidez. A pílula deve ser prescrita nos casos em que se pretende um método contracetivo eficaz e se pretenda obter outros efeitos e benéficos para a saúde que se encontram indicados como vantagens. Quando uma adolescente começa a tomar pilula tem de ser acompanhada pelo o médico.
  4. 4. VANTAGENS DA PILULA Para além do elevado grau de segurança na prevenção da gravidez, a pílula apresenta as seguintes vantagens: Não interfere na relação sexual; Pode regularizar os ciclos menstruais; Melhora a tensão pré-menstrual e a dismenorreia; Não afeta a fertilidade; Diminui o risco de Doença Inflamatória Pélvica (DIP); Reduz em 50% o risco de cancro do ovário e do endométrio; Diminui a incidência de quistos funcionais do ovário e a doença poliquística.
  5. 5. DESVANTAGENS DA PILULA Algumas mulheres têm dificuldade de tomar diariamente e regular da pílula Não protege contra as Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST)
  6. 6. EFEITOS SECUNDÁRIOS Náuseas e vómitos Alteração de peso Mastodinia – alteração da tensão e sensibilidade mamária Alteração do fluxo menstrual Spotting – perdas de sangue ao longo dos primeiros ciclos de utilização da pílula Depressão
  7. 7. CONTRACEÇÃO HORMONAL INJETÁVEL É um método contracetivo que consiste numa injeção intramuscular profunda de uma solução aquosa que contem um acetato de medro progesterona (DMPA). A solução vai-se introduzindo lentamente na corrente sanguínea. Cada injeção tem um efeito até 3 meses (12 semanas).
  8. 8. VANTAGENS Este método é bastante discreto e prático na sua utilização, uma vez que não interfere na relação sexual e não obriga à toma diária, como sucede com os métodos de contraceção orais. Elevado nível de eficácia 0,0 a 1,3 gravidezes por ano em cada 100 mulheres; Pode melhorar a qualidade do aleitamento; Os riscos de desenvolver a Doença Inflamatória Pélvica, a gravidez ectópica ou o carcinoma do endométrio, são menores; Reduz as perdas de sangue.
  9. 9. DESVANTAGENS O método de contraceção hormonal injetável pode provocar irregularidades no ciclo menstrual; O retorno aos níveis de fertilidade é mais lento; Não protege contra as infeções e das doenças sexualmente transmissíveis.
  10. 10. EFEITOS SECUNDÁRIOSIrregularidade no ciclo menstrual. Em situações raras, pode conduzir a hemorragias contínuas. Pode causar em certas mulheres: dores de cabeça, perda de cabelo e aumento de peso
  11. 11.  Não é aconselhável quando se verifica hemorragia vaginal de causa não esclarecida Para mulheres que desejam engravidar; imediatamente após a suspensão do método; Para mulheres que não aceitam irregularidade do ciclo.
  12. 12. ADESIVO É um adesivo fino, quadrado, confortável e fácil de aplicar. O adesivo transfere uma dose diária de hormonas, o estrogénio e progestagéneo, através da pele para a corrente sanguínea. Estas hormonas são similares, produzidas pelos ovários e usadas também nas pílulas contracetivas.
  13. 13.  O adesivo funciona de duas formas: Impede a ovulação (libertação do óvulo) Torna mais espesso, o muco do colo do útero, dificulta a entrada dos espermatozoides no útero.
  14. 14. VANTAGENS A mulher não tem que pensar todos os dias em contraceção, apenas tem que se lembrar de mudar uma vez por semana o adesivo; Fácil de usar; É um método reversível. O adesivo oferece uma excelente aderência. A mulher pode continuar a realizar as suas atividades diárias como o banho, duche, idas à piscina, exercício físico, sem nenhuma medida especial de precaução.
  15. 15. DESVANTAGENS Não protege contras as infeções sexualmente transmissíveis.
  16. 16. EFEITOS SECUNDÁRIOS Existem situações nas quais não é aconselhável a utilização do adesivo contracetivo.
  17. 17. DISPOSITIVOS INTRA-UTERINOS (DIU) O DIU é um pequeno dispositivo de plástico revestido com fio de cobre que é inserido no útero.  O DIU impede a gravidez através da alteração das condições uterinas e funcionando também como uma barreira aos espermatozoides.  A inserção é feita numa consulta médica, podendo permanecer no útero durante vários anos.
  18. 18.  O DIU está indicado para quem: Pretende um método de longa duração, reversível e que não interfira na relação sexual; Tem um relacionamento estável e não há risco de relações com outros parceiros; Tem um ou mais filhos ou acabou de ter; Para quem tolera alterações na menstruação, nomeadamente fluxos menstruais mais abundantes e prolongados; Pretende uma rápida recuperação dos níveis de fertilidade.
  19. 19. VANTAGENS E DESVANTAGENS Para além do seu grau de eficácia, é um método reversível e de longa duração. Desvantagens: Não protege contra as IST A colocação do DIU tem de ser feita por um profissional de saúde
  20. 20. EFEITOS SECUNDÁRIOS Aumento do fluxo menstrual; Dor pélvica; Corrimento vaginal.
  21. 21. PRESERVATIVO MASCULINO O preservativo constitui uma barreira à passagem do esperma para a vagina durante o coito. A maioria dos preservativos são feitos de latex. Quando é bem usado ajuda a prevenir a gravidez, é um método que diminui o risco de contrair IST. Trata-se de uma forma de contraceção que envolve o homem.
  22. 22. VANTAGENS Não necessita de acompanhamento médico Previne as IST; Pode contribuir para minorar situações de ejaculação precoce; Ausência de efeitos secundários graves ou contraindicações. Desvantagens: Podem surgir reações alérgicas
  23. 23. PRESERVATIVO FEMININO O preservativo feminino tem a forma de um tubo feito à base de silicone com um anel na extremidade. Deve ser introduzido na vagina antes da relação sexual, depois da ejaculação, o preservativo retém o esperma prevenindo o contacto com colo do útero, evitando a gravidez. O preservativo feminino protege contra as IST e deve ser indicado em situações de ejaculação precoce.
  24. 24. VANTAGENS Previne contra as infeções sexualmente transmissíveis; Ausência de efeitos secundários ou contraindicações graves; Não necessita a supervisão médica; É um método cuja utilização depende da mulher. Não tem desvantagens
  25. 25. DIAFRAGMA O diafragma é um dispositivo de borracha com um aro flexível que se introduz na vagina. Quando é bem introduzido previne o contacto do esperma com o colo do útero.
  26. 26. VANTAGENS E DESVANTAGENS Não interfere com o ato sexual Sem efeitos secundários significativos Diminui a ocorrência da Doença Inflamatória Pélvica Desvantagens: Dificuldade na utilização.
  27. 27. ANEL VAGINAL O anel vaginal é um método contracetivo hormonal feito de plástico, transparente e flexível. É posto pela própria mulher na vagina e deve ser mantido durante 3 semanas, parando durante 1 semana (ciclo de uso), período durante o qual vai libertando estrogénio e progestagéneo, hormonas que ao entrar na corrente sanguínea inibem a ovulação, à semelhança da pílula.
  28. 28. NÍVEL DE EFICÁCIA Quando usado correctamente, o anel vaginal oferece um elevado grau de eficácia 0,4 a 1,2 gravidezes por ano em cada 100 mulheres.
  29. 29. VANTAGENS Não interfere no ato sexual É um método reversível As mulheres que usam o anel vaginal, têm propensão para períodos mais curtos e regulares Retorno rápido aos níveis de fertilidade anteriores à utilização do anel Pode ter outros efeitos benéficos para a saúde, como a proteção contra os cancros dos ovários ou do colo do útero Previne também o aparecimento de quistos nos ovários
  30. 30. DESVANTAGENS Não previne contra as IST Pode haver perda ou aumento de peso Podem provocar irritação vaginal
  31. 31. ESPERMICIDAS Os espermicidas são compostos por substâncias que eliminam a mobilidade dos espermatozóides. Podem apresentar-se sob a forma de creme, gel, espuma ou comprimidos vaginais. O espermicida deve ser introduzido na vagina até 1 hora antes da relação sexual.
  32. 32. VANTAGENS É de fácil aplicação Não necessita receita médica É um método controlado pela mulher Pode ajudar a prevenir as IST Sem efeitos sistémicos ou secundários graves
  33. 33. DESVANTAGENS Podem desencadear reações alérgicas ou irritações, quer no homem quer na mulher O grau de eficácia do espermicida é baixo Pode interferir no ato sexual.

×