Como iniciar a amamentação

872 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
872
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como iniciar a amamentação

  1. 1. COMO INICIAR A AMAMENTAÇÃO 1Instituto de Saúde 2CIP/SES-SP
  2. 2. COMO OS PROFISSIONAIS E O PESSOAL DE SAÚDE PODEM AJUDAR AS MÃES COM SUAS PREOCUPAÇÕESO que pode preocupar uma mãe que acaba de dar a luz?Como ajudar a mãe a superar as preocupações?Como manter ou aumentar a auto-confiança da mãe? 3 4
  3. 3. OUVIR E COMPREENDER A MÃE1: Use comunicação não verbal útil. Mantenha a cabeça no mesmo nível Preste atenção Remova barreiras Dedique tempo Toque de forma apropriada 5
  4. 4. OUVIR E COMPREENDER A MÃE 2: Faça perguntas abertas.Geralmente começam com :Como? O que? Por que? Conte-me sobre...As perguntas abertas fazem o profissionalutilizar melhor o tempo e aprender maissobre a mulher.Elas impedem que a mãe responda apenasSim ou Não.
  5. 5. OUVIR E COMPREENDER A MÃE3: Use expressões que demonstram interesse.“Ham ham...", “Humm...","Sei, sei..", "Ah, é?!","Nossa !“ 6Essas são formas de demonstrar que oprofissional está ouvindo e que semantém interessado nela.
  6. 6. OUVIR E COMPREENDER A MÃE4: Devolva com suas palavras o que a mãe diz.Ao devolver para a mãe o que ela disse, oprofissional mostra que entendeu e elaprovavelmente falará mais sobre o assunto.A devolução pode ajudar a direcionar aconversa para fatos que o profissionaldeseja conhecer mais.
  7. 7. OUVIR E COMPREENDER A MÃE 5: Use de Empatia: Mostre à mãe que você entende como ela se sente.É diferente de simpatia.Não deve desviar a atenção para o bebê.Quando o profissional usa deempatia, ele mantém o foco namãe e nos seus sentimentos. 7
  8. 8. OUVIR E COMPREENDER A MÃE 6: Evite palavras que soam como julgamento. Palavras do tipo: certo, errado, bom, mau, suficiente, problema, dificuldade, direito... Elas costumam colocar dúvidas na mãe.8
  9. 9. DESENVOLVER A CONFIANÇA E DAR APOIO1: Aceite, respeite o que a mãe pensa e sente. • Quando a mãe expõe uma idéia, se o profissional a criticar ou discordar, ela pode se sentir errada ou diminuída. É importante não discordar da mãe. • Também é importante não concordar com uma idéia errada, pois poderá ser difícil corrigi-la mais tarde. • O profissional pode simplesmente aceitar aquilo que a mãe pensa, respondendo de forma neutra: “Ham ham”, “entendo”, “você está preocupada com isso”...
  10. 10. DESENVOLVER A CONFIANÇA E DAR APOIO 2: Reconheça e elogie o que a mãe e o bebê estão fazendo certo.Em primeiro lugar, reconheçao que a mãe está fazendo certo.Elogiar uma prática traz benefícios:• Aumenta a confiança da mãe.• Encoraja a mãe a continuar essa prática.• Facilita que mais tarde ela aceite sugestões.
  11. 11. DESENVOLVER A CONFIANÇA E DAR APOIO 3: Dê ajuda práticaMuitas vezes uma ajuda prática é melhor do queexplicar um monte de coisas.Principalmente se a mãe tem um problemaprático evidente: está desconfortável, suja,cansada ou se já recebeu muitas informações.A ajuda prática mostra que o profissional estápronto para ajudá-la e apoiá-la.
  12. 12. DESENVOLVER A CONFIANÇA E DAR APOIO 4: Dê pouca e relevante informação• É importante informar para corrigir idéias erradas.• É importante que a informação seja relevante para a SITUAÇÃO DE AGORA.• Dê UMA OU DUAS informações, não mais.• Dê as informações de uma FORMA POSITIVA, para que não soem como críticas.• Espere que a auto-confiança da mãe se eleve,ACEITE o que ela diz e ELOGIE o que fazcorretamente, antes de dar a informação.
  13. 13. DESENVOLVER A CONFIANÇA E DAR APOIO 5: Use linguagem simplesOs profissionais costumam usar termostécnicos que muito freqüentemente nãosão entendidos pela mãe.Uma linguagem simples fazcom que a mãe entendamais facilmente a orientação. 9
  14. 14. DESENVOLVER A CONFIANÇA E DAR APOIO6: Dê uma ou duas sugestões, não ordens. • Quando se manda a mãe fazer alguma coisa, isto não a ajuda a se sentir auto-confiante. • Quando se SUGERE o que fazer, ela tomará a decisão de aceitar a sugestão ou não. • Isto a deixa no controle da situação e, caso não aceite, estará disposta a discutir outras sugestões mais adequadas.
  15. 15. AJUDAR AS MÃES NAS PRIMEIRAS MAMADASAjude a mãe a responder às necessidades do bebê.• Mantenha mãe e bebê juntos, dia e noite• Ensine a mãe a identificar os sinais de fome.• Explique que mamadasfreqüentes e ordenha manualestimulam a produção de leite. 10
  16. 16. AJUDAR AS MÃES NAS PRIMEIRAS MAMADAS• Recomende deixar que o bebê determine a freqüência e a duração das mamadas.• Oriente que alivie as mamas quando estiverem cheias, colocando o bebê para mamar (acordar o bebê).• Explique que os bebêsgostam de continuar sugando o 11seio mesmo após amamada.
  17. 17. AJUDAR AS MÃES NAS PRIMEIRAS MAMADAS Se o bebê estiver sonolento para mamar: • Retire as mantas deixando o bebê mover braços e pernas. • Amamente em uma outra posição. • Massageie suavemente o corpo do bebê. • Fale com ele.12 • Tente novamente mais tarde
  18. 18. AJUDAR AS MÃES NAS PRIMEIRAS MAMADAS Freqüência das mamadas• Ofereça ajuda dentro das primeiras 6 horas após o parto.• Oriente amamentar toda vez que o bebê mostrar sinais de fome.• Deixe que o bebê solte a mama quandoestiver satisfeito.• Não interrompa a mamada para mudar de lado.• Deixe esvaziar completamente uma mama para passar para a outra. 13
  19. 19. AJUDAR AS MÃES NAS PRIMEIRAS MAMADASEnsine a mãe a cuidar das mamas • Lave as mamas apenas com água, durante o banho. 14 • Não use sabonetes ou loções no mamilo. • Não limpe os mamilos antes das mamadas. • Aplique pequena quantidade de leite materno ao final da mamada, se os mamilos estiverem doloridos. • O ar e sol são benéficos, mas não indispensáveis. • Sutiãs não são obrigatórios. Use aqueles confortáveis, que não apertem as mamas.
  20. 20. ELIMINAR AS PRÁTICAS PREJUDICIAIS• Não separe mãe e bebê rotineiramente.• Não limite o tempo das mamadas.• Não tenha normas de lavagem de mamilos.• Não oriente pomadas ou outros cicatrizantes.• Não pese o bebê antes e depois da mamada.• Não dê outros líquidos.• Não use bicos artificiais. 15
  21. 21. ELIMINAR AS PRÁTICAS PREJUDICIAIS• Não tenha normas que obriguem as mães a usar um certo tipo de roupa ou sutiã.• Não obrigue as mães a se sentar para amamentar.• Não ensine o preparo de mamadeiras em grupo.• Não permita brindes às mães contendo livretos ou amostras de leites, chupetas ou mamadeiras.
  22. 22. Questões para debate Ver livro Manejo e promoção do aleitamento materno...1. Fátima diz: “Não sei se serei capaz de amamentar. Meu filho chora demais”. O que dizer para ajudá-la a adquirir mais confiança para amamentar?1. De que maneira um bebê indica para sua mãe com que freqüência necessita ser amamentado e a duração de cada mamada?2. Se uma nutriz precisa descansar mais, que orientações daríamos a ela?3. Que práticas adotadas na sua maternidade precisam ser eliminadas por interferir na amamentação?
  23. 23. Prática Clínica II Escolha uma atividadeNo hospital:Observe em silêncio uma mãe amamentando.Use o formulário de observação de mamadas.(apêndice 3 do “Manejo e promoção do aleitamentomaterno: curso de 18 horas para equipes dematernidades.”)Na sala de aula:Dramatização: Mãe A: Boa posição Mãe B: Posição ruim.Use o formulário de observação de mamadas

×