SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Baixar para ler offline
ORIENTAÇÕES SOBRE ALEITAMENTO MATERNO E PERÍODO PÓS-PARTO




   Hospital de Sapiranga: Rua Getúlio Vargas, 527

   Centro –Sapiranga- RS

   Telefone: 51 3559-4444
Vantagens do Aleitamento Materno

    Para o Bebê

         O leite materno é o alimento ideal, pois é forte e completo. Contém todos os nutrientes necessários para o
desenvolvimento e crescimento do bebê;
         Dispensa uso de águas, chás e outros alimentos. É um alimento rico em anticorpos e livre de contaminação;
         Protege o bebê contra infecções, diarréia, doenças respiratórias, doenças alérgicas e previne desnutrição;
         É de fácil digestão, assim a criança tem menos possibilidade de ter cólicas ao contrário do leite de vaca;
         Deve ser oferecido com exclusividade até o 6º mês e continuado até o 2º ano de vida ou mais;
         Proporciona maior segurança e favorece a troca de carinho e o bebê se sinte mais seguro e amado;
         Sugar o peito contribui para a criança ter dentes bonitos e a desenvolver a fala e a ter boa respiração;


    Para a Mãe
         estimula a contração uterina, reduz o sangramento fazendo o útero voltar ao normal;
         a mãe volta rapidamente ao peso desejado;
         reduz o risco de ter diabetes, câncer de mama, útero e ovário;
         é econômico e sempre está na temperatura certa;


    Para a Família:
       Evita gastos na compra de leites e mamadeiras, além de remédios, pois o bebê será mais saudável.
Posição Adequada para a Amamentação

     Escolha um local calmo e confortável com apoio para os braços e pés;
     Coloque o corpo do bebê voltado para o seu (barriga com barriga);
     A boca do bebê deve estar bem aberta;
     É importante que a mãe mantenha uma alimentação saudável e tome de 3 a 4 litros de água diariamente;
     Não há necessidade de se preocupar com que as narinas do bebê estejam livres durante a mamada. Segurar as
mamas com dedos em tesoura pode interromper o fluxo do leite. Sempre segurar o seio em forma de “c”.


                                              Cuidado com as mamas


     Não é preciso passar loções, cremes, sabonetes ou pomadas;
     Basta lavar os mamilos na hora do banho diário e após a mamada passe um pouco de leite em volta do mamilo
  e da auréola, pois o leite materno protege e evita infecções. Não use cascas de banana, mamão ou similares, pois
  podem conter germes ocasionando infecções nas mamas;
     Deixe o bebê mamar espontaneamente. Se ao final da mamada ele não desprender o peito, coloque seu dedo
mínimo no canto da boca do bebê que ele soltará o mamilo sem machucá-lo e coloque o bebê para arrotar.
     Evite abafar os mamilos com protetores especiais;
     Use sutiã de algodão especial para amamentação.
Importante!


        Não existe leite fraco. O primeiro leite após o parto tem aspecto mais claro, mas é o leite que mais contém
         anticorpos e nutrientes necessários para o bebê se desenvolver;
        O leite materno possui quantidades diferentes de gordura durante a mamada, sendo mais rico no final, o que
         ajuda o bebê a ganhar peso;
        Lave as mãos com água e sabonete antes de amamentar e trocar seu bebê;
        Dê o peito sempre que o bebê quiser. Isto é, sem horário fixo;
        Quanto mais o bebê mamar, mais leite você terá;
        Ofereça os dois seios ao bebê alternadamente. Faça com que o bebê esvazie uma mama e só depois ofereça
outra;
Posições para Amamentar: Escolha a sua!
Cuidados com o bebê

       Mantenha o bebê em ambiente tranqüilo: claro durante o dia e escuro durante a noite;
       Após as mamadas, deixe o bebê de pé para arrotar e ao deitá-lo coloque-o de barriga para cima no berço;
       Evite o uso de chupetas, pois os bebês fazem confusão de bicos e podem largar o peito mais cedo.
       Os bebês sentem um pouco mais de frio que os adultos. Evite colocar muita roupa no bebê.
                          Vacinas do bebê                                                       Teste do Pezinho
       BCG-ID (contra tuberculose)                                          Até a 1ª semana de vida. Neste teste é possível descobrir
       Hepatite                                                     várias doenças e logo tratá-las;




                            Teste da Orelhinha                                         Cuidados com o umbigo e higiene
* Até os10 dias de vida do bebê, para que se possa detectar perdas           Álcool 70% no umbigo 4 vezes por dia até cair
auditivas precoces que dificultam o aprendizado da linguagem




                                                           Saúde da Mulher
.
     Em casos de sangramento vaginal intenso, febre, mal cheiro e outras alterações, retorne ao hospital.
     Abstinência sexual por no mínimo 30 dias, ate a revisão com o ginecologista
     Banho de chuveiro desde o primeiro dia, incluindo lavagem dos cabelos devendo lavar a genitália e os pontos
(se for cesárea) com água e sabão.
     Tudo o que você bebe ou come, passa para o bebê através do leite. Não tomar bebidas alcoólicas, frutas
cítricas, alimentos que contenham cafeína (café, chimarrão, guaraná...) e não fumar.
     Procure dormir enquanto o bebê estiver dormindo para poder descansar. O stress e o cansaço interferem na
produção do leite e na relação com o bebê e a família.



                                    Aspectos Psicológicos do Período Pós-Parto




    *   Nesse período, as mulheres mostram-se mais sensíveis vivenciando, em alguns momentos, sentimentos de
        ansiedade, depressão e mudanças de humor. Também é caracterizado por ser uma passagem da situação da
        espera ansiosa do final do parto para uma nova realidade que significa, além da satisfação da maternidade, a
        responsabilidade de assumir novas tarefas e a limitação de algumas atividades anteriores.
   O primeiro mês após o nascimento do bebê é o mais complicado, pois mãe e filho se conhecem pouco e a mãe
    não sabe identificar as necessidades do bebê. Após esse período fica mais fácil descobrir o que o bebê quer. O
    bebê com o tempo, torna-se mais tranqüilo e consegue se comunicar melhor.
   Nem todo bebê chora de fome. Pode ser por algum desconforto, fome, calor, frio, cólicas ou porque quer colo;
   O ambiente que cerca a relação mãe e filho contribui para a relação de ambos: num ambiente hostil, a ansiedade
    materna e a inquietação do bebê tenderão a ser maiores. Isso influi na amamentação, prejudicando a produção de
    leite. Por outro lado, se a mãe é cercada de pessoas que conseguem ajudá-la e apoiá-la, os sentimentos de
    autoconfiança e satisfação emocional tendem a aumentar, assim como a disposição de dar afeto ao seu bebê.
   O apoio dos familiares e do marido é fundamental para que a mulher se sinta segura em relação ao bebê. Quanto
    mais críticas negativas ou falta de apoio, mais fácil será a pessoa entrar em depressão. Muitas vezes a ajuda de
    um profissional é necessária.
   Para que já tem filhos, é importante conversar e explicar o que está acontecendo.

                                               Importância da Família




  Ao voltar para casa, saiba dividir as alegrias e responsabilidades com seu companheiro e com os demais membros
da família. Se já tem outros filhos, estimule-o a colaborar com o novo irmãozinho. Para ajudar a diminuir os ciúmes,
conte aos outros filhos como foi o nascimento deles e como eles se comportavam na idade do novo bebê e que na
época também tiveram toda a atenção da família.
  O papel dos pais, assim como as atitudes e decisões tomadas por eles se refletirá na formação de seu filho.
• Vira-xale
                                                       • Casaquinho de lã (no inverno)
                                                       • Meias (4 unidades)
                         O que levar para a            • Calças de algodão com pezinhos (5 unidades)
                                                       • Edredon/Coberta Infantil
                          maternidade?*                Obs.: As roupas devem ser fáceis de vestir para maior
                                                       conforto do bebê.

                                                       Documentos Necessários:
                                                       • Cédula de Identidade
                                                       • CIC / CPF
*Dicas para um período de 2 a 3 dias de permanência.   • Carteirinha do pré-natal
Roupas para a mãe:                                     Responsável:
• Camisolas (que facilitem a amamentação)              • Cédula de Identidade
• Roupas (blusas que facilitem a amamentação)
                                                       • CIC / CPF
• Par de Chinelos
• Calcinhas
• Sutiãs firmes

Material de Higiene Pessoal:
• Escova de Dentes
• Creme Dental
• Pente ou escova de cabelos
• Sabonete
• Absorvente

Roupas para o bebê:
• Conjuntinho tipo macaquinho (5 unidades)
• Camisetinha de malha (5 unidades)
• Camisetinha leve
• Fraldas descartáveis
• Xale

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
NadjadBarros
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Mitos e verdades sobre a amamntação
Mitos e verdades sobre a amamntaçãoMitos e verdades sobre a amamntação
Mitos e verdades sobre a amamntação
Jeferson de Paula
 

Mais procurados (20)

Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
 
Aleitamento materno
Aleitamento materno Aleitamento materno
Aleitamento materno
 
Aleitamento materno slide
Aleitamento materno slideAleitamento materno slide
Aleitamento materno slide
 
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptxCampanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
 
Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno
 
Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1
 
Dicas sobre amamentar
Dicas sobre amamentarDicas sobre amamentar
Dicas sobre amamentar
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a AmamentaçãoAgosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
 
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e ApoiandoWABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
 
Amamentação DGS.pdf
Amamentação DGS.pdfAmamentação DGS.pdf
Amamentação DGS.pdf
 
Mitos e verdades sobre a amamntação
Mitos e verdades sobre a amamntaçãoMitos e verdades sobre a amamntação
Mitos e verdades sobre a amamntação
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento Materno
 
AMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃOAMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃO
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
aleitamentomaterno_slide.pdf
aleitamentomaterno_slide.pdfaleitamentomaterno_slide.pdf
aleitamentomaterno_slide.pdf
 

Destaque

Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Rebeca - Doula
 
áLbum nº 1 – alunos e professores do
áLbum nº 1 – alunos e professores doáLbum nº 1 – alunos e professores do
áLbum nº 1 – alunos e professores do
cepmaio
 
21. apresentação cras cruzeiro gestantes
21. apresentação cras cruzeiro gestantes21. apresentação cras cruzeiro gestantes
21. apresentação cras cruzeiro gestantes
NandaTome
 

Destaque (16)

Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
 
Aleitamento Materno - Colégio Rodin, Cata-Vento e IPEC
Aleitamento Materno - Colégio Rodin, Cata-Vento e IPECAleitamento Materno - Colégio Rodin, Cata-Vento e IPEC
Aleitamento Materno - Colégio Rodin, Cata-Vento e IPEC
 
áLbum nº 1 – alunos e professores do
áLbum nº 1 – alunos e professores doáLbum nº 1 – alunos e professores do
áLbum nº 1 – alunos e professores do
 
Prolactina e Ocitocina
Prolactina e OcitocinaProlactina e Ocitocina
Prolactina e Ocitocina
 
Hormônios do Parto
Hormônios do Parto Hormônios do Parto
Hormônios do Parto
 
Alojamento conjunto e enfermagem
Alojamento conjunto e enfermagemAlojamento conjunto e enfermagem
Alojamento conjunto e enfermagem
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento Materno
 
A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO E OS CUIDADOS QUE DEVEM SER TOMADOS AO SE ADMINI...
A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO E OS CUIDADOS QUE DEVEM SER TOMADOS AO SE ADMINI...A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO E OS CUIDADOS QUE DEVEM SER TOMADOS AO SE ADMINI...
A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO E OS CUIDADOS QUE DEVEM SER TOMADOS AO SE ADMINI...
 
Cuidados e procedimentos de enfermagem no pré e pos parto
Cuidados e procedimentos de enfermagem no pré e pos partoCuidados e procedimentos de enfermagem no pré e pos parto
Cuidados e procedimentos de enfermagem no pré e pos parto
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
 
Puerpério
PuerpérioPuerpério
Puerpério
 
21. apresentação cras cruzeiro gestantes
21. apresentação cras cruzeiro gestantes21. apresentação cras cruzeiro gestantes
21. apresentação cras cruzeiro gestantes
 
Aula assistência de enfermagem no puerperio imeditato
Aula assistência de enfermagem no puerperio imeditatoAula assistência de enfermagem no puerperio imeditato
Aula assistência de enfermagem no puerperio imeditato
 
Orientações a gestantes
Orientações a gestantesOrientações a gestantes
Orientações a gestantes
 
Guia gestante e bebê
Guia gestante e bebêGuia gestante e bebê
Guia gestante e bebê
 

Semelhante a Orientações sobre aleitamento materno e período pós

Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
Rebeca - Doula
 
04 gestação, amamentação e o recém nascido
04 gestação, amamentação e o recém nascido04 gestação, amamentação e o recém nascido
04 gestação, amamentação e o recém nascido
Praxis Educativa
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Cms Nunes
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
gisa_legal
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Dessa Reis
 
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudávelPromoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Pai presente é_pai_informado_validacao_avasus
Pai presente é_pai_informado_validacao_avasusPai presente é_pai_informado_validacao_avasus
Pai presente é_pai_informado_validacao_avasus
sedis-suporte
 

Semelhante a Orientações sobre aleitamento materno e período pós (20)

Livreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospitalLivreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospital
 
Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
 
Aleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdfAleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdf
 
Da gravidez à amamentação.pptx
Da gravidez à amamentação.pptxDa gravidez à amamentação.pptx
Da gravidez à amamentação.pptx
 
04 gestação, amamentação e o recém nascido
04 gestação, amamentação e o recém nascido04 gestação, amamentação e o recém nascido
04 gestação, amamentação e o recém nascido
 
Folheto amamentar o seu bebé unicef
Folheto amamentar o seu bebé   unicefFolheto amamentar o seu bebé   unicef
Folheto amamentar o seu bebé unicef
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptxALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Cartilhasmam
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
 
Aleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicefAleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicef
 
Album seriado am
Album seriado amAlbum seriado am
Album seriado am
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ  Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
 
A 1a. experiencia alimentar
A 1a. experiencia alimentar A 1a. experiencia alimentar
A 1a. experiencia alimentar
 
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudávelPromoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
 
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
 
Conselhos Aos Pais
Conselhos Aos PaisConselhos Aos Pais
Conselhos Aos Pais
 
Pai presente é_pai_informado_validacao_avasus
Pai presente é_pai_informado_validacao_avasusPai presente é_pai_informado_validacao_avasus
Pai presente é_pai_informado_validacao_avasus
 

Mais de Patrícia Müller (7)

Cartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escolaCartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escola
 
Cartilha Sintomas em Bebês
Cartilha Sintomas em BebêsCartilha Sintomas em Bebês
Cartilha Sintomas em Bebês
 
Bonecas e chupetas
Bonecas e chupetasBonecas e chupetas
Bonecas e chupetas
 
Posições para Amamentar
Posições para AmamentarPosições para Amamentar
Posições para Amamentar
 
Poster+hospivale[1]
Poster+hospivale[1]Poster+hospivale[1]
Poster+hospivale[1]
 
Informativo parto humanizado 01
Informativo parto humanizado 01Informativo parto humanizado 01
Informativo parto humanizado 01
 
Encontro pela humanização do parto
Encontro pela humanização do partoEncontro pela humanização do parto
Encontro pela humanização do parto
 

Último

relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
DanieldaSade
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
DanieldaSade
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
paulo222341
 

Último (11)

Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
 

Orientações sobre aleitamento materno e período pós

  • 1. ORIENTAÇÕES SOBRE ALEITAMENTO MATERNO E PERÍODO PÓS-PARTO Hospital de Sapiranga: Rua Getúlio Vargas, 527 Centro –Sapiranga- RS Telefone: 51 3559-4444
  • 2. Vantagens do Aleitamento Materno Para o Bebê  O leite materno é o alimento ideal, pois é forte e completo. Contém todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento e crescimento do bebê;  Dispensa uso de águas, chás e outros alimentos. É um alimento rico em anticorpos e livre de contaminação;  Protege o bebê contra infecções, diarréia, doenças respiratórias, doenças alérgicas e previne desnutrição;  É de fácil digestão, assim a criança tem menos possibilidade de ter cólicas ao contrário do leite de vaca;  Deve ser oferecido com exclusividade até o 6º mês e continuado até o 2º ano de vida ou mais;  Proporciona maior segurança e favorece a troca de carinho e o bebê se sinte mais seguro e amado;  Sugar o peito contribui para a criança ter dentes bonitos e a desenvolver a fala e a ter boa respiração; Para a Mãe  estimula a contração uterina, reduz o sangramento fazendo o útero voltar ao normal;  a mãe volta rapidamente ao peso desejado;  reduz o risco de ter diabetes, câncer de mama, útero e ovário;  é econômico e sempre está na temperatura certa; Para a Família:  Evita gastos na compra de leites e mamadeiras, além de remédios, pois o bebê será mais saudável.
  • 3. Posição Adequada para a Amamentação  Escolha um local calmo e confortável com apoio para os braços e pés;  Coloque o corpo do bebê voltado para o seu (barriga com barriga);  A boca do bebê deve estar bem aberta;  É importante que a mãe mantenha uma alimentação saudável e tome de 3 a 4 litros de água diariamente;  Não há necessidade de se preocupar com que as narinas do bebê estejam livres durante a mamada. Segurar as mamas com dedos em tesoura pode interromper o fluxo do leite. Sempre segurar o seio em forma de “c”. Cuidado com as mamas  Não é preciso passar loções, cremes, sabonetes ou pomadas;  Basta lavar os mamilos na hora do banho diário e após a mamada passe um pouco de leite em volta do mamilo e da auréola, pois o leite materno protege e evita infecções. Não use cascas de banana, mamão ou similares, pois podem conter germes ocasionando infecções nas mamas;  Deixe o bebê mamar espontaneamente. Se ao final da mamada ele não desprender o peito, coloque seu dedo mínimo no canto da boca do bebê que ele soltará o mamilo sem machucá-lo e coloque o bebê para arrotar.  Evite abafar os mamilos com protetores especiais;  Use sutiã de algodão especial para amamentação.
  • 4. Importante!  Não existe leite fraco. O primeiro leite após o parto tem aspecto mais claro, mas é o leite que mais contém anticorpos e nutrientes necessários para o bebê se desenvolver;  O leite materno possui quantidades diferentes de gordura durante a mamada, sendo mais rico no final, o que ajuda o bebê a ganhar peso;  Lave as mãos com água e sabonete antes de amamentar e trocar seu bebê;  Dê o peito sempre que o bebê quiser. Isto é, sem horário fixo;  Quanto mais o bebê mamar, mais leite você terá;  Ofereça os dois seios ao bebê alternadamente. Faça com que o bebê esvazie uma mama e só depois ofereça outra;
  • 5. Posições para Amamentar: Escolha a sua!
  • 6. Cuidados com o bebê  Mantenha o bebê em ambiente tranqüilo: claro durante o dia e escuro durante a noite;  Após as mamadas, deixe o bebê de pé para arrotar e ao deitá-lo coloque-o de barriga para cima no berço;  Evite o uso de chupetas, pois os bebês fazem confusão de bicos e podem largar o peito mais cedo.  Os bebês sentem um pouco mais de frio que os adultos. Evite colocar muita roupa no bebê. Vacinas do bebê Teste do Pezinho  BCG-ID (contra tuberculose)  Até a 1ª semana de vida. Neste teste é possível descobrir  Hepatite várias doenças e logo tratá-las; Teste da Orelhinha Cuidados com o umbigo e higiene * Até os10 dias de vida do bebê, para que se possa detectar perdas  Álcool 70% no umbigo 4 vezes por dia até cair auditivas precoces que dificultam o aprendizado da linguagem Saúde da Mulher
  • 7. .  Em casos de sangramento vaginal intenso, febre, mal cheiro e outras alterações, retorne ao hospital.  Abstinência sexual por no mínimo 30 dias, ate a revisão com o ginecologista  Banho de chuveiro desde o primeiro dia, incluindo lavagem dos cabelos devendo lavar a genitália e os pontos (se for cesárea) com água e sabão.  Tudo o que você bebe ou come, passa para o bebê através do leite. Não tomar bebidas alcoólicas, frutas cítricas, alimentos que contenham cafeína (café, chimarrão, guaraná...) e não fumar.  Procure dormir enquanto o bebê estiver dormindo para poder descansar. O stress e o cansaço interferem na produção do leite e na relação com o bebê e a família. Aspectos Psicológicos do Período Pós-Parto * Nesse período, as mulheres mostram-se mais sensíveis vivenciando, em alguns momentos, sentimentos de ansiedade, depressão e mudanças de humor. Também é caracterizado por ser uma passagem da situação da espera ansiosa do final do parto para uma nova realidade que significa, além da satisfação da maternidade, a responsabilidade de assumir novas tarefas e a limitação de algumas atividades anteriores.
  • 8. O primeiro mês após o nascimento do bebê é o mais complicado, pois mãe e filho se conhecem pouco e a mãe não sabe identificar as necessidades do bebê. Após esse período fica mais fácil descobrir o que o bebê quer. O bebê com o tempo, torna-se mais tranqüilo e consegue se comunicar melhor.  Nem todo bebê chora de fome. Pode ser por algum desconforto, fome, calor, frio, cólicas ou porque quer colo;  O ambiente que cerca a relação mãe e filho contribui para a relação de ambos: num ambiente hostil, a ansiedade materna e a inquietação do bebê tenderão a ser maiores. Isso influi na amamentação, prejudicando a produção de leite. Por outro lado, se a mãe é cercada de pessoas que conseguem ajudá-la e apoiá-la, os sentimentos de autoconfiança e satisfação emocional tendem a aumentar, assim como a disposição de dar afeto ao seu bebê.  O apoio dos familiares e do marido é fundamental para que a mulher se sinta segura em relação ao bebê. Quanto mais críticas negativas ou falta de apoio, mais fácil será a pessoa entrar em depressão. Muitas vezes a ajuda de um profissional é necessária.  Para que já tem filhos, é importante conversar e explicar o que está acontecendo. Importância da Família Ao voltar para casa, saiba dividir as alegrias e responsabilidades com seu companheiro e com os demais membros da família. Se já tem outros filhos, estimule-o a colaborar com o novo irmãozinho. Para ajudar a diminuir os ciúmes, conte aos outros filhos como foi o nascimento deles e como eles se comportavam na idade do novo bebê e que na época também tiveram toda a atenção da família. O papel dos pais, assim como as atitudes e decisões tomadas por eles se refletirá na formação de seu filho.
  • 9. • Vira-xale • Casaquinho de lã (no inverno) • Meias (4 unidades) O que levar para a • Calças de algodão com pezinhos (5 unidades) • Edredon/Coberta Infantil maternidade?* Obs.: As roupas devem ser fáceis de vestir para maior conforto do bebê. Documentos Necessários: • Cédula de Identidade • CIC / CPF *Dicas para um período de 2 a 3 dias de permanência. • Carteirinha do pré-natal Roupas para a mãe: Responsável: • Camisolas (que facilitem a amamentação) • Cédula de Identidade • Roupas (blusas que facilitem a amamentação) • CIC / CPF • Par de Chinelos • Calcinhas • Sutiãs firmes Material de Higiene Pessoal: • Escova de Dentes • Creme Dental • Pente ou escova de cabelos • Sabonete • Absorvente Roupas para o bebê: • Conjuntinho tipo macaquinho (5 unidades) • Camisetinha de malha (5 unidades) • Camisetinha leve • Fraldas descartáveis • Xale