Feudalismo

2.790 visualizações

Publicada em

Aula sobre Feudalismo planejada para 6 série / 7 ano do Ensino Fundamental.

Publicada em: Educação

Feudalismo

  1. 1. O FeudalismoO FeudalismoCerimônia de HomenagemCerimônia de Homenagem
  2. 2. Origens do Feudalismo:As origens do feudalismo podem ser encontradasnas contínuas crises no Império Romano doOcidente;Esvaziamento das cidades (falta de alimentos,queda do comércio e dos serviços, insegurança,etc.);As populações que abandonavam as cidades iamem direção ao campo, em busca de moradia eproteção: COLONATO.
  3. 3. Imagem ilustrativa de uma invasão de povosgermânicos a domínios romanos.
  4. 4. O modelo clássico do feudalismo que estudamos ocorreu em partes daFrança e da Alemanha, que formaram o Império Carolíngio. Tambémocorreu em países como Itália, Espanha e Inglaterra.
  5. 5. Após a desintegraçãodo Império Carolíngioos reis perderamgrande parte de seu poder para os membros da nobrezaem um processo conhecido como “descentralizaçãopolítica”, onde não há mais um poder central forte, ouseja, o poder é fragmentado.
  6. 6. O feudalismo podeser definido comouma forma deorganização socialpolítica e econômicabaseada em relaçõesde fidelidade edependência entre oshomens:Suserano – VassaloSenhor feudal - Servo
  7. 7. A sociedade medievalRepresentação da sociedade medieval: Clero, Nobreza e Servos
  8. 8. Na Europa à época dofeudalismo, de modogeral, a sociedade estavadividida em três grandesgrupos:CleroNobrezaServos
  9. 9. O CleroO clero católico era o grupo composto pelo papa, bispos, padres, frades, freiras,monges, etc. Era o grupo de pessoas que dedicava-se exclusivamente à religião.Desde as épocas finais do Império Romano, o cristianismo havia se tornado umadas principais religiões da Europa, ampliando, pouco a pouco, a influência social epolítica do clero católico.Em troca do apoio do papa e das bênçãos de Deus, a Igreja recebia muitas terrasde reis e de nobres de todos os lugares da Europa. Além destas doações, havia orecolhimento do dízimo dos fiéis.Os clérigos cumpriam diversas funções dentro da Igreja: administravam os bens erecursos, dedicavam-se aos estudos de textos religiosos e filosóficos, copiavamlivros e documentos antigos (monges copistas), realizavam missas e demaisrituais, ajudavam os necessitados, etc.Os integrantes do clero compunham a maioria das pessoas letradas do período.Mantinham escolas e universidades para educar os futuros religiosos.A única maneira de deixar de ser nobre ou servo seria entrar para o clero. Porém,os cargos mais importantes eram um privilégio apenas dos nobres.
  10. 10. Integrantes do clero retratadosem um ritual religiosoMonge copista realizando trabalhode cópia de um livro antigo
  11. 11. A NobrezaNo sistema feudal, a nobreza era o grupo socialcomposto pelo rei, por senhores feudais e porcavaleiros. A principal função dos nobres era governare defender os feudos e seus habitantes.Durante a Idade Média, era comum os nobres doaremparte de seu feudo a outros nobres, mantendo entre silealdade e obrigações mútuas. Essas relações ficaramconhecidas como Suserania e Vassalagem.Geralmente, o rei era o maior de todos os suseranos.Assim, os senhores feudais eram vassalos do rei e, aodoarem parte do feudo a outros nobres, tornavam-setambém suseranos desses.
  12. 12. A CavalariaOs cavaleiros eram membros da nobreza. Desde criança dedicavam-se a atividades específicas parase tornarem no futuro um cavaleiro. Cuidavam da segurança dos feudos, lutavam na conquista edefesa de terras e em guerras religiosas, defendendo os interesses da igreja católica.A formação de um cavaleiro acontecia durante toda a sua vida, não era de um momento para outroque alguém se tornava membro de uma cavalaria. Para conseguir esse feito, os homens tinham quededicar suas vidas.Quando a criança completava 7 anos de idade, estava começando sua vida de cavaleiro, ou seja, eraquando a criança começava a cavalgar e a ter lições de boas maneiras. Ao completar 14 anos, ela setornava escudeira (sua principal função era levar o escudo do senhor até a zona de batalha).Ao completar 18 anos, o aprendiz de cavaleiro se tornava cavaleiro. Na cerimônia de investidura nocargo ele recebia a espada, o capacete e o escudo. A partir daí iniciava-se o ritual de formação docavaleiro: primeiro acontecia o jejum de 24 horas, posteriormente tomava um banho purificador pararezar.Após o cavaleiro realizar a oração, ele era vestido de uma túnica e era levado até o sacerdote para serabençoado com a sua espada. Finalizando o ritual, o cavaleiro se ajoelhava escutando as leis dacavalaria e jurava sobre a Bíblia proteger o rei, defender os cristãos contra os infiéis (mulçumanos,pagãos), ser leal à Igreja e ao rei e ter generosidade.
  13. 13. Cerimônia de Investidura, onde oaprendiz de cavaleiro tornava-serealmente cavaleiro, recebia suasarmas e armaduras.Representação de umcavaleiro e seuescudeiro.
  14. 14. Relações de Suserania e VassalagemAfim de assegurar a lealdade daqueles maispróximos e manter a segurança em sua região,vários nobres faziam entre si alianças individuais,onde juravam fidelidade e proteção um ao outro.Suserano: Possuíam bens, geralmente terras. Noacordo, faziam a doação de um feudo e recebiamem troca um juramento de fidelidade.Vassalo: Recebia o feudo e, em troca, fazia umjuramento de fidelidade ao seu suserano.
  15. 15. Iluminura medieval retratando o momento daHomenagem: a cerimônia onde o suserano concedia aposse da terra ao vassalo e este, em troca juravafidelidade e auxílio ao seu suserano.
  16. 16. Representaçõesde umacerimônia deHomenagem
  17. 17.  O vassalo podia usufruir do feudo, mas estava proibido devendê-lo. A partir do século IX, o feudo tornou-se um bem hereditário, ouseja, era passado de pai para filho. Ao receber as terras o vassalo tornava-se senhor das terras querecebia, ou seja, um Senhor Feudal. Ele podia doar parte dessas terras a um outro homem, e assimtornar-se também suserano. Tal procedimento poderia ocorrer diversas vezes. Portanto eracomum um homem ser senhor e vassalo de diferentes pessoas. O suserano tinha o direito de retomar o feudo doado ao vassaloquando este não cumprisse suas obrigações.
  18. 18. O feudoA palavra feudo é de origem germânica e seu significadoestá associado ao direito que alguém possui sobre umbem, geralmente sobre a terra.O feudo poderia ser também uma ponte ou uma estrada,para que o vassalo pudesse usufruir dos pedágios aserem cobrados de quem passasse por aquele local.Normalmente, os feudos doados nos acordos devassalagem eram propriedades rurais, símbolos deriqueza e poder durante este período.
  19. 19. Divisão interna dos feudos
  20. 20. Manso senhorial: local ou regiãoonde ficava o castelo ou a casafortificada do senhor feudal e asmelhores terras de toda apropriedade.Manso servil: terras arrendadasaos camponeses, onde estesproduziam seus alimentos etinham pequenas criações deanimais.Terras comunais: eram grandesextensões de terras,normalmente ocupadas porflorestas, bosques e pastos. Eramutilizados tanto pelos nobresquanto pelos servos.
  21. 21. O trabalho e as obrigações dos servosOs servos trabalhavam nos feudos em troca de moradia e proteção. Ossenhores feudais eram proibidos de expulsarem os servos e estes eramtambém proibidos de abandonarem o feudo em que residiam.Nasciam e morriam nesta condição, ou seja, não viravam proprietáriosde terras. Raramente saíam do feudo onde residiam. Era comum quemorressem sem conhecer outro local além dos domínios de seu senhor.O trabalho dos servos era principalmente o de cultivar a terra. Algunspoucos dedicavam-se exclusivamente a tarefas de artesanato, comocarpinteiros, ferreiros, pedreiros, etc. Além de suas tarefas principais,também trabalhavam na produção de subsistência, cultivando uma hortaem seu pequeno lote, na criação de animais e na fabricação de queijos,manteiga, pães, vinhos, linguiça, etc.
  22. 22. O trabalho e as obrigações dos servosEntre suas obrigações estavam também o pagamento de tributosao senhor feudal. Os principais são:•Corveia: trabalho compulsório nas terras do senhor (mansosenhorial) em alguns dias da semana. Toda a produção ficava como senhor;•Talha: parte da produção do servo em suas terras deveria serentregue ao senhor feudal, geralmente um terço da produção;•Banalidade: tributo cobrado pelo uso de instrumentos ou bens dofeudo, como o moinho, o forno, o celeiro, as pontes;•Capitação: imposto pago por cada membro da família (porcabeça);•Dízimo: imposto de 10% da produção, pago à igreja;•Mão Morta: imposto pago ao senhor pela morte de algum membroda família do servo.

×