Introdução
As formigas são conhecidas pelas sociedades complexas nas quais a maioria
delas vive. São muitas vezes menciona...
Corpo
• O comprimento das formigas varia de 1,6 mm a quase 5 cm. A maioria
das espécies são vermelhas, negras, marrons ou ...
Por que as formigas têm cinturas
finas?
• As formigas têm cinturas finas para que possam mover as porções separadas de
seu...
Onde vivem as formigas?
• Existem cerca de 10 mil espécies de formigas. Por isso, não surpreende que as
formigas, como mil...
Sentidos
• O sentido mais desenvolvido da formiga é o do faro. As formigas dispõem de
glândulas abdominais que excretam di...
Alimentos
• Algumas espécies de formigas comem insetos vivos enquanto outras se alimentam
apenas de matéria animal em deco...
Quem é quem no formigueiro?
• Como a maioria dos insetos sociais, as formigas têm três castas, ou classes. Há as
formigas-...
Como uma formiga rainha dá início a
um formigueiro?
• A maioria das espécies de formigas começa um formigueiro da mesma ma...
O que fazem as formigas
trabalhadoras?
• As formigas trabalhadoras trabalham e trabalham, arduamente. Todas são fêmeas.
Ma...
Quem cuida dos ovos?
• As formigas passam por quatro diferentes estágios de crescimento: ovo, larva,
pupa e formiga adulta...
Como as formigas reconhecem umas
às outras?
• As formigas de um formigueiro tem um odor especial que as ajuda a reconhecer...
Que formigas estão em movimento?
• As formigas legionárias estão quase sempre em movimento. Não constroem
ninhos permanent...
Formigas criadoras de fungos
• Essas espécies existem apenas no Novo Mundo e cultivam uma certa espécie de
fungo como alim...
Que formigas cultivam fungos?
• As formigas corta-folhas são agricultoras que cultivam sua comida em jardins
subterrâneos....
O que é um inseto social?
• Formigas, cupins, muitas abelhas e algumas vespas têm verdadeiras vidas
familiares. Vivem em c...
Formigas colheitadeiras
• A espécie recolhe e armazena certas sementes de gramíneas selvagens ou de
grama cultivada. Reúne...
Formigas do mel
• As formigas do mel usam uma variedade de trabalhadoras, chamadas repletes,
como vasos vivos de armazenag...
Que formigas criam afídeos?
• Há formigas “pecuaristas”, que criam afídeos (pulgões) – da mesma maneira que as
pessoas cri...
Que outras formas de vida as
formigas levam?
• As formigas levam muitas formas de vida diferentes. As colheitadeiras recol...
Os insetos sociais estão em perigo?
• Em termos genéricos, os insetos sociais não estão em perigo. Existem milhões
deles, ...
@BIO Integrantes
• Pedro Vasconcelos
• Larissa Gomes
• Vinicius
• Luhara
• Gabriel Martins
Bibliografia:
http://ciencia.hs...
Formigas @bio noturno  3 e
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Formigas @bio noturno 3 e

724 visualizações

Publicada em

Projeto @ BIO
Profª Maria Teresa Iannaco Grego

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
724
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formigas @bio noturno 3 e

  1. 1. Introdução As formigas são conhecidas pelas sociedades complexas nas quais a maioria delas vive. São muitas vezes mencionadas como símbolo de parcimônia e de esforço, porque muitas de suas espécies parecem exercer atividade incansável, e porque elas armazenam grande volume de comida. O estudo das formigas atrai os naturalistas desde a antiguidade. Crianças muitas vezes mantêm formigueiros para observar suas atividades. Há formigas em quase todas as regiões do mundo, exceto as polares. As formigas que vivem no subsolo criam túneis que permitem a circulação de ar pela terra, e isso torna a terra mais produtiva e beneficia a agricultura. Algumas espécies de formigas matam insetos nocivos que destroem plantações. Muitas espécies de formigas são nocivas; invadem casas e armazéns em busca de comida e podem destruir plantas, incluindo safras alimentícias. Inseticidas químicos são usados para matar formigas.
  2. 2. Corpo • O comprimento das formigas varia de 1,6 mm a quase 5 cm. A maioria das espécies são vermelhas, negras, marrons ou amarelas, mas existem algumas verdes ou de um azul metálico. E, como outros insetos, elas têm seis patas. Os corpos se dividem em três segmentos distintos: cabeça, tórax e abdômen. Ao contrário de outros insetos, as formigas têm antenas articuladas (e não retas ou recurvas), e um pedicelo, um estreitamento do corpo entre o tórax e o abdômen. O bucho, um órgão localizado no abdômen, é usado para armazenar comida, que mais tarde pode ser regurgitada para alimentar outros membros da colônia. • A maioria das formigas têm corpos lisos, ainda que algumas apresentam projeções espinhosas. As formigas têm fortes mandíbulas adaptadas para matar, esmagar, mastigar, cortar ou dilacerar, dependendo da espécie e daquilo que ela coma. Algumas espécies de formigas dispõem de glândulas que produzem ácido fórmico, um forte ácido que pode ser lançado contra inimigos, causando queimadura ou coceira. Muitas formigas dispõem de ferrões que contêm veneno, e algumas, como a formiga lava-pés e a colheitadeira, podem infligir picadas dolorosas e ocasionalmente fatais aos seres humanos e outros animais.
  3. 3. Por que as formigas têm cinturas finas? • As formigas têm cinturas finas para que possam mover as porções separadas de seu corpo com mais liberdade em passagens estreitas. Isso permite que elas se contorçam em diferentes direções, característica importante para o movimento em um formigueiro. • Elas têm três porções principais de corpo: cabeça, tronco e o abdômen. Os olhos, antenas e mandíbulas da formiga ficam em sua cabeça. • Afixadas ao tronco, existem seis pernas segmentadas. Cada perna dispõe de um pé com duas garras. As garras se aferram à terra, cascas de árvore ou folhas, de modo que as formigas podem caminhar, galgar e escavar rapidamente. As formigas também são fortes. Muitas delas são capazes de erguer pesos 50 vezes superiores aos de seus corpos. • O abdômen tem duas partes – a cintura e o gáster. Os órgãos que cuidam da digestão, da eliminação de dejetos e da reprodução ficam no gáster. Algumas espécies de formigas têm um ferrão no extremo do gáster como defesa contra outros insetos.
  4. 4. Onde vivem as formigas? • Existem cerca de 10 mil espécies de formigas. Por isso, não surpreende que as formigas, como milhões de outros insetos sociais, vivam em todo o mundo, exceto nas regiões mais frias. De fato, as áreas com climas mais úmidos e quentes abrigam o maior número de formigas e outros insetos. • As florestas tropicais apresentam grande riqueza de insetos. Se todos os animais que habitam a selva amazônica fossem pesados, muitos cientistas acreditam que formigas e cupins responderiam por um terço do peso total. As formigas apresentam forte capacidade de sobrevivência. Elas apresentam diferentes formas de vida que permitem que vivam em diferentes habitats. E seu pequeno tamanho lhes torna fácil encontrar alimento e abrigo.
  5. 5. Sentidos • O sentido mais desenvolvido da formiga é o do faro. As formigas dispõem de glândulas abdominais que excretam diversos feromônios, substâncias químicas que causam reações específicas da parte de outros indivíduos. Os feromônios atuam como alarme, como forma de atração sexual e como marcadores de caminhos, e ajudam indivíduos a se reconhecer. As formigas têm um senso bem desenvolvido de paladar, e são capazes de distinguir entre sabores amargos, doces, azedos e salgados. Elas também têm um senso de tato desenvolvido. Os receptores tácteis se localizam nos pés e nos pêlos da perna. As antenas são usadas para determinar cheiro e sabor, e para tocar objetos. • Algumas espécies de formigas apresentam olhos compostos e visão bem desenvolvida, enquanto outras têm olhos simples que só podem distinguir entre claro e escuro. Existem algumas espécies de formigas cegas.
  6. 6. Alimentos • Algumas espécies de formigas comem insetos vivos enquanto outras se alimentam apenas de matéria animal em decomposição. Outras cultivam e comem fungos. Algumas formigas recolhem sementes e grãos para se alimentar. Diversas espécies de formigas cuidam de “rebanhos” de afídeos e insetos escamosos para obter o líquido açucarado que eles excretam. As formigas comem frutas, flores e sementes, e algumas delas comem qualquer coisa que encontrem pelo caminho, como pequenos animais. • Elas têm componentes bucais especiais para apanhar e comer alimentos. Primeiro vêm as mandíbulas, que se movem lateralmente. As formigas usam as mandíbulas para segurar comida, carregar filhotes e combater inimigos. Atrás das mandíbulas ficam as maxilas, usadas para mastigar. Mas as formigas não engolem os alimentos diretamente. Primeiro ele vai para um bucho, uma espécie de bolsa na traseira da boca. Lá, o conteúdo líquido do alimento é extraído por compressão. As formigas engolem o líquido e cospem os resíduos de alimento. • As formigas têm duas espécies de estômagos – o estômago em si e o bucho. A comida que uma formiga come para si mesma vai para o estômago. A comida que ela divide com outras formigas fica no bucho. Elas cospem essa comida para alimentar larvas e outras formigas. Formigas famintas podem acariciar outras formigas ou tocá-las com as antenas para pedir comida.
  7. 7. Quem é quem no formigueiro? • Como a maioria dos insetos sociais, as formigas têm três castas, ou classes. Há as formigas-rainhas, as trabalhadoras e os machos. Uma rainha não governa o formigueiro, mas é um membro importante. Ela só tem uma função – pôr ovos. Sem ela, o formigueiro morre. A razão é que, na maioria das espécies de formigas, apenas as rainhas são capazes de se reproduzir. Também têm a vida mais longa -10 a 20 anos. Um formigueiro pode ter uma ou mais rainhas. Um formigueiro de formigas da madeira europeia pode ter centenas de rainhas, por exemplo. • As formigas trabalhadoras podem ser as menores, mas fazem a maior parte do trabalho. Todas são fêmeas. Cuidam da rainha e dos filhotes. As trabalhadoras constroem e reparam o ninho. Procuram comida e enfrentam inimigos. A maioria dos machos vive apenas algumas semanas ou anos. Eles não trabalham e morrem pouco depois de copular com as jovens rainhas.
  8. 8. Como uma formiga rainha dá início a um formigueiro? • A maioria das espécies de formigas começa um formigueiro da mesma maneira. Uma formiga rainha nasce em um formigueiro mas o deixa para formar nova comunidade. À medida que as jovens rainhas crescem, elas desenvolvem asas. Algumas semanas depois de se tornarem adultas, as jovens rainhas deixam seus ninhos e se acasalam com machos também alados. As rainhas então soltam suas asas e começam a procurar locais para ninhos. • Quando uma jovem rainha encontra um bom local para um ninho, ela constrói uma câmara e se sela em seu interior. Depois, começa a pôr ovos. A rainha cuida dos ovos, que se desenvolvem em forma de larvas e em seguida pupas. Ela alimenta os filhotes com sua saliva. Durante esse período, ela mesma não come. Seu corpo absorve como alimento os músculos das asas que se tornaram desnecessários. • Os ovos se desenvolvem na forma de pequenas formigas trabalhadoras. Algumas dessas trabalhadoras deixam o ninho para encontrar alimentos para a colônia. Outras ampliam o ninho. A rainha põe mais ovos. A maioria destes se desenvolve na forma de trabalhadoras. Outros se desenvolvem como machos e rainhas jovens.
  9. 9. O que fazem as formigas trabalhadoras? • As formigas trabalhadoras trabalham e trabalham, arduamente. Todas são fêmeas. Mas raramente se tornam rainhas ou se reproduzem. Em lugar disso, cuidam das rainhas, dos filhotes e do ninho. Sem as trabalhadoras, um formigueiro não poderia sobreviver. • Elas podem executar uma ou diversas funções. Podem manter o mesmo posto por toda a vida ou mudar de emprego ocasionalmente. Algumas trabalhadoras recolhem alimentos para o formigueiro. Armazenam a comida que colhem em câmaras especiais no ninho. Outras trabalhadoras alimentam e cuidam da rainha e dos filhotes em desenvolvimento. Ainda outras constroem as câmaras e túneis. Usam sua saliva para endurecer as paredes de terra do formigueiro. • Algumas das formigas trabalhadoras são soldados. Defendem o formigueiro. Em muitas espécies, as formigas soldado são maiores que as demais trabalhadoras. Elas combatem formigas ou outros insetos inimigos. Também podem usar suas grandes cabeças para bloquear a entrada de um ninho.
  10. 10. Quem cuida dos ovos? • As formigas passam por quatro diferentes estágios de crescimento: ovo, larva, pupa e formiga adulta. As trabalhadoras cuidam dos filhotes em cada estágio. • Depois que uma rainha põe ovos, as trabalhadoras os transportam às câmaras de chocagem. Lá, elas cuidam dos ovos e muitas vezes os mantêm limpos com lambidas. Em poucos dias os ovos geram larvas. No estágio de larva, as formiguinhas se parecem com minúsculos vermes brancos. • As formigas trabalhadoras transportam as larvas para novas câmaras e as alimentam por algumas semanas até que se tornem pupas. Em algumas espécies, as larvas tecem casulos antes de se tornarem pupas. Em outras, as pupas estão recobertas apenas por uma pele fina e transparente. As pupas não comem ou se movem. Mas mudam. Em duas ou três semanas, as formigas adultas saem dos casulos ou da pele. Agora, estão prontas para trabalhar!
  11. 11. Como as formigas reconhecem umas às outras? • As formigas de um formigueiro tem um odor especial que as ajuda a reconhecer umas às outras. As forasteiras ou inimigas têm odores diferentes. As formigas soldado farejam esses invasores e os matam. • As formigas não têm ouvidos. “Ouvem” vibrações por meio de seus órgãos sensórios. As antenas da formiga são seu órgão sensório mais importante. As formigas usam as antenas para cheirar, tocar, saborear e ouvir. É fácil compreender por que as antenas de uma formiga estão sempre se mexendo. As antenas ajudam as formigas a encontrar e provar comida. Ajudam-nas a reconhecer e tocar umas às outras. As antenas até ajudam as formigas a encontrar o caminho que procuram. • A maioria das formigas dispõe de dois olhos compostos. Um olho composto tem diversas lentes (o olho humano só tem uma lente.) Por causa das lentes compostas, as formigas veem as coisas em fragmentos, como em um caleidoscópio. Elas são melhores em perceber movimentos do que em perceber formas.
  12. 12. Que formigas estão em movimento? • As formigas legionárias estão quase sempre em movimento. Não constroem ninhos permanentes. Marcham sempre em frente, transportando os filhotes e procurando comida. Matam e comem qualquer coisa que encontrem. Isso em geral inclui aranhas e outros insetos. Mas, em alguns casos, elas tomam como presas animais maiores que não consigam escapar rapidamente. A cada noite, o exército de formigas para para repousar. Elas se unem e formam um núcleo em um galho de árvore ou tronco. A rainha e os filhotes em desenvolvimento ficam no centro do grupo, onde estão protegidos. Quando a rainha está pondo ovos, o grupo todo de formigas legionárias acampa no mesmo lugar a cada noite. Eles ficam no acampamento temporário até que todos os ovos se desenvolvam na forma de larvas ativas. Quando as larvas começam a crescer, o grupo se transfere a um novo local a cada noite.
  13. 13. Formigas criadoras de fungos • Essas espécies existem apenas no Novo Mundo e cultivam uma certa espécie de fungo como alimento. Algumas espécies de formigas criadoras de fungos cortam folhas de árvores e outras plantas e as carregam para seus ninhos. Mastigam as folhas e formam uma polpa que usam como base para cultivar fungos. Elas costumam ser conhecidas como formigas corta-folhas. Também são conhecidas como formigas guarda-sol, porque seguram as folhas por sobre as cabeças quando as transportam. Algumas formigas criadoras de fungos constroem seus jardins com excrementos de outros insetos
  14. 14. Que formigas cultivam fungos? • As formigas corta-folhas são agricultoras que cultivam sua comida em jardins subterrâneos. A comida que cultivam é um fungo, uma espécie de mofo. Elas fertilizam seus jardins de fungos com pedaços de folhas. • As formigas corta-folhas constroem imensos formigueiros. Seus ninhos podem ter mil câmaras e se estender a profundidades de até seis metros. Lá dentro, até um milhão de formigas podem estar trabalhando. • Formigas pequenas e grandes são necessárias para cultivar o fungo. As formigas trabalhadoras maiores saem à noite para recolher folhas, e usam suas mandíbulas longas e dotadas de ganchos para cortá-las. Depois, marcham de volta ao ninho, segurando as folhas por sobre a cabeça. Por esse motivo elas algumas vezes são chamadas de formigas guarda-chuva ou formigas guarda-sol. • Dentro do ninho, formigas menores mastigam as folhas e formam uma polpa, ou pasta e colocam essa pasta sobre os fungos. Mais tarde, pequenas formigas colhem o fungo e alimentam a colônia.
  15. 15. O que é um inseto social? • Formigas, cupins, muitas abelhas e algumas vespas têm verdadeiras vidas familiares. Vivem em comunidade e os membros da comunidade dependem uns dos outros. • Existem mais de um milhão de espécies, ou tipos de insetos no mundo. Entre eles estão os besouros, grilos, borboletas e moscas. Há insetos de muitas formas, tamanhos e cores diferentes. Mas existem algumas coisas que todos os insetos têm em comum. Todos eles têm seis pernas e corpos que se dividem em três partes principais. Todos eles têm coberturas duras, como cascas, sobre seus corpos. E a maioria, mas não todos, tem asas. • Formigas, cupins, abelhas e vespas podem se parecer muito com esses outros insetos. Mas, como insetos sociais, levam vidas muito distintas.
  16. 16. Formigas colheitadeiras • A espécie recolhe e armazena certas sementes de gramíneas selvagens ou de grama cultivada. Reúnem sementes recolhidas de plantas e apanhadas do solo e as armazenam em câmaras subterrâneas. Nos dias de sol, as levam à superfície para secar. Há diversas espécies de formigas colheitadeiras, em regiões temperadas e subtropicais. Elas podem infligir mordidas e picadas doloridas.
  17. 17. Formigas do mel • As formigas do mel usam uma variedade de trabalhadoras, chamadas repletes, como vasos vivos de armazenagem de alimentos. Elas recolhem néctar de plantas ou o fluido excretado por outros insetos que se alimentam de néctar, e alimentam as demais trabalhadoras com isso. As repletes se abastecem até que seus abdômens se distendam em tamanho muitas vezes superior ao normal, o que as impede de se mover. Ficam penduradas do teto das câmaras de alimentação e distribuem alimento por regurgitação às demais formigas, nas temporadas de seca, quando comida e água são escassos. Existem diversas espécies de formiga do mel. Vivem no sudoeste dos Estados Unidos, no México, na Austrália, na Nova Guiné e em partes da África.
  18. 18. Que formigas criam afídeos? • Há formigas “pecuaristas”, que criam afídeos (pulgões) – da mesma maneira que as pessoas criam gado! As formigas mantêm os afídeos juntos e os protegem contra outros insetos. E por que as formigas o fazem? Porque os afídeos produzem uma essência açucarada de que as formigas realmente gostam. Os afídeos são pequenos insetos que sugam sucos das plantas e excretam o excesso como essência. As formigas se alimentam dessa essência. Usam suas antenas para tocar os afídeos, levando-os a produzir mais do líquido doce, açucarado. • Elas cuidam bem dos afídeos. O rebanho é transferido caso os afídeos precisem de plantas melhores com as quais se alimentar. Elas até armazenam ovos de afídeos durante o inverno a fim de criar um novo rebanho na primavera. Uma jovem rainha também pode levar consigo um afídeo fértil quando começa uma nova colônia. Ela carrega o afídeo em suas mandíbulas. Pequenas formigas negras são nativas dos Estados Unidos, e vivem na maioria das regiões do país. São encontradas em casas, em rachaduras nas calçadas e em gramados. As pequenas formigas negras são atraídas pelos alimentos humanos, especialmente carnes cozidas e legumes, e qualquer coisa que contenha açúcar. Mantêm-se ativas de dia e de noite, e são vistas muitas vezes transportando alimentos de volta a seus ninhos.
  19. 19. Que outras formas de vida as formigas levam? • As formigas levam muitas formas de vida diferentes. As colheitadeiras recolhem sementes e as armazenam em câmaras especiais. Quando as colheitadeiras precisam de comida, mastigam as sementes e produzem uma polpa conhecida como pão de formiga. Elas comprimem o líquido desse pão e o engolem como alimento. • As formigas do mel armazenam seu alimento, uma essência doce, em trabalhadoras especiais. Elas armazenam tanto alimento em seus gásters que se tornam incapazes de movimento. Pendem do teto do ninho e cospem a essência quando as demais formigas as tocam com as antenas. • As formigas escravocratas roubam pupas de outros formigueiros e as criam no seu. Quando as pupas se desenvolvem, trabalham para o formigueiro, construindo túneis e alimentando as escravocratas. • As formigas tecelãs constroem ninhos de folhas. Para fazê-lo, algumas trabalhadoras seguram as laterais de uma folha, trabalhando juntas, e outras carregam larvas produtoras de fios de seda e as passam pelas bordas das folhas, para “costurá-las” juntas.
  20. 20. Os insetos sociais estão em perigo? • Em termos genéricos, os insetos sociais não estão em perigo. Existem milhões deles, e se reproduzem com tal rapidez que a extinção não é um perigo. Mas eles enfrentam certos riscos. • As pessoas muitas vezes usam produtos químicos fortes para controlar pragas de insetos, Esses pesticidas podem ser perigosos para outros animais, plantas e para a terra. Destroem tanto os insetos daninhos quanto insetos benéficos. • Mudanças no ambiente afetam os insetos. Mas existem milhões e milhões de insetos sociais. Eles rastejarão, caminharão e voarão por ainda muito tempo. • As formigas são parte da família Formicidae, da ordem de insetos Hymenoptera, que inclui também as abelhas e vespas. Um exemplo de genus é o Camponotus, das formigas de cupim. No caso das formigas legionárias, o genus é o Eciton; no das formigas lava-pés, é o Solenopsis; no das formigas que cultivam fungos, Atta; no das colheitadeiras, Pogonomyrmex; no das formigas do mel, Myrmecocystus; no das formigas escravocratas, Polyergus. As pequenas formigas pretas constituem o genus Monomorium minimum.
  21. 21. @BIO Integrantes • Pedro Vasconcelos • Larissa Gomes • Vinicius • Luhara • Gabriel Martins Bibliografia: http://ciencia.hsw.uol.com.br/formiga5.htm

×