SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
TEMA: Plantas Medicinais
“Até que ponto devo utilizar as Plantas
Medicinais como tratamento de doenças?”
PROBLEMATIZAÇÃO
• O que são plantas?
• Quais plantas são consideradas medicinais?
• Quais plantas medicinais você tem em casa ou
apenas conhece?
Quais dessas plantas são
medicinais? Por quê?
Experimento em casa
“Germinação do feijão”
• Plantar um feijão em um vaso transparente (pode ser
copo, garrafa pet, etc);
• Fazer observação diária da planta;
• Tirar fotos do plantio e do pé de feijão já crescido.
• Escrever um relatório (manuscrito ou digitado)
Como fazer o relatório:
• Na capa => nome do aluno, professora, turma, nome do
experimento;
• Na primeira página => materiais usados, local escolhido,
data do plantio, data da colheita, período de irrigação.
Em seguida a observação;
• Na terceira página => as fotos;
• Na quarta página => Questões:
1) O que foi preciso para que o feijão germinasse?
2) Que técnica de plantio utilizou?
3) Cite as características do pé de feijão?
4) A fotossíntese foi importante no experimento?
5) Faça um desenho representando o seu pé de feijão.
• Conclusão.
Questionário
a) Dê a definição sobre o que é uma planta?
b) O que é uma planta medicinal?
c) Por que ela é considerada medicinal?
d) Quais plantas medicinais vocês conhecem?
Classificação do Reino Plantae
Os organismos agrupados no Reino Plantae apresentam
as seguintes características:
 São eucariontes: suas células apresentam material
genético envolvido pela membrana genética.
 São pluricelulares: formados por várias células.
 São autótrofos: capazes de produzir seu próprio
alimento.
As plantas são produtoras de substancias orgânicas e,
dessa forma, servem como alimento a muitos seres
vivos.
Com base em características em comum, elas podem
ser classificadas em 4 grupos: briófitasa, pteridofitasb,
gimnospermasc e angiospermasd.
a- Briófitas
Neste grupo, as mais comuns são os musgos. Nesse
grupo, estão incluídos as hepáticas e os antóceros.
São plantas de tamanho pequeno, nunca ultrapassam
poucos centrímetros. Além disso, costumam ser
encontradas em locais úmidos e, de preferencia,
sombreados. Vivem em troncos, rochas e solos.
Poucas espécies vivem em agua doce, além disso, não
apresentam vasos condutores
Reprodução das Briófitas
Imagem de um musgo
Fonte: imagem do autor
b- Pteridófitas
As pteridófitas mais conhecidas são as samambaias, as
avencas, as cavalinhas.
A maioria das pteridófitas são terrestres. Algumas vivem
sobre outras plantas e algumas em água doce.
Além disso, possuem vasos condutores.
Reprodução das Pteridófitas
Imagem de uma samambaia
Fonte: imagem do autor
c- Gimnospermas
Esse grupo reúne espécies que estão entre as mais aptas
em ambiente terrestre, apresentam portes maiores e
predominam em biomas como a Taiga e a Mata de
Araucárias.
As gimnospermas podem ser encontradas em locais de
grandes altitudes.
Gimnospermas significa “semente nua”, isto é, sementes
que não são protegidas por um fruto.
Pois a característica principal desse grupo é a presença de
sementes.
Reprodução das
Gimnospermas
Imagem de uma pinheiro e uma pinha
Fonte: autor da imagem
d- Angiospermas
As angiospermas formam o grupo mais diversificado e
maior do planeta, pois possuem raiz, caule, folha, flor,
fruto e semente.
Vivem no solo, na água ou sobre outras plantas. Se
destacam pela multiplicidade de usos pelos seres
humanos.
Desenho esquematizado da
flor
RESPOSTA...
Imagem de plantas que caracterizam angiospermas
Fonte: Imagem do autor
Diferença entre
monocotiledônea e
dicotiledônea
=> Quais plantas medicinais você tem em sua casa?
Entrevistando a comunidade ...
Gênero
(F ou
M)
Idade
Na sua
opinião as
plantas
podem ser
usadas
como
remédio ?
Porquê?
Você já
utilizou
plantas
como
remédio ?
Quais?
Para que
doenças
ou dores?
Das
plantas
menciona
das, quais
são
cultivadas
na sua
casa?
Ficha técnica da Pesquisa
Planta Altura Clima Fins medicinais
Na próxima aula...
 Entrega do relatório do experimento;
 Entrega dos resultados da pesquisa;
 Será feito uma pequena conversa sobre os
resultados;
 Construção de uma horta medicinal na
escola.
Construção de uma horta
medicinal
Local escolhido para a horta: ao lado da horta orgânica
Terreno bem drenado: as raízes das hortaliças respiram em
terrenos compactados ou bem encharcados. A quantidade de
ar disponível no solo é insuficiente para a respiração das
raízes, atrasando o crescimento e ocasionando em muitos
casos o aparecimento de doenças nas raízes.
Composição do solo: ao analisarmos o solo, encontraremos 3
elementos (areia, argila, matéria orgânica).
Os matérias para o manejo da horta são:
Ancinho: utilizado para o nivelar o terreno e retirada do
mato capinado;
Colher de jardineiro: utilizado para fazer transplante de
plantas;
Enxada: usada para fazer mistura dos adubos (esse
material apenas o professor irá utilizar);
Regadores de diversos tamanhos: usado para regar as
plantas, podendo ser utilizado pelos alunos.
Sacho: utilizado para o aforamento da terra e capina
entre linhas de plantas.
O manejo da horta:
Poderá ser regada as plantas por todos os alunos e
funcionários da escola.
Colheita e aproveitamento das plantas:
Será feito a colheita respeitando o período de maturação
das hortaliças.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades referente ao filme; Extraordinário
Atividades referente ao filme; ExtraordinárioAtividades referente ao filme; Extraordinário
Atividades referente ao filme; ExtraordinárioFrancilene Barbbosa
 
Gabarito+20+questões (1)
Gabarito+20+questões (1)Gabarito+20+questões (1)
Gabarito+20+questões (1)Inttermed
 
Fotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de CiênciasFotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de CiênciasMary Alvarenga
 
Atividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciênciaAtividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciênciaIsa ...
 
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências
Alimentação saudável - Texto e atividade de CiênciasMary Alvarenga
 
Todos contra a dengue - Texto e atividade
Todos contra a dengue  -  Texto e atividadeTodos contra a dengue  -  Texto e atividade
Todos contra a dengue - Texto e atividadeMary Alvarenga
 
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos TalentosasAtividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos TalentosasAlex Santos
 
Cienc- O Meio Ambiente
Cienc- O Meio Ambiente Cienc- O Meio Ambiente
Cienc- O Meio Ambiente Mary Alvarenga
 
Avaliação de ciências biomas 1
Avaliação de ciências biomas 1Avaliação de ciências biomas 1
Avaliação de ciências biomas 1Amanda Vaz
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingMary Alvarenga
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semanaWashington Rocha
 

Mais procurados (20)

Atividades referente ao filme; Extraordinário
Atividades referente ao filme; ExtraordinárioAtividades referente ao filme; Extraordinário
Atividades referente ao filme; Extraordinário
 
Gabarito+20+questões (1)
Gabarito+20+questões (1)Gabarito+20+questões (1)
Gabarito+20+questões (1)
 
Fotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de CiênciasFotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de Ciências
 
Atividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciênciaAtividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciência
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
 
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 
Cartilha projeto plantas medicinais
Cartilha projeto plantas medicinaisCartilha projeto plantas medicinais
Cartilha projeto plantas medicinais
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
 
Todos contra a dengue - Texto e atividade
Todos contra a dengue  -  Texto e atividadeTodos contra a dengue  -  Texto e atividade
Todos contra a dengue - Texto e atividade
 
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos TalentosasAtividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
Atividade avaliativa sobre o filme Mãos Talentosas
 
Cienc- O Meio Ambiente
Cienc- O Meio Ambiente Cienc- O Meio Ambiente
Cienc- O Meio Ambiente
 
Avaliação de ciências biomas 1
Avaliação de ciências biomas 1Avaliação de ciências biomas 1
Avaliação de ciências biomas 1
 
Atividades ciencias
Atividades cienciasAtividades ciencias
Atividades ciencias
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
 
D8 (5º ano mat.)
D8 (5º ano   mat.)D8 (5º ano   mat.)
D8 (5º ano mat.)
 
Atividades sobre sustentabilidade
Atividades sobre sustentabilidadeAtividades sobre sustentabilidade
Atividades sobre sustentabilidade
 
Pena religião 5 ano
Pena religião 5 anoPena religião 5 ano
Pena religião 5 ano
 
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2
 
Sequência Didática ÁGUA
Sequência Didática   ÁGUASequência Didática   ÁGUA
Sequência Didática ÁGUA
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
 

Semelhante a Plantas Medicinais Guia

Semelhante a Plantas Medicinais Guia (20)

Agroecologia - Plantas Medicinais
Agroecologia - Plantas MedicinaisAgroecologia - Plantas Medicinais
Agroecologia - Plantas Medicinais
 
Apostila inventario de plantas
Apostila inventario de plantasApostila inventario de plantas
Apostila inventario de plantas
 
Apostila inventario de plantas
Apostila inventario de plantasApostila inventario de plantas
Apostila inventario de plantas
 
Plantas para chás de crianças!
Plantas para chás de crianças!Plantas para chás de crianças!
Plantas para chás de crianças!
 
Aula 7º ano - Reino Plantae
Aula 7º ano - Reino PlantaeAula 7º ano - Reino Plantae
Aula 7º ano - Reino Plantae
 
Roteiro do campo do herbário digital
Roteiro do campo do herbário digitalRoteiro do campo do herbário digital
Roteiro do campo do herbário digital
 
Wq Plantas 3
Wq Plantas 3Wq Plantas 3
Wq Plantas 3
 
Aula 7º ano - Reino Plantae (versão final)
Aula 7º ano - Reino Plantae (versão final)Aula 7º ano - Reino Plantae (versão final)
Aula 7º ano - Reino Plantae (versão final)
 
Herbologia: a magia das plantas
Herbologia: a magia das plantasHerbologia: a magia das plantas
Herbologia: a magia das plantas
 
Farmacia verde
Farmacia verdeFarmacia verde
Farmacia verde
 
3º Tentativa De Minha Web Quest
3º Tentativa De Minha Web Quest3º Tentativa De Minha Web Quest
3º Tentativa De Minha Web Quest
 
Avaliação III _ Henrique M. Menezes.docx
Avaliação III _ Henrique M. Menezes.docxAvaliação III _ Henrique M. Menezes.docx
Avaliação III _ Henrique M. Menezes.docx
 
Farmacia verde parcial
Farmacia verde parcialFarmacia verde parcial
Farmacia verde parcial
 
Apostila Plantas Medicinais
Apostila Plantas MedicinaisApostila Plantas Medicinais
Apostila Plantas Medicinais
 
Unidade I capítulo I
Unidade I capítulo IUnidade I capítulo I
Unidade I capítulo I
 
Cien barros 7.3
Cien barros 7.3Cien barros 7.3
Cien barros 7.3
 
Herborizaçao Material Botanico
Herborizaçao Material BotanicoHerborizaçao Material Botanico
Herborizaçao Material Botanico
 
projeto - as plantas
projeto -  as plantasprojeto -  as plantas
projeto - as plantas
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
 

Último

6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxrenatacolbeich1
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 

Último (20)

6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 

Plantas Medicinais Guia

  • 1. TEMA: Plantas Medicinais “Até que ponto devo utilizar as Plantas Medicinais como tratamento de doenças?”
  • 2. PROBLEMATIZAÇÃO • O que são plantas? • Quais plantas são consideradas medicinais? • Quais plantas medicinais você tem em casa ou apenas conhece?
  • 3. Quais dessas plantas são medicinais? Por quê?
  • 4. Experimento em casa “Germinação do feijão” • Plantar um feijão em um vaso transparente (pode ser copo, garrafa pet, etc); • Fazer observação diária da planta; • Tirar fotos do plantio e do pé de feijão já crescido. • Escrever um relatório (manuscrito ou digitado)
  • 5. Como fazer o relatório: • Na capa => nome do aluno, professora, turma, nome do experimento; • Na primeira página => materiais usados, local escolhido, data do plantio, data da colheita, período de irrigação. Em seguida a observação; • Na terceira página => as fotos; • Na quarta página => Questões: 1) O que foi preciso para que o feijão germinasse? 2) Que técnica de plantio utilizou? 3) Cite as características do pé de feijão? 4) A fotossíntese foi importante no experimento? 5) Faça um desenho representando o seu pé de feijão. • Conclusão.
  • 6. Questionário a) Dê a definição sobre o que é uma planta? b) O que é uma planta medicinal? c) Por que ela é considerada medicinal? d) Quais plantas medicinais vocês conhecem?
  • 7. Classificação do Reino Plantae Os organismos agrupados no Reino Plantae apresentam as seguintes características:  São eucariontes: suas células apresentam material genético envolvido pela membrana genética.  São pluricelulares: formados por várias células.  São autótrofos: capazes de produzir seu próprio alimento. As plantas são produtoras de substancias orgânicas e, dessa forma, servem como alimento a muitos seres vivos.
  • 8. Com base em características em comum, elas podem ser classificadas em 4 grupos: briófitasa, pteridofitasb, gimnospermasc e angiospermasd. a- Briófitas Neste grupo, as mais comuns são os musgos. Nesse grupo, estão incluídos as hepáticas e os antóceros. São plantas de tamanho pequeno, nunca ultrapassam poucos centrímetros. Além disso, costumam ser encontradas em locais úmidos e, de preferencia, sombreados. Vivem em troncos, rochas e solos. Poucas espécies vivem em agua doce, além disso, não apresentam vasos condutores
  • 10. Imagem de um musgo Fonte: imagem do autor b- Pteridófitas As pteridófitas mais conhecidas são as samambaias, as avencas, as cavalinhas. A maioria das pteridófitas são terrestres. Algumas vivem sobre outras plantas e algumas em água doce. Além disso, possuem vasos condutores.
  • 12. Imagem de uma samambaia Fonte: imagem do autor c- Gimnospermas Esse grupo reúne espécies que estão entre as mais aptas em ambiente terrestre, apresentam portes maiores e predominam em biomas como a Taiga e a Mata de Araucárias. As gimnospermas podem ser encontradas em locais de grandes altitudes. Gimnospermas significa “semente nua”, isto é, sementes que não são protegidas por um fruto. Pois a característica principal desse grupo é a presença de sementes.
  • 14. Imagem de uma pinheiro e uma pinha Fonte: autor da imagem d- Angiospermas As angiospermas formam o grupo mais diversificado e maior do planeta, pois possuem raiz, caule, folha, flor, fruto e semente. Vivem no solo, na água ou sobre outras plantas. Se destacam pela multiplicidade de usos pelos seres humanos.
  • 17. Imagem de plantas que caracterizam angiospermas Fonte: Imagem do autor
  • 19. => Quais plantas medicinais você tem em sua casa? Entrevistando a comunidade ... Gênero (F ou M) Idade Na sua opinião as plantas podem ser usadas como remédio ? Porquê? Você já utilizou plantas como remédio ? Quais? Para que doenças ou dores? Das plantas menciona das, quais são cultivadas na sua casa?
  • 20. Ficha técnica da Pesquisa Planta Altura Clima Fins medicinais
  • 21. Na próxima aula...  Entrega do relatório do experimento;  Entrega dos resultados da pesquisa;  Será feito uma pequena conversa sobre os resultados;  Construção de uma horta medicinal na escola.
  • 22. Construção de uma horta medicinal Local escolhido para a horta: ao lado da horta orgânica Terreno bem drenado: as raízes das hortaliças respiram em terrenos compactados ou bem encharcados. A quantidade de ar disponível no solo é insuficiente para a respiração das raízes, atrasando o crescimento e ocasionando em muitos casos o aparecimento de doenças nas raízes. Composição do solo: ao analisarmos o solo, encontraremos 3 elementos (areia, argila, matéria orgânica).
  • 23. Os matérias para o manejo da horta são: Ancinho: utilizado para o nivelar o terreno e retirada do mato capinado; Colher de jardineiro: utilizado para fazer transplante de plantas; Enxada: usada para fazer mistura dos adubos (esse material apenas o professor irá utilizar); Regadores de diversos tamanhos: usado para regar as plantas, podendo ser utilizado pelos alunos. Sacho: utilizado para o aforamento da terra e capina entre linhas de plantas.
  • 24. O manejo da horta: Poderá ser regada as plantas por todos os alunos e funcionários da escola. Colheita e aproveitamento das plantas: Será feito a colheita respeitando o período de maturação das hortaliças.