Aula 7º ano - Reino Monera

836 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
836
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 7º ano - Reino Monera

  1. 1. Árvore filogenética dos cinco reinos dos seres vivos
  2. 2. Reino Monera • Composto por organismos unicelulares e procariontes • Possuem parede celular • É o reino das bactérias e das cianobactérias (algas azuis) Bactérias Cianobactérias
  3. 3. Célula procarionte (bactéria ou cianobactéria)
  4. 4. Bactérias • São os organismos mais abundantes no planeta por terem surgido antes na história evolutiva • Vivem no ar, na água, no solo e no interior de outros organismos • A maioria é heterotrófica, mas algumas produzem seu alimento por quimiossíntese (energia química) ou fotossíntese (luz solar – possuem bacterioclorofila, um pigmento que absorve luz)
  5. 5. Reprodução de bactérias • Reprodução assexuada: bipartição (divisão simples da célula com duplicação do material genético)
  6. 6. Reprodução de bactérias • Reprodução sexuada: conjugação (troca de material genético entre duas bactérias)
  7. 7. Doenças causadas por bactérias em humanos • Cólera, pneumonia, tuberculose, cárie, meningite, lepra (hanseníase), tétano, coqueluche, botulismo, gonorreia, sífilis, febre tifóide, leptospirose. Vibrião da cólera Pneumococos
  8. 8. Doenças bacterianas em humanos Doença Causador Contágio Combate Observações Hanseníase (Lepra) Mycobacterium leprae Secreções do portador Antibióticos No passado, isolava- se os doentes. Hoje, sabe-se que há cura. Tétano Clostridium tetani Ferimentos na pele Antibióticos e soro antitetânico. Prevenção por vacina. Pode levar à morte por parada respiratória. Cólera Vibrio cholerae Água ou alimentos contaminados Saneamento básico e higiene O portador elimina o vibrião ao defecar. Pode matar por desidratação. Leptospirose Leptospira sp. Urina de rato Evitar contato com água contaminada Nas enchentes, aumenta o risco de contato com a água contaminada. Pode matar. Meningite Meningococus sp. Secreções do nariz ou garganta de portadores Antibióticos. Prevenção por vacina. Pode levar à morte se a pessoa não for medicada a tempo.
  9. 9. Água oxigenada mata bactérias anaeróbias
  10. 10. Ação dos antibactericidas (água oxigenada, álcool, sabão, etc): destroem a parede celular e a membrana plasmática das células, matando as bactérias
  11. 11. Chulé • Depois de se alimentarem de pedacinhos de pele morta e do suor acumulados no pé, as bactérias eliminam compostos químicos como ácido isovalérico e metanotiol, que causam o fedor característico. Crescimento de colônias de bactérias que causam o chulé em placa de Petri (meio de cultura com 80 g de gelatina + 1 colher de sopa rasa de açúcar em copo de 200 ml)
  12. 12. CC (ou Cecê) – Cheiro do Corpo • Termo surgiu em 1919, no anúncio do sabonete Odo-Ro-No, mas se popularizou com a campanha do sabonete Lifebuoy, na década de 1940 • Nome científico: bromidrose axilar • Hiperhidrose: suar excessivamente • Alteração no odor do corpo pode ter causa no excesso de suor, má higiene pessoal, estresse, obesidade, ingestão excessiva de álcool ou alguns alimentos como cebola, alho, e pimenta • Mais informações: http://saltitandocomaspalavras.blogspot.com.br/2014/02/cece-o-indesejavel-odor-nas- axilas.html
  13. 13. Dicas para combater o CC • Beba muita água. Manter-se hidratado evita que a temperatura do corpo aumente muito causando ainda mais suor. • Não descuide da higiene pessoal • Tome, no mínimo, 2 banhos por dia — manhã e noite. • Após o banho seque bem as axilas com uma toalha. • Troque sua toalha de banho um dia sim e outro não. • Opte por roupas de algodão, finas e folgadas que não apertem as axilas. Tecidos sintéticos devem ser evitados. • Recomenda-se não usar a mesma roupa mais de uma vez, porque o odor pode se impregnar e não sair mais. • Não empreste suas roupas pessoais para ninguém. • Lave as roupas afetadas separadamente e utilize um sabão anti-séptico para que o cheiro seja eliminado. • Mantenha as axilas depiladas, os pêlos fazem com que as bactérias se proliferem. • Opte por sabonetes antissépticos e desodorantes antiperspirantes • Não utilize receitas milagrosas como passar limão em baixo das axilas, isso pode ocasionar queimaduras graves e piorar o que já estava mal. • Use desodorante apenas quando já tiver feito a higiene das axilas, jamais por cima do mau odor.
  14. 14. Importância das bactérias • Na cadeia alimentar: são decompositoras de matéria orgânica (restos de seres vivos que morreram) • Na indústria alimentícia: produção de queijos, iogurtes, coalhada, vinagre • Na medicina: produção de alguns antibióticos • Na engenharia genética: produção de insulina humana e hormônio do crescimento
  15. 15. Bactérias decompositoras Bactérias Rhizobium sp. nas raízes de uma planta leguminosa (batata, por exemplo)
  16. 16. Bactérias na produção de alimentos Queijo suiço (Emmental): Propinobacter shermanii Leite fermentado: Lactobacillus casei (Shirota) Vinagre: Acetobacter sp.
  17. 17. Antibióticos produzidos a partir de bactérias Bacitracina: Bacillus subtilis Neomicina: Streptomyces sp. Tirotricina: Bacillus brevis
  18. 18. Cianobactérias • Possuem um pigmento azul na célula que absorve luz solar e permite que elas façam fotossíntese, produzindo seu próprio alimento • São unicelulares e possuem formato esférico ou de bastonete • Podem formar colônias em forma de fileira • São responsáveis pela eutrofização de rios, lagos e lagoas
  19. 19. Eutrofização • Quando há muita matéria orgânica em ambientes aquáticos (rios, lagos, lagoas, etc), as cianobactérias e outras algas se reproduzem rapidamente e cobrem a superfície da água, consumindo oxigênio. Pouco depois, os peixes ficam se oxigênio e começam a morrer. • Normalmente, causada pelo despejo de esgoto sem tratamento em lagos, lagoas e rios.
  20. 20. Vídeos 42reino_monera.avi

×