SlideShare uma empresa Scribd logo
As dez principais dificuldades
de um novo convertido

O desafio (milagre) da
consolidação
 Não

existe uma fórmula para lidar
com cada problema que um novo
convertido pode vir a enfrentar.
 Todavia ter uma descrição das
possíveis dificuldades nos ajuda a
tomar medidas práticas para
prevenir que eles venham a se
desviar da fé.
 São

muitas as batalhas que um
novo convertido terá de enfrentar,
por isso precisamos de muitos
discipuladores dispostos a tomar
uma posição de defesa nessa
guerra.
 Um dos maiores desafios na vida
da Igreja é o trabalho de
consolidação.


1. Problema - Emoções conflitantes
 Dentro

das 24 horas seguintes qualquer
novo convertido pode ter dúvida sobre a
realidade da sua experiência. Aquela
emoção inicial pode diminuir e fazer com
que o novo convertido pense que sua
experiência com Cristo foi um tipo de
alucinação ou uma experiência irreal.
Verdade que deve ser ensinada







Vida pela fé
Precisamos mostrar a ele que as
emoções são afetadas pelas
circunstâncias e que a nossa posição
em Cristo não depende das emoções
2 Coríntios 5:7 visto que andamos por
fé e não pelo que vemos.
Hebreus 10:38 todavia, o meu justo
viverá pela fé; e: Se retroceder, nele
não se compraz a minha alma.


2. Problema - Crise de transformação
 Vícios

e hábitos nem sempre desaparecem
imediatamente e isto pode ser motivo de
muita ansiedade.
 O novo convertido deseja corresponder à
expectativa de mudança instantânea. (II
Cor. 5:17). Ele espera vencer
imediatamente o cigarro, a droga e o
álcool talvez por causa do testemunho de
outros que tiveram sucesso. A verdade é
que algumas pessoas precisam de um
acompanhamento pessoal e outras
precisam até mesmo ser internadas num
centro de reabilitação.
Verdade que deve ser ensinada





A Salvação é desenvolvida
Filipenses 2:12 Assim, pois, amados
meus, como sempre obedecestes, não
só na minha presença, porém, muito
mais agora, na minha ausência,
desenvolvei a vossa salvação com
temor e tremor
2 Coríntios 3:18 E todos nós, com o
rosto desvendado, contemplando,
como por espelho, a glória do Senhor,
somos transformados, de glória em
glória, na sua própria imagem, como
pelo Senhor, o Espírito.


3. Pressão dos amigos
 As

pessoas do seu ambiente social vão
pressioná-lo para que retorne aos padrões
de sua vida antiga. Isto é especialmente
difícil para os jovens, mas acontece com
todos.
 Velhos amigos possuem um grande poder
de influência e podem levar o novo
convertido a desistir da fé.
Verdade que deve ser ensinada










Quem é um amigo verdadeiro
Quem são seus verdadeiros amigos agora
Como agir e reagir quando encontrar os
velhos amigos (não brigar, não reagir,não
discutir, ficar amando, suportar as
gozações)
Como fugir quando for preciso
Ficar perto dos novos amigos e irmãos
É vital, portanto, que os irmãos o envolvam
até que ele seja capaz de responder
apropriadamente aos antigos amigos.
Devemos chamar para perto comunhão


4. Falta de tempo
O

novo convertido precisa separar tempo
para a comunhão com os irmãos. Isto
pode ser um problema para pessoas que
possuem uma agenda muito cheia.
 A fim de ser edificado na fé o novo
convertido precisa reorganizar seu tempo
para incluir a igreja em sua rotina. Ele não
conseguirá fazer isso sozinho, daí a
importância de um discipulador.
Verdade que deve ser ensinada









A importância do dia do Senhor
As 3 coisas vitais para seu crescimento em
todas áreas
Discipulado, célula e culto celebração
Atos 2:44
44 Todos os que creram estavam juntos e
tinham tudo em comum.
45 Vendiam as suas propriedades e bens,
distribuindo o produto entre todos, à
medida que alguém tinha necessidade.
46 Diariamente perseveravam unânimes
no templo, partiam pão de casa em casa e
tomavam as suas refeições com alegria e
singeleza de coração,
5. Hostilidade da família - Preconceito
É comum surgir uma tensão em casa,
principalmente se o novo convertido é o
primeiro membro da família a ter uma
experiência com Cristo
 Ele certamente será acusado de destruir
a paz e a unidade da família, o que pode
ocasionar muita hostilidade contra ele.
Ele será pressionado a manter sua
lealdade à família e deixar Cristo de lado.
Sem o apoio de um DISCIPULADOR ele
dificilmente conseguirá superar a pressão
de uma família hostil ao evangelho

Verdade que deve ser ensinada
Sua nova família é a família de
Deus
 Orar pela sua família
 Crer para a salvação
 Manter seu bom testemunho
 Ser muito paciente e amoroso
 Ficar calado ajuda muito



6. Perseguição
Zombaria e hostilidade de outros







Não se pode evitar o sofrimento por causa da fé.
Jesus disse que seríamos perseguidos.
Em algumas circunstâncias a perseguição torna o
novo convertido mais forte, mas em outras pode
levá-lo a desistir e retroceder. É sábio preparar o
novo convertido para a possibilidade de
perseguição e estar com ele quando ela
acontecer.

Ação da igreja Proteção


7. Superstição
Fé tola, infundada sem firmeza na verdade




Existe uma tendência comum de se culpar a
Deus por todas as coisas ruins que acontecem
depois da conversão. Muitos novos na fé são
convencidos pelos de fora de que a conversão só
lhes trouxe problemas, e que, portanto não vale
a pena insistir nesse caminho. Sem um irmão
para protegê-lo de tais influências ele sucumbirá
na fé.

A bondade de Deus


8. Cobranças do passado
Dívidas e pecados não resolvidos




É provável que haja uma série de pendências e
questões não resolvidas do passado, como
dívidas, conflitos e ressentimentos. O novo
convertido precisa ser ajudado e orientado
nessas questões. Muitos cobradores aproveitarão
esse momento para pressioná-lo. Alguns poderão
se sentir envergonhados e indignos de serem
cristãos, abandonando assim a fé.

Um processo para o futuro


9. Solidão
Carência


Por causa de sua decisão por Cristo, o novo
convertido pode ter sido abandonado por todos os
seus antigos amigos e, por alguma razão ele não
foi capaz de preencher o espaço com novos amigos
que compartilham de sua fé. O resultado disso é
uma grande solidão que pode levá-lo a se sentir
ressentido e abandonado.

 Comunhão


10. Crentes carnais
Crentes carnais podem ser uma fonte de
desapontamento e desencorajamento. Eles
podem fazer comentários insensíveis e dar
conselhos errados.
 O novo convertido pensa que todo crente é
maduro e capaz de ajudá-lo, mas nós sabemos
que existem muitos anões espirituais.
Longevidade não é sinônimo de maturidade. É
triste, mas às vezes precisamos proteger um
novo na fé de alguns velhos na fé.




Crentes espirituais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento EspiritualA Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento Espiritual
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
Lição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral II
Lição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral IILição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral II
Lição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral II
Ednilson do Valle
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Erberson Pinheiro
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
Felipe Mamud
 
Principais Tipos de Sermão
Principais Tipos de SermãoPrincipais Tipos de Sermão
Principais Tipos de Sermão
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos TemposLição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Éder Tomé
 
10 motivos
10 motivos10 motivos
10 motivos
jouvacy
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
revolucaoaje
 
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosA familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
Sebastião Luiz Chagas
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
Wander Sousa
 
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULASCAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
Idpb São Jose I
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
Ednilson do Valle
 
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Lição 2   A disciplina na vida do obreiroLição 2   A disciplina na vida do obreiro
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Wander Sousa
 
Aconselhamento Cristão.pptx
Aconselhamento Cristão.pptxAconselhamento Cristão.pptx
Aconselhamento Cristão.pptx
CarlosAzevedo109
 
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
Karla Lopes
 
Evangelismo
EvangelismoEvangelismo
Evangelismo
guestf8ed39
 
Lição 2 - Família - Princípios e Valores
Lição 2 - Família - Princípios e ValoresLição 2 - Família - Princípios e Valores
Lição 2 - Família - Princípios e Valores
Éder Tomé
 
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXILBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
Natalino das Neves Neves
 
Discipulado na Prática
Discipulado na PráticaDiscipulado na Prática
Discipulado na Prática
Narlea Walkyse
 

Mais procurados (20)

A Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento EspiritualA Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento Espiritual
 
Lição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral II
Lição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral IILição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral II
Lição 1 - O ministro e sua vida sexual. - Livro Teologia Pastoral II
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
 
Principais Tipos de Sermão
Principais Tipos de SermãoPrincipais Tipos de Sermão
Principais Tipos de Sermão
 
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos TemposLição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
 
10 motivos
10 motivos10 motivos
10 motivos
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
 
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosA familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
 
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULASCAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Lição 2   A disciplina na vida do obreiroLição 2   A disciplina na vida do obreiro
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
 
Aconselhamento Cristão.pptx
Aconselhamento Cristão.pptxAconselhamento Cristão.pptx
Aconselhamento Cristão.pptx
 
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
 
Evangelismo
EvangelismoEvangelismo
Evangelismo
 
Lição 2 - Família - Princípios e Valores
Lição 2 - Família - Princípios e ValoresLição 2 - Família - Princípios e Valores
Lição 2 - Família - Princípios e Valores
 
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXILBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
LBJ LIÇÃO 13 - A FAMÍLIA DO SÉCULO XXI
 
Discipulado na Prática
Discipulado na PráticaDiscipulado na Prática
Discipulado na Prática
 

Destaque

A vida do novo convertido
A vida do novo convertidoA vida do novo convertido
A vida do novo convertido
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Éder Tomé
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Éder Tomé
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Éder Tomé
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Éder Tomé
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Éder Tomé
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Éder Tomé
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Éder Tomé
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Éder Tomé
 

Destaque (9)

A vida do novo convertido
A vida do novo convertidoA vida do novo convertido
A vida do novo convertido
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 

Semelhante a As dez principais dificuldades de um novo convertido

Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01
Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01
Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01
Mariano Silva
 
as-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.ppt
as-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.pptas-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.ppt
as-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.ppt
ssuserbf334e
 
É possível ser santo
É possível ser santoÉ possível ser santo
É possível ser santo
jb1955
 
Boletim 684 - 07/06/20
Boletim 684 - 07/06/20Boletim 684 - 07/06/20
Boletim 684 - 07/06/20
stanaami
 
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
Antonio Ferreira
 
Apostila-de-Discipulado.doc
Apostila-de-Discipulado.docApostila-de-Discipulado.doc
Apostila-de-Discipulado.doc
JooAlbertoSoaresdaSi
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
WillemarSousa1
 
A arte de superar problemas charles stanley - parcial
A arte de superar problemas   charles stanley - parcialA arte de superar problemas   charles stanley - parcial
A arte de superar problemas charles stanley - parcial
DeuzenirACarneiro
 
Texto de estudo saber e pedir a fé 2013
Texto de estudo saber e pedir a fé 2013Texto de estudo saber e pedir a fé 2013
Texto de estudo saber e pedir a fé 2013
ensantidade
 
Manual de Discipulador
Manual de DiscipuladorManual de Discipulador
Manual de Discipulador
Christian Lepelletier
 
Fé e obras
Fé e obrasFé e obras
Fé e obras
iasdvilaveronica
 
Jornal Dos Grupos 2
Jornal Dos Grupos 2Jornal Dos Grupos 2
Jornal Dos Grupos 2
IFPA
 
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
Arthur Luna
 
Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02
Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02
Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02
Raquel Carvalho
 
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
Maressa Almeida
 
Fé e obras
Fé e obrasFé e obras
Fé e obras
Ismael Rosa
 
Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117
Adelson R. Dos Santos
 
Boletim 682 - 24/05/20
Boletim 682 - 24/05/20Boletim 682 - 24/05/20
Boletim 682 - 24/05/20
stanaami
 
Evangelizando adolescentes p linda (1)
Evangelizando adolescentes p linda (1)Evangelizando adolescentes p linda (1)
Evangelizando adolescentes p linda (1)
Fer Mariano
 
casa de paz para células e líderes para aperfeiçoar
casa de paz para células e líderes para aperfeiçoarcasa de paz para células e líderes para aperfeiçoar
casa de paz para células e líderes para aperfeiçoar
FellipeSantos30
 

Semelhante a As dez principais dificuldades de um novo convertido (20)

Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01
Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01
Asdezprincipaisdificuldadesdeumnovoconvertido 131217100427-phpapp01
 
as-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.ppt
as-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.pptas-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.ppt
as-dez-principais-dificuldades-de-um-novo-convertido.ppt
 
É possível ser santo
É possível ser santoÉ possível ser santo
É possível ser santo
 
Boletim 684 - 07/06/20
Boletim 684 - 07/06/20Boletim 684 - 07/06/20
Boletim 684 - 07/06/20
 
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
2579227 problemas-presenca-de-deus-e-oracao-mike-wells
 
Apostila-de-Discipulado.doc
Apostila-de-Discipulado.docApostila-de-Discipulado.doc
Apostila-de-Discipulado.doc
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
A arte de superar problemas charles stanley - parcial
A arte de superar problemas   charles stanley - parcialA arte de superar problemas   charles stanley - parcial
A arte de superar problemas charles stanley - parcial
 
Texto de estudo saber e pedir a fé 2013
Texto de estudo saber e pedir a fé 2013Texto de estudo saber e pedir a fé 2013
Texto de estudo saber e pedir a fé 2013
 
Manual de Discipulador
Manual de DiscipuladorManual de Discipulador
Manual de Discipulador
 
Fé e obras
Fé e obrasFé e obras
Fé e obras
 
Jornal Dos Grupos 2
Jornal Dos Grupos 2Jornal Dos Grupos 2
Jornal Dos Grupos 2
 
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014Discipulado ciclo básico ieadp   aula 04 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp aula 04 - caruaru- 2014
 
Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02
Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02
Rebeccabrown maldicoesnaoquebradas-130605141819-phpapp02
 
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
 
Fé e obras
Fé e obrasFé e obras
Fé e obras
 
Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117
 
Boletim 682 - 24/05/20
Boletim 682 - 24/05/20Boletim 682 - 24/05/20
Boletim 682 - 24/05/20
 
Evangelizando adolescentes p linda (1)
Evangelizando adolescentes p linda (1)Evangelizando adolescentes p linda (1)
Evangelizando adolescentes p linda (1)
 
casa de paz para células e líderes para aperfeiçoar
casa de paz para células e líderes para aperfeiçoarcasa de paz para células e líderes para aperfeiçoar
casa de paz para células e líderes para aperfeiçoar
 

Mais de Anderson Menger

Vencendo o medo
 Vencendo o medo Vencendo o medo
Vencendo o medo
Anderson Menger
 
O líder de célula
O líder de célula O líder de célula
O líder de célula
Anderson Menger
 
Um deus que tem urgência
Um deus que tem urgência Um deus que tem urgência
Um deus que tem urgência
Anderson Menger
 
Traços que evidenciam o caráter de um líder maduro
Traços que evidenciam o caráter de um líder maduroTraços que evidenciam o caráter de um líder maduro
Traços que evidenciam o caráter de um líder maduro
Anderson Menger
 
Segredos para crescimento e multiplicação de células
Segredos para crescimento e multiplicação de célulasSegredos para crescimento e multiplicação de células
Segredos para crescimento e multiplicação de células
Anderson Menger
 
Questionário de crescimento da célula
Questionário de crescimento da célulaQuestionário de crescimento da célula
Questionário de crescimento da célula
Anderson Menger
 
Necessidades das crianças
Necessidades das criançasNecessidades das crianças
Necessidades das crianças
Anderson Menger
 
Discipulado mentoreamento
Discipulado mentoreamentoDiscipulado mentoreamento
Discipulado mentoreamento
Anderson Menger
 
Atitudes de um bom discípulo
Atitudes de um bom discípuloAtitudes de um bom discípulo
Atitudes de um bom discípulo
Anderson Menger
 
Alvos a fronteira entre conquistas e boas intencões
Alvos a fronteira entre conquistas e boas  intencõesAlvos a fronteira entre conquistas e boas  intencões
Alvos a fronteira entre conquistas e boas intencões
Anderson Menger
 
O padrão do discipulador
O padrão do discipuladorO padrão do discipulador
O padrão do discipulador
Anderson Menger
 

Mais de Anderson Menger (11)

Vencendo o medo
 Vencendo o medo Vencendo o medo
Vencendo o medo
 
O líder de célula
O líder de célula O líder de célula
O líder de célula
 
Um deus que tem urgência
Um deus que tem urgência Um deus que tem urgência
Um deus que tem urgência
 
Traços que evidenciam o caráter de um líder maduro
Traços que evidenciam o caráter de um líder maduroTraços que evidenciam o caráter de um líder maduro
Traços que evidenciam o caráter de um líder maduro
 
Segredos para crescimento e multiplicação de células
Segredos para crescimento e multiplicação de célulasSegredos para crescimento e multiplicação de células
Segredos para crescimento e multiplicação de células
 
Questionário de crescimento da célula
Questionário de crescimento da célulaQuestionário de crescimento da célula
Questionário de crescimento da célula
 
Necessidades das crianças
Necessidades das criançasNecessidades das crianças
Necessidades das crianças
 
Discipulado mentoreamento
Discipulado mentoreamentoDiscipulado mentoreamento
Discipulado mentoreamento
 
Atitudes de um bom discípulo
Atitudes de um bom discípuloAtitudes de um bom discípulo
Atitudes de um bom discípulo
 
Alvos a fronteira entre conquistas e boas intencões
Alvos a fronteira entre conquistas e boas  intencõesAlvos a fronteira entre conquistas e boas  intencões
Alvos a fronteira entre conquistas e boas intencões
 
O padrão do discipulador
O padrão do discipuladorO padrão do discipulador
O padrão do discipulador
 

Último

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 

Último (16)

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 

As dez principais dificuldades de um novo convertido

  • 1. As dez principais dificuldades de um novo convertido O desafio (milagre) da consolidação
  • 2.  Não existe uma fórmula para lidar com cada problema que um novo convertido pode vir a enfrentar.  Todavia ter uma descrição das possíveis dificuldades nos ajuda a tomar medidas práticas para prevenir que eles venham a se desviar da fé.
  • 3.  São muitas as batalhas que um novo convertido terá de enfrentar, por isso precisamos de muitos discipuladores dispostos a tomar uma posição de defesa nessa guerra.  Um dos maiores desafios na vida da Igreja é o trabalho de consolidação.
  • 4.  1. Problema - Emoções conflitantes  Dentro das 24 horas seguintes qualquer novo convertido pode ter dúvida sobre a realidade da sua experiência. Aquela emoção inicial pode diminuir e fazer com que o novo convertido pense que sua experiência com Cristo foi um tipo de alucinação ou uma experiência irreal.
  • 5. Verdade que deve ser ensinada     Vida pela fé Precisamos mostrar a ele que as emoções são afetadas pelas circunstâncias e que a nossa posição em Cristo não depende das emoções 2 Coríntios 5:7 visto que andamos por fé e não pelo que vemos. Hebreus 10:38 todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.
  • 6.  2. Problema - Crise de transformação  Vícios e hábitos nem sempre desaparecem imediatamente e isto pode ser motivo de muita ansiedade.  O novo convertido deseja corresponder à expectativa de mudança instantânea. (II Cor. 5:17). Ele espera vencer imediatamente o cigarro, a droga e o álcool talvez por causa do testemunho de outros que tiveram sucesso. A verdade é que algumas pessoas precisam de um acompanhamento pessoal e outras precisam até mesmo ser internadas num centro de reabilitação.
  • 7. Verdade que deve ser ensinada    A Salvação é desenvolvida Filipenses 2:12 Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor 2 Coríntios 3:18 E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.
  • 8.  3. Pressão dos amigos  As pessoas do seu ambiente social vão pressioná-lo para que retorne aos padrões de sua vida antiga. Isto é especialmente difícil para os jovens, mas acontece com todos.  Velhos amigos possuem um grande poder de influência e podem levar o novo convertido a desistir da fé.
  • 9. Verdade que deve ser ensinada        Quem é um amigo verdadeiro Quem são seus verdadeiros amigos agora Como agir e reagir quando encontrar os velhos amigos (não brigar, não reagir,não discutir, ficar amando, suportar as gozações) Como fugir quando for preciso Ficar perto dos novos amigos e irmãos É vital, portanto, que os irmãos o envolvam até que ele seja capaz de responder apropriadamente aos antigos amigos. Devemos chamar para perto comunhão
  • 10.  4. Falta de tempo O novo convertido precisa separar tempo para a comunhão com os irmãos. Isto pode ser um problema para pessoas que possuem uma agenda muito cheia.  A fim de ser edificado na fé o novo convertido precisa reorganizar seu tempo para incluir a igreja em sua rotina. Ele não conseguirá fazer isso sozinho, daí a importância de um discipulador.
  • 11. Verdade que deve ser ensinada        A importância do dia do Senhor As 3 coisas vitais para seu crescimento em todas áreas Discipulado, célula e culto celebração Atos 2:44 44 Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum. 45 Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade. 46 Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração,
  • 12. 5. Hostilidade da família - Preconceito É comum surgir uma tensão em casa, principalmente se o novo convertido é o primeiro membro da família a ter uma experiência com Cristo  Ele certamente será acusado de destruir a paz e a unidade da família, o que pode ocasionar muita hostilidade contra ele. Ele será pressionado a manter sua lealdade à família e deixar Cristo de lado. Sem o apoio de um DISCIPULADOR ele dificilmente conseguirá superar a pressão de uma família hostil ao evangelho 
  • 13. Verdade que deve ser ensinada Sua nova família é a família de Deus  Orar pela sua família  Crer para a salvação  Manter seu bom testemunho  Ser muito paciente e amoroso  Ficar calado ajuda muito 
  • 14.  6. Perseguição Zombaria e hostilidade de outros    Não se pode evitar o sofrimento por causa da fé. Jesus disse que seríamos perseguidos. Em algumas circunstâncias a perseguição torna o novo convertido mais forte, mas em outras pode levá-lo a desistir e retroceder. É sábio preparar o novo convertido para a possibilidade de perseguição e estar com ele quando ela acontecer. Ação da igreja Proteção
  • 15.  7. Superstição Fé tola, infundada sem firmeza na verdade   Existe uma tendência comum de se culpar a Deus por todas as coisas ruins que acontecem depois da conversão. Muitos novos na fé são convencidos pelos de fora de que a conversão só lhes trouxe problemas, e que, portanto não vale a pena insistir nesse caminho. Sem um irmão para protegê-lo de tais influências ele sucumbirá na fé. A bondade de Deus
  • 16.  8. Cobranças do passado Dívidas e pecados não resolvidos   É provável que haja uma série de pendências e questões não resolvidas do passado, como dívidas, conflitos e ressentimentos. O novo convertido precisa ser ajudado e orientado nessas questões. Muitos cobradores aproveitarão esse momento para pressioná-lo. Alguns poderão se sentir envergonhados e indignos de serem cristãos, abandonando assim a fé. Um processo para o futuro
  • 17.  9. Solidão Carência  Por causa de sua decisão por Cristo, o novo convertido pode ter sido abandonado por todos os seus antigos amigos e, por alguma razão ele não foi capaz de preencher o espaço com novos amigos que compartilham de sua fé. O resultado disso é uma grande solidão que pode levá-lo a se sentir ressentido e abandonado.  Comunhão
  • 18.  10. Crentes carnais Crentes carnais podem ser uma fonte de desapontamento e desencorajamento. Eles podem fazer comentários insensíveis e dar conselhos errados.  O novo convertido pensa que todo crente é maduro e capaz de ajudá-lo, mas nós sabemos que existem muitos anões espirituais. Longevidade não é sinônimo de maturidade. É triste, mas às vezes precisamos proteger um novo na fé de alguns velhos na fé.   Crentes espirituais

Notas do Editor

  1. Texte