SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
O Deus Todo-Poderoso se revelou
4º Trimestre
Ano 2017
1
Outubro
Doutrinas Fundamentais
da Igreja de Cristo
O legado da Reforma Protestante
e a importância de perseverar
no ensino dos apóstolos
Lição 01 – O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 02 – Pecado: uma realidade humana
Lição 03 – A maravilhosa e inefável graça de Deus
Lição 04 – Conhecendo o arrependimento bíblico
e frutífero
Lição 05 – É necessário nascer de novo
Lição 06 – A grande e perfeita salvação de Cristo
Jesus
Lição 07 – A ordenança do batismo em águas
Lição 08 – A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 09 – A fé que nos une a Deus e nos torna
produtivos
Lição 10 – Santificação: vontade e chamado de
Deus para nós
Lição 11 – A importância da Bíblia como única
regra de fé
Lição 12 – A necessidade do batismo com o
Espírito Santo
Lição 13 – A atualidade dos dons espirituais
Lição 14 – A bem-aventurança esperança da
Igreja
Presidente da CONEMAD/RJ - 3° Vice-presidente da CONAMAD
Presidente Catedral AD Madureira
Advogado, Bacharel em Teologia, Escritor, Articulista e Conferencista
Bispo Abner de Cássio Ferreira
❶
❷
❸
Discorrer acerca da existência
de Deus, da criação e da fé
universal;
Descrever a natureza de Deus
como Espírito, Sua bondade e
fidelidade;
Apresentar as características
do amor divino e como ele nos
é doado.
(João 4:24)
“Deus é Espírito, e importa
que os que o adoram o
adorem em espírito e em
verdade”.
Deus é Espírito,
perfeitamente bom,
que, em santo amor,
cria, sustenta e dirige o universo.
Salmos 19.1-5;7
1 Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento
anuncia a obra das suas mãos.
2 Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra
sabedoria a outra noite.
3 Sem linguagem, sem fala, ouvem-se as suas vozes
4 Em toda a extensão da terra, e as suas palavras, até ao fim
do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol,
5 Que é qual noivo que sai do seu tálamo e se alegra como
um herói a correr o seu caminho.
7 A lei do Senhor é perfeita e refrigera a alma; o testemunho
do Senhor é fiel e dá sabedoria aos símplices.
Ore para que os
jovens aprendam
mais sobre Deus,
a Bíblia e como
manterem-se
firmes em sua fé
Como cristãos, aceitamos a verdade da existência de Deus, não com
uma fé cega, mas com uma fé alicerçada nas Sagradas Escrituras, na
natureza e em Sua revelação pessoal.
Pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque
Deus lhes manifestou. (Rm 1:19)
Criacionismo Bíblico
Fundamenta-se na Bíblia Sagrada, na
manifestação silenciosa da natureza
e nas observações e estudos que dela
fazemos
A fé na existência de Deus é o ponto inicial para o
estudo da presente lição.
1.2 – Deus é autoexistente
1.3 – Deus criou tudo sem ser criado
1.1 – A criação testemunha a existência de Deus
A Bíblia nos mostra que é preciso crer na
revelação das Escrituras.
Ora, sem fé é impossível agradar-
lhe; porque é necessário que
aquele que se aproxima de Deus
creia que ele existe, e que é
galardoador dos que o buscam.
(Hb 11:6)
Alguns querem provas mais exatas, outros descreem totalmente, como
os ateus, mas nós, cristãos, não temos dúvida alguma na existência de
Deus, porque temos as Sagradas Escrituras como alicerce.
“No princípio, criou Deus os céus e a terra,” (Gn 1.1).
Os céus e a terra, e o próprio homem, são resultados
testificadores de um poder que é tanto sobre-humano quanto
sobrenatural, e isto é evidente em sua origem e preservação.
A natureza inteira dá testemunho impressionante dessa criação
universal maravilhosa e da maneira como está ordenada
Os céus declaram a
glória de Deus e o
firmamento anuncia
a obra das suas
mãos. Um dia faz
declaração a outro
dia, e uma noite
mostra sabedoria a
outra noite.
Não há linguagem
nem fala onde não se
ouça a sua voz.
Salmos 19:1-3
A declaração mais perfeita quanto a existência de Deus é dita
por Ele mesmo ao profeta Isaías:
“Antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim
nenhum haverá” (Is 43.10b).
Deus não tem princípio nem fim. Ele não precisou nascer, ou
ser formado, sempre existiu, é infinito.
Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses
a terra e o mundo, mesmo de eternidade a
eternidade, tu és Deus. (Sl 90:2)
Porém tu és o mesmo, e os teus anos nunca terão
fim. (Sl 102:27)
Seja no passado ou no futuro, Ele é eterno.
Mas, amados,
não ignoreis
uma coisa,
que um dia
para o Senhor
é como mil
anos, e mil
anos como
um dia.
(2Pedro 3:8)
Sua natureza não está sujeita à lei do tempo, porque Ele fez o
tempo existir, e o tempo é que está nEle.
Deus Criou todas as coisas existentes no universo,
inclusive, o primeiro casal.
E formou o Senhor Deus o homem do pó
da terra, e soprou em suas narinas o
fôlego da vida; e o homem foi feito alma
vivente (Gênesis 2:7)
Deus Criou muitas coisas
só com o poder da sua palavra ...
Todavia, Deus fez questão de
Fazer o homem...
Criar é uma particularidade divina. Diferente de nós, que sempre
criamos a partir de algo existente, Ele cria a partir do nada.
Tudo o que o homem
cria vem de algo que
Deus criou do nada !
Deus é
Espírito
Deus é
Bom
Deus é
Fiel
Deus vai além dos limites que imaginamos como seres
humanos. Por esse motivo, não é possível defini-Lo.
2.2 – Deus é Bom
2.3 – Deus é Fiel
2.1 – Deus é Espírito
Acerca da pessoa de Deus, Jesus declarou:
“Deus é Espírito”(Jo 4.24).
Sendo Espírito abomina os ídolos, porque estes insultam Sua
natureza invisível
Deus é Espírito perfeitamente bom. A bondade de Deus não se
mistura com o mal, nem é suscetível de alguma falha.
Entre os homens não existe uma pessoa tão
boa quanto deveria ser
Os melhores homens são bons somente em certas relações.
Deus é bom para todos, até mesmo para com Seus inimigos,
os pecadores (Sl 145.9; At 14.17).
Com Ele podemos olhar além do caos e da ruína, porque a Sua
fidelidade sempre nos trará esperança e conforto (Hb 10.23).
Assim como Deus não falha e também não muda, Ele jamais
pode ser infiel, porque a fidelidade é uma qualidade de Seu Ser.
O amor de Deus transcende nosso entendimento e razão.
A maior prova do amor de Deus é Jesus Cristo. Deus O enviou
para que descobríssemos o quanto Ele nos ama.
3.2 – Um amor que se doa
3.3 – Um amor que corrige
3.1 – O significado do amor de Deus
O amor de Deus é o atributo pelo qual Ele se inclina a buscar os
melhores interesses de Suas criaturas e a comunicar-se com elas.
Seu amor é Longânimo e não depende de obra alguma de nossa
parte. Ele nos ama porque o amor é a Sua própria essência.
Assim como existe uma mente mais alta que a nossa, existe
também um coração maior que o nosso. Deus não é
simplesmente aquele que ama. Ele é o amor em exercício.
Seu amor implica não somente em receber, mas em dar. Não é
meramente emoção, mas concessão. Dar faz parte do seu
“Ser, e não somente dar, mas dar a Si mesmo.
O amor de Deus é incondicional (Rm 5.8), mas não significa
que seja permissível, pois as Sagradas Escrituras também
revelam que Deus é Santo e Justo.
Porquanto está
escrito: Sede
santos, porque
eu sou santo.
1 Pedro 1:16
Proferirão
abundantemente
a memória da
tua grande
bondade, e
cantarão a tua
justiça.
Salmos 145:7
Deus nos disciplina e corrige para que sejamos participantes de
Sua santidade. Sua intenção é que nos tornemos santos, justos e
nos sujeitemos aos Seus padrões.
Embora a Bíblia não faça questão de provar a existência de Deus,
não há como negar que Ele não exista.
Quando olhamos para tudo o que está à nossa volta, inclusive, nós
mesmos, temos a certeza de que Deus é real, não um mito (Sl 19.1-4).
Lição 2 – Pecado: uma realidade humana
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide Teologia
Slide TeologiaSlide Teologia
Slide Teologia
valmarques
 

Mais procurados (20)

A Modestia
A ModestiaA Modestia
A Modestia
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
Eclesiologia
EclesiologiaEclesiologia
Eclesiologia
 
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
 
Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
 
Slide Teologia
Slide TeologiaSlide Teologia
Slide Teologia
 
Ceia do Senhor
Ceia do SenhorCeia do Senhor
Ceia do Senhor
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
 
1 l4 a caminho da maturidade
1 l4   a caminho da maturidade1 l4   a caminho da maturidade
1 l4 a caminho da maturidade
 
Curso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDCurso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBD
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
 
A Doutrina de Cristo
A Doutrina de CristoA Doutrina de Cristo
A Doutrina de Cristo
 

Destaque

Destaque (20)

Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoLição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
 
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus CristoLição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
 
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa JudaícaLição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoLição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
 
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIOLIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
 
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicosLição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
 
Lição 1 - A tarefa de testemunhar de Cristo
Lição 1 - A tarefa de testemunhar de CristoLição 1 - A tarefa de testemunhar de Cristo
Lição 1 - A tarefa de testemunhar de Cristo
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
 

Semelhante a Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou

CHEIOS DO ESPÍRITO.pptx
CHEIOS DO ESPÍRITO.pptxCHEIOS DO ESPÍRITO.pptx
CHEIOS DO ESPÍRITO.pptx
TalitaNeves22
 
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
antonio ferreira
 

Semelhante a Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou (20)

Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
 
Curso para novos membros
Curso para novos membrosCurso para novos membros
Curso para novos membros
 
O caráter de Deus
O caráter de DeusO caráter de Deus
O caráter de Deus
 
Discipulado
DiscipuladoDiscipulado
Discipulado
 
Assembléia de catequese 2013
Assembléia de catequese 2013Assembléia de catequese 2013
Assembléia de catequese 2013
 
O que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely Lage
O que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely LageO que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely Lage
O que Jesus espera da igreja? O poder de Deus (2ª parte) by Pr. Suely Lage
 
Declaração doutrinária
Declaração doutrináriaDeclaração doutrinária
Declaração doutrinária
 
CHEIOS DO ESPÍRITO.pptx
CHEIOS DO ESPÍRITO.pptxCHEIOS DO ESPÍRITO.pptx
CHEIOS DO ESPÍRITO.pptx
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
 
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdfETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
 
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
 
Deus e a revelação_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.
Deus e a revelação_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.Deus e a revelação_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.
Deus e a revelação_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.
 
Apostila de dons espirituais
Apostila de dons espirituaisApostila de dons espirituais
Apostila de dons espirituais
 
Princípios Doutrinários
Princípios DoutrináriosPrincípios Doutrinários
Princípios Doutrinários
 
Lição 1 - Inspiração divina e autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração divina e autoridade da BíbliaLição 1 - Inspiração divina e autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração divina e autoridade da Bíblia
 
01b paroquia imaculada
01b paroquia imaculada01b paroquia imaculada
01b paroquia imaculada
 
Manual para novos convertidos2
Manual para novos convertidos2Manual para novos convertidos2
Manual para novos convertidos2
 
Apostila do discipulado encontro das aguas
Apostila do discipulado encontro das aguasApostila do discipulado encontro das aguas
Apostila do discipulado encontro das aguas
 
Ilc
IlcIlc
Ilc
 
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefíciosAs 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 2B - O Espíritu Santo - Dons e benefícios
 

Mais de Éder Tomé

Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Éder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
 
Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
 
Lição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorLição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus Criador
 
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 

Último (7)

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 

Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou

  • 1. O Deus Todo-Poderoso se revelou
  • 2. 4º Trimestre Ano 2017 1 Outubro Doutrinas Fundamentais da Igreja de Cristo O legado da Reforma Protestante e a importância de perseverar no ensino dos apóstolos
  • 3. Lição 01 – O Deus Todo-Poderoso se revelou Lição 02 – Pecado: uma realidade humana Lição 03 – A maravilhosa e inefável graça de Deus Lição 04 – Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero Lição 05 – É necessário nascer de novo Lição 06 – A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus Lição 07 – A ordenança do batismo em águas Lição 08 – A ordenança da Ceia do Senhor Lição 09 – A fé que nos une a Deus e nos torna produtivos Lição 10 – Santificação: vontade e chamado de Deus para nós Lição 11 – A importância da Bíblia como única regra de fé Lição 12 – A necessidade do batismo com o Espírito Santo Lição 13 – A atualidade dos dons espirituais Lição 14 – A bem-aventurança esperança da Igreja
  • 4. Presidente da CONEMAD/RJ - 3° Vice-presidente da CONAMAD Presidente Catedral AD Madureira Advogado, Bacharel em Teologia, Escritor, Articulista e Conferencista Bispo Abner de Cássio Ferreira
  • 5. ❶ ❷ ❸ Discorrer acerca da existência de Deus, da criação e da fé universal; Descrever a natureza de Deus como Espírito, Sua bondade e fidelidade; Apresentar as características do amor divino e como ele nos é doado.
  • 6. (João 4:24) “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”.
  • 7. Deus é Espírito, perfeitamente bom, que, em santo amor, cria, sustenta e dirige o universo.
  • 8. Salmos 19.1-5;7 1 Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. 2 Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite. 3 Sem linguagem, sem fala, ouvem-se as suas vozes 4 Em toda a extensão da terra, e as suas palavras, até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol, 5 Que é qual noivo que sai do seu tálamo e se alegra como um herói a correr o seu caminho. 7 A lei do Senhor é perfeita e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel e dá sabedoria aos símplices.
  • 9. Ore para que os jovens aprendam mais sobre Deus, a Bíblia e como manterem-se firmes em sua fé
  • 10. Como cristãos, aceitamos a verdade da existência de Deus, não com uma fé cega, mas com uma fé alicerçada nas Sagradas Escrituras, na natureza e em Sua revelação pessoal. Pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. (Rm 1:19)
  • 11. Criacionismo Bíblico Fundamenta-se na Bíblia Sagrada, na manifestação silenciosa da natureza e nas observações e estudos que dela fazemos
  • 12.
  • 13. A fé na existência de Deus é o ponto inicial para o estudo da presente lição. 1.2 – Deus é autoexistente 1.3 – Deus criou tudo sem ser criado 1.1 – A criação testemunha a existência de Deus
  • 14. A Bíblia nos mostra que é preciso crer na revelação das Escrituras. Ora, sem fé é impossível agradar- lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. (Hb 11:6)
  • 15. Alguns querem provas mais exatas, outros descreem totalmente, como os ateus, mas nós, cristãos, não temos dúvida alguma na existência de Deus, porque temos as Sagradas Escrituras como alicerce. “No princípio, criou Deus os céus e a terra,” (Gn 1.1).
  • 16. Os céus e a terra, e o próprio homem, são resultados testificadores de um poder que é tanto sobre-humano quanto sobrenatural, e isto é evidente em sua origem e preservação.
  • 17. A natureza inteira dá testemunho impressionante dessa criação universal maravilhosa e da maneira como está ordenada Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite. Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz. Salmos 19:1-3
  • 18. A declaração mais perfeita quanto a existência de Deus é dita por Ele mesmo ao profeta Isaías: “Antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá” (Is 43.10b).
  • 19. Deus não tem princípio nem fim. Ele não precisou nascer, ou ser formado, sempre existiu, é infinito. Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus. (Sl 90:2) Porém tu és o mesmo, e os teus anos nunca terão fim. (Sl 102:27)
  • 20. Seja no passado ou no futuro, Ele é eterno. Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. (2Pedro 3:8) Sua natureza não está sujeita à lei do tempo, porque Ele fez o tempo existir, e o tempo é que está nEle.
  • 21. Deus Criou todas as coisas existentes no universo, inclusive, o primeiro casal. E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente (Gênesis 2:7) Deus Criou muitas coisas só com o poder da sua palavra ... Todavia, Deus fez questão de Fazer o homem...
  • 22. Criar é uma particularidade divina. Diferente de nós, que sempre criamos a partir de algo existente, Ele cria a partir do nada. Tudo o que o homem cria vem de algo que Deus criou do nada !
  • 24. Deus vai além dos limites que imaginamos como seres humanos. Por esse motivo, não é possível defini-Lo. 2.2 – Deus é Bom 2.3 – Deus é Fiel 2.1 – Deus é Espírito
  • 25. Acerca da pessoa de Deus, Jesus declarou: “Deus é Espírito”(Jo 4.24). Sendo Espírito abomina os ídolos, porque estes insultam Sua natureza invisível
  • 26.
  • 27. Deus é Espírito perfeitamente bom. A bondade de Deus não se mistura com o mal, nem é suscetível de alguma falha.
  • 28. Entre os homens não existe uma pessoa tão boa quanto deveria ser
  • 29. Os melhores homens são bons somente em certas relações.
  • 30. Deus é bom para todos, até mesmo para com Seus inimigos, os pecadores (Sl 145.9; At 14.17).
  • 31. Com Ele podemos olhar além do caos e da ruína, porque a Sua fidelidade sempre nos trará esperança e conforto (Hb 10.23). Assim como Deus não falha e também não muda, Ele jamais pode ser infiel, porque a fidelidade é uma qualidade de Seu Ser.
  • 32.
  • 33. O amor de Deus transcende nosso entendimento e razão. A maior prova do amor de Deus é Jesus Cristo. Deus O enviou para que descobríssemos o quanto Ele nos ama. 3.2 – Um amor que se doa 3.3 – Um amor que corrige 3.1 – O significado do amor de Deus
  • 34. O amor de Deus é o atributo pelo qual Ele se inclina a buscar os melhores interesses de Suas criaturas e a comunicar-se com elas. Seu amor é Longânimo e não depende de obra alguma de nossa parte. Ele nos ama porque o amor é a Sua própria essência.
  • 35. Assim como existe uma mente mais alta que a nossa, existe também um coração maior que o nosso. Deus não é simplesmente aquele que ama. Ele é o amor em exercício.
  • 36. Seu amor implica não somente em receber, mas em dar. Não é meramente emoção, mas concessão. Dar faz parte do seu “Ser, e não somente dar, mas dar a Si mesmo.
  • 37. O amor de Deus é incondicional (Rm 5.8), mas não significa que seja permissível, pois as Sagradas Escrituras também revelam que Deus é Santo e Justo. Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo. 1 Pedro 1:16 Proferirão abundantemente a memória da tua grande bondade, e cantarão a tua justiça. Salmos 145:7
  • 38. Deus nos disciplina e corrige para que sejamos participantes de Sua santidade. Sua intenção é que nos tornemos santos, justos e nos sujeitemos aos Seus padrões.
  • 39. Embora a Bíblia não faça questão de provar a existência de Deus, não há como negar que Ele não exista. Quando olhamos para tudo o que está à nossa volta, inclusive, nós mesmos, temos a certeza de que Deus é real, não um mito (Sl 19.1-4).
  • 40. Lição 2 – Pecado: uma realidade humana