SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
Tigres
Asiáticos
Histórico
 A partir da década de 1980, alguns
países do Pacífico começaram a
apresentar altos índices de crescimento
mundial e interferência no mercado
mundial, sendo por isso designados tigres
asiáticos.
 O termo lembra agressividade e é
exatamente essa a característica
fundamental desses países.
Eles utilizaram estratégia
arrojada de atração de
capital estrangeiro - apoiada
na mão-de-obra barata e
disciplinada, na isenção de
impostos e nos baixos custos
de instalação de empresas.
 A imensa e ininterrupta expansão da
economia japonesa foi decisiva para
criar um dinâmico mercado em toda a
área circundante do Pacifico. O Japão
atuou não só como estímulo, mas
também como exemplo.
 Atualmente o Japão tem uma economia
supercompetitiva que está enfrentando a
União Européia e os Estados Unidos.
 O crescimento mais marcante foi o
apresentado pela Coréia do Sul, um dos
mais pobres países em desenvolvimento
na década de 1960 que se transformou
numa nação semi-industrializada de
renda média.
 O progresso de Taiwan seguiu o mesmo
rumo.
 Os Tigres compartilham muitas
características com outras economias
asiáticas, como Japão e China. Iniciaram
o que passou a ser visto como uma
particular aproximação asiática do
desenvolvimento econômico.
Arranha-céus de Hong Kong
Singapura
Taiwan
Coréia do Sul
 Com o tempo, o termo Tigre tornou-se
sinônimo de nação que alcançou o
crescimento com um modelo econômico
voltado para exportação.
Recentemente, nações do Sudeste
asiático, como Indonésia, Malásia,
Filipinas e Tailândia também passaram a
ser consideradas Tigres.
 Alguns desses países estavam na década
de 1960 com indicadores sociais
semelhantes a de países africanos
altamente estagnados; as principais
transformações basearam-se em acesso
à educação e criação de infra-estrutura
de transportes (fundamental para a
exportação competitiva).
 Eles encaram a educação como um
meio de aumentar a produtividade.
 Os países melhoraram o sistema
educacional em todos os níveis,
assegurando que toda criança freqüente
o ensino fundamental e o ensino médio.
Também investiu-se na melhoria do
sistema universitário.
 Como os Tigres eram relativamente
pobres durante a década de 1960,
tinham abundância de mão-de-obra
barata. Juntamente com a reforma
educacional eles conseguiram aproveitar
essa vantagem, criando uma força de
trabalho de baixo custo, mas muito
produtivo.
Fatores do
Desenvolvimento
 Além de um sério planejamento
econômico, outros fatores favoreceram o
desenvolvimento destes países:
 Investimento de capital estrangeiro;
 Exploração da força de trabalho,
relativamente barata, que compensava
a falta de matérias-primas as férias são
muito reduzidas, a jornada de trabalho
elevada;
Fatores do
Desenvolvimento
Distribuição mais equilibrada de
renda em relação a outros países
capitalistas;
Economias voltadas
fundamentalmente para o
mercado externo;
Ética confucionista - estabelece um
modelo socioeconômico que
enfatiza o equilíbrio social, a
consciência de grupo, a hierarquia,
a disciplina e o nacionalismo. As
confucionismo
 O confucionismo é um sistema filosófico
chinês criado por Kung-Fu-Tzu (Confúcio).
 Entre as preocupações do
confucionismo estão a moral, a política, a
pedagogia e a religião. Conhecida pelos
chineses como Junchaio (ensinamentos
dos sábios).
Confúcio
Confúcio e seus estudantes,
imagem da Dinastia Ming
Crítica ao modelo
exportador
Uma das principais críticas
ao sistema econômico dos
Tigres é o foco exclusivo na
exportação, deixando de
lado a importação. Com
isso, essas economias
tornam-se extremamente
dependentes da saúde
China
 Com dimensões continentais, a China é o
3° maior país da Terra, ficando atrás
somente da Rússia e do Canadá.
 Mas o grande destaque da China é a sua
gigantesca população, a maior do
globo. Em cada cinco habitantes da
Terra, um é chinês.
China
Atualmente, porém, o crescimento
demográfico é de apenas 1% ao
ano, impressionante acréscimo
anual de 10 milhões de pessoas ao
contingente populacional.
Um dos mais sérios problemas
chineses - a questão populacional -
parece estar sendo resolvido. O
fenômeno da fome e da
subnutrição sempre esteve na
longa história chinesa, uma das
ZEEs
 Zonas Econômicas Especiais (ZEEs): áreas
no litoral da china, que englobam hong-
kong, que são capitalistas e abertas para
investimentos estrangeiros, essas áreas
são responsáveis pelo grande
crescimento econômico chinês.
ZEEs
 A necessidade de reformar a economia
chinesa e alterar as condições sociais no
país fez com que a China se estruturasse
na esfera econômica.
 Desde o final dos anos 70, a China adota
uma crescente liberalização da
economia, concentrada em Zonas
Econômicas Especiais (ZEEs).
ZEEs
Esta abertura progressiva,
no entanto, foi cautelosa.
As autoridades escolheram
a região sul do país,
deixando o “coração” da
China, o norte e o centro
isolados das influências ou
“contágios” que se viessem
ZEEs
 As ZEEs foram criadas para acabar com a
estagnação econômica que atingia os
países socialistas e os afastavam do nível
de desenvolvimento do capitalismo;
 São espaços territoriais onde foram
concedidas condições especiais para a
fixação de capitais estrangeiros;
ZEEs
Com o objetivo de atrair capital
externo, expandir as
exportações, receber novas
tecnologias e absorver métodos
ocidentais de administração,
essa iniciativa contribuiu para
alavancar o desenvolvimento
econômico e tecnológico, além
de fortalecer a inserção do país
ZEEs
 Essas ZEEs localizam-se em áreas
litorâneas, estabelecendo-se medidas
semelhantes às adotadas nos Tigres
Asiáticos:
- baixos impostos;
- isenção total para a implantação de
máquinas e equipamentos industriais;
- facilidades para a remessa de lucros ao
exterior.
ZEEs
Além disso, as empresas que nelas
se instalam podem estabelecer os
seus próprios planos de
desenvolvimento, desde que
consigam encontrar fundos para tal
e contam com a mão-de-obra
mais barata do mundo, o que torna
os preços dos produtos imbatíveis
no mercado internacional. As
conseqüências dessas medidas
foram altas taxas de crescimento e
ZEEs
 As ZEEs fizeram aparecer os primeiros
traços capitalistas na China comunista.
Uma China já em fase de transição para
o que oficialmente se designava por
“uma economia socialista de mercado”.
Abertura só para o
comércio!
O principal problema do modelo
chinês é o fato de a abertura
econômica não ter sido
acompanhada pela abertura
política.
A liberdade de mercado não foi
estendida às outras instâncias da
vida social. Ainda é vedada à
sociedade chinesa a liberdade
cultural, de organização sindical,
de expressão e comunicação.
Muralha China
Muralha da China
 A chamada Muralha da China, ou
Grande Muralha, é uma impressionante
estrutura de arquitetura militar construída
durante a China Imperial.
 Com aproximadamente três mil
quilômetros de extensão, a sua função
era a de conter as constantes invasões
dos povos ao Norte.
Muralha da China
 O desenho e a construção da Grande
Muralha são um reflexo fiel da sabedoria
dos estrategistas e construtores daqueles
tempos.
 Aproveitando o relevo, nas partes mais
altas foram construídas torres, onde
ficavam os atalayas que tinham por
função servir como um alarme a possíveis
ataques.
Muralha da China
 A Grande Muralha da China era um
mecanismo de autodefesa antigo, e é
formada de muros, passagens, fortalezas
e torres. A Grande Muralha passa por
cadeias de montanhas, atravessa
desertos. Passando por desfiladeiros
estrategicamente importantes e difíceis
para acessar, ela foi construída
aproveitando-se as características
geográficas das montanhas.
Muralha da China
 Embora seja comum a idéia de que se
trata de uma única estrutura, na
realidade consiste em diversas muralhas,
construídas por várias dinastias ao longo
de cerca de dois milênios.
 Se, no passado, a sua função foi
essencialmente defensiva, no presente
constitui um símbolo da China e uma
procurada atração turística.
Curiosidades
Afirma-se que a Grande Muralha é
a única estrutura construída pelo
Homem a ser vista da Lua. Isso,
porém não é verdade;
Acredita-se que os trabalhos na
muralha ocuparam a mão-de-obra
de cerca de um milhão de homens;
Calcula-se que a Grande Muralha
tenha empregado cerca de
trezentos milhões de metros cúbicos
de material, o suficiente para
Curiosidades
 A Muralha da China após concurso
informal internacional em 2007, foi
considerada uma das Novas Sete
Maravilhas do Mundo.
 Hoje a China é o país mais industrializado
do sul, lugar que era ocupado pelo Brasil
nos anos 80, e pode se tornar uma das
maiores potências econômica, política e
militar do mundo.
Curiosidades
 Apesar de ocupar o sexto lugar na
economia mundial, devido à densidade
demográfica tão elevada 1,3 bilhões de
habitantes, os indicadores sociais se
assemelham ao dos países do sul;
 A população passa por problemas como:
desnutrição, grande número da
população vive no campo e há elevado
índice de mortalidade infantil.
Galeria de fotos
Galeria de fotos
Galeria de fotos
Galeria de fotos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tigres asiaticos
Tigres asiaticosTigres asiaticos
Tigres asiaticos
Marta Silva
 
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticosCap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
Acácio Netto
 
Japão e Tigres Asiáticos
Japão e Tigres AsiáticosJapão e Tigres Asiáticos
Japão e Tigres Asiáticos
TI Medianeira
 
Ásia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres Asiáticos
Ásia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres AsiáticosÁsia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres Asiáticos
Ásia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres Asiáticos
Gerson Francisco de Moraes
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
flaviocosac
 

Mais procurados (20)

Tigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e JapãoTigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e Japão
 
Tigres asiáticos aula 9o ano Ensino Fundamental
Tigres asiáticos aula 9o ano Ensino FundamentalTigres asiáticos aula 9o ano Ensino Fundamental
Tigres asiáticos aula 9o ano Ensino Fundamental
 
Tigres asiaticos
Tigres asiaticosTigres asiaticos
Tigres asiaticos
 
Tigres asiáticos e novos Tigres
Tigres asiáticos e novos Tigres  Tigres asiáticos e novos Tigres
Tigres asiáticos e novos Tigres
 
Tigres Asiáticos
Tigres AsiáticosTigres Asiáticos
Tigres Asiáticos
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
 
Industrialização Tigres Asiáticos e Japão
Industrialização Tigres Asiáticos e JapãoIndustrialização Tigres Asiáticos e Japão
Industrialização Tigres Asiáticos e Japão
 
Os tigres asiáticos
Os tigres asiáticosOs tigres asiáticos
Os tigres asiáticos
 
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticosCap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
 
Japão e Tigres Asiáticos
Japão e Tigres AsiáticosJapão e Tigres Asiáticos
Japão e Tigres Asiáticos
 
9º ano - O sudeste asiático
9º ano - O sudeste asiático9º ano - O sudeste asiático
9º ano - O sudeste asiático
 
Ásia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres Asiáticos
Ásia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres AsiáticosÁsia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres Asiáticos
Ásia: Clima e Vegetação. Japão e Tigres Asiáticos
 
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
 
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliatoChina – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
 
Aula japão
Aula japãoAula japão
Aula japão
 
Aula CHINA 3° ANO SARTRE
Aula CHINA 3° ANO SARTREAula CHINA 3° ANO SARTRE
Aula CHINA 3° ANO SARTRE
 
China
ChinaChina
China
 
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
 
Prof Demétrio Melo - Geografia Regional: China - espaço e produção
Prof Demétrio Melo - Geografia Regional: China - espaço e produçãoProf Demétrio Melo - Geografia Regional: China - espaço e produção
Prof Demétrio Melo - Geografia Regional: China - espaço e produção
 

Semelhante a Tigres asiáticos china 9B

Extremo Oriente Economia
Extremo Oriente EconomiaExtremo Oriente Economia
Extremo Oriente Economia
Paticx
 
Apostila geografia china
Apostila geografia chinaApostila geografia china
Apostila geografia china
Fernando Colih
 
TCD GEOGRAFIA DO MUNDO II
TCD GEOGRAFIA DO MUNDO IITCD GEOGRAFIA DO MUNDO II
TCD GEOGRAFIA DO MUNDO II
Rodrigo Lopes
 
A nova china
A nova chinaA nova china
A nova china
Professor
 
201110 retrato socio económico dos países asiáticos
201110 retrato socio económico dos países asiáticos201110 retrato socio económico dos países asiáticos
201110 retrato socio económico dos países asiáticos
Miguel Crespo
 

Semelhante a Tigres asiáticos china 9B (20)

Histórico da china
Histórico da chinaHistórico da china
Histórico da china
 
Como a china promoveu seu desenvolvimento econômico
Como a china promoveu seu desenvolvimento econômicoComo a china promoveu seu desenvolvimento econômico
Como a china promoveu seu desenvolvimento econômico
 
China exemplo de desenvolvimento nacional autônomo
China exemplo de desenvolvimento nacional autônomoChina exemplo de desenvolvimento nacional autônomo
China exemplo de desenvolvimento nacional autônomo
 
China
ChinaChina
China
 
China
ChinaChina
China
 
Extremo Oriente Economia
Extremo Oriente EconomiaExtremo Oriente Economia
Extremo Oriente Economia
 
aelh1215_china.pptx
aelh1215_china.pptxaelh1215_china.pptx
aelh1215_china.pptx
 
Afirmação da China.pptx
Afirmação da China.pptxAfirmação da China.pptx
Afirmação da China.pptx
 
A CHINA DO SÉCULO XXI
A CHINA DO SÉCULO XXIA CHINA DO SÉCULO XXI
A CHINA DO SÉCULO XXI
 
Apostila geografia china
Apostila geografia chinaApostila geografia china
Apostila geografia china
 
áSia mostra ao brasil os caminhos do desenvolvimento
áSia mostra ao brasil os caminhos do desenvolvimentoáSia mostra ao brasil os caminhos do desenvolvimento
áSia mostra ao brasil os caminhos do desenvolvimento
 
TCD GEOGRAFIA DO MUNDO II
TCD GEOGRAFIA DO MUNDO IITCD GEOGRAFIA DO MUNDO II
TCD GEOGRAFIA DO MUNDO II
 
Aula 17 china
Aula 17   chinaAula 17   china
Aula 17 china
 
A nova china
A nova chinaA nova china
A nova china
 
201110 retrato socio económico dos países asiáticos
201110 retrato socio económico dos países asiáticos201110 retrato socio económico dos países asiáticos
201110 retrato socio económico dos países asiáticos
 
AULA 2 - TEORIAS DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO.ppt
AULA 2 - TEORIAS DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO.pptAULA 2 - TEORIAS DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO.ppt
AULA 2 - TEORIAS DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO.ppt
 
A expansão chinesa na África: o desafio do crescimento e a nova face do imper...
A expansão chinesa na África: o desafio do crescimento e a nova face do imper...A expansão chinesa na África: o desafio do crescimento e a nova face do imper...
A expansão chinesa na África: o desafio do crescimento e a nova face do imper...
 
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
 
Modulo 09 - A nova China
Modulo 09 - A nova ChinaModulo 09 - A nova China
Modulo 09 - A nova China
 
Dicas china camara
Dicas china camaraDicas china camara
Dicas china camara
 

Mais de Nádya Dixon (11)

Política do filho único- 9B
Política do filho único- 9BPolítica do filho único- 9B
Política do filho único- 9B
 
Asia aspectos naturais - 9B
Asia aspectos naturais - 9BAsia aspectos naturais - 9B
Asia aspectos naturais - 9B
 
Guerra fria parte 2 - geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 2 -  geografia , 9° ano BGuerra fria parte 2 -  geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 2 - geografia , 9° ano B
 
Guerra fria parte 1 - geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 1 -  geografia , 9° ano BGuerra fria parte 1 -  geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 1 - geografia , 9° ano B
 
Aquecimento global 2 9°B
Aquecimento global 2 9°BAquecimento global 2 9°B
Aquecimento global 2 9°B
 
Aquecimento global 9B
Aquecimento global 9BAquecimento global 9B
Aquecimento global 9B
 
Petróleo - Slides de geografia - 9°B
Petróleo  - Slides de geografia - 9°BPetróleo  - Slides de geografia - 9°B
Petróleo - Slides de geografia - 9°B
 
Agua - Slides de geografia - 9°B
Agua - Slides de geografia - 9°BAgua - Slides de geografia - 9°B
Agua - Slides de geografia - 9°B
 
Guerra fria- oitavo ano
Guerra fria- oitavo anoGuerra fria- oitavo ano
Guerra fria- oitavo ano
 
Globalização parte 2
Globalização   parte 2Globalização   parte 2
Globalização parte 2
 
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de GeografiaGlobalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
Globalizacao - Slides 8° ano C ara prova de Geografia
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 

Tigres asiáticos china 9B

  • 2. Histórico  A partir da década de 1980, alguns países do Pacífico começaram a apresentar altos índices de crescimento mundial e interferência no mercado mundial, sendo por isso designados tigres asiáticos.  O termo lembra agressividade e é exatamente essa a característica fundamental desses países.
  • 3. Eles utilizaram estratégia arrojada de atração de capital estrangeiro - apoiada na mão-de-obra barata e disciplinada, na isenção de impostos e nos baixos custos de instalação de empresas.
  • 4.  A imensa e ininterrupta expansão da economia japonesa foi decisiva para criar um dinâmico mercado em toda a área circundante do Pacifico. O Japão atuou não só como estímulo, mas também como exemplo.  Atualmente o Japão tem uma economia supercompetitiva que está enfrentando a União Européia e os Estados Unidos.
  • 5.  O crescimento mais marcante foi o apresentado pela Coréia do Sul, um dos mais pobres países em desenvolvimento na década de 1960 que se transformou numa nação semi-industrializada de renda média.  O progresso de Taiwan seguiu o mesmo rumo.
  • 6.  Os Tigres compartilham muitas características com outras economias asiáticas, como Japão e China. Iniciaram o que passou a ser visto como uma particular aproximação asiática do desenvolvimento econômico.
  • 11.  Com o tempo, o termo Tigre tornou-se sinônimo de nação que alcançou o crescimento com um modelo econômico voltado para exportação. Recentemente, nações do Sudeste asiático, como Indonésia, Malásia, Filipinas e Tailândia também passaram a ser consideradas Tigres.
  • 12.  Alguns desses países estavam na década de 1960 com indicadores sociais semelhantes a de países africanos altamente estagnados; as principais transformações basearam-se em acesso à educação e criação de infra-estrutura de transportes (fundamental para a exportação competitiva).
  • 13.  Eles encaram a educação como um meio de aumentar a produtividade.  Os países melhoraram o sistema educacional em todos os níveis, assegurando que toda criança freqüente o ensino fundamental e o ensino médio. Também investiu-se na melhoria do sistema universitário.
  • 14.  Como os Tigres eram relativamente pobres durante a década de 1960, tinham abundância de mão-de-obra barata. Juntamente com a reforma educacional eles conseguiram aproveitar essa vantagem, criando uma força de trabalho de baixo custo, mas muito produtivo.
  • 15. Fatores do Desenvolvimento  Além de um sério planejamento econômico, outros fatores favoreceram o desenvolvimento destes países:  Investimento de capital estrangeiro;  Exploração da força de trabalho, relativamente barata, que compensava a falta de matérias-primas as férias são muito reduzidas, a jornada de trabalho elevada;
  • 16. Fatores do Desenvolvimento Distribuição mais equilibrada de renda em relação a outros países capitalistas; Economias voltadas fundamentalmente para o mercado externo; Ética confucionista - estabelece um modelo socioeconômico que enfatiza o equilíbrio social, a consciência de grupo, a hierarquia, a disciplina e o nacionalismo. As
  • 17. confucionismo  O confucionismo é um sistema filosófico chinês criado por Kung-Fu-Tzu (Confúcio).  Entre as preocupações do confucionismo estão a moral, a política, a pedagogia e a religião. Conhecida pelos chineses como Junchaio (ensinamentos dos sábios).
  • 19. Confúcio e seus estudantes, imagem da Dinastia Ming
  • 20. Crítica ao modelo exportador Uma das principais críticas ao sistema econômico dos Tigres é o foco exclusivo na exportação, deixando de lado a importação. Com isso, essas economias tornam-se extremamente dependentes da saúde
  • 21. China  Com dimensões continentais, a China é o 3° maior país da Terra, ficando atrás somente da Rússia e do Canadá.  Mas o grande destaque da China é a sua gigantesca população, a maior do globo. Em cada cinco habitantes da Terra, um é chinês.
  • 22. China Atualmente, porém, o crescimento demográfico é de apenas 1% ao ano, impressionante acréscimo anual de 10 milhões de pessoas ao contingente populacional. Um dos mais sérios problemas chineses - a questão populacional - parece estar sendo resolvido. O fenômeno da fome e da subnutrição sempre esteve na longa história chinesa, uma das
  • 23. ZEEs  Zonas Econômicas Especiais (ZEEs): áreas no litoral da china, que englobam hong- kong, que são capitalistas e abertas para investimentos estrangeiros, essas áreas são responsáveis pelo grande crescimento econômico chinês.
  • 24. ZEEs  A necessidade de reformar a economia chinesa e alterar as condições sociais no país fez com que a China se estruturasse na esfera econômica.  Desde o final dos anos 70, a China adota uma crescente liberalização da economia, concentrada em Zonas Econômicas Especiais (ZEEs).
  • 25. ZEEs Esta abertura progressiva, no entanto, foi cautelosa. As autoridades escolheram a região sul do país, deixando o “coração” da China, o norte e o centro isolados das influências ou “contágios” que se viessem
  • 26. ZEEs  As ZEEs foram criadas para acabar com a estagnação econômica que atingia os países socialistas e os afastavam do nível de desenvolvimento do capitalismo;  São espaços territoriais onde foram concedidas condições especiais para a fixação de capitais estrangeiros;
  • 27. ZEEs Com o objetivo de atrair capital externo, expandir as exportações, receber novas tecnologias e absorver métodos ocidentais de administração, essa iniciativa contribuiu para alavancar o desenvolvimento econômico e tecnológico, além de fortalecer a inserção do país
  • 28. ZEEs  Essas ZEEs localizam-se em áreas litorâneas, estabelecendo-se medidas semelhantes às adotadas nos Tigres Asiáticos: - baixos impostos; - isenção total para a implantação de máquinas e equipamentos industriais; - facilidades para a remessa de lucros ao exterior.
  • 29. ZEEs Além disso, as empresas que nelas se instalam podem estabelecer os seus próprios planos de desenvolvimento, desde que consigam encontrar fundos para tal e contam com a mão-de-obra mais barata do mundo, o que torna os preços dos produtos imbatíveis no mercado internacional. As conseqüências dessas medidas foram altas taxas de crescimento e
  • 30. ZEEs  As ZEEs fizeram aparecer os primeiros traços capitalistas na China comunista. Uma China já em fase de transição para o que oficialmente se designava por “uma economia socialista de mercado”.
  • 31. Abertura só para o comércio! O principal problema do modelo chinês é o fato de a abertura econômica não ter sido acompanhada pela abertura política. A liberdade de mercado não foi estendida às outras instâncias da vida social. Ainda é vedada à sociedade chinesa a liberdade cultural, de organização sindical, de expressão e comunicação.
  • 33. Muralha da China  A chamada Muralha da China, ou Grande Muralha, é uma impressionante estrutura de arquitetura militar construída durante a China Imperial.  Com aproximadamente três mil quilômetros de extensão, a sua função era a de conter as constantes invasões dos povos ao Norte.
  • 34. Muralha da China  O desenho e a construção da Grande Muralha são um reflexo fiel da sabedoria dos estrategistas e construtores daqueles tempos.  Aproveitando o relevo, nas partes mais altas foram construídas torres, onde ficavam os atalayas que tinham por função servir como um alarme a possíveis ataques.
  • 35. Muralha da China  A Grande Muralha da China era um mecanismo de autodefesa antigo, e é formada de muros, passagens, fortalezas e torres. A Grande Muralha passa por cadeias de montanhas, atravessa desertos. Passando por desfiladeiros estrategicamente importantes e difíceis para acessar, ela foi construída aproveitando-se as características geográficas das montanhas.
  • 36. Muralha da China  Embora seja comum a idéia de que se trata de uma única estrutura, na realidade consiste em diversas muralhas, construídas por várias dinastias ao longo de cerca de dois milênios.  Se, no passado, a sua função foi essencialmente defensiva, no presente constitui um símbolo da China e uma procurada atração turística.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40. Curiosidades Afirma-se que a Grande Muralha é a única estrutura construída pelo Homem a ser vista da Lua. Isso, porém não é verdade; Acredita-se que os trabalhos na muralha ocuparam a mão-de-obra de cerca de um milhão de homens; Calcula-se que a Grande Muralha tenha empregado cerca de trezentos milhões de metros cúbicos de material, o suficiente para
  • 41. Curiosidades  A Muralha da China após concurso informal internacional em 2007, foi considerada uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo.  Hoje a China é o país mais industrializado do sul, lugar que era ocupado pelo Brasil nos anos 80, e pode se tornar uma das maiores potências econômica, política e militar do mundo.
  • 42. Curiosidades  Apesar de ocupar o sexto lugar na economia mundial, devido à densidade demográfica tão elevada 1,3 bilhões de habitantes, os indicadores sociais se assemelham ao dos países do sul;  A população passa por problemas como: desnutrição, grande número da população vive no campo e há elevado índice de mortalidade infantil.