SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Trabalho de Ciências da Natureza


     Ilha da
    Berlenga
                     Elaborado por:
                     Carolina
                     Nº6 5ºE
Introdução
 Principalilha do Arquipélago das
  Berlengas (Peniche)
 Fica a aproximadamente 13Km
  do porto de Peniche
 É a única ilha do arquipélago
  “habitada”
 Tem várias espécies um pouco
  raras
Flora
             Morrião
Chorão
             Azul




Arméria
Berleng     Malmequer
            --Amarelo
-ensis
Arméria Berlengensis
Esta planta tem como
cor da flor um rosa
esbranquiçado. Esta
planta encontra-se na
ilha principal e é
bastante comum nos
Farilhões. É um sub-
arbusto com
aproximadamente
40 cm de diâmetro e a
sua floração é entre os
meses de Abril e Maio.
Esta planta nasce nas
rochas graníticas.
Fauna
          Gaivota d’asa
          escura



Coelho-
bravo




                      Airo




   Cagarra
Corvo
marinho de
crista         Lagartixa
               de
               Bocage




                           Sardão




             Rato-
             Preto
     Gaivota
     de pata
     amarela
Airo
O Airo é a imagem de
marca das
Berlengas, fazendo
parte do seu “brasão”.
Parece um pinguim e
em adulto atinge os
46cm. Alimenta-se no
mar alto de peixes e
outros animais
marinhos, que captura
com o
bico, mergulhando até
uma profundidade de
60 metros.
Conseguem manter-
se debaixo de
água, sustendo a
respiração, por mais
Gaivota de pata amarela
Entre 2009 e 2010 foram
detetadas 9 752 destas aves
em território português. A
gaivota de pata amarela é
uma espécie oportunista com
grande capacidade para se
adaptar a tudo, utilizando
quase todo o tipo de
alimentos. Tem um elevado
potencial reprodutor, pelo
que facilmente atinge
proporções de praga, como
no caso da Ilha da Berlenga.
Nesta ilha, há muitas
espécies em extinção por
causa destas gaivotas.
Alimenta-se de várias
espécies de lagartos e de
peixe na superfície da água.
Gaivota D’asa Escura
A Gaivota D’asa Escura
é muito abundante no
nosso País durante o
Inverno, quando as
populações do Norte da
Europa migram para
Sul. Neste período pode
ser mesmo considerada
a ave marinha mais
comum e mais
distribuída na nossa
costa. Alimenta-se de
várias espécies de
lagartos e de peixe na
superfície da água.
Fim

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzCatir
 
Factores Abióticos
Factores AbióticosFactores Abióticos
Factores AbióticosSérgio Luiz
 
Climatologia - Aula 2
Climatologia  - Aula 2Climatologia  - Aula 2
Climatologia - Aula 2marciotecsoma
 
Factores abióticos - luz
Factores abióticos - luzFactores abióticos - luz
Factores abióticos - luzCatir
 
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adrianaCheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana8_c_clube
 
Dinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º GeografiaDinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º GeografiaVictor Veiga
 
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa VicentinaParque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa VicentinaPedro Peixoto
 
Estuário do tejo
Estuário do tejoEstuário do tejo
Estuário do tejoinesserafim
 
Desflorestação kelson
Desflorestação kelsonDesflorestação kelson
Desflorestação kelsonMayjö .
 
03factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp02
03factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp0203factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp02
03factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp02Pelo Siro
 
As Serras
As SerrasAs Serras
As Serraspaula66
 
Carta de foral
Carta de foralCarta de foral
Carta de foralLaboreiro
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicasIsabel Lopes
 
Infra-estruturas Portuarias
Infra-estruturas PortuariasInfra-estruturas Portuarias
Infra-estruturas PortuariasPOL9
 

Mais procurados (20)

Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
 
Factores Abióticos
Factores AbióticosFactores Abióticos
Factores Abióticos
 
Climatologia - Aula 2
Climatologia  - Aula 2Climatologia  - Aula 2
Climatologia - Aula 2
 
Factores abióticos - luz
Factores abióticos - luzFactores abióticos - luz
Factores abióticos - luz
 
Ciencias naturais 3
Ciencias naturais 3Ciencias naturais 3
Ciencias naturais 3
 
Forma Do Corpo
Forma Do CorpoForma Do Corpo
Forma Do Corpo
 
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adrianaCheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
 
Dinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º GeografiaDinâmica do litoral - 7º Geografia
Dinâmica do litoral - 7º Geografia
 
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa VicentinaParque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
 
Fatores abioticos
Fatores abioticosFatores abioticos
Fatores abioticos
 
Serra da freita
Serra da freitaSerra da freita
Serra da freita
 
Estuário do tejo
Estuário do tejoEstuário do tejo
Estuário do tejo
 
Desflorestação kelson
Desflorestação kelsonDesflorestação kelson
Desflorestação kelson
 
03factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp02
03factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp0203factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp02
03factoresabiticoshumidadepluviosidadetc20102011 110116161959-phpapp02
 
As Serras
As SerrasAs Serras
As Serras
 
Resumos 8 ano
Resumos 8 anoResumos 8 ano
Resumos 8 ano
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Carta de foral
Carta de foralCarta de foral
Carta de foral
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicas
 
Infra-estruturas Portuarias
Infra-estruturas PortuariasInfra-estruturas Portuarias
Infra-estruturas Portuarias
 

Destaque

Reserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasReserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasAECBA
 
Áreas Protegidas
Áreas ProtegidasÁreas Protegidas
Áreas Protegidasaveca
 
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOBerlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOSérgio Leandro
 

Destaque (7)

As Berlengas
As BerlengasAs Berlengas
As Berlengas
 
Reserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasReserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengas
 
Berlengas
BerlengasBerlengas
Berlengas
 
Áreas Protegidas
Áreas ProtegidasÁreas Protegidas
Áreas Protegidas
 
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOBerlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
 
Luana - Ciências
Luana - CiênciasLuana - Ciências
Luana - Ciências
 
Nanotecnologia
NanotecnologiaNanotecnologia
Nanotecnologia
 

Semelhante a Ilha da Berlenga: Flora e Fauna

Criando Raízes
Criando RaízesCriando Raízes
Criando RaízesTurma8B
 
Bichosdoparana anfibios
Bichosdoparana anfibiosBichosdoparana anfibios
Bichosdoparana anfibiosAndre Benedito
 
Algas internacionais
Algas internacionaisAlgas internacionais
Algas internacionaisSemanadomar
 
Ppt plantas ameaçadas
Ppt   plantas ameaçadasPpt   plantas ameaçadas
Ppt plantas ameaçadasmaria
 
Apresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de RecursoApresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de RecursoMara Almeida
 
Introdução de espécies exóticas
Introdução de espécies exóticasIntrodução de espécies exóticas
Introdução de espécies exóticasGrupo2apcm
 
Especies dos mares de portugal
Especies dos mares de portugalEspecies dos mares de portugal
Especies dos mares de portugalLuisa Pereira
 
Animais em extinçao 2
Animais em extinçao 2Animais em extinçao 2
Animais em extinçao 2teratici
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinçãoteratici
 

Semelhante a Ilha da Berlenga: Flora e Fauna (20)

Algumas aves limicolas presentes na ria de alvor
Algumas aves limicolas presentes na ria de alvorAlgumas aves limicolas presentes na ria de alvor
Algumas aves limicolas presentes na ria de alvor
 
Algumas aves limicolas presentes na ria de alvor
Algumas aves limicolas presentes na ria de alvorAlgumas aves limicolas presentes na ria de alvor
Algumas aves limicolas presentes na ria de alvor
 
Criando Raízes
Criando RaízesCriando Raízes
Criando Raízes
 
Bichosdoparana anfibios
Bichosdoparana anfibiosBichosdoparana anfibios
Bichosdoparana anfibios
 
Aves de portugal 9
Aves de portugal 9Aves de portugal 9
Aves de portugal 9
 
Algas internacionais
Algas internacionaisAlgas internacionais
Algas internacionais
 
Oceano atlântico
Oceano atlânticoOceano atlântico
Oceano atlântico
 
Ppt plantas ameaçadas
Ppt   plantas ameaçadasPpt   plantas ameaçadas
Ppt plantas ameaçadas
 
Bichosdoparana aves3
Bichosdoparana aves3Bichosdoparana aves3
Bichosdoparana aves3
 
Apresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de RecursoApresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de Recurso
 
Introdução de espécies exóticas
Introdução de espécies exóticasIntrodução de espécies exóticas
Introdução de espécies exóticas
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 
Especies dos mares de portugal
Especies dos mares de portugalEspecies dos mares de portugal
Especies dos mares de portugal
 
Animais em extinçao 2
Animais em extinçao 2Animais em extinçao 2
Animais em extinçao 2
 
Peixe borboleta
Peixe borboletaPeixe borboleta
Peixe borboleta
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
 
Aves de portugal 11
Aves de portugal 11Aves de portugal 11
Aves de portugal 11
 
Bichosdoparana aves1
Bichosdoparana aves1Bichosdoparana aves1
Bichosdoparana aves1
 

Mais de MariaJoão Agualuza (20)

Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
Locomoção dos animais - Ciências Naturais
Locomoção dos animais - Ciências NaturaisLocomoção dos animais - Ciências Naturais
Locomoção dos animais - Ciências Naturais
 
4 FormasSimetriaRevestimento
4 FormasSimetriaRevestimento4 FormasSimetriaRevestimento
4 FormasSimetriaRevestimento
 
3 Revestimento.pptx
3 Revestimento.pptx3 Revestimento.pptx
3 Revestimento.pptx
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
Diversidade Animal 5D
Diversidade Animal 5DDiversidade Animal 5D
Diversidade Animal 5D
 
Diversidade Animal 5D
Diversidade Animal 5DDiversidade Animal 5D
Diversidade Animal 5D
 
Animais Reprodução 5F
Animais Reprodução 5F Animais Reprodução 5F
Animais Reprodução 5F
 
Alimentacao 5F
 Alimentacao 5F Alimentacao 5F
Alimentacao 5F
 
Revestimento 5ºF
Revestimento 5ºFRevestimento 5ºF
Revestimento 5ºF
 
Forma dos animais 5F
Forma dos animais 5FForma dos animais 5F
Forma dos animais 5F
 
Animal Reproducao
Animal ReproducaoAnimal Reproducao
Animal Reproducao
 
Animais
Animais Animais
Animais
 
Animais Locomoção
Animais LocomoçãoAnimais Locomoção
Animais Locomoção
 
Animais Revestimento
Animais RevestimentoAnimais Revestimento
Animais Revestimento
 
Animais Revestimento
Animais RevestimentoAnimais Revestimento
Animais Revestimento
 
Formas dos Animais
Formas dos AnimaisFormas dos Animais
Formas dos Animais
 
Grelha Animais de Portugal
Grelha Animais de Portugal Grelha Animais de Portugal
Grelha Animais de Portugal
 
Triangulo angulointerno5ano
Triangulo angulointerno5anoTriangulo angulointerno5ano
Triangulo angulointerno5ano
 
W 5 c_n5
W 5 c_n5W 5 c_n5
W 5 c_n5
 

Último

William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADOcarolinacespedes23
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 

Último (20)

William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 

Ilha da Berlenga: Flora e Fauna

  • 1. Trabalho de Ciências da Natureza Ilha da Berlenga Elaborado por: Carolina Nº6 5ºE
  • 2. Introdução  Principalilha do Arquipélago das Berlengas (Peniche)  Fica a aproximadamente 13Km do porto de Peniche  É a única ilha do arquipélago “habitada”  Tem várias espécies um pouco raras
  • 3. Flora Morrião Chorão Azul Arméria Berleng Malmequer --Amarelo -ensis
  • 4. Arméria Berlengensis Esta planta tem como cor da flor um rosa esbranquiçado. Esta planta encontra-se na ilha principal e é bastante comum nos Farilhões. É um sub- arbusto com aproximadamente 40 cm de diâmetro e a sua floração é entre os meses de Abril e Maio. Esta planta nasce nas rochas graníticas.
  • 5. Fauna Gaivota d’asa escura Coelho- bravo Airo Cagarra
  • 6. Corvo marinho de crista Lagartixa de Bocage Sardão Rato- Preto Gaivota de pata amarela
  • 7. Airo O Airo é a imagem de marca das Berlengas, fazendo parte do seu “brasão”. Parece um pinguim e em adulto atinge os 46cm. Alimenta-se no mar alto de peixes e outros animais marinhos, que captura com o bico, mergulhando até uma profundidade de 60 metros. Conseguem manter- se debaixo de água, sustendo a respiração, por mais
  • 8. Gaivota de pata amarela Entre 2009 e 2010 foram detetadas 9 752 destas aves em território português. A gaivota de pata amarela é uma espécie oportunista com grande capacidade para se adaptar a tudo, utilizando quase todo o tipo de alimentos. Tem um elevado potencial reprodutor, pelo que facilmente atinge proporções de praga, como no caso da Ilha da Berlenga. Nesta ilha, há muitas espécies em extinção por causa destas gaivotas. Alimenta-se de várias espécies de lagartos e de peixe na superfície da água.
  • 9. Gaivota D’asa Escura A Gaivota D’asa Escura é muito abundante no nosso País durante o Inverno, quando as populações do Norte da Europa migram para Sul. Neste período pode ser mesmo considerada a ave marinha mais comum e mais distribuída na nossa costa. Alimenta-se de várias espécies de lagartos e de peixe na superfície da água.
  • 10. Fim